• rafa9000 Rafael Gazola Ghedini
    2019-11-10 23:22:10 -0200 Thumb picture
    Post by rafa9000: <p>E ae galera!! Quais foram as ultimas aquisições

    E ae galera!! Quais foram as ultimas aquisições de vocês, as minhas foram essas, alem de Pokémon Shield digital no Switch:

    Battlefield V

    Platform: Playstation 4
    57 Players
    21 Check-ins

    9
    • Micro picture
      supermarkosbros · about 1 month ago · 2 pontos

      Death Stranding, Concrete Genie, MedEvil e Erica.

  • 2019-10-03 13:13:01 -0300 Thumb picture

    Desafio: 5 jogos que me fizeram gamer

    Já que não posso jogar por um tempo, pelo menos posso pensar em jogos. Vi esse @desafio por aí e resolvi fazer também. 

    Vi que como regra temos que invocar e marcar pessoas. A única coisa que eu invoco é Galadriel, senhora da Floresta Dourada, então deixa assim. 

    Vou numerar de 1 a 5, mas não tem ordem de importância. 

    1 - Decap Attack (Mega Drive)

    Gosto de pensar no Decap Attack como um grande responsável por eu ser um gamer, pois ele foi o primeiro jogo que eu joguei depois que estourei a bolha da primeira infância. Quando eu era muito criança meu mundo girava em torno do Sonic. Ganhei um videogame, veio uma fita do Sonic e eu estava feliz, sabem como é, muitas crianças se satisfazem com bem pouco. Foi assim por alguns anos, mas depois de certa idade eu descobri que existem outros milhares de jogos, locadoras, amigos que trocavam e emprestavam, e o Decap Attack foi o jogo dessa minha primeira interação com o mundo gamer de fato, fora do meu quarto. Foi um momento especial entender como funcionava um jogo diferente do Sonic, e era, pela primeira vez, emprestado de um amigo.

    2 -  The Revenge of Shinobi (Mega Drive)

    The Revenge of Shinobi também faz parte dessa história por ter sido responsável pela primeira vez na minha vida gamer  que eu precisei largar um jogo por considerá-lo muito difícil. Acho um passo importante, na nossa formação gamer, percebermos nossos limites, reconhecer que não tá rolando, que o jogo está difícil pra gente e em algum momento pode ser necessário deixar o jogo pra lá por causa disso. Claro que poderemos sempre tentar outra vez, mas reconhecer essa incapacidade pela primeira vez foi difícil e vergonhoso dentro da minha cabeça. Bem trouxa. Mas depois entendi que tá tudo bem, faz parte.

    3 - Sonic 3D Blast (Mega Drive)

    Esse jogo me ensinou a palavra "persistência". Foi meu primeiro jogo em 3D, meu dedo doía pra caramba para controlar o Sonic nesse cenário com aquele direcional tradicional, e ele parecia sempre estar escorregando, encostando em tudo, morrendo...foi um caos. Por isso mesmo, pela dificuldade nesse novo cenário que foi talvez um dos jogos que eu mais demorei pra fechar, pois era meio novo pra mim. Mas foi bacana essa primeira experiência com um mundo que girava e tinha novas perspectivas de câmera. Depois dele eu não queria mais saber de mundo 2D. 

    4 - The Sims (PC)

     The Sims entra aqui por ter desenvolvido em mim aquele lado obscuro que quase todo gamer tem: o trapaceiro. "klapaucius" e eternos "!;!;!;!;!;!;!;!;!" para ficar milionário e construir mansões monumentais desde o começo do jogo. Sim, porque trabalhar e cuidar de tudo aquilo, tenha santa paciência. Era um personagem morrendo atrás do outro. Depois de saber da existência disso eu fiquei um bom tempo com esse péssimo hábito. Todo jogo que eu começava já queria saber quais eram os macetes e truques pra me dar bem. A primeira pergunta sempre era "tem modo deus?". Só fui achar esses truques desnecessários depois de alguns anos. Hoje em dia já perdi esse vício, não preciso fazer tratamento, relaxem. 

    5 - Tomb Raider III: Adventures of Lara Croft (PSONE)

    Tomb Raider III é um divisor de águas pra mim. É o jogo responsável pelo gamer que eu sou hoje. Depois de passar um tempo jogando eu me desinteressei por videogames. Comecei a gostar muito de livros, de ler, escrever e fui deixando os games de lado. Fiquei  uns 6 ou 7 anos sem ter um videogame em casa por desinteresse mesmo. Daí conheci Lara e Tomb Raider III foi o jogo que me trouxe de volta para os games e me mostrou que eu poderia unir as duas coisas. Eu adorava jogar e depois sair da TV e ir para os livros pesquisar sobre todas aquelas histórias que o game me contava, sobre aqueles lugares, mitos, épocas, achava fascinante! Daí por diante eu me tornei esse gamer que curte, claro, bons momentos de ação, entretenimento, mas também gosto de histórias bem contadas, simples ou complexas - de preferência de terror/drama ou aventura - coisas que podem extrapolar as fronteiras de  um jogo.

    Claro que alguns jogos ficaram de fora. Não coloquei Mario ou o Sonic mais clássico porque são de uma época em que eu nem sabia que os videogames tinham um universo próprio. Era só uma criança que curtia jogar e ponto, sem nenhum pensamento formado sobre aquilo e nenhum gosto sistematizado pela coisa. Afinal, ser gamer, pra mim, envolve ter uma consciência desse meio e de onde você se insere nele, e na época que eu jogava Mario/Sonic eu não tinha consciência nem de mim mesmo, quem dirá de um mundo gamer....

    The Revenge of Shinobi

    Platform: Genesis
    1826 Players
    21 Check-ins

    29
    • Micro picture
      lukenakama · 2 months ago · 2 pontos

      Não curto tanto a saga Shinobi, só gosto de Shadow Dancer :/
      Acho que nunca joguei o The Sims 1 mas adoro a saga.

      2 replies
    • Micro picture
      tassio · 2 months ago · 2 pontos

      Tirando o Tomb Raider do Playsytation aí, passei pelos mesmos jogos que você hehe

    • Micro picture
      santz · 2 months ago · 1 ponto

      Mano do céu, Teve o Sonic 3D Blast como uma terrível experiência 3D e depois voltou com tudo com o Tomb Raider III, um jogo travadão da era PS1. Tenso demais.

      1 reply
  • daisuke Daisuke Vieira
    2019-09-25 02:19:28 -0300 Thumb picture
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-09-09 12:13:06 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Lara Croft and the Temple of Osiris

    Zerado dia 08/09/19

    Após ter rapidamente finalizado DuckTales 2 na casa de amigos, resolvemos partir para uma aventura multiplayer baixada há séculos no PS4 deles: Lara Croft and the Temple of Osiris. Eu estava bem animado com a ideia de ser meio que Diablo com amigos enquanto eles estavam com receio por ser um jogo nada conhecido e por parecer genérico. Mas dessa vez finalmente resolvemos jogar, principalmente sabendo que a duração média da campanha era de apenas 5 horinhas!

    O começo mesmo eu fiz sozinho enquanto eles estavam ocupados. Aprendi como rolar, pular, mirar e atirar, usar um cajado para ativar mecânicas, como usar um gancho para alcançar lugares determinados e o funcionamento do jogo em si. Eu tava curtindo bastante!

    Depois de um tempo sozinho, o primeiro se juntou a mim e foi aí que eu percebi umas coisas bem curiosas: primeiro que o jogo não disponibilizou as armas que eu tinha encontrado para ele, como uma shotgun e uma metralhadora, que são armas secundárias da Lara. Em segundo lugar, eu perdi a habilidade de usar algumas mecânicas, como o cajado de ativar mecânicas  e seu raio que deve ser usado contra esferas e espelhos (não vou entrar em detalhes).

    Agora o mais curioso é que eu estava num puzzle quando meu amigo se juntou ao jogo e tivemos que esperar um loading para percebermos que o puzzle se adequou ao número de jogadores! Quem dizer, seria super fácil fazer o que eu estava quebrando a cabeça com dois jogadores, mas aqui eles realmente fizeram diversas versões da mesma coisa para manter a dificuldade, o que é bem interessante!

    Depois, com mais amigos e todo mundo familiarizado com os comandos, foi hora de analisar o jogo que envolve Lara e um amigo despertando seres do Egito antigo (e novos aliados com eles) e agora tendo que ir atrás de partes de uma estátua para poder trazer uma entidade de volta a vida para os ajudar a impedir que a criatura do mal saia acabando com tudo.

    Temple of Osiris se resume à um hub principal bem grandinho com diversas dungeons nas proximidades. E embora várias delas sejam opcionais, aquelas da campanha são bem lineares e só abrem assim que você terminar a anterior.

    Não sabe pra onde ir? Levante o cajado perto de uma das estátuas do cenário e ele apontará a direção da próxima fase. Super simples.

    Ao adentrar uma dessas tumbas, o grupo deve alcançar seu fim, onde estará a próxima parte da estátua da entidade. Mas a coisa, obviamente, é mais complexa do que parece pois há bastante platforming, inimigos para você derrotar e puzzles. É bem o que você esperaria de um jogo no universo Tomb Raider, todo aquele feeling Indiana Jones.

    Jogando de 4 pessoas, a gente mal travava em qualquer parte pois os puzzles são bem tranquilos (diferentemente dos das tumbas opcionais que tentamos). Além disso, morrer estando num grupo só quer dizer que você tem que esperar uns 3 segundos para estar de volta à ação (jogando só ou se o time todo morrer a gente tem que esperar um loading e estar de volta ao último checkpoint).

    Basicamente, esse jogo é bem fácil.

    Pra quem gosta de ir além, existem motivos para explorar tudo certinho: primeiro que há vários coletáveis como upgrades passivos diversos e outros opcionais, depois que o jogo contabiliza o quão bom você foi em relação a tempo, coletáveis e muito mais quando você entra ou sai de uma dungeon. Há ainda armas em quase todas as fases. Pra completar, você encontra dinheiro em todo lugar, como matando inimigos, quebrando jarros ou mesmo acendendo tochas. Dinheiro nesse jogo é usado para abrir baús especiais que contém equipamentos.

    O sistema de equipamento consiste em usar uma arma básica infinita e até mais 3 equipadas que você muda com o d-pad. Essas armas secundárias consumem mana para serem usadas.

    Há ainda anéis e amuletos que dão bônus passivos. Os primeiros melhoram alguma coisa e abaixam outros atributos em compensação, mas conforme você avança e abre baús caros, consegue equipamentos bem mais interessantes.

    Com o tempo, fomos ficando mais fortes, conseguindo um bom arsenal de armas e entendendo melhor o jogo, que meio que repete a mesma lógica durante toda a aventura e até os puzzles acabam ficando previsíveis e as vezes desnecessariamente longos, mas nada mal.

    A gente tava VOANDO por cada tumba. Era um questão de tempo até o jogo acabar.

    Embora a temática mude um pouco de tempos em tempos, como um dungeon mais aquático, outro mais congelado, a gente começou a sentir a sensação de que era tudo igual e que a gente só estava repetindo as mesmas coisas sem parar. Nem os poucos chefes estavam ajudando, nem as novas armas.

    Foi aí, num momento de fadiga, que a batalha final finalmente chegou. Eu achei que a galera estava de saco cheio, mas nos créditos eles falaram coisas como "ah, legal o jogo". Bizarramente eu sai com a impressão de que fui eu quem menos curtiu e que esperava mais da experiência.

    Resumindo: Lara Croft and the Temple of Osiris é um jogo bom, apesar de uns bugzinhos, estória genérica e ser repetitivo. Achei que o jogo funciona bem sozinho ou me grupo mas se você tiver amigos interessados pra jogar no sofá, esse seria o caminho adequado.

    De bom: simples de controlar, sobretudo com mais jogadores, onde cada um fica encarregado de uma tarefa. Visualmente interessante e de ambientação maneira. Muitos equipamentos deixam cada personagem bem diferente. Trabalhar em grupo é legal e funciona bem. Aventura nem muito curta nem muito longa.

    De ruim: enredo meh. Tudo muito parecido e repetitivo, incluindo a lógica dos puzzles. Apanhamos com algumas mecânicas e tivemos que contornar pois parecia que nem tudo era explicado ou era falado em uma janelinha por 3 segundos e desaparecia (como as pessoas poderem caminhar em cima da corda que eu laçava em objetos distantes). Achei o jogo pouco recompensador e tudo não passava de dungeon após dungeon o tempo inteiro.

    No geral, a experiência com os amigos foi legal (apesar da câmera e framerate parecerem mais bacanas jogando sozinho) e eu recomendaria sim o jogo pra quem curte coisas parecidas, mas aqui menos descompromissada. Realmente, só não espere o GOTY com Temple of Osiris. Minha maior tristeza foi descobrir que existe outro jogo da série, que saiu antes desse e que eu nunca tinha ouvido falar: Guardian of Light!

    Lara Croft and the Temple of Osiris

    Platform: Playstation 4
    431 Players
    43 Check-ins

    26
    • Micro picture
      spider · 3 months ago · 3 pontos

      Eu gosto desse jogo, principalmente porque joguei com a galera, mas fica, como você mesm falou, repetitivo, mas é bem válida a experiência.

    • Micro picture
      johnny_bress · 3 months ago · 3 pontos

      esse jogo coop é muito bom

      2 replies
    • Micro picture
      hyuga · 3 months ago · 2 pontos

      joguei primeiro o guardian of light e curti, este eu também gostei.
      Uma coisa que concordo (que até falei na critica dele) os puzzles da campanha são simples, mas das dungeons opcionais são desafiadores.
      o que gostei no ToO é que os chefes tem uma forma diferente de matar, não é só dar tiro

      2 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-20 18:00:11 -0300 Thumb picture

    EU QUERO ESSE JOGO! 🤩🤩🤩🤩🤩🤩

    "Morei em Marte antes de renascer na Terra, numa Marte devastada pela guerra. Fui piloto em guerra e morto por tribos vizinhas em Marte. Todos foram mortos em Marte..."

    continua: " Fui morto em 1996 e renasci na Terra no mesmo ano. Pessoas de 2,10m ainda vivem no subsolo de Marte e respiram dióxido de carbono assim como seres humanos respiram oxigênio na Terra".

    tem mais: "Pessoas de Marte pararam de envelhecer aos 35 anos e agora são imortais. Possuem tecnologias altamente avançadas e conseguem fazer viagens interestelares"

    continua: "Viajam para muitas galáxias e sistemas planetários. As naves de viagens são triangulares e outras sob forma de gota, com motores de plasma"

    finaliza: "Marcianos possuem forte conexão com a Terra, em especial com o antigo Egito. A vida na Terra mudará drasticamente uma vez que a grande Esfinge de Gizé for desbloqueada. É a chave que abrirá caminhos." 

    Boraska, 20 anos, russo (claro🙄). Aos 9 anos trouxe a tona tal revelação e recentemente o menino está de volta aos noticiários.

    É "MASS EFFECT"... tú encontrou um forte concorrente!😬

    Na boa? Nem UNCHARTED, nem TOMB RAIDER, nem BIOSHOCK conseguiram criar um enredo tão surpreendente quanto esse. Já quero HIDEO KOJIMA na produção. Favor chamar o parça Guillermo del Tiro.🐃

    Mass Effect

    Platform: Playstation 3
    620 Players
    241 Check-ins

    41
    • Micro picture
      hyuga · 4 months ago · 4 pontos

      com 9 anos já deram vodka pra ele

      1 reply
    • Micro picture
      onai_onai · 4 months ago · 3 pontos

      Não duvido de nada nessa vida...

      1 reply
    • Micro picture
      sannin · 4 months ago · 2 pontos

      É verdade o que ele disse. Também lembro de Marte...
      Saudades ...

      8 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-07 20:51:46 -0300 Thumb picture

    DESAFIO: Uma semana de música 🎧🎶🎵

    Uma galera aqui (@vante, @miss_dani, @roberto_monteiro e meu grande parça @lukenakama) me chamaram para o @desafio. Como "não corro do pau" (que estranho isso...🙄), segue:

    DIA 03: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo.

    Por mais que eu tente, não consigo deixar de mencionar o clássico de 1996, TOMB RAIDER. Sempre que nos deparávamos com uma ameaça, belíssimas trilhas orquestradas transmitiam pânico ao combate. Praticamente 24 anos depois, suas trilhas continuam encantando...

    Vou tentar lembrar de algum amiguinho aqui que ainda não fez, mas todos já convidados para fazer: 

    @hugorolon, @hinrong, @ricriff

    Seguem as regras:

    1 - Postar uma musica por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:
    Dia 1: Música tema de uma franquia;
    Dia 2: Música tema de jogos específicos;
    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;
    Dia 4: Música tema para chefões;
    Dia 5: Música tema de final boss;
    Dia 6: Músicas de encerramentos
    Dia 7: RODADA BONUS: Música completamente a sua escolha, tema de personagem, tela inicial, save room, tela de pause: VOCÊ ESCOLHE!
    2 - Comente em cada um dos dias o por que de estar escolhendo essa música!
    3 - Marque uns três amiguinhos para eles fazerem também.

    4 - Marque o @desafio para que possamos compartilhar suas postagens!!

    Tomb Raider (1996)

    Platform: PC
    1083 Players
    32 Check-ins

    25
    • Micro picture
      jcelove · 4 months ago · 2 pontos

      Ótimas menções André. Sdds desses tempos dos tomb no Ps1. hehe

      2 replies
    • Micro picture
      lukenakama · 4 months ago · 2 pontos

      Esqueceu de falar que eu também te marquei, seu filho de uma mulher muito comportada, Andre.

      5 replies
    • Micro picture
      silvergodines · 4 months ago · 1 ponto

      Nossa cara o seu post me fez voltar a 18 anos atrás, quando eu tinha uns 8 anos eu passa a tarde inteira jogando Tomb Raider com a minha irmã. O the last revelation é o meu jogo favorito.

  • palomaref Paloma Cristini
    2019-08-07 11:32:14 -0300 Thumb picture

    Semana da Musica (Desafio) - Dia 2

    REGRAS

    1 - Postar uma musica por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:
    Dia 1: Musica tema de uma franquia
    Dia 2: Musica tema de jogos específicos
    Dia 3: Musica tema de alguma área ou momento aleatório do jogo
    Dia 4: Musica tema para chefões
    Dia 5: Musica tema de final boss
    Dia 6: Musica de algum encerramento
    Dia 7: Rodada bônus! Uma musica qualquer que você possa escolher, desde tema de personagem à alguma musica de tela de pause.

    2 - Comente em cada um dos dias o porque de estar escolhendo essa musica.

    3 - Marque no mínimo uns três amiguinhos pra eles fazerem também e a persona @desafio pra ela compartilhar seus posts com mais gente que estiver fazendo (Não vou marcar os amiguinhos pois OBRIGO TODOS A FAZER u.u hahahahaha)!

    --------------------------------------------------------------------------------------

    DIA 2 - MÚSICA TEMA DE JOGOS ESPECÍFICOS

    Aqui vai um compilado dos temas que mais amo em uma única franquia: Tomb Raider.
    Esse é o vídeo e tema perfeito para mostrar essa evolução tão importante que tivemos nos games, tanto em gráficos e história, como na própria trilha sonora ♥
    O tom do tema muda, tem remix, tem lenta, tem rápida, tem com outros detalhes, porém se algum jogador escutar QUALQUER UMA, já vai reconhecer na hora a franquia ♥

    Tomb Raider -- Featuring Lara Croft

    Platform: Playstation
    3798 Players
    9 Check-ins

    16
  • 2019-08-05 12:00:03 -0300 Thumb picture

    Desafio: Uma Semana de Música - Dia 3

    @desafio

    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;

     

    Quando "Life is Strange" começa, (depois do prólogo) toda a sequência da guria colocando o fone de ouvido, respirando fundo e encarando o corredor do colégio, foi épico pra mim, cheguei a ficar arrepiado quando a música começou a tocar. Minha reação foi: "é, querida, eu sei, eu sei....".  "To all of you" entrou definitivamente na minha playlist do cotidiano.

    2 Menções honrosas (pois é muito difícil escolher uma coisa só)

    Eu só fui descobrir que essa música é considerada o tema principal da franquia antiga de "Tomb Raider" hoje, pois pra mim ela ficou mais marcante por ser a música que toca quando finalizamos algumas sequências longas no jogo. Ficamos muito tempo trancados numa pirâmide? Concluímos e encontramos a luz novamente? Toca a música. Ficamos presos na floresta, em templos ou qualquer coisa do tipo? Ao encontrar a saída toca a música...Encontramos um local importante, um obelisco, a entrada de alguma tumba? Toca a música...

    Um dos momentos mais belos de "Journey" é quando descemos a montanha naquele mar de areia, e a música é uma das principais responsáveis por isso - junto com o visual, é claro! Em um game cheio de passagens memoráveis, essa é a que sempre aparece primeiro na minha mente quando me lembro dele.

    Regras:

    1 - Postar uma música por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:

    Dia 1: Música tema de uma franquia;
    Dia 2: Música tema de jogos específicos;
    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;
    Dia 4: Música tema para chefões;
    Dia 5: Música tema de final boss;
    Dia 6: Músicas de encerramentos
    Dia 7: RODADA BONUS: Música completamente a sua escolha, tema de personagem, tela inicial, save room, tela de pause: VOCÊ ESCOLHE!
    2 - Comente em cada um dos dias o por que de estar escolhendo essa música!
    3 - Marque uns três amiguinhos para eles fazerem também (não costumo marcar ninguém, mas quem quiser fazer, sinta-se convidado)

    4 - Marque o @desafio para que possamos compartilhar suas postagens!!

    Life Is Strange

    Platform: Playstation 4
    958 Players
    294 Check-ins

    13
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 4 months ago · 2 pontos

      Música deliciosa de LIFE IS STRANGE.
      TR sempre arrebenta. 🤩

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-01 09:47:00 -0300 Thumb picture

    CHECK OUT DO BUNDA QUADRADA 3 (SHARE)

    Apesar da dificuldade em pular com sua bunda quadrada, DRAKE segue rumo ao CHECK OUT!

    Bunda quadrada pesa mais do que uma bundinha carnudinha...

    ...basta olhar a dificuldade em Drake manter - se ereto nesse combate final...😅

    Devidamente zerado (no normal mesmo, não tenho paciência pra HARD 🤨)

    Mas uma surpresa ocorre no final...

    O grande amigo de Drake, SULLY, revela-se para ele pedindo-o em casamento.

    Junto do anel de noivado, SULLY surpreende seu grande amor com uma belíssima e cara cobertura num excêntrico país mundo afora.

    O amor entre esses dois grandes machos apaixonados é demais para ser exposto aqui ("NSF")

    Muitas outras grandes aventuras, nús pelo deserto, esses dois viveram...😏

    Trailer:

    Uncharted: The Nathan Drake Collection

    Platform: Playstation 4
    1020 Players
    170 Check-ins

    38
    • Micro picture
      ryou · 4 months ago · 2 pontos

      Com essa narrativa paralela me pergunto o que pode ter acontecido entre o 3 e o 4.

      9 replies
    • Micro picture
      ramzarify · 4 months ago · 2 pontos

      Essa luta no mano a mano com o cenário caindo foi demais, mano. Curti bastante.

      1 reply
    • Micro picture
      kratos1998 · 4 months ago · 2 pontos

      Caramba, como faz pra liberar esse final aí?? Kkkkkkk

      2 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-07-28 11:10:23 -0300 Thumb picture

    CHECK IN DO BUNDA QUADRADA III (SHARE)

    Bora correr pois a reta final está quase ao alcance...

    Dê um zoom no rosto do Drake e visualize a careta...😂

    Atlântida perdida? 🤔

    Bora investigar, mas antes...

    ...fuzilar esses mercenários"FDP"

    "Você vai ver como uma vadia desce no escorrega" - Rasputia. 😁

    Por falar em vadia, a vilã coroa é um tanto quanto gostosa, não? 🧐 

    Pare de olhar a bundinha da coroa e elimine seus capangas...

    Creio que venha a ser o combate final mais fácil da trilogia...

    "Corre, bunda quadrada" 

    Trailer:

    Uncharted: The Nathan Drake Collection

    Platform: Playstation 4
    1020 Players
    170 Check-ins

    33

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...