• santz Santz
    2018-12-26 10:56:56 -0200 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 322 - Vai e volta insano no indie revolucionário

     Outro jogo que conheci no Indie: Video Game Movie foi esse Braid, que era sempre retratado como fonte de inspiração para os novos desenvolvedores. Foi o primeiro Indie a realmente explodir e apresentar esse novo paradigma que tanto amamos. Os gráficos do jogo são lindíssimos, com cenários de fundo e animações extremamente fluídas. A trilha sonora é clássica, com violino e piano. Mais legal ainda é ouvir ela ao contrário quando estamos voltando no tempo. A história e vários elementos do jogo fazem referência ao grande clássico Super Mario Bros., mas na verdade, a trama de salvar a princesa, na verdade, conta a história do sonho americano em busca de uma arma de destruição em massa, a bomba atômica, que trouxe tanto sofrimento e medo ao mundo.

     Confesso que a mecânica de voltar no tempo a qualquer momento e quantas vezes quisesse não me prendeu logo de cara, achei que o jogo ficaria muito fácil. Mas quando joguei, entendi que não se tratava de um jogo de plataforma tradicional, e sim, de puzzle. Voltar no tempo infinitamente era apenas uma mecânica para resolver os enigmas de cada fase. O jogo é dividido em mundos e cada um possui uma mecânica diferente. Os mais lembrados são do anel que retarda o tempo a sua volta e as fases que avançam e retrocedem conforme nosso personagem se move para frente e para trás (que por sinal, é a minha mecânica favorita). O jogo possui alguns enigmas difíceis, porém, consegui passar por todos em 3 dias, sem olhar guia nem nada. O ponto que mais me desapontou no jogo é sua curta duração e a forma que a história é contada, cheio de poemas e metáforas que me deixou perdidinho.

    Braid

    Plataforma: PC
    3076 Jogadores
    142 Check-ins

    35
    • Micro picture
      filipessoa · 3 meses atrás · 3 pontos

      Parabéns! Mas pôxa vida eu também conheci o Braid assistindo o Indie: Video Game Movie! Tanto ele quanto o FEZ, na verdade. Curti tanto a proposta quando a jogabilidade da viagem no tempo que, baseado no 10 que você classificou esta categoria, não deixou a desejar nenhum pouquinho, perfeito! Finalizar jogo de puzzle sem guia dá uma satisfação né não? :v

      1 resposta
    • Micro picture
      kipocalia · 3 meses atrás · 2 pontos

      Também tem o final de que na verdade a princesa tava fugindo dele. Esse das armas nucleares era um final especial bem dificil de fazer. Você só conseguia pegando as estrelas das fases, e muitas vezes demorava horas para aparecer a plataforma que te levava até ela. Esse jogo desconstruiu nos 2 finais a histórinha do Mario, de uma forma TOP, curti pakas o sistema.

      1 resposta
    • Micro picture
      taironecass · 3 meses atrás · 2 pontos

      Também conheci o jogo pelo filme dos indie games e até hoje não zerei.

      1 resposta

Carregar mais postagens

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...