• carlospenajr Carlos Pena
    2018-01-17 14:12:53 -0200 Thumb picture

    Coleção Vakyrie Profile completada

    Aleluia, finalmente consegui o VA2 em ótimo estado sem ter que vender o meu vender o meu rim no processo XD


    Agora tá completa a coleção dessa série, até coloco o Exist Archive junto pq querendo ou não, é da mesma produtora e segue praticamente a mesma linha de jogabilidade :P

    Ainda espero que lancem um VP3 usando a Hirst como protagonista XD

    @ostentadores

    Valkyrie Profile 2: Silmeria

    Platform: Playstation 2
    1612 Players
    30 Check-ins

    32
    • Micro picture
      manoelnsn · over 1 year ago · 3 pontos

      VP Writst? Aprovado!

      6 replies
    • Micro picture
      kipocalia · 10 months ago · 2 pontos

      Não entendo porque tanta gente critica o VP2 :\ falam que os personagens não tem carisma... Será que eles tem mais carisma em japonês? Eu joguei a versão undub :p Pra mim a batalha, as musicas e a história é tudo top. Talvez eu goste bastante dele porque joguei-o antes de jogar o Lenneth.

      3 replies
    • Micro picture
      speedhunter · 3 months ago · 2 pontos

      Não conhecia o Exist Archive. Acabei de ver a gameplay e adorei!

      1 reply
  • 2016-08-22 15:31:01 -0300 Thumb picture

    Star Ocean 2 - The Second Story

    Aventura épica em um Oceano de Estralas!

    O planeta Expel, um mundo exuberante no qual a beleza de seu ecossistema pode ser encontrada aonde quer que você esteja. Porém tudo isso mudou após a queda de um meteorito há três meses atrás. O que antes era um belíssimo lugar, com rios de água cristalina e ar tão puro que nós terráqueos jamais iremos ter o privilégio de respirar, começou a ser invadido por monstros e criaturas estranhas, enquanto que fatos desconhecidos começavam a ocorrer em todo o planeta.

    A população de Expel denominou o meteorito como “Sorcery Globe” e atribuiu a ele a culpa do caos que o planeta estava passando. Porém nem tudo estava perdido, segundo uma lenda que corria entre os moradores locais de Expel, um guerreiro vestindo roupas estranhas e sua “espada de luz” viria de outro mundo para salvá-los, sendo assim a única esperança deste povo, se tornando o herói da profecia!

    E assim se tem início a Saga de Star Ocean – The Second Story. Um ótimo trabalho para o PlayStation, diga-se de passagem, com um enredo envolvente e personagens super cativantes e carismáticos. Com gráficos que utilizam eficazmente todos os recursos que a plataforma tem a oferecer.

    O jogo possuí dois personagens principais, Rena Lanford e Claude Kenni (filho do lendário piloto da Calnus: Ronixis J. Kenni e um dos heróis do primeiro Star Ocean). Assim que iniciamos um novo jogo, você deve escolher qual dos dois será o seu personagem principal. Esta escolha muda o jogo em dois fatores: se você escolhe Rena você irá ver a história dela e os fatos irão ocorrer sob sua perspectiva, o mesmo acontece com Claude Kenni. Há também uma pequena mudança quanto aos personagens que você irá encontrar durante a sua jornada. Ao total o jogo possui 12 personagens diferentes, sendo que um deles (Leon) só ira entrar permanentemente para o grupo na história de Claude, enquanto Dias Flac apenas na história de Rena.

    O grupo comporta apenas 8 personagens, desses oito, apenas quatro são utilizados em batalhas. Sendo que entre eles existem algumas divergências, a ponto de que se escolher um terá que abrir mão de outro; dessa maneira você nunca chegará ao ponto de ter os oito personagens em seu grupo e encontrar mais um que queira entrar para sua equipe. Isso ocorre com Opera e Ashton, no qual um não vai entrar se o outro já estiver. O mesmo também ocorre com Bowman e Precis, e Ernest só entra para o grupo se Opera já estiver. Dessa maneira para conseguir jogar com todos os personagens possíveis, você teria que jogar três vezes.

    O jogo é dividido em dois CD’s, que pode-se considerar como sendo dois grandes capítulos: o primeiro gira em torno de encontrar o meteorito que está causando os problemas em Expel, enquanto que no segundo ocorre os eventos seguintes e o desfecho após esse fato. Infelizmente o nível do enredo da uma caída na segunda metade em diante, mas nada que chegue de fato a denegrir a qualidade do mesmo. O jogo possui algumas cenas em CGIs pré renderizadas que até são muito bem feitas (para a época), mesclando traços de anime/mangá para os personagens principais e cenários gerados através de modelagem 3D, coisas da época…

    Os cenários são todos pré renderizados (como a maioria dos jogos da plataforma) e muito rico em detalhes: a água, por exemplo, é tão bem feita que até o reflexo dos personagens foi reproduzido (algo que era praxe nos jogos da Tri Ace), o que deixava tudo com um ar mais realista e interessante. Mas infelizmente não são em todos os momentos o cenário mostra uma beleza exuberante, existem sim áreas ao ar livre que são muito bonitas e detalhadas, enquanto outras nem tanto. Já os interiores, muitos deles parecem terem sidos modelados às pressa e é possível notar até mesmo texturas padrão que vinham com o 3D Studio MAX na época.

    A beleza de Expel é retratada nos belíssimos gráficos pre renderizados!

    Os personagens, apesar de serem sprites 2D, também foram muito bem trabalhados e animados para que não ficassem feio, e no final tudo se encaixa perfeitamente formando um belo conjunto na obra como um todo. As música também não ficam para trás! O estilo de game music já consagrado pelo lendário Motoi Sakuraba, se faz presente em todos os momentos, cheio de efeitos sonoros e detalhes em todos os aspectos, possuindo vozes para muitas falas do jogo, seja usando um item, uma magia ou uma técnica de espada. Afinal, vocês esperavam o que? Se no Super Nintendo a Tri Ace já tirava leite da pedra com samplers de voz nos cartuchos de Tales of Phantasia e no primeiro Star Ocean, no PlayStation com toda a liberdade da mídia CD e um hardware superior que eles não iria relaxar e fazer feio! E de fato, não fez mesmo!

    Algo bem interessante no jogo também são as “Private Actions”, ou seja, ações privadas de cada personagem, mas o que é isso? Nada mais é de que a interação dos personagens com o cenário e entre eles mesmos.

    Reflexo dos personagens na água, característica da Tri Ace!

    Quando você possui mais de um personagem no grupo e for entrar em uma cidade, existem duas formas: 1. entrar todo mundo junto (o comum, utilizado em todos os jogos de RPG), 2. Apertando “quadrado” no controle do seu Playstation. Dessa forma o grupo irá dividir-se pela cidade, cada um irá para um local que o mais o agradar, e dessa forma você ficará apenas com o personagem que escolheu no inicio seja Rena ou Claude. Mas e agora? No que isso interfere na história principal? Bem algumas “private actions” são apenas para enriquecer o jogo em mais detalhes, pois nelas você acaba conhecendo um pouco mais dos personagens de seu grupo, mas outras são realmente importantes para o bom andamento do jogo, seja para conseguir informações, seja para conseguir itens ou até mesmo um novo personagem, ou quem sabe até um final um pouco diferente, dependendo do nível de sua afeição para com tal personagem. Tudo pode acontecer, pois você vai estar interagindo.

    Falando em finais, há algo bem interessante a se falar: o jogo possui 86/87 finais possíveis, (isso mesmo! Ok, que na maioria são apenas variações que mudam um dialogo ou outro, ou uma ou outra cena diferente), mas isso vai depender de suas escolhas, suas ações e o relacionamento dos personagens com os demais demais membros do grupo. Dessa forma o jogo dá ao jogador um bom motivo para se jogar de novo, pois com tantas possibilidades de finais, personagens e “private actions”, fica impossível de se ver tudo durante uma unica jogatina. Do mesmo modo que é possível terminar o jogo com 08 personagens é possível terminar o jogo com apenas os principais, recusando todo os outros que aparecer. Claro que dessa forma irá dificultar e muito.

    Quebrando limites:

    Outra coisa que difere Star Ocean de vários outros RPG é o nível alcançado pelos personagens, fugindo a regra de que o nível máximo tem que ser 99 ou 100, como na maioria. Aqui é possível evoluir até o nível 255, mas para isso meu jovem, você terá que ralar muito! Mas bota muito nisso, além de ter várias e várias horas de jogo e uma paciência de Jó, para ficar lutando por horas e horas a fio.

    A cada nível ganho, além de aumentar seus atributos e ganhar habilidades e poderes especiais, você também ganha alguns pontos chamados de “Skill Points” ou em bom português, pontos de perícia ou pró-eficiência, pois no decorrer do jogo você poderá “comprar” algumas habilidades que te ensinam automaticamente certas perícias. Tais habilidade variam desde pintar, passando por cozinhar, tocar algum instrumento e até a roubar, essa ultima pode lhe render bons itens, dependendo de quantos pontos você você dedicar à elas. Isso deixa o jogo bem mais interessante, pois existem diversos tipos de itens que variam desde comida a até armas poderosíssimas, que podem ser criadas a partir de uma habilidade adequada. Mas não se preocupe, o jogo não impõe a utilização dessas perícias como um fator importante para o bom desenvolvimento do jogo. Alias, é possivelmente concluir-lo sem sequer dar atenção à essas opções, mas não deixa de ser um extra a mais que no final pode lhe render bons frutos.

    O sistema de batalhas é super dinâmico e interativo!

    Agora vamos adentrar os combates de Star Ocean 2, que foi muito bem elaborado e é totalmente interativo. Mas antes me deixe falar um pouco sobre os tipos de técnicas utilizadas, existem dois tipos: as magias e as técnicas comuns, sejam elas com armas ou técnicas com qualquer outra coisa, a diferença é que se tratando de magias você as usa normalmente no menu correspondente, escolhendo a que quer utilizar e pronto! Quanto as técnicas, você escolhe apenas duas por vez, colocando cada uma em um botão que a ativa durante a batalha, sendo assim você apenas usa duas técnicas por vez, e se quiser usar outra diferente terá que ir ao menu e mudar. Não há como alterar isso, cada personagens já vem definido e quem usa um modo sempre usará esse modo e ponto.

    Outro detalhe é que enquanto nas dungeons e nas cidades os gráficos são pré renderizados, durante as batalhas temos um cenário totalmente poligonal! Com direito a rotação de câmera e zoom!

    Durante as batalhas os cenários ficam totalmente em 3D, com direito a rotação de câmera e zoom! É ou não é uma fofura?

    Outro fator interessante nas magias/técnicas é a “proficiency” ou capacidade, em termos de jogo quanto mais você usar uma magia/técnica mais hábil nela você ficará, e dessa forma ela ficará mais forte. Agora vamos ao sistema de batalha, quando você começa o jogo você tem a opção de escolher se quer ativo, semi-ativo ou padrão, isso influi pelo seguinte fato: o sistema de batalhas é todo interativo, todos podem andar e mover-se livremente, tanto inimigos como aliados. Você não fica em um lugar e os inimigos em outro, dessa maneira a luta fica mais real e interativa, pois não basta apenas selecionar uma opção no menu, e seu personagem atacar e o inimigo levar dano do nada! Se você atacar pode errar o golpe por que o inimigo é mais rápido e desviou, ou se defendeu anulando o golpe. Os modos que você escolhe no inicio modifica o sistema de batalhas deixando ele mais interativo ou não.

    Eu por exemplo, prefiro interativo, pois deixa as lutas mais realista e emocionante, além de requerer um pouco, mesmo que minima habilidade com os controles, como em um action RPG mesmo. Mas não para por aí a interatividade nas batalhas não, o cenário mais vez tem seu espaço, pois o cenário também atua nas batalhas, como? Por exemplo, se estivermos lutando em uma caverna a a mesma tiver aqueles carrinhos sob trilhos, às vezes eles passam pelo cenário de batalhas e se você estiver no caminho será atropelado! Mas calma, que os inimigos também sofrem o mesmo se ficarem na frente. Durante as batalhas você pode escolher controlar apenas um personagem ou ficar trocando entre os demais, dos oito possíveis, apenas quatro batalham por vez, como já foi dito no inicio. No menu principal você tanto pode escolher quem será o líder, ou seja quem vai ser o personagem que você ira controlar no campo de batalhas, enquanto os outros são controlados pela IA. Mas você pode mudar a hora que quiser de líder, outra coisa é o posicionamento do grupo que pode ser alterado, isso é a forma como o grupo vai ficar alinhado durante batalha, que pode ser todo mundo formando uma linha, ou os dois personagens mais fortes e com maior defesa na frente, enquanto os outros ficam de suporte na retaguarda, enfim, é você quem escolher a melhor estratégia para os personagens que tem.

    Star Ocean é um jogo cheio de detalhes até no menu de status, aonde existem muitos dados dos personagens, como uma foto e peculiaridades de cada um, por exemplo: comida preferida ou talentos próprios. Que podem ir sendo alterados com o decorrer do jogo. Você pode descobrir quem gostam mais de um determinado tipo tipo de comida ou descobrir novos talentos que não sabia que tinha até serem usados.

    Para encerrar, Star Ocean 2 também recebeu um port para o PSP em abril de 2008 no Japão, sob o título de Star Ocean Second Evolution, sendo lançado no ocidente em janeiro de 2009. O jogo trata-se de uma versão um pouco mais polida e aprimorada do que o original do PSX, contando com novas animações e uma nova intro. Além de avatares dos personagens totalmente redesenhados durante os diálogos mais importantes.

    A versão do PSP conta com vozes na maioria dos diálogos e avatares dos personagens para aproveitar melhor o espaço da tela!

    Graficamente o jogo é basicamente o mesmo adaptado para o formato da tela do PSP, ao contrário do remake do primeiro Star Ocean lançado para o Super Nintendo em 1996, que foi refeito do zero encima desta mesma engine. Fora isso o jogo conta com um personagem a mais e em consequência disso novas “private actions”, e mais variações de finais além de algumas melhorias nos diálogos que agora são quase todos dublados, sendo hoje a versão definitiva desse jogo, não que a versão original do PlayStation tenha ficado defasada, mas querendo ou não é a versão mais completa!

    Então aqui eu me despeço, deixando vocês com água na boca para jogarem esse jogo. Star Ocean 2 é um jogo cheio de segredos e bem feito, mesmo levando em conta alguns deslizes e limitações da época. Considerado por muitos e por mim como o melhor da série (ainda não joguei o 5). Star Ocean 2 é um jogo que deve ser degustado e apreciado aos poucos. E para quem quiser descobrir todos os segredos e ver 100% da história, se preparem para jogar e jogar várias vez e evoluir seu personagem até o nível máximo, só assim você irá conseguir… ops… essa fica para uma próxima vez!

    ► Matéria por Richter Belmont

    Star Ocean: The Second Story

    Platform: Playstation
    486 Players

    4
    • Micro picture
      santz · about 3 years ago · 2 pontos

      Zerei o primeiro, já já passo para esse ai.

      1 reply
    • Micro picture
      wcleyton · over 1 year ago · 1 ponto

      precisa jogar algum jogo anterior para entender a história desse?

  • 2016-07-20 15:42:27 -0300 Thumb picture
  • 2016-07-09 19:14:38 -0300 Thumb picture
  • 2016-06-29 18:53:53 -0300 Thumb picture

    Com muita fé estamos diante do novo Star Ocean

    Medium 310726 3309110367

    A compra da tri-Ace por uma empresa focada no ramo mobile mexeu com o coração de muita gente. Isso, nos dias de hoje, não a impediu de já levar uma de suas séries ao ramo móvel, mas Star Ocean V seguiu a mão tradicional

    Segundo a página do RPG na PlayStation Store brazuca, onde está custando apenas $250, aprendemos:

    "A épica saga de RPG sci-fi que leva os jogadores até as estrelas e além, volta de maneira triunfal com a quinta parte da série.

    A edição digital inclui:

    5 x itens DLC in-game:

    1. Anel das Valquírias

    2. Estátua do Coelho Dourado

    3. Cintrão da Brumadensa

    4. Punho das Estrelas

    5. Tomo Secreto de Sthalian

    Trilhas da Série VALKYRIE PROFILE

    TAMBÉM INCLUI O TEMA DINÂMICO DOS PERSONAGENS PRINCIPAIS

    A Federação Pangalática está completando sua missão de trazer paz e ordem para toda a galáxia. No entanto, as chamas de um conflito começam a surgir a seis mil anos-luz da Terra, no planeta Faykreed, quando uma misteriosa garota é encontrada nos destroços de uma nave que caiu.

    Participe de incríveis batalhas com até 7 personagens na tela

    Experimente um mundo dinâmico, onde a batalha e a história acontecem em tempo real

    Personalize suas aventuras com um sistema de batalha expansivo"

    Todos aqueles que estavam com saudades de viajar pelas galáxias desde Star Ocean IV: The Last Hope já podem pilotar suas naves em Integrity & Faithlessness (acho que foi o Nomura que deu palpite pro nome).

    [@jvhazuki]

    Star Ocean Integrity and Faithlessness

    Platform: Playstation 4
    151 Players
    34 Check-ins

    10
    • Micro picture
      rafaelgens · about 3 years ago · 2 pontos

      ja comprei,pena q fisica so dia 15 =/

    • Micro picture
      toniptv · about 3 years ago · 2 pontos

      E o do PS3 só tem japonês

  • 2016-06-24 19:02:23 -0300 Thumb picture
  • angustianerd Johnathan Veiga
    2016-04-28 00:57:55 -0300 Thumb picture
    Post by angustianerd: <p><a href="https://angustianerd.com/2016/04/27/rad

    Radiata Stories – Review

    Pra quem ainda não conhece o jogo, dê uma olhada porque o jogo é muito bom \o/

    Radiata Stories

    Platform: Playstation 2
    647 Players
    12 Check-ins

    1
  • 2016-04-16 11:51:23 -0300 Thumb picture
    15
    • Micro picture
      santosmurilo · over 3 years ago · 1 ponto

      Acho que desta vez, se houver, será contada a estória da Valquiria Hrist. A silhueta mostrada na arte do jogo é muito semelhante à dela...

  • 2016-04-12 20:34:14 -0300 Thumb picture

    ​Star Log #2

    Star Log #2, focado em gameplay, acontecendo nesse exato momento.

    Para os interessados em assistir, segue o link o stream já acabou, em breve postaremos o vídeo completo.

    Novo trailer de batalha, e trailers mostrando Victor e Fiore

    Star Ocean Integrity and Faithlessness

    Platform: Playstation 4
    151 Players
    34 Check-ins

    7
  • 2016-04-11 13:07:33 -0300 Thumb picture
    22
    • Micro picture
      kawens · over 3 years ago · 2 pontos

      Pra celular? Pff

    • Micro picture
      steffle · over 3 years ago · 2 pontos

      Celular? pqp, espero que não....os caras levam 800 anos pra fazer um Valkyrie Profile de novo e quando finalmente lança é pra cel? aaaah, pqp, tomara que seja pelo menos pra ps vita, ou ps4 sei lá.....cel é sacanagem.

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...