• 2020-03-27 15:39:48 -0300 Thumb picture

    Jogos e filosofia: Super Mario Bros e o eterno retorno



    O clássico da Nintendo pode nos ajudar a entender a filosofia de Nietzsche?

    Desde o final dos anos 1990 existe um esforço de acadêmicos para tornar a filosofia mais palatável ao grande público. Sob o nome de “filosofia pop” têm sido realizadas diversas experiências para conectar as questões mais centrais da filosofia a elementos do cotidiano, como literatura, cinema, séries de televisão e videogames. Esse movimento não é um consenso entre os pesquisadores da área, mas acredito que ele traz boas contribuições. E se esse tipo de diálogo não prova apropriação ou inspiração de nenhuma das partes (da cultura pop para filosofia ou o inverso), pelo menos existe o mérito de nos ajudar a pensar melhor sobre cada uma das áreas e suas peculiaridades. Seguindo essa linha de pensamento, tento mostrar aqui uma conexão entre a série de jogos Super Mario Bros (que começa em 1985 no NES) e o conceito de eterno retorno, desenvolvido pelo filósofo alemão Friedrich Nietzsche (1844-1900).

    Tudo de novo, mais uma vez

    Em A Gaia Ciência, livro publicado em 1882, Nietzsche apresenta a tese do eterno retorno, metáfora inspirada no pensamento estóico e que procura nos alertar sobre o perigo de não darmos atenção aos dilemas e circunstâncias de nossas vidas. No livro, Nietzsche escreve o seguinte:

    "E se um dia ou uma noite um demônio se esgueirasse em tua mais solitária solidão e te dissesse: ‘Esta vida, assim como tu vives agora e como a viveste, terás de vivê-la ainda uma vez e ainda inúmeras vezes: e não haverá nela nada de novo, cada dor e cada prazer e cada pensamento e suspiro e tudo o que há de indivisivelmente pequeno e de grande em tua vida há de te retornar, e tudo na mesma ordem e sequência (...)’. Não te lançarias ao chão e rangerias os dentes e amaldiçoarias o demônio que te falasses assim? Ou viveste alguma vez um instante descomunal, em que lhe responderias: ‘Tu és um deus e nunca ouvi nada mais divino!’(...)"

    Ao contrário do que parece a princípio, a proposta não é levantar a possibilidade real de que tudo se repita infinitamente, mas sim colocar em destaque a nossa perspectiva da existência. O “e se” utilizado por Nietzsche indica o caráter metafórico da proposta que, no final de tudo, poderia ser resumido da seguinte forma: devemos lutar para que a nossa vida seja a melhor possível.

    A pergunta sobre a repetição de tudo pode ser encarada com desespero justamente quando não nos colocamos de forma positiva diante da vida. Quando não temos um propósito para a existência e vivemos em função dos desejos alheios, acabamos encarando o decorrer dos dias como algo nefasto e sem sentido. Amar o próprio destino, justamente por isso, é algo difícil, pois devemos lutar contra as dores e males que nos atingem. Não existe vida sem sofrimento, é verdade, mas podemos encarar o sofrimento como uma parte necessária do que somos. Daí a famosa frase de Nietzsche: “o que não me mata, me fortalece”. Encarar a realidade com altivez e força, sem medo, sem arrependimento — esse é o caminho para as pessoas de espírito livre.

    A repetição como regra

    Mas como tudo isso se une com a criação de Shigeru Miyamoto? A série Super Mario Bros é toda construída a partir de uma premissa simples. Mario precisa derrotar Bowser e salvar a princesa Peach. É verdade que conforme os jogos foram evoluindo outros elementos foram adicionados à história, que ganhou um pouco mais de cor. No entanto, a repetição da mesma situação é a base do drama vivido por Mario.

    Não interessa o que ele faça, não importa o quanto ele se esforce. No final, tudo retorna ao começo. E no próximo jogo, a motivação é a mesma, mais uma vez. Em Super Mario Odyssey parecia que íamos ver uma superação dessa estrutura básica (e não posso dar detalhes aqui para não entregar spoilers), mas, para a decepção de alguns, não foi isso que encontramos. De certa forma, é melhor que tenha sido assim. Ainda que o foco da série não seja a história e sim o desafio gerado pelo level design, esse enredo minimalista acaba entregando algo que se assemelha mais à vida do que costumamos imaginar: podemos até vencer no final, mas isso não significa que conquistaremos tudo.

    Nietzsche utilizava a expressão latina Amor fati para se referir à atitude que devemos ter diante da existência. Além da morte, que vai chegar um dia, a única certeza que temos é de que estamos vivos agora. Sendo assim, o melhor é viver com intensidade, amar a vida, amar o destino. Mas pense o seguinte: e se você fosse um herói que, mesmo disposto a salvar uma princesa, soubesse que teria que fazer o mesmo muitas e muitas vezes, sem que essa rotina tivesse fim? Você desistiria de tudo ou iria contente para a próxima aventura? Eis um dilema difícil de resolver.

    Super Mario Bros.

    Platform: NES
    9384 Players
    84 Check-ins

    2
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2019-05-14 19:36:45 -0300 Thumb picture

    Mermay 2019 #5, #6, #7, #8 e #9

    Continuei fazendo os rabiscos de sereia pro mês de maio, mas acabei esquecendo de postá-los aqui na rede, então lá vai um pacotão  de 5 rabiscos de uma vez, hauhaua

    Uma sereia alpinista, por algum motivo eu escrevi dia 3 na roupa dela ali... Esse tanto de dedetização deve estar me fazendo mal, hauahua

    Uma sereia de asa delta. De novo tinha escrito o dia errado...

    Desta vez uma sereia surfista, e eu tinha escrito o dia errado de novo...

    Agora uma sereia escutando música...

    E essa eu fiz agora mesmo, uma sereia de bigode. Já tinha feito ela no Inktober do ano retrasado, mas não canso de achar essa piada engraçada, já que em Yggdra Union colocaram o nome de um filósofo carrancudo em uma sereia toda fofinha, hauhauha

    @andre_andricopoulos, @bakujirou, @bmark, @danielpuia, @darlanfagundes,@douglascruz19, @ermeson, @filp, @fragucci, @ghostsnakin, @gus_sander, @hilquias, @igor_park, @inksketch, @jokenpo, @jugemu, @katsuragi, @laumiramos, @mastermune, @mateusfv, @manhundead @nono, @ralfrisi, @ralphdro, @raygoulart, @rodrigomesquita, @seufi, @srdeath, @vinicios_santana_3, @volstag, @wildwolf, @yukiiookumura

    Yggdra Union: We'll Never Fight Alone

    Platform: PSP
    74 Players

    39
    • Micro picture
      igor_park · about 1 year ago · 2 pontos

      Qualidade!

      1 reply
    • Micro picture
      ralfrisi · about 1 year ago · 2 pontos

      Hahahaa, sereia fazendo cosplay de Nietzsche, ficou muito legal!!!

      1 reply
    • Micro picture
      ikke · about 1 year ago · 2 pontos

      Tá aí uma pessoa que gosta muito de sereias.
      Belas artes, parabéns.

      2 replies
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2017-10-01 18:30:18 -0300 Thumb picture

    Inktober - Dia #1

    Outubro chegando, e desta vez eu participo desse inktober, pra compensar o ano passado, quando fiquei com preguiça de desenhar! Como havia postado da última vez, fiz uma lista de 31 jogos pra seguir de uma forma não linear, de acordo com as minhas ideias... E pra começar um jogo que gosto bastante, um SRPG viciante e que prova que aparências enganam: Yggdra Union!

    Quem jogou o game deve ter entendido a piada, mas pra quem não conhece, essa sereia aí é uma unidade que você consegue no jogo e ela se chama Nietzsche... Daí fiz ela com os óculos e o bigodão do filósofo de mesmo nome, AHUEHAUHEUAHEUHAUAHUA

    1. Final Fantasy
    2. Dragon Quest
    3. Mana
    4. Breath of Fire
    5. Castlevania
    6. Metroid
    7. Valkyrie Profile
    8. Kirby
    9. Super Mario
    10. Zelda
    11. Fire Emblem
    12. Bravely Default/Second
    13. Trails in the Sky
    14. Xenosaga
    15. Ar Tonelico
    16. Tales of
    17. Pokémon
    18. Phoenix Wright
    19. Danganronpa
    20. Azure Gunvolt
    21. The King of Fighters
    22. Street Fighter
    23. Okami
    24. The 7th Saga
    25. Yggdra Union
    26. Shantae
    27. Megaman
    28. Sands os Destruction
    29. Super Robot Taisen OG Saga: Endless Frontier
    30. Duke Nukem
    31. Shadow Warrior Classic

    Um já foi, faltam 30... E ainda não sei a minha próxima vítima, mas até amanhã penso em algo XD

    @mastermune, @nono, @laumiramos, @filp, @hilquias, @darlanfagundes, @tiagoandrade, @wildwolf, @raquel_bandeira, @ghostsnakin @vinicios_santana_3 @tiagoandrade @ermeson @inksketch

    Postando a galera que quer participar, se tiver mais alguém, me avisem!

    Yggdra Union: We'll Never Fight Alone

    Platform: PSP
    74 Players

    34
  • 2016-11-11 15:06:38 -0200 Thumb picture
    Post by hoorger: <p>E essas referências !!!!</p><p>Dentre outras ess

    E essas referências !!!!

    Dentre outras essa foi a melhor resumiu em poucas palavras uma das bases filosóficas do grande: Friedrich Nietzsche.

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: PC
    1140 Players
    696 Check-ins

    8
    • Micro picture
      hoorger · over 3 years ago · 2 pontos

      Cara tive que dar load pra ver esse dialogo outra vez...kkkkkkkk

    • Micro picture
      xualexandre · over 3 years ago · 1 ponto

      Hahahaha, eles vão fundo né, cada referência desse jogo é uma pérola.

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...