2018-06-26 21:41:04 -0300 2018-06-26 21:41:04 -0300

Esta geração de gamers é exigente demais???

Single 3645001 featured image

Salve, salve, salva o game senão você vai morr...já era!!!

Grande galera da Talkers, que adora esta persona batuta e supimpa no qual vocês sempre esperam ter um novo artigo para vós lerem e apreciarem esta leitura interativa (até parece xD).

Trago-vos-ei este pequeno artigo que não tem uma grande importância em suas vidas, mas algo irá mudar na opinião de vocês (o que eu duvide muito que ocorra isto).

Conforme a evolução dos videogames e jogos para eles crescem gradativamente, acabo percebendo que de uns tempos para cá, a galera vem sendo muito exigente conforme o que a produtora de jogos ou de console tem distribuído para nossa diversão, porém, desde a época da transição da era de 128 bits (PlayStation 2, XBox, Game Cube, Dreamcast) para uma nova geração que se firmou e temos uma grande briga de gigantes, a galera vem exigindo muito dos consoles e dos jogos produzidos para ele.

Lógico, pois investimos nosso rico dinheirinho para nossa diversão diária, semanal ou mensal...queremos ter um jogo no qual possa explodir nossas cabeças, com as grandes ideias que essa indústria proporciona para nós.

Muitas produtoras se esforçam em criar um conteúdo único e exclusivo para um determinado console, ou criar uma grande história inovadora, um método novo de jogabilidade nunca testado, ou até mesmo ter aquele personagem que cria um pequeno vínculo contigo.

Na imagem acima vimos que a EA Games tenta inovar sempre sua jogabilidade, para trazer o máximo de simulação nos jogos da franquia FIFA possui hoje em dia, o que é um salto enorme, pois com a evolução da tecnologia possibilita o uso de novos recursos, novo tipo de engine inseridos no jogo, até mesmo a incrível Jornada, onde você vive na pele do jogador Alex Hunter, e seu progresso, desde ser notado por um olheiro e ao contrato de um grande clube.Mesmo tendo melhorias a cada ano, inovação e inserção de novas ligas no game, temos aquelas pessoas que exigem mais e mais do jogo, seja mencionando que o conteúdo do FIFA 18 é ruim e que seu antecessor no FIFA 17 possui.Mas se for parar e notar este comentário que muitos soltam, é o mesmo a cada versão que é disponibilizado a cada ano: FIFA 13 traz nova jogabilidade, sua crítica, que sua jogabilidade é ruim, não consegue fazer um jogada que era mais fácil no 12.FIFA 15 traz uma nova engine onde a interação e a simulação melhora, sendo necessário reaprender a jogar o game, sua crítica, não tem a liga do Brasil, sua jogabilidade piorou, o 14 possui times superiores ao 15. E por aí vai, ou seja, sempre terá algo que não irá agradar, mas se for notar isso, não gostei do 18, vou pro 17, mas o 17 não gostei de tal coisa, vou pro 16, há, mas o 16 tem uma zaga super apelona, vou pro 15, para o 14, para o 13, sempre terá algo que não se adaptou ou porque tirou algo ou acrescentou algo. Fica complicado amigo…

Bom, irei falar de God of War (o que para minha pessoa não curto muito), um grande jogo que teve sua saga iniciada no PlayStation 2 com 2 jogos da série, tendo sua continuação no PlayStation 3 e no sucessor PlayStation 4 não poderia ficar de fora, sem mencionar que o game está presente no portátil PSP com 2 games da série.

Kratos é aquele personagem que é Homem com “H” maiúsculo, ele simboliza todo o sexo masculino, cara porradeiro, desce o braço em todo mundo, há você é um Deus meu amigo, isso não me intimida não, Kratos irá arrebentar a tua face nos próprios punhos e na fúria de mil babuínos, e ainda irei tirar uma pausa durante o game para ter alguns momentos íntimos com algumas mulheres no game.Tudo isso ocorreu no primeiro até o terceiro game da série, ele vai arrebentar todos os Deuses Gregos, ele massacra a todos, ninguém escapa vivo, esbarrou com ele na esquina, tá morto.

Pois bem, quando a Sony decidiu trazer este personagem simpático, para seu novo console, em uma nova história, e como a Sony irá fazer isto? Iniciamos com a Mitologia Grega e descemos o cacete em todos os Deuses Gregos, e agora?

Mitologia Nórdica.

Um ponto não explorado, e que está de bom tamanho para um personagem de peso que Kratos criou ao longo dos anos.Ao verificar críticas de amigos e de outras pessoas, algumas pessoas gostaram do jogo e a história, e a grande maioria da galera “ODIOU” este novo God of War, dizendo que faltou elementos que os primeiros jogos da série tem e que este não trouxe, não poder descer o braço em vários seres na tela, e ficar no foco de 1 bixo para massacrar e depois ir atrás de outros. Faltou aquela essência, aquele instinto de querer arrebentar com tudo, mas que este jogo não trouxe.A Sony trouxe um novo conceito diferente, com uma jogabilidade, experiência diferentes que os primeiros jogos da série trouxe, mas pare para pensar, se você quer ter aquela mesma experiência, tire aquele seu PS2 que está pegando poeira, coloque a mídia de God of War 1 ou 2 no console, e volte a massacrar. A empresa se preocupou em trazer uma história diferente com elementos diferentes, pois ficar só no feijão e arroz sempre, você irá acabar enjoando.

Remaster

Uma palavra no qual muitos ainda têm dificuldade de associar ou entender.Algumas pessoas confundem, achando que o jogo é refeito do “0” zero, e que terá muitas melhorias que o seu primeiro jogo lançado em 1800, trazendo uma melhoria em sua jogabilidade e história.Desculpe amigo, o remaster ele apenas proporciona uma melhoria de qualidade gráfica e elementos no qual o jogos não possui, por conta de sua limitação da tecnologia ou hardware que o console não aguenta. O jogo não foi refeito do zero, não foi adicionado novos elementos, não foi feito absolutamente nada.

Como posso dizer, é como pegar a sua velha bicicleta vermelha, levar para dar aquela geral, será refeito a pintura para ficar linda, troca dos aros, pneu, corrente, cabos para marcha e freios, e pronto, ela foi lapidada, tendo uma cor chamativa, e estará rodando novamente e você feliz novamente.

Caso não concorde com o que eu escrevo neste artigo, vamos nos aprofundar nos anos 84 e 90, com os consoles NES, Master System, SNES e Mega-Drive.Muitos jogos para os consoles de 8 bits foram lançados, e tiveram um grande sucesso no qual as produtoras de jogos e seus consoles obtiveram lucros. Quando os consoles estavam chegando em sua limitação por conta de sua memória, a era dos 16 bits foi criada, porém como poderei iniciar esta geração com algo inovador, vamos lapidar e polir os gráficos da antiga geração 8 bits e colocar na 16 bits, o que acham?Então tivemos alguns games como Mario Bros. 3 na era 8 bits, Super Mario Bros. 3 na era 16 bits. Está fórmula funciona muito bem, e diga-se de passagem, no qual movimenta muitos jogos até hoje. Outro game que fez um grande sucesso, era 32 bits, Resident Evil, foi lançado seu remaster para Game Cube e depois para as plataformas XBox 360 e PlayStation 3, até a nova PlayStation 4 e XBox One receberam, lógico, que a produtora Capcom, não deixou igual ao primeiro lançado para PlayStation e Saturn, vamos mudar algumas coisas de lugar, e vamos ver a frustração do povo.A galera quer uma inovação em um jogo já lançado em 1900, lógico que quer, porém vai da empresa e distribuidora do jogo querer empenhar uma equipe e refazer do zero todo o jogo, aí entramos na palavrinha que se chama Remake (Refazer), aí sim teremos novos elementos, nova jogabilidade, uma nova história, personagens refeitos, e uma nova trama para atrair a atenção da galera e trazer aquela nostalgia de volta

Bom galera, é isso, gostaria de saber o pensamento de cada um, se tem este mesmo sentimento que venho notando na galera, isso é normal ou não.

Vamos discutir e entender cada ponto…

@armkng

Dark Souls: Prepare to Die Edition

Platform: Playstation 3
170 Players
77 Check-ins

36
  • Micro picture
    santz · 10 months ago · 3 pontos

    Eu não acho que a geração erá exigente demais, visto que eles SEMPRE foram exigentes, desde os primórdios. Não a toa que os jogos chatos e repetitivos do Atari 2600 culminou no Crash de 83. O fato é que tem aqueles que enxergam as melhorias e que entendem melhor o mercado e o hardware do momento e outros que não querem nem saber, querem jogos cada vez mais fodas, não importa o quão perfeito foi o jogo anterior.

    1 reply
  • Micro picture
    venomsnake · 10 months ago · 3 pontos

    Não li tudo o que postou, mas já falo, não acho que o publico de hoje é mais exigente, desculpe falar assim, mas pela quantidade de bosta que andam publicando ai, acho é que falta mais exigência por parte da galera isso sim!

    Não falando que tudo que lança hoje é bosta, por que tem uma cacetada de jogo bom também, mas ainda falta alguns títulos que todo mundo joga e fala WOOOOOOOOOOW na nova geração, creio eu que Witcher 3 e GTA V ( que nem é dessa geração) são dois poucos que causaram esse tipo de reação. Fora que pelo menos aqui no brasil a gente vende o rim pra pagar os jogos, exigência tem que ter na qualidade do que a gente compra, quando custa um rim e a alma.

  • Micro picture
    giovanavoig · 10 months ago · 2 pontos
  • Micro picture
    johnny_bress · 10 months ago · 2 pontos

    falar a verdade unica coisa que eu me incomodo é quando uma franquia faz um jogo crescer de um jeito e do nada muda. como RE. isso me incomoda muito. e tambem me incomodo muito com essas novas cameras coladas no ombro.

    3 replies
  • Micro picture
    harpuia · 10 months ago · 2 pontos

    Cara, Resident Evil de 2002 não é um remaster.

    4 replies
  • Micro picture
    artigos · 10 months ago · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    teamblue · 10 months ago · 2 pontos

    MUITOOOOO. o primeiro jogo que joguei foi o Pac-man de atari. Hoje o pessoal joga um jogo de mundo aberto e se tiver um serrilhado num prédio a 3km já ta chiando. se o jogo não iniciar em 5s ta chamando jogo de lixo... nunca ficou 3 minutos pra iniciar um round em kof 96 no psx ou neo geo cd
    kkkkkkkkkkk

    6 replies
  • Micro picture
    luckinhasaguiar · 10 months ago · 2 pontos

    Gostei do seu ponto de vista, mas só uma observação, o god of war foi feito pela santa mônica e não pela sony como foi dito no texto.

    3 replies
  • Micro picture
    ellycruzz · 10 months ago · 2 pontos

    Nao tenho nada a reclamar em relação a exigência de jogabilidade ou gráficos , até pq cada um tem seu gosto e sempre são válidas as opiniões. O que eu acho ruim são alguns jogadores atuais reclamarem e xingarem o jogo inteiro só porque não tem legendado ou dublado em português. Antes era raridade algum jogo ter em português e não era problema pelo menos pra mim (dicionário de inglês e Google tradutor trabalhavam bem).Fazia parte da experiência procurar o que significava aquela palavra crucial pra avançar no jogo e ainda aumentava meu vocabulário kkkk
    Ok que ninguém é obrigado a saber inglês, mas alguns jogos não precisam ser totalmente rebaixados por isso.

  • Micro picture
    eileen · 10 months ago · 2 pontos

    nao

  • Micro picture
    timsilva · 9 months ago · 2 pontos

    Em alguns jogos temos exigências, em outros não, isso é normal, sempre vamos esperar o melhor em tudo que se apresentar como novidade. Eu percebo que alguns jogos estão com muito elementos já apresentados, onde as novas mudanças não tem sido tão significativas ao ponto de trazer a experiência que os jogadores procuram. Muita expectativa para realidades que não atendem a espera de um jogador, nesse momento começa vir a "exigência" e a contestação de que "faltou algo". Oras, pode ter faltado por causa do imaginário e expectativa do jogador, claro que existe casos que as produtoras deixam a desejar em suas novas criações. Vide Dark Souls, o sucesso foi grande e até ganhou uma remasterizão. Comparando a remasterização ou até mesmo a versão original com Dark Souls 2 e 3, não vamos notar melhorias ao ponto de se impressionar. São detalhes que certamente mudam ou agilizam elementos do game, mas não nos levam a mergulhar em grandes novidades e é nesse momento as críticas começam a aparecer, claro que alguns passam dos limites em falar que o game é um "lixo", mas é compreensível a indignação quando questionamos o porque da produtora em lançar "mais do mesmo". Talvez a resposta tenha relação com o mercado dos jogos, onde é preciso preencher para lucrar ou continuar arrecadando. Isso acontece com muitas franquias, Dark Souls foi só mais um exemplo de várias franquias com "mais do mesmo" esperando aparecer mudanças inovadores e bem significativas nas continuações de jogos, fato é que preferiram remasterizar o jogo em criar uma sequência. Cabe a cada um julgar o que é bom, ruim ou o que foi conveniente jogar. Apenas minha humilde opinião sobre o tema. Abraços!

  • Micro picture
    muser · 10 months ago · 2 pontos

    Olha, o que é chamado de exigência nesse artigo na verdade é chatice na maioria dos casos...

Keep reading → Collapse ←
Loading...