• danilodlaker Danilo Rodrigues
    2019-11-15 12:15:04 -0200 Thumb picture

    O melhor jogo do mês de NOVEMBRO!

    A lore do universo de Star Wars aqui está sendo usada absurdamente e de uma forma incrível apresentando diversos personagens novos e o começo do Império. É interessante poder ver como o Império se comportava enquanto ainda buscava por Jedis que estavam se escondendo.

    O combate é estilo Souls Like, o que é muito bom, porém o jogo não tem o mesmo estilo que esses jogos, você pode cair tranquilamente ou morrer que você não irá perder sua experiência ou pontos de habilidade. Pontos de habilidades servem para progredir sua árvore de habilidade que tem que ser bem escolhido, porque pelo que parece não tem volta.

    Curiosidades até então, alterar a luz do seu sabre também altera a luzinha do seu controle e isso é bem daora ahsuhaush, da pra utilizar o sabre de luz como uma lanterna e os gráficos estão incrivelmente foda! Até o momento o jogo está com nota 90 no Metacritic na versão de PC!

    E é muito bom ouvir "Que a força esteja com você".

    Star Wars Jedi: Fallen Order

    Platform: Playstation 4
    9 Players
    2 Check-ins

    19
    • Micro picture
      mateusfv · 5 days ago · 1 ponto

      Esse jogo é a única coisa de Star Wars pós disney que to me empolgado pra ver kkk, já que o resto foi só decisão trash

      2 replies
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-11-07 20:42:51 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Star Wars Battlefront II

    Zerado dia 07/11/19

    Cara, eu amo Star Wars (apesar de não ser tão fã assim da nova trilogia) e é sempre um grande trabalho jogar todos os jogos da franquia que me interessam. São MUITOS. Claro que alguns eu ignoro por falta de interesse e outros não sei se ainda encaro (tipo aqueles de SNES), mas fora isso, cada plataforma tem vários títulos bacanas e quando eu paro pra pensar o que ainda jogarei, acabo lembrando de um bocado!

    Pra quem acompanha video games mais recentemente vê que a franquia está na mão da EA, o que sempre deixa a gente com um pé atrás. O primeiro Battlefront da DICE de 2015, por exemplo, era completamente focado no multiplayer e não tinha um modo história. Eu mesmo o joguei umas vezes e achei legal, mas cadê a campanha?

    O 2 veio recentemente e uma de suas maiores propagandas foi justamente ter um modo single player com enredo, e isso adicionado à ótima experiência multiplayer do 1. Amigos, o 1 ficou completamente obsoleto.

    Eu peguei o jogo no início do ano quando ele e o primeiro versão completa num pacote só estava por uns R$18 na PSN. Inclusive recomendei à outros amigos fãs de SW e que tem o console a fazer o mesmo.

    A verdade é que eu só resolvi o jogar agora porque o danado ocupa mais de 100GB de HD! Esse espaço é muito precioso visto que meu PS4 é de apenas 500GB e os jogos já estavam disputando lugar no console. Além do mais, vi que a sua campanha levava cerca de 6 horas apenas (mas foi menos que isso), o que deu pra fazer em praticamente apenas um dia tranquilamente, sem maratonar.

    Abrindo o jogo você já percebe duas coisas: como ele é bonito e como tem uns loadings bem chatos de tão demorados.

    No menu principal, temos as opções de campanha, multiplayer online, Arcade (fases com desafios personalizados e que você pode misturar tudo) e um menu que eu não entendi muito, mas que dá pra ver todos os muitos personagens inclusos no jogo. Meu deus, como os modelos são bonitos e realistas!

    Obviamente a minha primeira opção foi o modo estória. Nesse modo você joga a estória de Iden Versio, uma piloto de caça do Império que vê os rebeldes como uma ameaça à ordem da galáxia. Eu estava achando bem interessante a ideia de jogar do lado do mal até que logo ela caiu na real e acabou se juntando aos mocinhos.

    Em resumo, o enredo é bem Sessão da Tarde e cheio dos clichês da franquia, sobretudo do Episódio VII.

    Essa campanha se passa do final do Episódio VI, com a caída do Império e demais eventos acontecendo simultaneamente até o Episódio VII. Você vai jogar em Endor e em Jakku, por exemplo.

    São apenas 12 missões (mais 3 extras) que duram entre 20 e 25 minutos e nada é muito original em relação à jogabilidade. Por ser da mesma produtora, não é de se espantar que o jogo seja basicamente um Battlefield com skin de Star Wars. Claro que o realismo, personagens e trilha sonora excelentes da franquia estão aqui juntos à visuais sem igual para proporcionar imersão e uma experiência muito bacana. É Star Wars!

    Por outro lado, os mapas da campanha são meio lineares e os personagens agem como aqueles de Velozes e Furiosos ou Vingadores. Eu não curto muito esse lado Hollywoodiano das coisas hoje em dia. Acho bem enjoativo.

    Existem dois tipos de gameplay: a pé em em naves.

    A parte no chão é bem FPS genérico mesmo, com algumas fases em que você controla personagens conhecidos como e Leia, Hans Solo e até jedis! O jogo permite jogar em primeira ou terceira pessoa, mas jogando com personagens famosos ela sempre trava em terceira pessoa.

    Uma particularidade na partes assim é que a jogabilidade é bem difícil. Todo mundo morre muito fácil, incluindo você. Mas você é apenas um e em certas fases você enfrenta ondas e mais ondas de stormtroopers para então morrer porque alguém apareceu do nada atrás de você e o checkpoint foi lá atrás, te obrigando a matar todos novamente.

    É possível trocar de armas quando você morre e até coletar em racks que raramente aparecem, mas isso nem sempre ajuda. Além disso, tem um menu de equipamento de cartas que modificam suas habilidades, como deixar seu escudo mais forte ou seu HP regenerar mais rápido, mas não estava funcionando comigo (assim que saía do menu, nada estava mais equipado). Acredito ser algum bug, visto que testemunhei vários.

    Para facilitar as coisas, seu HP regenera se ficar um tempo sem tomar dano, porém não existe botão para se esconder atrás das coisas e atirar (cover), então o que resta é se abaixar e correr para atrás da parede quando em uma situação de emergência, mas geralmente nem dá tempo.

    Em situações de corredor e com muitos inimigos, eu me perguntava o que fazer e só aceitava a morte quando não saia dando mil headshots rápidos.

    Já nas partes que você controla veículos, o jogo é bem fácil e geralmente eu só morria de burrice por me jogar numa nave ou coisa do tipo. Nesse modo é tudo muito bonito e fluído também, mesmo com muitas naves no espaço, porém achei a jogabilidade simples e boba. Bom, acredito que a magia esteja mesmo no modo multiplayer online.

    Não vou mentir que a liberdade de voar por aí e o combate aéreo, apesar dos apesares, me satisfez de qualquer forma.

    Resumindo: Star Wars Battlefront II é um jogo legal e até bem completo e que valeu muito bem o pouco que gastei nele. Esperava uma campanha bem mais superficial e que servisse como desculpa de tutorial, mas ela é bem feita e divertida, a ponto de eu ter jogado também a missões extras de campanha "Ressurreição". Imagino que jogar com amigos deve ser muito bacana.

    De bom: visual lindo e realista, a ponto que o jogo rodando em sua engine é mais bonito que suas próprias CGs. Muitos personagens, naves e variações em geral de gameplay. Personagens carismáticos.  Bons controles. Campanha divertida e de bom tamanho. Armas de laser não tem a preocupação com munição! Completamente em português. Opção 2 player com tela dividida no modo Arcade!

    De ruim: dificuldade meio esquisita e até meio injusta de vez em quando. Bugs, muitos bugs. Enredo poderia ser mais original. Loadings longos. Algumas partes eu morria bem rápido e não sabia como proceder, como numa parte que minha nave entra num hangar e eu tenho que destruir tudo mas mesmo matando a todos, minha nave explodia (eu não a controlo nessa parte, só atiro). Inimigos parecem spawnar do nada. Acredito que os dubladores não sejam os originais pois a voz do Han Solo era bizarra! O jogo vai a 1 ou 2 fps em certas partes, tipo início de algumas cutscenes ou fases.

    No geral, curti o jogo e por um precinho pequeno assim, eu recomendo demais! A campanha é maneira, o online deve ser super divertido e dá pra jogar de dois local! Se você gosta de Halo ou dos Battlefronts antigos, pode ir, só não pague muito ou espere uma promoção dessas!

    Star Wars Battlefront II (2017)

    Platform: PC
    27 Players
    2 Check-ins

    11
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-11-02 22:40:42 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Star Wars: Battle for Naboo

    Zerado dia 02/11/19

    Ta aí um jogo da minha infância daqueles que você via em todo lugar e ficava louco pra ver de qual era. No meu caso provavelmente era um bocado de propaganda da época de seu lançamento, lá em 2000 quando eu tinha apenas 10 anos.

    Foi pouco depois disso que eu ganhei meu Nintendo 64, acredito que lá pra 2003 ou 2004 e peguei uns jogos emprestados com um amigo da escola. Foi graças a ele que joguei Shadow Man e o meu tão amado  Star Wars: Rogue Squadron. Que saudade daquela época!

    Rogue Squadron definitivamente foi um jogo importante pra mim. Primeiro que foi uma época que todo mundo estava assistindo e reassistindo filmes da saga, comprando LEGOs da saga e amando a saga. Segundo que esse jogo me rendeu muitas horas de gameplay e me fez o respeitar cada vez mais, assim como a sua desenvolvedora, a Factor 5.

    Com o passar dos anos, eu fui ficando louco pra ter a chance de jogar outros títulos dos mesmos criadores, como as suas sequência no até então tão distante Gamecube e o tal de Battle for Naboo.

    Há um tempo atrás, descobri que BfN havia sido lançado também para PC, o que muito me interessou, já que N64 é basicamente um console que só dá pra emular tranquilo no computador e eu não curto muito fazer isso no notebook. Cheguei a baixar o jogo, segui uns tutoriais pra fazê-lo rodar em máquinas novas e até cheguei a jogar um tiquinho, mas deixei aqui pra depois. Bom, quem me acompanha sabe que estou numa neura bizarra de tudo que joguei sequer 5 minutinhos, e foi o caso aqui.

    Infelizmente os problemas vieram rapidamente, como em todo jogo antigo de PC: meu console era reconhecido mas alguns botões dentro da missão não. Troquei o controle e nenhum botão era reconhecido na missão (nos menus é tudo perfeito). Fiz de tudo, procurei patches e nada. Resolvi desinstalar o jogo e tentar do zero, mas não tava dando mais certo. Passei pra emulação da versão de N64 e estava impossível de jogar em qualquer emulador por um motivo ou outro. Fui emular no celular mas com os gráficos normais tava horrível e com os pacotes de textura tava lindo, mas as vezes bugava os visuais e ficava injogável. Que jogo amaldiçoado!

    Voltei pro PC hoje de manhã, com uma versão diferente do jogo, fiz toda a palhaçada necessária e finalmente rodou, inclusive com controles.

    Agora jogando BfN seriamente e o conhecendo, a minha primeira impressão é que o jogo é uma grande INVOLUÇÃO em relação ao Rogue Squadron, de dois anos antes (1998). Inclusive eu jurava que esse aqui que tinha saído antes!

    As missões são incrivelmente curtas e em cenários super simples, como nas montanhas e valeis quase sempre. Achar vida no mapa ou prédios é uma coisa super rara e tudo é muito vazio. Acredito que ter que lidar com conteúdo da época apenas do Episódio I limitou um bocado a imaginação dos criadores.

    Além do mais, a variedade de veículos é incrivelmente pequena e a grande maioria das 15 missões é baseada em veículos que voam baixo (speeders). Fases que te dão a liberdade de voar e sair atirando em naves infelizmente não são o foco e quando acontecem, a nava escolhida é sempre a Naboo Starfighter ou uma variação ou outra da mesma.

    As fases em si lembram bastante àquelas do Rogue Squadron e um ou outra até dão um certo sentimento de Star Fox, só que tudo em pequena escala. Tipo, como se fossem problemas locais como ajudar naves a chegar em algum lugar ou adentrar uma prisão e destruir umas coisas pra uns prisioneiros fugirem.

    Você vai se espantar em como algumas dessas fases e desafios podem ser rápido! As vezes você só tem que destruir umas torres de vigia e pronto, é isso (apesar de existirem algumas poucas que são mais do tamanho que deveriam ser).

    O fato é que em entre 2 e 3 horas eu já havia terminado a campanha sem muito esforço e com um bocado de medalhas de prata nas fases. Há porém, um motivo pra continuar jogando, sobretudo se você não tivesse mais o que fazer, como conseguir medalhas melhores nas fases e ganhar upgrades, como escudos mais resistentes, lasers mais fortes e mísseis que perseguem seus inimigos. Há também códigos pra desbloquear essas coisas instantaneamente.

    Resumindo: Star Wars: Battle for Naboo é um jogo maneiro de missões de nave. Destrua, proteja, resista. Há um charme pra quem viveu a época das Sequels do Star Wars que nem os filmes conseguem ter e chega a ser divertido pra quem, assim como eu, curtia Rogue Squadron. Entretanto, existem muitos jogos melhores e mais importantes da franquia e que não precisam de trabalho extra para funcionarem e que tem estórias mais interessantes e que duram mais tempo.

    De bom: o feeling de jogar os Star Wars da época. Algumas fases são bem legais, mas nada épico. Jogabilidade tranquila. Desbloqueáveis e motivos para repetir as missões (coisa mais pra época mesmo).

    De ruim: cenários muito simples e sem identidade. Poucas naves, ainda mais comparado com a grande gama de veículos de Rogue Squadron. Algumas missões não são claras com seus objetivos ou ficam me mandando pra lugares inúteis no mapa. Muitas fases no chão e em corredores lineares. Jogo indisponível em qualquer plataforma atual e muito chato de fazer rodar. Bem menos conteúdo e um completo regresso em relação à jogos anteriores da desenvolvedora.

    No geral, fico feliz de a experiência não ter durado mais e não achei que perdi meu tempo. Um desejo de anos e uma pendência de um certo tempo. O jogo NÃO é ruim, mas não é bem pra ser jogado hoje em dia (a menos que você curta coisas da época). Minha recomendação vai apenas pra quem curte jogos da Factor 5, mas ainda assim, passável.

    Star Wars: Battle for Naboo

    Platform: PC
    22 Players

    21
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2019-10-29 14:48:35 -0200 Thumb picture
    Post by luchta: <p>É oficial, EA e volta a <strong>Steam</strong> c

    É oficial, EA e volta a Steam com seus jogos novos e EA Acess.

    19
    • Micro picture
      _gustavo · 22 days ago · 1 ponto

      Só esqueceram de avisar pra EA que jogo de R$ 240,00 nem precisava ter voltado kkkkkk

    • Micro picture
      tassio · 22 days ago · 1 ponto

      Adicionar vários FIFA's na lista de desejos!!!

    • Micro picture
      tecnologgamer · 22 days ago · 1 ponto

      Foda-se, eu quero poder transferir meus jogos da Origin pra Steam.

      1 reply
  • onai_onai Cristiano Santos
    2019-07-21 18:04:25 -0300 Thumb picture

    Star Wars Rebellion

    Prometi a mim mesmo que não compraria mais nenhum jogo de tabuleiro esse ano após ter comprado três expansões do jogo Eldritch Horror, mas quando vi esse jogo na loja não resisti. Pensei duas vezes e acabei comprando. Aqui nesse vídeo do Jack Explicado podemos ter uma visão geral sobre o jogo...

    Star Wars

    Platform: Master System
    71 Players
    1 Check-in

    12
    • Micro picture
      vinicios_santana · 4 months ago · 3 pontos

      Bem vindo ao clube rs.

      1 reply
    • Micro picture
      mandaloriano_95 · 4 months ago · 3 pontos

      Eu tô pra comprar algum jogo de tabuleiro novo também, e embora eu até tenha dado uma olhada nesse, acho que vou pegar Scythe.

      1 reply
    • Micro picture
      seufi · 4 months ago · 2 pontos

      Esse aí e o dominante species são dois sonhos... Que à parte dinheiro, não tenho grupo... Ainda estou nas expansões do legendary... Tenso!

  • 2019-07-02 18:59:08 -0300 Thumb picture

    STAGE 23 - Desejos pós-E3 2019 // .DLC

    Medium 645726 3309110367

    Em um especial de três partes o DaiBokém! traz 50 jogos que merecem a nossa atenção, ou exemplos de que antes da próxima geração chegar ainda temos muito o que jogar!

    https://daibokem.blogspot.com/2019/07/desejos-pos-e3-2019.html

    [@jvhazuki]

    Star Wars Battlefront II

    Platform: Playstation 4
    135 Players
    37 Check-ins

    5
  • pauloaquino Paulo Aquino
    2019-05-04 15:04:34 -0300 Thumb picture
    pauloaquino checked-in to:
    Post by pauloaquino: <p>Hoje é o dia Star Wars!</p><p>#img#[634613]</p><
    LEGO Star Wars II: The Original Trilogy

    Platform: Gameboy Advance
    68 Players
    8 Check-ins

    Hoje é o dia Star Wars!

    Eu não podia ficar de fora, né?!

    6
  • gusgeek Gustavo Francescheto
    2019-05-04 11:32:08 -0300 Thumb picture
  • gusgeek Gustavo Francescheto
    2019-05-04 11:31:30 -0300 Thumb picture
  • salvianosilva Salviano Silva
    2019-04-24 21:30:11 -0300 Thumb picture
    salvianosilva checked-in to:
    Post by salvianosilva: <p>Eu tinha iniciado esse jogo em 2016 e dei uma lo
    STAR WARS™: The Force Unleashed™

    Platform: PC
    15 Players
    5 Check-ins

    Eu tinha iniciado esse jogo em 2016 e dei uma longa pausa nele, só vim jogar ele nesses dias e finalmente zerei.

    É um jogo bom, o porém é que possui alguns bugs chatos, teve um que me colocou na batalha contra um Jedi de uma hora pra outra, não teve nem cutscene. Outras coisas chatas são alguns inimigos quase invenciveis e o personagem principal ser um papel as vezes, quando vc leva um tiro o boneco voa la pra casa da mãe Joana e isso irritava demais.

    Por outro lado, achei massa o Darth Vader ter tido um aprendiz, e o final foi bem maneiro. Vamos ver se consigo jogar o Force Unleashed 2. Nota: 7/10

    23
    • Micro picture
      fredson · 7 months ago · 2 pontos

      Esse é o melhor jogo de Star Wars pra mim, tanto pela história quanto pelas épicas batalhas contra chefes jedis. A versão do PSP embora tenha um gráfico inferior, é ainda melhor, tem mais habilidades, mais fases e até mesmo um modo versus multiplayer!

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...