• 2019-01-05 11:30:00 -0200 Thumb picture

    De quando a Shin'en chamou minha atenção

    Nano Assault EX (3DS) não é o primeiro jogo do estúdio alemão que me interessa, ou mesmo que joguei, mas queria tirar um momento para contemplar as propriedades da Shin'en Multimedia que já caíram no meu radar.

    IRIDION (GBA), 2001

    NANOSTRAY (NDS), 2005

    NANOSTRAY 2 (NDS), 2008

    JETT ROCKET (Wii), 2010

    FAST RACING LEAGUE (Wii), 2011

    NANO ASSAULT EX (3DS), 2013

    Uma das coisas que gosto de ver nos títulos da Shin'en em plataformas Nintendo é como ela parece explorar as capacidades técnicas de cada console ou portátil, gerando assim jogos à primeira vista bem bonitos. O Jett Rocket por exemplo tem gráficos similares a Super Mario Galaxy, aquele que é uma das amostras mais expressivas do que o Wii era capaz de fazer. Contudo o primeiro jogo deles que terminei foi Nanostray 2, outro exemplo de como eles sabem fazer bons -- e desafiadores -- shmups.

    Nanostray 2

    Plataforma: Nintendo DS
    44 Jogadores

    15
    • Micro picture
      andre_hirosaki · 2 meses atrás · 2 pontos

      caraca, iridion 3d é um jogo q zerei tanto quando era pequeno até enjoar

  • 2019-01-01 19:19:35 -0200 Thumb picture
    <p>Começando os trabalhos de 2019 com mais um shmup - Alvanista

    Medium 607726 3309110367

    Começando os trabalhos de 2019 com mais um shmup da alemã Shin'en. Preciso saciar mais minha sede pelos meus jogos de navinhas, um queridismo desde Astro Warrior do Master System.

    Nano Assault EX

    Plataforma: Nintendo 3DS
    61 Jogadores
    7 Check-ins

    5
  • anduzerandu Anderson Alves
    2018-08-23 18:34:04 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Nano Assault EX

    Zerado dia 23/08/18

    Curto muito os jogos da Shin'en. Joguei bastante Nanostray, FAST, Art of Balance e tenho outros na lista, como os Jett Rocket. Essa dev veio a tona pra mim com o primeiro FAST, já no fim da vida do Wii. O jogo era lindo! A partir daí eu comecei a confiar e me interessar em tudo que veio depois, mas não nego que as expectativas pelos seus títulos dificilmente são correspondidas.

    Ah, quem nunca manteve grande hype por indies pouco populares?

    Nano Assault Ex é um dos jogos dessa dev, basicamente um sucessor espiritual de Nanostray do mesmo gênero, ou seja, um shmup. Eu ouvia falar dele na época que o 3DS quase não tinha jogo e o achava bem abaixo da média no Mercado Livre, junto aos Bust-A-Move, Dead or Alive, Steeldiver e Crush3D da vida. Me seduziam pelo preço baixo e eu chegava a cogitar adquirir, mas sempre chegava à conclusão que não deveria valer a pena.

    Feitiço da Nintendo: te faz pensar em comprar jogos de 60/70 reais por estarem baratos, mas baratos só em relação aos jogos maiores da plataforma.

    Sendo um gênero mais tranquilo pra se jogar pausadamente no trabalho, resolvi dar uma chance pro jogo, que sabia que não era nada demais.

    Em Nano Assault EX (NAE) você controla uma nave microscópica que vaga por células destruindo vírus. Pela temática já dá pra imaginar que a coisa toda tem um aspecto bem psicodélico. Ao invés de cenários épico, espaciais e afins com inimigos monstruosos ou robóticos, nós temos um monte de forma simples, criaturas sem olhos ou dentes e muitas coisas que remetem a melecas de nariz ou amoebas (sim, a massinha colorida).

    Além disso, o jogo não tem auto-scroll e te dá a opção de ir e vir pelas células (fases) como quiser, bem ao estilo de Mario Galaxy. Na verdade, depois de um tempo a impressão que dá é que você move mais a câmera ao redor da fase do que realmente controla a nave, que parece só seguir o seu movimento, sei lá.

    A jogabilidade muda um pouco em alguns estágios: as vezes você tem a câmera em cima do veículo, as vezes ao lado enquanto voa ao redor de um chefe (muitos jogos do Sonic fazem isso, como um cenários circular ao redor de um inimigos e a câmera te segue enquanto você o circula) e até tem partes obviamente inspiradas por Star Fox, com a câmera atrás, mira livre e desviando de pilares e lasers.

    Com exceção desse último, os controles normalmente são basicamente se mover com o analógico e atirar com ABXY. O botão que você segurar faz você atirar naquela direção. Fica óbvia a necessidade de um circle pad pro aqui, mais ou menos como foi em Snake Eater 3D.

    Apesar disso, foi bem tranquilo jogar no meu XL normal.

    Seu objetivo normalmente é derrotar todos os inimigos e é isso. Alguns cenários são tão rápidos que nem dão graça e a monotonia se instaura bem rápido com a falta de carisma de tudo, fases similares e inimigos que pouco mudam.

    Sabe quando você termina uma fase sem a menor compensação, sem o menor prazer e se pergunta o porquê de ainda estar jogando? É por aí.

    NAE incentiva a exploração de seus pequenos mapas com 3 coletáveis em cada. Acredito que eu tenha pegada tudo, mas nem ganhei nada por isso, aparentemente. Deve ter aberto algumas cosias no museu do jogo ou sei lá, mas quem se importa?

    Além disso, o jogo conta com sub-armas que são abertas com o tempo e podem tem maiores utilidades de acordo com a fase, mas acabei usando mais a primeira mesmo.

    Resumindo: Nano Assault EX é um shmup simples e bacaninha, mas dificilmente eu recomendaria o jogo. Ele é curto, repetitivo e nada recompensador. Não é o pior jogo do portátil e infelizmente é dos poucos do gênero, mas tem muita coisa melhor pra gastar seu tempo.

    De bom: visual legal, acima da média pra aquela época, apesar da simplicidade. Efeito 3D bem legal e que ajuda em algumas batalhas tendo maior noção de profundidade, tipo aqueles filmes que esbanjam desse efeito por terem sido os primeiros a o utilizar. Jogabilidade simples. Modos de jogos adicionais fora a campanha, incluindo Arcade com itens exclusivos. As batalhas contra chefes são maneiras.

    De ruim: repetitivo e fácil (já vi gente falando que é difícil, mas NAE tem checkpoint em todo lugar). Meio monótono e monocromático. Atirar com ABXY não é lá tão bacana e preciso. As vezes é confuso o bastante de você morrer e nem saber como.

    No geral, foi bom passar o tempo com ele, principalmente por ele ter facilitado a minha vida com checkpoints (mesmo perdendo todas as vidas) e uma campanha curta. Não me arrependo da experiência, mas o jogo é completamente descartável.

    Nano Assault EX

    Plataforma: Nintendo 3DS
    61 Jogadores
    7 Check-ins

    12
  • anduzerandu Anderson Alves
    2017-11-19 21:56:20 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Fast Racing RMX

    Zerado dia 17/11/17

    Olha, se eu vejo o nome Fast Racing RMX, automaticamente já perco qualquer chance de me interessar pelo jogo. Que nome... tosco! Devem ser as letras que me remetem a BMX ou qualquer coisa desse tipo. Simplesmente não tem como eu me interessar. Maaaaas, quem acompanha de perto o mundo dos videogames, deve ter conhecido Fast, um jogo de corrida de naves bem reminiscente de F-Zero, jogo que muitos gamers rezam por uma sequência desde seu último jogo, no GBA, depois de títulos no N64 e GameCube.

    Fast estreou no fim do ciclo de vida do Wii com o subtítulo Racing League e chegou mostrando do que era capaz, com um visual incrível para um hardware tão fraco, controles simples, alta dificuldade e velocidade e uma mecânica em que você deve alternar a cor de sua nave entre preto e branca para que se beneficie de painéis e rampas da mesma cor.

    Eras depois, Fast Racing NEO é lançado para o Wii U, pela mesma produtora, Shin'en. NEO foi a sequência do jogo de Wii, com visuais ainda mais bonitos e um jogo muito mais moderno. Comprei, joguei e amei o jogo há poucos anos e cheguei a fazer uma crítica dele aqui no Alvanista.

    Por conta desse fato, me perguntei se deveria postar sobre RMX, pois os jogos são basicamente o mesmo (RMX = Remixed), com algumas diferenças, fases novas e copas com os circuitos em ordens diferentes.

    Normalmente eu não posto aqui sobre os títulos que já terminei anteriormente na mesma ou em outra plataforma, mas por esse jogo ter alguma diferença e ser algo de interesse para a grande comunidade Nintendo Switch do momento, achei melhor postar pro caso de tirar dúvidas de alguém (esse é um dos muitos jogos que não estão contando para o meu post de 1000 jogos finalizados).

    Pois bem, há uns meses atrás o Switch tinha poucos jogos e eu, com 4 joy-cons e encontros mensais de portáteis aqui em Brasília e jogatinas com amigos no geral, achei necessário a aquisição de multiplayers, sobretudo os competitivos e/ou com grande replay.

    A propaganda de FR RMX era muito interessante e testei o jogo no videogame de amigos quando eu ainda não o tinha. Que jogo lindo!

    60FPS mesmo com 4 players em altíssima velocidade mesmo no modo portátil (undocked) me convenceu que aquele jogo era completamente novo.

    O fato é que splitscreen dele fora de casa chega a ficar cansativo pelo tamanho que cada tela fica dividida quando jogada com 3 ou 4 jogadores, mas de 2 continua sendo uma ótima ideia (mantenho essa regra para todo jogo que tenha tela dividida em 4 no modo portátil).

    O jogo em si é uma loucura total! Escolhemos as naves com base em seus status e uma das muitas copas, mais do que em NEO, do Wii U. Cada copa contém apenas 3 corridas.

    As pistas e a jogabilidade variam bastante de situação a situação, pois muitos desses circuitos tem armadilhas que vão desde curvas super fechadas a meteoritos caindo na pista, pedras rolando e paredes de gelo difíceis de ver. Morrer aqui é muito comum, mas perder a nave não nos tira da corrida, mas nos faz perder uns segundos até que sela seja "respawnada".

    Não bastasse isso, a alta velocidade dificulta as manobras até aprendermos bem cada fase e os adversários são inteligentes e rápidos e qualquer vacilo pode te fazer perder uma, duas, três posições num piscar de olhos. Literalmente.

    Sabendo que você vai bater e explodir tanto, será melhor investir numa nave com alta aceleração? Ou melhor confiar nas suas habilidades e investir em top speed, já que é comum que os competidores fiquem próximos uns aos outros e te ultrapassem com facilidade? Ou melhor investir nos boosts, mecânica recorrente e fundamental desse jogo?

    Falando sobre isso, esse é um elemento que não sou muito fã nesse jogo. Você tem que soltar turbo toda hora e ficar se preocupando em coletar as esferas brilhosas, dispersas por todo o mapa, para recarregar a sua barra de boost e continuar tentando se distanciar. Ao invés de policiar e usar essa velocidade com estratégia, não a usar vai te deixar pra trás e a sua maior preocupação, fora alguns obstáculos, será ficar de olhos nas esferas e rezar pra outro corredor não pegar logo a sua frente e te deixar sem.

    Outra coisa meio frustrante é que se um competidor usar o turbo e encostar em você, ele faz com que sua nave rode e perca velocidade por um segundo ou dois, o bastante pra tomar alguma distância de você.

    Por outro lado, o jogo é sim muito divertido e cheio de boas qualidade: visual, taxa de frames e até mesmo o desafio é viciante.

    São cerca de 12 copas, totalizando 36 pistas diferentes e tenho que dizer, elas são longas! Em alta velocidade, tem uma boa demora (que obviamente varia de uma a outra) e cada segundo é precioso.

    Além disso, são 15 naves diferentes para se escolher, sendo que você deve desbloquear a grande maioria. É um bom nível de replay.

    Agora some essas coisas ao fato de que são 3 níveis de dificuldade, ou seja, mesmo se você conseguisse ficar no pódio em todas as copas, teria mais de 100 corridas para jogar, e com níveis sempre maiores. E outra, há um modo Hero, do qual você deve chegar obrigatoriamente na primeira posição em cada corrida e tem uma barra de vida, que é a mesma do boost, o Time Attack, para praticar e os modos multiplayer, online e local. Alta velocidade e um bom desafio num jogo lindo são a sua praia? Esqueça F-Zero, Fast Racing RMX é o que você procura!

    Resumindo: Fast Racing RMX é um baita dum jogão competente. Por cerca de R$50, a diversão é garantida para quem gosta do gênero, e a frustração é certa para quem só joga Mario Kart na 50cc. A experiência é muito bonita, fluída e satisfatória, mas vou dizer que o jogo não foi tão bem recebido em alguns grupos de amigos: um por ser mais casual e ter achado o jogo muito extremo e outro por ter jogado o jogo no Wii U ou preferir ficar correndo apenas no Mario Kart 8. De qualquer forma, acredito ser um jogo mais de nicho e quem comprou, é porque teve interesse e nunca vi nenhuma dessas pessoas reclamar.

    De bom: lindo, fluído e com uma trilha sonora que deixa seu coração batendo a mil por hora. Pistas diferentes, com obstáculos originais, backgrounds diferentes e períodos do dia diferentes. Grande quantidade de corredores para se escolher. Vários modos de jogo fazem com que o jogo tenha um ótimo nível de replay, embora eu só tenha jogado online uma vez há meses atrás, quando o comprei. Ótimo nível de dificuldade e que vai além para quem realmente for bom, ou quiser ficar.

    De ruim: quantidade excessiva de boosts no jogo, sendo que as vezes eu só quero pilotar e me esquivar de armadilhas e pegar atalhos difíceis. Pode ser um pouco difícil demais no nível básico para quem não joga videogame e não consegue nem jogar bem no Mario Kart.

    No geral, amei o jogo e não me arrependo da compra, apesar de que eu imaginava que jogaria mais e mais gente teria interesse, e ao invés disso, virou um jogo super casual para situações que já enjoamos de tudo que tem no Switch. Eu vou dizer que é uma boa ideia comprar esse jogo pensando no Single Player ou Online, e nunca pensando em jogar com amigos no sofá.

    Fast Racing RMX

    Plataforma: Nintendo Switch
    40 Jogadores
    17 Check-ins

    13
    • Micro picture
      gustavogodoi · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      Esse jogo seria muito melhor, em minha opinião, se não tivesse essa mecânica de trocar a cor... foi o que fez eu desistir de jogar quando comprei...

      1 resposta
  • anduzerandu Anderson Alves
    2016-03-20 16:23:00 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações - FAST Racing Neo

    Zerado dia 19/03/16

    Não pude fugir desse jogo, ainda mais que ultimamente tenho feito muitas jogatinas com amigos e nesse fim de semana já iríamos jogar Pokkén no Wii U. Quando fui baixá-lo, não me aguentei e acabei comprando FAST Racing Neo (depois de descobrir que rola um multiplayer local de 4 pessoas nota 1000) para juntar a biblioteca cada vez maior para se divertir com a galera no console da Nintendo e no PS4 de um dos meus parceiros.

    FRN é a continuação do jogo FAST Racing League, um jogo baseado em F-Zero e originalmente do Wii, que além de certa forma continuar o legado da famosa franquia de corrida da Big N, ainda fez milagres em relação a gráficos no console, coisa típica da Shin'en.

    Eu até curtia bastante  primeiro jogo, mas acho que ter jogado usando controles de movimento ao jogar apenas com o wiimote em um jogo de tanta velocidade e dificuldade acabou estragando um pouco a experiência pra mim. Já em FR Neo, a coisa já me conquistou de cara, incluindo a velocidade, os gráficos e a minha esperança de que um jogo tão promissor daria certo. BOOM! Surpresa! Ainda melhor do que pensei! Além de tudo o que eu já esperava, jogar com o Gamepad do Wii U ou o Pro Controller e depois de uns tempos curtindo F-Zero X e GX, a experiência foi ótima.

    Infelizmente o multiplayer só disponibiliza uma copa por vez, nos obrigando a jogar o single player antes de devidamente convidar os amigos pra jogatina.

    O single player se baseia em 4 copas e três níveis de dificuldade. Cada copa com quatro pistas, num total de 16 pistas diferentes. Multiplique isso por três para terminar o jogo 100%, porcentagem que é mostrada na tela título. Claro que você vai jogar muito mais que isso, até porquê até pegar o jeito de cada fase, você falha bastante (até dei a sorte de finalizar as três primeiras no normal com troféu de ouro, mas a final, super tensa, acarretou em prata). Não é super difícil no normal, mas também não é fácil, a maioria das corridas acaba razoavelmente acirrada e requer bastante estratégia de pegar as bolinhas de energia e usar sua barra de turbo nas horas certas.

    Aliás, vale a pena mencionar que é um jogo bem estratégico de corrida, que requer controle de curva, esquivar de obstáculos permanentes, como pilastras e aleatórios, como pedras rolando na pista, meteoros caindo ou até mesmo robôs gigantes atravessando o circuito.  Manter o controle da nave é um dos segredos, saber como ela funciona.  Por fim, usar o botão de troca de cor da sua nave, já que em painéis laranjas, você ganha velocidade se estiver laranja, assim como ganha velocidade de estiver azul em painéis azuis. A troca é instantânea com o apertar do botão, mas a velocidade e toda ação requer um rápido raciocínio. Usar esses painéis usando a cor oposta, faz com que a nave caia bastante de velocidade.

    Resumindo: FAST Racing Neo é um dos jogos mais divertidos que já joguei do gênero, muito superior ao seu antecessor e uma alternativa incrível para quem ainda quer um F-Zero. Sem contar que é um dos jogos mais bonitos do Wii U.

    De bom: modo single player bem completo e desafiador, que faz você querer mais e mais. Acabei terminando duas vezes normal porquê realmente vicia. Copas, pistas, níveis e naves a serem desbloqueadas. Multiplayer local de até quatro pessoas e que mantém a qualidade muito boa da campanha principal (quase nenhuma perda visual). Multiplayer online e rankings pra quem quer ir além ou treinar fora do modo de Time Trial. 16 pistas bem diferentes umas das outras, com desafios e temáticas originais, e claro, muito belas, que ainda incluem atalhos e caminhos alternativos. Visualmente perfeito e ainda mantém 60 FPS a todo tempo.

    De ruim: não é exatamente ruim, mas pra algumas pessoas pode ser ruim a relativa dificuldade do jogo, até porquê cair fora da pista e explodir resulta em uma muito provável queda para a última posição. As bolinhas que coletamos para encher para encher o turbo sã consumidas bem rápido, mas pelo menos contribui muito pra estratégia da corrida. Só achei ruim de verdade não ter ao menos pistas abertas de início no modo multijogador além das quatro iniciais. Fui jogar com os amigos e só haviam as quatro (além de três naves, mas isso releva-se). A jogatina foi rapidinha e fomos pro modo de um jogador abrir todas as outras. Uma hora depois, terminamos de abri-las e mudamos de jogo.

    No geral é um jogo excelente de corrida em alta velocidade e na minha opinião, uma das melhores aquisições do gênero em muitos anos, um dos melhores indies que joguei em muito tempo e um jogo que não fica devendo em nada. Super recomendado!

    FAST Racing Neo

    Plataforma: Wii U
    53 Jogadores
    11 Check-ins

    4
  • wiiu Wii U
    2015-06-15 18:56:39 -0300 Thumb picture

    Confira o primeiro trailer de FAST Racing Neo

    "Conforme estava prometendo nos últimos meses, a Shin'en começou a divulgar materiais na E3 sobre FAST Racing Neo (Wii U). Em desenvolvimento há dois anos, o indie promete trazer uma experiência que a Nintendo não está, pelo menos por enquanto, quem sabe, disposta a fazer. O trailer não tem imagens reais de jogo, mas supõe-se que a qualidade seja a mesma, pois o jogo promete rodar a 60fps com 720p. O lançamento do título permanece para este ano."

    Fonte: Nintendo Blast.

    @supermariofan

    FAST Racing Neo

    Plataforma: Wii U
    53 Jogadores
    11 Check-ins

    5
  • wiiu Wii U
    2015-04-19 11:57:12 -0300 Thumb picture

    Shin'en promete mostrar vídeo de FAST Racing Neo no inverno brasileiro

    "O side HDWarriors procurou Manfred Linzner, da Shin'en, para perguntar sobre o estado de FAST Racing Neo e sobre quando veríamos mais do jogo. Ele respondeu:

    "O desenvolvimento está andando tranquilamente. FAST Racing Neo é o maior e mais bonito jogo que já fizemos, e estamos demorando para ter certeza de que é também o melhor. Nesse verão [inverno no Brasil], as pessoas terão visto o jogo em movimento."

    Fonte: Wii U Brasil.

    @supermariofan

    FAST Racing Neo

    Plataforma: Wii U
    53 Jogadores
    11 Check-ins

    1
  • wiiu Wii U
    2014-02-07 21:31:46 -0200 Thumb picture

    Shin'en anuncia Art of Balance para Wii U

    "A Shin'en Multimedia anunciou Art of Balance para Wii U. A nova iteração da série traz todos os níveis inclusos no original e mais:

    -Off-TV play e múltiplos controles suportados, como pela tela do GamePad e Wii Remote.

    -Multiplayer online e local, competitivo ou cooperativo. Até cinco jogadores podem participar de vários modos ao mesmo tempo — um no GamePad, quatro em Wii Remotes — e até dez pessoas podem jogar juntas em dois Wii Us online.

    -Online leaderboards.

    -Visuais HD com novos gráficos, designs e ambientes.

    -Físicas mais precisas, processadas a 240 quadros por segundo (no 3DS eram 30).

    Art of Balance deverá chegar ao eShop do Wii U no segundo trimestre de 2014."

    Fonte: Wii U Brasil.

    4
    • Micro picture
      vitorgamer · 5 anos atrás · 0 pontos

      Deve ficar massa em HD esse jogo :D

    • Micro picture
      afr0circus · 5 anos atrás · 0 pontos

      Se usarem o GamePad pra poder olhar de outros angulos a imagem, eu tiro meu chapéu pra eles =3

  • wiiu Wii U
    2014-01-09 15:28:32 -0200 Thumb picture

    Shin'en divulga algumas informações sobre FAST Racing Neo (Wii U)

    "Em entrevista ao site Nintendo News, a Shin'en comentou um pouco sobre seu futuro título para o Wii U FAST Neo Racing que chega ainda esse ano ao console.

    Os principais pontos destacados sobre o título foram:

    -Haverá suporte para o Wii U Pro Controller, Wii Wheel, Wii Remote + Nunchuk e, claro, o GamePad;

    -O jogo terá diversos modos online;

    -Mais informações sobre esses modos online serão dadas em breve;

    -Martin Schioeler, responsável pela trilha sonora de outros jogos da produtora como Nano Assault Neo (Wii U) e Nano Assault EX (3DS), está compondo a trilha do jogo;

    -No total, há cinco pessoas trabalhando no projeto;

    -Ainda não há previsão da data exata de lançamento mas o desenvolvimento está dentro do programado;

    -E por fim, há a possibilidade do game aparecer em outras plataformas.

    O título será lançado através do eShop e deverá ter uma jogabilidade semelhante a F-Zero herdada de seu antecessor, FAST Racing League, lançado no Wii."

    Fonte: Nintendo Blast (@gameblast)

    4
    • Micro picture
      guguzanini · 5 anos atrás · 0 pontos

      Sacanagem se lançarem para outras plataformas hein...

  • wiiu Wii U
    2014-01-06 10:00:00 -0200 Thumb picture

    Shin'en está trabalhando em novo jogo de Wii U; anúncio em breve

    "A Shin'en Multimedia, desenvolvedora responsável por Nano Assault Neo (Wii U) e que atualmente está desenvolvendo FAST Racing Neo, revelou que está trabalhando em um novo título para o console de mesa da Nintendo.

    Martin Sauter, diretor de arte da Shin'en, escreveu em seu blog que esse novo jogo para Wii U será revelado dentro de algumas semanas e ele não pode dar mais detalhes no momento.

    Além disso, Sauter também comentou sobre FAST Racing Neo. O diretor disse que o novo jogo de corrida futurístico não será um mero port ou remake HD da versão de WiiWare, mas sim um novo produto que promete ser um grandes jogos do eShop do Wii U em 2014.

    Nos resta aguardar mais novidades sobre esses dois jogos em breve."

    Fonte: Nintendo Blast (@gameblast)

    6

Carregar mais postagens

Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...