• andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-09-30 13:53:25 -0300 Thumb picture

    TNT CHECK IN (SHARE)

    Começando missão de levar carro dos outros no posto de gasolina...

    Achei chato e mandei o carro de um dos folgados "pros ares"...

    Ops!

    "NÃO FUI EU!"

    Melhor me esconder na rave que tá rolando por aqui...

    Por todo o imenso e lindo mapa do game, há os "PULOS ATREVIDOS" que também são bem divertidos de descobrir e realizá-los...

    Bora curtir esse "marzão" de jet ski...

    Avistei uns inimigos em suas bases...

    Bora fazer jus ao título do check in: EXPLODIR GERAL!

    Até aqui, 14% do PROGRESSO GERAL (PQP!!!)

     Sinceramente nunca joguei um game com tantos detalhes nas explosões.


    Esse game é irado. Tô me divertindo mais do que GTA V...


    Vale lembrar que o JUST CAUSE 4 já foi anunciado...

    Just Cause 3

    Plataforma: Playstation 4
    389 Jogadores
    78 Check-ins

    32
    • Micro picture
      gus_sander · 16 dias atrás · 3 pontos

      Só 14% até agora :o Esse jogo é gigante mesmo!

    • Micro picture
      filipessoa · 16 dias atrás · 2 pontos

      Você tá super bem escondido nessa rave hein? Kkkkk

      2 respostas
    • Micro picture
      christopherfrancini · 16 dias atrás · 2 pontos

      Eu sei que o jogo é explosão... Mas bem que poderiam colocar uma mecanica stealth... OBS: Amo jogo de mundo aberto que tem a mecânica stealth inserida e bem trabalhada....

      1 resposta
  • luannergino Luan Nergino
    2018-09-20 07:26:48 -0300 Thumb picture

    Desafio de 30 dias sobre videogame

    DIA 1 | DIA 2 | DIA 3 | DIA 4 | DIA 5 | DIA 6 | DIA 7 | DIA 8 | DIA 9 |DIA 10| DIA 11| DIA 12 | DIA 13 | DIA 14 | DIA 15 | DIA 16 | DIA 17 | DIA 18 | DIA 19DIA 20

    DIA 21 - Jogo com a melhor história

    GTA San Andreas

    GTA San Andreas foi um dos maiores sucessos na história dos videogames, e não por acaso, a longa e difícil batalha de C.J.  para tomar a cidade de outras gangues, no jogo há todo o conjunto necessário para se tornar uma grande história, e foi o que aconteceu: família, traição, corrupção enfim, ah, e também muita bala né... 

    Grand Theft Auto: San Andreas

    Plataforma: Playstation 2
    10567 Jogadores
    68 Check-ins

    5
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-09-09 22:15:50 -0300 Thumb picture

    DESAFIO TOP 20 MÚSICAS DE GAMES

    DIA 20 - LUIGI'S MANSION (GameCube - 2001)

    Indiscutivelmente a NINTENDO possui um carinho todo especial com seus games exclusivos, isso inclui suas trilhas. Dentre ZELDA, MARIO, PIKMIN... resolvi mencionar LUIGI'S MANSION, em especial aquela trilha que o LUIGI, morrendo de medo, canta junto:

    Os efeitos também não ficam para trás, como quando LUIGI chama pelo seu brother MARIO... 

    ---

    MENÇÃO HONROSA: todos GTA (que acabei não mencionando). Desde GTA III temos aquelas trilhas maravilhosas:

    Sexy Melodic Dance...

    em GTA VICE CITY 

    Pop...

    Heavy... 

    em GTA IV

    Rock...

    Viagem de ácido...

    Black Dance...

    em GTA SAN ANDREAS

    Country... 

    em GTA V

    Bitch Dance...

    As regras são as seguintes:

    1 - Poste uma música de um jogo por dia por 20 dias (total de 20 jogos)

    2 - Não pode repetir o jogo

    3 - A música precisa estar no jogo (OF COURSE!)

    4 - Vale versão remix ou música licenciada no jogo

    5 - Marque um abguinho e a persona @desafio

    6 - Não explique nada, só poste (às vezes não consigo)

    ---

    Finalizo agradecendo quem me desafiou como @gusgeek, @darkhaywired e @marlonildo, @juca87 e desafio qualquer outro lendo e interessado em participar.

    Luigi's Mansion

    Plataforma: Gamecube
    1343 Jogadores
    56 Check-ins

    22
    • Micro picture
      gus_sander · 1 mês atrás · 2 pontos

      Morrendo com esse Luigi chamando o Mario! xD Ainda pretendo jogar esse no 3DS hehe.
      E essas músicas dos GTA da vida haha, muito boas!!

      7 respostas
    • Micro picture
      filipessoa · 1 mês atrás · 2 pontos

      Só musicão hein!! Acho que a que nunca tinha escutado era essa primeira do Mario Verde...

      1 resposta
    • Micro picture
      zandryx · 1 mês atrás · 2 pontos

      No Luigis Mansion do 3ds, o Luigi tinha uma espécie de comunicador q parecia um console ds e toda vez q tocava ele tocava uma musiquinha bem legal, passei um bom tempo usando isso como toque do meu celular kkk https://www.youtube.com/watch?v=MlyejkQCvJg

      1 resposta
  • 2018-08-24 12:17:58 -0300 Thumb picture
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-08-09 17:38:12 -0300 Thumb picture
    37
    • Micro picture
      deletado999999 · 2 meses atrás · 3 pontos

      A física parece que tá mais pra Max Payne do que pra GTA. #tomara

      1 resposta
    • Micro picture
      mateusfv · 2 meses atrás · 2 pontos

      Espero bastante de RDR 2, o primeiro é de longe o melhor jogo da Rockstar, o segundo tá me parecendo ótimo :v

      7 respostas
    • Micro picture
      luandewitt · 2 meses atrás · 2 pontos

      Eles mexeram bastante na RAGE, parece que agora completaram todas as lacunas que a engine tinha com relação a física, combate e tudo mais.

      1 resposta
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-08-09 09:12:03 -0300 Thumb picture

    JUST CAUSE 3 (SHARE)

    Vamos seguindo nesse mundão de JUST CAUSE 3. Bora liberar essa província dos ditadores (pode começar explodindo aquele outdoor)

    O gancho é um elemento perfeito no game. Permite rápida locomoção e fácil acesso, dentre outras possibilidades. Bora destruir esses auto falantes com propagandas chatas e repetitivas...

    JUST CAUSE III: as melhores explosões você encontra aqui!

    Quanto mais caos, mais atenção chamará. Hackeie os equipamentos de proteção aérea à seu favor (os famosos "TERRA- AR")

    Assim todos helicópteros ou caças querendo lhe fuzilar, serão abatidos!

    Eu queria acertar aqueles soldados no jipe... infelizmente a granada saiu rolando morro abaixo e atingiu aquele monte de inocentes que estavam dançando ao pé da escada! kkkkkk

    Saí em disparada antes que fosse linchado! Matei mais um pobre inocente batendo em seu carro e explodindo-o...

    ... perdi o controle do carro e caí igual uma perereca no mar!

    Fui tentar voar num "aeromodelo" mas também "deu ruim"

    Achei melhor fazer uma visita ao padre para me benzer (os padres e suas igrejas servem para mudar o ciclo do dia e aliviar sua barra de procurado...)

    Sinceramente nunca joguei um game com tantos detalhes nas explosões.

    Só falo uma coisa: esse game é irado. Tô me divertindo mais do que GTA V - SINGLE PLAYER...

    Vale lembrar que o JUST CAUSE 4 já foi anunciado...

    Just Cause 3

    Plataforma: Playstation 4
    389 Jogadores
    78 Check-ins

    30
  • play4fun João De Jesus Júnior
    2018-07-31 17:44:23 -0300 Thumb picture
  • jonomaia João Gabriel Maia
    2018-07-30 19:30:02 -0300 Thumb picture

    VIOLÊNCIA E VIDEO GAME: Iniciando o Debate.

    Medium 3656784 featured image

    Fala pessoal! Esta é uma apresentação do que vem por aí - segundo meus planos e se o mundo não acabar amanhã. Vamos começar a discutir alguns pormenores sobre a violência no videogame que dificilmente se discute.

    1/ A Violência no Videogame.

    Comecemos do começo.

    O videogame enquanto mídia é foco de debates intermináveis sobre a representação da violência há décadas. Critica-se a forma com que é caracterizada, os motivos que a justificam e os perigos da exposição do conteúdo adulto ao público consumidor dessa indústria.

    Sem sombra de dúvida, tais questionamentos são importantes e precisam estar sobre constante discussão. Tal mídia hoje tem um valor sociocultural e econômico inestimável. O gigantismo das principais empresas do ramo e suas produções desafia hoje em termos financeiros e tecnológicos até as maiores produções de hollywood e a quantidade de jogadores dos mais variados níveis e plataformas contribuem para a manutenção da relevância do videogame em meio à nossa sociedade.

    Qual é então o impacto da violência na experiência interativa? Como este pode contribuir para o desenvolvimento da personalidade do indivíduo e da sua forma de enxergar o mundo? A exposição constante e/ou excessiva a este material causa a naturalização e normalização da violência em nossa sociedade?

    Essas, portanto, serão as perguntas que nesta série NÃO SERÃO respondidas agora! Ao menos, não diretamente.

    A todo momento vemos discutir as razões, as causas e ditas consequências da representação de temáticas e conteúdo violento nos jogos. É basicamente inegável o fato de que o video game tem sim meios de influenciar comportamentos, visões de mundo e tem a capacidade de normalizar tais representações, porém, não porquê este é especial, mas sim porquê todo e qualquer produto, obra e experiências têm a mesma capacidade. Crianças imitam frases e comportamentos dos pais, gestos de personagens de filmes e desenhos, roupas e estilos em novelas inspiram movimentos de modas e assim por diante.

    Quem vos fala não esconde a necessidade real de discutir a presença da violência tanto nos jogos como na sociedade como um todo, mas, discutí-la é diferente de proibí-la. mas perguntamos e discutimos o fim sem antes indagar sobre o começo: O que é essa violência, de onde vem, porquê vem e o principal, o que é o Videogame – ou ainda melhor, como entendemos o videogame ao longo da história? Só assim poderemos prolongar os questionamentos às tantas perguntas que se desenrolam sobre o assunto.

    Discutiremos ao longo desta série, os numerosos diálogos que a indústria dos videogames estabeleceu com o cinema e as transformações de hollywood, ao cenário musical e a sociedade – principalmente norte-americana e japonesa, grandes expoentes da midia – o desenvolvimento tecnológico – e como este fator influencia diretamente em questões estéticas e mecânicas do jogo – seu público-alvo, consumidor e mais!

    __________________________________________________________________________

    Este texto vem sendo desenvolvido em conjunto com meu atual projeto de conclusão de curso de História, que aborda exatamente o mesmo tema, mas de uma forma mais acadêmica e rígida.

    Decidi, como forma de alcançar talvez um público leitor maior, transformá-lo em pequenos artigos. Mas apesar da linguagem mais coloquial, o trabalho de pesquisa de fontes e a busca pelo contato com os jogos e documentos é o mesmo.

    O motivo? Unindo o útil ao agradável, estou tendo a oportunidade de associar minha formação profissional com uma de minhas maiores paixões desde criança e na possibilidade de compartilhar com o público, podemos expandir ainda mais a pesquisa!

    Como futuro historiador – assim espero – não sou o dono da verdade. Esse trabalho é uma possível leitura destes momentos-chave na história da industria do videogame realizado sob o amparo teórico e metodológico dos nossos estudos.

    Sintam-se no direito e no dever de criticar!

    ______________________________________________________________________________

    2/ A Violência E o Videogame.

    Discutindo Conceitos

    A quantidade de controvérsias que se desdobraram ao longo dos muitos anos em que o Videogame esteve presente na história é consideravelmente grande. Algumas das vezes resultando em ações legais de regulamentação, proibição e também protestos públicos.

    Diferentes regiões como, por exemplo, a Austrália são conhecidas por lidar com este tipo de questão de formas mais rigorosas. nos estados unidos, um dos polos principais da indústria, a força da primeira emenda, na maioria das vezes, freou tentativas de censura e regulamentação excessiva. Ainda assim, são muitos os momentos em que o videogame foi destaque em noticiários e objeto de análise em audiências públicas.

    No caso específico da violência nos jogos, temos como principais exemplos Death Race em 1976, mortal kombat, night trap e Doom e o surgimento do ESRB em 1993-94, Columbine e sua associação com Doom em 1999 e as infinitas polêmicas nas quais GTA se tornara alvo. Mas voltaremos a tratar especificamente de alguns destes momentos mais adiante.

    A primeira pergunta é: qual a definição, a imagem de violência que se discute nestes momentos? Como se caracteriza tal violência?

    O conceito de violência pode vir a significar uma diversidade de coisas. Geralmente a compreendemos como o exercer de força de qualquer natureza que cause dano físico, psicológico, submissão e controle ou privação a alguém - ou a alguéns. O problema é que assim como a língua/idioma em si, conceitos também se transformam com o tempo e com a sociedade. O que antes poderia ser visto como algo normal, hoje pode ser compreendido como uma forma de agressão e vice-versa, é por isso que obras que já foram no passado extremamente polêmicas, hoje passam como “mais uma segunda feira” comum.

    No videogame, a mesma discussão se encaixa perfeitamente, principalmente do ponto de vista estético. Qual a diferença de Contra (1987) e Doom (1993)? Em ambos, o jogador avança nos mapa e derrota inimigos através de armas de fogo – vulgo “matando tudo que se vê pela frente”. Indo além, porquê remake de Doom em 2016 não ocasiona o mesmo pânico de 1993 apesar da sua avançada tecnicidade gráfica e interativa?

    E Street Fighter (1987) e Mortal Kombat (1992) ? o que está em disputa é a mesma coisa! Um jogador derrota o outro – ou a maquina – através da luta – vulgo “enchendo-o de porrada”. Sim, em mortal kombat, extende-se a violência na questão da possibilidade de matar, mas ainda assim, o fator “jorrar sangue” já era problemático no momento em que o jogo se tornou polêmico.

    A questão é que nem Contra nem Street Fighter nem mesmo Doom (2016) desencadearam o debate e pânico a respeito da violência que Doom (1993) e Mortal Kombat fizeram. Se levássemos ao extremo, até mesmo Super Mario Bros entraria no hall de jogos violentos. Ser esmagado até a morte como um goomba ou jogado num poço de lava como o Bowser não deve ser a sensação mais agradável.

    Nosso objetivo agora é descobrir qual era o significado do conceito em questão nos momentos de debate. Para isso, voltemos de forma cronológica através dos momentos de maior ebulição da indústria, começando por 1976, Death Race - no próximo capítulo.

    27
    • Micro picture
      kess · 3 meses atrás · 4 pontos

      Concordo que a violência tem que ser discutida, mas adoro a seguinte frase: "se os games violentos fazem as pessoas violentas, banco imobiliário criaria milionários e Mario encanadores"

      1 resposta
    • Micro picture
      volstag · 3 meses atrás · 2 pontos

      Muito bom o texto, mas tem várias imagens que ”foram banidas” hahaha, confere isso.

      2 respostas
    • Micro picture
      artigos · 3 meses atrás · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • 2018-07-27 23:11:00 -0300 Thumb picture

    Lançada a Tradução do Grand Theft Auto III - PC

    Baixe agora mesmo a tradução do Grand Theft Auto III para Português do Brasil.

    Versão: 1.00
    Idioma: Português-BR
    Versão Suportada: 1.00 a 1.10
    Idioma Suportado: Inglês
    Lançamento: 27/07/2018
    Tamanho: 840 KB

    Download: Tribo Gamer

    Grand Theft Auto III

    Plataforma: PC
    3700 Jogadores
    34 Check-ins

    20
  • shadowofheart Rodrigo
    2018-06-18 20:57:37 -0300 Thumb picture

    Desafio dos 10 jogos! Dia 3

    Prosseguindo nesta segunda de correria! Mais um jogo para o desafio diário :)

    E como sempre, quem quiser fazer o desafio, fiquem a vontade

    Grand Theft Auto: San Andreas

    Plataforma: Playstation 2
    10567 Jogadores
    68 Check-ins

    21

Carregar mais postagens

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...