• andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-12-04 12:34:36 -0200 Thumb picture

    EVIL CHECK OUT (SHARE)

    No LIMBO (nome do capítulo) e NO FUNDO DO POÇO (nome do troféu).

    Não é terror se não tiver um big mother fucking boss nojento!

    Ajoelhar e rezar não vai adiantar, amigão!

    Matando umas baratinhas durante a batalha (bem,  pela quantidade de sangue não são assim tão pequenas).

    Bora encontrar UMA SAÍDA (nome do capítulo seguinte...)

    Achei bacana intercalar a jogabilidade para outra personagem que encontra-se noutro "mundo paralelo".

    Além do mais ela é bem gostosinha, não?

    Eita carai... mais capetas pra matar?

    Achei todos os colecionáveis (referência à vários outros famosos e célebres personagens da BETHESDA).

    THE EVIL WITHIN 2 é uma agradável surpresa onde sua sequência eleva ao máximo várias características de seu antecessor. Gráficos receberam melhorias significativas, design dos inimigos e personagens estão mais caprichados, o áudio está impecável inserido numa excelente atmosfera de terror sem ação.

    O gameplay segue fluído e os sustos são garantidos. ALTAMENTE RECOMENDÁVEL.

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    31
    • Micro picture
      wilford_fernandes · 9 months ago · 2 pontos

      zerei recentemente e curti mto tbm \o/

      1 reply
    • Micro picture
      0blivion · 9 months ago · 2 pontos

      Se tiver uma sequencia pra ele vai ser mto bem recebida, um survival horror que merecia mais destaque

      3 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-11-11 12:13:33 -0200 Thumb picture

    SEMI CHECK OUT...

    Mais um "semi check out" à caminho do final, "QUEIMANDO O ALTAR"

    UNION e seus convertidos... lindins, não?

    Parecem uns capetas querendo te arrastar para o INFERNO...

    Não adianta fechar os olhinhos e contar até 10 pois eles não somem...

    Dançar VOGUE também não adianta.

    Quando tu pensa que não pode piorar...

    "Vira homem" e mata essas pragas todas (chega de VOGUE e TAMPAR OS OLHINHOS...)

    "Vai uma mãozinha ae"?

    "Mano... no olho é vacilo!"

    Próximo post já encerro logo um check out dessa putaria toda!

    THE EVIL WITHIN 2 é uma agradável surpresa onde sua sequência eleva ao máximo várias características de seu antecessor. Gráficos receberam melhorias significativas, design dos inimigos e personagens estão mais caprichados, o áudio está impecável inserido numa excelente atmosfera de terror sem ação. O gameplay segue fluído e os sustos são garantidos. ALTAMENTE RECOMENDÁVEL.

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    42
  • palomaref Paloma Cristini
    2018-09-13 11:33:05 -0300 Thumb picture

    Desafio - Top 20 Músicas de Games

    Decidi fazer por conta própria esse @desafio. Sou fascinada por soundtracks e estava caçando algum desafio relacionado.

    As regras são as seguinte:

    1 - Poste uma música de um jogo por dia por 20 dias (total de 20 jogos);
    2 - Não pode repetir o jogo;
    3 - A música precisa estar no jogo (OF COURSE!);
    4 - Vale versão remix ou música licenciada no jogo;
    5 - Marque um amigo por dia e a persona desafio;
    6 - Não explique nada, só poste.

    Dia 12

    Dia 1 - Dia 2 - Dia 3 - Dia 4 - Dia 5 - Dia 6 - Dia 7 - Dia 8 - Dia 9 - Dia 10Dia 11

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    15
  • 2018-08-11 14:26:29 -0300 Thumb picture

    Bethesda | The Evil Within 2 | Treta

    ...Bethesda ameaça legalmente usuário que estava vendendo The Evil Within 2 no mercado de usados nos EUA.

    O mercado de usados nos EUA é grande, com lojas como GameStop tendo metade de seus lucros vindos desse negócio. Mas, da mesma forma que o Brasil, usuários também vendem seus jogos em sites online, como o eBay e o marketplace da Amazon.

    Ryan Hupp, da Filadélfia, mandou ao site Polygon a informação do que ocorreu com ele. Basicamente, Ryan comprou The Evil Within 2 para PS4 sem ter o console. Ele tinha planos de comprar um, mas acabou decidindo melhorar o seu computador. Por causa disso, anunciou a cópia lacrada no mercado de usados da Amazon.

    A empresa Vorys, que representa legalmente a Bethesda, enviou um aviso a Ryan dizendo que seu anúncio deveria ser removido ou caso contrário sofreria ações legais por não obedecer a ordem. A Vorys disse que a venda não é de um revendedor autorizado e por isso seria fora da lei. A Bethesda também reclamou do uso da palavra “novo” no anúncio de Ryan, dizendo que isso é propaganda enganosa.

    Ryan fez o que mandaram, mas em resposta, disse que a revenda de produtos, como livros, jogos, DVDs, é protegida por lei nos EUA. A Bethesda, por sua vez, diz que não está protegida por lei porque ele não está vendendo o jogo em sua forma original, que incluiria uma garantia. A falta disso torna o produto diferente dos que são vendidos pelos canais oficiais.

    Há muita coisa nessa história que não sabemos. Por exemplo: por que o anúncio de Ryan foi o alvo disso, sendo que há inúmeros outros de The Evil Within 2, tanto novos quanto usados, no marketplace da Amazon dos EUA? O fato dele vender como lacrado talvez gerou a ação da Bethesda? Ou o que exatamente está acontecendo?

    O maior problema que surge disso tudo é que, em tese, a Bethesda pode usar o argumento de que o “material difere dos produtos genuínos que são vendidos pelos canais oficiais” para qualquer venda usada. Imagine a situação: você anuncia no Mercado Livre o seu jogo lacrado que não abriu (ou usado de fato) e, mais tarde, recebe um aviso legal da Bethesda para tirar o anúncio do ar?

    Como dito, essa história ainda dará o que falar.

    ==================

    PSXBRASIL.COM.BR

    ==================

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    15
    • Micro picture
      rshadowss · about 1 year ago · 3 pontos

      Onde tem Bethesda tem treta.

      3 replies
    • Micro picture
      d_ · about 1 year ago · 3 pontos

      Legal. Se é que comprarei, agora será só usado.

    • Micro picture
      andre_andricopoulos · about 1 year ago · 3 pontos

      Carai...sem sentido, não?

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-08-03 17:03:21 -0300 Thumb picture

    EVIL CHECK IN (SHARE)

    Aquela paranoia que espreita cada cantim desse game...

    assim é THE EVIL WITHIN 2.

    Se tu for esperto, vai fazer seu caminho mais fácil matando-os enquanto estão presos...

    Hummmm... que delícia (aquela facada na garganta)!

    Uma nova acompanhante (não tem nada à ver com GAROTA DE PROGAMA, seu indecente!)

    Com uma gata dessa qualquer jornada infernal torna-se mais doce (putz, q merda acabei de escrever agora?)

    Avançando pela beleza do CAPÍTULO 11 - RECONECTANDO...

    Não necessariamente precisamos de inimigos demoníacos para assustar... "saca" esse corredor escuro e estreito!

    Mas não demora muito para os inimigos demoníacos aparecerem! O segredo é não fazer barulho!

    Aquela ligeira sensação que essa demônia vai sair dae à qualquer instante...

    THE EVIL WITHIN 2 é uma agradável surpresa onde sua sequência eleva ao máximo várias características de seu antecessor. Gráficos receberam melhorias significativas, design dos inimigos e personagens estão mais caprichados, o áudio está impecável inserido numa excelente atmosfera de terror sem ação. O gameplay segue fluído e os sustos são garantidos. ALTAMENTE RECOMENDÁVEL.

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    33
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-06-14 11:28:31 -0300 Thumb picture

    EVIL CHECK IN (SHARE)

    Não é SILENT HILL... mas tem tanta insanidade quanto!

    Saca a perfeição do "ZOOM IN" no rosto de SEBASTIAN CASTELLANOS "in game" (ou seja, não é CG).

    A boa e velha SHOTGUN... uma das minhas armas favoritas em SURVIVAL HORROR (apesar que a BOW GUN - arpão é muito massa).

    Tô pressentindo "o CAPIROTO" por perto...

    Não falei? Olha ae a "MULHER DE ALGODÃO" (lembra daquela desocupada que atacava as criancinhas no banheiro? Então...)

    Bora conhecer agora "O OUTRO MAL..." (partiu CAPÍTULO 9?)

    Tá meio macabro essa SALA DE TORTURA...

    Tô achando esse CAPÍTULO super agradável...

    A recepção é calorosa...

    Acho que vou dar um tempo escondidinho aqui (lacrei!)

    THE EVIL WITHIN 2 é uma agradável surpresa onde sua sequência eleva ao máximo várias características de seu antecessor. Gráficos receberam melhorias significativas, design dos inimigos e personagens estão mais caprichados, o áudio está impecável inserido numa excelente atmosfera de terror sem ação. O gameplay segue fluído e os sustos são garantidos. ALTAMENTE RECOMENDÁVEL.

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    33
  • 2018-02-14 13:29:13 -0200 Thumb picture

    THE EVIL WITHIN 2

    ...BETHESDA LANÇA ATUALIZAÇÃO QUE ADICIONA MODO EM PRIMEIRA PESSOA PARA O JOGO; TRAILER.

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    22
    • Micro picture
      bruno_peralva · over 1 year ago · 3 pontos

      Nossa, que foda! The Evil Within 2 veio inspirado. Já tinha adorado, e com essa novidade então.

    • Micro picture
      natansouza · over 1 year ago · 3 pontos

      Com essa o jogo vai ficar ainda mais foda!

    • Micro picture
      nilo_monteiro · over 1 year ago · 3 pontos

      Me chamou bem mais a atenção o modo em primeira pessoa do que em terceira! Já achava o jogo legal mas agora deu vontade mesmo de jogar!

      2 replies
  • renanmotta Renan M. Sampaio Motta
    2017-12-29 16:38:31 -0200 Thumb picture

    POR QUE EU ESTOU JOGANDO ISSO?

    Medium 3582231 featured image

    A indústria de jogos é bastante recheada e sempre nos vemos num mar de opções, às vezes perdidos no que escolher para jogar. Mas é claro, isso só acontecerá com o “gamer” verdadeiro. Aquele que está aberto a todas as experiências do mercado, ou à maioria delas.

    Agora imagina que você tenha escolhido um jogo e começou a testá-lo. E depois de algumas horas de gameplay, você percebe que a experiência não está satisfatória, seja ela por qual motivo for.

    Com esse contexto, a pergunta que mais me fiz esse ano foi: Por que eu estou jogando isso?

    Durante toda a parte da minha vida eu tive um comportamento: se começo um jogo, eu tenho que zerá-lo. E pior do que isso, de uns tempos para cá, eu me vi engajado em zerar jogos para apenas cumprir metas. Com isso, gastei muitas horas com jogos que não me divertiam nem um pouco. Que não fariam a menor diferença na minha experiência de jogador.

    É como se você se flagelasse e ficasse rindo para os que estão em volta, se enganando de que está gostando daquilo.

    Normalmente um jogo se torna maçante por não lhe trazer novos desafios. Por não colocar o jogador na zona do desconforto, fazendo-o ter que aprender novas mecânicas ou encarando novas situações. Dificilmente um jogo se tornará chato porque a história não agrada, mas sim porque seu gameplay se tornou repetitivo, sem criatividade, sem inspiração. Essa é a base de todo game: ser minimamente interessante quanto mecânica, quanto gameplay.

    Dentro dessa questão, fica muito presente também a relação entre Experiência de jogo X Tempo de jogo. Não quero me estender nisso, pois farei um artigo somente para esse ponto. Mas, de fato, é uma das questões mais vigentes dentro do problema que estou discutindo aqui. Muitos jogos prolongam seu gameplay e esticam essa experiência até que ela rasgue, não sustente a jogatina. Basicamente é ai que entra a repetitividade sem criatividade.

    Então tomei uma decisão que no início fora difícil; largar um jogo. Passei a ter a força de desistir de um produto. É triste quando isso acontece, mas é mais louvável largá-lo a ter que zerar apenas para chegar numa quantidade X de jogos zerados na vida. Até porque esses números não querem dizer nada. Se alguém zerou 100 ou 200 jogos durante a vida, não faz dessa pessoa especial. Obviamente, ela terá bastante bagagem para ter uma boa análise de um produto, mas não é necessário terminar um jogo se ele não está te agradando. Simplesmente jogá-lo já é uma forma de acrescentar bagagem.

    Esse ponto da diversão é o mais básico do vídeo game. O jogo tem que te divertir, entreter, e isso se traduz em todos os sentidos. Entreter, por exemplo, pode estar relacionado a consumir um drama pesado que vai te deixar mal, mas que você gostou da experiência; ela te divertiu porque tem um bom roteiro ou suas mecânicas são favoráveis.

    Enfim, nós estamos acumulados de jogos para jogarmos e por que é que temos que ficar presos numa experiência enfadonha? Joguem aquilo que lhes agrada, dentro de toda a variedade. E claro, muitas vezes podemos não gostar de algo por não estarmos preparados para o produto. Mas creio que isso seja fácil de se identificar.

    Me digam nos comentários algum jogo que lhe irritou bastante, se mostrou desinteressante, mas que você foi guerreiro e o zerou. Diga também se você joga para se divertir ou fica buscando metas, querendo zerar o máximo de jogos possíveis.

    The Last of Us

    Platform: Playstation 3
    11508 Players
    1152 Check-ins

    64
    • Micro picture
      marlonfonseca · over 1 year ago · 6 pontos

      A galera que me conhece sabe que sou um zerador frenético. Mas a minha meta é me tornar um jogador mais completo a cada dia, com novas experiências e variação de estilo, consoles, sagas. Coisa pessoal mesmo. Mas diversão é e sempre será acima de tudo o principal e não me canso de falar isso. Quando vejo que estou extrapolando dos limites eu paro e puxo o freio de mão. Não vejo problema algum em abandonar um jogo por não gostar dele mas ainda não tive a serenidade e maturidade de fazê-lo quando simplesmente por algum motivo não consigo superar um desafio. Fica uma sensação de "derrota" que a vida real já me proporcionou muito e não gosto de experimentar nos jogos (isso até está para virar uma postagem mas numa pegada bem humorada em breve). Mas a parada aqui ainda é pessoal também. Mas cada um experimenta o hobby da forma que melhor se enquadra no seu estilo: há o zerador, o platinador/conquistador, o compleicionalista, o casual, etc. Todos são plenamente aceitáveis e nenhum é superior ao outro. A única regra possível é o de tornar os jogos um hobby saudável e divertido.

    • Micro picture
      bohmgahrem · over 1 year ago · 4 pontos

      se eu for fazer uma lista de jogos que abandonei

      pegando o mais recente, Mafia 3..significa que seja por qual experiência o jogo quer passar, ela se tornou linear. um jogo é divertido porque você está aprendendo, você aprende encontrando padrões, se você entende que tudo que há para aprender já foi aprendido, o jogo acabou, por isso jogos de luta perduram tanto, por isso esse novo zelda é um modelo a ser seguido, uma verdadeira aula de design, fazendo a industria entender a real diferença entre puzzle e problema.

    • Micro picture
      annalynn · over 1 year ago · 4 pontos

      De um modo geral sempre prefiro finalizar os jogos q eu começo tb, assim como conseguir as conquistas que muitos tem, pois isso me dá a sensação de q estou aproveitando o jogo ao máximo, fazendo tudo q ele pode me proporcionar. Mas de uns tempos pra cá passei a deixar de jogar algum jogo justamente quando ele me causa mais frustração do q diversão. Não me sinto mal com isso, muito pelo contrário, assim posso dedicar meu tempo a jogos q me deixam mais feliz.
      Bom, o único jogo q me ocorre agora q me irritou mas que mesmo assim finalizei é o Schein, um jogo de plataforma com uma ideia até q boa, mas q acabou me deixando de saco cheio, não via a hora de terminar :p

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2017-11-13 14:46:52 -0200 Thumb picture

    EVIL CHECK IN (SHARE)

    No CAP.3 do excelente game THE EVIL WITHIN 2 somos apresentados à uma extensa e arrepiante área para explorar... Explore bem pois é nela que encontramos o "SNIPER" (fuzil).

    Os inimigos não estão para brincadeira então todo cuidado é pouco!

    Eu em particular os acho "uns fofos". Essa lindinha ae deu até pena de matar...

    Independente de estar num ambiente aberto ou...

    ... ou num ambiente fechado, o game consegue assustar / passar apreensão.

    Por isso aconselho pegar a HABILIDADE DE "QUEBRAR GARRAFA" o quanto antes, ou seja, caso um inimigo lhe agarrar... automaticamente você utilizará garrafas de seu inventário diretamente na cabeça do desgraçado, evitando o ataque do inimigo.

    Para "upar", basta pegar a "meleca verde" (gel verde) que os inimigos deixam no chão assim que morrem.

    Um dos meus mais fiéis parceiros por toda a jogatina foi o "CROSSBOW" (besta / arco). Podemos utilizar VIROTES DE CHOQUE, FUMAÇA, EXPLOSIVOS, GELO, ARPÃO. Todos sendo "upados" também receberão melhorias significativas...

    Fique atento aos ambientes. Um hidrante pode ser aberto, liberando água, permitindo táticas para atrair os inimigos e eletrocutá-los todos ali...juntinhos, com seu VIROTE DE CHOQUE.

    Se bem que um simples arpão na cabeça de um desses... faz uma cena linda demais de se ver (sangue jorrando para todo lado)! Se upado ao máximo, faz o inimigo ficar em chamas também!

    THE EVIL WITHIN 2 é uma agradável surpresa onde sua sequência eleva ao máximo várias características de seu antecessor. Gráficos receberam melhorias significativas, design dos inimigos e personagens estão mais caprichados, o áudio está impecável inserido numa excelente atmosfera de terror sem ação. O gameplay segue fluído e os sustos são garantidos. ALTAMENTE RECOMENDÁVEL.

    The Evil Within

    Platform: Playstation 4
    734 Players
    115 Check-ins

    43
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2017-11-09 11:34:26 -0200 Thumb picture

    CHECK IN (SHARE)

    "WELCOME TO UNION"... isso me fez lembrar um ooooutro game!

    Tá ae as "BOAS VINDAS"...

    É um mais bonito que o outro.  O nível de detalhes nos inimigos e personagens estão excelentes em THE EVIL WITHIN 2...                                   

    O jeito é SE ESCONDER. Ao contrário do primeiro game (onde nos escondíamos debaixo da cama ou dentro dos armários) aqui a restrição é parecida com ASSASSINS CREED ("tudo na moita")

    Jogar e matar em STEALTH será sua grande aliada na primeira jogatina. Finalmente encontro meu primeiro REFÚGIO (local para respirar, tomar um café, gravar e se preparar para o mundo lá fora...)

    É sério mesmo... recupera - se energia tomando café. No capítulo 03 (nossa primeira apresentação à um mundo mais aberto) devo ter tomado + 50 xícaras... kkkkkk

    Não tô dizendo que parece aquele ooooooutro game?

    "FORGIVE ME FATHER, FOR I HAVE SINNED".

    TATIANA GUTIERREZ está de volta. Apesar de nunca ter aparecido no mundo real, presume-se que ela foi enfermeira do MENTAL BEACON HOSPITAL e também colocada na STEM. Percebe-se uma clássica homenagem à LISA GARLAND, de SILENT HILL. Eu arrisco que escutaremos muito dela em futuros games...

    Com essa gatinha... até que não é tão ruim sentar nessa célebre cadeira (utilizada para conversar com TATIANA assim como aprimorar suas habilidades)

    THE EVIL WITHIN 2 é uma agradável surpresa onde sua sequência eleva ao máximo várias características de seu antecessor. Gráficos receberam melhorias significativas, design dos inimigos e personagens estão mais caprichados, o áudio está impecável inserido numa excelente atmosfera de terror sem ação. O gameplay segue fluído e os sustos são garantidos. ALTAMENTE RECOMENDÁVEL.

    The Evil Within 2

    Platform: Playstation 4
    204 Players
    69 Check-ins

    36
    • Micro picture
      chimianopao · almost 2 years ago · 3 pontos

      Porra, até a cratera colocaram auhhuaauhuha

      2 replies
    • Micro picture
      polarxenon · almost 2 years ago · 3 pontos

      Esse jogo parece bem bom! Vou dar um jeito de jogar até o final do primeiro e quem sabe ano que vem eu pego o segundo!

      7 replies
    • Micro picture
      brunoosilva88 · almost 2 years ago · 3 pontos

      Eu quero esse jogoooooooooooooo

      1 reply

Load more updates

Keep reading → Collapse ←
Loading...