• drodro Dro Dro
    2020-10-02 20:26:49 -0300 Thumb picture
    drodro checked-in to:
    Post by drodro: <p>Check -in desses dias...</p><p>Jogando aos pouco
    Days Gone

    Platform: Playstation 4
    445 Players
    213 Check-ins

    Check -in desses dias...

    Jogando aos poucos, e gostando muito! Eu adoro moto por isso o jogo me ganhou logo! kkkkkkkk

    Gostei do estilo de jogo! Ainda estou bem no começo mas, já vi que vai ser diversão por meses, semanas, dias, horas... 

    Estou alternando ele com Horizon Zero Dawn, que parece que não tem fim! :)

    16
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-09-26 10:03:41 -0300 Thumb picture

    Último de Nós II 💪🏻💏

    "Briga de lérbica" é "pega pra capá"...

    Meio nojento colocar a mão nesse "rosto", não? 🤮

    Sensacional a reação da personagem ao deixá-la debaixo duma goteira. A personagem reage ao que está acontecendo...👍🏻

    Ainda explorando esse "mundão"...

    Sensualizando...

    "Hoje tem"... 😎

    Censurado!

    Mais um game espetacular da Naughty Dog (UNCHARTED, The Last of US...) com foco na trama, combates impressionantes e fluídos, muita tensão, terror e suspense. O jogo não tem medo de expor "o violento" e "o brutal". ⭐⭐⭐⭐⭐

    The Last of Us Part II

    Platform: Playstation 4
    751 Players
    209 Check-ins

    26
    • Micro picture
      rafael_mingato · 26 days ago · 2 pontos

      Nem a "Lara Croft" deu conta. 👀😳
      OBS: A primeira screenshot parace a Lara Croft transformada.

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-09-19 12:26:21 -0300 Thumb picture

    Último de Nós II 💪🏻💏

    Chega de apreciar as belas paisagens (se bem que acho esse gore lindo demais também 😘)

    Bora explorar...

    "Tô me sentindo esquisito pra caralho. Suando feito um porco. Meu braço tá todo vermelho e preto na região da mordida. Não dá nem pra pensar direito. Que merda. Vai ser esse meu fim? Virar um deles? Que se foda. Se é pra eu morrer...que seja como um homem, porra! ☠️⚰️

    Consegui a "escopeta de repetição".

    Pena que dinheiro aqui não tem utilidade alguma...

    Então NATHAN DRAKE vive nessa cronologia da pandemia...😬 Vale troféu🏆

    De volta  para as belas paisagens...😎

    Mais um game espetacular da Naughty Dog (UNCHARTED, The Last of US...) com foco na trama, combates impressionantes e fluídos, muita tensão, terror e suspense. O jogo não tem medo de expor "o violento" e "o brutal". ⭐⭐⭐⭐⭐

    The Last of Us Part II

    Platform: Playstation 4
    751 Players
    209 Check-ins

    22
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-08-28 10:51:13 -0300 Thumb picture

    Último de Nós II 💪🏻💏

    Quando os infectados atacam em massa...a melhor opção é FUGIR! 🏃🏼

    Queimá-los irá atrasá-los...

    Abby segue com muito ódio e violência...

    Qual a história por trás dessa polêmica personagem?

    Ela é forte, porém não é imortal 😉

    Gosto muito do nível de detalhes desse game...😘

    Bora avançar na trama porque " isso aqui tá uma porra" 😎

    Mais um game espetacular da Naughty Dog (UNCHARTED, The Last of US...) com foco na trama, combates impressionantes e fluídos, muita tensão, terror e suspense. O jogo não tem medo de expor "o violento" e "o brutal". ⭐⭐⭐⭐⭐

    The Last of Us Part II

    Platform: Playstation 4
    751 Players
    209 Check-ins

    26
    • Micro picture
      drodro · about 2 months ago · 2 pontos

      Estou perto do final e parece que vai ficando mais violento! 😂😂

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-08-21 08:48:47 -0300 Thumb picture

    Último de Nós II 💪🏻💏

    Os gráficos não param de impressionar...❤️

    Passar por um apocalipse com PlayStation e seus maravilhosos exclusivos... não tem preço 😎

    O sistema de BANCADA DE ARMAS / APRIMORAMENTO DAS ARMAS é de um nível de detalhes sensacional 👍🏻

    Troféu conquistado 🏆: SÓ NA GAMBIARRA.

    Então é aqui que as produções de ERVAS para RACOON CITY são fabricadas?🤔

    A erva é da boa. Aprovada! 😵

    Tô ficando excitado...💪🏻

    Quem é a polêmica personagem dos braços musculosos? 

    Sei que seu nome é ABBY...e que é bastante valente e confiante.

    Mais uma vez destaque para as expressões faciais in game dos personagens. Saca o medo nítido de Abby cercada pelos infectados...

    Mais um game espetacular da Naughty Dog (UNCHARTED, The Last of US...) com foco na trama, combates impressionantes e fluídos, muita tensão, terror e suspense. O jogo não tem medo de expor "o violento" e "o brutal". ⭐⭐⭐⭐⭐

    The Last of Us Part II

    Platform: Playstation 4
    751 Players
    209 Check-ins

    28
    • Micro picture
      jcelove · 2 months ago · 2 pontos

      Não viu o porque da galera odiar a Abby ainda não?hehe

      10 replies
    • Micro picture
      peralva_gamer · 2 months ago · 2 pontos

      Jogo maravilhoso demais. Já jogou o Final Fantasy VII Remake. Tô me surpreendendo. Não gostei muito do FF XV, achei mediano, mas esse tá bom demais, rs.

      1 reply
    • Micro picture
      hanzy · 2 months ago · 2 pontos

      Melhor coisa desse jogo é a Abby, minha personagem favorita e os dois que acompanham ela são maravilhosos pqp. Depois de conhecer a Abby comecei a ficar afim de apanhar de mulher forte.

      2 replies
  • s7ephano Stéphano Souza
    2020-07-12 09:40:07 -0300 Thumb picture
    s7ephano checked-in to:
    Post by s7ephano: <p>Só passando para isso \/</p><p>#img#[722102]</p>
    Days Gone

    Platform: Playstation 4
    445 Players
    213 Check-ins

    Só passando para isso \/

    Ouvi que algum Youtuber aí disse que Days Gone é um jogo que a gente só joga 1x e enjoa, na boa, esse Youtuber (Sidão do game) não sabe de nada...

    12
    • Micro picture
      igor_park · 3 months ago · 1 ponto

      Olha o nome do cara Sidão dos games kkkk

  • clovisalmeida Clóvis Almeida
    2020-06-30 13:37:09 -0300 Thumb picture

    Days Gone: não é perfeito, mas tava no caminho certo (review)

    Medium 3810395 featured image

    Fazer algo novo dentro do cenário pós-apocalíptico de zumbis é um desafio. Mas que bom que a Bend Studio topou encara-lo.

    Days Gone começa de maneira simples, tímida, quase que uma repetição de títulos já conhecidos da temática. Mas que no desenrolar ganha escopo, forma e personalidade. E bota personalidade nisso! Deacon St. John é o catalisador de todo o carisma contido neste game, com poucas cenas e linhas de diálogo o personagem te ganha e diverte com suas doses de sarcasmo e deboche. Algo muito bem trabalhado até mesmo nas linhas de comentários durante o mundo aberto, o personagem nunca para de falar sozinho, ou melhor, falar conosco. Traçando piadas e comentários ácidos para com as situações e aquele mundo em geral criando uma ligação afetiva com o personagem.

    A busca pela amada e também de um lugar naquele mundo é intrigante, Deacon parece não querer se encaixar na construção de uma nova sociedade e busca apenas por sobrevivência. Ainda que a sua jornada insista em cruzar caminhos e objetivos, moldando a personalidade do herói de acordo com a jornada a ele proposta. A ponto de discutir as linhas das quais se deve cruzar ou não, assim como o peso que a morte de um zumbi aqui frenético,  tem para o indivíduo.

    Um vivo mundo morto. O escopo aberto de Days Gone aborda diversos elementos já conhecidos, postos de controle, acampamentos inimigos, caçada de recompensa, restauração de linhas de suprimento, ninhos e hordas. Tudo bem distribuído e encaixadinho para terem um sentido na narrativa. Em quantidades suficientes pra agradar, mas não a ponto de tornar repetitivo ou genérico.

    A beleza está nos detalhes. Explorar ambientes em busca dos escassos suprimentos é essencial no gênero e é onde o jogo mostra sua beleza. Cada canto explorado tem detalhes, tem vida e teve vida. As casas, os estabelecimentos comerciais, os acampamentos abandonados.. todos tem uma história pra contar se você acompanhar a disposição dos objetos e móveis, de como estão as cenas de morte nos ambientes. Você praticamente é convidado a descobrir o que aconteceu naquele lugar durante o surto. 

    Tudo tem um preço. Paredes invisíveis, problemas de colisão, missões que não se ativam, NPCS que desaparecem do mapa, texturas que não carregam... o pacote todo está presente. Mesmo 1 ano depois, mesmo com todos os patchs e correções. 

    Days Gone tem uma variedade generosa de armas, dispositivos e consumíveis. Tudo personalizável, com comportamentos e funções diferentes contribuindo para um sistema de progressão robusto onde nada é obrigatório. Tudo é uma questão de como você se adapta e como você aborda a situação. A essencialidade da motocicleta que parte como proposta de sobrevivência, o clima é dinâmico e faz diferença na gameplay. Ótimas mecânicas de combate dão uma identidade própria para o game e o coloca no radar do gênero. A Bend Studio foi ambiciosa no projeto, os eventuais problemas ocorrem e você se vê revoltado mais pela quebra de imersão, do que pelo problema em geral. Talvez mais tempo de forno pudesse ter feito mais pelo game e diminuído o marketing negativo que afasta desavisados dessa ótima experiência.

    Days Gone

    Platform: Playstation 4
    445 Players
    213 Check-ins

    16
  • clovisalmeida Clóvis Almeida
    2020-06-15 00:55:18 -0300 Thumb picture
    clovisalmeida checked-in to:
    Post by clovisalmeida: <p>Campanha encerrada, <strong>Days Gone</strong> é
    Days Gone

    Platform: Playstation 4
    445 Players
    213 Check-ins

    Campanha encerrada, Days Gone é um puta jogo injustiçado. Boa história, personagens marcantes e combates divertidos!

    20
    • Micro picture
      kess · 4 months ago · 1 ponto

      Recomendo os desafios.

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 4 months ago · 1 ponto

      Jogão...mas a culpa foi da própria BEND STUDIOS com lançamento bugado 😭

      Mas muitos que deram nota baixa...refizeram seus reviews após patches (atualizações)

      O joguei em Nov 2019 e o achei sensacional ⭐⭐⭐⭐⭐

      1 reply
    • Micro picture
      igor_park · 4 months ago · 1 ponto

      Esse jogo me surpreendeu demais.
      Muito bom.
      Espero que na sequência eles façam as correções necessárias para o jogo decolar.

      1 reply
  • leonardopietroniuk Leonardo Cubas
    2020-06-04 15:30:33 -0300 Thumb picture

    DAYS GONE vencendo o preconceito

    Medium 3803563 featured image

    *Esse é um roteiro em vídeo de minha autoria que sofreu alterações para ser postado aqui. Se quiser ter uma experiência mais imersiva, ou simplesmente quiser ajudar o autor, peço que assista ao conteúdo.



    Na E3 2016 a SONY apresentou Days Gone e a comparação foi inevitável: era muito The Last of Us.

    Se ser comparado ao que muitos consideram o melhor jogo da década não fosse suficiente, era mais um jogo de zumbi. E eu não aguentava mais jogos de zumbi.

    Até após o lançamento essa ideia afastou muita gente da experiência do jogo, e essas pessoas, elas infelizmente têm razão em pensar dessa forma, já que nem a própria SONY ou os desenvolvedores fizeram questão de desmentir essa ideia e descrever sobre o que, de fato, era o jogo. Durante uma entrevista, ao ser perguntado do por que ser mais um jogo de zumbi, o diretor criativo da Bend Studios respondeu que não era um jogo de zumbi, era um jogo de “freakers”. Obviamente que a estratégia de mudar o nome dos infectados não mudou a percepção geral de que, de fato, se tratava de um jogo de zumbi.

    - DAYS GONE: VENCENDO O PRECONCEITO -

    Eu era uma dessas pessoas e justamente por isso só joguei ele recentemente, um ano após o lançamento, por ter pego emprestado. E olha que eu tenho um carinho imenso pela Bend Studios, já que eles fizeram um dos jogos favoritos da minha infância (Syphon Filter, 1999). E mesmo assim é engraçado pensar agora, depois de ter terminado o jogo, que se não fosse pelo empréstimo eu provavelmente nunca tivesse jogado.

    Mas o que eu não conseguia entender é: por que depois de ter feito um jogo de VITA (um console que vendeu pouco em relação às expectativas e ao próprio PSP), e de uma produção intelectual que não é a sua (Uncharted: Golden Abyss, 2011), receberam um investimento gigantesco da Sony para uma criação própria e decidiram por um jogo de zumbi?

    Por todo esse tempo parecia uma ideia idiota. Mas o que só pude descobrir depois de ter jogado, é que essa não é a ideia. Days Gone não é um jogo de zumbi, é um jogo com zumbi. E essa é a diferença principal que separa ele dos demais jogos do gênero. Mas se ele não é um jogo de zumbi, afinal, sobre o que é Days Gone?

    - AFINAL, SOBRE O QUE É DAYS GONE? –

    O mundo é destruído por uma infecção que transforma pessoas em monstros e o protagonista interage com esse mundo após ser definido por uma perda no passado. Embora isso aconteça em Days Gone e The Last of Us, as propostas são opostas e surpreendentemente diferentes.

    Days Gone é sobre um mundo pós apocalíptico. E esse mundo, diferente dos demais jogos do gênero, é o protagonista, tudo gira em torno dele. A moto, a principal companheira nessa jornada, por exigir combustível, faz com que tenhamos que interagir com o mundo para conseguir gasolina. Como também é difícil, você precisa vasculhar o mundo a procura de mantimentos, que as vezes são escassos e, de novo, você precisa procurar no mundo as áreas de infestações para facilitar as travessias entre missões.

    A escolha pelo mundo aberto, nesse caso, é essencial. A ideia por trás de The Last of Us é desenvolver uma história sobre personagens, pessoas, e o mundo destruído é apenas uma forma de contextualiza-las, de desenvolver essa relação. Para isso, parece preferível uma estrutura linear; o jogo precisa saber precisamente quando, como e o quanto você vai sentir aquilo que eles querem que você sinta. O mundo aberto, nesse caso, por deixar o jogador livre, iria contra essa filosofia, já que a experiência ficaria mais à cargo do jogador do que dos próprios desenvolvedores.

    Days Gone, ao contrário, por ser justamente sobre esse mundo destruído, se utiliza de um mundo aberto da forma mais eficiente que eu já vi. Ele é totalmente coerente com a proposta.

    Nesses muitos momentos que temos que interagir com o mundo, é extremamente tenso. Sempre que eu tinha que ir de um ponto ao outro de moto tive medo de cair, acabar o combustível ou esbarrar em algum animal que me derrubasse. O indicador no canto da tela fica vermelho ao estar próximo de algum inimigo, e ele está vermelho praticamente o tempo todo.

    Seja no início do jogo porque suas armas são ruins e a moto muito lenta, ou no meio pro final que os tipos de inimigos são mais fortes e mais numerosos, eu me peguei diversas vezes dando pausas e enxugando as mãos suadas de tanta tensão, e eu nunca senti isso com um jogo antes, já que nele eu fugia mais do que lutava.

    Há colecionáveis que, dependendo da escolha do jogador, aumentam a vida, a energia ou o foco do personagem, e esses colecionáveis ficam em estações de pesquisa muito próximas de hordas de infectados. Cabe a você achar e desligar cada autofalante dos lugares antes de religar a energia para conseguir pegar esses acréscimos de atributos. Vez ou outra você não encontra todos os autofalantes e quando sai da estação uma horda inteira está te esperando do lado de fora. E como você está em combate, o fast travel não funciona. O que fazer? Nesses casos, como eram muitos inimigos, lutar quase nunca foi uma opção.

    Esse é só um exemplo, mas o jogo o tempo todo cria esses obstáculos para não facilitar a vida do jogador enquanto ele faz as tarefas mais triviais nesse mundo e isso é incrível, o que mais se poderia esperar de um mundo pós apocalíptico com zumbis?

    Como o mapa é relativamente pequeno, você percorre os mesmos lugares repetidas vezes, criando familiaridade com o cenário, não dando aquela impressão de que tudo está ali só para ser visto no caminho, inúmeros lugares para encher os olhos, mas completamente sem vida. Diversas vezes, como num battleroyale, eu ficava sem itens entre as missões e quando via alguma construção e estacionava e procurava itens no interior. Depois de fazer isso tantas vezes em tanto lugares, aquelas paisagens passavam a ter significados, histórias.

    - Cara aquela casa ali eu fiquei meia hora loteando e não adiantou nada, porque quando voltei tinha um urso esperando do lado da minha moto. Pra matar ele eu tive que gastar todos os itens que eu tinha conseguido.

    Mas nem todos tiveram a mesma experiência que eu tive, por isso ele parece ser um jogo de extremos: uns adoram e outros odeiam, e eu entendo quem chega as duas opiniões. Joguei após instalar um patch de 15 GB, e mesmo assim ele tinha, de fato, muitos problemas, os bugs, a narrativa, os combates e as performances técnicas em geral são coisas que podem arruinar a sua experiência, dependendo de quanto delas você experiência. Mas existe outro jogo que também sofre dos mesmos problemas e tem uma das maiores notas de toda a história da indústria dos jogos.

    Ambos têm foras da lei como protagonistas, um opressivo mundo aberto que por não querer sua presença nele te força a adaptar o gameplay conforme as coisas vão surgindo, câmera lenta para disfarçar quão ruim é a mecânica de tiro, um companheiro fixo que te guia pela jornada e um sistema de confiança conforme você interage com os acampamentos. A diferença aparece na tolerância que a Rockstar tem em relação aos jogadores pelo nível de detalhe das produções, provavelmente por ter dinheiro, funcionários e tempo quase infinitos.

    Não digo que não seja frustrante em Days Gone pensar o tempo todo: que mentira eu acertei esse tiro! Mas digo que, como em Red Dead, isso não deveria ser um empecilho para se apreciar e admirar todo o resto.

    A história pode ser simples, mas é também misteriosa e cinematográfica, se pensar em como ela diz, ao invés de o que ela diz. Há personagens incríveis, que você se importa, como um dos personagens mais carismáticos e engraçados que eu já tinha visto. O desenrolar do roteiro segue quatro acampamentos com líderes de diferentes filosofias. Uma mulher que oferece segurança em troca de trabalho escravo. Um político idealista que tem o programa de rádio que escutamos sempre ao terminar uma missão. Um pacifista que acredita na união dos humanos para enfrentar os infectados e um general ditador que usa a bíblia para justificar suas ações condenáveis. Mesmo simples, a história tem personalidade, você decide qual se adequa mais àquele mundo e decide que missões fazer em seguida, já que quanto mais missões você faz para um mesmo acampamento maior a confiança que eles têm em você.

    A frustração que senti nas vezes que a legenda simplesmente sumia ou quando, nas cutscenes finais, meu jogo ficou sem textura, não apaga a sensação que tive nas cinco últimas horas quando tudo era tão grandioso que eu me pegava nervoso e apreensivo com o que ia acontecer em seguida. Você leva menos em conta a técnica, ou a falta dela, quando sente o coração. Eu terminei a história recentemente, e já não vejo a hora de voltar.

    Eu acho que todos deveriam dar uma chance a Days Gone, ele não é para qualquer um, mas também não é qualquer coisa.

    Days Gone

    Platform: Playstation 4
    445 Players
    213 Check-ins

    22
    • Micro picture
      kess · 5 months ago · 3 pontos

      É mais um jogo de zumbi, mimimi... Gente chata do caramba. Excelente jogo, e sinceramente, os desafios me prenderam. Quando a história já foi, esse extra foi ainda mais bem vindo para manter viva a chama com o Oregon

    • Micro picture
      cowtonete666 · 5 months ago · 3 pontos

      adorei o video,mais um inscrito \o

    • Micro picture
      igor_park · 5 months ago · 2 pontos

      Gostei do texto, vou ver o vídeo depois e opino

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2020-04-19 02:05:54 -0300 Thumb picture

    TOP CRUSHS ❤️💋🤗 parte 2

    É um @desafio velho, acerca aquele sentimento esmagador (crush) que temos por determinado ser. Ou seja, um CRUSH não necessariamente refere-se apenas a uma atração física.😉 Fazendo a segunda parte pois lembrei de mais alguns...

     TOEJAM & EARL ❤️

    Iniciando com um crush antigo de quando eu era apenas um moleque. Despretensiosamente escolhi esse game na locadora pois a capa me cativou. Quem diria que eu ia me apaixonar por esses dois hilários alienígenas e que seu game eu permaneceria jogando décadas depois (praticamente 30 anos...)

    EXCELLA FIONE ❤️

    Bora seguir com um crush que já morreu 😭 (maldita Capcom). A personagem é uma vilã que se associou a um outro icônico vilão (Albert Wesker).

    De nacionalidade italiana, liderava a empresa TRICELL com seus experimentos de armas biológicas. Apesar de um corpo espetacular e impecável (gostosa mesmo💋), não conseguiu conquistar Albert Wesker com seu charme (também...o viadão só se interessa pelo Cris) Capcom errou feio em desperdiçar uma personagem tão forte.

    DEACON SAINT JONES ❤️

    O apelido do cara é DICK 😎, ele é bonito, sexy, destemido, bem humorado e dono de um game open world gênero survival horror muito foda. Não tem como não "xonar".

    SPYRO ❤️

    Um icônico personagem também dono de excelentes games. É um dragão (muito provavelmente inspirado no FIGMENT) com uma simpatia absurda. Crush instantâneo (mencionei que ele sabe andar de skate? 🤗). Tá de sacanagem que não conhece o FIGMENT, né? 

    ANNA WILLIAMS ❤️

    Uma quarentona com um corpo de colocar qualquer "vintona" morrendo de inveja. Irmã da também gostosa Nina Williams, a quem divide uma competição acirrada. 

    Além do corpo escultural, luta Aikido e Koppo, e também é uma agente secreta. Todos esses componentes a fazem uma clássica FEMME FATALE, consequentemente uma clássica CRUSH. É sempre válido lembrar (e rir😂) dessa longa e louca relação entre essas irmãs...

    PETER PARKER (SPIDERMAN) ❤️🕷️

    Ele protege a cidade, usa roupa coladinha, é um "bom samaritano", possui grandes dotes 😏, dono duma bunda sararada e um peito fenomenal. Tenho certeza que muitos de vocês já o viram de cueca por aqui na Alvanista...😎 Ele é gostoso...e seus games são foda! Ponto.

    APRIL O' NEIL ❤️

    A famosa repórter da série TARTARUGAS NINJAS é dona de grandes atributos... certo Michelangelo? 😏

    NATHAN DRAKE ❤️

    O cara é invencível, aventureiro, rico, bonito e gostoso e além disso tudo, dono duma famosa e bem sucedida série de games. Seu defeito? Ter a bunda quadrada, mas isso não impede de se tornar um crush com seus vários outros atributos...

    CHUN LI ❤️

    Dispensa apresentações: simplesmente a dona das pernas (e calcinhas) mais belas do mundo dos videogames.

    DELSIN ROWE ❤️

    Divertido, malandro, bonito, galanteador, alto astral, artista de graffiti e também dono de um game espetacular no PLAYSTATION 4 (INFAMOUS Second Son). Crush instantâneo, fechando essa PARTE 2 (acho que vou precisar fazer PARTE 3 pois tem mais gente. Sim sim...sou "moleque piranha" 🤪)

    Regras:

    1 - Pode fazer um top 3, 5, 10, 20..., fica a sua escolha.

    2 - A mídia fica a sua escolha: pode fazer um misto de games, animações, HQs, Filmes...

    3 - Marcar a persona @desafio e os amigos.

    Deixo aqui meu obrigado aos que me convidaram: @bahamut, @sergiosamsa, @hard_frolics, @sweet_lorelei ...esqueci alguém? E já aproveitar a chamar todos que ainda não o fizeram...

    Power Rangers All Stars

    Platform: Android
    2 Players
    1 Check-in

    43
    • Micro picture
      hyuga · 6 months ago · 4 pontos

      "Apelido dele é Dick" eu entendi a referência kkkkk e caramba Ana tem 40 anos! Ela e a irmã podem me usar quando quiserem

      3 replies
    • Micro picture
      jeffroupinha · 6 months ago · 3 pontos

      Um dos pontos bons do RE5 é poder usar a Excella no mercenários, ela tem muito carisma no corpão e jeito de falar, poderia ser uma antagonista mais presente, mas fazer o que?

      1 reply
    • Micro picture
      seufi · 6 months ago · 2 pontos

      Curtia Muito a Excella. Concordo que ela foi muito mal usada pela Capcom, e provavelmente nem usada pelo Wesker... Nessa briga, sempre torci pela Anna... ela é mais sarcástica e abusada... gosto disso... De resto, Chun-li dispensa comentários

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...