• msvalle Marcos
    2020-01-03 23:46:02 -0200 Thumb picture

    The Valle Awards 2019

    Como já é tradição (desde o ano passado hehe), temos aqui os dez jogos que eu mais gostei de jogar em 2019:

    10. Vikings: Wolves of Midgard (2017)

    Um Diablo-like com temática viking? Achei a ideia interessante, e apesar do jogo ter uma bela história (com direito a reinterpretação da lenda do Rei Artur) e locações e inimigos bem variados, a jogabilidade é um pouco travada. Mas para quem gosta do genêro e/ou da temática é uma bela pedida.

    9. République (2016)

    Um jogo intrigante, com um ar de "Admirável Mundo Novo" e com uma discussão interessante sobre controle e liberdade. Possui  uma jogabilidade curiosa onde a visão do jogo é toda dada por câmeras de segurança. Pena que o final fica aquém da jornada, muito aberto a interpretações.

    8. Tacoma (2018)

    Um mistério em uma estação espacial é o tema do novo jogo da Fullbright, que com Gone Home tinha entrado no meu radar. Esse "walking simulator" tem um gameplay bem bolado, onde você tem que recuperar memórias dos habitantes da estação para descobrir o que aconteceu.

    7. 11-11: Memories Retold (2018)

    Um belo (literalmente) jogo, com uma arte de aquarela impressionante, conta a dramática história de dois personagens em lados opostos durante a Primeira Guerra Mundial com vários desfechos e muita informação espalhada durante um jogo. Para quem curte drama de guerra é um prato cheio.

    6. Assassin's Creed Odyssey (2018)

    Ah, Ubisoft! Quando a gente acha que ela aprendeu, ela erra de novo! Depois do sucesso do Origins, ela nos leva dessa vez a Grécia, com um mapa maior, milhares de quests, uma parte naval (que eu não gosto) ainda maior que AC Black Flag, e infelizmente se perdeu no quesito que considero mais importante: a história. Se afastando de vez da fidelidade histórica - prepare-se para ver cavalos flamejantes, espadas cintilantes, unicórnios, etc. Uma pena. Espero que no próximo contratem os redatores da CD Projekt Red para ajudar hehe

    5. Spec Ops: The Line (2012)

    Um TPS de guerra que conta um história bem peculiar e impactante passada em Dubai após uma tempestade de areia. Eu gostei tanto desse jogo que resolvi platiná-lo, jogando na dificuldade FUBAR (Fucked Up Beyond All Recognition), imaginem =P Não dá para contar muito sem estragar a experiência, pois a história é o principal aqui, sendo o gameplay básico de TPS.

    4. inFamous: Festival of Blood (2011)

    Essa expansão deveria ser um jogo completo, de tão boa que é. A adição dos poderes vampirescos ao Cole deixou o jogo ainda mais divertido, e a história que rola é muito bem amarrada com o local do segundo jogo.

    3. Muramasa Rebirth (2013)

    Mais uma pérola do estúdio Vanillaware, com gráficos absurdos - tanto de personagens quanto de cenários - temos  dois protagonistas cujas histórias se entrelaçam durante a busca de cada um a seu objetivo. Com finais diferentes, é uma pena que exija jogar tudo novamente no nível de hit-kill: cheguei a começar mas desanimei.

    2. The Witcher 3: Wild Hunt (2015)

    Estava bem atrasado em relação a esse aqui, mas um jogo dessa qualidade não deixa a desejar em relação aos jogos mais novos. O que dizer desse jogo fantástico (mas não sem defeitos) que ainda não foi dito? A variedade e qualidade das missões? A história principal que, apesar de alguns tropeços, nos leva a momentos emocionantes? O mapa enorme que, ao contrário da Ubisoft, tem cada local com sua história, seus habitantes com seus problemas particulares. Em que jogo você enfrentaria a burocracia de um banco (na expansão Blood and Wine), ou uma entrevista com um coletor de impostos em relação aos seus ganhos? Esse jogo merece todo o mérito que tem, e por muito pouco não ficou em primeiro lugar.

    1. Spider-Man (2018)

    Ah, esse foi o jogo do Aranha! Nova Iorque está incrível, a movimentação com as teias é fluida e divertida, a história, apesar de seus altos e baixos, não deixa de entregar um bom momento do herói, e as missões secundárias são bem espaçadas de forma a não enjoar. Minha maior crítica são as missões da chata da Screwball. Não me lembro de um jogo onde uma expansão tem consequências sérias para os personagens como esse aqui. Foi o jogo mais divertido que joguei em 2019.

    Spider-Man

    Platform: Playstation 4
    772 Players
    387 Check-ins

    57
    • Micro picture
      leopoldino · about 2 months ago · 1 ponto

      Esse prêmio tem credibilidade.

      1 reply
    • Micro picture
      _gustavo · about 2 months ago · 1 ponto

      Excelente lista @msvalle, esse Republique ta na minha mira pra comprar, agora na sale tava 10,00 mas peguei tanta coisa q acabei deixando ele pra um futuro kkk

      1 reply
    • Micro picture
      wild_dark_shadow · about 2 months ago · 1 ponto

      Excelente lista! Joguei vários dessa lista e pretendo jogar os restantes, principalmente o 11-11 que estou à espera de receber em casa. Destaco claro o Witcher e Assassin's Creed, juntamente com o InFamous que também adorei e só tive pena ser um standalone

      1 reply

Load more updates

Keep reading → Collapse ←
Loading...