tfantoni

CURANDO GAEMS AQUI: store.steampowered.com/curator/8963454/

You aren't following tfantoni.

Follow her to keep track of her gaming activities.

Follow

  • 2016-10-11 13:18:58 -0300 Thumb picture
  • 2016-09-24 23:15:41 -0300 Thumb picture
    Post by tfantoni: <p>Fanartinho da char com quem jogava pelo menos de

    Medium 344094 3309110367

    Fanartinho da char com quem jogava pelo menos desde o Dragonfall (e que fiz questão de 'continuar' no Hong Kong, heh). Fiz pro desafio que está rolando agora no grupo do face Desafio 2Minds!

    Até queria pintar, mas só pra deixar o desenho decente me deu uma cansada :p

    Shadowrun: Dragonfall

    Platform: PC
    97 Players
    20 Check-ins

    1
  • 2016-09-17 00:48:33 -0300 Thumb picture
    tfantoni checked-in to:
    Post by tfantoni: <p>Aparentemente cheguei na metade do jogo.</p><p>#
    Resonance

    Platform: PC
    59 Players
    5 Check-ins

    Aparentemente cheguei na metade do jogo.

    No começo estava achando tudo BEM interessante. A despeito de uns clichêszões aqui e ali (como um cara morrendo falar algo importante e bater as botas logo em seguida), as tretas que a narrativa aborda, somadas ao background de quatro personagens que podem agir quase que ao mesmo tempo indicava que sim, definitivamente estava frente à um título de digno de nota.

    Teve até mesmo um momento que passei um pouco de cagaço porque um loco começou a me perseguir, subi no telhado sem ter pra onde ir e por milésimos de segundos consegui derrubar o desgraçado a tempo ao cortar a corda que segurava a escada de emergência.

    ... Até que o negócio começou a perder o controle.

    Meu problema com Resonance agora são dois pontos principais: 1) tá rolando uns puzzles MUITO escrotos  e 2) a quantidade de tarefas, adquiridas de forma não tão linear, deixa as coisas bem confusas. Existe até um esquema de poder perguntar pra outro personagem o que falta fazer e há um menu feito pra rever memórias importantes. Ainda assim, as informações acabam sendo mais vagas do que o necessário pra revolver os paranauês... no meu caso, ao menos.

    Nesse exato momento, não consigo avançar por causa de um puzzle ridículo envolvendo documentos e um braço mecânico.

    É assim: você quer texto X e Y, mas não consegue o primeiro porque é muito confidencial pro seu  nível. Você pode pegar cópias infinitas de Y. A solução, então, é distrair os guardas do local (usando cada um de dois personagens), hackear a senha do maluco de cima, ver o serial das caixas X e Y, fazer uma conta imbecil pra descobrir o caminho "meio termo" entre X e Y e configurar o braço de modo que, quando supostamente fizer uma cópia de Y, na verdade acabe pegando o de X.

    É, nem eu entendi.

    O que fode é, cada jogo gera números diferentes pra esses documentos, e nem olhando a solução supostamente simples em walkthrough consegui revolver a desgraça.

    [edit:] Decidi desistir do jogo. Vi o resto no youtube por cima, o que bastou pra mim.

    1
  • 2016-09-14 16:40:05 -0300 Thumb picture
    Post by tfantoni: <p>Meu tempo livre ficou pateticamente curto desde

    Meu tempo livre ficou pateticamente curto desde que comecei a lecionar (é...), mas o jogo tava com um descontinho bom demais pra passar batido. Torcendo aqui pra ele ser bom como recomendaram.

    Resonance

    Platform: PC
    59 Players
    5 Check-ins

    1
  • 2016-09-02 19:50:15 -0300 Thumb picture

    Pseudo-review: Guerra dos Consoles

    Ontem terminei de ler, então seguindo marromenos o esquema que fiz em O Grande Fora da Lei, pensei em tecer rapidamente alguns comentários sobre o que ainda lembro do texto ;P

    O livro não é tão diferente de outros trabalhos anteriores no que diz respeito ao regaste do passado de figuras importantes na indústria. Mas, exceto por algumas informações meio desnecessárias/filler,  ele se aprofunda razoavelmente bem dentro do período que aborda: desde a concepção da Sega e da Nintendo até o período em que a Sony lançou o PSX, que também foi quando a empresa do ourição foi praticamente água abaixo devido às péssimas vendas do Saturn (ainda mais se for levar em conta que,  por um breve momento, ela deteve 55% do mercado! O.o).

    Outro funfact que me chamou a atenção: saber de como a Sega atacava diretamente a Nintendo nas propagandas, reduzindo-a a coisinha de criança enquanto queria se fazer a descoladona rock'n'roll. Talvez seja óbvio pra quem viveu a época, mas pra mim era meio esquisito o tamanho da rivalidade entre os fanboys de cada empresa :p agora fez todo o sentido, hahaha.

    Também foi instigante saber de como a sega japonesa não se bicava nem um pouco com a americana, especialmente quando os primeiros consoles não estavam fazendo o sucesso enorme que ocorrera nos EUA, motivo pelo qual concluí que se deu graças às sacadas de marketing (dia dedicado ao Sonic, console mais barato, propaganda agressiva pra cacete, etc). Ironicamente, a situação só inverteu quando lançaram o Saturn e seu acessório Mars, se não me falha a memória.

    Em geral, fiquei com a sensação de que Harris deu mais atenção ao lado da Sega que à Nintendo, talvez principalmente porque um dos personagens mais relevantes na história, Tom Kalinske, outrora uma figura importante na Mattel, foi o presidente da Sega of America (e um dos pouquíssimos caras que guardei o nome de tanto que repetia :P). Mas não considero isso um demérito: livro só sobre a Nintendo é o que não falta (vide: Os Mestres do Jogo, Nos Bastidores da Nintendo e provavelmente coisa gringa que não veio pra cá).

    Embora esse livro compartilhe várias coisas em comum com O Grande Fora da Lei que me incomodaram (como o formato romanceado misturando ficção com uma 'média' dos fatos com base em relatos), achei que a apresentação está um pouco melhor. A tradução também está BEM superior em comparação à darkside; a pessoa responsável claramente já sabia alguma coisa de jogos (ou teve alguém pra auxiliar nisso) e fez uma boa adaptação dos termos ~gueimísticos  na maioria das vezes.

    Foi uma leitura divertidinha. Recomendo uma olhada pelo seu todo. Senti falta de algumas páginas que, sei lá, se focassem na Sony pós lançamento do preisteition, mas imagino que aí sairia do escopo do livro. As eventuais curiosidades envolvendo as figuras importantes durante a guerra compensam parte da leitura.

    Sonic the Hedgehog (1991)

    Platform: Genesis
    8868 Players
    152 Check-ins

    8
    • Micro picture
      joanan_van_dort · almost 3 years ago · 1 ponto

      Esse livro tá na minha lista de compras há mais ou menos dois anos e até agora tenho empurrado ele adiante...
      Agora que vc comentou, tem bastante coisa que eu já li em outros lugares e que esse livro pode aprofundar bem.
      Vou me dar de natal =p

      4 replies
  • 2016-09-01 19:30:16 -0300 Thumb picture
    tfantoni checked-in to:
    Post by tfantoni: <p>Tava na minha wishlist sei lá desde quando, entã
    Disney Castle of Illusion starring Mickey Mouse

    Platform: PC
    451 Players
    49 Check-ins

    Tava na minha wishlist sei lá desde quando, então já que ele (em tese) vai pras cucuias amanhã... bem, 4 mangos, né? meu banco quase não deixou, mas agora consegui depois de sentar e conversar com ele. vamos ver se ele é bom como sugere!

    1
  • 2016-09-01 09:33:24 -0300 Thumb picture

    Um apoio à Joymasher

    Em seu perfil no Facebook, Thais Weiller relata que a transportada Nortelar Logística se comprometeu a levar um container contendo itens como livros, eletrodomésticos, consoles, materiais artísticos e outros itens no tempo estimado de um mês. No entanto, a entrega, que deveria ser feita em junho deste ano, ainda não aconteceu. (via Techmundo)

    Os detalhes todos estão no facebook da Thais. Bate uma bad só de ler :(

    Odallus: The Dark Call

    Platform: PC
    171 Players
    75 Check-ins

    13
  • 2016-08-25 14:46:26 -0300 Thumb picture
    tfantoni checked-in to:
    Post by tfantoni: <p>Joguei e zerei hoje.</p><p>.... que jogo estranh
    The Beginner's Guide

    Platform: PC
    57 Players
    10 Check-ins

    Joguei e zerei hoje.

    .... que jogo estranho. Não ficou claro até que ponto o background por trás desses jogos todos é real ou ficção, pois convence até certo ponto. Mas que chamou a atenção, isso sim aconteceu.

    Então sei lá. Ficou uma sensação de vazio após presenciar o que pareceu ser uma angústia foda por parte do criador. Não sei nem dizer se gostei da experiência ou não.

    2
  • 2016-08-13 15:41:24 -0300 Thumb picture
    tfantoni checked-in to:
    Post by tfantoni: <p>Oh well, parece que me deparei com um bug que es
    AM2R: Another Metroid 2 Remake Project

    Platform: PC
    107 Players
    41 Check-ins

    Oh well, parece que me deparei com um bug que está me impedindo de avançar no jogo. Matei três bichos que, vendo gameplay, deveria ter sumido com a lava de uma área que nem aconteceu mais no começo. Mas mesmo após fazer isso, continua a mesma merda.

    Aposto que aconteceu isso porque voltei um pedaço pra salvar o jogo antes de encarar o terceiro deles, pois estava com pouca munição... tsc.

    Foi legal enquanto durou.

    2
  • 2016-08-12 18:50:15 -0300 Thumb picture
    tfantoni checked-in to:
    Post by tfantoni: <p>Primeiro episódio terminado hoje.</p><p>Por enqu
    Tales from the Borderlands

    Platform: PC
    163 Players
    66 Check-ins

    Primeiro episódio terminado hoje.

    Por enquanto tô achando o jogo ~ok~. Nada de super memorável aconteceu por ora, só uma introdução básica de como os protagonistas se conheceram e etc. Li em algum lugar que a história fica melhor depois, então tô pagano pra ver.

    Engraçado notar de que é um dos primeiros jogos da Telltale que vejo ser oficialmente traduzido, mas sem informação alguma lá na lista de idiomas disponíveis. Vai entender... Aí tem rolado umas pérolas ao longo dos diálogos, de O CHORO É LIVRE pra TÁ FALTANDO FEIJÃO NO TUTU.

    Que delícia, cara.

    (ainda é melhor do que o average da tribo gamer :P)

    Bom, é isso aí. Fórmula da Telltale com essa mistura estranha de franquia de FPS. Minha única esperança é o jogo valer a pena no final, porque só me decepcionei com o Pre Sequel pela sensação de ser igual demais ao 2.

    2
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...