• andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-09-19 00:34:00 -0300 Thumb picture

    DIAS QUE SE FORAM😈 (SHARE)

    Bora caçar esses malditos...🧐

    MATADOR DE HORDAS: 28% (dessa nova área...)

    Mais alguém? 😎

    Forma estranha de morrer...

    Nojento! 😬

    Triste...😭

    Excitante 🤤

    Mazzama Falls: Reza a lenda que quem passar pelas quedas sem fazer barulho será abençoado com boa sorte. Se fizer qualquer ruído... abençoado com azar. Acredita-se que o local foi palco de um massacre brutal que inundou a terra de sangue inocente.

    Um dos momentos mais interessantes do game são os encontros com AS HORDAS: massas de inimigos que se movem rapidamente e matam num piscar de olhos😈. O cenário lhe proporciona ferramentas de destruição, como campos macabros cheios de barris explosivos e cenários interativos para bloquear a passagem.

    Nem todos momentos com as HORDAS são cinematográficos como esse do link do vídeo, mas todos conseguem ser absurdamente assustadores. Não tem como não entrar em pânico ao alertar uma HORDA...😳

    Um maravilhoso game open world, com um vívido mundo (animais, variados locais para explorar, monumentos históricos locais para conhecer, variada fauna e flora, mudança de clima...), gênero survival horror cujo lançamento foi sofrível perante bugs e performance. Percebendo o erro e a receptividade negativa, patches constantes foram lançados e posso assegurar uma coisa. O DAYS GONE (PATCH 1.60 - NOVEMBRO 2019) está espetacular. Um game que merece ser conferido 👍🏻

    Days Gone

    Platform: Playstation 4
    440 Players
    206 Check-ins

    20
    • Micro picture
      hanzy · 4 days ago · 3 pontos

      Andre tem o jogo todo em timelapse com tanta foto que ele tira.

      1 reply
    • Micro picture
      supernova · 4 days ago · 2 pontos

      Me questiono quantas fotos foram feitas desde jogo kkk

      1 reply
    • Micro picture
      abiliopacheco · 4 days ago · 2 pontos

      Um jogo de distopia zumbi catastrófico pós-apocalíptico. Exagerei no adjetivo.
      Será que estes termos que usam para filmes vale também para classificar os jogos?

      1 reply
  • cyberwoo Diogo Batista
    2020-09-10 12:04:03 -0300 Thumb picture

    Manifold Garden | Puzzles surreais

    Manifold Garden extrapola os limites entre arte e vídeo games, e será que isso realmente funciona e estamos preparados? 

    Confiram nosso artigo!: https://www.arquivosdowoo.com.br/2020/09/04/manifold-garden/

    Mainfold Garden

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    4
  • clovisalmeida Clóvis Almeida
    2020-09-08 16:53:30 -0300 Thumb picture

    A expressão da perda em forma de cores

    Medium 3825485 featured image

    Gris significa cinza e é como somos apresentados a este universo. Na perspectiva da misteriosa garota, que se vê em um mundo opaco, sem cor e sem vida onde é difícil até mesmo se manter de pé ou seguir em frente. Embora possa ser adaptado a outros tipos de traumas, Gris se mostra uma jornada profunda pelas cinco fases do luto. Sendo necessário transformar a dor em força para seguir em frente e encarar o destino.

    Ser desafiador não é proposta em Gris. Não há inimigo, não há falha, não há novas perdas. Falho é apenas o ato de não seguir em frente, fazer com que a personagem fique estagnada naquele ponto do processo de superação. A dor da perda é um monstro sem forma que a impede de seguir em frente, sendo necessário tornar-se firme e inabalável.

    Conforme a personagem avança, o mundo ganha cor de acordo com o sentimento trabalhado no processo de superação, trazendo uma mistura desses sentimentos e os transforma em algo novo, algo belo. É tirar esses sentimentos do abstrato e adicionar mecânicas condizentes com o necessário a ser feito.

    Andar, correr, cair, mergulhar, flutuar, enrijecer, imergir... nenhuma ação é aleatória. É um convite a olhar para dentro dessas ações e enxergar como elas superam as barreiras impostas pela mente da personagem. Transformando isso numa gameplay simples e tão convidativa, que não se vê necessário a presença de um hud para o usuário.

    Gris é uma experiência contemplativa, propositalmente aberta as dores da personagem em um mundo imerso em simplicidade e beleza. Cada área com suas particularidades, mecânicas e tom. Consegue alinhar uma trilha sonora extremamente sensorial a seus elementos artísticos e a proposta emocional. É olhar pra dentro desses sentimentos e até mesmo quem sabe, supera-los.

    Tão impactante que é admirável ser o primeiro jogo do estúdio.

    Ouça a trilha de Gris.

    Gris

    Platform: Playstation 4
    14 Players
    9 Check-ins

    22
  • gabrielssanx Gabrielssan
    2020-08-26 14:17:53 -0300 Thumb picture
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-08-18 00:06:13 -0300 Thumb picture

    LIMPARANHA 🕷️🕸️

    Limpando o HD, que ainda possui fotos do Aranha. Já fiz CHECK OUT mas seguem outros clicks das "andanças" de SPIDERMAN por Nova York...🗽🏙️🌃

    Jogão ❤️:

    Spider-Man

    Platform: Playstation 4
    930 Players
    449 Check-ins

    33
    • Micro picture
      fabiorsodre · about 1 month ago · 2 pontos

      Realmente muito bem feito 👍🏼👍🏼

      1 reply
    • Micro picture
      nilomonteirogamer · about 1 month ago · 2 pontos

      Esse jogo é muito bom fiz todas as quests, só não platinei por pouco, mas gostei muito de ter jogado, acho que para mim é o segundo melhor game de super heróis o primeiro considero o batman Arkham knight

      1 reply
  • cyberwoo Diogo Batista
    2020-08-15 09:22:47 -0300 Thumb picture

    Metamorphosis | Seja o Inseto

    Nesse mês o site está pipocando novos artigos, e para abrir o sabádão mais um. Dessa vez nossa análise do jogo baseado na obra de Franz Kafka: Metamorphosis


    https://www.arquivosdowoo.com.br/2020/08/15/metamorphosis-seja-o-inseto/

    Metamorphosis

    Platform: Nintendo Switch
    Players

    5
  • palomaref Paloma Cristini
    2020-07-26 11:08:22 -0300 Thumb picture
    Post by palomaref: <p>Começamos os trabalhos em Resident Evil 6 ♥</p>

    Começamos os trabalhos em Resident Evil 6 ♥

    Resident Evil 6

    Platform: Playstation 4
    183 Players
    19 Check-ins

    10
  • rafa9000 Rafael Gazola Ghedini
    2020-07-16 21:14:54 -0300 Thumb picture
    Post by rafa9000: <p>Olaaaa pessoal do Alva!! Mais uma vez voz pergun

    Olaaaa pessoal do Alva!! Mais uma vez voz pergunto oque vocês tem jogado. Meu PS4 já voltou desde o inicio do mês então voltei a jogar nele também, atualmente estou só jogando nele e no switch. Eu tinha falado que ia jogar Mafia III, até comecei a jogar mas seila....o jogo não me pegou como o Mafia II e também não gostei muito de algumas mecânicas dai dropei talvez eu de uma outra chance um dia mas não tão cedo. Estou jogando os seguintes jogos:

    - Assassin's Creed Odyssey(PS4):  Não resisti...mesmo tendo terminado AC: Origins a pouquissimo tempo e correndo o risco de ficar enjoado eu comecei a jogar Odyssey e bah...que ficar enjoado oque! Eu estou AMANDO! Acho que até mais que o Origins, sério esse jogo(junto com o Origins) tem um dos mundos abertos mais gostosos de se explorar(e mais bonitos tambem, as vezes me pego parado admirando a paisagem) já estou com 35 horas de jogatina e acho que ainda nem estou na metade da historia principal(apesar de ja ter matado um par de membros do Culto) porque eu amo ficar explorando cada area do jogo, cada ponto de interrogação, fazer side quests etc...Eu estou jogando com a Kassandra(que é a opção canônica da lore de AC) e resolvi fazer ela uma mercenária de bom coração e Lésbica(ela pega toda as muié que da na telha!).

    - The Last of Us Remastered(PS4): Só agora, depois de ANOS estou zerando a minha cópia fisica de TLOUS, na verdade a uns anos atras até tentei zerar e joguei um bocado até mas não me lembro porque carguas dagua eu desisti do jogo. Enfim...dessa vez finalmente estou jogando o jogo de cabo a rabo e estou amando a historia de Ellie e Joel, já to quase terminando a campanha principal(dai vai faltar só o Left Behind) e pensando PQP como pude deixar passar em branco por tanto tempo essa obra-prima. Meus dedos estão coçando pra jogar TLOUS Parte 2, mas provavelmente não terei dindin pra comprar já.

    - Gravel(PS4): A um tempinho estava com vontade de jogar um jogo de corrida estilo arcade, vi esse jogo em promo na PSN, testei a demo e gostei e resolvi comprar a versão com o season pass. Estou gostando bastante do jogo, digamos que ele é uma tentativa da Milestone criar o seu próprio Forza Horizon(com direito a varias idéias como rewind e outras chupinhadas de Forza na cara dura), os graficos podem não ser um Forza, um Gran Turismo ou um Motorsport mas dão pro gasto. O jogo é bem divertido e conta com varias localidades e configurações de pistas(alem de climas) e um numero generoso de carros, pra quem curte um bom jogo de corrida e bem despretensioso eu recomendo.

    - Huntdown(Switch): Um dos MELHORES INDIES que joguei nos ultimos anos!! PULTA MERDA!! Que jogo viciante, digamos que ele é uma versão mais hã....madura e evoluída(em todos os sentidos) de Metal Slug. O jogo alem de contar com mecanicas bem legais como cobertura, armas brancas, etc...tambem tem um elenco de personagens bem carismaticos cada um com sua arma caracteristica e habilidade unica. Mas o mais legal desse jogo é a ambientação futuristica/cyberpunk do jogo literalmente CHEIO de referencias a clássicos do genero e da cultura pop como Akira, Blade Runner, Alien, Ghost In The Shell, O Quinto Elemento, etc...A sem contar a trilha sonora que é um show a parte.

    Alem desses tambem tenho jogado Animal Crossing: New Horizons(Switch) afinal a ultima expansão da minha casa não vai se pagar sozinha, vou começar hoje Katana Zero(Switch) mais um jogo com minha amada temática cyberpunk(vem logo 2077!) e Clubhouse Games: 51 Worldwide Classics(Switch) como esse não jogo todos os dias e são...bom...51 jogos eu devo jogar ele ainda por um booooooom tempo, e as vezes jogo uma partida ou outra de Super Mario Party(Switch) com minha mãe.

    Assassin's Creed Odyssey

    Platform: Playstation 4
    255 Players
    169 Check-ins

    9
    • Micro picture
      igor_park · 2 months ago · 2 pontos

      Tô jogando Ni no Kuni no PS3 junto com Ratchet and Clank Tools of Destruction.
      No PS4 to jogando Tales of Berseria.

      3 replies
    • Micro picture
      thecriticgames · 2 months ago · 1 ponto

      Não sei quanto a você mas eu vou estar jogando Ghost of Tsushima em algumas horas :D

      1 reply
  • clovisalmeida Clóvis Almeida
    2020-06-30 13:37:09 -0300 Thumb picture

    Days Gone: não é perfeito, mas tava no caminho certo (review)

    Medium 3810395 featured image

    Fazer algo novo dentro do cenário pós-apocalíptico de zumbis é um desafio. Mas que bom que a Bend Studio topou encara-lo.

    Days Gone começa de maneira simples, tímida, quase que uma repetição de títulos já conhecidos da temática. Mas que no desenrolar ganha escopo, forma e personalidade. E bota personalidade nisso! Deacon St. John é o catalisador de todo o carisma contido neste game, com poucas cenas e linhas de diálogo o personagem te ganha e diverte com suas doses de sarcasmo e deboche. Algo muito bem trabalhado até mesmo nas linhas de comentários durante o mundo aberto, o personagem nunca para de falar sozinho, ou melhor, falar conosco. Traçando piadas e comentários ácidos para com as situações e aquele mundo em geral criando uma ligação afetiva com o personagem.

    A busca pela amada e também de um lugar naquele mundo é intrigante, Deacon parece não querer se encaixar na construção de uma nova sociedade e busca apenas por sobrevivência. Ainda que a sua jornada insista em cruzar caminhos e objetivos, moldando a personalidade do herói de acordo com a jornada a ele proposta. A ponto de discutir as linhas das quais se deve cruzar ou não, assim como o peso que a morte de um zumbi aqui frenético,  tem para o indivíduo.

    Um vivo mundo morto. O escopo aberto de Days Gone aborda diversos elementos já conhecidos, postos de controle, acampamentos inimigos, caçada de recompensa, restauração de linhas de suprimento, ninhos e hordas. Tudo bem distribuído e encaixadinho para terem um sentido na narrativa. Em quantidades suficientes pra agradar, mas não a ponto de tornar repetitivo ou genérico.

    A beleza está nos detalhes. Explorar ambientes em busca dos escassos suprimentos é essencial no gênero e é onde o jogo mostra sua beleza. Cada canto explorado tem detalhes, tem vida e teve vida. As casas, os estabelecimentos comerciais, os acampamentos abandonados.. todos tem uma história pra contar se você acompanhar a disposição dos objetos e móveis, de como estão as cenas de morte nos ambientes. Você praticamente é convidado a descobrir o que aconteceu naquele lugar durante o surto. 

    Tudo tem um preço. Paredes invisíveis, problemas de colisão, missões que não se ativam, NPCS que desaparecem do mapa, texturas que não carregam... o pacote todo está presente. Mesmo 1 ano depois, mesmo com todos os patchs e correções. 

    Days Gone tem uma variedade generosa de armas, dispositivos e consumíveis. Tudo personalizável, com comportamentos e funções diferentes contribuindo para um sistema de progressão robusto onde nada é obrigatório. Tudo é uma questão de como você se adapta e como você aborda a situação. A essencialidade da motocicleta que parte como proposta de sobrevivência, o clima é dinâmico e faz diferença na gameplay. Ótimas mecânicas de combate dão uma identidade própria para o game e o coloca no radar do gênero. A Bend Studio foi ambiciosa no projeto, os eventuais problemas ocorrem e você se vê revoltado mais pela quebra de imersão, do que pelo problema em geral. Talvez mais tempo de forno pudesse ter feito mais pelo game e diminuído o marketing negativo que afasta desavisados dessa ótima experiência.

    Days Gone

    Platform: Playstation 4
    440 Players
    206 Check-ins

    16
  • tinahorta Tina
    2020-06-30 00:18:42 -0300 Thumb picture

    Estou jogando TLOU2!

    Aqui não citarei nada sobre a narrativa ou jogabilidade. Apenas farei um desabafo de quem está prestes a terminar o jogo. Um breve comentário: sinto falta de algo mágico... Talvez possa ser o clima que este vídeo que compartilho traz. Possivelmente sim. Adoro esse vídeo! Se estou frustrada? Sim. Mas estou torcendo para ser surpreendida. Alguém mais?

    The Last of Us Part II

    Platform: Playstation 4
    735 Players
    201 Check-ins

    14
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 3 months ago · 2 pontos

      Não fiquei frustrado não...
      Achei o game massa❤️
      Os combates mais fluídos, a ousadia das decisões perante certos personagens...os gráficos 😘

      2 replies
    • Micro picture
      volstag · 3 months ago · 2 pontos

      Eu por ter jogado o The Last of Us 1 a menos de um mês pela primeira vez, não tive tempo de juntar nostalgia, o segundo pra mim está melhor em tudo até agora.

      3 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...