• vaojogar Vão Jogar!
    2021-01-13 21:15:39 -0200 Thumb picture

    Vão Assistir! #012 - Sofrendo com Bloodstained - Parte 1

    Em nossa volta às transmissões, o jogo da vez foi Bloodstained: Ritual of the Night, que traz de volta todo o clima da série Castlevania e tem chefões bem apelões. [link]

    Para nos ver mais vezes passando vergonha ao vivo, siga o nosso canal na Twitch!

    Nos acompanhe também pelo Telegram, acesse https://t.me/vaojogar e inscreva-se!

    Bloodstained: Ritual of the Night

    Platform: Xbox One
    62 Players
    62 Check-ins

    5
  • diogo_paixao Diogo Louzada Paixão
    2021-01-07 21:12:30 -0200 Thumb picture

    105° Platina!

    Após meu hiato de dezembro, retorno aos jogos continuando o glorioso projeto Tamar (@igor_park) e trago a platina de Castlevania: Lords of Shadow 2!

    Após 6 anos, retornei ao jogo com a mente um pouco mais aberta, sem o hype gerado pelo 1° jogo pude aproveitar ele mais, ainda o acho na média inferior ao 1°, mas, ele tem muitos pontos melhores e uma jogabilidade muito boa. Me diverti MUITO (re)jogando este jogo =)

    Agora só falta a DLC e vou partir (finalmente) a franquia assassin's creed

    @platinadores

    Castlevania: Lords of Shadow 2

    Platform: Playstation 3
    773 Players
    76 Check-ins

    27
    • Micro picture
      igor_park · 15 days ago · 2 pontos

      O tanto de tartaruga que tu fez voi te chamar de o platinador biólogo.

      1 reply
    • Micro picture
      cacotives · 15 days ago · 2 pontos

      Muito legal o desenho da platina, mas a do Fall é a melhor!

    • Micro picture
      juninhonash · 15 days ago · 2 pontos

      As boss battle desse jogo são das melhores do gênero hack'n'slash.

      1 reply
  • 2021-01-03 11:42:58 -0200 Thumb picture

    Symphony Trilogy Part I

    Medium 3845453 featured image

    Feliz Ano Novo. Espero que 2021 seja gentil com todo mundo, pois 2020 só distribuiu voadoras de losango perfeito na geral.

    Começando o ano, segue a primeira parte da trilogia de Castlevania Symphony of the Night. Sim, foram tantos pedidos do game que renderam pelo menos três novos temas, fora o que ficou pra esse ano ainda.

    Esse chefe, a Scylla, tem dioramas meio meh no Etsy e perfis que fazem dioramas, decidi exagerar na composição e fazer algo adiante. O grande desafio desse tema em especial foi justamente as duas moreias compondo o quadro. O motivo tem a ver como Symphony of the Night foi produzido.

    Para quem é fã do game, sabe que o primeiro Playstation era mó pereba em jogos 2D. Ele lidava de maneira pobre com sprites. O time do Igarashi estava mesmo afrente de muitos e tiveram a ideia de usar os sprites já produzidos como textura inserida em planos 3D, na maiora das vezes não utilizando o eixo X, deixando o jogo ainda parecendo 2D, mas facilitando o serviço pro hardware, já que textura inserida em polígono o aparelho dava conta.

    Essas moreias em especial foram projetadas dessa forma. Ao procurar os sprites delas, se encontra apenas o corpo reto das mesmaa, como se fossem um poste. Era o elemento poligonal que daria o movimento de serpenteio delas. 

    Por esse motivo intrínsico à produção original do jogo, fazer um diorama que seja fiel à cena foi deveras desafiador. Tive, de igual maneira, usar ferramentas de função tridimensional para fazer com qur elas se posicionem exatamente como é no jogo, sem distorcer ou embaçar seus corpos, como muitos fazem por aí e nem vergonha tem de fazer seus atalhismos.

    A àgua é semi transparente, feita em acetato e pintada com verniz vitral. Os pilares, chão e teto são em papercraft. A chefe em si absorve a água para desferir um projétil em Alucard, essa absorção da água também é em acetato pintado.

    Enfim, um ótimo 2021 para todos e até o próximo vídeo.

    Castlevania: Symphony of the Night

    Platform: Playstation
    10192 Players
    325 Check-ins

    23
    • Micro picture
      hyuga · 20 days ago · 2 pontos

      ficou animal. na moral algum dia vou ver quanto cobra pra fazer um do Street of Rage

      3 replies
  • anduzerandu Anderson Alves
    2020-12-31 14:44:33 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Castlevania: Harmony of Despair

    Zerado dia 31/12/20

    Último jogo do ano? Provável!

    Um dia, dando uma olhada nas promoções no site da PS Store, me deparei com Castlevania: Harmony of Despair super barato (uns dez reais) e fui dar uma pesquisada. O fato é que eu não manjo nada dos jogos da série que vieram pós DS, muito menos do que saiu do PS2 pra frente. Sempre senti que foi aí que a série mudou de gênero e se complicou.

    Mas o que seria Harmony of Despair (HoD)? Pelos vídeos que vi, se tratava de um jogo que se assemelhava aos antigos, do Symphony of the Night, os de GBA e os de DS. Show! Porém o foco aqui seria o multiplayer cooperativo em que vários jogadores controlam seus personagens simultaneamente pelo castelo.

    Achei a ideia curiosa e curti o visual. Comprei. Eras depois joguei um pouco e não consegui progredir quase nada, mas foi o bastante para por HoD na lista de pendências.

    Quando você abre o jogo, pode escolher entre jogar localmente ou online. No caso do local, a versão de PS3 permite que até 4 jogadores joguem na mesma TV (coisa que aparentemente a versão de Live Arcade do Xbox 360 não permite). Já no online até 6 jogadores podem se juntar numa única sessão (cheguei a conferir o online mas, nada surpreendentemente, não encontrei salas num jogo de 2011).

    Fui local, mas sozinho. Dei uma olhada nas opções e não vi anda de interessante.

    Já nas preparações de partida, pude escolher entre diversos personagens da série, como Alucard, Shanoa, os protagonistas do Portrait of Ruin, Julius Belmont etc. Fui de Soma Cruz pois curto o personagem e seus jogos da época, fora que já era o personagem selecionado por padrão.

    Há ainda um menu de loja e equipamentos que é bem importante pois nesse jogo é comum repetir os estágios várias vezes e "farmar" dinheiro ou itens que podem ser equipados ou vendidos para poder comprar melhores armas e roupas.

    Na minha jogatina eu acabei investindo mais nas armas com o limitado dinheiro que tinha, sempre comprando melhores e mais caras. Depois de um tempo não apareceu nada de novo na loja e eu percebi que poderia ter a melhor arma de lá (e fazia muita diferença, a ponto de eu ter sofrido um bocado no primeiro estágio, mas levei os seguintes com tranquilidade). Depois parti para investir com mais força em equipamentos de defesa.

    Itens de cura se tornaram o foco no final da aventura. Eles geralmente curam pouco e você só pode levar uma quantidade limitada para cada missão. No último desafio eu levava um item que me curava completamente o HP, porém limitado a apenas 1.

    Uma coisa interessante é que cada personagem da sua conta é independente um do outro, inclusive equipamentos. Sendo assim, se eu tentasse mudar de personagem apenas no final do jogo, não daria muito certo pois ele estaria completamente sem nada. O objetivo aqui seria re-jogar a aventura muitas vezes, conhecer a jogabilidade de cada um desses personagens e ter motivo para continuar jogando, claro.

    Isso me fez jogar exclusivamente com o Soma Cruz, pois já tinha dificuldade o bastante para conseguir progredir com ele.

    Mas fiquei muito curioso com os outros pois eles carregam mecânicas famosas e jogabilidade de seus jogos originais. O Soma Cruz, por exemplo, pode conseguir as almas dos inimigos e equipá-las para habilidades ativas ou passivas. Há ainda elementos nas fases que são exclusivos para cada um, como as coisinhas nas paredes que a Shanoa usa para se lançar e ter maior mobilidade.

    Pelo que pesquisei, o Alucard é o personagem mais forte e "quebrado" de HoD.

    Começando o jogo pra valer, o Zoom mostra o mapa por completo, com todas as suas salas, assim como a imagem acima.

    Seu personagem é minúsculo e eu só pensava: "quem achou que isso seria uma boa ideia?"

    Cheguei a mexer nas opções pra ver se conseguia aproximar mais a visualização e nada. Eles tinham pensado num jogo para muitas pessoas simultaneamente, mas isso era bizarro! Pesquisei na internet, mexi na resolução do console e tudo mais e no final das contas descobri que era só apertar R3...

    Habilite nas opções todas as opções de Zoom ou as que tiver interesse em usar e aperte R3 para alternar entre elas. Tem um ângulo de visão bem próximo do personagem que é maravilhoso e lembra muito a jogabilidade dos mais antigos (não encontrei imagem), mas o jogo requer também que você veja as coisas ao seu redor, até porque os mapas tem muitas salas e agem quase que como labirintos até você os decorar. Você pode ainda usar o analógico da direita para olhar ao redor e até ver se compensa seguir uma sala ou ver o que tem no seu final.

    Apesar de todos as salas, inimigos, baús, botões, alavancas e mecânicas exclusivas de fases, o seu objetivo é apenas um: derrotar o chefe. Matou o chefe, ganhou um item raro e a possibilidade de escolher o próximo estágio.

    Claro que grande parte do tempo você estará explorando e tentando descobrir como chegar lá, mas já acostumado, fica bem rápido. No último estágio eu levava 5 minutos para alcançar o chefe final do jogo.

    Por outro lado, ignorar o "loot" significa deixar de ganhar mais dinheiro e reduzir a zera a possibilidade de conseguir itens excelentes que não podem ser comprados na loja.

    Mas correr também é bom. Eu mesmo refiz o último estágio tantas vezes que não só perdi a fé em achar algo melhor, como só queria logo uma revanche contra o chefe toda vez que morria. Fora que dinheiro já não era mais problema.

    Eu esqueci de mencionar, mas todas as fases de HoD tem um tempo limite de 30 minutos. Esse tempo não chega a ser problema e normalmente eu terminava cada estágio entre 12 e 15 minutos (21 na que mais demorei, mas que passei na primeira tentativa), mas ter um contador na tela me deixou bem apreensivo e ganancioso em causar dano aos inimigos.

    Resumindo: Castlevania: Harmony of Despair é um jogo bom, o que me surpreendeu, porém, não é exatamente a experiência "metroidvania" dos grandes títulos da série, e você deve saber disso ao pensar em comprá-lo. Infelizmente não pude o testar no multiplayer, mas o jogo funcionou muito bem no single player para um fã antigo desses jogos da Konami e, para a sua proposta, foi bastante bem feito e desafiador. Normalmente são apenas 6 estágios e dá pra terminar rápido, mas há conteúdo adicional que me fez pensar em manter o jogo no HD para jogar local com os amigos, mas infelizmente apenas a primeira fase dessas DLCs é gratuita e as outras, assim como cada personagem adicional (Simon, Richter etc) custa em média R$15.

    De bom: visual muito bonito e a volta de diversos elementos da série, como protagonistas, cenários que mesclam lugares conhecidos, inimigos, mecânicas. Trilha sonora espetacular! Sistema de equipamentos e jogabilidade simples. Nível de desafio muito bom.

    De ruim: pode ser um pouco punitivo para quem espera um jogo normal da série, com save points e afins. Ter todas as salas já carregadas na tela prejudica um pouco a tentativa de fazer um mapa mental, pois tudo meio que se mistura. Conteúdo adicional pago e muito caro. Não há um enredo, mas a proposta do jogo nunca foi essa mesmo. Não dá pra defender jogos com limite de tempo, sobretudo offline.

    No geral, eu curti bastante o jogo e muito mais do que esperava. Achei que foi um fanservice bacana e funcional para os fãs e queria muito tê-lo jogado na época online, mas felizmente ainda posso contar com o multiplayer local. Recomendo!

    Castlevania: Harmony of Despair

    Platform: Playstation 3
    636 Players
    39 Check-ins

    14
    • Micro picture
      gennosuke6 · 23 days ago · 2 pontos

      Soma Cruz for the win, meu favorito da série! Bacana esse jogo, não sabia que tinha vários personagens pra escolher.

      1 reply
  • lendariorandom Lendário Random
    2020-12-30 11:38:08 -0200 Thumb picture

    Tão bom quanto dizem!

    Medium 753261 3309110367

    Mesmo depois de ter jogado todos os metroidvania da franquia e zerado quase todos (perdi o save do circle of The moon e desisti por hora), Eu me surpreendi com aquantidade de coisas que dava pra fazer no jogo. Tinha escudo (coisa que pra mim era novidade) , tinha como equipar uma coisa em cada braço (só vi algo assim no Order of Eclesia), tinha magias com os escudos, espadas que usam ataques especiais por comandos, magias usando barra de mana (como no Order cia), sub itens usando corações, transformações com upgrades (minha favorita é a neblina), e ultra pulo como no Harmony of Dissonance.

     Falando nele, eu pude notar as semelhanças do Harmony of Dissonance com o Symphony of the Night. Temos "2" castelos, os pontos de save são parecidos, o Ultra pulo tem o mesmo comando, coletamos relíquias do drácula (como no Simon's Quest também), o próprio visual do personagem e as magias.

     Symphony of the Night tem uma boa quantidade de chefes, alguns até horripilantes pra falar a verdade. Eu não sofri como achava que ia igual num Order da vida, pelo contrário: Solei geral no soco do Alucard, usando a grand cross em um deles.

     O castelo é imenso, a trilha sonora é perfeita, e é um jogo bastante rico em elementos no geral.

     Recomendo mesmo pra quem já jogou outros jogos similares, pois aqui vi coisas que só foram voltar em jogos posteriores tipo de 2008.

    Castlevania: Symphony of the Night

    Platform: PSP
    550 Players
    92 Check-ins

    6
    • Micro picture
      santz · 24 days ago · 2 pontos

      Pois é, mesmo jogando os games que derivaram dele, ele ainda é uma obra prima.

      1 reply
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2020-12-21 17:06:38 -0200 Thumb picture

    DOOMVANIA - Simon's Destiny

    Master Alucard analisa uma das modificações mais legais do jogo DOOM, o Castlevania: Simon's Destiny, que mistura a jogabilidade em primeira pessoa de DOOM, mas com todos os elementos de Castlevania. Será que esse jogo realmente é bom?

    Castlevania: Simon's Destiny

    Platform: PC
    2 Players

    7
  • 2020-11-26 15:10:01 -0200 Thumb picture

    What is a man? [Again]

    Medium 3839502 featured image

    *tosses glass* A miserable little pile of secrets.

    Eu sei. Eu sei. Fica repetitivo. Mas por isso posto pouco. Só pedem Symphony of the Night. Mas ficaram bonitos. Sim, plural. São dois temas.

    Eu iria colocar a caixa de diálogo, porém esconderia ⅓ da composição, o que não faz nenhum sentido em compor uma cena desse naipe, quase todo em papercraft e esconder suas maiores qualidades estéticas.

    O postar pouco significa também que estou abarrotado e com timelapses acumulados por total falta de tempo para editá-los. 2020 tem sido severo pra todo mundo, mas trabalho não falrou, então bora voltar pra masmorra. 

    Fico devendo os videos, mas uma hora sai. Já dá pra fazer uma trilogia só com temas distintos de SotN.

    DIE MONSTER!

    Trono, escadaria, pilares, teto e chão em papercraft. Cortinas inseridas no trono. Candelabros reforçados pra compor a cena original. Mais de 28 elementos distintamentr separados.

    IT CANNOT BE! AAAAAAGHHHH!!!

    Pra quem for do Instagram: https://www.instagram.com/p/CIDcLWHHvTF/?igshid=1r...

    Pra quem for do facebook: https://www.facebook.com/1024621944411348/posts/1576912199182317/

    Castlevania: Symphony of the Night

    Platform: Playstation
    10192 Players
    325 Check-ins

    18
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 2 pontos

      SoTn é uma fonte infinita de quadros awesome.hehe
      Um dia ainda consigo $espaço$ pra por um desses na parede XD

      2 replies
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2020-11-24 18:05:41 -0200 Thumb picture
    luchta checked-in to:
    Post by luchta: <p><strong>Check-Out</strong> | Tá ai um jogo que p
    Castlevania: Symphony of the Night

    Platform: Android
    13 Players
    5 Check-ins

    Check-Out | Tá ai um jogo que pensei que não jogaria hoje!

    Acabei de comprar a versão de android de Castlevania: Symphony of the Night que está em promoção por R$ 0,99! Peguei para o meu aparelho (que não roda e nem tem espaço, mas joguei no emulador) e para o da minha mãe!

    O jogo é o mesmo da versão PSP, com os mesmos BUGs, ou seja, enganar a morte aqui é muito mais fácil, já que é só dar um dash para trás antes da tela que ela aparece, assim ir para área da morte, e voltar. Prosseguindo você continua com os itens do inicio, tornando o jogo bem mais fácil do que já é.

    A diferença mesmo da versão do PS4 é que aqui eles FINALMENTE mudaram o design dos menus, me lembro que o Igarashi em entrevista disse que esses menus eram BETA que ficou. Mas nunca mudaram em relançamentos posteriores (um pouco na versão do Sega Saturn), aqui tiveram que adaptar.

    O ruim mesmo é jogar em controle de toque, no emulador que joguei não tinha suporte a controle, se tivesse um emulador de android que reconhecesse o controle de Xbox 360 como um Bluetooth seria bom, e não mapeasse os controles como botões de toque. Fica impossível jogar assim!

    20
    • Micro picture
      realgex · about 2 months ago · 1 ponto

      R$ 0,99, sério, vou comprar !

    • Micro picture
      santz · about 2 months ago · 1 ponto

      Rapaz, esse menu tá um espetáculo. A tela de menu do original é muita porqueira.

      1 reply
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2020-11-07 14:46:18 -0200 Thumb picture

    O Excelentíssimo Castlevania - Lecarde Chronicles 2

    E finalmente o Master Alucard analisa um dos melhores fan games de Castlevania, o Castlevania: Lecarde Chronicles 2, que é muito superior ao primeiro jogo da série. Vamos ver por que esse jogo é tão aclamado!

    Castlevania: The Lecarde Chronicles 2

    Platform: PC
    31 Players
    4 Check-ins

    6
  • 2020-10-25 11:56:12 -0200 Thumb picture

    Novo projeto chegando...

    Nos últimos vídeos do Canal detalhei para vocês todos os lançamentos, ano por ano, da franquia Castlevania, na série que chamo de "EVOLUÇÃO: Games Através do Tempo". Nessa próxima semana será a vez de uma nova franquia amada por todos! Uma dica: ZUMBIS! Pra conhecer a proposta desses vídeos, fica aí com a história dos mais de 30 anos de Castlevania! :) E não esquece: se curtiu os vídeos, se INSCREVE lá! :) Precisamos muito do seu apoio para crescer no YouTube!

    Castlevania: Symphony of the Night

    Platform: Playstation
    10192 Players
    325 Check-ins

    5

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...