• miguelpardal Miguel Pardal Alexandre
    2019-07-26 20:44:07 -0300 Thumb picture

    Qual desses 2 merece um remake

    diablo 2

    castlevania symphony of the night

    Sou fã dos 2 eu também colocaria warcraft nessa lista mais já vai ter no fim do ano o ramake dele, se pra vc nem 1 dos 2 faria diferença deixe um comentário com uma sugestão sua poxa kk

    28
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-07-25 17:25:53 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Grim Dawn

    Zerado dia 25/07/19

    Há uns dois anos atrás, eu e meus amigos estavam todos com PCs decentes e resolvemos ir atrás de coisas pra jogar sempre que pudéssemos em Lan ou Online. Foi aí que eu lembrei porque não sou muito fã de jogar em PC: além de não curtir muito jogar com mouse e teclado e a falta de mobilidade usando esses equipamentos, tem jogo que roda no computador de todo mundo, tem jogo que não roda por conta da especificações mínimas, tem jogo que não roda e só deus sabe o porquê.

    O mais tenso era se juntar nos fins de semana a noite só pra ver uma galera gastando HORAS em busca da solução de diversos problemas aleatórios, como uma única pessoa não conseguir achar a sala do jogo online e no final da contas, se conseguíssemos, acabava que o jogo nem era lá essas coisas e logo largávamos de mão.

    Foi nessa época que comecei a me interessar muito por Battle Royales e eu era um dos dois amigos que tinha um PC que não era bom o bastante pra rodar um PUBG ou similares. Resolvi ir atrás de jogos parecidos com outros que amava, e foi assim que tentamos Borderlands 2, Payday, Rules of Survival e Path of Exile. Nenhum deles foi pra frente.

    Nos fóruns da Steam descobri a existência de um jogo chamado Grim Dawn, que aparentemente é um clone de Diablo super adorado na plataforma. Sério, o que eu vi de pessoas dizendo que esse jogo era incrível, não era brincadeira. "Grim Dawn é o que Diablo III deveria ter sido" era o tipo de comentário que eu via em todo lugar. A galera me conquistou e eu o adicionei à lista de desejos da Steam.

    O dito cujo então entrou um dia em promoção (uns R$13) e eu recomendei à todos. A galera se animou muito e parecia que ia. Bom, infelizmente não conseguimos mais encontrar horários para jogar e Grim Dawn (GD) ficou apenas na promessa, todas as vezes. Depois um dos amigos, com computador melhor, não conseguiu fazê-lo rodar. Outro, com um PC pior, nem conseguiu abrir o jogo. E eu queria muito a experiência, mas nem animei muito de depender e jogar sozinho com o quarto colega, então comecei na minha mesmo um dia.

    Na primeira hora, lembro que sofri com o jogo. Não estava rodando bem e eu não estava entendendo muito como funcionavam as mecânicas básicas do jogo. Parecia muito texto e muito botão e coisa dentro de coisa pra administrar e usar e fazer. Eu nem sabia mais pra onde ir! Deixei de lado e talvez até ter um computador melhor.

    Eis que GD estava aqui me incomodando na lista de pendência e resolvi dar mais uma chance à ele, até porque estou há umas três semanas sem fazer nada no serviço e dá pra jogar de boas no notebook nem ninguém achar que sou um vagabundo (apesar que todos sabemos que ninguém tem nada pra fazer aqui).

    Abri o jogo, pus tudo no mínimo. Ainda agarrando aqui e ali. Desmarquei umas caixas opcionais e marquei outras. Não vi diferença. Desmarquei todas e olha só! Não é que ficou bem legal? Quer dizer, ainda agarra um pouco de vez em quando, mas ficou super jogável! Malditas placas onboard!

    Nem recomecei a aventura pois não tinha feita quase nada, mas fui tentando usar a lógica. Missão: investigue o desaparecimento de fulana em tal lugar. Abri o mapa e tinha esse lugar ao nordeste, mas como chegar lá? Saí da cidade e cheguei em outro lugar e depois no lugar de destino. Fiz a missão numa boa, voltei pro acampamento e entreguei a quest.

    Cara, que jogo simples haha!

    GD é definitivamente um Diablo, e de certas formas, até mais bem feito. Você tem quests e subquests e fica tudo na tela e você pode abrir um menu adicional delas para pegar mais detalhes, como o lugar de destino ou mesmo pistas de como encontrar algo que não estiver no mapa.

    Eu criei uma espécie de necromante guerreiro. Isso porque o jogo te dá a possibilidade de mesclar duas classes depois de alguns níveis, e isso é bem legal. Quando você upa, você ganha 3 pontos para alocar nas várias habilidades que tem na skill tree, que no meu caso foi mais focado em melhorar um corvo e um cachorro diabólico que ganharam melhores atributos e skill que eles usavam quando queriam, incluindo até me curar; e 1 ponto para distribuir entre 3 atributos do seu personagem. É tudo simples e muito efetivo e nesse quesito, achei mais interessante que o próprio Diablo II!

    Há ainda uma terceira tela de alocação de habilidades, que são as constelações, meio que como em Skyrim. Esses pontos de alocação só são conquistados quando você encontra e libera santuários pelos mapa, o que é meio raro de acontecer. Libere um deles, ganhe um ponto e aloque num dos pontos das muitas constelações. Aparentemente elas gerarão pontos extras para as suas skills.

    A parte mais legal é a jogabilidade, que eu consegui manter com apena suma mão o jogo quase todo. Para combater mesmo, basta clicar e segurar em um inimigo e se vierem mais, basta arrastar pro próximo, ou seja, nem precisa ficar clicando. Associei ao botão direito uma habilidade de ataque e os botões 3 e 6 do teclado sumonavam meus bichos. Mas como eles praticamente não morriam, eu só tinha que fazer isso quando abria o jogo.

    O jogo ainda faz o óbvio com coleta: itens que não tem motivo pra você pegar, como poções e dinheiro, são pegos automaticamente só de passar perto. Já todo o loot que os inimigos derrubam já ficam com o nome na tela, então você sabe exatamente o que tem sem ter que apertar nada, inclusive sua raridade. Ao passar o cursor por cima, já inclusive aparece um comparativo com o que você já estiver equipado sem nem ter que o colocar em seu inventário!

    GD é dividido em 4 atos (mais um da expansão), mas o mapa se mantém o mesmo, ou seja, você pode ir e vir de um lugar já visitado como quiser, embora eu não veja muito motivo pra fazer isso senão sidequests não terminadas.

    Cada ato termina num chefão e meio que segue a mesma lógica de todos os jogos desse estilo, mas ele não avisa "COMEÇANDO ATO 3 AGORA". Fica tudo subentendido e isso é muito bacana.

    No começo da aventura eu achei que demoraria um século para explorar tudo o que estava no mapa, mas depois achei que estava era rápido demais. Meu log da Steam diz que eu joguei 16 horas, mas a sensação foi de 5.

    O jogo facilita bastante ainda a sua vida marcando no mapa pontos de interesse. Então se você tem que coletar algo em uma missão ou matar monstros específicos, basta que eles apareçam próximo a sua localização, mesmo fora do minimapa, que o jogo já mostra que tem algo de importante nas proximidades.

    Os NPCs nas cidades são bem diretos ao ponto também. Você vende tudo o que não necessita com um click. Compra com outro. Pode retirar pedras alocadas em equipamentos para por em outros etc.

    Seu inventário logo aumenta também e logo a necessidade de voltar à cidade para negociar deixa de ser um problema.

    Não existem "pergaminhos de portal da cidade" como em Diablo, mas você tem uma habilidade que basta apertar L e logo um portal se abrirá. Inclusive, fique a vontade para entrar e sair dele o quanto quiser!

    Pois é, o jogo te trata muito bem e rapidamente você estará muito forte e a experiência talvez fique até fácil demais, mesmo com uma build meio aleatória como a minha. Cheguei a ter que usar a segunda mão pra poções mais pra frente e a morrer sobretudo no último chefe, mas no geral o jogo foi bem tranquilo no modo Normal (liberei o Expert ao zerar) e me pergunto como seria num multiplayer (algo que até esqueci que existia durante a minha experiência. Talvez o nível dos monstros suba? Talvez jogar num nível mais alto ajude também (infelizmente o personagem tem que fechar a campanha para acessar níveis maiores).

    Resumindo: Grim Dawn foi uma experiência que começou bem, ficou ruim e ficou excelente quando excelente quando eu comecei a jogar de verdade e entender o jogo, que na verdade é muito simples e que simplifica tudo pra você. Se você é fã de jogos como Diablo e tem um PC ao menos ok (o meu é bem ruinzinho), eu recomendo demais o jogo. Mais que Diablo III, mais que Path of Exile (que eu achei bem meh) e mais que qualquer outra cosia atualmente.

    De bom: muitas classes e subclasses pra criar um personagem único. Sistema de level up e skills simplificado. Inúmeras possibilidades de equipamento e melhorias. Jogabilidade simples e fluída. Ambientação nota 10. Trilha sonora ajuda bastante na imersão. Aparentemente existem mods pra ajudar inclusive no visual, deixando o jogo mais bonito e atual. Um jogo divertido ao ponto de me deixar feliz de vir pro trabalho e continuar a aventura. Adorei um sistema de interação com o cenário que pode abrir atalhos ou mesmo localidades opcionais se você tiver coletado e guardado coisas como dinamite e ferro para explodir uma parede ou reconstruir uma ponte, por exemplo.

    De ruim: achei que poderia ser mais difícil. Sem zeramento no final e os créditos ficam apenas na tela inicial. As DLCs são só são pagas como são mais caras que o preço que paguei no jogo (R$35 o último ato). Senti falta de uma cutscenes e voice acting pra contar melhor a estória.

    No geral, gostei muito da experiência e até queria jogar as DLCs e jogaria novamente com amigos. Um baita jogão!

    Grim Dawn

    Platform: PC
    67 Players
    30 Check-ins

    25
    • Micro picture
      roberto_monteiro · about 2 months ago · 2 pontos

      Ele é uma máaaaquina, não para de terminar jogos!

      1 reply
    • Micro picture
      game_zone · about 2 months ago · 2 pontos

      quiser jogar demoro, joguei muito esse titulo, so nao comprei as exp na steam !!

  • denis_lisboadosreis Denis Lisboa Dos Reis
    2019-06-30 17:27:44 -0300 Thumb picture
    denis_lisboadosreis checked-in to:
    Post by denis_lisboadosreis: <p>Finalizado!</p><p>E com a morte de Malthael e o
    Diablo III: Reaper of Souls Ultimate Evil Edition

    Platform: Playstation 3
    413 Players
    456 Check-ins

    Finalizado!

    E com a morte de Malthael e o fim do último ato eu encerro Diablo III e sua expansão com a Cruzada.

    Não estou muito afim de fazer tudo outra vez com outro personagem, nem de seguir no modo aventura com a Cruzada e ficar adquirindo nível e equipamento pra sempre. Então por hora é isso.

    4
  • denis_lisboadosreis Denis Lisboa Dos Reis
    2019-06-24 18:47:56 -0300 Thumb picture
    denis_lisboadosreis checked-in to:
    Post by denis_lisboadosreis: <p>Morre, Diablo!</p><p>#img#[644102]</p><p>Voltand
    Diablo III: Reaper of Souls Ultimate Evil Edition

    Platform: Playstation 3
    413 Players
    456 Check-ins

    Morre, Diablo!

    Voltando depois de anos sem jogar Diablo e tendo deixado a campanha pela metade.

    Ainda não terminei a campanha extra de Reaper of Souls. 

    Me incomoda muito as classes terem ficado mais genéricas e os usuários de magia usarem machadões e espadas enormes pra aumentar o dano das magias.

    3
  • game_zone Dante Gaze
    2019-04-30 19:29:38 -0300 Thumb picture
    Post by game_zone: <p>Diablo versao Remastered !! ficou fantastico !!

    Diablo versao Remastered !! ficou fantastico !! com aquela pitada de alta resolução !!

    Diablo

    Platform: PC
    4347 Players
    38 Check-ins

    4
    • Micro picture
      andresouzace · 21 days ago · 1 ponto

      haha show. a minha versão é a original do ps1. mas essa ai ta show demais!

  • 2019-03-17 14:53:14 -0300 Thumb picture

    Fique um pouco e escute...

    Medium 624262 3309110367

    Caso não saibam fica o lembrete de que o Diablo original foi lançado através do GOG (loja da CD Projekt Red) no início desse mês. Essa parceria, que visa relançar clássicos sem nenhum tipo de DRM (proteção), ainda incluirá no futuro outros jogos da Blizzard como Warcraft: Orcs and Humans e Warcraft II

    "Em 31 de dezembro de 1996, Diablo apresentou ao mundo o reino sombrio de Santuário. Heróis desbravaram as entranhas da Catedral de Tristram para encarar o Senhor do Medo, dando início a um legado interminável no mundo dos RPGs de ação. Hoje, os jogadores podem voltar a explorar o clássico atemporal da Blizzard, disponibilizado digitalmente e sem DRM pela primeira vez, só no GOG.COM!

    Diablo foi carinhosamente preservado em sua forma original, com suporte a resolução HD e correções de compatibilidade possibilitadas pela equipe do GOG, para garantir o bom funcionamento em sistemas operacionais modernos. Jogue sozinho ou com amigos via rede ou IP direto. Explore salas, corredores, armadilhas, tesouros, monstros e escadarias gerados aleatoriamente, renderizados em 3D com os gráficos SVGA originais aprimorados."

    O jogo custa R$38.

    ▼ https://www.gog.com/game/diablo

    Depois do meu vício entre duas versões de Diablo III, ele que não teve exatamente um início de vida muito prazeroso ou interessante, eu tenho enorme interesse em viajar mais por Santuário. 

    [@jvhazuki]

    Diablo

    Platform: PC
    4347 Players
    38 Check-ins

    9
    • Micro picture
      lordsearj · 6 months ago · 1 ponto

      Interessante. Dei uma jogava esses dias na versão de PS1 s fiquei bem perdido. Deppis pesquiso algo sobre

  • 2019-01-07 11:05:24 -0200 Thumb picture
  • 2018-11-22 14:51:00 -0200 Thumb picture
  • 2018-11-06 12:54:40 -0200 Thumb picture
  • 2018-11-05 02:04:57 -0200 Thumb picture

    Backups... e Diablo Immortal

    Terminei umas capturas pro tal projeto futuro, mas devido ao meu atual espaço reduzido, vai rolar uma pausa enquanto tiro backup do que foi gravado (pra quem não acompanha, faço meus backups de gameplay em Blu-rays, o que demora)...

    Um dos meus planos recentes era tentar reunir uns amigos para fazer um let's play da série Diablo... Mas ai veio Diablo Immortal...

    O Problema não foi nem exatamente o jogo, porque é aquela, atualmente todo mundo faz o spin-off mobile pra roubar uma galera, mas sim a forma que cagaram nos fãs pré blizzcon e durante a apresentação...

    Parece que eles estavam prometendo novidades sobre Diablo nessa Blizzcon já tinha um tempo, e como todos sabemos, existem fãs com condições, que sairiam de casa, e pegariam um avião só para estar lá no anuncio...

    Dai nós temos o anuncio... o que com certeza não é o que nenhum fã queria... Sem contar que realmente, pelos comentários da própria apresentação nos Q&As e algumas pessoas que jogaram comentaram, faltando varias opções no jogo, o pouco que podemos ver é que o jogo parece um reskin do Endless of God, jogo feito pela mesma empresa que esta desenvolvendo o Diablo Immortal... A empresa em questão é famosa por praticar pay2win da pior maneira conhecida pelos gamers e amplamente criticada por isso...

    Durante o Q&A tivemos pessoas putas perguntando se aquilo era uma brincadeira de primeiro de abril, e outros fãs tentando ser positivos com perguntas do tipo o cara que elogiou alguns pontos mas perguntou "Teremos uma versão de PC", e ai veio um dos momentos que mais me irritou na apresentação...

    Com a resposta negativa, os fãs vaiaram, e a resposta foi "Vocês não tem um celular"... Celular na minha vida é obrigação... Dungeon Crawlers Hack'n'Slash coloridos tem aos MONTES na play store, e eu ja tentei jogar vários, o problema vem da jogabilidade ou ultra simplificada, ou que força o pay2win, somado aos controles horrorosos em uma tela pequena. Celular serve para games pequenos, ou você se desvia da praticidade com controles e acessórios...

    A apresentação foi um tiro pela culatra... se eles tivesse anunciado antes, sem promessas para blizzcon, teria sido menor... se tivessem fazendo uma versão para PC, mesmo que fosse um joguinho do windows store, seria menor... mas não, eles trataram isso como se fosse algo digno de um lançamento gigante...

    E pessoalmente, parece que o jogo vai tratar alguns pontos interessantes da história entre o Diablo II e Diablo 3, e isso me deixa muito mais puto, porque é algo que eu teria interesse, mas teria que lidar com muitas merdas de controle e jogabilidade para poder tirar, e perderia todo o prazer... Fora que, "Todo mundo tem um celular", mas eu, meus amigos, e diversas pessoas na internet estão relatando que muitos modelos "mid" de celulares android estão como "incompatíveis" no pré-registro... vou trocar de celular pra jogar essa cagada que eles estão fazendo? Não...

    Para mim isso foi ainda mais triste porque eu achei Diablo 3 decepcionante... Mas durante um tempo eles deram a entender que perceberam que os fãs curtiram umas coisas no 3, mas preferiam umas coisas do 2...

    Então em resumo:

    - Prometem novidades na convenção oficial da empresa para fãs que ficaram sem novidades a anos...

    - Chega lá e anunciam um jogo mobile.

    - O jogo mobile não é desenvolvido pela Blizzard, mas sim por uma empresa chinesa...

    - O jogo tem cara de um reskin de um jogo da empresa que esta desenvolvendo.

    - A empresa desenvolvendo o game é conhecida por praticas horríveis com pay2win, paywalls e todas as maneiras mais sujas de microtransações.

    - Fãs que foram positivos e quiseram informações do jogo ou lore, foram respondidos com perguntas desencontradas e sem informações diretas (desconversaram a maior parte das perguntas relacionadas a mecânicas, e responderam meia-boca algumas sobre lore)

    - Fizeram cara feia para fãs que reagiram mal.

    - Aquela fala do "Vocês tem um celular" foi um prego no caixão.

    - E só para finalizar, eles falaram umas 500x que tinham outros projetos em desenvolvimento, mas que no momento a equipe deles estava focando nesse jogo... mas não é a blizzard que esta desenvolvendo a porra do jogo...

    Resultado:

    Diablo nada, vou jogar Torchlight...

    É um protesto fraco? SIM. 

    Um ótimo protesto seria se todos os fãs de Diablo que odiaram a apresentação cancelassem todas as suas assinaturas pagas, cancelassem compra, etc... de todos os produtos da Blizzard (e Activision). É o que eu faria se eu jogasse algum jogo atual da empresa, meu último jogo deles foi Diablo 3 que comprei na pré venda, e foi uma decepção, podia ter esperado um desconto...

    8
    • Micro picture
      sergiotecnico · 11 months ago · 2 pontos

      Eu só pego a pipoca e fico assistindo o desenrolar dessa história da Blizzard...

      2 replies
    • Micro picture
      edufigueiredos · 10 months ago · 1 ponto

      A Blizzard deu muito mole. Primeira coisa que pensei foi "Como caralhos eles pegam uma das maiores franquias deles, que os jogadores são de PC e passam longe de celular pra jogar e anunciam no maior evento deles um 'novo jogo' para celular?".

      Porra Blizzard, você deu mole de mais.

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...