talk_to_the_hand

Uma persona para podermos trocar idéias e criar discussões saudáveis :D

Você não está seguindo talk_to_the_hand.

Siga-o para acompanhar suas atualizações.

Seguir

  • 2015-09-09 18:25:44 -0300 Thumb picture

    Videogames Portáteis - Porque tê-los???

    Medium 3153950 featured image

    Salve, salve, galera alvanistas,


    Estamos vendo o número de seguidores crescendo bastante e logo mais vamos sortear um jogo da STEAM para que você possa ficar feliz e não encher a nossa paciência querendo algo...se continua

    rem a reclamar nem chaveiro ganharam...hue

    Bom para começarmos, vou comentar um pouco sobre Videogames portatéis.

    Os consoles portateís que existem hoje em dia, vieram para suprir uma necessidade do dia-à-dia e nossa (principalmente a minha quando vou a algum lugar).

    Eles são as distrações nossas na ida ao trabalho, na

    volta para casa, indo para a escola, faculdade, cursinho, esperando nossas namoradas (tive que esperar uma ex-namorada minha por 2 horas e se não fosse meu PS Vita e PSP, já teria morrido, detalhe, nem vi o tempo passar, só depois que vi que cheguei perto do final do jogo kkk).

    Temos vários títulos de todos os gostos, são momentos de diversão que você possui até chegar ao seu destino.

    Temos que agradecer ao pai de todos os portateis existentes até hoje, Gunpey Yokoi, ele é o Pai do Game Boy Classic (possuo o meu em funcionamento até hoje).

    Depois de tempos, muitas empresas lançaram seus portateís para brigar entre si, e mostrar todo seu poder de fogo que possuem. Entre essas brigas foi da SEGA x NINTENDO.Ao ver que a Nintendo lançou seu portátil, a SEGA não fez por menos e lançou seu Game-Gear para brigar e fazer de frente ao Game Boy da Nintendo.

    O grande problema do Game Gear, que para um bom funcionamento, você precisa de 6 pilhas alcalinas AA, ou comprar a fonte de energia do bichinho e jogar horas a finco com ele.

    Tivemos outras empresas que lançaram seus portáteis, ATARI, NeoGeo entre outras, e troxeram muitos mais jogos para que nossa diversividade e procura por jogos de cada empresa possa jogar. Só que eles não duraram muito tempo, assim como o Game Gear, os comedores de pilha não tiveram tanto norral e público para encantar e assim, trazer resultados financeiros para que todos ficassem felizes.

    Enquanto isso o Game Boy ganhou novas versões conforme o tempo, Pocket, Color, Light, depois que a tecnologia avançou, eles foram mais ousados e lançaram o Game Boy Advanced, portátil de 16 bits que você teria na palma de sua mão.

    Outro fator que alavancou o Game Boy, no início foi o jogo Tetris, que vendeu milhões de cópias junto com o portátil, outro percursor a derrubar a sua concorrência e esmagar elas foi a febre Pokém

    on.


    Em meados dos anos 2000, no dia 12 de dezembro de 2004 pra ser preciso, a Sony, que entrou no mercado de consoles caseiros com o seu Sony PlayStation, veio com uma novidade no qual veio acabar com a zona de conforto da Nintendo com o Game Boy e seu Nintendo DS, a Sony lança o PlayStation Portable - PSP.

    O console foi uma bomba para a Nintendo que veio dominando o mercado de games portáteis a anos.

    Com um bom marketing, o PSP foi bem recebido por todos, e a leque de jogos que chegou para o portátil foram enormes.

    Também vamos contar com outro fator que alavancou ambos portáteis, Nintendo DS e PSP foi a pirataria (depois quem tiver saco, leia nossa opinião em Pirataria x Originais e deixe sua opinião,  xD), que trouxe um enorme beneficio para os jogadores (e seus bolsos também).

    Ai voltou a grande guerra de consoles, agora na plataforma de portátil, veio os Fanboys que defendem com unhas e dentes sua empresa favorita, e uma incansável lista de xingamentos, falta respeitos e afins.

    Um outro grande fator que veio quietinho, e foi adentrando aos portáteis também foram as empresas de Smartphones.

    A Google Play Store está trazendo vários joguinhos para que as pessoas possam jogar em seus aparelhos de celular, o que muitos dos joguinhos são chamados de Freemium.

    Vocês podem perceber que o Smartphone ganhou um grande espaço na área de portátil, e querem brigar de frente com a Nintendo e Sony, para ganhar uma fatia do bolo.

    São joguinhos casuais e rápidos que muitos jogam, sem muita complexibilidade (Candy Crush, Farm Heroes, Clash of Clans, Tetris, entre outros).

    Fora que muitos viram a capacidade do Android que sairam alguns portáteis identicos ao PSP e PS Vita, mas é android com precinhos camaradas (você compra pelo precinho camarada de R$500,00 no mercado livre o__O) e nele você utiliza de vários emuladores que tem vários jogos (desde KOF 94 até o 2002).

    Um outro e grande detalhe que possa vir para a briga dos cachorros grandes, e a STEAM, com seu portátil para colocar mais leha na fogueira.

    E vocês, qual o portátil vocês utilizam mais? Quais os jogos que prendem suas atenções?

    Comentem

    @armkng

    Ragnarok Odyssey Ace

    Plataforma: Playstation Vita
    95 Jogadores
    17 Check-ins

    53
    • Micro picture
      msvalle · mais de 3 anos atrás · 2 pontos

      Comecei com um portátil (PS Vita) há menos de um mês, então não tenho uma opinião formada, mas do que vi até agora, estou gostando bastante. Comecei jogando Gravity Rush, Guacamelee e Race the sun - recomendo todos hehe

      2 respostas
    • Micro picture
      marviiu · mais de 3 anos atrás · 2 pontos

      Tirando os antigos mini games o meu primeiro com variedade de jogos foi o PSP, mas quase não joguei pois não tinha conhecimento do que era jogo bom para ele naquele momento. Fui jogar mais o PS Vita que comprei ano passado.

      1 resposta
    • Micro picture
      maironw · mais de 3 anos atrás · 2 pontos

      Rumei pros portáteis por Pokémon.
      E agora to achando os Pokémons novos beeeeem meia boca.
      Contudo, sou feliz com meus DS, PSP e 3DS, jogo como qualquer outro console e costumo levá-los para muitos lugares.

  • 2015-09-01 16:21:38 -0300 Thumb picture

    Comi a sua Mãe !!1!

    Medium 3140394 featured image

    No mundo de jogos multiplayer online, é muito comum encontrar pessoas cada vez mais jovens tendo comportamentos desnecessariamente agressivos. É comum ver crianças de 13 anos pra menos dizendo coisas como "vai dar o cu seu lixo" ou "comi a sua mãe" em partidas amistosas de qualquer jogo competitivo. Nesse post quero analisar um pouco, quais possam ser as causas desse comportamento.

    Os jogos hoje estão cada vez mais realistas, e isso significa cada vez mais violência. Quando a violência é glorificada e recompensada, não podemos negar que pode sim deixar uma pessoa temporariamente mais agressiva. Mas eu particularmente acho que isso não seja o suficiente para causar todo esse ódio.

    Em minha humilde opinião, o fato está relacionado a dois fenômenos psicológicos que são muito comuns ao ambiente de jogos, a separação em grupos, e a desumanização de pessoas.

    "A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística." O ser humano consegue sentir empatia e compaixão, apenas por aquilo que mais se assemelha a ele mesmo, ou a seu comportamento, e quando digo ele mesmo, quero dizer a um ser humano. O multiplayer online separa as pessoas, faz o contato entre elas ser cada vez mais distante, a maioria das pessoas que jogam online, não conhecem umas as outras, e com a possibilidade de se "esconder" atrás de um avatar, só faz com que seja mais difícil sentir empatia pela pessoa do outro lado do teclado.

    Em 1968, a professora Jane Elliot fez um experimento com seus alunos. Ela os dividiu em dois grupos : os que tinham olhos azuis, e os que tinham olhos marrons, e disse aos alunos com olhos azuis que eles eram melhores que os alunos com olhos marrons, além de dar vários benefícios a elas por causa da cor de seus olhos. Ao fim do dia, vários alunos haviam se agredido, os alunos de olhos azuis estavam se comportando de maneira racista e agressiva a sala havia se tornado um caos, e isso simplesmente porque as crianças foram separadas em grupos e postas em situações em que tivessem que competir umas com as outras.

    O mesmo acontece em partidas online, o mero fato de separar jogadores em grupos, os deixa agressivos e com sede de vitória. Não me entendam mal, adoro jogos competitivos, mas as pessoas precisam aprender que existe uma pessoa do outro lado da tela.

    PS : Pra vocês não me chamarem de hipócrita :

    https://onedrive.live.com/redir?resid=B36CE08AAFA3D542!55372&authkey=!ACka_nn2oevXt6E&v=3&ithint=photo%2cjpg

    HAUAHUAHUA

    Concorda comigo ? Discorda ? Então Mete bala nos comentários xD

    44
    • Micro picture
      redbomber · mais de 3 anos atrás · 2 pontos

      Pois é, ela disse que foi ruim.

      Agora serio, realmente tem muitos que perdem o controle, gritam com quem ta perto se estiverem com raivam acidentes graves é bobagem etc. Mas conheço vários que não, apesar do que jogam ainda são pessoas "normais" (hehehe)

    • Micro picture
      laumiramos · mais de 3 anos atrás · 2 pontos

      A internet da essa liberdade que explorar coisas e ter novas experiências e que alguns tomam como "super poderes" e acham que podem fazer o que quer e ser o que na verdade não são.

      Acho que a idade, inexperiência, falta de maturidade também são alguns pontos que casam esses casos de "haters" outro e a sociedade que mostravam valores totalmente distorcidos e que fazem acharem coisas normais e certas, mas, que na verdade são erradas e parece que hoje o egoísmo tem crescido de forma absurda e isso afeta em qualquer coisa que se faça e nos games não é diferente.

      Jogos multiplayers lhe proporciona vários e diferentes tipos de "modos" para você jogar dependendo de como você esteja se sentindo no dia como por exemplo se você está querendo zuar como não tivesse amanhã tem um 4fun, se você está estressado sem muita paciência pode colocar um musica pra escutar e jogar um DM, se está querendo jogar em equipe, mas, nada também serio tem Captura de pontos/bandeira e se quer algo mais serio e que exija mais de você tem os modo competitivo, então não adianta você estar querendo zuar e ir jogar um competitivo isso vai gerar desavenças um modo que exige mais experiência, comunicação e "conversa" entre todos como uma pessoa que quer zuar vai se encaixar, so vai criar estresse entre todos e acabando com os jogo de todos, isso acontece muito principalmente com crianças que se fosse levar em conta a faixa etária mesmo, nem era para estar jogando (claro que tem muitas mlks que se comportam melhor que muitos adultos, tem casos e casos).

      Ai muitos dizem "Ah!mais eu não sabia", acho que não custa nada dar um pesquisada sobre o game ou perguntar, infelizmente hoje em dia muito só querem tudo mastigadinho, fácil e pronto, não querem o mínimo de trabalho ou seja procurar/pesquisar (TEXTO É MUITO GRANDE).

      Mas esses haters tem em todos os jogos não é apenas em jogos de FPS, eu mesmo já deixei de jogar games por conta de pessoas que não sabem jogar ou usam de auxiliares para adquirir vantagens no game. Mas infelizmente acho que isso nunca vai acabar.

      Mas sempre gostei dos jogos de FPS, as vezes paro um tempo e depois volto. Só não continuo jogando sempre por que tem momentos que realmente não da por conta das "criancices" que acabam estressando e não mais divertindo, mas (\(OO)/)

      E como o @avmunico "Antigamente, na minha epoca, cara era um prazer ajudar alguém em um forum, em um chat, hoje se alguém questiona algo, é tido como burro, imbecil, "noob", e assim vai... talvez isso vá além da comunidade online, e se estende no dia-a-dia" Realmente era assim mesmo todo mundo se ajudando, e quanto que vai além da comunidade online , com certeza que sim, infelizmente.

      Só ressaltando parabéns para a equipe, sempre com conteúdo e enquetes legais. ^^

    • Micro picture
      armkng · mais de 3 anos atrás · 2 pontos

      falaram tudo...
      o que falta bastante de muitos e respeito, em epocas de locadoras, fale uma coisas dessas com pessoas que nao conheca, e vc levaria um murro nos dentes, fora a surra la fora...e complicado, so o fato de estarem atras de uma tela podem fazer o que quiserem...o nivel de competicao, quero ganhar vou ganhar desse lixo esse cara e um lixo (sim e desta forma se sem virgulas), eles acabam nao demonstrando nenhum repeito com o outro...
      Comecei jogando online na geracao do Pangya para pc, e so pq nao fazia HIO (Hole-In-One) era tido como lixo, noob, nao sabia jogar...olham seu perfil e ja julgam vc como lixo do jogo...
      Jogando PES ou FIFA online, ja me deparei com muitos caras que ao fazer 1x0 comecam a fazer dribles, quer fazer chapeuzinho, carretilha, so que mal sabem que o feitico pode virar contra o feiticeiro...eu sou chato, se pego a bola e toque a la Barcelona Pep Guardiola, o cara nao rela nela, faco 2 gols...e se bobear ainda o terceiro...
      O ruim qdo vc joga online no psvita, FIFA, UMVC3, BBCSEx, BBCP a mesma coisa, o cara perde, o que ele faz? coloca em stand by o vita e a conexao cai...
      E osso...mas fazer o que, jogo por diversao e o que faco...ignoro esses seres...

      Parabens para o dono do artigo, esta show de bola...

  • 2015-08-22 13:13:47 -0300 Thumb picture

    Dica do dia: Can You RUN It

    Quer executar um jogo no seu computador e não sabe se ele vai rodar, eis o site pra ver os requisitos mínimos necessários para rodar um jogo

    http://cyri.systemrequirementslab.com/cyri 

    14
    • Micro picture
      akromvaleth · mais de 3 anos atrás · 2 pontos

      Eu já vi muita gente falando que esse site é furada

      1 resposta
    • Micro picture
      mun · mais de 3 anos atrás · 1 ponto

      Nunca consegui usar, dizem que faz só pelo navegador mesmo, mas tem que baixar um negócio...

      1 resposta
    • Micro picture
      ederstk · mais de 3 anos atrás · 1 ponto

      uso ele a anos e recomendo!

      1 resposta
  • 2015-08-21 20:19:08 -0300 Thumb picture

    Tradução dos jogos PT-BR

    Medium 3141687 featured image

    Fala galera Alvanistas,

    Depois de um bom tempo, estou aqui para gerar mais uma polêmica no mundo dos jogos.

    A dublagem e legendas em PT-BR nos jogos, você é a favor ou contra???


    E por conta desta imagem o nome da persona (detalhe sua opinião não conta para nós, mas queremos causar o perigo e o caos, e agora ninguém vai...droga de música do Dragon Ball Z… ¬¬)

    Nos tempos mais primórdios dos games, a língua predominante é o Inglês, que veio nos auxiliando e nos ajudando nas nossas famosas aulas do ginásio e colégio com o Grande e Famoso ser TOBÉ (verbo to be na realidade).

    Por trás daquelas legendas, você lia, relia, continuava lendo e entendia lhufas nenhuma, a vou na internet ver isso e o que significa. “NEGATIVE”, em meados do crescimento dos videogames ATARI, NES, MASTER SYSTEM, SNES, MEGA DRIVE, esqueça a internet, vai na raça, o grande amigo dicionário ao seu lado e busque as palavras para entender o que o infeliz quer.

    O pior eram as brigas referentes as frases que seus amigos informavam, que não fazia o menor sentido.

    Outros jogos também deram continuidade no PS1 e Saturn, onde grande parte da galera que conheço joga RPG’s, jogos de ação, tomadas de decisão, qual escolher??? CARACA MORRI…

    O pior quando você pegava aquele jogo novo, nem saiu aqui no Ocidente, veio do Oriente, jogo Japonês, você jogava com Maestria, um caderno de anotações pra desenhar os ideogramas e escrever na frente o que significa (eu tinha isso).

    Na geração do PlayStation 2, XBox e Game Cube, alguns jogos europeus começaram a entrar nas terras brasileiras, lembro que joguei um jogo que não lembro o nome agora, ele dublado com Português de Portugal, era muito sarro, mas o grande barato em entender um jogo, era totalmente demais.

    Com a entrada da geração do PlayStation 3, XBox 360 e Nintendo Wii, os jogos com legendas e dublagem em português-br começaram a vir em enxurradas. Diga-se de passagem da Narração de PES com Silvio Luis e Milton Neves que ficou show de bola, a grande cagada da EA Games ao me chamarem Caio Ribeiro e Thiago Leifert, ruim demais.


    Techo do jogo The Last of Us em Português - BR

    Vimos que foi uma grande evolução na parte de games, onde as legendas estão presentes, até mesmo em jogos de luta, podemos ver em Tekken Tag Tournament 2 o quão eles ficaram preocupados com a dublagem com cada personagem, Lili - Francês, Asuka - Japonês, Christie Montiero - Portugues/Br, Miguel - Casteliano.

    Concluindo e colocando a minha opinião como gamer.

    Prefiro continuar jogando os games com o idioma em inglês e legendas em inglês, não tenho nenhum curso de idiomas, mas percebi que ao passar dos tempos, fui meio que obrigado a aprender um dialeto e entender as palavras e significados.

    A mesma coisa que acontece com animes, dublagem original e legendas em inglês (calma galera não aprendi japonês com isso).

    Em filmes, quando vou no cinema ou assisto em casa, é áudio original e legendas em português.

    Não cair que nem nossa imagem do Exterminador do Futuro e ele virar e falar “Vai ver se estou lá na esquina.” ¬¬

    E isso comentem galera.

    @armkng

    Street Fighter II Turbo

    Plataforma: SNES
    6812 Jogadores
    27 Check-ins

    70
    • Micro picture
      darth_gama · mais de 3 anos atrás · 10 pontos

      Sou completamente a favor de jogos dublados/legendados em Pt-Br. Mas também sou a favor que seja possível optar ente idiomas e legendas em inglês ou português, pois tem gente que sempre prefere as vozes originais.

      3 respostas
    • Micro picture
      linkgb · mais de 3 anos atrás · 5 pontos

      Temos que ser a favor dos games em PT- BR . Onde estamos com a cabeça ... Um idioma estrangeiro deve ser opcional e nunca obrigatório ! Pagamos caro nesses jogos, bem mais caro que nos EUA . E falando nos EUA a maioria das pessoas desse país, exige que os jogos sejam traduzidos para o seu idioma.Garanto para vocês que a maioria rejeitaria qualquer jogo ( por melhor que o jogo seja ) se ele não viesse pelo menos com legendas ENG -USA

      1 resposta
    • Micro picture
      robsonzulianfontes · mais de 3 anos atrás · 4 pontos

      Tem de dublar tudo quanto é jogo. Já passou da hora do mundo nos ver com um dos maiores consumidores de jogos e nos respeitar como tal.

  • 2015-08-08 09:33:26 -0300 Thumb picture

    Multiplayer Local ou Online?

    Medium 3132362 featured image

    Salve Salve galera, estamos aqui com mais um tema: Multiplayer Local x Online.

    Antes de qualquer coisa gostaria na verdade que ajudassem ai com informações, pois busquei no São Google e não achei muita coisa, então tudo o que está escrito aqui são pesquisas que podem em algum momento serem equivocadas.

    Mas, sem mais delongas, vamos ao que interessa. Os jogos eletrônicos já estão ai há algum tempo, e antes de todo esse universo que temos hoje, as partidas eram disputadas individualmente, ou seja você contra o computador (hoje ainda é assim :D). Segundo pesquisas a primeira partida multiplayer foi realizada por um grupo de amigos jogando xadrez, isso em 1984.

    Após uma longa pesquisa descobri que um dos primeiros games multiplayer Local, foi Street Fight, segundo a história, o que estava pegando, é que os Fliperamas (muitos de vocês não devem saber o que é) sofria com o numero baixo de vendas de fichas, ai nossa querida Capcom teve a grande sacada de fazer uma maquina onde os jogadores jogavam entre si, aumentando assim o numero de venda de fichas. E de La pra cá, quase todo game conta com um sistema multiplayer.

    Nos primeiros consoles contavam com a tela dividida (é incrível pensar que jogávamos em TVs de 14” com tela dividida), no Nintendo 64 conseguia-se jogar com até 4 jogadores simultâneos, 007 foi febre na época.

    Mas bem a coisa evolui e chegaram os PC, e isso foi levado a outro nível, cada um com seu monitor dividindo o mesmo game, e o numero de jogadores variava-se dependendo do titulo, e cara foi uma época de ouro (pelo menos pra mim), montávamos nossa rede e fazíamos o famoso corujão (passar a noite jogando), 4 ou 5 amigos jogando Age of Empires, CS, dentre muitos outros, regados a muita pizza e refrigerante, o mais engraçado é que em muitos casos o jogo era o de menos, o multiplayer servia para convidar os amigos e dividirem o mesmo espaço, conversar, brincar, sacanear... Eis então que começam a surgir os primeiros Games Online (que não vou tentar descrever sua origem já que é bem recente e todos conhecem).

    Os games Online tem lá suas vantagens, você não precisa enfiar seu PC debaixo do braço com mais dois amigos e ir pra casa de alguém, você tem a vantagem de jogar com qualquer um do conforto do seu quarto, com seu controle, tomando seu suquinho de groselha tranquilo, uma outra grande vantagem desse formato, é que você sempre vai encontrar jogos disponíveis, e é só se juntar à sala e começar a jogatina. Mas mesmo com toda a tecnologia e net a seu favor, para poder ver os companheiros via chat, falar por canais de voz, você perde o contato físico com o amigo, a nostalgia de estar juntos na mesma sala, horas dando aquela espiada marota no monitor do amigo (quem nunca, hehehe).

    Então, e para vocês, aqueles que puderam experimentar dos dois mundos, o que nos dizem, conte sua história, deixe sua opinião... ;)

    World of Warcraft: Cataclysm

    Plataforma: PC
    3757 Jogadores
    92 Check-ins

    64
    • Micro picture
      matt_snow · mais de 3 anos atrás · 4 pontos

      Não troco a opção de jogar com os amigos no sofá por jogo online nenhum

    • Micro picture
      alvaroluiz · mais de 3 anos atrás · 3 pontos

      eu gosto muito do online, mas acho que co_op local é mais divertido

    • Micro picture
      ogawara · mais de 3 anos atrás · 3 pontos

      Local.

      2 respostas
  • samuelgamer Samuel
    2015-08-06 18:29:27 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    O que são jogos indie?

    Nossa, já faz muito tempo que não faço uma postagem aqui. Bem, desta vez estou divulgando o meu post mais recente no meu blog, no qual eu falo um pouco sobre jogos independentes e como, na minha opinião, eles são importantes para evitar a estagnação criativa do mercado de jogos.

    O que são jogos indie?

    Espero que possam ler e deixar suas opiniões acerca do assunto! =)

    Minecraft

    Plataforma: PC
    11377 Jogadores
    645 Check-ins

    7
  • 2015-07-30 11:54:26 -0300 Thumb picture

    Detonados, afinal é errado usar?

    Medium 3124863 featured image

    Bom pessoal, estamos aqui para mais um debate bem bacana, onde o tema é os detonados, mas antes vamos para uma pergunta rápida.Quais dessas opções você escolheria para sair desta situação?

    A) Xinga a moça.

    B) Chama a sua mãe e começa a chorar, porque você não da conta.

    C) Usa o detonado.

    D)Desiste do jogo e vai tomar leite com pêra.

    E) Chuta a parede com a intenção de acontecer algo.

    Os detonados estão por ai a muito tempo para ajudar os gamers, provavelmente desde os anos 80, onde era encontrados em revistas, mas hoje em dia se tem fácil acesso a elas, pela internet. É bem fácil achar um detonado se brincar deve ter detonado até para Candy Crush.

    Bem, algumas das vezes ficamos presos em um determinada parte de um jogo e não conseguimos avançar para a fase seguinte, por causa de um detalhe que talvez seja bem simples de se resolver e acabamos correndo atrás de um detonado, ou não...

    Dependendo do estilo do jogo, algumas pessoas usam o detonado no jogo inteiro, com a intenção de jogar tudo que o game tem a oferecer, ou só para finalizar mais rápido. Outros jogadores acaba não usando o detonado porque perderia a graça, revelando o desafio que o jogador terá de enfrentar.

    E você caro leitor, você usa detonados ou não prefere usar?

    @jokenpo

    61
    • Micro picture
      mateusmassa · mais de 3 anos atrás · 6 pontos

      Errado é usar gameshark!

      1 resposta
    • Micro picture
      elionazio · mais de 3 anos atrás · 4 pontos

      Tem situações especificas, sobre usar tutos em áreas especificas, Ex.: disso é em Pokemon ORAS, onde o jogo em si dispensa detonado, porem tem um pokemon especifico (Regigigas) que vc precisa de quase um ritual para pegá-lo e o jogo não te entrega essas infos! já o Castlevania SOTN,tem um detonado, mas não é realmente necessário a não ser que seja como o @firerockbird falou, para melhorar o personagem ou pegar os melhores itens!

    • Micro picture
      kelly_cml · mais de 3 anos atrás · 4 pontos

      Eu evito mais que tudo, acho um fracasso pessoal, mas às vezes num tem jeito, olho só aquela parte e depois fico me xingando, geralmente não olho de novo, rsrsrs, me lembra que na minha época era muito difícil mesmo achar detonado, tinha que achar a revista e depois arranjar dinheiro, eita vida difícil aquela muahuahua. Hoje é tudo muito fácil!

      2 respostas
  • montanaro Paulo Roberto Montanaro
    2015-07-27 14:11:47 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    A boa e velha discussão - PC x Consoles: O caso The Witcher III

    Medium 3123708 featured image

    Pois sim, esse artigo vai voltar ao tema sobre as comparações entre versões de console e versões de PC e o caso de estudos da vez é The Witcher III: Wild Hunt. Essa conversa surgiu em um check-in do jogo e achei que seria relevante trazer o tema a tona em forma de artigo para que possamos discutir amplamente com os coleguinhas aqui da rede. O objetivo, portanto, não é definir a priori o que é melhor e o que é pior. É debater sobre o quão relevante é a comparação para o jogador e para a experiência em si. As imagens desse artigo foram retiradas deste vídeo de comparação e, para melhor avaliação, sugiro que assistam-no da forma como deve ser: em 1080p e configurações no máximo.

    A questão principal que eu gostaria de abordar é a comparação em si e, mais importante do que isso, o que isso muda na experiência do jogador. Pelas imagens aqui reproduzidas e, principalmente, pelo vídeo em configurações avançadas, é possível notar diferenças ora mínimas, ora bastante significativas, sobretudo nas texturas e na composição de ambientes mais complexos. Rodando no ápice de seu desempenho, parece evidente que graficamente, o jogo é ainda mais impressionante no PC. Contudo, será que, de fato, isso transborda para o jogador em si? 

    Do meu ponto de vista, que parte de uma experiência de jogar no PS4 (e ainda devo estar na metade ou algo perto disso), o jogo é de longe um dos mais fantásticos que já experimentei, tanto narrativamente quanto em questões de jogabilidade. Claro que isso inclui a questão visual e sempre defendi que gráficos importam sim tanto quanto os outros quesitos de um jogo. Mas posso dizer que o fato de não alcançar essa performance abissal dos PCs, em momento algum, trouxe qualquer ônus para mim. Nunca senti que a textura estava ruim ou que o framerate estava abaixo do que eu esperava. Na verdade, nunca senti uma queda que incomodasse.

    Ao mesmo tempo, ouço relatos de que jogar no PC traz uma experiência completamente diferente e que não há nada como jogar com os tais 60fps a 1080p no chamado ultra. Soma-se a isso todos os benefícios de preço apontados sempre que o assunto ganha força aqui e em outros espaços. Então, gostaria de perguntar a vocês, que estão jogando este ou outro jogo em consoles ou PCs: essa diferença é de fato significativa? Quais são os sentidos e as características que mudam a experiência?

    Por último, como uma brincadeira... antes de assistir o vídeo original, você consegue dizer, com toda certeza, qual dos lados dessas imagens são de PC e quais são de PS4? Abaixo, vocês podem conferir o vídeo do qual estou falando. Obviamente, deve haver vários deles na rede e vocês estejam a vontade para compartilhar nos comentários para somar à discussão. Vejam:

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Plataforma: PC
    978 Jogadores
    633 Check-ins

    52
    • Micro picture
      marcusmatheus · mais de 3 anos atrás · 6 pontos

      Eu estou jogando este game em 720p com configurações no médio (modo janela), então nem vou opinar! Já estou feliz do meu PCzinho lá de 2006 (+ uma placa de vídeo que comprei em 2010 - low price de R$ 300,00) ainda estar rodando estes games... ^_^

      6 respostas
    • Micro picture
      xualexandre · mais de 3 anos atrás · 5 pontos

      Putz, como que só vejo isso agora pq decidi ver a pagina de artigos...hahaha....
      Boas especulações como adulto e não famboy...

      Witcher 3 ficou bem próximo mesmo em todas as plataformas, e não acredito num downgrade só da versão de PC pra ficar próximo dos consoles. Pelo tamanho do jogo e tudo que ele faz, levarias mais uns 5 anos pra terminar ele com os gráficos e efeitos do primeiro trailer.

      No PC é possível? é, mas não me parece viável pra uma desenvolvedora, que além do tempo, criaria um atrito com as donas dos Consoles, por oferecer algo tão superior apenas pra uma plataforma.

      Agora pra mim e da minha experiência.
      Depois de tão acostumado com alguns jogos bons no PC, acharia um desperdício de todo o resto do jogo jogar esse em 30 frames por segundo. Não poder retirar todas as informações da tela que forem necessárias, aumentar a resolução uns 3K (pq quatro não roda aqui =( )tirar 2500 printscreens sem gastura nenhuma (é o tanto de screens que tenho desse jogo). São detalhes que me incomodariam um pouco, mas nada que tiraria minha diversão jogando um jogo desses nos consoles. Ah, e pagar 150 reais mais barato é legal tb.

      No mais, só detalhes que na real não estragam a diversão de ninguém, se alguém tem a possibilidade de jogar num console e pc, eu diria pra jogar no PC, se não existe essa possibilidade, não importa, vai de console, o que importa é jogar esse jogo.

      3 respostas
    • Micro picture
      gradash · mais de 3 anos atrás · 4 pontos

      Infelizmente The Witcher 3 sofreu algo que é chamado de pariedade visual, a versão do PC foi drasticamente reduzida em qualidade para que ficasse igual em todas as versões, infelizmente é a vida... O jogo é bom mas o Downgrade foi tenso...

      7 respostas
  • 2015-07-29 16:08:51 -0300 Thumb picture
    50
  • 2015-07-28 22:47:57 -0300 Thumb picture

    Master Race ou Console ?

    Medium 3121813 featured image

    Ok, esse título foi meio babaca hauehuaheau

    Enfim

    Hoje quero abrir uma discussão sobre as vantagens e desvantagens de se jogar no PC ou no Console.

    PC Gamming só ganhou força durante a década de 80, com os famosos "adventures". Com o surgimento do Steam ficou ainda mais fácil jogar no PC e a plataforma vem sido cada vez mais usada por gamers.

    É preciso desembolsar uma bela quantia para se ter um PC bom hoje em dia. Um jogo da última geração com gráficos ultra realistas rodando a 60fps em Full HD não é pra qualquer PC da xuxa...

    Um PC é bastante versátil, uma pessoa pode jogar usando o teclado e mouse, ou pode comprar os mais variados tipos de controles usb para computador, inclusive aqueles utilizados em consoles.

    Um dos pontos mais positivos de se jogar no PC é o alto nível de configuração, seja pra adaptar o jogo ás configurações do Computador ou mesmo para modificar o jogo com os famosos "Mod's". Também se pode ir melhorando o Hardware do PC aos poucos, comprando peça por peça, diferente do console que exige um maior investimento imediato.

    Um Console, é relativamente mais barato que um PC gamer, e já vem pronto para ligar numa tv, pegar no controle, e começar a jogar. No PC é um pouco mais fácil comprar jogos em mídia digital, enquanto no console é um pouco mais fácil comprar e jogar jogos em mídia física. Então se você é daqueles que gosta de ter uma coleção em mídia física, um console é uma boa pedida.

    O console é bem mais "user friendly", e ele precisa ser, pois seu propósito é rodar jogos. Por isso é bem mais prático e simples jogar num console, é só ligar, colocar o jogo e sair jogando. Isso também vale para o multiplayer, sendo que em alguns jogos você só precisa apertar start pra entrar na jogatina.

    Mas o que mais pesa na hora de escolher a plataforma, são os jogos exclusivos. Jogos que só podem ser jogados em determinada plataforma, e isso também vale pra PCs. No final das contas, pelo menos pra mim, acima de todas as especificações técnicas, o que mais importa são os jogos...

    E você leitor ? O que acha ?

    Deixe sua opinião nos comentários !

    @doctorlarry

    51
    • Micro picture
      akromvaleth · mais de 3 anos atrás · 6 pontos

      Isso vai virar uma shitstorm de proporções homéricas...

      1 resposta
    • Micro picture
      claujr · mais de 3 anos atrás · 5 pontos

      Eu prefiro consoles porque eles são mais práticos. Quero chegar em casa, colocar o jogo no console e sair jogando. Não quero ter que me estressar com configuração, esquentar a cabeça com qual upgrade fazer.. . Prefiro sacrificar os gráficos e o menor custo de jogos do PC pela comodidade.

      1 resposta
    • Micro picture
      marviiu · mais de 3 anos atrás · 4 pontos

      And here we go!

      1 resposta
Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...