• hukori Victor 細川
    2019-02-06 15:08:18 -0200 Thumb picture

    Dica para estudar jogando!

    Medium 3702192 featured image

    Olá pessoal!

    Estava falando com alguns alunos e com alguns amigos meus e eles me soltam essa pergunta de vez em quando "quando você acha que é bom eu pegar para jogar algo em japonês?" e eu sempre respondo "quando você quiser." mas ainda assim sinto um pouco de resistência neles em tentar fazer isso e notei que isso é bem comum, como por aqui eu volta e meia vejo um pessoal interessado no idioma por causa de jogos que saem em sua maioria somente nesse idioma, vou explicar porque eu respondo dessa forma e dar uma ajudinha básica (bem por cima) para quem está meio perdido com relação a estudar o idioma de um ponto de vista de professor e também levando em conta coisas que eu fazia quando criança quando ia aprender um idioma novo. 

    Alfabeto:

    Diferente de mim, vocês tem a vantagem de já saberem um idioma ou dois então não precisa necessariamente aprender a falar antes de aprender a escrever, até porque o japonês é um idioma que usa alfabeto completamente diferente do romano (que é o que usamos no ocidente). Eu sempre recomendo aprender os "kana" primeiro de tudo, porque assim você pode ir treinando e se acostumando com as palavras de forma mais natural e treinar seus olhos e mente para tornar esse alfabeto algo mais simples é possível e tira aquele medo quando você se depara com um texto.

    Os "kana" são os alfabetos japoneses simples: "Hiragana" usado para palavras de origem japonesa e o "Katakana" usado para palavras de origem estrangeiras.

    IMPORTANTE: Sempre que escrever uma letra, fale qual letra é ela, dessa forma você grava melhor e um pouco mais rápido. Outra coisa importante é lembrar que regras gramaticais do Português não se aplicam aqui, então "Ka, ki, ku, ke, ko" tem som de "Ca, Qui, Cu, Que, Co", "Sa, Shi, Su, Se, So" tem som de "S" mesmo, som de "Z" é apenas para palavras que escrevem realmente com "Z" e essa mesma regra serve para o "R", "Ra, Ri, Ru, Re, Ro" não se fala como "RR" esse som vem do "H" e é usado em "Ha, Hi, Hu, He, Ho", e por ultimo "Chi" se fala "Ti".

    No inicio é meio complicado, mas quanto mais rápido você se acostumar com o alfabeto e parar de usar o alfabeto romano para japonês, essa parte vai ficando mais fácil.

    -O que estudar: Alfabeto básico (a imagem que passei), "Ten-Ten", "Maru" e "Ditongo"

    Vocabulário:

    Aprender um vocabulário novo é algo que você só se consegue com pratica, você pode devorar um livro de palavras, mas se não praticar, acaba esquecendo, assim como amigos meu que esqueceram japonês por que pararam de usar quando chegaram no Brasil.

    Uma forma de estudar isso é usando dicionario e o próprio google (ele é uma grande porcaria para frases, mas ajuda quando sua duvida é uma unica palavra) e se consegue palavras novas fazendo algo que você gosta, lendo algo ou jogando nesse caso. No inicio algumas frases não farão sentido, mas você provavelmente vai conseguir entender, vou dar dois exemplos básicos.

    1 - わたしはHukoriです。よろしくおねがいします。

    1 - "Eu sou Hukori. Conte comigo se desejar."

    Nesse primeiro exemplo as frase é traduzida e mesmo que estando na sua forma literal, não é preciso mudar para ser interpretada no Português.

    2 - ねえちゃんいっしょにたたかおうだ!

    2 - "Irmã mais velha junto lutarei!"

    Nesse caso a frase traduzida de forma literal não ajuda muito, mas podemos colocar ela assim em português:

    2 - "Lutarei junto com a minha irmã!"

    Agora vem a explicação do porque respondo "quando quiser".

    Basicamente ter estudado esses 2 pontos básicos, agora você consegue começar a caminhar com as próprias pernas e vontade, obviamente com um limitação, mas consegue.

    Vocês já devem ter se deparado ou ouvido falar de "Kanji" que é o alfabeto japonês mais complicado por ele vem do Chinês, mas não se preocupe com ele agora, você o derrota com tempo e pratica. Alguns produtos são feitos para um publico mais infantil e crianças japonesas não estudam Kanji logo no inicio da escola por isso existe o "Furigana" 

    que é a forma que se lê aquela determinada palavra ou Kanji.

    Com isso você consegue identificar a leitura e então pesquisar a palavra. Você pode demorar bem mais para ler um mangá ou passar a caixa de texto no inicio, mas seu aprendizado com o idioma vai evoluir muito mais rápido fazendo isso.

    Kikitori:

    Kikitori é o ato de treinar oque ouve e o que fala, esse caso não é muito interessante para aqueles que só buscam aprender o idioma apenas para ler uma série ou noticias mas, caso a pessoa queira também com o tempo aprender a falar e entender oque estão falando, essa parte se torna a mais importante.

    Algo que costumo fazer no inicio é colocar o jogo, filme ou serie no idioma que quero aprender e a legenda no idioma que tenho mais prática e vou analisando as palavras ditas e o que está na legenda (faço o oposto também para pegar pratica com a leitura dinâmica do outro idioma). Todos sabemos que legenda nenhuma é 100%, mas ela está lá para te dar o entendimento da frase e contexto e não sua tradução literal, por isso é importante lembrar que fazendo isso você aprende a interpretar uma frase e não a traduzir ela.

    Mas o ponto aqui é ouvir uma palavra ou frase que você conhece e se acostumar a ouvir ela e a falar ela. Com relação a japonês o melhor também é começar com coisas mais infantis por que a forma de falar é diferente.

    Note que mesmo a forma de falar tem diferença, por isso não sinta vergonha de treinar Kikitori com algo mais infantil antes de ir para filmes e novelas.

    Concluindo: Não tenha medo de tentar e demorar, não tenha vergonha nenhuma em demorar para ler um folheto que não é de seu idioma (isso pode ser perigoso também dependendo do aviso).

    A agilidade e pratica vem com o tempo, você também cansou de morrer em Dark Soul e em jogos antigos até mais difíceis e nem por isso sentiu vergonha de jogar vídeo game.

    Outra coisa, se tiver alguém que queira estudar esse idioma junto com você também ajuda bastante, praticar mesmo que com coisas inicialmente banais como só "ola, tudo bem?", depois você vai notando a evolução dos dois durante uma pequena conversa que vocês estavam treinando.

    83
    • Micro picture
      edknight · 2 months ago · 4 pontos

      Ótimas dicas maninho.
      Na época que eu estava mais dedicado a aprender o idioma, eu consegui decorar os Kanas, e isso já ajudou um bocado (tentei o kanji logo em seguida, e tirando meia dúzia deles, não aprendi nada e com o tempo acabei desanimando, mas pretendo voltar a estudar em algum momento). Sabendo o basiquinho do alfabeto já dá pra aprender um pouquinho de vocabulário e de gramática, e quando você joga ou assiste anime, dá pra reconhecer aqui e ali as palavras que já aprendeu.

      Outra coisa legal é que aprendendo bem os Kanas e sua pronúncia, dá pra descobrir o significado de frases que você ouviu. Eu costumo ir no Google tradutor, coloco o idioma japonês e ele substitui as letras digitadas pelos Kanas e já dá a tradução. Um exemplo que aconteceu comigo foi jogando o Dissidia Opera Omnia, o jogo tá traduzido pra inglês mas as vozes são jp, e ao usar um certo movimento da Selphie ela diz algo como "Minna o mamoru kabe". Eu fui digitando isso lá no tradutor (aí tem que ter um pouquinho de entendimento do idioma pra perceber o "N" duplicado, e saber que o "O" é na verdade o caracter "WO"), e no fim o tradutor me deu "みんなをまもるかべ", com a tradução "Eu vou proteger todo mundo", que faz bastante sentido no contexto do jogo. O tradutor até sugere kanji pra substituir algumas palavras, mas fazendo isso às vezes ele dá uma errada no sentido, mas já ajuda um pouquinho.

      3 replies
    • Micro picture
      artigos · 2 months ago · 3 pontos

      Parabéns pelo texto! O que acha de transformá-lo em um artigo?

      6 replies
    • Micro picture
      pedromelo · 2 months ago · 3 pontos

      Ótimo texto! Alguém tem alguma sugestão de mangá ou jogos para quem está aprendendo? Já fiz curso de japonês e sei hiragana e katakana mas meu vocabulário é bem limitado

      3 replies
  • andre_luiz André Luiz Alvares
    2018-03-21 20:06:13 -0300 Thumb picture

    Links sobre Desenvolvimento de Jogos

    Oi pessoal, eu criei uma lista de links de úteis de dsv. de jogos, isso é, palestras, artigos, vídeos, etc

    https://github.com/Andre-LA/links-de-dsv-de-jogos

    Não reúne os mais excelentes materiais do tipo, é mais como um histórico do que já li e vi (que seja bom), n tem tudo pq fui pegando de cabeça, então vou ir atualizando com o tempo, mas vou deixar compartilhado aqui.

    @alvadevs

    53
  • tinahorta Tina
    2017-12-01 04:04:00 -0200 Thumb picture

    Bem-vindo, dezembro!

    Medium 499132 3309110367

    Estava querendo engatar outra ficção, mas preciso estudar! Se bem que, convenhamos... O assunto não é nada chato, rs.

    37
    • Micro picture
      msvalle · over 1 year ago · 1 ponto

      Não imagino estudo mais prazeroso :)

  • doriprata Dori Prata
    2016-02-22 10:41:26 -0300 Thumb picture

    Realidade virtual pode ajudar no combate a depressão

    Estudo realizado por universidades inglesa e espanhola mostra que os dispositivos de realidade virtual podem ajudar no tratamento de depressão.

    http://www.vidadegamer.com.br/realidade-virtual-po...
    2
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2015-12-30 16:17:17 -0200 Thumb picture
    Post by luchta: <p>Começar a estudar é muito complicado, ainda mais

    Começar a estudar é muito complicado, ainda mais para quem terminou a quase dez anos do ensino médio, então eu já estou desacostumado com esse ritmo. Mas preciso adquirir o habito de estudar se eu quiser passar em qualquer concurso publico.

    P.S: Antes de iniciar os estudos eu vi uma galinha comendo um filhote de passaro morto, cara isso me traumatizou, embrulhou me estomago. Eu vi ele em pedaços, e as tripas para fora, as penas, acho que vou vomitar...

    27
    • Micro picture
      barbarabai · over 3 years ago · 3 pontos

      Melhor off topic do ano xD

    • Micro picture
      dantedias · over 3 years ago · 2 pontos

      Só você @luchta, totalmente off, perfeito, um off dentro de outro off, 10/10

    • Micro picture
      joanan_van_dort · over 3 years ago · 1 ponto

      Eu... não sei o que pensar do seu post =x

      1 reply
  • tinahorta Tina
    2015-05-22 15:31:23 -0300 Thumb picture

    Leitura

    "É importante reconhecer que a produção e circulação de conteúdo baseado em games pode abrir novas formas de expressão pública e criativa, e não só para gamers".

    Meu marcador de livro no momento (opção para quem gosta de café):

    Zombie Café

    Platform: iPhone/iPad
    2 Players

    20
    • Micro picture
      claujr · almost 4 years ago · 4 pontos

      Torrent aberto ali.... baixando o quê de bom ae? Huahauhuahauhau

      1 reply
    • Micro picture
      riki_samejima · almost 4 years ago · 2 pontos

      café? eu li "café"? Três corações.. o melhor *.*

      7 replies
    • Micro picture
      zuppao · almost 4 years ago · 1 ponto

      provei um desses, esses dias..mas nao o "Zero", era normal...... parece que vc esta mastigando um grao de cafe, mas docinho..rsrs eu curti..!!! =)

      1 reply
  • tinahorta Tina
    2015-04-28 11:52:43 -0300 Thumb picture

    Leitura

    Medium 111493 3309110367

    Pensando naqueles que estudam ou têm interesse no assunto e ainda não esbarraram com este livro! "Estéticas Tecnológicas: novos modos de sentir", conjunto de artigos organizado por Lucia Santaella e Priscila Arantes. ;-]

    17
  • tinahorta Tina
    2015-04-12 01:57:14 -0300 Thumb picture

    Leitura

    Medium 103328 3309110367

    - “Tudo o que é, naturalmente, mistério ou simulacro está próximo do jogo".

    - "O jogo é ocasião de gasto total: de tempo, de energia, de engenho, de destreza e muitas vezes de dinheiro, para a compra dos acessórios ou para eventualmente pagar o aluguel do local".

    31
  • salvianosilva Salviano Silva
    2014-11-18 11:33:48 -0200 Thumb picture

    Jogar games de FPS é benéfico ao cérebro, diz estudo

    Não é de hoje que vemos relatos de estudos dizendo que jogos de tiro em primeira pessoa, ao contrário do que muitos pensam ou falam, podem sim trazer algum tipo de benefício ao jogador. Há algum tempo, por exemplo, o jornal Psychological Reserach divulgou um relatório dizendo que títulos do gênero mencionado melhoram capacidades de percepção mental, mas as coisas não param por aí.

    Agora, é a vez da edição de novembro da Proceedings of the National Academy of Science relatar que jogar games de ação – especificamente títulos de tiro em primeira pessoa – melhora substancialmente a performance em tarefas que exigem atenção e percepção.

    “Para melhorar suas habilidades de predição, nossos cérebros constantemente constróem modelos, ou ‘templates’, do mundo. Quanto melhores os modelos, melhores os desempenhos. E agora sabemos que jogar games de ação realmente promove modelos melhores”, explicou Daphne Bavelier, pesquisadora da Universidade de Rochester.

    Como foi feito o estudo?

    Para chegar a esse resultado, a equipe de pesquisadores pagou US$ 8 por hora para que alguns estudantes jogassem dois tipos diferentes de games: um com bastante ação (Unreal Tournament) e outro sem (The Sims).

    Aqueles que se arriscaram no jogo de tiro se saíram melhor nas tarefas que exigiam percepção visual, que os pesquisadores acreditam ter benefícios no aprendizado na vida real. Dados obtidos anteriormente revelaram que esse treinamento visual melhora as habilidades que são necessárias para ser um bom cirurgião ou piloto, por exemplo.

    Esse estudo também mostrou que as melhorias associadas a esses games duram de alguns meses a um ano após o treinamento, provando que jogos de tiro em primeira pessoa são capazes de ajudar o cérebro a longo prazo.

    “Mostramos que jogadores de games de ação podem fazer uso de um parâmetro de percepção mais apurado que aqueles que não jogam video game”, concluiu o time de pesquisadores.

    Call of Duty: Advanced Warfare

    Platform: Playstation 4
    591 Players
    108 Check-ins

    11
    • Micro picture
      rodrigocaldas1993 · over 4 years ago · 2 pontos

      O meu cérebro deve ser super saudável então pois o que já joguei de Left 4 Dead 1 e 2 só nesse ano não é brincadeira, somando as horas dos dois jogos dá mais de 400 horas.

  • 2014-07-05 22:21:28 -0300 Thumb picture

    Quem é "mal" nos jogos é bonzinho na vida real.

    Um novo estudo feito pela Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, chegou à conclusão de que atropelar inocentes no GTA, atirar na cabeça de civis em Call of Duty ou simplesmente jogar com os vilões em video games pode fazer com que você seja uma pessoa melhor na vida real.

    Não, você não está lendo errado: a associação entre games e comportamento é, neste caso, totalmente positiva. O estudo, chamado de "Ser Malvado nos Video Games nos Torna Mais Moralmente Sensíveis" (tradução literal do original em inglês), afirma que cometer atos imorais no virtual faz com que você sinta culpa, reflita sobre o que acabou de fazer e não repita atitudes parecidas quando desligar o jogo.

    Peso na consciência

    Além disso, ficamos mais sensíveis a certos códigos morais que são exibidos nos títulos. Isso vai de encontro à opinião de muitos estudos e especialistas que afirmam que games violentos fazem com que pessoas reproduzam um comportamento similar.

    O estudo colocou 185 pessoas de 18 a 29 anos para jogar uma versão modificada do game de tiro Operation Flashpoint: Cold War Crisis, que foi usado em uma pesquisa anterior. Quem jogou com os terroristas sentiu-se culpado pelos atos de uma forma similar (porém menos intensa) ao que acontece na vida real. Esses sentimentos levam o indivíduo a um comportamento "pró-social", ou seja, propenso a ser correto e "gente boa" com outras pessoas.

    Fonte: http://www.baixakijogos.com.br/noticias/mau-games-...

    Eu acho que se os pesquisadores quisessem algo mais concreto eles deveriam fazer esse test com crianças que jogam videogames, pois pessoas com idade entre 18 e 29 anos ja sabem o que é moralmente certo e errado, enquanto crianças ainda estão desenvolvendo esse conceito, mas isso deve servir para calar a boca de quem acha que jogos influenciam a violência.

    Operation Flashpoint: Cold War Crisis

    Platform: PC
    21 Players

    19
    • Micro picture
      levy_dan_5 · almost 5 years ago · 0 pontos

      nossa cara porisso eu sou bonzinho

    • Micro picture
      rreis · almost 5 years ago · 0 pontos
    • Micro picture
      doctorlarry · almost 5 years ago · 0 pontos

      Um tapa na cara da sociedade

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...