• 2019-08-04 14:59:49 -0300 Thumb picture

    Desafio: Uma Semana de Música - Dia 2

    @desafio

    Dia 2: Música tema de jogos específicos; 

    É óbvio que qualquer lista minha iria aparecer um "The Last of Us" em algum momento. Essa música me toca profundamente, ouço com frequência em minha playlist. Aliás, não só essa, mas a trilha sonora do jogo toda. Nem tenho muito o que falar, é uma relação emocional mesmo. 

    2 Menções honrosas (pois uma só nunca basta): 

    O tema de "Horizon Zero Dawn" é outro que mexe comigo de um jeito emotivo. Acho essa peça tão grandiosa e mítica quanto a própria história do game e da jornada de Aloy, que é um caso raro de personagem em que eu me vejo refletido em diversos momentos, compartilhando certas emoções e pensamentos. Além disso, "Horizon..." foi o primeiro game que joguei no meu PS4, então tem toda aquela imagem de ser minha primeira vez jogando um game dessa geração em um console meu, tudo era novidade e grandioso pra mim.  

    "Silent Hill: Origins" não é o meu game favorito da franquia, mas é o que tem o melhor main theme, pra mim, principalmente depois que entra o vocal. É ouvir e eu sou transportado pra Silent Hill (o que é uma coisa boa, pra mim...é...eu sei..)

    Regras:

    1 - Postar uma música por dia, durante uma semana, seguindo a seguinte lista:

    Dia 1: Música tema de uma franquia;
    Dia 2: Música tema de jogos específicos;
    Dia 3: Música tema de alguma área/momento aleatório de um jogo;
    Dia 4: Música tema para chefões;
    Dia 5: Música tema de final boss;
    Dia 6: Músicas de encerramentos
    Dia 7: RODADA BONUS: Música completamente a sua escolha, tema de personagem, tela inicial, save room, tela de pause: VOCÊ ESCOLHE!
    2 - Comente em cada um dos dias o por que de estar escolhendo essa música!
    3 - Marque uns três amiguinhos para eles fazerem também (não costumo marcar ninguém, mas quem quiser fazer, sinta-se convidado)

    4 - Marque o @desafio para que possamos compartilhar suas postagens!!

    The Last of Us

    Platform: Playstation 3
    11535 Players
    1156 Check-ins

    17
  • beadama Beatriz Damasceno
    2019-06-09 18:56:13 -0300 Thumb picture
    Post by beadama: <p>Esse jogo é lindo demais ❤️</p><p>Amo os detalhe

    Medium 640969 3309110367

    Esse jogo é lindo demais ❤️

    Amo os detalhes das máquinas!

    Horizon Zero Dawn: Complete Edition

    Platform: Playstation 4
    84 Players
    60 Check-ins

    3
  • rodrigockp Rodrigo
    2019-02-04 17:16:46 -0200 Thumb picture
    rodrigockp checked-in to:
    Post by rodrigockp: <p><strong>[CHECK - OUT:&nbsp;HORIZON ZERO DAWN&nbs
    Horizon Zero Dawn

    Platform: Playstation 4
    1420 Players
    779 Check-ins

    [CHECK - OUT: HORIZON ZERO DAWN - FINALIZADO]

    No começo achei esse jogo meio sem graça, mas ai lá pro meio perto do final ele mudou totalmente! muito bom esse Zelda Plastation Horizon Zero Dawn.

    Segue tabelinda!

    [Save the date: 04/02/2019]

    13
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-02-02 22:02:39 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Horizon Zero Dawn

    Zerado dia 02/02/19

    O ano é 2017. Breath of the Wild ganha o prêmio de jogo do ano (mais do que merecido) mas nem todo mundo curtiu isso. Vi um bocado de gente falando que o jogo ganhou pela popularidade da série e que Horizon Zero Dawn merecia muito mais! Eu já queria muito jogar a aventura da Aloy mas esse hype todo em cima do jogo tava me matando de curiosidade. Imagine o visual das florestas, matando robôs num jogo d emundo aberto! Não tem como dar errado!

    Pois bem, peguei HZD emprestado junto a outros 3 jogos, incluindo o The Last Guardian e o novo Shadow of the Colossus, ambos que já postei aqui recentemente, e chegou a hora de finalmente jogá-lo.

    Eu postei aqui que me surpreendi muito com o mais recente God of War, pois o jogo é incrível de várias maneiras (embora não seja perfeito) mas Horizon foi exatamente o oposto: eu achei o jogo terrível. É sério. Eu vi tanta coisa mal executada ou mal pensada nesse jogo que nem sei se vou ter a capacidade de falar sobre tudo, mas enfim, se você for fanboy do jogo e não gosta que falem mal, talvez seja melhor parar de ler por aqui, e se continuar saiba que as minhas análises dificilmente puxam pro pessoal ou nostalgia. Basicamente, eu só vou dizer quais foram as minhas impressões, ok?

    Então, o jogo começa legalzinho. Seções lineares, mostrando as belezas da natureza e as texturas incríveis das roupas e modelos dos personagens. Logo são apresentadas mecânicas básicas, como o stealth e o uso do arco e flechas para caçar. A protagonista, Aloy, tem um dispositivo que permite escanear os arredores para ter noção de onde os inimigos estão e até o percurso que eles farão! É legal porque faz sentido, afinal, são robôs!

    O cenário tem plantas em destaque para serem coletadas e usadas como medicamento. Outras, junto com partes que você coleta de robôs derrotados, podem ser usadas para confeccionar munição, poções e afins. Tudo é simples e fácil.

    Esse jogo é um FUCKING ASSASSIN'S CREED! Um AC com elementos de The Last of Us, Tomb Raider e até Batman Arkham. É como se ele fosse uma grande mistura de vários jogos grandes, e isso é bom e ruim ao mesmo tempo.

    Passado o início linear do jogo e a apresentação de um bocado de personagens que acabaram sendo relevantes, o jogo te joga no seu grande mapa. Ande daqui pra lá, depois de lá pra cá etc. Nas primeiras horas, os primeiros mapas são legais, mas eles nunca realmente vão ficar diferentes. Tem partes com mato, outras no deserto, outras no gelo, mas eu nunca sei onde realmente estou a menos que eu fique olhando o mapa, pois tudo se parece com o início. É sempre a mesma coisa, com exceção das raras vezes que chove ou anoitece e a lua cheia faz a grama brilhar lindamente.

    Ainda assim, eu sempre acho que estou em um lugar e quando abro o mapa, estou no lado oposto!

    Quem já jogou qualquer coisa de mundo aberto, nem que seja GTA III sabe que o cenário deve ter elementos que te localizem visualmente! Mas deu pra ignorar esse fator graças ao marcador de missão principal que fica constantemente na tela. Siga ele e seja feliz.

    Mas é o mapa que insiste em ser chato. As missões te obrigam a ir de um lado a outro sempre super distante! Como você sempre tivesse que ir de uma extremidade a outra constantemente.

    Porque isso é ruim? Primeiro que é chato. Ir a pé demora muito e sempre há robôs te enchendo o saco e depois que eles engatarem a batalha, fugir é um saco e lutar contra 5 deles (algo normal) te deixa em uma super desvantagem. A solução é andar e caçar uma montaria, mas a habilidade de domá-los não é dada exatamente no começo e só alguns tipo de inimigos podem ser montados. Tem como ver no mapa onde tem montarias, mas muitas vezes eles estão longe e você acaba andando por 20 minutos só de raiva (fast travel só pode ser usado para localizações já visitadas e ainda custa um item específico).

    Em segundo lugar: o jogo não proporciona o que todo jogo de mundo aberto oferece que é a exploração dos arredores mandatória. Em Red Dead Redemption, por exemplo, você fica na fazenda e resolvendo coisas por lá. O jogo progride, você vai pra primeira cidade e SEMPRE fazendo reconhecimento, aprendendo o mapa e sabendo onde está (ou tendo uma noção). HZD caga pra isso e como eu disse, fica te mandando de um ponto a outro mais distante e pouco se importa com a sua imersão e se quiser conhecer o mapa e tentar decorá-lo, por ser tudo tão igual, que fique dando volta que nem besta.

    Seja andando ou cavalgando, os monstros vão continuamente encher seu saco. E embora eu AME o design desses animais cibernéticos, eu acaba evitando passar perto de seus campos de visão pela batalha nesse jogo ser tão chata. Quando um inimigo te ataca, ele ACABA com seu HP e seus golpes são quase sempre injustos, por exemplo:

    -o tigre carrega uma patada, você rola, rola, rola e ele ainda consegue te alcançar. Isso aconteceu tanto que comecei a evitá-los completamente.

    -um robô carrega um golpe em área, que fica sinalizado no chão. Eu rola pra fora da marcação e ainda assim sou acertado. Frustrante. É muito chato não ter liberdade de andar ou explorar porque você tá sempre sendo alvo de mil inimigos e sempre procurando evitar passar perto deles.

    Juntam 3 inimigos em cima de você e prepare-se para dar o melhor de si. Se der sorte você consegue fugir, sobretudo nas primeiras missões. Dependendo da área e inimigo, uma luta pode levar tempo demais!

    Pra completar, bater em robô é como bater em pedra. Não tem graça! Você bate com o taco nele e o maldito mal reage, e no máximo solta um choquezinho. Eu gosto da satisfação de ver meus golpes surtirem efeitos. Até meter uma flecha forte em um ponto fraco é super sem graça.

    Na hora de fugir, explorar e mesmo continuar no seu caminho na natureza, não dá pra entender exatamente o que fazer em diversas partes. Não estou dizendo que o jogo tem que me segurar pela mão, mas não fica muito claro com o que posso interagir. Acaba que eu saio pulando em cima de pedras e escalando com os pés pelo cenário de forma louca como num jogo 3D do Sonic. Nem Skyrim era tão zoado!

    Isso se torna um problema justamente quando você está em combate. Rochas te atrapalham a todo momento, você rola e uma pedra te para como se fosse uma parede e sempre te fazem perder o ritmo em partes de parkour e tal. De forma resumida: colocaram tanta coisa desnecessária no mapa que só atrapalha, mesmo pra visualizar o cenário!

    Em alguns chefes isso é elevado a décima potência: um monte de metal pra toda parte, você pulando tentando se livrar do monte de mini paredes enquanto o inimigo está mirando um laser em Aloy e caras atiram flechas, você tenta escalar uma pedra que obviamente é escalável mas a personagem não escala. Já aqueles destroços grandões vão te proteger dos mísseis do chefe, né? Opa, que nada!

    Falando em visualização, HZD é MUITO zoado com a quantidade de informação na tela. Em uma cidade, parece MMO, mostrando ícones de missões principais e secundárias, lojas, pessoas de interesse etc mesmo quando eles não estão no seu campo de visão. Felizmente consegui esconder muitos ícones do hud nas opções, mas isso não impediu de continuar cheio de informação desnecessária.

    Os gráficos começam a ficar sem graça quando você percebe que tudo é bem robotizado e que a Aloy, e alguns outros personagens importantes, tem um tratamento especial com expressões faciais e tal. Uma coisa que começou a me dar agonia é a expressão corporal dos personagens, que é meio que igual pra todo mundo, com aquela instância "Velozes e Furiosos". Aliás, as falas e a estória do jogo são bem hollywoodianas também, algo que eu definitivamente não esperava. Velho, que jogo genérico!

    Se você buscar imagens do jogo no Google, vai perceber que 90% não representa o visual ingame desse título, mas sim imagens publicitárias ou feitas no seu modo foto. Pura ilusão.

    Entediado com os cenários iguais, combate meh, stealth nem sempre funcional, IA ridícula ou injusta, fraqueza da Aloy e personagens e falas que ficam se repetindo a toda hora, como se o jogador fosse um imbecil e não conseguisse acompanhar o enredo (que pra dizer a verdade, é uma parte boa do jogo), eu não via a hora de terminar a jogatina, então fui no gamefaqs.com conferir quantas missões principais são e mais ou menos onde eu já estava (faço isso bastante com jogos por missão/capítulos mais longos pra localizar meu progresso e me surpreendi que estava bem perto do final). Eu não sabia se ficava feliz em acabar logo ou triste em saber que o jogo nunca engataria pra mim.

    Fui jogando e a próxima missão não tinha o nome que deveria ter, então voltei no site pra descobrir algo bizarro: imagine que o jogo tenha 22 partes em missões principais. Seguindo apenas o único indicador pra onde ele me mandava, eu fiz: 1, 2, 3 até a 12. Depois disso, pulei pra 18 e assim por diante. Bem que eu achei que o jogo tava bem difícil.

    Depois o jogo, ao invés de me mandar da 20 pra 21, me mandou pra 13, 14 e assim por diante, até chegar na 17 e depois continuar na 21 e assim por diante. Como isso não afetou diretamente o contexto das missões, eu julguei que seria como GTA, em que você pode seguir as missões que quiser, mas deve fazer todas pra continuar depois de um certo ponto. Mas, repetindo, eu só segui onde a marcação me mandava o tempo todo.

    Resumindo: Horizon Zero Dawn é um jogo "ok". É bonito, mistura elementos de diversos jogos em uma ideia mito legal: tribais contra máquinas futuristas. A ideia é boa, mas a execução não é. Essa foi a maior decepção com videogames que tive em muito tempo, ainda mais por ser exclusivo e por tudo o que poderia ser. É o pior jogo do mundo? Não, mas na época do PS3, HZD seria só mais um jogo mais ou menos.

    De bom: bonito em relação à texturas, modelos de personagens, luz solar ou da lua refletindo no mapa. Sistema de upgrades e habilidades, assim como de equipamentos (que mudam sua aparência mesmo). Robôs muito legais (adorei um boss que é um boi). Enredo intrigante que me deu vontade de jogar no nível mais fácil só pra continuar a estória (inclusive, parece que qualquer coisa entre as cinemáticas é irrelevante no progresso da narrativa). rilha sonora maneira e os sons dos inimigos são demais!

    De ruim: quase tudo. O jogo é chato e há zero satisfação em combater, destruir uma máquina ou eliminar inimigos no stealth. Inclusive, os inimigos te acham quando você faz algo no stealth, é muito zoado. Cenários irregulares e as vezes confusos e frustrantes. A Aloy é fraca tanto pra bater quanto pra tomar dano. Matar inimigos grandes leva tempo e dificilmente compensa o número de flechas que você usou ou teve que confeccionar durante a batalha. O jogo força constantemente a protagonista a ter uma personalidade forte, mas suas respostas são muitas vezes sem fundamento e eu só conseguia me perguntar: "de onde saiu esse desenvolvimento de personagem?" Cenários parados, bem chatos e parecidos. Necessidade de se locomover constantemente para longe e nunca aproveitar onde você está, assim como a necessidade de ficar achando montaria, pois se você entra numa cena, a que você já tem, desaparece. O jogo sempre mostra a sua personagem com o equipamento atual nas cenas, mas por algum motivo nas missões finais, ela só aparecia com a roupa "default". Zero imersão graças ao número de informações na tela, a distância da personagem da câmera e os cenários, que não dão uma sensação de mundão, mas de uma área comum. Pouquíssima variedade de inimigos. Muitos problemas de tradução (textos). Loadings terrivelmente longos, seja pra iniciar o jogo, voltar à vida ou fast travel.

    No geral, eu acho que finalmente entendi porque a versão completa de Horizon é praticamente dada pelas lojas por aí. É um jogo sem graça. Sem sal. E que quase me matou de tédio. Possivelmente o jogo relevante mais fraco que joguei no PS4, uma grande decepção que nem tem cara de exclusivo, que me fez não querer voltar a jogar e o deixar em hiato por dias e mesmo mais de uma semana numa outra vez. O final dá o entender que pode haver uma continuação, e eu jogarei, claro, mas esperando que mudem um pouco a fórmula e o deixem mais interessante e original e que invistam menos tempo animando a cara da Aloy e mais no fator diversão. Passável.

    Horizon Zero Dawn

    Platform: Playstation 4
    1420 Players
    779 Check-ins

    31
    • Micro picture
      marviiu · 8 months ago · 2 pontos

      Para mim foi um parto terminá-lo também. O que me motivou foi querer saber o que tinha ocorrido naquele mundo. Os encontros com robôs maiores que me desmotivavam.
      Não sei se vc chegou a comprar, mas chegou um momento que eu também estava frustrado com a viagem rápida ser tão complicada, mas os vendedores tem um item de viagem rápida infinita. Aí resolveu meu problema.

      2 replies
    • Micro picture
      kleber7777 · 8 months ago · 2 pontos

      Você tem uns pontos bem interessantes. Bacana ver um ponto de vista diferente. Eu adorei o jogo.

    • Micro picture
      sergiotecnico · 8 months ago · 2 pontos

      🤷‍♂️

      2 replies
  • thiagofslima Thiago Lima
    2019-01-08 15:11:17 -0200 Thumb picture
    thiagofslima checked-in to:
    Post by thiagofslima: <p><strong>#Platina 10</strong> (Foi a Platina de N
    Horizon Zero Dawn

    Platform: Playstation 4
    1420 Players
    779 Check-ins

    #Platina 10 (Foi a Platina de Natal)

    Jogo bonito, jogo bem feito, jogo formoso!
    Logo quando peguei Spider-Man, abandonei HZD e não sei o pq, mas demorei pra voltar e pegar firme nele.

    O jogo é simplesmente incrível, com uma narrativa sensacional, um mapa gigante cheio de criaturas de tudo quanto é tipo, e com uma explicação para cada detalhe. Sério, eu nunca joguei um jogo com tanta informação!
    Aloy é uma das personalidades mais fortes que já vi em um jogo. Ela sabe o que quer, sabe o que tem que fazer, vai lá e faz. As vezes tem um ego elevado também, mas acho que ela pode, rs.

    @platinadores

    Como graficamente esse jogo é LINDO, tire várias print's. Postar algumas.

    E como fiz a platina no Natal, ganhei badge (sim, segurei 1 troféu pra ganhar badge, me julgue)

    32
  • 2018-11-30 08:40:03 -0200 Thumb picture

    Mãe das Máquinas

    Medium 600667 3309110367

    Belíssima arte de Gin! contemplando Aloy e sua habilidade única de tornar-se aliada das máquinas de Horizon Zero Dawn. Khaleesi style.

    [@jvhazuki]

    Horizon Zero Dawn

    Platform: Playstation 4
    1420 Players
    779 Check-ins

    12
    • Micro picture
      rax · 10 months ago · 2 pontos

      Gostei da Arte :)

  • 2018-11-24 04:47:27 -0200 Thumb picture

    ♫ - The Good News

    Horizon Zero Dawn /  Joris de Man / 2017

    Como tinha dito lá na minha persona, Outubro ficou reservado para esse exclusivo do PS4. Eu realmente me surpreendi com a Guerrilla e mesmo que pré-conceituando seu trabalho com Killzone eu ainda considero Horizon Zero Dawn sua propriedade mais atrativa -- ser um RPG ao invés de um FPS ajuda, e muito.

    Durante as 60h de jogo a música teve um papel fundamental para absorver toda a natureza e beleza do jogo, mas da trilha sonora eu tenho me visto sempre voltando pra escutar The Good News. Acho a parte do violino fantástica.

    [@jvhazuki]

    Horizon Zero Dawn

    Platform: Playstation 4
    1420 Players
    779 Check-ins

    6
  • 2018-11-22 13:04:28 -0200 Thumb picture

    Extra Turn 1.1 - Horizonte, Robôs e Demônios

    Medium 599383 3309110367

    O podcast sobre RPGs do blog DaiBokém! retorna e no seu turno 1.1 comento um pouco sobre como é viver na pele de Aloy durante 60h em Horizon Zero Dawn, a volta de FFXIII no Xbox One e suas melhorias e os desafetos relacionados ao anúncio do primeiro Diablo mobile, e mais. 

    ▼ https://daibokem.blogspot.com/2018/11/extra-turn-1...

    Join the party!

    [@jvhazuki]

    Horizon Zero Dawn

    Platform: Playstation 4
    1420 Players
    779 Check-ins

    4
  • 2018-11-18 06:54:14 -0200 Thumb picture

    Achou que iria parar de comprar jogos? Achou errado...

    Medium 598601 3309110367

    Até o dia 27 tá rolando promoções especiais de Black Friday na PlayStation Store, com direito a alguns descontos bem interessantes como:

    R$24 - The Last of Us Remastered

    R$53 - DOOM

    R$60 - Horizon Zero Dawn: Complete Edition

    R$69 - Nioh: The Complete Edition

    R$76 - Diablo III: Eternal Collection

    R$77 - Persona 5

    R$79 - God of War

    R$89 - Assinatura anual da PlayStation Plus

    R$100 - Final Fantasy XV: Royal Edition, Monster Hunter World

    A lista completa de promoções e o link para mesma:

    ▼ https://www.promobit.com.br/oferta/black-friday-ps...

    Tô deixando o endereço do Promobit e aproveito para mencionar como é um aplicativo e plataforma ótimo para encontrar promoções, seja de jogos ou qualquer outra categoria. 

    Comprar ou não comprar God of War agora, eis a questão... 

    God of War

    Platform: Playstation 4
    1087 Players
    440 Check-ins

    12
    • Micro picture
      rafaelssn · 10 months ago · 1 ponto

      Que espécie de pergunta é essa? Eu gostaria de um PS4 só pra God of War pra tu ter uma noção...

      2 replies
  • 2018-10-25 09:13:16 -0200 Thumb picture
    jvhazuki checked-in to:
    Post by jvhazuki: <p>#img#[594167]</p><p>59h depois e mais uma platin
    Horizon Zero Dawn: Complete Edition

    Platform: Playstation 4
    84 Players
    60 Check-ins

    59h depois e mais uma platina conquistada; aliás nem tinha razões de não correr atrás dela já que 1) o jogo é muito tranquilo de fazer 100% e 2) terminei Horizon com 95%. :P

    Depois de tanto Killzone a Guerilla finalmente fez algo que despertou meu interesse e não me arrependi. Horizon Zero Dawn é um grande jogo e um dos melhores exclusivos que já coloquei as mãos desde que comprei o PS4!

    4
    • Micro picture
      topogigio999 · 11 months ago · 1 ponto

      Comprei o ps4 por causa desse jogo, isso ja faz 6 meses e até hoje não joguei kkk

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...