• andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-11-13 10:43:29 -0200 Thumb picture

    Espirro! (SHARE).

    Na realidade já o derrotei (é o cabeça de abóbora que apareceu no check in anterior) 🎃🎃🎃

    Na mesma fase tem outros grandões pra enfrentar.

    Mas como me ensinaram os velhos sábios...

    "Queime todos eles!"

    Lembrando que às vezes a "investida" (corrida) é mais eficaz! 

    Mano...o abusado lá atrás está mostrando "o popozão verde" pra mim! kkkkk😂

    Nada que uma bala de canhão não resolva! Nome do troféu: "Atire na lua" 😁

    "Eu sou foda!"

    Abre o olho SPYRO 🧐. A cozinheira não está com cara de quem quer fazer amizade não...

    SPYRO é sagaz! Já está se preparando pro próximo mundo (realizada através de uma viagem de balão) 🎈

    SPYRO THE DRAGON é um game de 1998 produzido pelo famoso Marc Cerny (também trabalhou no SONIC 2, UNCHARTED, RATCHET & CLANK, KNACK...) inicialmente para o PlayStation. 

    Spyro é capaz de cuspir fogo, dar chifradas e dar um impulso no ar. Utilizando a UNREAL ENGINE 4, e uma forte colaboração entre TOYS FOR BOB e INSOMNIAC GAMES, em 2018 reviveram o SPYRO de forma graciosa.

    Spyro Reignited Trilogy

    Platform: Playstation 4
    98 Players
    25 Check-ins

    39
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-11-08 19:28:41 -0200 Thumb picture

    Espirro! (SHARE).

    A cara de felicidade ao completar 100%😎

    Bora pro outro level. Os inimigos já estão a espera...

    Mas SPYRO é um (pequeno) dragão valente.💪🏻

    Nada o assusta, nem mesmo um espantalho com vida! 

    Pra dizer a verdade tanto SPYRO quanto SPARX são extremamente destemidos...e divertidos.😁

    E quando tú encontra o baú, mas não encontra "a porra da chave"?

    "A porra da chave"!

    "Chasing Dragons!"

    "Imagine Dragons" 🤪

    Bora explorar outros cantos desse game lindo!

    SPYRO THE DRAGON é um game de 1998 produzido pelo famoso Marc Cerny (também trabalhou no SONIC 2, UNCHARTED, RATCHET & CLANK, KNACK...) inicialmente para o PlayStation. 

    Spyro é capaz de cuspir fogo, dar chifradas e dar um impulso no ar. Utilizando a UNREAL ENGINE 4, e uma forte colaboração entre TOYS FOR BOB e INSOMNIAC GAMES, em 2018 reviveram o SPYRO de forma graciosa.

    Spyro Reignited Trilogy

    Platform: Playstation 4
    98 Players
    25 Check-ins

    29
    • Micro picture
      andrexdl23 · 6 days ago · 4 pontos

      Amo demais esse dragãozinho!!! <3

      2 replies
    • Micro picture
      natnitro · 6 days ago · 2 pontos

      Meu fofura favorito! :-)
      E nessa crise de abstinência pós symphony of the night que estou, não posso nem pensar em instalar o Spyro aqui de novo, se não vou parar de jogar só no carnaval do ano que vem... xD

      1 reply
    • Micro picture
      reasel · 6 days ago · 2 pontos

      boa mano!

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-11-03 13:05:06 -0200 Thumb picture

    Espirro! (SHARE). 🐲

    SPYRO chegando na área...

    observando "de boas", na "cachoeira" refrescante...

    ... esse solzão lindo. ☀️

    Bora pras divertidas fases bônus (aquele momento onde você realmente se sente um dragão, voando por toda fase)

    Não é fácil pegar tudo, mas com paciência e memorização torna-se fácil.

    Nas fases "não bônus" é necessário prestar atenção para fazer os 100%. A visão em primeira pessoa pode auxiliá-lo bastante.

    Vacilo queimar a ovelha e deixá-la "pelada" 😁

    Pra quem sempre teve a curiosidade..."DRAGÕES NÃO TEM PINTOS".🤪

    O calor está "de matar" (tanto no game quanto aqui no meu estado 🥵).

    Mas bora continuar pois tem "muito chão" pela frente (certos inimigos são derrotados apenas com essa corrida).

    SPYRO THE DRAGON é um game de 1998 produzido pelo famoso Marc Cerny(também trabalhou no SONIC 2, UNCHARTED, RATCHET & CLANK, KNACK...) inicialmente para o PlayStation. 

    Spyro é capaz de cuspir fogo, dar chifradas e dar um impulso no ar. Utilizando a UNREAL ENGINE 4, e uma forte colaboração entre TOYS FOR BOB e INSOMNIAC GAMES, em 2018 reviveram o SPYRO de forma graciosa.

    Spyro Reignited Trilogy

    Platform: Playstation 4
    98 Players
    25 Check-ins

    32
    • Micro picture
      subzero_amarelo · 12 days ago · 2 pontos

      Nunca tive saco pra fazer 100% nessas fases bônus. Sempre deixo pra lá. xD

      1 reply
    • Micro picture
      mastermune · 12 days ago · 2 pontos

      Esse jogo tá mais lindo que antes ♥

      1 reply
    • Micro picture
      realgex · 11 days ago · 2 pontos

      Estou jogando ele também. Mas no meu ritmo, pfff, você vai acabar a trilogia, eu não cheguei a 10% do 1o...

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-10-31 13:04:36 -0200 Thumb picture

    Espirro! (SHARE).

    Bora começar os check ins do game do Espirro (alguém aqui na Alvanista havia me dito que, quando criança, o chamava assim).

    SPYRO - THE DRAGON  sempre estará acompanhado de seu amigo libélula, o SPARX. O "bichinho" adora uma câmera! 

    O REMAKE dessa clássica série de games estilo plataforma/aventura foi lançado no final de 2018.

    O ogro (e vilão do game) Gnasty Gnorc transformou todos os dragões em cristais, exceto SPYRO que conseguiu escapar. Bora salvá-los...

    A carinha do SPYRO ao ouvir...

    ...algumas insanidades de certos dragões. Podemos aqui destacar a excelente dublagem desse game!

    Na realidade tudo nesse game encanta: o carisma dos personagens, o MUNDO (mágico e vívido) DOS DRAGÕES (as ambientações), a jogabilidade, diversão do início ao fim, fases bônus divertidas (mesmo com contagem de tempo). Um capricho "sem igual". Um grande respeito aos fãs foi dado aqui, assim como visto em  CRASH BANDICOOT e CASTLE OF ILUSION.

    Gosto do efeito do fogo e como queima a grama, por exemplo.

    Sei que é cruel mas é a lei da sobrevivência: também podemos queimar outros animais, o que fará com que SPARX (seu medidor de energia) fique "mais forte".

    FOGO NELES! 🔥

    SPYRO THE DRAGON é um game de 1998 produzido pelo famoso Marc Cerny (também trabalhou no SONIC 2, UNCHARTED, RATCHET & CLANK, KNACK...) inicialmente para o PlayStation. 

    Spyro é capaz de cuspir fogo, dar chifradas e dar um impulso no ar. Utilizando a UNREAL ENGINE 4, e uma forte colaboração entre TOYS FOR BOB e INSOMNIAC GAMES, em 2018 reviveram o SPYRO de forma graciosa.

    RECOMENDO! 👍🏻 🐲

    Facilmente um 9.5/10.

    Spyro Reignited Trilogy

    Platform: Playstation 4
    98 Players
    25 Check-ins

    31
    • Micro picture
      natnitro · 15 days ago · 3 pontos

      Essa foi a melhor platina do ano aqui com certeza... <3
      E a dublagem em português ficou sensacional também...

      1 reply
    • Micro picture
      costadelli · 15 days ago · 2 pontos

      Eu mesma chamava de "Ispiro" quando criança.

      1 reply
    • Micro picture
      conradopatrick · 15 days ago · 2 pontos

      Legaaal, essas capturas de tela são próprias do PS4 não é? Ou você usa algum programa ??

      5 replies
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-10-20 21:45:06 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: 88 Heroes: 98 Heroes Edition

    Zerado dia 20/10/19

    Lá nos princípios do Switch, jogos que me interessavam ou que eu ainda não havia jogado eram meio escassos. Lançamento de console é tenso. 88 Heroes foi um dos jogos que me chamou atenção nessa época tanto pela ideia quanto pelo visual, mas que infelizmente foi lançado por um preço meio alto (R$100) e nunca entrava em promoção. Ou pelo menos até recentemente, quando o adquiri por uns R$15 ou R$30.

    Assim que comprei fiquei muito curioso e assisti um amigo jogar várias fases no meu Switch. Achei maneiro e até melhor do que imaginava baseado na fama meio negativa do jogo.

    Recentemente comecei a jogar por mim mesmo e acabei me decepcionando um pouco e largando depois. Mas, os jogos da lista da pendência estão sendo eliminados!

    Em 88 Heroes, você joga com 88 heróis por 88 níveis. As fases seguem sempre a mesma ordem, mas o personagem muda tanto quando você passa de fase quanto se você morrer.

    Aí é que está a originalidade do jogo: cada personagem é completamente diferente um do outro, tanto em suas mecânicas quando visualmente.

    Imagine você a primeira fase do Super Mario World. Agora imagine jogá-la com o Mega Man, atirando, deslizando e com aquela física típica do jogo. Agora imagine jogar a mesma fase, mas com o Kirby, ou com o Sonic, Ryu, Samus etc. A ideia é basicamente essa.cada um dos heróis do jogo tem poderes e jogabilidade que variam um bocado, sendo alguns bem originais, outros óbvias cópias/homenagens/referência a grandes nomes da cultura pop e videogames.

    Pra se ter noção, existe um personagem que joga uma bola de basquete para atacar,as ela sai quicando pelo cenário e você tem que recuperá-la se quiser continuar a usando. Outro deles é basicamente o Firebrand de Demon's Crest, mas azul, incluindo aquele voo típico do personagem e cuspir colas de fogo. Outro personagens é a cobrinha clássica do jogo Snake, que sai voando pela tela e não pode encostar nas parede. 

    Há ainda um óbvio Mario, o Rick Astley (ambos em versões genéricas) e o Rusty de Steamworld Dig (é ele mesmo), que pode quebrar paredes e facilitar rotas para chegar ao destino de todos os estágios: a porta de saída.

    Uma coisa ruim é que qualquer um dano mata o seu herói e se ele morrer, você não o usará mais naquela aventura (a menos que colete 88 moedas, coisa trabalhosa) e ele apareça dentre as 3 possibilidade de ressuscitar ( sempre que consigo as moedas necessárias já perdi uns 15 heróis).

    Por conta das mortes fáceis, muitos heróis eu perdi ame nem ao menos entender como funcionavam ou sem a oportunidade de colocar suas habilidades à teste. Alguns deles inclusive se matam, como uma dupla (possivelmente uma referência à Miami Vice) que se você atirar, o cara de trás mata o da frente (e já co tá como morte). Tem um cientista que puxa uma espécie de boma atômica e se explode. A mais curiosa é uma mulher que joga uma moeda e ou morre instantaneamente ou já aparece na porta de saída imediatamente!

    Na minha primeira jogatina, cheguei próximo a metade do jogo até que perdi meu último herói. Nesse caso o jogo não acaba, mas te deixa ficar dando retry com o último vivo.

    Logo reparei que 88 Heroes não é um jogo pra ser jogado apenas uma vez. É um jogo que demanda treinamento e conhecimento dos heróis. Que demanda que você jogue a sério com cada um ao invés de sair na louça ou querer ver todos os personagens. É um jogo em que você deve aprender as fases e até a ser um pouco mais paciente e cuidado com as muitas armadilhas sem-vergonha de insta-kill.

    Fiquei entediado com a primeira aventura e resolvi começar outra, pois havia perdido heróis de mais e nem tinha passado de muitas fases. Fui jogando e tomando mais cuidado e tal mas foi aí que aconteceu algo muito pior: em uma das últimas fases o vilão do jogo, que fica 100% do tempo na tela te assistindo por um monitor, apertou um botão e o mundo acabou. Isso aconteceu várias vezes até eu perceber um contador de tempo na parte onde ele fica (diferente do contador de tempo de 88 segundos que todas as fases tem) 12 segundos. 

    Eu tentei passar da fase nesse tempo várias vezes mas não deu e logo o meu medo foi confirmado: você tem 88 minutos pra zerar o jogo. Então mesmo se eu passasse da fase em questão, logo perderia no começo da próxima.

    Basicamente o jogo me deu um softlock que me impedia de prosseguir e meu save ficou inutilizável (a menos que você quisesse jogar una segundos e morrer). Pesquisei na Net alternativas de contornar isso mas não deu em nada e eu tive que recomeçar outro save file. Pqp!

    Dessa vez eu fui bem mais atencioso em manter os heróis vivos, mas tentando não enrolar nas fases. Acabou que funcionava as vezes e as vezes era super frustrante, pois o jogo tem várias mortes baratas e os gráficos soa meio confusos, fora que inimigos se comportam de formas nada naturais e é quase como se toda a lógica aprendida em videogames de plataforma não servissem pra nada, como se fosse um jogo mal feito e esquecido lá da época do Mega Drive.

    Resumindo: 88 Heroes: 98 Heroes Edition é uma grande decepção. A ideia dos heróis e jogabilidade diferentes é muito bacana, mas a execução falhou completamente. O jogo gosta de matar seus personagens de formas muitas vezes injustas,  e mais pra frente, mecânicas básicas, como o limite de tempo, são mais do que frustrantes (e não tem o menos motivo pra existirem). O jogo perdeu a chance de se popularizar numa época mais escassa do Switch e a de incluir personagens de outras séries nessa versão exclusiva pra Nintendo.

    De bom: muitos personagens únicos. Referência de todos os tipos. Tipos extras de jogo, como um que você só escolhe e joga com um personagem, outro em fases aleatórias e um com apenas 8 heróis.

    De ruim: level design horrível e confuso, que pouco faz sentido ou tenta ir mostrando as coisas aos poucos. Muitas armadilhas infelizes e mecânicas chatinhas nós estágios. Parece haver uma necessidade pesada de verificar seus arredores a todo momento pois coisas entram na tela já atacando. Vilão e outros personagens ficam constantemente na tela, atrapalhando a sua visão e te distraindo (em. Fases mais avançadas, juntando os gráficos confusos e mil coisas na tela e isso + vozes do seu personagem de dos vilões em questão transformam o jogo numa bagunça sem igual. Odiei a trilha sonora, que era música eletrônica genérica. Difícil aproveitar todos os personagens. Limite de tempo pra finalizar o jogo ridículo, que ainda pode te bloquear de continuar.

    No geral, o jogo tem uns momentos maneiros, mas não vale o preço pedido, nem mesmo em promoção. Decepcionante, mas espero que a ideia seja levada à diante! Vamos ignorar que esse jogo existe.

    88 Heroes: 98 Heroes Edition

    Platform: Nintendo Switch
    1 Players

    19
    • Micro picture
      hyuga · 25 days ago · 1 ponto

      quando comecei a ler o texto parecia ser um jogo bom, mas depois você tacou o pau no jogo, mas ter tempo pra finalizar jogo é horrível mesmo, sempre nunca gostei de dead rising por causa disso (embora eu goste das mecânicas e gameplay)

  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-09-01 16:36:36 -0300 Thumb picture
    35
  • carlospenajr Carlos Pena
    2019-08-24 09:23:01 -0300 Thumb picture

    E dalhe mais versão fisica no rabo de você XD

    Medium 655586 3309110367

    O novo jogo da série Gunvolt ta pra sair, só que infelizmente não tera uma produção normal da versão fisica no ocidente (detesto isso, vai sair pela LRG, então já sabe, facada...)
    Pelo menos a versão asiática tem inglês imbutido e aparentemente não é prdução limitada, já é algo :P

    Deixar o link das edições fisicas, divirtam-se XD

    PS4: https://www.play-asia.com/gunvolt-chronicles-lumi...

    Switch: https://www.play-asia.com/gunvolt-chronicles-luminous-avenger-ix-multi-language/13/70cvlh?tagid=1005120

    Gunvolt Chronicles: Luminous Avenger iX

    Platform: Playstation 4
    1 Players

    13
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-20 11:02:51 -0300 Thumb picture

    Foda-se. Dropei!😣(SHARE)

    Seu Barriga e a Xuxa expõem ao jogador mais detalhes da trama juntamente desse coroa com cara de vilão...

    Também encontrei o irmão do Guile...

    Momentos finais do game: no COLISEUM

    PAC-MAN from HELL!!!😈

    Não tinha reparado que os BOTS auxiliares possuem um plug.😅

    No COLISEUM é uma batalha atrás da outra...

    Olha o demônio ae. TRINITY é seu nome. Dropei por causa dele. Muito difícil e se morrer, terá que começar tudo novamente (nem ao menos te dá a chance de continuar da segunda transformação)

    Encontrei um vídeo espetacular de como combater eficientemente. Espero que ajude alguém (porque eu tento zerar com minhas habilidades de merda mas se não consigo, eu desisto).

    Eu ri desse comentário no vídeo acima: "Eu pensei que desligando o console fosse o jeito mais fácil de combatê-lo."😅 

    Fui até o DR. WHITE explicar que desisti. Mencionei que meus dedos já não aguentavam mais apertar tanto botão...😣

    Fui! Não tenho vergonha de dizer: desisti. Eu quase matei Trinity, faltou "um dedo" de life. Ter que repetir chefe (e suas transformações) e fase (ao dar continue) me fizeram desistir. Não gosto de passar raiva jogando, não gosto de perder tempo. Aliado a isso, eu não sou muito fã de games que exigem apertar botão constantemente...me cansa. Por isso odeio o gênero "hack'n-slash".

    E por que MIGHTY NUMBER 9 é polêmico? Primeiro porque é um game que pretendia trazer toda a nostalgia do nosso amado MEGA MAN, com uma equipe de profissionais como KEIJI INAFUNE. Segundo porque é um projeto do KICKSTARTER que conseguiu arrecadar aproximadamente 4 milhões de dólares. Ou seja, fãs pagaram...o que resulta numa "pressão" maior acerca do produto final.

    Juntando todos esses fatores, percebe-se um produto final mediano, massacrado mais ainda pelos fãs, a nostalgia, o pagamento do KICKSTARTER e uma aparente falta de dedicação dos desenvolvedores. Porém é válido ressaltar que games ruins são lançados a todo instante, apesar das promessas prévias. Deve-se levar em consideração, sempre, que o processo de desenvolvimento é frágil podendo fracassar. Não é nada fácil desenvolver games, em especial com toda a bagagem a acima mencionada...

    Minha opinião até agora? É um game simples, diverte, mas que eu não pagaria para jogar (salvo se fosse muito barato). Estou jogando porque ganhei na Plus. Concordo com a review acima, ao mencionar que raramente você estará utilizando os poderes adquiridos dos chefes. Homenageia de certa forma o Mega Man... não é ruim...mas também tá longe de ser um clássico.

    Mighty No. 9

    Platform: Playstation 4
    262 Players
    18 Check-ins

    39
    • Micro picture
      fernandovst · 3 months ago · 2 pontos

      Não joguei esse jogo, mas pelo o que vi e falam, ele é todo estranho mesmo. E olha que ele recebeu dinheiro pelo Kickstarter, o que deixa o negocio vergonhoso.
      O Inafune devia aprender com o Mestre Iga :v

      2 replies
    • Micro picture
      hyuga · 3 months ago · 2 pontos

      repara que ele não usa o dash em cima do chef o que faz que a transformação do chefe nunca ocorra o que torna a luta mais fácil.
      Se eu aprender a esquivar com eficiência do ataque de 1:51 eu consigo matar fácil

      1 reply
    • Micro picture
      pulsar · 3 months ago · 2 pontos

      Relaxa. Você foi muito além que muita gente nesse jogo já foi.

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-14 09:56:27 -0300 Thumb picture

    AZUL POLÊMICO N°9 (SHARE)

    Acabou a curta e breve experiência de jogatina com a personagem CALL.

    Aquele "help" básico dos bots...🤖

    Bora pra prisão dos robôs. Objetivo não é matar todos os robôs "ensandecidos" mas sim destruir  o núcleo responsável por isso.

    Faz lembrar aquelas fases difíceis de THE LOST VIKINGS...

    O problema por aqui é o gameplay (não coopera).

    Tú fica igual um otário neste exato momento tentando ricochetear a bala para que entre naquela pequena abertura à esquerda, atingindo o "botão" rosa.😬

    Cheguei no núcleo! 

    O problema é que não para de criar esses "pequenos" e bizarros robôs.

    Olha o "desesperado" lá atrás 😁...seria bom se me desse um help.

    Mas tá beleza... núcleo destruido.😉

    E por que MIGHTY NUMBER 9 é polêmico? Primeiro porque é um game que pretendia trazer toda a nostalgia do nosso amado MEGA MAN, com uma equipe de profissionais como KEIJI INAFUNE. Segundo porque é um projeto do KICKSTARTER que conseguiu arrecadar aproximadamente 4 milhões de dólares. Ou seja, fãs pagaram...o que resulta numa "pressão" maior acerca do produto final.

    Juntando todos esses fatores, percebe-se um produto final mediano, massacrado mais ainda pelos fãs, a nostalgia, o pagamento do KICKSTARTER e uma aparente falta de dedicação dos desenvolvedores. Porém é válido ressaltar que games ruins são lançados a todo instante, apesar das promessas prévias. Deve-se levar em consideração, sempre, que o processo de desenvolvimento é frágil podendo fracassar. Não é nada fácil desenvolver games, em especial com toda a bagagem a acima mencionada...

    Minha opinião até agora? É um game simples, diverte, mas que eu não pagaria para jogar (salvo se fosse muito barato). Estou jogando porque ganhei na Plus. Concordo com a review acima, ao mencionar que raramente você estará utilizando os poderes adquiridos dos chefes. Homenageia de certa forma o Mega Man... não é ruim...mas também tá longe de ser um clássico.

    Mighty No. 9

    Platform: Playstation 4
    262 Players
    18 Check-ins

    35
    • Micro picture
      hyuga · 3 months ago · 2 pontos

      essa parte que tem o choquinho rosa é bem dificil passar, morri bastante ali

      1 reply
    • Micro picture
      gennosuke6 · 3 months ago · 2 pontos

      Joguei pouco do Mighty No.9 até hoje, mas realmente, não acho que era pra ser tão xingado como foi na época de lançamento(acho que hoje diminuíram um pouco as críticas). O problema foi que criaram mta hype por esse jogo, mas pelo pouco que joguei dele, é bem divertido.

      4 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-08-02 10:14:05 -0300 Thumb picture

    AZUL POLÊMICO N°9 (SHARE)

    Pronto, quase todos os "robôs malucos" derrotados... mas a trama ainda não acabou!😬

    O bacana desse poder da DYNATRON é "perseguir" o inimigo / obstáculo mais próximo e afetá-lo até morrer.

    Bora pra HIGHWAY.

    Devido a gameplay falha (como o correr lateral e automático da câmera aliado ao movimento dos carros), você irá passar um pouco de raiva por aqui (morrer um "cadim")

    Bora enfrentar o MIGHTY N°7: BECK.

    DERROTADO!

    Treinando pra investigar o tal do "PROJETO TRINITY".

    O bacana dessa fase é que, independente da direção a escolher (direita ou esquerda), dá-se uma volta até chegar novamente aqui (na escadaria) no ponto de partida.

    Bora procurar o "SNIPER" maldito...(esses quadros dessa fase devem ser ou os "pagadores trouxas" do KICKSTARTER ou a equipe de produção).

    Olha o infeliz ali "escondido"...😒

    E por que MIGHTY NUMBER 9 é polêmico? Primeiro porque é um game que pretendia trazer toda a nostalgia do nosso amado MEGA MAN, com uma equipe de profissionais como KEIJI INAFUNE.Segundo porque é um projeto do KICKSTARTER que conseguiu arrecadar aproximadamente 4 milhões de dólares. Ou seja, fãs pagaram...o que resulta numa "pressão" maior acerca do produto final.

    Juntando todos esses fatores, percebe-se um produto final mediano, massacrado mais ainda pelos fãs, a nostalgia, o pagamento do KICKSTARTER e uma aparente falta de dedicação dos desenvolvedores. Porém é válido ressaltar que games ruins são lançados a todo instante, apesar das promessas prévias. Deve-se levar em consideração, sempre, que o processo de desenvolvimento é frágil podendo fracassar. Não é nada fácil desenvolver games, em especial com toda a bagagem a acima mencionada...

    Minha opinião até agora? É um game simples, diverte, mas que eu não pagaria para jogar (salvo se fosse muito barato). Estou jogando porque ganhei na Plus. Concordo com a review acima, ao mencionar que raramente você estará utilizando os poderes adquiridos dos chefes. Homenageia de certa forma o Mega Man... não é ruim...mas também tá longe de ser um clássico.

    Mighty No. 9

    Platform: Playstation 4
    262 Players
    18 Check-ins

    25
    • Micro picture
      slashgoodboy · 3 months ago · 2 pontos

      Me julgue o quanto quiser, mas eu quero MUITO jogar esse.

      6 replies
    • Micro picture
      jailtonsv · 3 months ago · 2 pontos

      Esse jogo foi umas das maiores decepções que já tive jogando video game. Me diverti mais no Megaman X7 (que é bem ruim).

      2 replies
    • Micro picture
      subzero_amarelo · 3 months ago · 2 pontos

      Vou jogar algum dia. Tenho muita curiosidade.

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...