• lgd Leandro
    2020-08-16 19:41:02 -0300 Thumb picture
    Post by lgd: <p>Yū Yū Hakusho: Horobishi Mono no Gyakushū (1994)

    Yū Yū Hakusho: Horobishi Mono no Gyakushū (1994) é baseado na série de mangá/anime Yū Yū Hakusho, que é sobre o adolescente delinquente Yusuke Urameshi, que é apontado como um "Detetive do Submundo" após ser morto em um acidente de carro enquanto tentava salvar um vida de uma criança. Sua tarefa é investigar vários casos envolvendo fantasmas e demônios no mundo humano.

    11
  • 2020-07-18 00:08:38 -0300 Thumb picture

    Yu Yu Hakusho

    Ano: 1992

    Número de episódios: 112

    Disponível em Netflix: Não

    Disponível em Amazon Video: Não

    Sinopse:Yusuke Uramechi é um delinquente juvenil que não se importa muito com suas notas na escola e que vive matando aula e atazanando sua amiga de infância, Keiko Yukimura. Porém ele tem um bom coração, tanto que num certo dia ele pulou na frente de uma criança que estava prestes a ser atropelada por um carro e acabou morrendo... E quando tudo parecia perdido para o rapaz, uma guia de almas chamada Botan surge na sua frente, dizendo que ele poderia ter uma segunda chance de voltar a viver, isso se fizesse determinadas ações...

    ______________________________________________________________

    Yu Yu Hakusho é certamente um dos animes mais conhecidos da saudosa Rede Manchete. Ele chegou a passar no Cartoon Network e um pouco na Bandeirantes, mas sua exibição na TV aberta nos anos 90 a qual foi certamente um marco na infância de muita gente. Lembro como se fosse ontem do primeiro episódio sendo anunciado, e após os 20 minutos eu estava extasiado para saber o que iria acontecer com Yusuke em sua jornada para voltar ao mundo dos vivos...

    Entretanto, nostalgia pode ser algo muito perigoso, já que nos lembramos com saudade daquela época boa onde tudo parecia ser melhor e nem sempre os nossos objetos de adoração quando infantes têm a mesma qualidade da qual nos lembramos... Mas, tal como Sailor Moon, Yu Yu Hakusho supera isso com louvor e o anime vale muito a pena de ser visto, mesmo nos dias de hoje!

    A história é bem simples, com Yusuke sendo morto na hora errada e por isso podendo ter a possibilidade de reviver. Após conseguir o feito (isso não é spoiler, acontece nos primeiros episódios da obra) ele passa a trabalhar como Detetive Sobrenatural, resolvendo casos envolvendo o outro mundo, e acaba conseguindo a ajuda de várias figurinhas carimbadas da série, como Kurama (o andrógino usuário de plantas), Hiei (o esquentadinho que possui 3 olhos) e Kuwabara (um membro de uma gangue rival, mas que acaba se tornando o melhor amigo do Urameshi).

    Como um battle shounen (ou seja, um anime focado com combates feito para adolescentes), Yu Yu Hakusho é cheio de poderes especiais e batalhas cheias de violência, muitas que chegam até a dar agonia no espectador! Os momentos mais memoráveis da série certamente ficam no arco do Torneio das Trevas, quem chegou a assistir, seja quando mais velho ou quando criança, realmente se lembra de combates épicos feitos ali, tal como a aparição de alguns dos melhores personagens do anime, como o carismático Toguro.

    Normalmente, aqui no Arco, acabo citando dublagens de animes que não deram certo e que acabam descaracterizando a obra em muitos pontos, mas no caso de Yu Yu a coisa é completamente ao contrário, já que ele tem uma das melhores dublagens já feitas para uma animação japonesa e vê-lo dessa maneira (seja com a dublagem do Cartoon Network ou a da Manchete mesmo) é algo impagável, ahuahua

    No mais, Yu Yu Hakusho é um clássico por excelência e certamente que a Velha, que não conheceu o outro mundo por querer, assina embaixo!

    Yu Yu Hakusho Forever

    Platform: Playstation 2
    238 Players
    5 Check-ins

    46
    • Micro picture
      jcelove · 4 months ago · 4 pontos

      Esse se segura bem ate hj. Envelheceu bem pacas, ao contrario de SS classico e a dublagem br deixava mais awesome ainda.

      1 reply
    • Micro picture
      thiones · 4 months ago · 4 pontos

      Melhor anime de todos os tempos na opinião deste que vos fala!

      1 reply
    • Micro picture
      fagnerale · 4 months ago · 4 pontos

      A flor tem que ser de cerejeira e o homem tem que ser Kuwabara! ficou estranha a frase, mas na cultura japonesa a flor de cerejeira representa as almas reencarnadas de guerreiros que caíram em batalhas e assim logo que uma cai outra nasce no mesmo lugar, ou seja morre um guerreiro aparece outro no seu lugar

      2 replies
  • 2019-01-26 19:28:11 -0200 Thumb picture
    ryuuzaki checked-in to:
    Post by ryuuzaki: <p>Aproveitando minhas jogatinas no Gameboy resolvi
    Yu Yu Hakusho Dai 4 Tama: Makai Touitsu

    Platform: Gameboy
    40 Players
    1 Check-in

    Aproveitando minhas jogatinas no Gameboy resolvi jogar esse game que me deu muitas saudades e ainda jogando no Dsi XL a imagem fica melhor. Terminei com o Hiei, meu personagem favorito, e apanhei um pouco para me lembrar dos golpes dele, mas tudo correu bem. Ufa!

    6
  • 2018-05-25 20:22:12 -0300 Thumb picture
    40
    • Micro picture
      leoaldrighi · over 2 years ago · 2 pontos

      Nossa legal não reparei quando vi

    • Micro picture
      caramatur · over 2 years ago · 2 pontos

      Caraca, nunca tinha reparado.

    • Micro picture
      cacotives · over 2 years ago · 2 pontos

      Nunca que eu ia reparar.

  • 2018-05-16 15:33:50 -0300 Thumb picture

    A versão original da música "A Carta" (4º encerramento do anime)

    "Taiyou ga mata Kagayaku Toki (太陽がまた輝くとき)" é uma canção do seu segundo álbum completo de Hiro Takahashi, chamado Welcome to Popsicle Channel, lançada em formato de single em junho de 1994, se tornou conhecida por ser o quarto tema de encerramento do anime Yu Yu Hakusho

    Mais detalhes ^^~ 

    http://japann-music.blogspot.com.br/2018/05/hiro-t...

    Yu Yu Hakusho

    Platform: SNES
    274 Players
    3 Check-ins

    17
    • Micro picture
      caramatur · over 2 years ago · 2 pontos

      Essa música <3

    • Micro picture
      onai_onai · over 2 years ago · 1 ponto

      Todas as músicas de enceramento de Yu Yu Hakusho são bem legais e marcantes. Eu me lembro bem dessa por que foi na mesma época que repeti a sétima série. Hehe...

  • 2017-12-15 19:33:01 -0200 Thumb picture
    31
    • Micro picture
      rafael_mingato · almost 3 years ago · 4 pontos

      Adorava ver esse anime! ^^

    • Micro picture
      marviiu · almost 3 years ago · 3 pontos

      Podia ter um novo jogo do Yu Yu Hakusho para esta geração. Gostaria que fosse um RPG ou algo do tipo.

      1 reply
    • Micro picture
      caramatur · almost 3 years ago · 3 pontos

      Yu Yu Hakusho <3

  • pauloaquino Paulo Aquino
    2017-06-17 20:05:49 -0300 Thumb picture
    Post by pauloaquino: <p>Não conheci o outro mundo por querer!</p><p>#img
    Yu Yu Hakusho Final: Makai Saikyo Retsuden

    Platform: SNES
    1083 Players
    13 Check-ins

    Não conheci o outro mundo por querer!

    HIRO TAKAHASHI - Unbalanced Kiss

    Aliás, uma boa oportunidade de ver quem canta essa música. Porque infelizmente Hiro Takahashi já morreu há um bom tempo. 

    É a minha homenagem póstuma a esse cara.

    0
  • 2017-05-14 18:20:30 -0300 Thumb picture

    O YU YU HAKUSHO QUE A TECTOY TRADUZIU PARA O MEGA DRIVE

    "Yu Yu Hakusho está entre os animes preferidos do público brasileiro. Exibido na extinta TV Manchete de 1997 até o fim da emissora, e passando por Cartoon Network, Canal 21 e Bandeirantes (sempre com muitos cortes, devido a violência do anime), a história de Yusuke Urameshi e seus amigos chamou muita atenção por contar com uma animação bem feita, história organizada por eventos variados e combates de muito bom gosto.

    Mas hoje não iremos apenas relembrar do anime, que sim, deixou saudades. Vamos curtir juntos também o game da Treasure, que foi lançado em 1994, mas que acabou, graças as boas iniciativas da Tec Toy (aqui no RetroArkade, o nome deles é escrito em separado, mesmo =D) na época, ganhando uma versão traduzida para o português, lançada em 1999, durante a época em que o anime fazia sucesso por aqui.

    O MAIOR DETETIVE SOBRENATURAL QUE VOCÊ RESPEITA

    Para falar do jogo, precisamos antes lembrar de Yusuke Urameshi, um jovem estudante, que adorava arrumar brigas pela rua, e era um aluno de notas nulas e totalmente problemático, com problemas em casa e tudo o mais. Este estudante, que acabou dando a sua vida para salvar um garotinho em um acidente de trânsito, confundiu até o mundo sobrenatural, que não sabia se ele devia ir para o céu ou para o inferno. A decisão, então, foi de trazê-lo de volta à vida, mas como Detetive Sobrenatural, que acabou por envolver seu ex-adversário Kuwabara, seu amor escondido Keiko, e mais, para a frente, Hiei, Kurama, além da Mestra Genkai, em suas missões pelo novo mundo que acabaram conhecendo.

    Os 112 episódios são bem organizados, e mostram a mudança de vida de Yusuke e seus amigos, passando pelo Torneio das Trevas, parte preferida da maioria dos fãs da série, um encontro com seu antecessor no cargo de Detetive Sobrenatural, além de um desfecho para todos os personagens. As sagas ficaram conhecidas como: Saga do Detetive Espiritual, Saga do Torneio das Trevas, Saga do Capítulo Negro, Saga dos Três Reis.

    A inesquecível luta de Yusuke com Toguro foi lembrada em nosso Top 10 – Melhores lutas dos animes. Confira a lista aqui.

    O anime estreou no Brasil em 1997, pegando carona no sucesso de Cavaleiros do Zodíaco, que já estava sendo exibido à exaustão na emissora, que até tentou substituí-lo com Shurato e Samurai Warriors, mas que encontrou em Yusuke a pessoa perfeita para herdar o lugar dos Defensores de Atena. Yusuke era um bad boy, por isso, durão, que acaba virando um herói e contava com um carisma incrível, e o mesmo podia se dizer de seus companheiros. O desenrolar dos fatos no anime eram bem mais brutais e violentos do que vistos em outros animes na época, fazendo com que muitas crianças vissem os episódios escondidos das mães, para evitar broncas por ver “essas coisas do demônio”.

    Prova do sucesso do anime no Brasil foi justamente a emissora que o exibiu. Passando por sérios problemas financeiros, a Manchete já não contava com a força que um dia teve, e assim, também não tinha caixa suficiente para investir em programação, vendo Dragon Ball e Fly no SBT, Dragon Ball Z indo para a Bandeirantes, e Pokémon fazendo sucesso na Record. Mesmo assim, Yu Yu Hakusho trouxe bons índices de audiência para a emissora, sendo interrompido apenas quando as atividades no canal carioca terminaram de vez, em 10 de maio de 1999. E, vendo todo esse potencial, a Tectoy foi atrás do game para o Mega Drive, lançado no Japão durante a exibição do anime por lá, em 1994, e trouxe para o Brasil a sua edição, legendada em português e item raro entre colecionadores.

    VAMOS PARA O TORNEIO DAS TREVAS

    O jogo em si, é bem simples, mas ao mesmo tempo, bastante divertido. Não temos um modo história, nem os eventos do anime sendo reproduzidos no gameplay. São apenas os personagens, onze no total, que disputam um modo do estilo Street Fighter, em que você luta contra todos. Os personagens estão todos lá, mas não espere um final como no game da Capcom, com uma razão para os combates. Toguro, em sua versão com 100% de força, seria o natural “chefe final”, mas aqui não passa de um personagem “comum”. O que aliás, traz a simplicidade do game. Sentimos falta, por exemplo, de alguns elementos que apesar de perfumarias, dariam mais profundidade ao game, como roupas diferentes para os personagens, baseados nas várias fases do anime, ou mesmo a presença das locutoras do Torneio das Trevas, Koto e July.

    O gameplay, como dito, é bem simples. Baseado em uma mistura entre os games Dragon Ball e Street Fighter, temos combates mano a mano, ou em duplas, que também funciona com um modo de torneio que o jogo disponibiliza. Em ambos os combates, temos uma barra de vida, e abaixo, uma de energia, que pode ser recarregada e serve para os golpes especiais. Fora isso, temos planos de ação, semelhantes a Fatal Fury, mas sem a mesma utilidade do jogo da SNK. O que conta no fim, é a diversão, pois o gameplay é bastante rápido e fácil de se pegar o jeito, ao contrário de outros jogos de luta, tão técnicos e complexos. A ação acelerada, o combate rápido e os golpes fáceis de se executar até amenizam a pouca preocupação em se preparar os personagens, já que eles, apesar de contar com a personalidade forte contruída no anime, são, no fim, “todos muito iguais”. Todos são muito parecidos, com formas de jogar semelhantes e apenas poucas exceções, como o Kurama, exigem de você um pouco mais de atenção no combate.

    Outra atração bacana no jogo é a dublagem, que conta com vozes digitalizadas aqui e ali e são bem competentes, além dos cenários, que estes sim, com animações bem feitas e efeitos caprichados, ajudam na imersão que o jogo não faz muita questão de oferecer. Lutar nas florestas clássicas do anime ou na arena do Torneio das Trevas é bem interessante e, somado aos bons desenhos dos personagens, embora eles sejam pequenos, deixa tudo mais divertido, ainda mais se o dono do Mega Drive tivesse um multitap, aquele acessório que deixa com que até quatro pessoas joguem ao mesmo tempo.

    VERSÃO BRASILEIRA, TEC TOY

    Com o potencial do anime, era natural que jogos aparecessem. A Tec Toy que, em 1994, ouvindo uma pesquisa decidiu correr atrás da Universal e garantiu direitos para fazer um jogo do Pica Pau, também observava o sucesso de Yu Yu Hakusho na TV, mas, pelo fato do jogo já ter sido lançado antes, pois o anime havia sido exibido cinco anos antes no Japão, nem precisou desenvolver nada, pegando apenas o jogo original e mantendo o compromisso de sua época em oferecer boas iniciativas para o gamer brasileiro: a empresa traduziu menus, telas e tudo o mais, com exceção da tela de créditos, o que não é necessário, para sermos sinceros.

    Temos aqui, duas linhas de trabalho quanto a tradução. No caso dos nomes dos peronagens, pelas limitações que o Mega oferecia na época, os nomes sofreram algumas diferenças, mas tudo para não atrapalhar o texto original. Assim, Yusuke virou Urai, Kuwabara virou Kuwaha e Jin é chamado no jogo Jyu. Alguns outros, como o Kurama e o Hiei, mantém seus nomes originais. Porém, os diálogos após as lutas, chamam bastante atenção, pois não foram traduzidos, e sim, adaptados. Yu Yu Hakusho tem um trabalho de dublagem impecável, com adaptações importantes para a nossa cultura, com frases que eram faladas pela molecada na época e que dava um ar de proximidade bem interessante, já que estamos falando de uma série ambientada no Japão, país de cultura tão diferente da nossa.

    A localização não interfere diretamente no jogo, mas ajudou e muito o entendimento de uma geração que já havia se acostumado com “entender” menus em japonês em alguns games, mas que não acharia ruim de ver os menus em nosso idioma, além de garantir acesso a um game tão bacana, que apenas com esta adaptação da Tec Toy pode chegar ao Brasil, já que o game ficou apenas pelos lados do Japão em seu lançamento.

    QUE TAL UMA FITA NOVA, TECTOY?

    Sim, sabemos que tal pedido é muito difícil, nem pela fabricação do cartucho em si, mas devido a questões com direitos autorais e muitas outras coisas. Mas, depois do anúncio do cartucho da Turma da Mônica, não custa sonhar, não é mesmo? As fitas originais, lançadas em 1999, são “facilmente” encontradas no Mercado Livre, custando seus 500 reais.

    Cartuchos do game em sua versão japonesa já são encontrados por preços mais camaradas, mas independente da versão que estiver jogando, a certeza é que estará jogando um game bastante divertido, que, ao mesmo tempo que não tem muito compromisso com a mitologia da série que o inspira, fornece um gameplay rápido, fácil de assimilar e que garantirá boas horas de diversão, ainda mais se estiver com quatro controles, o acessório correspondente e mais três amigos."

    Fonte: http://www.arkade.com.br/retroarkade-yuyu-hakusho-...

    Yu Yu Hakusho: Makyo Toitsusen

    Platform: Genesis
    319 Players
    12 Check-ins

    9
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2016-12-10 13:58:00 -0200 Thumb picture
    Post by luchta: <p>Não vi todos os episódios, mas só eu acho essa s

    Não vi todos os episódios, mas só eu acho essa saga dos Três Reis (a ultima) de Yu Yu Hakusho bem mais fraca que as demais?

    Yu Yu Hakusho Forever

    Platform: Playstation 2
    238 Players
    5 Check-ins

    12
    • Micro picture
      jcelove · almost 4 years ago · 1 ponto

      Da uma caidinha, como na grande maioria dos animes que forçam mais episódios do que o autor queria fazer, mas o final eu curti pacas na época.hehe

    • Micro picture
      lukazz · almost 4 years ago · 1 ponto

      preciso ver no mangá essa parte, mas achei muito mal explorada, foi rapido demais.. se bem que faz tempo que vi, ja nao lembro muito bem

    • Micro picture
      manoelnsn · almost 4 years ago · 1 ponto

      Pra mim a do Sensui ainda é a pior. Nela o autor tenta fazer um enredo mais "cabeça", mas falha miseravelmente, já que todos ali, exceto o Kurama, são uns tapados: prova que o Hiei nem aparece direito nela. Essa ideia do Togashi foi reaproveitada mais tarde em Hunter x Hunter, mas lá caiu muito bem.

      O torneio do Makai foi feito pelas coxas porque o autor queria terminar yuyu de uma vez, prova que no mangá o traço dele tá bem ruim.

  • luchta Ewerton Ribeiro
    2016-11-30 03:02:01 -0200 Thumb picture
    Post by luchta: <p><a href="http://vignette3.wikia.nocookie.net/yuy

    Começando o arco do torneio das trevas. Sinceramente não sei porque todo anime shounen sempre ter arco com torneios. Mas o pior é que o motivo dos protagonistas de Yu Yu Hakusho entrarem foi o mais besta possível...

    Yu Yu Hakusho Forever

    Platform: Playstation 2
    238 Players
    5 Check-ins

    9

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...