• elanlopes Elan Lopes
    2018-10-04 15:21:23 -0300 Thumb picture

    Tectoy dá outra fora com controle de 6 botões

    Medium 3676542 featured image

    A Tectoy finalmente disponibilizou a venda, em seu site, a versão de seis botões do seu controle para o Mega Drive. Desde o relançamento do console em 2017, para comemorar os 30 anos da empresa, os fãs e retro gamers, pediam encarecidamente que a empresa disponibilizasse a versão de 6 botões para a compra. Os motivos eram simples: 

    1. O Mega Drive relançado só vinha acompanhando de um controle clássico de três botões. Quem quisesse dividir a jogatina com o player 2 tinha que comprar outro desse modelo por R$ 99,00 e ter um segundo controle já sendo o de seis botões seria uma opção bem interessante.

    2. Os interessados em jogar games de luta como Street Fighter e/ou Mortal Kombat ou games com recursos para seis botões como Comix Zone e Batman Forever, ou compravam um controle desse modelo paralelo (chinês) ou procuravam por um antigo em bom estado e desembolsavam uma "graninha" já que controles bons são raros de se encontrar.

    Com o relançamento do controle de seis botões a Tectoy atende essa necessidade que os retro gamers tinham.


    Então por que a "bola fora"?

    Simples, o gamepad que a Tectoy pôs a venda deixou a desejar quanto as expectativas que muitos tinham em alguns quesitos.

    Primeiro a cor. Ao contrário do clássico preto do controle dos anos 90, a Tectoy decidiu fazer um controle branco, segundo eles, para homenagear o Mega Drive III e contrastar com a cor do console. Serio isso? Sim. Se muitos, assim como eu, acham uma das coisas bonitas no Mega Drive a cor preta com detalhes vermelhos, cinza e branco, a Tectoy pelo visto não pensa assim, e acredita que um controle branco, com botões cinza claro e escuro e um cabo preto seja esteticamente bonito. Vale ressaltar também que a logo da fabricante ou da Sega não vem estampado na carcaça, apenas o velho "Start" em um azul (azul??? wtf!). Um horror!

    Segundo o preço. O novo controle está disponível para venda no site da fabricante por salgados R$ 119,90. Pra se ter uma ideia o quanto isso é um valor alto, façamos uma rápida análise: um controle de PS4 original (com fio) custa no mercado hoje R$ 120,00. Já pararam para ver a tecnologia por trás de um controle de PS4? Ele possui leds, uma superfície sensível a toque, botões sensíveis a pressão, uma quantidade maior de botões, direcionais analógicos,  motor de vibração, etc... etc.. etc... O controle da Tectoy tem direcional comum, seis botões além dos botões de Start e botão Mode e deve ser fabricado, se seguir o mesmo padrão dos produtos relançados, com um plástico com qualidade mediana. R$ 119,90 é um preço justo por isso?

    Definitivamente esse novo controle só atenderá aos consumidores com perfil de colecionadores e olhe lá, já que muitos com o perfil de jogadores provavelmente não irão desembolçar este valor apenas para jogar já que podem comprar um paralelo "ching ling" bem mais barato.

    E resumo das "bolas foras" da Tectoy, fica como?

    Vamos lá listá-las apenas para relembrar:

    1. Mega Drive relançado sem saída HDMI, com processador Red Kid emulando o hardware original, com incompatibilidade com alguns jogos e carcaça do console em plástico de qualidade mediana. Tudo isso custando R$ 449,00 (hoje R$ 379,00)... check!

    2. Cartucho da Mônica na Terra dos Monstros relançado em caixa de papelão e custando R$ 129,00 (hoje por R$ 89,00).... check!

    3. Controle de 3 botões vendido a R$ 99,00.... check!

    4. Master System portátil (mesmo da AtGames) com 40 jogos na memória e sem entrada para cartão vendido a (pasmem!!!) R$ 399,00... check!

    5. Master System Plug and Play com 40 jogos na memória e sem entrada para cartão por R$ 199,00 (hoje a R$ 159,90)... check!

    6. Controle seis botões para Mega Drive branco vendido a R$ 119,90.... check!

    Sem contar no fato de terem colocado o Mega Drive de volta no mercado e não lançar cartuchos novos para ele tendo tanto desenvolvedor criando bons jogos novos como Tanglewood, Xenocrisis, Paprium, Kung Fu UFO e outros.... check!!

    É Tectoy... apesar de TUDO isso eu ainda ponho fé em você, mas por favor, me (nos) ajude!

    32
    • Micro picture
      elanlopes · 14 dias atrás · 2 pontos
      1 resposta
    • Micro picture
      artigos · 13 dias atrás · 1 ponto

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      manhundead · 13 dias atrás · 1 ponto

      Não e atoa que pediram concordata em 97, ficou famosa apenas por ter feito uma parceria com a sega, se não teria morrido como tantas outras do gênero e caído no esquecimento, ela e ruim de marketing, ruim de mercado e a unica coisa que mantem ela viva continua sendo o passado dela com o mega drive, Tec Toy pra mim tem o mesmo significado de nomes genéricos e produtos ruins como a Positivo.

      3 respostas
  • onai_onai Cristiano Santos
    2018-09-22 08:20:21 -0300 Thumb picture
    20
    • Micro picture
      gus_sander · 27 dias atrás · 2 pontos

      Nunca tinha visto esse jogo do Chapolin x Drácula antes kkk

      2 respostas
    • Micro picture
      natnitro · 24 dias atrás · 2 pontos

      É só chamar o Alucard... xD

    • Micro picture
      pauloaquino · 26 dias atrás · 1 ponto

      Se aproveitam de minha nobreza.

  • retrogamerf Retro Gamer F
    2017-10-18 15:23:39 -0200 Thumb picture
    <p>Mega Drive Unboxing Especial&nbsp;</p> - Alvanista

    Mega Drive Unboxing Especial 

    0
  • lgd Leandro "Tommy"
    2017-02-18 12:18:58 -0200 Thumb picture
  • 2015-09-19 12:23:11 -0300 Thumb picture

    Tec Toy foi legal, mas nem tanto...

    Apesar de a Tec Toy ter feito um imenso favor em ter representado e distribuído os produtos da SEGA aqui no Brasil, muitos anos depois os colecionadores têm dificuldade de encontrar acessórios(e jogos) que não seja a Tec Toy a fabricante :P

    12
  • 2015-03-20 12:53:01 -0300 Thumb picture

    TEC TOY E A AURORA DOS GAMES BRASILEIROS

    Medium 3027862 featured image

    Hoje em dia, encontrar game com legendas em PT-BR, ou completamente dublados em nossa língua, não é incomum, muito pelo contrário, é uma tendência cada vez maior da indústrias gamer. Hoje o Brasil já tem o reconhecimento da indústria gamer, e games como The Last of Us (PS3, dublado), God of War Ascension (PS3, dublado), Gears of War Judgement (X-Box 360, dublado), Halo 4 (X-Box 360, dublado), são bons exemplos de jogos AAA na língua tupiniquim. Além dos excelentes games genuinamente nacionais, como Aritana e a Pena da Harpia (PC, game brasileiro), e o game que está por vir, e muito aguardado, Toren (PC, produção brasileira).

    Mas na aurora dos games no Brasil, no fim dos anos 80 e durante os anos 90, encontrar games em português era uma tarefa árdua. Os consoles eram caros, e os cartuchos mais ainda. Mas graças a uma parceria entre a Sega e a Tec Toy, os consoles Master System, Gamer Gear e Mega-Drive eram vendidos legitimamente brasileiros! Os consoles eram produzidos na Zona Franca de Manaus (hoje Pólo Industrial de Manaus), e vinham com caixa, manuais, padrões de configuração, tudo brasileiro. Porém, os games eram outra história. Mesmo que a Tec Toy disponibilizasse as caixas e manuais dos cartuchos em português,  principalmente do Master System, os jogos continuavam na língua inglesa. E é aí que entram os famosos “jogos brasileiros”.

    Nessa época, a Tec Toy conseguiu um acordo com algumas empresas, lançando games genuinamente brasileiros, com personagens da nossa cultura, e na nossa língua. Esses jogos, porém, não eram produções originais, e sim os hoje conhecidos hacks, modificações na programação original do game, convertendo-os para a nossa língua. E para quem quiser jogar para conhecer, o Portal Master System traz muitos deles para jogar diretamente no browser. As pérolas mais famosas dessa época, com os links para quem quiser conhecer, são:

    MÔNICA NO CASTELO DO DRAGÃO

    O game é inspirado na franquia de personagens criada por Maurício de Souza, e uma das franquias de personagens mais famosas do Brasil, tendo suas histórias publicadas há várias décadas por aqui, e também com publicações em vários países. Usando como base original o game Wonder Boy in Monster Land, o game apresenta Mônica, que foi até a Terra dos Monstros, derrotar o terrível Dragão, que estava espalhando sujeira e destruição.O game foi um dos maiores sucessos do Master System, tanto que ganhou uma continuação.

    TURMA DA MÔNICA EM O RESGATE  - Jogue aqui

    Segundo game da franquia Mônica para o Master System, também conhecido como Mônica 2. Usou como base o game Wonder Boy III – The Dragon’s Trap, e dessa vez trouxe mais personagens e elementos da franquia que o game anterior. Começando diretamente da última fase de Mônica no Castelo do Dragão, controlamos Mônica na batalha contra o temível Dragão. Porém, após derrotar o Dragão, Mônica é raptada pelo Capitão Feito, e a turma então vem ao resgate. Chico Bento, Bidu, Cebolinha, Magali e Anjinho são os personagens jogáveis, cada um com sua habilidade própria, e acesso a diferentes níveis do cenário. Cascão também aparece, como vendedor nas lojas de equipamentos.

    Curiosidade: a senha 9JC7-YHT-XN5E-HVL é um código oficial da Sega que libera todos os recursos e personagens do game, com todos os itens no máximo. Conheci esse código ligando para o Disk-Ajuda que vinha no manual do jogo quando era criança, e pedi ajuda para passar uma parte. Nunca mais esqueci essa senha! Fica de brinde para quem quiser testar!

    TURMA DA MÔNICA NA TERRA DOS MONSTROS

    Esse é o único game com a turminha no console Mega-Drive. Originalmente baseado em Wonder Boy in Monster World, o game traz de volta Mônica como protagonista. Desta vez a baixinha vai até o Reino da Fantasia visitar seus amigos, porém o reino foi atacado por um terrível exército de monstros, e somente a nossa querida dentuça pode salvar o dia! Outros personagens da turma também marcam presença, como Cebolinha, Anjinho, Bidu e Magali, ajudando de alguma forma com itens ou informações. Curiosamente, é também o único hack ofical brasileiro da Tec Toy para o Mega-Drive (que também conta com um game original brasileiro), enquanto o Master System conta com 8 hacks e 2 games originais (ficou curioso, né?).

    SAPO XULÉ E OS INVASORES DO BREJO  -Jogue aqui

    Esse é o primeiro game do personagem Sapo Xulé, que ficou muito famoso durante os anos 90, principalmente pelo marketing feito na saudosa TV Colosso. Confessa vai, você também via TV Colosso, e também cantava aquela musiquinha do “sapo não lava o pé, não lava porque não quer...”. O game é baseado em Psycho Fox, e na trama Sapo Xulé se junta a seus amigos Tartaruga, Sapo e Porco, para livrar a lagoa que foi poluída por estranhas criaturas. Cada personagem tem leves diferenças na jogabilidade, como saltar mais longe, ser mais veloz ao correr, ou ser mais pesado.

    SAPO XULÉ: S.O.S. LAGOA POLUÍDA - Jogue aqui

    Segundo game do sapo que não lava o pé a estrelar no Master System, e o único game que não é do estilo plataforma a ser hackeado. Usando como base o game Astro Warrior, esse é um game de shooter de navinha, sendo a navinha do próprio Sapo Xulé! Alterando além do personagem principal, mas também os inimigos, o game se mostrou um shooter bem interessante e curioso, vale uma conferida!

    SAPO XULÉ O MESTRE DO KUNG FU - Jogue aqui

    O terceiro e último game do anfíbio para o Master System, e também o último hack produzido pela Tec Toy no Brasil. Usando como base o game Kung Fu Kid, desta vez vemos o Sapo Xulé usando golpes de kung fu, e usando talismãs mágicos (os ofudas) para combater os inimigos. É muito engraçado ver o Sapo Xulé lutando Kung Fu!


    CHAPOLIN X DRÁCULA – UM DUELO ASSUSTADOR

    O sucesso dos personagens criados pelo saudoso Roberto Gomes Bolaños no Brasil foi tão grande, que a Tec Toy não pensou duas vezes, e mandou um game com o mais famoso herói do ator, escritor e diretor por aqui: Chapolin Colorado! Usando como base o game Ghost House, este inusitado crossover nos traz Chapolin Colorado lidando contra fantasmas, múmias, caveiras e vários outros monstros, até chegar ao temível Drácula! O game, porém, não é tão divertido e hilário quanto as aventuras do personagem na TV. Sua jogabilidade dura e dificuldade elevada deixam a experiência bem frustrante algumas vezes.

    GERALDINHO

    O game traz o famoso personagem das tirinhas do Folha de São Paulo, criado pelo cartunista Glauco. Esse confesso nunca ter jogado, e o descobri na pesquisa para o post, mas joguei o game base original que o inspirou, Teddy Boy.

    Estes são os hack oficiais, legitimamente negociados e autorizados, produzidos no Brasil, e a chama inicial para o boom de games na nossa língua nos dias de hoje. Mas além disso, a Tec Toy também inovou com duas produções legítimas e oficiais no Brasil: Castelo Rá-Tim-Bum e Sítio do Pica-Pau Amarelo, ambos para o Master System. Mas disso falarei melhor em outro post.

    Até o próximo!

    o/

    Sapo Xule: O Mestre do Kung Fu

    Plataforma: Master System
    62 Jogadores
    1 Check-in

    82
  • 2015-03-19 00:17:29 -0300 Thumb picture
  • alessandrovelberan Alessandro Velberan
    2014-12-16 13:22:06 -0200 Thumb picture
    <p>Playgame do Gugu Liberato, um programa de qualid - Alvanista

    Playgame do Gugu Liberato, um programa de qualidade duvidosa, mas que a maioria dos moleques que gostavam de games no início da década de 90 adorava.

    Alex Kidd in Miracle World

    Plataforma: Master System
    3118 Jogadores
    48 Check-ins

    9
  • smokingcobra Ricardo Gasparini Lage
    2014-09-10 13:14:16 -0300 Thumb picture
  • 2014-09-07 00:02:25 -0300 Thumb picture

    Bonanza Bros.

    Bonanza Bros. é uma dos poucos jogos originais da Sega que nunca ganharam sequência. Lançado nos fliperamas, o jogo chamou a atenção quando chegou ao Master System, por apresentar uma simulação de gráficos em 3D nunca antes vista no console.

    No controle de dois ladrões, o jogador tinha que se movimentar pelo cenário não apenas para os lados, mas também mudando de planos, usando e abusando dos efeitos gráficos para dar perspectiva. É uma pena que o título não tenha se desenvolvido em série, mas ao menos ganhou diversos relançamentos.

    O jogo também foi chamado de Bonanza Brothers e eu me diverti muito jogando ele e era perfeito para quem estava orfão de jogar o Keystone Keapers do Atari (1983), só que agora nós jogávamos do outro lado da lei.

    Jogo maravilhoso mesmo e com um ótimo Replay, este é Bonanza Bros, jogaço que gastou meus polegares durante um bom tempo.

    Post: @andrefonema

    Bonanza Bros.

    Plataforma: Master System
    101 Jogadores

    26
    • Micro picture
      vieira_san · 4 anos atrás · 0 pontos

      Joguei muito, demais! Tinha uma fase em um Museum da Sega, e outros cenários variados, era também engraçado e com ótima ost. um dos clássicos de minha infância /happytears

    • Micro picture
      ramoncesar_roberto · 4 anos atrás · 0 pontos

      Eu joguei esse jogo MUITO =O

    • Micro picture
      srmarcosx · 4 anos atrás · 0 pontos

      Um dos jogos que fez a compra do Master System valer a pena

Carregar mais postagens

Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...