• santz Santz
    2019-03-01 09:43:29 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 327 - Os demônios também choram

     Depois de um tempão sem zerar nada no Play 2, resolvi dar uma segunda chance para o primeiro Devil May Cry. Na época que joguei, tinha acabado de zerar o 3 e achei esse primeiro uma bosta e difícil pra porra. Depois de ouvi o podcast do Jogabilidade, deu muita vontade de revisitar o jogo que inaugurou o gênero de Hack 'n' Slash. A história do jogo é sobre Dante, o filho do capetão Sparda, que trabalha numa agência de caça aos demônios. Do nada, uma mulher entra no escritório do cara de moto, quebrando tudo e mete uma espada no peito de Dante. Ele se recompõe e vai para uma ilha com um castelo, onde se passa o jogo.

     O jogo não tem te ensina nada, você vai ter que descobrir tudo da raça. Dante pode atacar com a espada, atirar e pular. Posteriormente, vamos pegar novas armas. Minhas favoritas eram a Ifrit e o lança granadas. O jogo não é tão difícil depois que se acostuma, mas o primeiro chefe é um puta salto de dificuldade. Há vários segredos no jogo e coletar os fragmentos azuis para aumentar a barra de HP é o mais importante de pegar. Há missões secretas no jogo, mas só fiz uma. Dante é todo estiloso e a história é bem elaborada, mas quando tanta forçar partes emocionantes fica ridiculamente engraçado.

    Devil May Cry

    Platform: Playstation 2
    4567 Players
    32 Check-ins

    42
    • Micro picture
      deathcorps · 3 months ago · 2 pontos

      Esse jogo é bom problema é que ele não tem cancels entre outras mordomias de jogos de ação mais novos e pensar bem antes de atacar e tentar saber o máximo da frame data é como você consegue vantagem nele já que nessa época ele ainda carrega pesadamente aspectos de Resident Evil já que nasceu como uma ideia de spin off da série.

      Olha pelo lado bom, as pistolas conseguem matar alguma coisa.

      1 reply
    • Micro picture
      fredson · 3 months ago · 2 pontos

      Foi meu primeiro jogo do PS2, junto com Zone of Enders.

      2 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 3 months ago · 2 pontos

      DMC 1 e 2 é massa.

      4 replies
  • eduardo_wrzecionek Eduardo Wrzecionek
    2018-09-24 22:56:21 -0300 Thumb picture

    Ate que enfim

    Porra ate que enfim levei uma semana para derrotar esse fdp apelão do Golbez.

    Final Fantasy IV

    Platform: PC
    169 Players
    71 Check-ins

    7
    • Micro picture
      lipherus · 8 months ago · 1 ponto

      Morre mesmo aí, boss filadaputa!

  • eduardo_wrzecionek Eduardo Wrzecionek
    2018-09-13 15:43:08 -0300 Thumb picture

    Cerberus

    graças a Deus matei essa puta do cerberus levei dois dias para matar essa desgraça. Pulei de alegria nunca fiquei tão feliz em matar um boss TÂO fdp.  

    Final Fantasy III

    Platform: PC
    153 Players
    53 Check-ins

    7
    • Micro picture
      gus_sander · 8 months ago · 2 pontos

      Caramba kkk, o bixão deve ter sido bem complicado mesmo. Parabéns por essa vitória mano!!

      2 replies
    • Micro picture
      lipherus · 8 months ago · 1 ponto

      Morre aê cachorro feladaputa vai ser soladim no Reripotterzim

  • santz Santz
    2018-07-20 16:12:31 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 314 - Traumatizador de crianças

     Super Mario Bros. era um grande sucesso, então a Sega tentou criar um jogo e mascote a altura. O personagem até é carismático e o conceito do game é excelente, mas o jogo em si não ficou muito bom. O visual do jogo é fantástico, com cores simples e objetos bem detalhados. A trilha sonora, apesar de poucas, são todas memoráveis e clássicas. O que acaba pecando no jogo mesmo é a sua jogabilidade. Alex é muito rápido e um controle de pulo péssimo, apesar de bem alto. Socar inimigos é tenso, pois se você esbarrar nele, já era. Socar blocos também ruim, não temos apenas que encostar o soco no lobo, tem que pressionar pra frete e daí socar. Isso atrapalha bastante para blocos altos.

     A tela do jogo é limpa, não tem nenhuma informação, nem vida, nem dinheiro, nada. Ah sim, o dinheiro. Temos que coletar o máximo de sacos de dinheiro que conseguir, pois na hora que chegamos a loja, temos a opção de comprar algum veículo, power-up ou vida. O problema é que esses itens podem ser inúteis em pouco tempo. É capaz de você perder uma vida por causa do veículo. Vencer inimigos no Joquempô é legal, mas basta decorar a ordem correta e pronto. O jogo é cheio de pegadinhas e algumas partes são extremamente difíceis. Minha esposa joga este game e perde todas as vidas na fase da floresta, de tão desgramenta que ela é. Sei que o jogo fez parte da infância de muita gente, mas na real, ele não é tão bom quanto eu pensava.

    Alex Kidd in Miracle World

    Platform: Master System
    3170 Players
    53 Check-ins

    44
    • Micro picture
      onai_onai · 10 months ago · 4 pontos

      Quando criança eu finalizava esse jogo brincando isso sim!

      1 reply
    • Micro picture
      kipocalia · 10 months ago · 2 pontos

      Sempre quis jogar esse jogo té o fim; mas acho-o muito difícil por ele ser escorregadio O__o acho o Alex Kidd fofo.

      1 reply
    • Micro picture
      marlonfonseca · 10 months ago · 2 pontos

      Muito amor por esse jogo. Uma das trilhas mais viciantes e foi o responsável pela minha paixão por platformers. Jogue os demais, Cada um é diferenciado do outro em tema e jogabilidade.

      1 reply
  • josealexandre José Alexandre
    2018-07-07 16:19:33 -0300 Thumb picture
    josealexandre checked-in to:
    Post by josealexandre: <p><strong>Finalizado!</strong></p><p><strong></str
    Cuphead

    Platform: PC
    520 Players
    198 Check-ins

    Finalizado!

    Nem acredito que finalmente consegui terminar esse game,foi complicado e deveras estressante,mas é uma grande conquista pra mim.

    Eu adorei o visual cartoon desse game,remete muito a nostalgia de desenhos antigos e isso tudo combinado com uma trilha sonora que é de longe uma das melhores que já ouvi em um jogo,muito bem encaixada em cada fase!

    O jogo se resume a batalhas com diversos bosses espalhados pelo mapa,e algumas poucas fases de ''Run and Gun'',onde podes conseguir moedas para comprar novos ataques e habilidades que podem ser extremamente úteis em alguns chefes,também há fases pilotando um avião e em todas elas é possível jogar com um outro player em Co-Op local,o que proporciona uma diversão a mais.

    O tempo de jogo e a dificuldade em cada chefe é variável de pessoa pra pessoa, eu pelo menos fiquei empacado em uns 4 durante toda a jogatina,esses que estou postando os prints foram os que tive mais dificuldade,mas nenhum superou o maldito ''King Dice''.

    Essa fase me custou quase uma semana pra finalizar o jogo,o problema não eram os mini-chefes,pois praticamente já não levava dano de nenhum,mas quando o King começava a jogar essas cartas com a mão me obrigando a dar parry pra sobreviver ai que a conversa era outra,pois não conseguia acertar um salto sequer,até que com as habilidades certas e muita paciência,consegui superar isso e finalizar o game.

    Cuphead é ousado e criativo,mas definitivamente não é pra qualquer um,caso goste de plataformas casuais ou não esteja disposto a passar horas e horas decorando movimentos e tentando derrotar chefes,talvez este game não seja a melhor opção.

    Nota: 9,0

    20
    • Micro picture
      rax · 11 months ago · 2 pontos

      Excelente game esse xD.Tive a proeza de conseguir uma porcentagem bem alta nesse game haha xD

      2 replies
    • Micro picture
      leotorress · 11 months ago · 2 pontos

      To querendo muito jogar esse jogo. falam que é bem difícil!

      1 reply
  • santz Santz
    2018-05-04 10:16:42 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 307 - Frustração e satisfação no talo

     Logo depois de ver o documentário do Indie Movie na Netflix, comprei os 3 jogos que apareceram por lá. O primeiro escolhido foi esse jogo ultra desafiador. O jogo é simples: controlamos um pedaço de carne que deve percorrer a fase para resgatar sua amada, a menina curativo, que é constantemente capturada pelo vilão Fetus. As fases são bem curtas, durando, em média, 20 segundos. Mas o jogo é super difícil e desafiador. Cada fase é única e os obstáculos vão aumentando a cada nível concluído. Podemos correr, pular e escalar na parede, apenas isso. Uma jogabilidade simplificada é muito bem explorada em cada cenário e com o tempo você vai aprendendo a controlar o Meat Boy de maneira super precisa, pulando e correndo nos momentos certos.

    Os gráficos do jogo são bacanas, com um uso incrível de luz e sombra. A trilha sonora é excelente, pois ela não enjoa e tem umas batidas muito boa. O jogo conta com 6 mundos + 1 mundo extra, com 20 fases cada (exceto no mundo 6). Apesar da dificuldade, dá para passar sem ficar agarrado muito nas fases, com exceção do mundo extra, que possui uma dificuldade bem elevada, em especial a última fase. Mas o verdadeiro desafio do jogo é o seu Dark World, uma versão ainda mais difícil das fases. É o nível expert da parada. O jogo também faz referências aos jogos retrôs, tanto nas historinhas quanto em fases secretas, com gráficos de GameBoy. Para dar mais variedade ao jogo, há personagens desbloqueáveis com habilidades únicas. Podemos adquiri-los através de fases secretas ou coletando curativos espalhados em algumas fases, que são um verdadeiro parto. No geral, é um game excelente, perfeito para gosta de um puta desafio e que te dá aquela sensação de vitória.

    Minhas conquistas:

    *Todas as fases do Light World com rank A+;
    *100% no primeiro mundo;
    *100% no segundo mundo;
    *100% no terceiro mundo;
    *80 curativos coletados.

    Super Meat Boy

    Platform: PC
    3679 Players
    154 Check-ins

    40
    • Micro picture
      ziul92 · 12 months ago · 3 pontos

      Ai sim hein, esse jogo é fantástico demais, consegui zerar ele no PS4 do meu primo em uma noite sem dormir, foi treta hein kkkk

      1 reply
    • Micro picture
      mastermune · about 1 year ago · 2 pontos

      Aeeew, parabéns pelo zeramento cara, esse jogo é hardcore mesmo, principalmente aqueles das engrenagens pontudas, misericórdia, aueheuaheuh!!
      Eu tenho ele na lista, mas to com tanto jogo na frente, que não consigo voltar nele xD
      Senti falta daquela imagem dahorinha que tu monta nos zeramentos :D

      2 replies
    • Micro picture
      marlonfonseca · about 1 year ago · 2 pontos

      Zerou esse jogo? Parabéns pra caramba!! Desse eu passo longe.

      2 replies
  • santz Santz
    2017-08-30 17:10:18 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 288 - Joguinho de puzzle do Yoshi

     Estava um tempo sem zerar nada no Super Nintendo, então peguei esse jogo super simples para dar uma variada e zerar rapidinho. Dei mole. Achei que o jogo era facinho, devido ao seu visual fofo e colorido do universo Yoshi's Island, mas me ferrei, pois o jogo é praticamente impossível de zerar. Tive que usar Save State nas últimas fases, pois as peças estavam subindo muito rápido e estava exigindo de mim uma agilidade que não deu tempo de desenvolver.

     O brilho desse jogo, na verdade, está no multiplayer, onde você batalha contra seu oponente e vai enchendo a tela dele com blocos. No modo campanha, o jogo inicia bem devagar e a velocidade vai aumentando aos poucos, mas nas últimas fases fica bastante complicado. O esquema é procurar sempre fazer combos para pausar o tempo e analisar os próximos movimentos, mas caminhar pela arena usando um controle é bastante complicado.

    Tetris Attack

    Platform: SNES
    382 Players
    15 Check-ins

    22
    • Micro picture
      thiones · over 1 year ago · 3 pontos

      O modo puzzle desse jogo é um inferno! Até hoje não terminei :(

      1 reply
    • Micro picture
      jack234 · over 1 year ago · 2 pontos

      Esse jogo é sensacional. Tinha colegas que brigavam de blocos de 17x um contra o outro pra cima. Loco demais. Esses tempos atrás joguei. Precisa ir pegando o jeito pra poder ficar bom. Tem que treinar!

      2 replies
  • santz Santz
    2017-07-05 10:53:11 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 274 - Primeirão e dublado bizarramente

     A trilogia do PS1 do Resident Evil eu conheço por completo, mas nunca joguei, acompanhei meu irmão zerando o 2 e 3, ajudando ele com alguns puzzles e tals, mas quando era para eu jogar, aqueles controles de tanque me afastavam fácil. Anos mais tarde, resolvi zerar todos os os jogos, e comecei pelo primeirão. Mas encontrei uma ISO na internet que os caras não só traduziram para os BRs, mas também dublaram. Pense em um jogo com a dublagem péssima, esse aqui é pior. Frases completamente sem emoção e entonação, mas me ajudou a entender a história.

     Comecei o game e morri umas 3 vezes logo no início, pois ficava na pão duragem com minhas munições e enfrentar zumbi na faca é osso. O jogo é bastante difícil no começo, mas aos poucos você consegue bastante munições e ervas. Só que o jogo dá um salto maldito de dificuldade, lotando a mansão com uns lagarto verde infernal. Levei muitos sustos, claro. Mesmo sabendo que era a hora, a parte da janela me deu um puta susto. A história me envolveu de um jeito bacana e os puzzles são bem tranquilo. Gostei demais do jogo e recomendo a todos, desde que não tenham aracnofobia.

    Resident Evil (Director's Cut)

    Platform: Playstation
    2255 Players
    45 Check-ins

    33
    • Micro picture
      italo_bandeira · almost 2 years ago · 5 pontos

      OPA, OPA, peraí, paratudo ... Dublado em Hu3-BR??? Oloco tio kkkk

      Mas sério agora, a parte da janela deixa muitos infartos kkk Experimentar conferir o REmake e se surpreenda com algumas mudanças sutis hehe

      5 replies
    • Micro picture
      willguigo · almost 2 years ago · 3 pontos

      dub?
      = o

      Outro nesse estilo bem dublado é o Alone in the dark "the new Nightmare".
      Achei bem dahora

      4 replies
    • Micro picture
      teamblue · almost 2 years ago · 2 pontos

      e ai @neilson1984... acho que nosso amigo NewGamer ai ta de sacanagem kkkkkkkkkkk

      3 replies
  • santz Santz
    2017-05-29 09:52:48 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 260 - Quando a dificuldade estraga a experiência

     Eu conheci e fiquei fã do personagem no clássico Marcel vs Capcom e depois de muitos anos, descubro o jogo que ele veio, que basicamente é jogo com um nome dele e com um tio lamentável de cabeça quadrada na capa. Fui pegar a versão do Mega Drive para conhecer o game e de cara me maravilhei com os gráficos lindíssimos e os golpes super rápidos do Strider, apesar do som e efeitos sonoros do game bem ruinzinhos. Show, vamos começar a jogar. O resultado foi decepcionante.

     Strider possui uma das piores mecânicas de jogabilidade que já joguei num game 3D. O salto do ninja, dando estrelinha no ar super style, não funciona direito e muito lento, assim como o caminhar dele, que deveria ser mais ágil. Mesmo o personagem podendo correr, suas ações são lentas (exceto o ataque) e o jogo é muito apelão. Vem tiros, ataques e inimigos de todos os lados e você é muito grande, então rapidamente sua barra de HP desaparece. Tá que o jogo é um port até bem fiel dos Arcades, mas aqui a apelação tirou toda a graça do jogo.

    Strider

    Platform: Genesis
    743 Players
    15 Check-ins

    29
    • Micro picture
      montanaro · almost 2 years ago · 3 pontos

      Eu sinceramente tenho problemas sérios com jogos que se fazem ultra-difíceis. Entendo que era a melhor forma de aumentar a vida útil dos games quando a campanha não duraria nem uma hora se fosse fácil, mas exagerar é algo que me afasta. Strider é um que comecei e vi que não era pra mim e nunca terminei um jogo - nem comprei os mais novos por isso.

      3 replies
    • Micro picture
      vianna · almost 2 years ago · 3 pontos

      Esse foi o primeiro jogo de videogame que eu tive

      2 replies
    • Micro picture
      xch_choram · almost 2 years ago · 2 pontos

      O de arcade é melhor mesmo, mas o de ps1(que tem pra arcade tbm) e o de 2014 são os melhores sem duvida.

      1 reply
  • santz Santz
    2017-05-10 09:24:13 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 253 - Queria ter um prefeito assim

     Um dos jogos que mais joguei no meu Super Nintendo foi o Final Fight 3. Sabia o jogo de trás pra frente e amava o game de paixão. Aluguei a fita do 2 não curti muito. Muitos anos depois, decidi pegar o primeirão para zerar e concluir a trilogia do SNES. Como o jogo só dava para jogar de 1, fui na fé. Dá para ver bem os indícios que esse é o início da saga, pois é um game de beat'em up bem primitivo.

     O que me frustra nesse jogo é a jogabilidade, pois a IA é muito apelona e seus golpes tiram vidas demais, principalmente os chefes, esses são um caso a parte, pois há vários momentos que você é obrigado a levar uma porrada dele, não importa o que você faça, 2 golpes te matam. Tudo nesse jogo é mediano, mas jogar novamente com Haggar foi bem nostálgico. Um prefeito que resolve tudo no braço, fodão.

    Final Fight

    Platform: SNES
    2892 Players
    31 Check-ins

    26
    • Micro picture
      lcfreezer · about 2 years ago · 4 pontos

      a música desse jogo é muito ruim

      1 reply
    • Micro picture
      xbinho · about 2 years ago · 3 pontos

      Eu amo o 3!

      1 reply
    • Micro picture
      juninhonash · about 2 years ago · 3 pontos

      Essa versão é bem meh mesmo, joga a do Arcade e sua visão vai mudar. Porém, eu ainda acho FF2 o melhor dos 3 justamente por ter um desafio mais balanceado. O 3 peca por ser ABSURDAMENTE FÁCIL em qualquer contexto possível e imaginável.

      2 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...