• rodrigockp Rodrigo
    2020-07-27 19:53:30 -0300 Thumb picture
    rodrigockp checked-in to:
    Post by rodrigockp: <p><strong style="background-color: initial;">[CHEC
    Mr. Driller Drill Land

    Platform: Nintendo Switch
    1 Players
    1 Check-in

    [CHECK - OUT: MR. DRILLER DRILL LAND - NINTENDO SWITCH -  FINALIZADO]
    Fechei o jogo dia 25 mas estava esperando ele ser aprovado aqui no alva...

    Segue tabelinda!

    Assim que tiver autorização posto uma analise aqui!

    [Save the date - 25/07/2020]

    13
  • anduzerandu Anderson Alves
    2018-03-11 16:20:53 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Drill Dozer

    Zerado dia 09/03/18

    Semana passada eu estava em casa sem fazer nada e resolvi ligar meu GBA só pra passar o tempo com alguma coisa do flashcard que comprei de um amigo (junto com o portátil) e praticamente nunca usei. Ele passou um bocado de jogos traduzidos em português e basicamente só coisas que já cansei de jogar e zerar, com algumas exceções, basicamente coisas que eu não conheço. Um desses jogos, Drill Dozer, sempre me chamava atenção quando eu ligava o Game Boy, justamente pelo nome, que em parecia meio genérico.

    A verdade é que eu confundi esse nome Mr. Driller, outro jogo que nunca joguei por falta de interesse, mas já ouvi gente falando bem. E foi justamente por ver alguém falando bem que eu resolvi experimentar.

    Quando inicio Drill Dozer, aparece na tela a logo da GAMEFREAK. What?!?!?!?

    Fui rapidamente ao Google pra descobrir que confundi os nomes. Aproveitei e fui dar uma olhada nos seus títulos pra ver se eu não estava deixando mais nada passar que não fosse Pokémon. Aparentemente eu só ignorei esse jogo mesmo.

    Quanto ao jogo em si: pura nostalgia! 

    Definitivamente, se você viveu, assim como eu na época do GBA ou seus emuladores, com aqueles gráficos e músicas e revistas com aquelas cores dos portátil, Drill Dozer é uma experiência obrigatória, sobretudo se você jogava Ruby/Sapphire/Emerald/FireRed/LeafGreen.

    Além de remeter àquela época e seus jogos incríveis, DD traz uma jogabilidade totalmente original, com personagens diferentes, cenários tematizados, várias mecânicas, um enredo bacana e chefões super legais.

    O plot gira em torno de um pequeno grupo de ladrões em busca de riquezas contra outra organização atrás das mesmas coisas. O que você tem? Um robô com uma broca para destruir obstáculos e inimigos em cenários 2D (sidescroller).

    O gameplay em si é meio repetitivo e linear. Você anda e mata inimigos que aparecem de veeeeeeez em quando. As vezes há uma bifurcação no caminho e uma delas termina em algum obstáculo que não se pode passar. Siga o outro caminho até conseguir um upgrade, para então voltar no outro caminho bloqueado e prosseguir.

    Cada fase segue a lógica metroidvania e conta sempre com dois upgrades de broca, que te deixam mais forte e abrem mais caminhos. Mas vale a pena repetir que cada estágio é bem linear, então você VAI PEGAR SEMPRE essas coisas e na mesma ordem.

    Backtracking é algo incomum e desnecessário, sendo que você acaba explorando o cenário quase que 100% naturalmente.

    Existem caminhos alternativos para achar tesouros secretos para a sua coleção pelas fases, mas basta sair do caminho óbvio (quando existe a possibilidade) ou são caminhos bloqueados por obstáculos que só podem ser destruídos por upgrades opcionais que compramos na loja.

    A jogabilidade é a chave desse jogo. Você usa o R para girar a broca e o L para girá-la para o lado oposto.

    Quando você aciona a furadeira, uma barra enche e esvazia em seguida, como indicativo de quanto tempo o seu ataque fica ativo. Enquanto a broca estiver ativa, você tem que esperar ela desligar para poder mudar de direção, andar normalmente ou pular.

    Conforme você adquire novos upgrades em cada fase, você poderá aumentar a potência da furadeira quando atacar. Por exemplo, ao acionar a broca, assim que a barra estiver chegando final, um indicativo aparecerá para você apertar o botão dentro de um curto tempo e se fizer certo, sua força será maior e obstáculos mais fortes poderão de destruídos. No nível 3, a furadeira se mantém ativa até que você solte o botão.

    O controle da furadeira e seus níveis é ago obrigatório para matar chefes rapidamente e avançar nos estágios.

    Resumindo: Drill Dozer é um jogo bacana e com uma proposta diferente e que me remeteu muito a época do GBA e até me fez perceber de como eu sinto saudades daqueles tempos, que eu jogava muito mais em emuladores. A aventura é simples e fácil na maior parte do tempo, além de curta, o que só dá mais motivos para jogá-lo. Eu nunca havia jogado DD e acredito que ele não envelheceu absolutamente nada. Além disso, aparentemente ele vinha com a função  de vibrar com o uso da furadeira, algo que muito infelizmente eu não pude experimentar.

    De bom: visual, personagens e trilha sonora típicos da época e da Gamefreak, e que farão você se lembrar de como era boa a época que o GBA era o máximo que você conseguia num portátil. Enredo bacana. Chefes muito divertidos e regulares (basicamente todas as fases tem). Fator replay bom também pra quem quiser mais, com upgrades opcionais a serem comprados e áreas a serem acessadas com eles, assim como fases extras que podem ser compradas. Mecânicas e novos jeitos de usar a furadeira diferentes em cada fase.

    De ruim: o jogo é meio linear e fica repetitivo com o tempo. Apertar tanto L e R cansa muito as mãos, principalmente no Game Boy Micro (assim que troquei pro GBA SP, ficou 10 mil vezes melhor). As fases se estendem um pouco demais as vezes, mas ao menos há a opção de salvar ou entrar no modo sleep quando quiser.

    No geral, gostei bastante da experiência e recomendaria. Só acho que a jogabilidade de pende um pouco demais da pegada do console, então o ideal seria jogar a versão do eshop do Wii U ou emular no PSP. Pra quem é fã de Pokémon e da Gamefreak, é um jogo obrigatório (diferentemente de Harmoknight e Tembo)! Incrível como eu demorei tanto para conhecer/jogar.

    Drill Dozer

    Platform: Gameboy Advance
    196 Players
    13 Check-ins

    8

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...