• _gustavo Luis Gustavo Da Luz
    2018-12-14 13:30:44 -0200 Thumb picture

    Meus 5 games mais aguardados para (o primeiro trimestre) de 2019

    Mais uma lista !

    Dessa vez já começou como @desafio então marco a persona desde já kkkk

    Eu não havia planejado de fazer essa lista esse ano, mas já que começaram a fazer vou entrar no embalo tb, 2019 já tem muita coisa que me interessa, apesar da grande maioria não ser exatamente games Triple A, eu acho que alguns dos mais aguardados por mim saem já no começo do ano e outros como o Indivisible e o Freedom Planet 2 não tem data específica ainda

    A lista está por ordem de lançamento, então bora lá !

    Resident Evil 2 Remake

    Um que a pre-order já ta feita =D

    Estou evitando ao máximo ver videos de gameplay, na verdade desde o anuncio só vi um deles,  eu não ligo pra spoilers mas quando a produtora solta tanto video que da pra zerar o jogo sem ao menos jogar é foda. De qualquer maneira, RE2 é obrigatório ano que vem !

    DIRT RALLY 2

    Depois do meia boca Dirt 4, que apesar de ter muita coisa do primeiro Rally apostou na ideia furada de geração procedural, a galera caiu matando pra Codemasters lançar o Dirt Rally 2, a promessa é um número de mais de 50 carros entre os clássicos e novos, o maior já visto num game de rally


    Dead or Alive 6

    O único jogo de luta que importa em 2019 !

    Sekiro Shadows Die Twice

    Sekiro ta na Wishlist mas o preço de lançamento me afasta, eu devo pegar ele só numa promoção q atinja a casa dos R$ 100,00, mas....depender da Activision....

    Devil May Cry 5

    Infelizmente a versão PC não teve demo jogável, mas é certeza de qualidade e compra obrigatória em Março

    Ta aí 5 jogos para os 3 primeiros meses =D

    Março ainda tem os dois Atelier novos, eu nem sei se vou conseguir terminar a trilogia Arland 100% até lá mas tb são duas compras obrigatórias.

    Lista completa, quem quiser fazer, ta convidado o/

    Resident Evil 2 Remake

    Plataforma: PC
    23 Jogadores
    1 Check-in

    22
    • Micro picture
      jclove · 2 dias atrás · 1 ponto

      Pra mim seriam DMC 5 e RE 2 basicamente...mas como não jogei nem os lançamentos do ano passado ainda, nem vale a pena hypear.hehe

  • fredson Fredson Ricelli
    2018-11-30 12:51:33 -0200 Thumb picture

    Relatório : Novembro / 2018

    Na Black Friday eu comprei os 8 livros lançados até agora da saga do bruxo Geralt de Rivia. Porém eles não estavam com nenhum desconto, e a paulada financeira foi grande, hehehe. 

    Payday - The Heist (PC) : Esse mês jogamos só fases da DLC. A Counterfeit passamos na segunda tentativa. A Undercover já tentamos 9 fucking vezes! Ela está sendo difícil, tem muito Sniper. Ontem chegamos muito perto de passar dela, só faltou escapar, mas não encontramos a saída, e os mob chegaram com tudo pra cima da gente! Damn! @barbarabai, @dbcdavid, @tera.

    Red Dead Redemption (PS3) : Platinei e fiz 100%, conforme falei nesse check-in. Depois disso ainda rolou de eu ficar ajudando os outros outlaws, @lica, @msvalle, @darleysantos676, @misterpumpkin, em alguns troféus. As vezes enquanto esperava, achava algumas maneiras meio loucas de me divertir, tipo ficar jogando tomahawks na @lica. XD

    Sacred Citadel (PC) : Nós jogamos mais algumas vezes, completamos o Act 1, e jogamos um pouco no Act 2. O chefe final na última fase do Act 1 foi mais fácil do que a maioria dos anteriores. O jogo continua muito bom, principalmente pelo fato de ir ganhando novos combos e skills. @barbarabai, @dbcdavid.

    Splatterhouse (PC Engine) : Eu já estava sem jogar esse desde junho, aí peguei de novo, e em 2 tentativas (jogar até esgotar todas vidas e continues), finalmente consegui terminar. Só não rolou 200% no RetroAchievements. Ainda!

    The King of Fighters XIV (PS4) : Has been a while... no começo a gente até fica tentando jogar no ritmo de Street Fighter, hehehe. Depois de algumas partidas readapta a memória muscular. Joguei ontem com o @rafael_mingato e o @hidatte.

    Street Fighter V - Arcade Edition (PS4) : Esse mês dá pra destacar o fato de eu ter terminado o Survival Extreme. Gastei alguns continues, mas tudo bem. Minha liga ainda é Ultra-Bronze, joguei pouquíssimo Ranked nesse mês. Algumas vezes, como de costume, rolou alguns Battle Lounge com a galera. O @rafael_mingato aprendeu a ser cuidadoso, e @hidatte virou um demônio irritante com o senhor Dhalsin.

    Tekken 7 (PS4) : Algumas vezes joguei com @barbarabai, @dbcdavid, @rafael_mingato e @hidatte. Está rolando alguns lags mortais de vez em quando.

    Pocket Mortys (Android) : Matei o penúltimo Rick do conselho. Yay!!! \o/

    Splatterhouse

    Plataforma: TurboGrafx-16
    58 Jogadores
    8 Check-ins

    27
    • Micro picture
      raxgmr2 · 16 dias atrás · 2 pontos

      O SplanterHouse eu já zerei também.Como tu conseguiu emular pra reconhecer ele lá no retroachievements? Não consegui nem no retroarch um outro game que to querendo jogar no Turbografx.

      Você usou o retroarch?

      7 respostas
    • Micro picture
      thii · 16 dias atrás · 1 ponto

      Queria conseguir jogar uma porrada de jogo diferente e não me perder na história de cada um

      2 respostas
    • Micro picture
      lica · 16 dias atrás · 1 ponto

      Mano, estamos expert na machadinha! Hauahauhaua

      1 resposta
  • fredson Fredson Ricelli
    2018-11-02 15:34:01 -0200 Thumb picture

    Relatório : Outubro / 2018

    Outubro além de ter o meu aniversário, é um mês que termina com o Halloween. Aqui no Brasil isso começou a rolar a poucos anos, mas as crianças não saem fantasiadas pelas ruas pedindo doces nas casas.

    .

    Red Dead Redemption (PS3) : Comecei e terminei a DLC do Undead Nightmare. Também joguei o modo online praticamente o mês inteiro com @msvalle, @lica, @darleysantos676 e o Jão que não tem conta aqui. E com alguns estrangeiros também quando precisamos de fazer "boost" e precisava de um número bem maior de jogadores.

    Payday - The Heist (PC) : Já tinha passado da Slaughterhouse antes, mas jogamos nela de novo várias vezes. As coisas do Wolf Pack (DLC) tem me ajudado bastante, principalmente o Sentry. @barbarabai, @tera, @dbcdavid.

    Sacred Citadel (PC) : Eu, @barbarabai e @dbcdavid estreamos esse jogo, estilo beat n up. Eu gostei bastante, exceto pelo fato dos inimigos terem muito HP. Mal posso esperar para continuar.

    Tekken 7 (PS4) : Joguei ele alguns dias ao invés de Street Fighter V, com o @rafael_mingato e @hidatte. Já queria ter comprado o Season Pass 2 por que gosto bastante do Lei, mas ainda está muito caro.

    The King of Fighters XIV (PS4) : A @barbarabai não queria jogar Street Fighter V de jeito nenhum por que sempre dá bolha no polegar esquerdo pelo jeito que ela usa o direcional. Então jogamos o KOF XIV, fazia tempo que não jogávamos, mas aí deu uma bolha ainda maior. XD. Acho que a solução pra ela é controller arcade.

    Street Fighter V - Arcade Edition (PS4) : Nem todas as quintas rolou o Battle Lounge nesse mês, por causa de Tekken 7 e feriado. Alguns domingos também joguei em casa com a @barbarabai. E toda semana eu entro pelo menos para fazer Extra Battle, e Missions. Eu fui algumas Ranked também, mas nem quero falar do meu desempenho dessa vez, hehe.

    .

    Pocket Mortys (Android) : Única coisa que fiz foi entrar algumas vezes pra retirar e renovar investimentos, e pra colocar meus Mortys para treinar no Bootcamp. Tem mais de 1 mês que estou pra enfrentar o penúltimo Rick do conselho e não fiz isso até hoje.

    Red Dead Redemption: Undead Nightmare Pack

    Plataforma: Playstation 3
    771 Jogadores
    34 Check-ins

    16
  • jockos Marlon Santos
    2018-10-18 02:23:27 -0300 Thumb picture

    Minha jogatina Vampiresca

    Bom, daqui em diante vou tentar cumprir a jogatina de Castlevania pela cronologia, acabei de finalizar Castlevania 3 e já seguirei pro próximo, segue abaixo:

    Castlevania: Lament of Innocence – FINALIZADO

    Castlevania 3: Dracula’s Curse – FINALIZADO

    Castlevania: Curse of Darkness – já finalizei, mas bora denovo pra seguir a linha certinho

    Castlevania: The Adventure Rebirth – já finalizei também, mas jogarei outra vez

    Castlevania Chronicles

    Castlevania 2: Simon’s Quest – duvida bate forte se vou encarar esse

    Castlevania: Harmony of Dissonance

    Castlevania: Dracula X Chronicles

    Castlevania: Symphony of the Night

    Castlevania: Order of Ecclesia

    Castlevania: Bloodlines

    Castlevania: Portrait of Ruin

    bem, por enquanto é isso, o próximo pra mim agora é o 'Curse of Darkness', que eu já zerei, mas faço questão de voltar, adorei esse game e vou jogar pra relembrar, pois faz tempo também rs

    então...  bora destruir o castelo do Dracula outra vez...  só que dessa vez, com seu ex-servo

    3
    • Micro picture
      santz · 2 meses atrás · 2 pontos

      O Simon's Quest dá para encarar de boa, desde que você tenha um mapa sempre disponível.

      3 respostas
  • fredson Fredson Ricelli
    2018-10-01 20:56:38 -0300 Thumb picture

    Relatório : Setembro / 2018

    Primavera chegou, e o calor está aumentando. Comprei um ar condicionado... summer is coming!

    .

    Red Dead Redemption (PS3) : Com 61 horas e meia, terminei o jogo. Já falei um tanto sobre isso em dois check-ins. Mais detalhes com direito a fotos, aquiaqui. Não tenho muito mais o que dizer sem ficar me repetindo.

    Payday - The Heist (PC) : Adoro quando passa duas fases no mesmo mês, hehehehehe. Green Bridge e Diamond Heist concluídas com sucesso. Jogamos só uma vez no Slaughterhouse e acho que quase passamos. @barbarabai, @dbcdavid, @tera.

    Street Fighter V - Arcade Edition (PS4) : Padrão jogando no mínimo todas as quinta-feiras em Battle Lounge com @rafael_mingato e @hidatte (exceto uma quinta que eles foram se encontrar). Um dia @le apareceu brevemente. Outro dia @leandro2litros entrou só pra ficar de spectator enquanto conversávamos sobre política (é sério, hehehe). Alguns dias atrás contamos também com presença do @marcos_daikak. Por algum motivo bizarro eu perdi uma luta pra Cammy com roupa de Fiona no Extra Battle na terceira semana pra pegar a gem... mas ganhei de todos Shadaloo Soldiers.

    Tekken 7 (PS4) : O dia que o jogo atualizou, com mudanças na jogabilidade e inclusão dos primeiros personagens da season 2, eu e o @rafael_mingato jogamos lá. Teve mudanças que parecem estar virando tendência em jogos de luta. "Easy combos"... agora é possível ativar uma funcionalidade para dar combos com quadrado 3x, e/ou triângulo 3x. Esse Tekken já tinha "atalhos" pra dar os Rage Arts de maneira simplificada. Eu nunca ativo essas coisas. E quando não é opcional ativar essas coisas, como no KOF XIV, eu nunca uso. Acho isso desprezível... perdão. Que Mortal Kombat e Street Fighter nunca entrem nessa moda.

    Pocket Mortys (Android) : Estou com badges suficientes pra enfrentar o penúltimo membro do Conselho de Ricks. Mas quem se importa?

    Red Dead Redemption

    Plataforma: Playstation 3
    9831 Jogadores
    404 Check-ins

    29
    • Micro picture
      barbarabai · 3 meses atrás · 2 pontos

      Faltou me citar ae no SF também né. Que me deixou com uma bolha gigante no dedo mas deu pra ganhar 6 mesmo assim hehe.

      1 resposta
    • Micro picture
      filipessoa · 3 meses atrás · 1 ponto

      O calor já perdeu a graça aqui na região pq não acaba nunca sapoha hsuahs acho que 61 horas e meia pro RDR deve ser uma duração bacana pra finalizá-lo. Ow tem como zerar esse jooj aí do Pocket Mortys?

      1 resposta
    • Micro picture
      gus_sander · 3 meses atrás · 1 ponto

      Não sabia que tanto pessoal do Alva tava jogando o Payday e o SFV junto, deve estar uma partida melhor que a outra xD

      2 respostas
  • farusantos Farley Santos
    2018-09-30 10:52:26 -0300 Thumb picture

    Dez ótimos indies com multiplayer local para curtir com os amigos

    Medium 3675236 featured image

    De tempos em tempos eu reúno os amigos para jogar títulos com multiplayer local. Mario Kart 8, Smash Bros. e Splatoon 2 são alguns jogos que sempre aparecem nas nossas jogatinas, no entanto títulos indies são os que dominam nossa seleção. Escolhi alguns dos meus favoritos, entre jogos conhecidos e alguns mais obscuros, mas deixei de fora alguns bem legais que já comentei em outras ocasiões (como Treadnauts, Crawl e Wizard of Legend). Confira:

    Overcooked!

    Plataformas: PC, PS4, Xbox One e Switch

    Máximo de jogadores: 4

    O caótico simulador de cozinha diverte com suas mecânicas simples e situações malucas — nada como tentar fazer hambúrgueres em um barco no meio de uma tempestade. Eu e meus amigos sempre montamos estratégias e dividimos as tarefas, mas no calor do momento dá tudo errado, sendo o resultado pratos sendo montados no chão e outras loucuras. É, também, um ótimo título para apresentar a pessoas que não têm costume de jogar.

    Samurai Gunn

    Plataformas: PC

    Máximo de jogadores: 4

    Samurais armados com katanas e pistolas se digladiam em Samurai Gunn. Este é um jogo de luta e ação brutal, com partidas extremamente rápidas. Bastam alguns segundos para entender o conceito básico e rapidamente estamos destruindo balas com ataques de espada (!). Recomendo experimentar o modo 1 vs 1, que lembra bastante um duelo estiloso.

    Curses 'N Chaos

    Plataformas: PC, PS4 e Vita

    Máximo de jogadores: 2

    Dois amigos foram amaldiçoados e agora são perseguidos constantemente pela Morte. Para reverter o feitiço, a dupla precisa derrotar ondas e mais ondas de monstros a fim de encontrar ingredientes para fazer um elixir mágico. Curses ‘N Chaos é uma experiência arcade bem simples e descompromissada, porém a dificuldade é acentuada — perfeito para jogar na companhia de um amigo.

    Keep Talking and Nobody Explodes

    Plataformas: PC, PS4, Xbox One e Switch

    Máximo de jogadores: no mínimo 2

    Keep Talking and Nobody Explodes é uma das experiências mais criativas que já joguei. Uma pessoa é responsável por desarmar uma bomba repleta de dispositivos complicados (ou seja, pequenos puzzles), já outro jogador precisa consultar um manual com as instruções para desarmar cada dispositivo da bomba. Um não tem acesso às informações do outro, sendo assim, é necessária comunicação constante para sair vitorioso. A diversão vem da tensão constante de não conseguir fazer as coisas antes do tempo esgotar — até que alguém decodifica o código morse a bomba já explodiu. Esse jogo precisa de no mínimo duas pessoas, porém ele fica tão difícil que recomendo vários pequenos grupos.

    Wand Wars

    Plataformas: PC, PS4 e Xbox One

    Máximo de jogadores: 4

    Em Wand Wars bruxos voam em vassouras em um esporte que consiste rebater uma bola de energia mágica nos outros oponentes. O legal é que o orbe luminoso vai aumentando de tamanho e ficando cada vez mais rápido, tornando as partidas cada vez mais frenéticas. Feitiços, personagens inusitados (como um “Harry Potter hipster” e um robô mago) e muita imprevisibilidade resultam em um party game muito divertido.

    Lovers in a Dangerous Spacetime

    Plataformas: PC, PS4, Xbox One e Switch

    Máximo de jogadores: 4

    Coordenação é a solução em Lovers in a Dangerous Spacetime. Nesse título, até quatro jogadores controlam uma nave espacial em fases recheadas de perigos. O diferencial é que cada função da nave é controlada por uma pessoa: um jogador mira e atira os lasers, outro é responsável pela propulsão, um terceiro controla os escudos, e assim por diante. Acontece que a tripulação é bem menor do que a quantidade de funções, logo precisamos mudar de lugar constantemente. Naturalmente a bagunça aparece rápido e sair ileso se torna um grande (e divertido) desafio.

    Tooth and Tail

    Plataformas: PC e PS4

    Máximo de jogadores: 4

    Tooth and Tail simplifica conceitos de estratégia em tempo real em um jogo fácil de entender e muito acessível. Cada facção tem à disposição poucos tipos de unidades e os batalhões são controlados por meio de um único botão. O título conta com multiplayer local para até quatro jogadores em tela dividida e me diverti bastante com os amigos testando as estratégias e possibilidades.

    Rivals of Aether

    Plataformas: PC e Xbox One

    Máximo de jogadores: 4

    Rivals of Aether é um jogo de luta de plataforma nos moldes de Smash Bros. Os comandos são fáceis de entender, porém o sistema de combate tem várias nuances e complexidades interessantes. O resultado é um jogo que é ao mesmo tempo muito técnico e party game. Uma partida com quatro jogadores é bem caótica, já embates entre duas pessoas são bem técnicos.

    Fight'n Rage

    Plataformas: PC

    Máximo de jogadores: 3

    Fight’n Rage é um beat’em up com visual 16 bits para até três jogadores simultâneos. O sistema de combate é simples, porém conta com muita flexibilidade — são várias as opções de montagem de combos. Além disso, ele tem várias rotas e finais alternativos. Jogar com amigos é quase que essencial, pois é um título muito difícil. Fight’n Rage é uma ótima opção para curtir algo cooperativo com os amigos.

    TowerFall

    Plataformas: PC, PS4, Vita, Xbox One e Switch

    Máximo de jogadores: 4 (6 no Switch)

    Arqueiros ágeis se enfrentam em combates intensos em TowerFall. O diferencial do jogo é a grande variedade de estágios, tipos de flechas e situações, o que resulta em vários momentos inusitados e frenéticos. É mais um daqueles jogos fáceis de entender, mas com vários detalhes legais de complexidade. Além dos modos de batalha, o jogo conta também com modalidades cooperativas. A versão para Switch, até o momento, é a única que tem um modo exclusivo para seis jogadores.

    ~

    Que outros indies legais com multiplayer local vocês recomendariam? Digam aí :) 

    53
    • Micro picture
      wcleyton · 3 meses atrás · 6 pontos

      e quando não temos amigo?? comofaz?

      4 respostas
    • Micro picture
      ogawara · 3 meses atrás · 3 pontos

      Curti o Fight ' N Rage.

    • Micro picture
      artigos · 3 meses atrás · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • fredson Fredson Ricelli
    2018-09-01 12:10:12 -0300 Thumb picture

    Relatório : Agosto / 2018

    Nenhum check-in entre o último relatório e este for no reason... XD

    .

    Magicka 2 (PC) : Jogado apenas 1 vez, pra não ficar injusto com o @dbcdavid ter participado do jogo inteiro e não ter zerado, já que na batalha final no mês passado ele caiu da partida antes do boss morrer.

    Payday - The Heist (PC) : A Green Bridge está nos derrotando lindamente, com frequência. Todas as quintas estamos jogando umas 3~4 partidas nessa fase, e depois de sair da construção a gente acaba ficando cercado e morrendo. Ok, algumas vezes a gente morre até mesmo antes de soltar os prisioneiros. @dbcdavid, @barbarabai, @tera. Also, a DLC Wolf Pack  ficou com 80% de desconto, eu comprei, e agora tem uma quarta linha de skills e 2 novas fases.

    Lara Croft and the Temple of Osiris (PS4) : Eu e a @barbarabai terminamos a Icy Death, que é um dos tombs DLC e fizemos 100%. Agora temos 100% de tudo nesse jogo.

    The Awesome Adventures of Captain Spirit (PS4) : Por mais que esse "prólogo" do Life is Strange 2 seja bem simplezinho, ainda consegue ter uma baita carga de emoção. Faz lembrar muito da infância. Você só fica brincando e arrumando a casa enquanto o pai fica assistindo jogo e se embebedando. Eu só não consegui desbloquear o celular do pai, o resto das coisas da lista eu fiz tudo. O final... putz!!! XD Pena que só vou jogar o Life is Strange 2 algum tempo depois que sair todos os episódios e lançar mídia física.

    Red Dead Redemption (PS3) : Maior parte do meu tempo dedicado a games em agosto, foi nesse jogo. Estou adorando a ambientação, a trilha sonora, as coisas aleatórias que acontecem fora das missões principais, etc. O marcador nos stats diz que estou com 49.9% de game completion.

    Street Fighter V - Arcade Edition (PS4) : Maioria das quintas toda semana, continuo jogando com os amigos @rafael_mingato, @hidatte, @leandro2litros, um amigo meu que não tem conta aqui na rede, e de vez em quando o @genesis. Fins de semana faço as missions semanais, challenges do Extra Battle que me interessam, e jogo Ranked

    .

    Desinstalei o Mortal Kombat X do Android. Preciso evitar jogos infinitos e voltar a ler mais no ônibus. No entanto continuo jogando Pocket Mortys, mas com bem menos frequência do que eu jogava o Mortal.

    The Awesome Adventures of Captain Spirit

    Plataforma: Playstation 4
    47 Jogadores
    9 Check-ins

    26
    • Micro picture
      filipessoa · 4 meses atrás · 1 ponto

      Há quem diga que jogos infinitos são uma praga kkkk também farei a mesma coisa que você com relação ao LiS 2. A pior parte vai ser fugir dos spoilers que vão surgir por aí enquanto os cinco episódios forem sendo lançados.

      1 resposta
    • Micro picture
      leandro2litros · 4 meses atrás · 1 ponto

      Chekin ai no jogo do Gugu gaiteiro kkk

      2 respostas
    • Micro picture
      pauloaquino · 4 meses atrás · 1 ponto

      Já estou me convencendo de que virtualmente todo game de Android é freemium infinito.
      Aquela coisa de "jogue todos os dias pra obter recompensas", os malditos troféus, de tempos em tempos têm os tais eventos que só fazem te prender no jogo...
      Nem tem mais a seleção de nível de dificuldade.

      Tem jogo que anda se metendo a "old school", mas pra mim está fazendo isso do jeito errado.

      Prefiro um milhão de vezes um jogo do tipo que "uma hora depois já zerei, já pus de lado, vou fazer outras coisas" do que freemium, que escraviza a pessoa.

      E quer desafio? Põe no hard! Porca miséria!...

      1 resposta
  • farusantos Farley Santos
    2018-08-26 09:24:04 -0300 Thumb picture

    Nintendo Switch: dez ótimos indies para jogar no console

    Medium 3665140 featured image

    O Nintendo Switch se estabeleceu no mundo dos games e recebe constantemente inúmeros títulos indie de qualidade. Muitas das melhores experiências do ano no console, inclusive, foram proporcionadas por jogos indies — Hollow Knight, Celeste e Owlboy são alguns exemplos. Por conta do grande volume de lançamentos, muito jogos excelentes acabam não recebendo o devido destaque. Sendo assim, escolhi alguns ótimos indies já disponíveis no Switch e que não são muito falados por aí, confira:

    Battle Chef Brigade

    Em Battle Chef Brigade controlamos chefs guerreiros que participam de uma competição a fim de entrar em uma brigada de elite — todos os pratos são feitos com partes dos monstros abatidos. O jogo combina de forma criativa e simultânea dois gêneros bem improváveis: beat'em up nos momentos de caçada e puzzle de combinar na hora de cozinhar pratos. Conseguir coordenar os dois estilos é o que faz esse título divertido.

    Graceful Explosion Machine

    Graceful Explosion Machine é um shoot'em up (também conhecido como "jogo de navinha") de movimentação lateral no qual a nave tem acesso constante a quatro diferentes tipos de armas. É um jogo bem colorido e ágil, sendo que o maior desafio é conseguir montar grandes combos sem morrer.

    Flinthook

    Flinthook é um jogo de plataforma 2D com elementos de roguelike. No controle de um pirata espacial, exploramos naves repletas de desafios de plataforma e muitos inimigos. Além de uma pistola para atacar os oponentes, o protagonista utiliza um gancho com corda para se lançar pelos cenários e consegue deixar a ação em câmera lenta. É um jogo difícil e com muita variedade de situações.

    Treadnauts

    Treadnauts é um jogo de arena competitiva com conceito inusitado: até quatro jogadores participam de batalhas controlando tanques, tentando explodir uns aos outros. Os veículos são bem ágeis e conseguem pular com facilidade e andar pelas paredes (!). As partidas são rápidas e repletas de momentos imprevisíveis, perfeito para jogar com os amigos.

    Minit

    O protagonista de Minit se meteu em uma enrascada após pegar uma espada amaldiçoada na praia: ele morre depois de 60 segundos e reaparece em casa. Mesmo com uma limitação tão intensa, o herói vai tentar quebrar a maldição. Para isso, exploramos um mundo repleto de puzzles e complicações, um minuto de cada vez. É impressionante o quanto é possível fazer nesse intervalo de tempo tão limitado e tem muitas situações legais pela aventura.

    Wizard of Legend

    Em Wizard of Legend controlamos um mago extremamente ágil, capaz de atacar rapidamente os inimigos. As batalhas são muito rápidas e lembram bastante um hack ‘n slash, sendo possível adquirir várias novas magias no decorrer da aventura — há forte incentivo à experimentação e montagem de combinações de ataques devastadoras e estilosas. O jogo conta com elementos de roguelike (morte permanente, geração procedural) e multiplayer cooperativo e competitivo para dois jogadores.

    Crawl

    Crawl é um título de ação com multiplayer somente local para até quatro participantes. Nele, um jogador controla um humano, já os outros três são fantasmas que assumem o controle de monstros e armadilhas a fim de tentar matar o herói. O legal é que o fantasma que desfere o golpe fatal assume o lugar do herói, o que faz com que os papéis mudem constantemente. Crawl é uma excelente opção para jogar localmente com amigos, principalmente no modo tabletop.

    Floor Kids

    Floor Kids é um jogo de ritmo com temática de hip hop nada usual: na maior parte do tempo, podemos montar as danças livremente. Pode parecer estranho não ter nenhum guia de marcação como outros títulos do gênero, porém ele consegue traduzir bem a liberdade e improvisação do hip hop. Além disso, o visual é marcante com seus gráficos que lembram rabiscos se mexendo e a trilha sonora é repleta de composições contagiantes.

    Hand of Fate 2

    Hand of Fate 2 combina cartas, ação e roguelike para trazer uma experiência bem única. O jogo lembra uma sessão de RPG de mesa, pois precisamos tomar decisões de acordo com o que aparece nas cartas tiradas. Quando é hora de batalhar, ele se transforma em um jogo de ação com combate que lembra levemente o da série Batman Arkham. O resultado é um RPG bem diferente e com muitas opções de rejogabilidade.

    Yoku's Island Express

    Seria possível criar um metroidvania com mecânicas de pinball? Yoku's Island Express prova que sim. No papel de um protagonista que não pula, exploramos uma imensa ilha lançando o bichinho pelo ar com a ajuda de flippers e bumpers. Sendo assim, cada trecho lembra uma pequena mesa de pinball com puzzles e mecânicas embutidas. O visual colorido, personagens cativantes e uma progressão não linear deixam a aventura ainda mais divertida.

    42
    • Micro picture
      artigos · 4 meses atrás · 4 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      roberto_monteiro · 4 meses atrás · 2 pontos

      Muito bom em! Agora quero jogar todos eles T.T

    • Micro picture
      manoelnsn · 4 meses atrás · 2 pontos

      Aopa! Verei todos eles com mais detalhes quando chegar em casa!

  • fredson Fredson Ricelli
    2018-08-01 07:37:02 -0300 Thumb picture

    Relatório : Julho / 2018

    Eu assisti todos os jogos do Brasil nessa Copa do Mundo, mas foi só pra me divertir com amigos. Nem liguei pra derrota, lol. E na sexta-feira passada me despedi do Matanza. Não, ninguém morreu, só estão fazendo os últimos shows antes de "sair da estrada".

    .

    Life is Strange - Before the Storm (PS4) : Platinei na penúltima madrugada. Só 3 episódios, e cada um deles tendo mais ou menos o mesmo tamanho dos episódios do primeiro jogo, e com a falta de algo semelhante ao poder da Max de voltar no tempo, fez esse jogo ser bem mais simples do que o primeiro. Não apenas por isso, as escolhas são bem mais fáceis de se fazer, nenhuma me deixou tenso e indeciso, nem mesmo a última, e todas elas tem menos impacto nos acontecimentos subsequentes. O curioso é que a chata da Chloe, dessa vez com 16 anos (2 anos mais nova que no primeiro jogo), sendo mais adolescente eu pensei que seria bem mais chata, mas nem foi. Foi bem legal muita coisa, a atuação é um ponto alto, e o jogo transmite muito bem as emoções dos personagens, e nisso o destaque vai para o episódio extra, que é o menor e mais simples de todos, mas com um dos finais mais pesados ever! Me deu vontade de chorar... XD

    Lara Croft and the Temple of Osiris (PS4) : Revisitando esse jogo que já tenho 100% dos trophies, por que comprei Season Pass por pouco mais de 1 dollar em uma dessas promoções ae. Deu acesso à 2 tombs que ficavam fechados à oeste da estátua do Osiris. Por enquanto eu e a @barbarabai completamos (com todos os challenges) só o Twisted Gears. Na próxima vez que jogarmos vamos no Icy Death, e assim, terminar de vez esse game. É um multiplayer co-op muito divertido.

    Magicka 2 (PC) : Esse foi frustrante por que no último dia que jogamos em junho, encerramos no checkpoint do último boss. Isso pra mim só é motivo pra parar em caso de emergência gravíssima. Alguns de nós ainda possuíam dúvida se seria mesmo o final boss. Ae beleza, primeira quinta-feira de julho, load game, kill the boss, e sim, era o final boss. Fim de jogo. Foi tão pouco tempo nesse jogo esse mês, que ele nem devia entrar no relatório aqui, whatever. O @dbcdavid caiu durante essa luta e não viu o final, então qualquer dia desses vai rolar de novo. Como falei no meu último check-in dele, foi inferior ao predecessor em todos os aspectos. @barbarabai, @tera, @dbcdavid.

    Payday - The Heist (PC) : Só jogamos na Green Bridge. Na primeira vez que pegamos pra valer, um bug fez com que ficássemos presos por meia hora dentro da van do prisioneiro chinês. Mas conseguimos sair de algum jeito, e chegamos tão longe que creio que por pouco não passamos dessa fase. Eu me concentrei nos challenges e atropelei nos levels, ultrapassando quem estava 1 level na minha frente. Nas próximas vezes não fomos tão bem assim. @barbarabai, @tera, @dbcdavid.

    Street Fighter V - Arcade Edition (PS4) : Depois de ter reunido uma porrada de gente em uma noite, contando com presença de @le, @andreycout, @hidatte, @rafael_mingato, @genesis e um amigo meu da época da faculdade (que não está por aqui na rede), e ter perdido muito, passei a perder muito em quase todas as próximas vezes que joguei esse jogo. @leandro2litros apareceu outros dias, já não dá mais nada com o Rashid e mudou pra Laura, hehe. Não foi o meu mês, pelo menos não nesse jogo, hehe. E em alguns fins de semana, joguei algumas partidas contra a @barbarabai.

    .

    E sim, continuo jogando os malditos jogos mobile enquanto estou no ônibus. Antigamente eu só lia livros e comics nesse tempo...

    Life is Strange: Before the Storm

    Plataforma: Playstation 4
    146 Jogadores
    55 Check-ins

    27
    • Micro picture
      rafael_mingato · 5 meses atrás · 2 pontos

      É esse mês também não foi o meu no Street Fighter V, perdi horrores! O.O
      Legal que platinou o "LIS BTS", ele é mais simples que o primeiro, mas o final do episódio extra foi foda!
      Agora é aguardar o LIS 2 chegar! =)

      3 respostas
    • Micro picture
      seufi · 5 meses atrás · 2 pontos

      Mas vc @fredson e a @barbarabai deveriam experimentar overcook (e tava em promoção estes dias também) e o don't starve together... dêem uma olhadinha

      2 respostas
    • Micro picture
      santz · 5 meses atrás · 1 ponto

      Também estou com um maldito jogo de celular, mas resolvi substituir por um game de RPG do NES, daqueles bem lentos e, mas importante e divertidos. Peguei o Mother.

      1 resposta
  • fredson Fredson Ricelli
    2018-07-01 19:20:57 -0300 Thumb picture

    Relatório : Junho / 2018

    A conferência da Sony nessa E3 foi uma porcaria comparada com a da Microsoft. Me desculpem, só anúncio do RE2 Remake não ganha a E3.

    .

    Alien Isolation (PS4) : Relatório começando com esse de novo por que da outra vez eu já tinha zerado, mas estava em andamento na campanha pela segunda vez, na dificuldade Novice, pra tentar terminar sem morrer e sem matar nenhum humano, logo... platinar. E foi o que fiz, mission accomplished!

    Payday - The Heist (PC) : Esse foi jogado apenas uma vez nesse mês. A gente só queria testar a próxima fase e ver como ela era. Explodimos uma ponte e tentamos soltar alguns prisioneiros que estavam sendo levados, mas não demorou muito para os helicópteros chegarem com um monte de policial, SWAT, FBI, e todo o resto pra matar a gente. @barbarabai, @dbcdavid, @tera.

    Magicka 2 (PC) : Acho que faltou pouco pra terminar junho com esse game zerado. @barbarabai, @dbcdavid, @tera. Será que a Lok era final boss? Não foi o melhor lugar de se parar o jogo... -__-" Mas eu espero que não seja o fim, por que senão vai ser muito pequeno e eu estou esperando mais.

    Red Dead Revolver (PS2) : Eu zerei, adorei todos os bosses, a ambientação, a trilha sonora, as situações que rolaram no final, e muito mais. Achei bem difícil as últimas partes de duelos, morri mais de 20 vezes em alguns deles, mas deu pra aguentar.

    Splatterhouse (PC Engine) : Joguei de novo, mas a última vez que eu tinha jogado antes foi em julho do ano passado. Eu quero zerar. Já cheguei no final boss algumas vezes, mas percebi agora que enferrujei, lol.

    Life is Strange (PC) : Peguei para jogar novamente, depois de 2 anos. Escolhi muita coisa diferente da primeira vez, e a Max se deu mal muitas vezes durante o jogo, hehehe. E escolhi o final que eu não tinha visto (está mencionado no último check-in). Fiz 100%. Agora tenho ele com todos achievements na Steam e todos trophies na PSN. Foi bom reviver essa experiência, visto que vou começar logo o Before the Storm.

    .

    Street Fighter V - Arcade Edition (PS4) : Basicamente as mesmas coisas de sempre, a gente dá o melhor, vai tentando, perde as vezes, ganha as vezes, hehehe. Consegui matar todos Shadaloo Soldier que apareceram. Algumas vezes rolou Battle Lounge com @rafael_mingato, @hidatte, @genesis, @leandro2litros e @marcos_daikak.

    The King of Fighters XIV (PS4) : Durante um Battle Lounge do SFV, fomos chutados pra fora para uma manutenção da CFN. Ae a gente ficou jogando KOF XIV até voltar. Eu, @rafael_mingato e @hidatte.

    .

    No talking about Android games this time...

    Red Dead Revolver

    Plataforma: Playstation 4
    11 Jogadores
    5 Check-ins

    24
    • Micro picture
      leandro2litros · 6 meses atrás · 1 ponto

      Esse red dead revolver é muito bom travei em uma parte em que um carinha la vai explodir uma porta e vc tem que defender ele por um certo tempo

      3 respostas
    • Micro picture
      dbcdavid · 6 meses atrás · 1 ponto

      Tá com cara de último chefe mesmo, mas tomara que tenha mais alguma coisa depois.

    • Micro picture
      filipessoa · 6 meses atrás · 1 ponto

      Relatório completinho

Carregar mais postagens

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...