• anduzerandu Anderson Alves
    2019-10-16 13:50:48 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Untitled Goose Game

    Zerado dia 15/10/19

    Um tempo depois de fechar Wonder Boy: Dragon's Trap, meu amigo foi chegando lá em casa. Ele vinha querendo me visitar há umas semanas e a ocasião do Dia dos Professores foi a desculpa perfeita (ambos somos Teachers). Ele vem aqui de vez em quando pra gente passar as manhãs jogando alguma coisa, pegar meus mangás do One Piece emprestado (ele fez isso uma vez pra ler e está fazendo novamente pra levar pro namorado dele ler também) e, dessa vez, pra trazer o tal do Untitled Goose Game pra mim.

    Quem lembra desse jogo doido do ganso passando pelas redes sociais? Era engraçado ver o animal enchendo o saco do jardineiro e tal e a ideia parecia boa demais pra ser verdade. De repente o jogo foi anunciado pro Switch e finalmente lançado. Comentei com esse meu amigo que queria jogar mas o preço estava muito salgado : cerca de R$100!

    Ele me recomendou não comprar e que poderia jogar no Nintendo Switch dele. Bom, por esse preço eu não compraria mesmo e já estava na lista de espera das promoções, mas aceitei a oferta e ficou louco pra me ver jogar.

    Uma coisa que me desanimou de verdade foi ele ter me dito que o jogo é super curto e que não valia  aquele preço. E isso vindo de alguém que compra a biblioteca toda do Switch sem reclamar, é bem bizarro. Ele me disse que zerou em 3 horas e que eu provavelmente zeraria em uma. Desanimei feio.

    Chegando aqui, a gente tinha outras coisas pra jogar antes, mas ele queria mesmo era me ver jogando isso. Convenci ele a ir pros outros antes, mas não deu muito certo e logo fomos pro joguinho do ganso.

    UGG começa com um tutorial de comandos do animal: andar, correr, segurar as coisas com o bico, abaixar a cabeça para passar por baixo de coisas pequenas ou coletar coisas no chão. É bem tranquilo. 

    Há ainda um comando de abrir e bater as asas mas eu realmente não vi utilidade nenhum nisso,

    Logo me foi mostrado que há uma lista de cosias a serem feitas para poder avançar de um "ato" para o próximo. Teoricamente não é necessário fazer tudo, mas 90% ou por aí.

    Bom, aperte "-", confira a lista e ache um jeito de conseguir fazer aquilo. Normalmente o jogo não te ajuda em nada e não dá dicas, restando a você interagir com o cenário e ver as reações dos NPCs e como você poderia se aproveitar daquilo. Felizmente quase sempre há várias formas de conseguir chegar ao resultado desejado. Meu amigo me surpreendeu como consegui cumprir certas tarefas e me surpreendeu também me dizendo a forma como ele resolveu certos problemas.

    No início, o jogo estava meio que uma montanha russa de sentimentos. As vezes era engraçado e tal, mas as vezes era meio monótono e chato. Parte da chatice se deu por conta de que basicamente tudo o que você faz é puxar ou levar coisas com o bico e andar por aí ou fazer "quack" aqui e ali.

    Tenho que fazer o cara vestir um chapéu de sol que está pendurado alto numa porta. Bom, eu não via como fazer ele interagir com aquilo e nada que eu segurasse era grande ou leve o bastante para bater lá. Depois fez mais sentido e tal, mas as vezes as respostas parecem meio artificiais de mais e demandam coisas como assustar a pessoa no momento certo para ela cair no chão e fazer isso ou aquilo, o que normalmente você não pensaria que seria a solução pois não é lá muito lógico.

    As missões no começo também se resumem a arrastar algo para algum lugar oooooou fazer com que o personagem faça uma ação muito específica. Em resumo, ou você arrasta coisas ou você fica sem a menor noção de como fazer o personagem praticar tão ação.

    Depois de um tempo, comecei a sacar mais a ideia e o funcionamento do jogo, com muita experimentação e missões que nem sempre fazem sentido pra mim (me vi mudando de linguagem aqui e ali pra ver se eu entendia melhor o que o jogo queria que eu fizesse).

    Eu comecei a gostar mais e mais do jogo e seu senso de humor original. Por outro lado eu comecei a odiar um pouco o protagonista, o ganso. Em parte porque as vezes ele não responde rápido o bastante a certos comendo e atrasa coisas que você já sabe como fazer (como não pegar um item da prateleira sendo que você apertou o botão de bicar e ele resolveu ignorar e agora você foi expulso do lugar por alguma pessoa e tem que esperar ela sair ou dar as costas etc). 

    Além do mais, a voz do ganso e a trilha sonora, composta de notas dramáticas de piano começam a ficar muito repetitivos e situações frustrantes ficam ainda mais frustrantes.

    Depois de quebrar a cabeça e experimentar muito, abrir uma nova área da vizinhança com novas missões é um pouco cansativo. Eu tava curtindo e querendo aproveitar a chance de zerar de graça, mas definitivamente esse é um jogo pra se jogar duas ou três vezes e com mais calma, talvez, justamente por ser um bocadinho repetitivo.

    Conforme você avança, ainda poderá abrir portões e caminhos alternativos para ir e vir pela vizinhança e talvez terminar missões que você não conseguiu anteriormente. Até legal essa ideia de fazer tudo como uma coisa só. Infelizmente no final eu tive que andar por tudo de uma só vez e meus caminhos abertos estavam fechados, o que é meio sem noção, mas ok.

    São apenas 4 atos e pouco motivo para explorar o cenários fora das missões, mas há um post-game com mais missões e algumas bem difíceis que nem me dei ao trabalho de fazer, mas é muito bom saber que há mais conteúdo.

    Resumindo: Untitled Goose Game é um jogo de puzzle com um toque de humor e um pouco de realismo bacana, mas o jogo é meio simples e muitas vezes bobo ou vago demais. Gostei da experiência e recomendo sim, mas assistir os amigos jogar deve ser frustrante e se eu tivesse pago o valor pedido, eu teria me arrependido, sem dúvidas.

    De bom: arte muito bonita e estilosa. Jogabilidade simples. Alguns puzzles são bem criativos e exigem percepção do que está acontecendo na área. Humorzinho legal. Conteúdo post-game, Vários idiomas, incluindo Português do Brasil.

    De ruim: repetitivo em jogabilidade e trilha sonora. Algumas missões são vagas demais, o que pode ser bom ou ruim. Curto demais e deixa a desejar em relação ao que você vê nas propagandas. Super curto, coisa de 2 horas. Preço salgado. Algumas respostas de puzzles demandam timing e as vezes é sempre do mesmo jeito de uma área pra outra (espere a pessoa segurar tal coisa e mande um QUACK quando ela estiver bem focada).

    No geral, curti o jogo e recomendaria uns reviews antes de comprar e aguardaria uma promoção. O jogo passa longe de ser ruim, mas as vezes é meio monótono e deixa um pouco a desejar. Legal!

    Untitled Goose Game

    Platform: Nintendo Switch
    6 Players
    2 Check-ins

    22
  • onai_onai Cristiano Santos
    2019-09-03 22:27:51 -0300 Thumb picture

    Imagens aleatórias de jogos aleatórios...

    Analisando assim bem por cima é como se fosse uma mistura de Lemmings com The Lost Vikings. Mas aqui controlamos humanos que lutam pela sobrevivência na pré-história...

    The Humans

    Platform: PC
    2 Players

    23
    • Micro picture
      thiones · 2 months ago · 2 pontos

      Podia usar essa no desafio semanal. Ninguém ia acertar.

      2 replies
    • Micro picture
      pauloaquino · 2 months ago · 1 ponto

      Eu até prefiro essa premissa, em meio a tantos games de pós apocalipse... Belezga que Days Gone seja até bem feito.
      E sabia que eu já vi um jogo de Jaguar parecido com esse Humans?

      1 reply
    • Micro picture
      riki_samejima · 2 months ago · 1 ponto

      Só fui saber da existência desse jogo por causa das minhas andanças no youtube à procura por músicas de chip FM.

      7 replies
  • denis_lisboadosreis Denis Lisboa Dos Reis
    2019-06-08 00:10:19 -0300 Thumb picture
    denis_lisboadosreis checked-in to:
    Post by denis_lisboadosreis: <p>Finalizado!</p><p>#img#[640672]</p><p>E com 100%
    Contrast

    Platform: Playstation 3
    45 Players
    6 Check-ins

    Finalizado!

    E com 100% de Troféus.

    Um bom jogo indie, visual interessante baseado na Belle Epoque e Art Noveau e o clima dos filmes noir, jogabilidade diferente do esperado, muitas falhas de colisão, alguns bugs estranhos, dificuldade um pouco baixa, mas que avança perto do fim. A história é contada de maneira bem inusitada, em tons sombrios e pelos olhos de uma criança,  e quando você se estabelece vem uma reviravolta no final. É um jogo que não te conta toda a história e ele deixa você entender algumas coisas por conta. 

    Pena que seja tão curto, e que tenha tantas falhas de execução.

    5
  • farusantos Farley Santos
    2019-03-15 09:32:34 -0300 Thumb picture

    Análise: Golf Peaks

    Golf Peaks usa o esporte para criar um puzzle elegante e cativante. É divertido utilizar cartas para levar a bolinha até o buraco, principalmente por causa da grande criatividade e variedade de situações presentes nos estágios. Além disso, o jogo conta com uma atmosfera relaxante por meio de um visual belo e uma música agradável. O único porém é a quantidade de conteúdo reduzida — os mais habilidosos vão passar por todos os estágios rapidamente. No fim, Golf Peaks oferece uma experiência ótima, porém breve.

    Análise completa

    Golf Peaks

    Platform: Nintendo Switch
    2 Players

    10
  • farusantos Farley Santos
    2019-02-11 14:35:22 -0200 Thumb picture

    Análise: Euclidean Skies

    Euclidean Skies conquista ao explorar criativamente regras simples e intuitivas. Apreciei bastante os vários estágios com puzzles que exigem manipular os cenários e fazer movimentos de forma inteligente, principalmente por causa da presença de experimentação e liberdade. O universo vibrante, com belas ruínas que lembram pequenas maquetes, é convidativo e dá mesmo vontade de mexer em tudo. Para alguns, a experiência pode ser um pouco frustrante por causa de soluções obscuras e situações muito abertas, no entanto não deixa de ser recompensador conseguir completar um enigma. Estiloso, surreal e inventivo, Euclidean Skies é um puzzle que vale a pena conferir.

    Análise completa

    Euclidean Skies

    Platform: PC
    1 Players

    3
  • 2019-01-22 08:06:34 -0200 Thumb picture
  • allexhjp Alex Santana
    2019-01-03 23:53:55 -0200 Thumb picture
    allexhjp checked-in to:
    Post by allexhjp: <p>Estou adorando o jogo! Ele as vezes é um pouco p
    Hellblade: Senua's Sacrifice

    Platform: PC
    132 Players
    82 Check-ins

    Estou adorando o jogo! Ele as vezes é um pouco perturbador e angustiante, mas você segue querendo ir em frente. Amei que eles contam os mitos nordicos ao decorrer da história atravez das runas que são encontradas pelo jogo e preciso urgente de um joystick, os comandos estão acabando com o meu mindinho!

    7
  • 2018-12-23 16:17:47 -0200 Thumb picture
  • santz Santz
    2018-12-18 09:17:06 -0200 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 320 - Puzzle inteligente da Blizzard

     Um pouco antes de entrar de férias, pensei em jogar algo simples de Super Nintendo, então me lembrei deste fantástico jogo da Blizzard em um de seus primeiros trabalhos. A história conta a história de 3 vikings que são abduzidos e levados uma nave espacial. Lá, eles irão encontrar portais que o levaram para outras áreas na intenção de voltar para a casa. A mecânica do jogo é que cada um dos personagem possui 2 habilidades e devem ser usadas em conjunto para resolver os diversos quebra-cabeças nas fases. O ruivo pode correr para dar uma cabeçada e pular, o guerreiro pode golpear com a espada e atirar flechas, e gordinho pode colocar seu escudo pra frente para se defender ou para cima, servindo de plataforma ou como um paraquedas.

     A mecânica de usar cada personagem para desempenhar uma função é muito massa. Usamos todos os personagens com equilíbrio e é preciso que todos cheguem vivos ao final de cada fase. Alguns quebra-cabeças são cascudos, mas nada um pouco de prática e raciocínio dê conta. A trilha sonora do jogo é muito massa. É tipo um hip-hop muito gostoso de se ouvir. Os diálogos no jogo são geniais e em vários momentos eles quebram a quarta parede ou falam de algum aspecto da fase, como plataformas flutuando e coisas do tipo. Óbvio que recomendo o jogo para todos que querem se divertir e quebrar a cuca um pouco.

    The Lost Vikings

    Platform: SNES
    1120 Players
    11 Check-ins

    39
    • Micro picture
      topogigio999 · 11 months ago · 2 pontos

      Este eu nunca joguei, mas lembro de um jogo que possui 3 personagens e tem a mesma pegada, onde cada um possui uma característica que devemos usar, o jogo é Aaahh!!! Real Monsters também de SNES.

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 11 months ago · 2 pontos

      THE LOST VIKINGS é (apesar de difícil) simplesmente sensacional.
      Cada personagem com suas habilidades próprias onde, para prosseguir, além do seu cérebro, é necessário a cooperação entre eles. Genial e divertido...

      2 replies
    • Micro picture
      msvalle · 11 months ago · 2 pontos

      Joguei muito no PC, bem divertido e inteligente.

      2 replies
  • kawens ^__^
    2018-12-16 17:49:57 -0200 Thumb picture

    Puzzles para game boy

    Tetris não aparece porque não coube na foto. Hora de testar jogos “novos” hehe

    Qix

    Platform: Gameboy
    12 Players

    14
    • Micro picture
      emphighwind · 11 months ago · 2 pontos

      tenho quase certeza que daedalian opus e puzzle road são o mesmo jogo

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 11 months ago · 2 pontos

      Desses aí, só conheço Qix (na versão de Arcade).

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...