• santz Santz
    2018-10-23 16:30:13 -0200 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 318 - Atirando para tudo quantélado

     Estava a fim de jogar um game rápido e simples, então me lembrei de Metal Slug e peguei a versão de GBA, que ainda não havia zerado. Acho que é o único da série que ainda não zerei, enfim. O jogo no portátil da Nintendo ficou perfeito, pois a tela é pequena e com isso a arte fica ainda mais bela. As animações do jogo também continuam impecáveis. A dificuldade do jogo é alta no começo, mas há uma barra de HP, então você pode levar alguns tiros antes de dar falha total na missão.

     A grande novidade do jogo está nos coletáveis, que obtemos coletando cartas ou libertando os prisioneiros. Algumas cartas garantem mais munições para as armas que coletamos. Pode também te dar mais granadas no início ou mesmo habilidades extras, como esfaquear veículos. Algumas cartas não servem pra nada. A falha do jogo está na quantidade de fases. Apenas 5 missões e mais uma área extra secreta. Em pouco tempo, dá para terminar o jogo. Mas no final das contas, me diverti fazendo os 100% dos coletáveis.

    Minhas conquistas:

    *Todos os prisioneiros libertados;
    *Todas as cartas coletadas.

    Metal Slug Advance

    Plataforma: Gameboy Advance
    457 Jogadores
    24 Check-ins

    38
  • o_mestre_dos_bits O Mestre dos Bits
    2018-10-09 22:36:20 -0300 Thumb picture

    10 Curiosidades da franquia Metal Slug

    Medium 3677837 featured image

    Metal Slug foi um marco principalmente na era dos fliperamas (eu particularmente joguei mais no PsOne). E depois de tantos anos "sugando" o dinheiro de jovens que compravam montes de fichas, Metal Slug conta com várias curiosidades e fatos curiosos que eu resolvi trazer aqui pra vocês.

     1 - TKOF em Metal Slug

     Em Metal Slug 6 é possível jogar com Ralf Jones (foto acima) e Clark Still, personagens da franquia The King Of Fighters. Ralf pode dar um soco chamado "Galactic Phantom" com o botão de especial além de aguentar levar mais que um tiro, já Clark pode fazer arremessos com o botão de especial.

     2 - Faixas em árabe

     Na primeira fase de Metal Slug 2 ou X, na parte em que você enfrenta um chefão, existem algumas faixas em árabe com os dizeres "Eu estou com caganeira" e "Eu preciso de um remédio", sabe-se lá o que passou na cabeça dos desenvolvedores.

     3 - Quem é o verdadeiro vilão da história?

     Muitos acham que o vilão do game é Saddam Hussein, até porque ele realmente se parece muito com o ditador, mas na verdade o nome desse senhor canadense aí da foto é General Donald Morden. O design do vilão foi baseado em vários ditadores da história, como Adolf Hitler e Joseph Stalin.

     4 - Prisioneiros poderosos

     Durante o game o jogador encontra vários prisioneiros que ao serem libertados, deixam armas e outros itens. A maioria deles deixa o drop e vai embora, mas em Metal Slug 2 alguns deles passam a acompanhar o jogador largando Hadoukens e outros golpes baseados em Ryu e Ken de Street Fighter.

     5 - Paquera em Metal Slug

     Em Metal Slug 7 ou XX, há um modo chamado "Combat School", onde o jogador é desafiado a vencer novamente as mesmas missões, só que sob certas condições. O curioso sobre esse modo, é que ele tem um pequeno toque  de "simulador de paquera" na qual você pode dar em cima da instrutora Cindy, inicialmente fria, até ela se tornar um interesse romântico.

     6 - Alfabeto Metal Slug

     Se juntarmos todas as letras de itens do game, podemos completar um alfabeto.

     

     7 - Metal Slug em jogos de luta

     Metal Slug nunca foi muito além da sua zona de conforto que sempre foram os jogos de tiro, mas teve breves aparições em famosos jogos de luta. Em SNK vs. Capcom: SVC Chaos, há um personagem secreto chamado "Mars People" (foto acima), que é na verdade um dos alienígenas combatidos em Metal Slug. Mais tarde o protagonista Marco Rossi aparece em Neo Geo Battle Colliseum.

     8 - Independence Day

     No final de Metal Slug 2 podemos ver uma cena que retrata a clássica cena do filme Independence Day.

     9 - Marco

     O personagem Marco Rossi teve seu nome inspirado nesse garoto ai da imagem chamado Marco, do anime "Três mil léguas em busca de mamãe", ambos são italianos.


     10 - Os protagonistas

     Os nomes completos dos protagonistas da série são: Marco Rossi, Eri Kasamoto, Tarma Roving e Fio Germi.

     Fontes:

     Techtudo: (https://www.techtudo.com.br/listas/noticia/2015/11...

     Contos de Um Geek: (https://contosdeumgeek.wordpress.com/2017/08/24/cu...

     Zona do Guaxinim: (http://www.zonadoguaxinim.com.br/2014/04/metal-slu...

     Gamedots: (http://www.gamedots.mx/20-easter-eggs-y-curiosidades-de-metal-slug#imagen-10)

    Metal Slug

    Plataforma: Playstation
    2473 Jogadores
    7 Check-ins

    54
    • Micro picture
      xch_choram · 2 meses atrás · 2 pontos

      No Metal Slug XX tambem tem a Leona jogavel

      2 respostas
    • Micro picture
      deathcorps · 2 meses atrás · 2 pontos

      Os de DS são bacanas.

    • Micro picture
      mattfenrir · 2 meses atrás · 2 pontos

      Só sabia alguns, mas continuarei chamando o ditador de Saddam. Impossível ele ser canadense!

  • sam99 Samuel Barbosa Hernandes
    2018-03-14 07:57:07 -0300 Thumb picture
  • sam99 Samuel Barbosa Hernandes
    2018-03-04 15:08:18 -0300 Thumb picture
  • sam99 Samuel Barbosa Hernandes
    2018-02-11 09:00:42 -0200 Thumb picture
  • anduzerandu Anderson Alves
    2018-01-10 03:07:29 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Guns, Gore & Cannoli

    Zerado dia 09/01/18

    Dois jogos em um dia!

    Tenho visto muita gente falando desse jogo ultimamente e com o lançamento dele no Switch, fiquei tentado a comprar, mesmo sem saber nada dele. Pra piorar, um grupo do console da Nintendo no Facebook ficou um tempo fazendo mil postagens de Guns, Gore & Cannoli e eu acabei entrando na eshop pra ver seu preço, videos e o adicionar a minha lista de desejos.

    Eis que essa semana estava navegando na promoção da PSN do PS4 e vejo o jogo super barato, e pra completar, a própria Sony me deu US$10 de graça, que usei pra pegar uns três jogos, incluindo esse título, 

    que muita gente vem assimilando a Metal Slug.

    Terminando Lovers in a Dangerous Spacetime, meus amigos já estava meio cansados (incluindo eu) e pensando em ir pra casa, mas pedi pra gente testar esse jogo, pois eu já havia jogado o início e queria ver como seria de 4 pessoas. Jogamos a curta aventura até o final!

    GG&C lembra mesmo jogos como Metal Slug, mas com uma temática de Máfia Italiana VS zumbis e uma movimentação que me pareceu um pouco com a de The Swapper  ou The Fall.

    De início o jogo já ganha vários pontos por ter vários comandos, incluindo troca de armas, dois tipos de bombas, recarregar, pular, abaixar, e mesmo chutar, para empurrar inimigos e ativar alavancas.

    Na aventura sidescroller, escolhemos personagens que só tem a aparência levemente diferente e nada mais, e os guiar até o fim das curtas fases.

    Mas sair correndo e matando não é fácil nem aconselhável, pois também existem diversos tipos diferentes de inimigos, como zumbis que rastejam e requerem que você abaixe para os acertar, inimigos que correm, que atiram e muitos outros. São várias estratégias diferentes.

    Há bastante desafio de plataforma também e errar um pulo pode te jogar num poço de zumbis ou diretamente a morte em precipícios.

    Trocar armas no inventário e recarregar também servem pra dificultar e te segurar um pouco.

    A jogatina é bem divertida e cheia de explosões. São tantas armas e bombas pra jogar a toda hora nos múltiplos zumbis que é comum ver tudo explodindo e fazendo barulho e você morrendo no meio disso tudo, mas infelizmente o jogo sofre de sérios defeitos, como a própria dificuldade. Você morre, morre, morre e volta sempre. Se preocupar com vidas? Pra que isso? E mesmo em partes mais complicadas no final em que todos morriam, o jogo volta para checkpoints constantes e a falta de HP na sua barra é suprida de tempos em tempos. É muito fácil.

    Além disso, os amigos odiaram o visual do jogo e eu acabei entrando na onda. Mas é verdade, GG&C tem uma super aparência de jogo de flash, desses que a gente joga online. 

    Um deles chegou a dizer que parece coisa do charges.uol.com.br.

    O jogo ainda sofre com quedas de performance em cenas com vários zumbis, que são bem comuns, e de muita repetição, pois os inimigos pouco se reinventam e nos deixam rezando pra chegar logo no próximo chefe. Algumas fases são mais originais mas as vezes tem tanto inimigo e explosão, tiro e pessoas pulando que a cena fica super poluída e você acaba não prestando atenção em nada.

    São apenas 12 estágios. Ou devo dizer 11, pois um é praticamente só uma cena? Pois é, e cada um deles é tão pequeno e cheio de facilidades que vai fazer você pensar se compensou ter comprado esse jogo.

    Pra compensar um pouco, existe um modo multiplayer versus onde os jogadores tem uma fase meio Smash Bros e deve atirar uns nos outros enquanto coletam armas e munição. É, da pra se divertir uma vez ou outra.

    Resumindo: Guns, Gore & Cannoli é um Metal Slug moderno e super fácil, daqueles jogos que você tem certeza que vai zerar em uma sentada, pois os continues infinitos e munição a vontade deixam a coisa até tediosa as vezes. O jogo não é ruim e chega a ser legal pra se jogar em grupão.

    De bom: muitos comandos que sempre senti falta em jogos do gênero, como trocar armas e guardá-las e até mesmo o recarregar, que dá um suspense quando os zumbis apertam.. Possibilidade de se jogar com mais 3 amigos. Modo versus.

    De ruim: visual "flash". Muito fácil, com continues infinitos e barra de vida. fases que não inovam e se baseiam em andar, atirar, atirar, atirar, pular aqui e acolá (durante o jogo todo). Só se atira na horizontal e atirar pra cima faz falta nesse gênero (poxa, Contra de NES já fazia isso...). Repetitivo.

    No geral, não me arrependo da compra e até penso em jogar novamente com outras pessoas mais fãs de zumbis em casa de tédio. Talvez seja até mais interessante sozinho. Pela simplicidade demasiada e um pouco de falta de capricho, diria que esse jogo vale R$10. Levemente decepcionado.

    Guns,Gore & Cannoli

    Plataforma: Playstation 4
    18 Jogadores

    10
  • markmcfly Marcos
    2017-10-22 00:04:30 -0200 Thumb picture
  • iandimas Ian Dimas de Almeida
    2017-09-30 19:04:59 -0300 Thumb picture
  • santz Santz
    2017-09-05 11:02:23 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 289 - Testando o novo controle de Arcade

     Como alguns de vocês sabem, adquiri recentemente um controle de Arcade duplo boladão para jogar alguns games de fliperama. Mas como eu quero jogar em pé, tenho que colocar uma parada debaixo do monitor para dar altura e ficar confortável. Devido a trabalheira, eu fico montando e desmontando o controle quando quero jogar. Claro que tirei uns contra no Street Fighter II e no KoF '94 com meus irmãos, mas queria zerar algo também. Aproveitei que meu irmão estava desempregado e estava de bobeira em casa e peguei esse clássico para jogar.

     Jogar games de plataforma num controle de Arcade não é lá muito confortável, mas eu para jogar bem até. O jogo é exatamente o mesmo das versões caseiras, gráficos coloridos e tiros para tudo quanto é lado. As animações desse jogo é show a parte, com tudo destruindo e os personagens interagindo antes de você chegar jogando granada. O game é bem curto, creio que com prática dava para zerar ele com algumas fichas no Arcade mesmo. Meu primeiro de muitos jogos zerados na nova plataforma, mas tem uns papa-ficha que estão me dando trabalho.

    Metal Slug

    Plataforma: Arcade
    856 Jogadores
    13 Check-ins

    35
  • 2017-08-07 13:50:45 -0300 Thumb picture

    Nostalgia metal slug parte 2

    para quem viu a primeira parte e estava esperando a segunda ai esta finalizado um dos melhores jogos de plataforma espero que gostem.

    Metal Slug

    Plataforma: Playstation 2
    333 Jogadores
    4 Check-ins

    1

Carregar mais postagens

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...