• edfalcao Ed Falcão
    2019-04-22 09:25:40 -0300 Thumb picture

    Tópico: Como fazer rodar no PC?

    E aí, galera.

    Eu tava pronto pra escrever um textão descrevendo esse tópico, mas o título dele é bastante autoexplicativo: eu e mais uma galera na Steam não estamos conseguindo fazer ele rodar bem no PC.

    Isso, aparentemente, já é comum nos jogos Splinter Cell. O Elite Echelon Collection, que vem com Splinter Cell Original, Chaos Theory, Double Agent e Conviction é uma negação no sentido "rodar decentemente". Chaos Theory só me deixou usar os modos de visão depois de baixar um update que um usuário colocou na comunidade, pois a Ubisoft aparentemente está cagando para Splinter Cell. Conviction não chegou nem a abrir, dizendo que minha versão do Windows não era compatível nem quando eu tentava rodar em modo de compatibilidade (que provavelmente vai ser outro tópico quando eu zerar as duas versões de Double Agent).

    Então esse desabafo/pedido de ajuda também é pra perguntar se mais alguém aqui no Alva sofreu ou sofre desse mesmo problema que eu tô sofrendo. E aí?


    Ih, rapaz... acabou saindo textão.

    Tom Clancy's Splinter Cell Double Agent

    Platform: PC
    404 Players
    15 Check-ins

    25
    • Micro picture
      _gustavo · about 1 month ago · 3 pontos

      Estranho o jogo oficial dar problema assim, eu sei que um dos Splinter Cell antigos (se me lembro é o Chaos Theory que usava no passado aquele Starforce como DRM, uma porcaria que travava o windows , mas a Ubisoft deve ter retirado ele na mudança do antigo Game Launcher para o Uplay) para os jogos mais antigos se vc ta com o windows 10 tenta xp sp3 com privilégio de Administrador, o Conviction eu joguei na época do Windows 7 no teclado e mouse, se vc tentar jogar os antigos com controle é complicado, igual os Tomb Raider anteriores ao Legend que só funcionam no controle na base do Xpadder. Se vc der um panorama geral de que tipo de erros que os jogos estão dando talvez de pra separar e trabalhar em cada um deles porque podem ser diversos fatores que dão problema.

    • Micro picture
      sergiotecnico · about 1 month ago · 2 pontos

      Numa pesquisada rápida vi diversos relatos de que roda tranquilo no Windows 10.
      Qual o problema exatamente?

      8 replies
    • Micro picture
      lordsearj · about 1 month ago · 2 pontos

      Passeia meama coisa no Prince of Persia. Axho que só otimizam os jogos de PC a partir da loja deles. Watch Dogs rodou de boa. Já Assassin's Creed III seneu rodar via atalho na Steam, o controle fica zoado. So roda em teclado / mouse. Rodando pela Uplay, tudo normal. Babaquice da Ubisoft.

      1 reply
  • 2019-04-20 23:18:47 -0300 Thumb picture

    STAGE 20 - Tom Clancy e esquadrões fantasmas // .DLC

    Medium 631912 3309110367

    A 2ª parte da "Jornada 3DS" traz a transição do aclamado autor ao mundo dos jogos e o relato da experiência de Ghost Recon: Shadow Wars, um dos títulos que levam seu nome no 3DS.

    ▼ https://daibokem.blogspot.com/2019/04/tom-clancy-e-esquadroes-fantasmas.html

    [@jvhazuki]

    Tom Clancy's Rainbow Six

    Platform: PC
    50 Players
    1 Check-in

    5
  • 2017-02-13 20:35:23 -0200 Thumb picture

    Maoee, tomou head!

    Aproveitando o final de semana grátis, enfim, pude conferir como é Rainbow Six Siege no Xbox One. Essa experiência narro um pouco no Redação dessa semana no Armadura Nerd, confira!

    Tom Clancy's Rainbow Six: Siege

    Platform: Xbox One
    155 Players
    215 Check-ins

    0
  • 2016-12-07 11:14:20 -0200 Thumb picture
  • tiagohardco Tiago Matias Escobar
    2016-03-15 10:53:59 -0300 Thumb picture

    The Division - o que mudou?

    As mudanças parecem muito drásticas desde o primeiro trailer.  Mas olhando hoje, esse trailer apresentou muito mais conceitos do que uma demonstração do produto final. 

    E considerando o conceito apresentado, acho que o game não se afastou muito do que foi proposto. 

    O que vocês acham?

    Tom Clancy's The Division

    Platform: Playstation 4
    703 Players
    390 Check-ins

    6
    • Micro picture
      tiagohardco · about 3 years ago · 2 pontos

      Eu vejo que as maiores diferenças entre essa demo e o game final ficou pela ausência dos jogadores via tablet e a limitação de pvp à Dark Zone, e ainda assim sem times.

  • tiagohardco Tiago Matias Escobar
    2016-01-28 13:35:53 -0200 Thumb picture

    The Division Beta (Funciona!)

    1 Acesse :

    http://www.thedivision.jeuxvideomagazine.com/

    2 Use o código  XU37-2489-BT21 e registre-se no site (basta nome e email) . 


    Você vai receber um email de confirmação com uma chave. 


    3 VA para o site da Ubisoft:
    http://www.thedivisiongame.com/beta

    Siga as instruções e receba a chave no email (PS4,Xbox One ou PC) 

    PS: Você vai precisar de uma conta na ubi vinculada à psn ou Xbox live. 

    PS2: Já funcionou duas vezes. 

    PS3: Créditos da página http://m.serialdealer.fr

    Tom Clancy's The Division

    Platform: Playstation 4
    703 Players
    390 Check-ins

    24
    • Micro picture
      tiagohardco · over 3 years ago · 3 pontos

      espalhe por aí @ssa

    • Micro picture
      ssa · over 3 years ago · 3 pontos

      Feito

      1 reply
    • Micro picture
      sergiotecnico · over 3 years ago · 3 pontos

      Consegui ativar o código, resta receber o email da chave pra baixar o jogo...

  • vaojogar Vão Jogar!
    2016-01-22 14:26:37 -0200 Thumb picture

    REQUISITOS MÍNIMOS PARA THE DIVISION SÃO REVELADOS

    A Ubisoft acabou de liberar a lista de requisitos mínimos e recomendados de hardware para você poder jogar The Division.

    O game é bem exigente em hardware, e não vai rodar tão bem assim nos “PCs baratinhos” que a gente vê por aí tanto por causa da placa de vídeo quanto por causa do processador recomendado.

    Já na parte de configurações recomendadas, temos o PC tradicional high end da atualidade. Confira:

    Configuração Mínima

    • OS: Windows 7, Windows 8.1, Windows 10 (64-bit apenas).

    • Processador: Intel Core i5-2400 | AMD FX-6100, ou superior

    • RAM: 6GB

    • Video Card: NVIDIA GeForce GTX 560 com 2 GB VRAM (equivalente atual: GeForce GTX 760) | AMD Radeon HD 7770 com 2 GB de Ram ou superior

    • HD: 40 GB

    Configuração Recomendada

    • OS: Windows 7, Windows 8.1, Windows 10 (64-bit apenas)

    • Processador: Intel Core i7-3770 | AMD FX-8350, ou superior

    • RAM: 8GB

    • Video Card: NVIDIA GeForce GTX 970 | AMD Radeon R9 290, ou superior

    • HD: 40 GB

    The Division será lançado para PC, PS4 e Xbox One no dia 8 de março de 2016.

    Fonte: Critical Hits

    Tom Clancy's The Division

    Platform: PC
    218 Players
    197 Check-ins

    26
    • Micro picture
      jonatasbermudes · over 3 years ago · 5 pontos

      Opa. Já tenho o Windows 7 instalado. :D Kkkkkkkkkkkkkkk.

    • Micro picture
      pauloaquino · over 3 years ago · 2 pontos

      Pelo visto, não vai ser pros PCs "do Ben 10"...

    • Micro picture
      gakuma · over 3 years ago · 2 pontos

      Tamo no nívelll...

  • 2016-01-11 15:01:54 -0200 Thumb picture

    A aposta da Ubisoft

    The Division pode ser mais do que os olhos vêem. 

    Clique na imagem para ler mais!

    Tom Clancy's The Division

    Platform: Xbox One
    401 Players
    215 Check-ins

    7
    • Micro picture
      r3dshoot · over 3 years ago · 1 ponto

      Tá na conta... aguardando o BETA... ;)

  • 2015-09-01 15:54:11 -0300 Thumb picture

    Humble Bundle Tom Clancy

    POST: 01/09/2015

    Até quando: 13 dias pra acabar.

    Praticamente todos os Tom Clancy nesse Humble Bundle comemorativo da série tática-policial-action. Naquele esqueminha de sempre, 1 dólar leva a primeira fileira de jogos, depois é só ir conferindo a média do site pra levar o resto, e os endinheirados mais abaixo:

    A meu ver, o grande problema desse bundle é um só: ativar na Uplay...

    https://www.humblebundle.com/

    Tom Clancy's Splinter Cell

    Platform: PC
    468 Players
    36 Check-ins

    11
    • Micro picture
      fluizx · over 3 years ago · 2 pontos

      a maior dificuldade de todos esses jogos é a ativaçao na uplay D:

    • Micro picture
      le · over 3 years ago · 2 pontos

      Sorte que eu não gosto desses jogos do Tom Clancy. Senão, eu ia ficar muito puto por ser tudo de Uplay.

      1 reply
    • Micro picture
      tiagotrigger · over 3 years ago · 2 pontos

      Uplay? Não, obrigado.

  • diegomatias Diego Matias
    2015-06-25 16:47:23 -0300 Thumb picture

    Menos FPS. Obrigado.

    Medium 3101591 featured image

    Wolfenstein (1992) inaugurou o gênero que hoje chamamos de FPS. Eu e você sabemos o que sigla significa. Ao passar das décadas, a evolução do gênero incluiu roteiros elaborados, eventos programados, partidas multiplayer e apenas 2 coisas continuam: a inclusão de armas novas e a câmera. Pra quem nunca havia visto um game simular o ponto de vista de uma pessoa antes (isso inclui todo mundo naquela época), Wolfenstein e Doom (1993) foram revolucionários. Antes daqueles games, o mundo era dos sidescrollers e da plataforma.

    Pessoalmente, eu não joguei Doom tanto assim. Conheci Wolfenstein antes e desse jogo pulei para Duke Nukem 3D. E era animal. Estraçalhar alienígenas nunca foi tão bom desde Contra.Tudo perfeito, exceto por um detalhe: eu só veria meu personagem se olhasse no espelho do banheiro. O Rei falava, andava, pulava, matava e tudo isso apenas com um par de mãos e um pé. Sem corpo. Depois joguei Half-Life (que jogo!), Aliens Vs Predator (que jogo!), alguns outros genéricos e finalmente os jogos que definem meu estilo de FPS preferido: Rainbow Six e Ghost Recon criados pelo Tom Clancy. Esses títulos utilizaram o ponto de vista da 1a pessoa para causar tensão e medo de morrer em uma missão. Um tiro bastava.

    Enquanto Ghost Recon se passava em um ambiente aberto (que voltará em Ghost Recon Wildlands) o cenário do R6 eram lugares mais fechados e quando você pressionava uma tecla entrava a visão em 3a pessoa. Isso tornava o jogo mais fácil mas também te dava uma melhor perspectiva do ambiente à sua volta e era bonito de se ver. Eu não estava mais limitado a ser um par de mãos e uma arma, eu era um militar de elite dos pés à cabeça e essa visão era um recurso extra. O R6 Raven Shield, ápice da série, removeu a 3a pessoa por deixar o jogo mais fácil. Dá pra entender, mas como a troca de câmera era opcional, isso foi pra mim bastante negativo.

    Bastante negativo mesmo.

    Quando um jogo apresenta um elemento, o que eu espero é que a sequência dele mantenha aquilo que não é prejudicial sob pena de o jogo ser pior que o anterior, ou pior do que aqueles que estão juntos com ele no mercado. O Rainbow Six 3 é uma obra prima de tensão e imersão, mas em vez de me dar o poder de escolha, escolheu decidir por mim. A ação exclusiva em 1a pessoa acrescenta imersão, mas me rouba o visual: de que adianta jogar com o Predador sem poder ver todo o design de uma das criaturas mais legais já feitas? Ou com o Alien, Master Chief, Corvo, Gordon Freeman ou com os soldados de Crysis vestidos naquela armadura maneiríssima (e eu acho o 1o Crysis excelente).

    Jogos de terror, jogos que usem a câmera como recurso para omitir de mim a identidade do personagem ou que me façam sentir exposto e vulnerável ficam ótimos em 1a pessoa, mas acho que jogos de tiro como CoD ou Battlefield não se beneficiam com a exclusão arbitrária de um modo de visão tão legal como a 3a pessoa. Afinal, quando eu desbloqueio uma nova roupa ou armadura, quero ver isso na tela. Imagine o Dying Light sendo jogado livre durante o dia (1a ou 3a pessoa) mas obrigatóriamente em 1a pessoa durante a ação noturna exatamente para provocar no jogador a sensação de estar desprotegido. Seria ótimo!

    Acho que se você gosta de ação em 3a pessoa, ótimo você deve poder decidir isso. Gosta de ver mãos voadoras? ótimo, você deve poder também. Vejo poucos jogos que hoje em dia dão ao jogador a escolha de mudar de câmera. Exceto pelos jogos de corrida, os mais relevantes são alguns jogos dentro do universo Star Wars, incluindo o novo Battlefront da Dice, e os jogos da série Elder Scrolls como Oblivion e Skyrim. Poder escolher a câmera me faz sentir mais livre, mais respeitado como jogador. Pra mim não basta carimbar FPS na caixa, um game precisa de uma boa premissa pra justificar o uso fixo da câmera do Doom e caso não tenha, pra mim parece só preguiça. Fiz uma personagem muito maneira no beta do Destiny e foi uma enorme decepção pra mim ver apenas as mãos dela em combate. Eu queria escolher!

    Estamos em 2015 e não tem mais desculpa. Essa é a oitava geração de consoles e o PC é ainda mais capaz de me dar essa escolha. Isso e Co-op. Mas falo da cooperação depois. 

    Star Wars: Battlefront II

    Platform: PC
    731 Players
    36 Check-ins

    4

Load more updates

Keep reading → Collapse ←
Loading...