• 2019-02-28 23:01:57 -0300 Thumb picture

    Quadro Diorama de Donkey Kong Country 3

    E o segundo tema finalmente saiu! Demorou muito mais do que o esperado, deu muito mais trabalho do que o projetado, mas o resultado valeu cada minuto debruçado em cima da peça.

    Quem conheceu a trilogia original, mesmo sendo DKC3 (o menos querido dos gamers), sabe o quanto a série se destacou no passado e provavelmente, se você é fã da série, gastou muitos finais de semana na jogatina desses clássico dos 16 bits.

    Sobre o diorama em si, trouxe alguns momentos de fúria e altos estágios e provações de paciência, resiliência e perseverança de minha parte.

    Agora é terminar os demais e em algum momento revisitar a trilogia depois de tanto tempo.

    E para você, membro do Alvanista? Qual seu momento ou fase favorita na trilogia Donkey Kong Country?

    Donkey Kong Country 3: Dixie Kong's Double Trouble

    Plataforma: SNES
    11790 Jogadores
    140 Check-ins

    3
  • muser Rafael Nogueira
    2019-02-09 13:41:34 -0200 Thumb picture
    <p>Via&nbsp;<a href="https://br.pinterest.com/" tar - Alvanista

    Medium 616014 3309110367

    Via Pinterest

    Donkey Kong Country

    Plataforma: Gameboy Color
    326 Jogadores

    45
    • Micro picture
      onai_onai · 1 mês atrás · 2 pontos

      Muita macacada numa imagem só...

    • Micro picture
      santz · 1 mês atrás · 2 pontos

      Muita violência numa imagem só...

  • luis_carlosblj Luis Carlos Bernardes
    2019-01-28 17:29:15 -0200 Thumb picture
    <p>Vídeo: <a href="https://bit.ly/2RVOsli?fbclid=Iw - Alvanista

    Medium 613704 3309110367

    Vídeo: http://bit.ly/2RVOsli
    -

    Sensacional escutar uma música de Super Mario 64 em DK3!

    Donkey Kong Country 3: Dixie Kong's Double Trouble

    Plataforma: SNES
    11790 Jogadores
    140 Check-ins

    34
  • jerfrey Jerfrey Figueira
    2019-01-16 12:42:31 -0200 Thumb picture
    jerfrey fez um check-in em:
    <p>Desde a última jogatina consegui passar pelas fa - Alvanista
    Indiana Jones' Greatest Adventure

    Plataforma: SNES
    934 Jogadores
    10 Check-ins

    Desde a última jogatina consegui passar pelas fases da Ilha, Shangai, India e muito perto de passar por Pankot também.

    A Fase da Ilha foi tranquila e a última que compõe o primeiro filme, A Arca da Perdição, onde enfrentei o chefão da fase em uma luta relativamente fácil onde ele solta o MAL para me atacar da arca. 

    Depois disso teve a Fase de Shangai que começa de forma frenética e, mesmo que tenha sentido isso desde a primeira vez que surgiu, aquela música desesperada de urgência que toca em determinas fases me deixou doido  só agora. E piorou depois. Deve piorar MAIS ainda. 

    Uma outra coisa que fiz questão de fazer quando surgiu a oportunidade foi usar "papel e lápis" para anotar a sequência para sair do "labirinto" de estátuas na Índia. Sério, fazia muito tempo que não fazia uma coisa dessas e, quando percebi que se tratava de uma ordem certa para passar dessa fase, vi uma oportunidade de voltar no tempo e fazer uma das coisas que só existiu naquela época de senhas, códigos e dicas anotadas em uma folhinha toda amassada. 

    As fases em 3D começaram a aparecer também, a primeira sendo na neve em uma espécie de barco. Foi divertido, até. Até que na próxima fase, em Pankot, depois de passar por dois estágios chegou no meu nemesis desse jogo até agora. 

    ESSA MALDITA FASE!

    Por que será que as fases envolvendo trilhos e carrinhos são sempre tão traumáticas? Um abraço pra Donkey Kong, inclusive. 

    Depois de morrer várias e várias vezes, tendo que repetir a fase desde o início e passar muita raiva, eu finalmente consegui passar desse maldito carrinho e, enquanto eu comemorava feliz da vida o próximo estágio surge , quebro a mochilinha e pego o chicote  e volto a respirar aliviado por finalmente ter passado do carrinho e... MORRO!

    Eu não sabia, mas a ponte começa a cair quando você passa um determinado tempo em cima dela.

    Ou seja, só piora. 

    12
    • Micro picture
      santz · 2 meses atrás · 2 pontos

      Essa fase da ponte é massa, apesar de curta. Mas ainda vai piorar bastante. Na questão de fases labirínticas, tem uma no aeroporto que tu vai ficar perdidinho. Pelo menos, eu fiquei.

      2 respostas
  • ramonplayerone Ramon Giovane
    2019-01-03 22:30:05 -0200 Thumb picture
    ramonplayerone fez um check-in em:
    <p>Primeirão a ser zerado em 2019, que comecei no f - Alvanista
    Donkey Kong Country

    Plataforma: SNES
    19855 Jogadores
    195 Check-ins

    Primeirão a ser zerado em 2019, que comecei no finalzinho de 2018.

    Depois de passar o último mundo, que é só caverna traiçoeira diferente e ainda um boss bem astucioso...

    ...o safado do K. Roll finalmente ancora aos arredores do País do Gorila Burro pra trocar uns socos. Corre que o corno tá puto!

    Muito foda o detalhe que é daí desse navio, Gang-plank Galleon, o final do primeiro, que começa o segundo jogo.

    Depois de derrotar o rei dos Kremlings (morri pra k7 nesse salafrário), recebemos os  parabéns, mas ainda assim tomamos umas chapuletadas do veio Cranky.... Why? hahah

    Hehuahah adoro esse sprite do DK apanhando.

    É a primeira vez que fecho com 101% esse jogo e sem usar save states (a não ser, para achar uns bonus no fim, que esconderam de uma forma que nem a mãe dos devs conseguiria achar sem algum guia. Esses extras eram bem na doida no primeiro jogo).

    Enfim, completado, um jogasso que ainda continua divertido pra caramba xD

    13
    • Micro picture
      sophos · 3 meses atrás · 1 ponto

      um jogo q nao envelheceu nada

    • Micro picture
      willguigo · 3 meses atrás · 1 ponto

      Jogão da bixiga.

  • felipe_turesso Felipe Turesso
    2018-12-23 12:43:04 -0200 Thumb picture
    <p>Eu amo a saga Donkey Kong. São jogos que nunca m - Alvanista

    Eu amo a saga Donkey Kong. São jogos que nunca me cansarei de jogar. Uma das coisas que eu mais gosto no primeiro jogo é a trilha sonora. Esse jogo é porreta demais! Contemplem Donkey Kong Country!

    Donkey Kong Country

    Plataforma: SNES
    19855 Jogadores
    195 Check-ins

    2
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2018-10-20 18:32:52 -0300 Thumb picture

    DESAFIO 30 DIAS DE GAMES

    DIA 11 - MELHOR PLATAFORMA 
    Precisa mesmo dizer?

    Sem zoeiras, acho a "PLATAFORMA PLAYSTATION" em geral (desde seu PS1) uma excelente biblioteca para curtir games dos mais variados gêneros, e também uma marca detentora em contar boas histórias (foco na narrativa). Games como CRASH, THE LAST OF US, INFAMOUS, HEAVY RAIN,  RESIDENT EVIL (1996 - inicialmente PLAYSTATION), UNTIL DAWN, SPYRO, MOTORSTORM, UNCHARTED, SPIDER MAN, WIPEOUT, HORIZON, RATCHET & CLANK... é uma  gama muito grande de variedades e também de bons games.

    Mas gostaria de dar uma menção honrosa à inovadora e, assim como SONY, detentora de bons títulos, para NINTENDO, em especial o SNES:

    ZOMBIES ATE MY NEIGHBORS, TMNT, SUNSET RIDERS, DISNEY GAMES, MARIO KART, F-ZERO, FINAL FIGHT, STAR FOX, DONKEY KONG COUNTRY... a lista é imensa!

    Ainda não fez o desafio? Para cada dia abaixo mencionado, um post!

    Obs: não sou SONYSTA (nunca é demais lembrar...)


    The Last of Us

    Plataforma: Playstation 3
    11394 Jogadores
    1135 Check-ins

    25
  • singleplayers Singleplayers
    2018-10-02 18:07:09 -0300 Thumb picture

    Entrevista com o compositor da trilha de Donkey Kong Country

    Medium 3676013 featured image

    Confira mais matérias originais, vídeos e podcasts em: www.singleplayers.com.br

    David Wise é um dos compositores mais geniais do mundo dos jogos e concede pouquíssimas entrevistas. Por sorte, temos este raro registro com o compositor premiado e adorado até por pessoas que não fazem ideia de quem ele seja. Atualmente ele contribuiu para obras como Snake Pass, Yooka-Laylee e Donkey Kong Tropical Freeze. Só que nos tempos antigos ele trabalhou com a Rare em Battletoads e seus jogos favoritos sobre macacos.

    Você era parte da Rare desde 1985, quase no começo da companhia. Como você se tornou um compositor de video games?

    Me tornei compositor de video games quase por acidente. Eu estava trabalhando em uma loja de música, demonstrando um computador musical Yamaha CSX usando alguns dos meus próprios arranjos. Tim e Chris Stamper pediram uma demonstração de vendas, perguntaram quem havia escrito aqueles arranjos, e me ofereceram um trabalho na Rare.

    É o estilo de vida que você imaginou quando era criança?

    Eu queria ser compositor, então eu considero um privilégio compor músicas para video games.

    Em Battletoads a música é puro rock, DKC tem uma sensação ambiente de jazz, a música de DKR é pop e cativante…seu trabalho é bastante variado. Que tipo de música você gosta de ouvir?

    Eu absolutamente escuto montes de diferentes estilos de música, constantemente. Orquestra, ópera, balé, rock, funk,pop, músicas infantis, trilhas de filmes, qualquer coisa que se conecta comigo emocionalmente.

    Você normalmente toca qualquer instrumento?

    Eu toco uma variedade de instrumentos: meu favorito é o saxofone e sou afortunado em ter um grande piano Bluthner no lounge. Toco violão, baixo, bateria e percussão, e no momento estou reapredendo a tocar trompete, que eu costumava tocar quando era criança.

    A música de Donkey Kong Country ainda é aclamada por fãs e críticos, 15 anos depois. Essa série de jogos será inevitavelmente ligada a temas como Jungle Groove, Fear Factory ou Aquatic Ambiance. De onde veio essas melodias?

    Muito da inspiração veio da tentativa de superar as limitações de ter disponível apenas 64K de memória no SNES, e para fazer isso eu tinha que ser um pouco mais criativo na maneira que usava os dados de ondas sonoras disponíveis.

    Em muitos jogos da Rare, era comum ver vários compositores creditados. Você era incluído ao lado de Graeme Norgate em Donkey Kong Land, em DKC com Robin Beanland e Eveline Fischer. Como era distribuído o trabalho entre os compositores?

    Felizmente Graham, Robin e Eveline são compositores talentosos e tecnicamente competentes. Executar as melodias no SNES ou no GameBoy era um processo que consumia um certo tempo, então era mais o caso de quem estava disponível para escrever a próxima melodia requerida.

    Hoje em dia, as músicas dos jogos best sellers são gravadas com orquestra, arranjos orquestrados…são ótimas, mas as vezes os jogadores se lembram mais de um tema em midi gravado vinte anos atrás com menos recursos do que o arranjo sinfônico mais atual. Você acha que isso se deve a nostalgia, ou existe alguma coisa coisa?

    Nós não tínhamos nem mesmo o luxo do midi, tudo era escrito em código Hex até o Nintendo 64.Os chips sonoros eram muito mais limitados do que os recursos disponíveis atualmente, então a música era muito mais proeminente nos jogos.

    Talvez porque a música agora tenha que competir com efeitos sonoros, falas e sons ambientais, não tenha a atenção que merece.

    Stickerbrush Symphony, Aquatic Ambiance, Spaceport Alpha, Forest interlude, Turbo Tunnel Race em Battletoads… todo mundo tem seu tema favorito. Mas qual é a música de que você se orgulha mais? Por quê?

    Eu considero Aquatic Ambience foi o ponto da virada. Era tecnicamente trabalhoso de emular a técnica da “sequência de ondas” do Korg Wavestation para contornar o limite de 64k do SNES. Aquatic Ambience levou 5 semanas de programação, re-programação e para funcionar, mas os resultados defintivamente valeram a experimentação.

    Nos anos noventa, a Nintendo e a Rare pareciam competir para ver quem fazia os melhores jogos no SNES e Nintendo 64, como Mario Kart e Diddy Kong Racing, Banjo Kazooie e Mario 64 ou Donkey Kong Country e Super Mario World. Você sentiu essa rivalidade saudável nas músicas?

    A Nintendo escreveu grandes temas musicais, afinal todos conhecem o tema do Mario, é simplesmente icônica, assim como os temas para Zelda, Star Fox e incontáveis outros video games da Nintendo.

    Então sim, havia definitivamente uma rivalidade saudável. Por exemplo: com a trilha para Diddy Kong Racing eu queria fazer que fosse mais Mario Kart do que o próprio Mario Kart. Os jogos da Nintendo e seus estilos são grandes fontes de inspiração.

    A saída da Rare da Nintendo foi traumática para a companhia japonesa, para os fãs e para a Rare também. Desde então, você está apenas trabalhando em alguns poucos títulos relacionados a franquias ou consoles da Nintendo. Eu não sei o que aconteceu nessa indústria quando um grande compositor como você teve de deixar uma companhia para qual trabalhava tanto tempo. Mas você começou de novo com o David Wise Sound Studio. Você tem projetos para continuar a fazer jogos para video games?

    Me sinto muito sortudo por trabalhar com alguns projetos muito inspiradores de video games no momento, com alguns produtores muito telentosos. Tempos muito excitantes, e estou ancioso para que esses projetos dêem seus frutos.

    Dessa maneira (computador + intrumentos reais) serão suas músicas de seus novos projetos, ou você tem em mente, como Grant Kirkhope fez em Viva Piñata, que escreveu uma trilha orquestrada?

    Caso um projeto suporte uma trilha orquestrada completa, e onde o orçamento estiver disponível, então sou bastante favorável a seguir esse caminho.

    Também acredito que a trilha tenha que ser harmônica em relação ao ambiente do jogo também. Uma trilha que eu trabalhei no ano passado era bastante atmosférica, e eu preferi um uso mais esotérico da instrumentação.

    Eu sempre prefiro a performance e a entrega do uso de instrumentos reais quando for possível, pois nada pode se comparar. Entretanto, as vezes eu faço de outro jeito usando controladores midi para tocar samples ou instrumentos VST, tanto de um kit de bateria midi ou de um controlador de sopro Akai EWI.

    Eu também uso vários microfones ajustados para gravar a colecão de instrumentos que eu tenho em mãos no meu estúdio.

    Confira mais matérias originais, vídeos e podcasts em: www.singleplayers.com.br

    Donkey Kong Country

    Plataforma: SNES
    19855 Jogadores
    195 Check-ins

    28
    • Micro picture
      reasel · 6 meses atrás · 2 pontos

      esse cara é foda!!

    • Micro picture
      deathcorps · 6 meses atrás · 2 pontos

      Tem uma mulher que também fez música de DKC.

      1 resposta
    • Micro picture
      fagnerale · 6 meses atrás · 1 ponto

      David Wise está entre os melhores compositores, é gênio...só de lembrar da fase da água em Donkey Kong já vem a nostalgia

  • luis_carlosblj Luis Carlos Bernardes
    2018-08-16 12:47:33 -0300 Thumb picture
  • gusgeek Gustavo Francescheto
    2018-07-18 13:26:00 -0300 Thumb picture
    50
    • Micro picture
      topogigio999 · 8 meses atrás · 4 pontos

      Amigo, onde você pegou essas imagens não tem elas individuais e em alta resolução? isso da uns quadros muito bacanas....

      3 respostas

Carregar mais postagens

Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...