• 2018-02-11 19:32:40 -0200 Thumb picture

    Ciclo da desgraça, o possível fim de GTA VI e a necessidade inventada

    Medium 3600072 featured image

    Já ocorreu de você dropar aquele jogo por uma série de motivos que o tornaram insuportável; mas depois de um tempo surgirem várias novidades, de forma que você volta freneticamente a jogá-lo para comprar as paradas novas e alcançar a famigerada diversão e satisfação, mas ainda sim no final você perceber que o jogo continua não valendo a pena e que você caiu em mais um bait pesado da empresa?

    Isso já aconteceu várias vezes no mesmo jogo com você, também? 

    Vamos falar sobre isso...

    Primeiramente, trilha sonora adequada para a leitura do artigo:

    Vi bastante dessa discussão, de certa forma, em seções de comentário no youtube em vídeos do GTA online. Particularmente, isso aconteceu comigo novamente no final do ano passado e fiquei pensando sobre a questão quando larguei o jogo de novo, após ter comprado o que eu queria e deu pra comprar com um intenso grind de mais de um mês inteiro:

    Fiz os objetivos diários do jogo por 28 dias com ambos os personagens, gerando (por personagem): nos dias comuns em uma semana 25k, então 600k nos 28 dias; nos dias de bônus semanal o valor do sétimo dia consecutivo nas primeiras 3 semanas de 100k, logo 300k nos 28 dias; finalmente, no 28º dia 500k. Isso se traduz como 1.400.000/1,4kk por personagem, e como fiz com o máximo possível (2), rendi naturalmente o dobro do valor.

    Mas... isso era o suficiente? ... Nope. Tive que fazer exaustivamente os abastecimentos e as vendas do negócio de cocaína do motoclube, além dos roubos e vendas de carros roubados do depósito pelo esquema de chefe de escritório. Isso tudo depois de adquirir os meios para executar essas atividades - sede do motoclube, centro de produção de cocaína com melhorias, escritório e depósito de carros - depois de um grande farm das missões com bônus semanais de dinheiro.

    Ora, quem jogou ou conhece o jogo desde o seu lançamento lembra como as coisas mais caras e desejadas eram o carro Adder de 1.000.000/1kk e o apartamento ''luxuoso'' de 500.000/500k. 

    Eu não preciso falar de como os preços explodiram desde então com os novos updates, certo?

    O interessante a observar é que a empresa começava levemente a implementar, a partir de suas sátiras ao luxo exagerado dos megalomaníacos estúpidos americanos, uma série desses artigos visuais ou novos carros e equipamentos  para destacar seu personagem na multidão. 

    Porém, é claro que seus valores como produtos ''E X C L U S I V O S'' eram bem superiores, mas ainda não incomodariam tanto pela facilidade de fazer algum grind de uma missão simples por pouco tempo e comprar o que quisesse.

    No entanto...

    surgiram os sharkcards... e as paywalls - utilitários como caminhões, bases militares, hangares e afins necessários antes de adquirir certo bem -, o que colocou GTA online no estado deplorável no qual se encontra - entre inúmeros outros problemas, como o vídeo muito bom do Gypsy fala sobre:

    Bem, então por que c*ralh*s a base de jogadores só cresce e o ganho monetário da Rockstar está explodindo com os sharkcards? Ninguém deveria jogar se o jogo é uma m*erd*, certo?

    Errado

    Olha, eu não vou aprofundar na parte seguinte porque acho que seria uma chatice do caralho pra muita gente pra facilitar a nossa discussão. Vamos lá...

    O valor de tudo é inventado e hoje o processo do mercado é tão avançado que você provavelmente é manipulado muito antes do processo de compra, durante, após e usado pela empresa quando o consome até que ele se deteriore e você recomece o ciclo.

    What the fuck you're talking about??!!

    Calma, pacato cidadão. Por partes: eu não nego que algo ou qualquer coisa tenha o seu valor de uso, e que este muitas vezes pode ser categorizado como universal, mas quando a gente começa a falar de trocas ou compras eu fico #perprecto

    É o seguinte e bem simples: é impossível você determinar quantas galinhas valem uma vaca (peso não é atributo suficiente ou absoluto pra a equiparação) HUUAHUSA, e isso vale pra qualquer tipo de troca, mas o nosso sistema já se estabeleceu de forma que está tão institucionalizado e com objetos tão abstratos como crédito ou bitcoin que nós já aceitamos o valor de troca como algo intrínseco ao produto, e não como algo decidido arbitrariamente ou até como um acordo entre as partes, como normalmente era feito.  

    PS: uma compra é normalmente um tipo de troca por papel moeda ou moeda fiduciária, que depende assim da confiança na instituição que emitiu, no caso a Casa da Moeda do Brasil fundada em 1694 por Pedro II de Portugal, não é o nosso último imperador.

    E o resto, mané? De que porra tu tá falando?

    Nada que você não soubesse, na verdade. Talvez não tenha parado pra xingar enquanto grita apontando o punho pro céu ainda. Toda mercadoria é feita para ser mercadoria avá, então a parada é que desde o princípio do planejamento ela é direcionada para ser consumida, porque sem sua razão de ser ela não é nada além de investimento de recursos perdido pro empresário. 

    É claro que o processo hoje é muito mais elaborado do que simplesmente pensar que o seu cliente deve desejar o produto quando encontrá-lo, e isso já foi, de certa forma, tema até de um assunto que eu acho particularmente relevante para o artigo e que já foi tema de redação do ENEM: propaganda direcionada para o público infantil. Algo que pode realmente ser visto de forma bem abusiva, mesmo. Como lançar bombas na mente de um ser frágil em formação para manipulá-lo e inseri-lo no mercado desde já, pois o sujeito existe enquanto consome, e só enquanto.

    Mermão, o que isso tem a ver com o GTA? Para de me enrolar com essa ideologia nojenta, seu comunista safado!

    ...

    Camarada... TUDO!

    Relaxa aí seu capitalista safado

    No inglês, a palavra propaganda é usada para falar de uma tentativa de propagação de um discurso ideológico, enquanto o marketing é para produtos materiais ou serviços.

    Eu acho bem justo você usar a palavra propaganda com ambos os sentidos no que tange classificar os trailers dos updates da Rockstar. O discurso é sempre enfático no mesmo aspecto: seja o mestre do crime, seja o dono da cidade, tenha todo o luxo possível, esbanje o máximo com roupas e todos os veículos, luxo, LUXO, GLÓRIA!! Muito mais que chamar a atenção para as novidades, os trailers invocam um estilo de vida hedonista deliciosamente atrativo, principalmente para os jovens.

    Aceitar e aproveitar o produto dessa forma te torna mais que mero consumidor, mas um voluntário sem benefícios em prol do lucro da empresa e de seu sucesso em convocar mais adeptos do discurso e potenciais interessados em sharkcards. Ao ter implementado um estilo que prende o jogador honesto em um grind interminável, o jogo garante o jogador por mais tempo nele, o que gera uma base consistente de usuários e atrai mais jogadores pela razão de que eles pensam ainda poderem ser inseridos e curtir esse mundo aberto online - atualmente com packs de propriedade para ''facilitar'' o processo -, e o ciclo se retroalimenta infinitamente. Ainda, mesmo se você decidir sair, com uma nova atualização você pode querer inserir-se novamente pelo jogo ainda se manter muito relevante e atrativo, alimentando o ciclo de novo, e de novo, e de novo...

    Algo muito impressionante faz entender como as microtransações podem gerar um negócio rentável - explicando a existência de infinitos free-to-play games -, algo que foi tratado em um artigo que li mostrando que uma quantidade ínfima de usuários (0,15% dos jogadores mensais) de jogos mobile desse tipo sustentam mais de 50% dos lucros do negócio. Pesquisa da Swrve

    0,15% dos jogadores de celular cerca de 50% dos lucros

    So what? Você tava aí todo pimposo falando do teu grind. SHAME!

    De fato, meus belos pecados materiais além das roupas e armas:

    Esse Declasse Mamba (995k) é tão lindo (lembra muito o Lotus do meu check-in de Forza Motorsport 5) e divertido de andar que fiz muitas fotos dele inclusive chamando a acompanhante de luxo pra dar um rolê de elitista.

    O XA-21 Ocelot (2,375kk) é maravilindo, fiquei meia hora contemplando depois de comprá-lo. Fazia bastante tempo que não comprava um carro de luxo poderoso (o último tinha sido o Zentorno) e aproveitei bastante nesse último dia que mexi no GTA online. 

    Enfim, o jogo em si é bom, e com os amigos é melhor ainda. Todavia, pelo que expus e muitos outros já trataram sobre, há um problema gigante a ser resolvido que cerca as microtransações. Sendo tão grave que, com o lucro de 500 milhões de dólares e o sucesso absurdo constante do jogo - que atingiu o pico histórico da playerbase nesse dezembro de 2017 - a possibilidade de GTA VI vai, no mínimo, ser empurrada por muito tempo ainda, como saiu em um artigo da FORBES:

    GTA Online's $500M In Microtransactions Could Mean A Very Different 'GTA 6'

    Eu sou menos otimista... GTA VI já não é mais o que talvez seria e nunca vai voltar a possibilidade de sê-lo. O primeiro negócio de uma empresa grande é fazer dinheiro e depois a sua função especializada. A menos que ocorra uma revolta bizarra e fique bem claro para a Rockstar que é inviável passar esse modelo de negócio para frente, talvez até Red Dead Redemption 2 se torne uma grande decepção...

    Grand Theft Auto V

    Platform: Xbox One
    650 Players
    143 Check-ins

    25
    • Micro picture
      sergiotecnico · about 1 year ago · 4 pontos

      Sou fã de GTA desde que nem era 3D. Por consequência sempre fui fã da Rockstar.
      GTA V foi (e continua sendo) um dos melhores jogos que joguei na vida.
      Me entristece profundamente ver como a Rockstar se rendeu às microtransações e abandonou completamente o single player do jogo.
      Tenho medo do que vem pela frente...
      Sobre o GTA VI, acho que já devem estar trabalhando nele. É uma oportunidade ainda maior para as microtransações. Imagina se ao invés do mapa relativamente pequeno do GTA V, vier um mapa com mais de um estado, tipo Los Santos, Las Venturas, Liberty City, San Fierro, Vice City, etc... seria uma máquina de dinheiro.
      Mas temo pelo pouco caso que tem dado ao single player, que é o que eu gosto de jogar.

    • Micro picture
      kratos1998 · about 1 year ago · 2 pontos

      Só é vítima do capitalismo quem quer, por isso odeio grind e farm, jogo meu jogo até onde quero. O capitalismo é uma faca de dois gumes, se souber usufruir, n terá tantos problemas, o negócio é ficar esperto kkkk nunca gostei desse modo online do GTA 5

      2 replies

Load more updates

Keep reading → Collapse ←
Loading...