• 2018-09-11 20:14:48 -0300 Thumb picture

    Sephiroth

    Ops: Esse aqui é uma estátua s2

    Ops 2: hoje edição especial para a mulherada do alva.

    Final Fantasy VII

    Platform: Playstation
    9884 Players
    255 Check-ins

    12
  • sethzer Yago Alexandre dos Reis Barbosa
    2018-02-22 10:01:35 -0300 Thumb picture

    A Verdade sobre Sephiroth! [SPOILER ALERT]

    Quando joguei FF VII eu era bem novo e teve alguns detalhes que sempre passaram despercebidos e eu nem me toquei até o dia de hoje quando estava lendo alguns comentários na internet. E faz muito sentido se formos analisar bem:

    Jenova é uma alienígena (ela chegou em um meteoro criado no último planeta que ela destruiu) e possui habilidades de mudança de forma.

    Muitas vezes ela se transformava nos Cetras para poder assassinar eles com mais facilidade. Até que, em algum momento, Ifalna (que é uma Cetra e mãe biológica da Aeris) diz que "Jenova parecia com nossas mães mortas, nossas irmãs..." E os Cetras a capturou e aprisionou em North Crater para acabar com sua fúria.

    Quando SHINRA a encontrou, ela ainda estava na forma de Cetra (é por isso que ela parece vagamente humana quando Sephiroth a encontra em Nibelheim).

    Por esse motivo, SHINRA confundiu ela com um Cetra. Sephiorth também pensou que Jenova fosse um Cetra (é por isso que Sephiroth pensa que ele é um Cetra, mesmo que Aeris diga que ele não é).
    SHINRA introduziu células de Jenova nos SOLDIERS, pensando que lhes daria poderes dos Cetras.

    Jenova é capaz de controlar telepaticamente criaturas que carregam suas células (e é por isso que ela e Sephiroth podem controlar Cloud como um fantoche). Ao invés de um exército de Cetra, SHINRA acabou criando fantoches que Jenova pudesse controlar.

    Durante todo o jogo, Jenova quer recuperar todas as suas células para que possa se reconstruir ("Reunião"). É por isso que as pessoas com células Jenova são persuadidas/obrigadas a viajar para North Crater. Pois, no momento em que lá chegarem, Jenova os matará e removerá suas células.

    Sephiroth também tem células de Jenova (mais do que qualquer outra pessoa, já que ele foi formado no útero de Lucrecia pelas células Jenova. Ela trabalhou, junto com Professor Hojo, desde o início no projeto Jenova), mas ele é muito forte para ser controlado. Em vez disso, ele aprende como controlar Jenova para fazer dela o fantoche.

    Durante o disco 1 (e o início do disco 2), Cloud persegue Sephiroth à North Crater. Toda vez que ele alcança Sephiroth, ele luta com uma parte de Jenova (Jenova Birth, Life, Death). O homem que Cloud persegue não é o verdadeiro Sephiroth, mas sim Jenova com sua forma alterada para se parecer com Sephiroth.

    O VERDADEIRO SEPHIROTH NUNCA SAIU DE NORTH CRATER DURANTE O JOGO. ELE ESTAVA LÁ, EM UM ESTADO DE COMA CONTROLANDO JENOVA POR TODO ESSE TEMPO. ME SINTO ENGANADO! MAIS DE 10 ANOS ENGANADO POR MINHA PRÓPRIA FALTA DE ATENÇÃO!

    Final Fantasy VII

    Platform: Playstation
    9884 Players
    255 Check-ins

    26
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · almost 2 years ago · 4 pontos

      A verdade verdadeira que ninguém tem coragem de dizer é essa: SEPHIROTH é traveca...

    • Micro picture
      santosmurilo · almost 2 years ago · 3 pontos

      Ótima colocação! Eu mesmo, apesar de ter lido os diálogos no jogo dizendo que Jenova se transformava e outras coisas q vc citou aqui, nunca raciocínio a ponto de pensar q, a representação de Jenova que vemos é, na maior parte, ela se disfarçando de Certa
      Isso explica e amarra bem toda a estória por trás do jogo e da ainda mais crédito ao mesmo.

      Com relação ao Sephiroth, da pra perceber q ele nunca saiu de lá pois, a cada vez q vc o matava, outro aparecia.

      O fim do jogo, na última batalha, onde o Cloud usa o Limit Break, que entendemos isso.

      A influência de Sephiroth, tanto nas pessoas, como no Planeta, fica mais claro através da novela "The Maiden Who Travels the Planet" (A Dama que Vaga pelo Planeta), da qual narra a trajetória de Aertih pelo Lifestream e os danos que o verdadeiro Sephiroth causa ao mesmo, por possuir células Jenova e estar em.contato com o mesmo (Lifestream) devido ao coma.

      Através dos acontecimentos da estória da Aerith no Lifestream que se baseia boa parte do filme Advent Children.

      A estória foi lançada por volta de 2004 e 2005, apenas no Japão.

      Tive acesso à ela através de tradução para inglês e, posteriormente português, feito por fãs.

      Eu tinha ela.imlressa, mas perdi os arquivos tem um bom tempo... Nunca pesquisei, pois ainda me lembro da estória.

      Recomendo pesquisar e ler a estória com mt cuidado, é um ótimo e importante conteúdo para a estória do jogo e do universo de FFVII!

      3 replies
    • Micro picture
      gregalexander00 · almost 2 years ago · 3 pontos

      Acho que lembro dessa mesma postagem la no grupo de Final Fantasy Brasil \o

      7 replies
  • 10controle Cesar Augusto
    2017-08-23 17:08:43 -0300 Thumb picture

    Conhecendo o inimigo - SEPHIROTH

    "Havia um SOLDIER chamado Sephiroth, que era melhor que o resto, mas quando descobriu as terríveis experiências que fizeram com ele, ele começou a odiar Shinra. E, ao longo do tempo, ele começou a odiar tudo."

    -Marlene Wallace, Final Fantasy VII: Advent Children

    Sephiroth foi uma das histórias de sucesso mais louvadas do programa SOLDIER da Shinra Electric Power Company. Um grande guerreiro idolatrado pelo público e pelos soldados de infantaria por sua força e disciplina em combate, os muitos sucessos de Sephiroth no campo de batalha durante os conflitos que cercam a tentativa da Shinra Electric Power Company para a dominação global levaram seu status como um herói de guerra, uma celebridade tanto para a Shinra Military quanto para o programa SOLDIER da empresa.

    "Eu sabia que desde que eu era criança, eu não era como os outros. Eu sabia que a minha era uma existência especial. Mas isso não é o que eu quis dizer!"

    -Sephiroth em Final Fantasy VII

    Sephiroth nasceu do Professor Hojo e Lucrecia Crescent aproximadamente vinte e sete anos antes dos acontecimentos de Final Fantasy VII (data exata de nascimento desconhecida). Hojo e Lucrecia estavam trabalhando como assistentes  do professor Gast, o principal cientista da Shinra Electric Power Company, no Projeto Jenova que estudava os restos de uma entidade extraterrestre conhecida como Jenova. Jenova foi confundida como uma das Cetra, um povo antigo que tinha o poder de "falar com o Planeta". Hojo injetou amostras de células de Jenova na grávida Lucrecia e seu bebê não nascido. A forma fetal do bebê se fundindo com as células Jenova à medida que ele se desenvolvia. Depois que o bebê nasceu, ele foi levado pelos cientistas da Shinra e Lucrecia nunca teve a chance de segurá-lo.

    Sephiroth nunca ganhou a capacidade de falar com o Planeta, pois ele não é um verdadeiro descendente de Cetra, mas a Shinra encontrou outro uso para ele treinou Sephiroth para ser um super soldado. Eles não disseram nada sobre sua verdadeira família, em vez disso, diziam que a sua mãe era "Jenova" e não lhe dizia nada sobre seu pai. Sephiroth sentiu-se diferente de outras crianças, mas não conhecia os experimentos que o criaram. Sephiroth respeitava o Professor Gast, até que ele deixou Shinra, e considera o Professor Hojo um cientista sem comparação.

    Sephiroth juntou-se ao SOLDIER, e durante a Guerra Wutai e foi fundamental para garantir o domínio da Shinra. Ele subiu ao ranking de SOLDIER First Class e era admirado e respeitado como um grande herói de guerra, enquanto em Shinra todos consideravam sua força inigualável, mesmo por outros SOLDIER First Class. Muitos jovens, incluindo Cloud Strife e Genesis Rhapsodos, idolatravam Sephiroth e procuravam se juntar à SOLDIER para se tornarem heróis como ele, tornando Sephiroth útil para Shinra também como uma ferramenta de propaganda.

    Genesis war

    “Se suas palavras ... são mentiras criadas para me enganar ... Ou a verdade ... que eu procurei toda a minha vida ... não faz diferença. Você vai apodrecer."

    - Sephiroth para Gênesis

    Perto do fim da Guerra Wutai, Sephiroth tinha apenas dois amigos íntimos dentro da SOLDIER, Angeal Hewley e Genesis Rhapsodos. Quando Genesis e Sephiroth duelam na realidade virtual Junon, Sephiroth parece ser o mais forte, mas a luta termina inconclusivamente. Angeal pára a luta antes de se machucarem gravemente, embora a pequena ferida que Genesis sofreu não tenha cura. Sephiroth oferece seu sangue para uma transfusão, mas é dito que não é compatível. Pouco antes da guerra de Wutai, Genesis desaparece e é declarado ausente em ação.

    Nos meses após a guerra, o grupo anti-Shinra AVALANCHE intensifica suas ações, atacando Junon. Sephiroth envolve o líder da AVALANCHE, Elfé, que pergunta se ele quer "lutar por um motivo", o que tem um profundo efeito sobre Sephiroth; Os resultados de Sephiroth escolhendo lutar por uma razão ameaçariam um dia a existência do planeta. Enquanto isso descobriu-se que Genesis desertou com um cientista holandês da Shinra, criando um exército usando tecnologia de cópia para enxertar as células de Genesis em outros membros traidores da SOLDIER que se rebelaram contra Shinra. Angeal fica louco dividido entre suas lealdades, e os dois são declarados mortos em ação.

    À medida que Sephiroth participa da Guerra da Insurreição e da gênese da AVALANCHE, suas lealdades e emoções continuavam a ser levadas à turbulência levando-o a recusar missões sobre Genesis e Angeal e, em uma tarefa posterior, ele permite que escapem. Zack Fair, um dos companheiros da SOLDIER First Class de Sephiroth, mata Angeal e, aparentemente, Genesis, mas o último ressurge vários meses depois. Sephiroth participa de uma missão para "resgatar" o professor Hojo que quase desertou com as forças AVALANCHE atacando a sede da Shinra. Em setembro de 0002, Sephiroth diz a Zack que ele está considerando se retirar da Shinra, e sua próxima missão em conjunto provavelmente será sua última.

    Incidente de Nibelheim

    Em 22 de setembro de 0002, Sephiroth chega a Nibelheim para investigar um surto de monstros que se acredita estar conectado a Genesis perto do Reator Mako da cidade. Ele chega com uma pequena comitiva, incluindo Zack e dois soldados de infantaria Shinra, um dos quais é Cloud Strife de dezesseis anos. Na chegada, Sephiroth pergunta a Cloud como ele se sente de volta à sua cidade natal, pois não tem uma. Quando questionado por Zack sobre família, Sephiroth explica que sua mãe, Jenova, morreu durante o parto, mas não chega a mencionar seu pai antes de prosseguir com a missão. Em Crisis Core - Final Fantasy VII -, Zack, suspeita ao saber que Jenova era a mãe de Sephiroth, devido a ter conhecimento sobre Jenova e seu papel na criação de Genesis e Angeal.

    No Mako Reactor Sephiroth encontra várias câmaras pod contendo criaturas monstruosas que costumavam ser humanas, mutadas pela exposição a Mako. Ele encontra uma sala chamada "JENOVA" contendo uma criatura de aparência feminina. Quando Zack sugere uma conexão entre a SOLDIER e as criaturas nos tanques, Sephiroth voa em uma fúria, horrorizado pelo fato de ele ser "diferente" pode ser porque ele foi criado de forma semelhante aos monstros nos pods.

    Crisis Core - Final Fantasy VII - mostra uma versão expandida dos eventos no Incidente de Nibelheim, e Genesis desempenha um papel na incitação da loucura de Sephiroth ao dizer que ele nasceu do Projeto Jenova, e seu objetivo era produzir um "monstro". Sephiroth rejeitou o pedido de Genesis pelas células de Jenova e afirma que o último irá "apodrecer" devido ao horror na descoberta de sua própria concepção.

    Perturbado pela criatura no reator com o mesmo nome de sua "mãe", juntamente com os monstros da humanidade nos pods, Sephiroth retorna para o Shinra Manor que havia sido ocupado por pesquisadores da Shinra e observava as notas de pesquisa na biblioteca do porão se perguntando por que nunca foi dito a verdade de suas origens. Ele acredita que Jenova é um Cetra, e, portanto, ele, como o "filho" de Jenova, é o último sobrevivente de Cetra. Ele cai em loucura e vem a acreditar que a raça humana havia traído Cetra há 2.000 anos, deixando-os sozinhos para defender o planeta de uma calamidade (eventualmente revelada como sendo a própria Jenova) e resolve vingar-se de seus "antepassados".

    No dia primeiro de outubro, Sephiroth destrói Nibelheim, incendiando a cidade e matando muitas pessoas, antes de retornar ao reator para reivindicar os restos de Jenova. Ele é perseguido pelo pai de Tifa, Tifa, Zack e Cloud. No reator, Tifa, uma menina que morava na cidade que havia sido guia do grupo de Sephiroth na montanha, tira a Masamune de Sephiroth do cadáver do pai e o ataca, mas ele a destrói e a corta. Pouco depois de Sephiroth entrar na câmara de Jenova, Zack chega e o ataca.

    Zack luta contra Sephiroth, mas é derrotado e jogado para fora da câmara. Cloud, pega a espada Buster de Zack e corre atrás de Sephiroth. Pego fora de guarda, Sephiroth é empalado por trás através do abdômen. À medida que Cloud cuida de Tifa, Sephiroth corta a cabeça de Jenova. Cloud o ataca novamente, mas Sephiroth o perfura com a Masamune.

    Com muita força da vontade, Cloud tira a espada do peito e a usa como uma alavanca para lançar Sephiroth em uma piscina de Mako abaixo do reator. Sephiroth desaparece com a cabeça de Jenova, aparentemente caindo até sua morte. Em Last Order -Final Fantasy VII - a cena retrata Sephiroth pulando na piscina de Mako de bom grado, tendo notado que ele não conseguiria derrotar Cloud. Após o Incidente de Nibelheim, a Shinra junta os registros de Sephiroth, declarando-o morto em ação e reconstruindo Nibelheim para cobrir o incidente, preenchendo-o com os funcionários da Shinra pagos para atuar como aldeões.

    Sephiroth caiu no Lifestream, sua força de vontade era demais para se permitir consumir. Ao longo dos próximos anos, Sephiroth viaja pelo Lifestream, a energia da vida do planeta e a vida após a morte através de seus espíritos que contém a soma de toda a cognição que seus habitantes já acumularam. Crescendo no poder e no conhecimento, os fragmentos de seu corpo se reúnem na Caverna do Norte dentro da Cratera Norte, juntando-se para recriar a forma física de Sephiroth em um casulo de Mako. O novo objetivo de Sephiroth passou a ser se fundir com o Lifestream e apoderar-se dele para se tornar um deus.

    Embora seu corpo físico esteja enterrado em Mako, Sephiroth pode controlar as células de Jenova como uma extensão de seu corpo. Hojo injetou em Zack, Cloud e os sobreviventes de Nibelheim (exceto Tifa, que foi resgatada por seu mentor Zangan antes que Shinra a encontrasse), as células de Sephiroth, transformando-as em Sephiroth Clones: pessoas cujas vontades foram superadas com a vontade de Sephiroth. Hojo acredita que as células de Jenova dentro de Sephiroth exigiriam uma "reunião" daqueles que compartilhavam suas células, e deseja ver sua teoria testada.

    A reunião

    Durante Final Fantasy VII, aproximadamente cinco anos após a sua suposta morte, em dezembro de 0007, Sephiroth decreta seu plano e levanta o apelo à reunião para convocar os Sephiroth Clones para a Caverna do Norte. Os restos de Jenova, que foram transferidos para a sede da Shinra em Midgar, mudaram de forma para a forma de Sephiroth e ficaram fora de contenção. Jenova / Sephiroth libera Cloud (que escapou de Shinra Manor com Zack, mas esqueceu muitos detalhes sobre isso devido a amnésia) e os membros da segunda reencarnação da AVALANCHE, que estavam sendo presos. Sephiroth mata o presidente da Shinra depois de declarar que Shinra nunca deveria adquirir a lendária Terra Prometida de Cetra. Cloud, vendo a Masamune de Sephiroth deixada na cena da morte do presidente, suspeita que Sephiroth está vivo, e parte com a AVALANCHE para encontrá-lo e resolver o que aconteceu com Nibelheim.

    O grupo encontra Sephiroth no navio de carga para a Costa del Sol, onde ele alude ao encontro e deixa um braço de Jenova para trás que se transforma em Jenova ∙ BIRTH. Ele aparece algum tempo depois no porão de Nibelheim Shinra Manor, onde ele menciona a reunião e pede que Cloud o acompanhe. No Templo dos Antigos, Sephiroth revela toda a extensão de seus planos - o Planeta se baseia no Lifestream para se curar quando ferido, e a Cratera Norte, onde o Lifestream é abundante, é onde Jenova caiu há dois mil anos.

    Meteorfall

    Usando a Black Materia, Sephiroth planeja invocar o Ultimate Destructive Magic-Meteor- para ferir o Planeta e colocar-se no centro da sua zona de impacto à medida que o Lifestream emerge para curar a ferida do Planeta. Sephiroth planeja se fundir com ao Lifestream, tornando-se um deus.

    Cloud adquire a Black Materia primeiro, mas Sephiroth exerce sua influência sobre as células de Jenova no corpo de Cloud e controla-o forçando Cloud a entregar a Materia para Jenova. Aerith Gainsborough, a verdadeira sobrevivente do Cetra e membro do grupo de Cloud, usa a White Materia para convocar Holy, o único poder capaz de conter o Meteor. Durante sua oração para invocar a Magia Branca Suprema, Sephiroth (ou melhor, Jenova transformada em sua imagem) empala ela com sua espada, matando-a. Embora Aerith tivesse invocado Holy com sucesso, Sephiroth o retém de volta no Planeta. Cloud e seus aliados continuam rastreando os restos de Jenova na forma de Sephiroth na Cratera Norte.

    Cloud e sua equipe matam Jenova na forma de Sephiroth e recuperam a Black Materia. Cloud a confia a um membro da equipe para guardá-la enquanto ele e Tifa continuam mais profundamente na cratera e se encontram em uma ilusão de destruição de Nibelheim que Sephiroth conjurou. Sephiroth quer subjugar Cloud, fazendo-o acreditar que ele é apenas um simulacro criado pelo professor Hojo com falsas lembranças. Sephiroth engana Cloud fazendo-o acreditar que ele é um mero conjunto de células Jenova que assumiu a identidade de um menino chamado "Cloud". Tifa tenta dizer a Cloud que Sephiroth está mentindo, mas não pode negar que nunca viu Cloud em Nibelheim durante sua destruição.

    As palavras de Tifa, juntamente com as manipulações de Sephiroth, tomam seu impacto e destroem a mente frágil de Cloud. Sephiroth projeta uma ilusão de Tifa para que os membros da equipe levem a Black Materia a Cloud. Uma vez que Cloud leva de volta a Black Materia, ele entrega o corpo verdadeiro de Sephiroth residindo dentro de um casulo Mako. Sephiroth convoca o Meteor, que desperta o mecanismo de defesa do planeta, as Weapons. As paredes da região se desintegram como as Weapons, monstros colossais surgem e o casulo Mako de Sephiroth cai na cratera. Os aliados de Cloud fogem com Rufus Shinra, o novo presidente da Shinra Company, no dirigível Highwind enquanto Sephiroth ergue uma barreira de energia sobre a cratera para evitar que as Weapons o detectem.

    Sephiroth é mencionado com frequência em Hoshi wo Meguru Otome, como o espírito da falecida Aerith  que observa os efeitos que as ações de Sephiroth estão tendo no Lifestream e no planeta.

    Sephiroth começa a modelar seu corpo em uma forma digna de um deus, aguardando a chegada do Meteor. Cloud recupera-se ao descobrir a verdade sobre o passado. No final de janeiro de 0008, a Shinra dispara o Canhão Mako, conhecido como Sister Ray, na Cratera Norte, atravessando a barreira de Sephiroth e deixando Cloud e seus aliados entrarem na cratera alcançando Sephiroth.

    Eles encontram Sephiroth no núcleo do planeta, bloqueando o Holy. Surgindo de sua larva Bizarro ∙ Sephiroth se forma após a derrota, Sephiroth se transforma em  no angélico Safer ∙ Sephiroth, um ser com sete asas. Cloud e seus aliados destroem Sephiroth, mas sua mente permanece. Puxando Cloud para uma batalha final metafísica, Sephiroth tenta assumir o controle dele, mas as defesas mentais de Cloud cresceram, e ele derrota Sephiroth, que se dissolve no Lifestream, aparentemente destruído. Com Sephiroth caído, o Holy é liberado do núcleo do planeta e Aerith ajuda o Lifestream a emergir e manter o Meteor à distância para que o Holy o destrua.

    Sephiroth é o foco de On the Way to a Smile "Case of the Lifestream - Black", onde ele usa o surgimento do Lifestream para usar o Meteor para infectar o planeta com o Geostigma, dispersando suas memórias entre o Lifestream para espalhar a infecção. Sephiroth evita a dissolução no Lifestream, concentrando-se no seu ódio por Cloud, o que lhe permite manter um sentido central de ser e permanecer separado dos outros espíritos. Com suas memórias periféricas, incluindo as de sua aparência pessoal, despojadas ao longo do tempo, ele usa memórias de como os outros no Lifestream o vêem para criar seus avatares e enviá-los para encontrar os restos de Jenova para formar um corpo verdadeiro para si.

    Crise do Geostigma

    "É bom te ver, Cloud."

    -Sephiroth

    Durante os eventos de Final Fantasy VII: Advent Children em 0009, Sephiroth continua a ser uma força ativa aterrorizando o planeta. O Geosstigma se espalhou por todo o mundo, afligindo muitos com extrema fadiga e feridas cutâneas. A praga é causada pela consciência remanescente de Jenova no Lifestream e afeta principalmente crianças devido ao seu sistema imunológico mais fraco. Cloud também contraiu a doença e experimenta visões de Sephiroth.

    Cloud agora recluso, encontra-se confrontado com um trio de homens de cabelos prateados que são manifestações físicas da vontade de Sephiroth. Os três, Kadaj, Loz e Yazoo, acreditam que são guiados por sua "mãe" Jenova, mas é o próprio Sephiroth que força suas ações. Os três buscam as células de Jenova para se reunirem com ela, sem saber do plano final de Sephiroth de recriar um novo corpo para si mesmo usando os últimos restos de Jenova.

    Quando Kadaj absorve as células de Jenova, Sephiroth exerce seu poder sobre Jenova para mudar o corpo de Kadaj em seu próprio rosto, restaurando-o para a vida. Sephiroth enfrenta Cloud e revela seu plano de manchar o Lifestream com aqueles mortos do Geostigma até o ponto em que ele seja capaz de controlá-lo, e usar o planeta como um meio para viajar e encontrar um novo planeta para ele governar.

    Sephiroth e Cloud lutaram nas ruínas de Midgar que nunca foram reconstruídas depois de serem devastadas pelo Meteor. Sephiroth está em vantagem até que Cloud seja revigorado pelas memórias de seus amigos e familiares e destrua Sephiroth com a Omnislash Versão 5, utilizando suas Fusion Swords para atacá-lo de todas as direções. As palavras finais de Sephiroth são "Eu ... nunca vou ser uma lembrança".

    Sua asa negra se dobra ao redor dele e ele desaparece deixando um Kadaj enfraquecido para morrer e desaparecer no Lifestream, enquanto o espírito de Aerith chama uma chuva para curar o planeta do Geostigma.

    O legado de Sephiroth

    Cronologicamente, Final Fantasy VII: Advent Children é a aparição final de Sephiroth na linha final de Final Fantasy VII, e seu status atual é desconhecido, embora seja provável, dada a sua tenacidade passada, que ele continue a existir no Lifestream.

    Embora o próprio Sephiroth não apareça durante os eventos de Dirge of Cerberus - Final Fantasy VII -, ele é mencionado algumas vezes. A primeira menção é em um flashback com Lucrecia, que, durante a gravidez, experimenta uma visão sobre o que seu filho se tornaria, a visão mostra Sephiroth destruindo Nibelheim. A segunda menção é de Weiss the Immaculate, ao explicar que ele é realmente Hojo possuindo seu corpo. Em outro flashback quando Lucrecia está tentando salvar Vincent Valentine, ela também exige que Hojo devolva seu bebê (Sephiroth).

    Antes de sua loucura, como mostrado em Crisis Core - Final Fantasy VII -, Sephiroth mantém uma atitude profissional externa durante seu tempo na Shinra. Enquanto seu exterior frio e sua atitude profissional afastam as pessoas, ele não é anti-social, pois ele valoriza sua amizade com seus únicos amigos, Angeal Hewley e Genesis Rhapsodos, e de bom grado conta a Zack e Tifa sobre Mako e a Materia no Monte Nibel. Às vezes, Sephiroth age de forma mais humana e atenciosa do que sua reputação sugeriria, desobedecendo ordens devido a conflitos de interesse se impactasse seus amigos e oferecendo seu sangue para uma transfusão para ajudar Genesis quando ele estava ferido. Mais tarde, ele ainda oferece a Genesis seu título de "herói", para ajudar a conter seu ciúme.

    Sephiroth é inteligente e respeita aqueles que ele considera dignos - ele considera o Professor Gast Faremis um grande cientista, mas despreza o Professor Hojo. Bem-dito e gracioso, Sephiroth é calmo, recolhido e controlado, e ele tem um senso de humor seco. Raramente, ele pode ser frustrado e apanhado de guarda baixa. Como o SOLDIER mais forte vivo, Sephiroth confia no ponto de arrogância. Apesar disso, ele não tem interesse em fama ou glória pessoal, como ele diz a Genesis, que inveja a reputação de Sephiroth como um herói, que ele poderia ficar com isso.

    Após sua queda na loucura, Sephiroth retém a maioria de seus traços de personalidade, mas torna-se um assassino, implacável e vingativo. Ele desenvolve um complexo de messias, proclamando que ele é "o escolhido" destinado a liderar o planeta. Ele se torna sádico, pois gosta de torturar Cloud mentalmente. Sephiroth é dedicado a Jenova e sua causa, mesmo que seu corpo seja tão pouco mais do que seu avatar. Também diz que ele é agora um agente que realiza a vontade de Jenova.

    Em Dissidia Final Fantasy Sephiroth parece sentir muita tristeza e isso pode ser visto quando Cecil Harvey diz a Sephiroth "há tristeza nos olhos invernais de [Sephiroth]". Em ambos os jogos de Dissidia, quando ele é derrotado, Sephiroth observa calmamente: "Eu vou cair nas sombras", o que implica que ele aceita a derrota ou não se importa. Quando ele é derrotado pelo Warrior of Light, ele pergunta se o ele luta na guerra porque goza da batalha, o que implica que Sephiroth mesmo gosta disso. Isto é reforçado ainda mais em Dissidia 012 Final Fantasy, quando Kefka menciona que:

    "[Sephiroth] foi feito para o combate".

    Nos lançamentos japoneses, Sephiroth usa o pronome "ORE" antes de sua insanidade, um pronome masculino comum usado por homens confiantes. Após o Incidente de Nibelheim, ele começa a usar watashi em vez disso, um pronome mais formal sem gênero em anexo. Este "manicomismo" pós-loucura é usado em suas aparições spin-off, como Dissidia Final Fantasy.

    Nas aparições spin-off, Sephiroth é retratado como o arqui-inimigo de Cloud Strife, e é visto como um símbolo do passado problemático de Cloud que assombra sua vida.

    Final Fantasy VII

    Platform: Playstation
    9884 Players
    255 Check-ins

    40
    • Micro picture
      marcusmatheus · over 2 years ago · 2 pontos

      Caramba brother!
      Belo post, kkkk.

      1 reply
    • Micro picture
      mastershadow · over 2 years ago · 2 pontos

      Da saudade da compilação, e vontade de rejogar tudo haha

      E principalmente, uma tristeza em não poder jogar o Before Crisis,exclusivo dos celulares japoneses da época.

    • Micro picture
      mestremateus · over 2 years ago · 2 pontos

      Sensacional !! Parabéns pela matéria! :D

      1 reply
  • wildwolf Rafael Trindade
    2016-11-04 14:01:48 -0200 Thumb picture
    Post by wildwolf: <p>#img#[361204]</p><p>@rodrigoarkade Eu tô falando

    @rodrigoarkade Eu tô falando, cara. Ele tá parecendo uma garota badass de um anime.

    E eu acho esse pensamento MUITO ERRADO.

    World Of Final Fantasy

    Platform: Playstation 4
    154 Players
    34 Check-ins

    7
    • Micro picture
      manoelnsn · about 3 years ago · 1 ponto

      Novidade o zéfirote parecer uma mulher, ahuehuahuea

  • rodrigoarkade Rodrigo Pscheidt
    2016-10-28 09:14:49 -0200 Thumb picture

    Sephiroth em World of Final Fantasy!!!

    MANO, OLHA ISSO:

    Conseguiram transformar até esse filho da puta em uma coisinha fofa. <3

    P.S. Recebi o Sephiroth por um código separado (que eu tinha esquecido de resgatar na launch date, hue). Ele é meio que um DLC de pré-compra. Não que eu tenha comprado o jogo, mas vocês entenderam. ;)

    World Of Final Fantasy

    Platform: Playstation 4
    154 Players
    34 Check-ins

    24
  • fredson Fredson Ricelli
    2016-09-19 19:44:30 -0300 Thumb picture
    Post by fredson: <p>Maioria das vezes eu prefiro <strong>não </stron

    Maioria das vezes eu prefiro não ver personagens que curto em formato SD, hehehehe. Principalmente quando é o meu herói vilão preferido.

    World Of Final Fantasy

    Platform: Playstation 4
    154 Players
    34 Check-ins

    15
    • Micro picture
      barbarabai · about 3 years ago · 2 pontos

      Nosso filhotinhooo :333333333
      Huahuahuahuahua

    • Micro picture
      mastershadow · about 3 years ago · 2 pontos

      Nãoooooooooooooo...PQP que meiguisse hauhuuahuua

    • Micro picture
      dbcdavid · about 3 years ago · 2 pontos

      Só agora eu vi esse vídeo e já ia te mandar. Eu até fiquei com vontade de comprar só pela curiosidade mesmo, mas ainda não tenho ps4.

      2 replies
  • santz Santz
    2016-07-19 09:52:10 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 142 - O melhor sistema de todos os tempos

     Um colega meu me passou a ISO de todos os 4 CDs do jogo para eu emular no meu PC, foi a primeira vez que fiz isso sozinho. Utilizei o ePSXe e joguei a rom traduzida freneticamente, mas o emulador não conseguia passar para o segundo CD de jeito nenhum. Alguns meses depois, utilizei o Emurayden, que não usava save state, mas consegui zerar essa maravilha de jogo. Insisti tanto nesse jogo porque ele é realmente muito foda, apesar dos gráficos serem meio toscões.

     De resto, a trilha sonora é fantástica, a jogabilidade é bacana e os personagens extremamente carismáticos, principalmente Sephiroth. A história é um destaque a parte, pois ela conta algo complexo de maneira simples e intuitiva, mas deixando um monte de mistérios no ar, muito foda. O que mais curti no jogo foi o sistema de matérias. Cara, que bagulho genial! Você pode equipar as magias e evoluir para outra, juntar efeitos, duplicar,  enfim, tudo de bom. Até hoje, meu sistema favorito de RPG.

    Minhas conquistas:

    *Todos os personagens;
    *Todos os Limit Breaks de todos os personagens;
    *Todas as Magic, Summon, Command, Independent e Support matérias;
    *Level máximo de todas as matérias;
    *Todas as armas, braceletes e acessórios do jogo;
    *Ultimate Weapons de todos os personagens;
    *Emereald e Ruby Weapon derrotadas.

    Final Fantasy VII

    Platform: Playstation
    9884 Players
    255 Check-ins

    19
    • Micro picture
      ralyson · over 3 years ago · 2 pontos

      Não vejo a hora de explorar Midgard no RMK! Meu primeiro e mais jogado JRPG!

      1 reply
    • Micro picture
      vinicios_santana · over 3 years ago · 2 pontos

      O sistema do FF7 se assemelha ao do FF1 onde qualquer personagem pode ser qualquer coisa, não tem o mago, o guerreiro e o médico pré-definidos.
      Joguei a versão de PC, que possibilitava mods que deixavam os gráficos semelhantes ao FF8, hoje já há mods muito mais bonitos.

      3 replies
  • gusgeek Gustavo Francescheto
    2016-03-15 16:40:19 -0300 Thumb picture
  • jonathasb_h_7 Jonathas Barbosa Hernandes
    2016-03-12 06:36:09 -0300 Thumb picture
  • 2016-02-17 14:27:55 -0200 Thumb picture

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...