• anduzerandu Anderson Alves
    2017-12-30 16:08:53 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Overcooked: Special Edition

    Zerado: 29/12/17

    Lembro que ouvia as pessoas falando sobre esse jogo há uns tempos atrás mas só me interessei de verdade quando ele foi anunciado pro Switch. Tanta gente no hype que eu fui dar uma leve olhada nele e acabei comprando no lançamento. afinal, quanto mais party games no console pra jogar em qualquer lugar, melhor.

    Experimentei o multiplayer cooperativo com vários grupos de amigos diferentes e o resultado foi muito melhor do que o imaginado, sendo que apenas uma pessoa ou outra achou a experiência mediana, enquanto a maioria deixou jogos como Mario Kart 8 Deluxe e outros de lado.

    Como eu já disse, Overcooked é um jogo cooperativo voltado para o multiplayer em que controlamos cozinheiros que devem preparar diferentes refeições dentro de um tempo específico.

    Toda a ação exige muito cuidado e atenção, além de estratégia, sobre tudo o que está acontecendo na cozinha, pois cada prato passa por diferentes etapas e descuido pode resultar em panelas queimando, falta de ingredientes, misturas incorretas, falta de louça limpa e por aí vai.

    Para exemplificar melhor o funcionamento do jogo, vamos usar a imagem abaixo, referente ao primeiro estágio.

    O cozinheiro de cima, de vermelho, está posicionado próximo ao ponto 1, que são as caixas com ingredientes. Nessa fase, nós temos que fazer apenas sopa de cebola, então é mais tranquilo. O papel desse jogador é pegar a cebola, mas o próximo passo para fazer a refeição é cortar o ingrediente, no ponto 2.

    Como esses pontos estão distantes e cortar leva cerca de 3 segundos, seria melhor que esse personagem apenas coletasse o ingrediente e colocasse em cima do balcão, onde a personagem de verde apenas os coletaria, cortaria e os devolveria para cima desse mesmo balcão. Isso é importante porque a próxima etapa é colocar 3 cebolas cortadas em uma panela (ponto 3) e esperar que a barra carregue, indicando que a sopa está pronta. Como o ponto 3 está próximo ao ponto 1, podemos deixar o personagem de vermelho tomar conta das duas tarefas, ou mesmo deixar que um terceiro personagem fique de olho no fogão com o intuito de impedir que a comida passe do ponto e queime.

    Coma  sopa pronta, é só despejar num prato limpo e entregar na esteira (ponto 4). Talvez a personagem de verde consiga fazer isso enquanto já tem muita cebola cortada e a única panela já está ocupada fazendo a refeição. Mas aí devemos também manter o foco ao lado da esteira, onde depois de um tempo que a refeição for entregue, o prato sujo aparecerá, e alguém deverá coletá-lo e lavá-lo no ponto 5, a pia (cada prato leva cerca de 5 segundos para ser lavado). TODOS os pratos devem ser entregues em pratos.

    A ideia do jogo é demais, né? É muito melhor do que parece e vai fazer você e seus amigos conversarem e gritarem como loucos numa cozinha de um restaurante de verdade!

    E quando você acha que é tranquilo, os estágios seguintes começam a trazer receitas mais complicadas e específicas, como hambúrgueres, que as vezes são completos com carne, alface e tomate num pão, as vezes sem o tomate e as vezes só pão e carne.

    Mas o maior desafio do jogo está definitivamente nos estágios em si, pois tem de toda maluquice possível, como uma cozinha num navio que fica mudando a posição dos balcões conforme ele bate nas ondas, uma outra no meio da rua que pedestres ficam passando pelo meio do seu trabalho, uma em que ratos roubam ingredientes parados nos balcões e até mesmo uma dividida em cima de dois carros, que você deverá esperar que se aproximem de tempos e tempos para poder terminar ou entregar os pedidos. Cuidado para não cair e ter que esperar 5 segundos para o respawn! Faz bastante diferença!

    Outra coisa que você pode imaginar é que quanto mais gente, mas fácil fica, mas na minha experiência foi justamente o contrario. Primeiro porque quanto mais gente, maior é a quantidade de pedidos a ser entregue. E a diferença é grande!

    Segundo que, a menos que todos joguem bem, você só vai se estressar mais e a bagunça de tanta gente na tela vai fazer todo mundo se confundir cometer erros brutais, incluindo mais de uma pessoa fazendo alguma coisa enquanto as panelas estão queimando.

    Pra ser sincero, achei que o jogo é perfeito para duas pessoas, isso para quem quiser fazer as 3 estrelas em cada fase. Com o número máximo, 4, o jogo vira uma bagunça, mas é perfeito para rir com as companhias, mas não muito bom para quem quiser a pontuação perfeita em cada estágio.

    Overcooked ainda permite que você jogue sozinho, alternando com o apertar de um botão entre dois personagens, mas eu achei bem ruim. Definitivamente é um jogo multiplayer.

    Achei muito interessante que exista um plot para a aventura, mesmo sendo fraco, e que vai sendo contado conforme avançamos na campanha, culminando num chefe final muito bacana, o mesmo que serve como tutorial (não é spoiler).

    São 6 mundos e cada um conta com cerca de 4 fases (as vezes mais), mas a jogatina dura bastante. Eu mesmo fiquei uns meses apenas nos dois primeiros mundos, jogando e rejogando as fases com pessoas diferentes. Recentemente que decidi ir até o final com um amigo (até deixamos outros amigos apenas assistindo para não atrapalhar) e a campanha rolou bem naturalmente e com um bom nível de desafio e curva de dificuldade.

    Mesmo tendo zerado, me vejo jogando Overcooked pra sempre e com diversas pessoas. E se você pensar que ainda existem outros modos de jogo, como o competitivo e DLC que nem acessei ainda...

    Resumindo: eu achei que Overcooked: Special Edition seria um jogo bom, mas ele me surpreendeu e surpreendeu a muita gente no meu círculo social de uma forma que eu não via há bastante tempo. Vou dizer que nenhum outro video game ou board game meu conquistou tanto as pessoas no quesito multiplayer e esse foi um dos dinheiros mais bem gastos no Switch até o momento (e não foi barato).

    De bom: colorido, bonito e carismático, de agradar fácil com sua simplicidade. Jogabilidade muito simples, bacana para qualquer um jogar. Estágios muito criativos e que combinam muito bem com as receitas e como fazê-las. Um ótimo jogo de comunicação que funciona muito melhor no local do que num online. Excelente nível de replay, tanto para tentar novamente aquela fase difícil quanto para não tem muito party game. Dá pra zerar fácil, mas fazer 3 estrelas em tudo exige um nível maior de dedicação, mas nada injusto também.

    De ruim: o jogo parece meio quebrado com suas mecânicas as vezes, como quando miramos em algo mas o personagem insiste em pegar o item ao lado, como se houvesse uma demora para ele identificar onde a sua face está mirando. Mesma coisa de vez em quando quando apertamos para pegar algo e o jogo parece não reconhecer que o botão foi apertado. Felizmente esses problemas não são constantes, mas podem atrapalhar quando você mais precisa. Achei ele meio ruim para se jogar no modo portátil do Switch (pelo menos de 3+ pessoas).

    No geral, amei o jogo. Zeraria de novo, inclusive e já até cogito pegar no PS4 (mas vou me segurar para não o fazer). Recomendo demais, ainda mais se você tem amigos que gostam de uma jogatina multiplayer de sofá, sem dúvida. Jogão!

    Overcooked: Special Edition

    Plataforma: Nintendo Switch
    42 Jogadores
    6 Check-ins

    19
  • 2017-07-25 13:23:48 -0300 Thumb picture
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2016-07-04 19:07:11 -0300 Thumb picture

    YOOKA LYLLE

    Nos anos 80 os games de plataforma tiveram seu início, sendo popularizado nos anos 90. Porém de 2000 em diante houve um certo "esquecimento" desse gênero se comparado ás décadas anteriores onde 1/4 dos games eram do gênero plataforma. Sente saudades de bons games como MARIO 64, SPYRO, BANJO KAZOOIE, GEX, CROC, os games DISNEY, dentre outros? Então fique de olho em...

    Ficou curioso? Veja mais detalhes do game:

    PREVISÃO DE LANÇAMENTO:  MARÇO 2017

    Banjo-Kazooie

    Plataforma: N64
    4235 Jogadores
    98 Check-ins

    9
    • Micro picture
      marlonildo · mais de 2 anos atrás · 3 pontos

      Impossível não lembrar de Banjo-Kazooie XD

      1 resposta
    • Micro picture
      d2dgameplay · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      é muito a cara do Banjo e Kazooie esse jogo, até as letras no nome do jogo são iguais, pensei que esse jogo fosse da Rare

      2 respostas

Carregar mais postagens

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...