• 2020-12-04 20:35:51 -0200 Thumb picture

    Bengalada da Velha #4 - Cardcaptor Sakura: Clear Card

    Mais uma sexta, e mais uma Bengalada da Velha! Após vermos carecas inexpressivos deitando tudo com 1 peteleco, bora conferir mais um anime que mostra com exatidão a decadência da indústria japonesa de animação atual, desta vez na forma de uma das cada vez mais constantes e desastrosas continuações desnecessárias de obras antigas, com a recente tentativa do CLAMP de reviver o sucesso de Card Captor Sakura, uma obra muito querida por muitos brasileiros (e que já foi devidamente indicada aqui, no Arco).

    Trazer de volta algo que fez sucesso antigamente e que ainda é querido por muitas pessoas é bem comum na atualidade, não apenas nos animes, mas também no cinema e, quase sempre, o resultado é desastroso. Isso porque os tempos mudaram, com não apenas o público e a indústria estando diferentes como também o próprio (ou os próprios) autor, que nesse período de tempo, entre o lançamento da obra original e sua continuação, viveu, experimentou, mudou seus conceitos e não é mais a mesma pessoa. Com isso a obra original precisa mudar para se adaptar à nova realidade, e é aí que a porca torce o rabo.

    A ideia de reviver ou continuar uma obra, ou franquia, há muito terminada, em suma, não passa de uma tentativa de fazer sucesso de forma segura e barata, já que não é necessário criar algo novo, e sim apenas mostrar a nostalgia  que os fãs de longa data querem ver (ou entregar o que o público novo quer assistir), e esse Clear Card entra justamente nessa categoria. Porém, com continuações de anime decadentes como Dragon Ball Super, Saint Seiya Omega e Digimon Tri, por que a Velha escolheu justamente essa para descer a bengala?

    É porque Card Captor Sakura é uma obra simples, sem muita pompa, sendo um mahou shoujo básico com comédia, romance e a arte característica do CLAMP que dá todo um ar de mistério para a coisa toda e não seria difícil adaptar algo assim na conjectura atual. Mas mesmo esses aspectos simples estão a anos luz do que os japas têm capacidade de fazer hoje em dia e o resultado de trazer novamente essa obra noventista para o cenário decrépito da animação japonesa da atualidade foi deveras desastroso!

    Antes de tudo, uma pequena contextualização (sem spoilers, claro): CCS, o anime de 70 episódios, foi uma adaptação do mangá, do mesmo nome, porém teve diversas diferenças com relação à obra original (em especial com alguns relacionamentos um tanto bizarros sendo removidos da série de TV), com tudo terminando de uma maneira diferente, no filme "A carta selada", que literalmente sela o final da obra de uma maneira sólida. Porém, quando as donas do CLAMP resolveram continuar a série em um mangá novo (20 anos após terem terminado a obra original), os caras embasbacaram legal na hora da adaptação, misturando eventos que só aconteciam no anime (como a personagem Mei Ling) com coisas que só tinham no material original (como a relação de Eriol com Kaho Mizuki), e tudo ficou uma bagunça dos infernos, causando uma caralhada de erros de continuidade na coisa toda!

    E fica pior. CCS é uma obra dos anos 90, e a tecnologia mostrada na série original condiz com aquela época, como telefones celular tijolões, computadores arcaicos, pessoas se correspondendo por cartas e tudo o mais... Porém nesse Clear Card, que se passa 1 ou 2 anos após o término da história, os personagens já estão usando smartphones atuais, drones, videochamadas, causando uma falta de respeito com a própria cronologia da obra.

    Apesar de ser adaptado pelo mesmo estúdio, Madhouse, o mainstream moe (que não se trata apenas de um estilo e sim de uma padronização que as obras japonesas sofrem atualmente) pegou pesado na série nesse Clear Card, e como resultado todo o cast ficou com feições infantilizadas, tornando irreconhecível a arte tão característica do CLAMP (e a paleta de cores mais brilhante e colorida destrói qualquer possibilidade de mistério e de algo sério na trama). Sakura, a protagonista, é o maior exemplo disso, com ela, com seus 13 anos na nova temporada, ainda tendo a mesma feição de quando tinha 10 anos de idade, e o resto do cast indo pro mesmo buraco...

      Artworks da Sakura, a protagonista. Preciso dizer qual é o mais recente?

    A trama também é uma zona, com personagens zoados sendo inseridos, o relacionamento de certo casal não condizendo com tudo que passaram nas temporadas anteriores, coisas importantes sendo apagadas, time resets, repetição da mesma fórmula do começo da série (com Sakura tendo que capturar as cartas novas num estilo episódico) com apenas os 2 últimos capítulos tendo algo sendo revelado, acontecimentos incongruentes, entre outras coisas...

    Tudo é um perfeito desastre, que representa bem o quão pútrida está a indústria de animação nipônica na atualidade, que sequer consegue fazer uma adaptação decente e que precisa de continuações desnecessárias que denigrem a obra original. O fato do arco se chamar Clear Card é realmente bem conveniente, e reflete bem o conteúdo da obra: algo limpo, claro, transparente, vazio, que só serve para ganhar alguns trocados em cima da nostalgia cega e surda dos fãs.

    E fica a bengalada da semana para Cardcaptor Sakura: Clear Card, uma continuação que simplesmente estraga tudo o que a obra original tinha de melhor e, tal como outras continuações desnecessárias por aí, certamente não vale o seu tempo. Dito isso, seguem abaixo algumas opções bem melhores para você, caro leitor:

    Card Captor Sakura - Tem nostalgia dos tempos de Sakura da TV Globinho? Veja o original, cacete!

    Sailor Moon - O mahou shoujo que definiu o gênero. Pode ter tido sua fórmula usada à exaustão durante os anos vindouros, mas certamente que um rei nunca perde sua majestade.

    Princess Tutu - Mahou shoujo bem inusitado, protagonizado por uma pata que se torna humana e derrota os inimigos com o poder erudito da dança clássica.

    Fullmoon o Sagashite -  Obra que deu origem ao Arco da Velha, onde uma garota com câncer na garganta se transforma para seguir seu sonho de ser cantora.

    Kobato - Outro anime do CLAMP (um dos últimos antes da indústria ser aniquilada pelo moe) que fala de uma protagonista que tem que coletar a felicidade das pessoas, cuja trama tem um final bem interessante até.

    Bem, é isso. Até a próxima bengalada!

    Link para uma planilha com todos as indicações do Arco aqui XD

    Lista da vergonha com os agraciados com a Bengalada da Velha aqui!

    Card Captor Sakura: Itsumo Sakura-chan to Issho!

    Platform: Gameboy Color
    5 Players

    26
    • Micro picture
      mateusfv · 3 months ago · 2 pontos

      Eu jurava que o nome da série era Sakura Card Captor, mas acabei de descobrir esse plot twist que é Card Captor Sakura kk

      6 replies
    • Micro picture
      jesspras · 3 months ago · 2 pontos

      Muita nostalgia

      1 reply
    • Micro picture
      jongamezon · 3 months ago · 2 pontos

      esse anime é perfeito, amo por demais ele

      1 reply

Load more updates

Keep reading → Collapse ←
Loading...