• 2018-10-17 19:53:14 -0300 Thumb picture
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2018-10-17 13:11:02 -0300 Thumb picture

    Castlevania: Harmonia Sem Sinfonia

    Alucard dá uma olhadinha no segundo Castlevania de Game Boy Advance, o Harmony of Dissonance. Como será que é a aventura de Juste Belmont?

    Castlevania: Harmony of Dissonance

    Plataforma: Gameboy Advance
    1790 Jogadores
    119 Check-ins

    7
  • farusantos Farley Santos
    2018-10-17 09:04:47 -0300 Thumb picture

    Análise: Wandersong

    Wandersong conquista o jogador com um protagonista improvável e otimista. Controlar um bardo cantor em uma jornada para salvar o mundo é bem divertido, principalmente com a presença de um monte de personagens legais — ver as reações das pessoas diante à cantoria do herói é uma das melhores coisas do jogo. Uma história repleta de situações cativantes e uma ambientação leve com mensagens constantes sobre otimismo e superação são ótimos motivos para explorar esse mundo colorido. As mecânicas simples podem incomodar um pouco, porém o foco é justamente na narrativa e personagens, que são muito bem construídos. Wandersong é uma aventura sem igual, capaz de nos fazer sorrir constantemente mesmo nos momentos mais tensos.

    Análise completa

    Wandersong

    Plataforma: PC
    1 Jogadores

    5
  • gus_sander Gabriel Macêdo
    2018-10-07 21:51:53 -0300 Thumb picture
    gus_sander fez um check-in em:
    <p><strong>Check-in & Check-out</strong></p><p><em> - Alvanista
    Just Shapes & Beats

    Plataforma: PC
    2 Jogadores
    1 Check-in

    Check-in & Check-out

    Hoje eu e um amigo meu tiramos o Domingo praticamente inteiro pra jogatina. Guitar Hero, Brawlhalla e uns outros mais na mesma pegada de luta e ritmo. Foi de longe uma das melhores jogatinas que já tive. Entre uma jogatina e outra renderam uns bons vídeos, bem como ótimas risadas, uma tensa competição pra ver quem se saia melhor e até um jogo finalizado no mais puro hype. O jogo em questão é o Just Shapes & Beats.

    Não consigo quantificar o quanto esse jogo mexe com sua percepção de fofura seja com bons ou maus momentos.

    O jogo não tem a história como grande foco principal, focando mais nas músicas e como os shapes vão agir de acordo com elas. É de longe um dos melhores jogos de ritmo que já joguei! Os shapes obedecem muito bem ao ritmo musical e tudo na tela vai depender da intensidade melódica e rapidez da mesma. Seu objetivo é tentar sobreviver a todas as fases em prol de objetivos dispostos na história do jogo.

    Com relação ao história, como já disse mais acima, o jogo não tem grande foco na mesma, mas ainda assim, ela faz bem o seu trabalho, instigando o jogador a sempre seguir em frente.

    Um aspecto que acho interessante salientar é o quão interativo esse jogo é, já que você não só controla seu "personagem" dentro das fases, como há interações na escolha dos mapas. Inclusive, o jogo acontece ao mesmo tempo que você vai em busca do próximo mapa em diversas ocasiões, é simplesmente incrível.

    Acho que levamos em torno de 4 horas pra concluir o modo história e posso dizer que foi muuito satisfatório terminá-lo. A dificuldade dele varia muito nos níveis, e as músicas sempre te dão uma indicação de como o nível vai ser, tenso, calmo ou... os dois.

    O jogo é cativante e o rumo que a história leva é muito boa. Alguns fatos do enredo chegaram a me arrepiar por completo!

    Por fim, com relação as músicas, devo antes lembrar que há uns 4 ou 5 anos não escuto tantas eletrônicas frequentemente por falta de algumas atuais que me agradassem, e isso me fez ter um certo preconceito com o jogo, pensando que não ia gostar muito por isso, mas eis que a situação foi bem inversa ao esperado hehe. A cada nova fase e extra fase, as músicas só tendiam a me impressionar, em foco algumas que permanecem na minha cabeça até o dado momento que escrevo este check-out.

    Particularmente, considero como spoilers algumas músicas presente em jogos (sim, sou estranho), mas ainda assim, para aqueles que não se importam, deixo aqui as que mais me fizeram querer repetir a fase só pra ouvir novamente xD:

    Não coloquei o vídeo desse porque era uma das boss fight.

    Essa de baixo é uma das minhas fases favoritas pela formação  dos detalhes:

    Aqui uma das fases que exemplifica um pouco a dificuldade do jogo:

    Por fim, outra fase e música excelentes, de longe meus preferidos, mas esse contém muito spoiler. Se você tiver certeza mesmo que não vai jogar ou já jogou, pode ver:

    No mais, foi um baita jogo! Esse inclusive me deu uma grande vontade de escrever uma análise sobre, de tão incrível que o achei!! Depois que organizar meu backlog, jogos e contas por completo, talvez apareça com uma análise desse jogo por ai pelo Alva. =D

    33
    • Micro picture
      jclove · 11 dias atrás · 2 pontos

      Puxa, esse eu não conhecia, parece realmente bacana. manda essa analise ai.

      1 resposta
    • Micro picture
      filipessoa · 11 dias atrás · 2 pontos

      Fiquei especulando sobre qual era o jogo que você e o outro rapaz iriam jogar mas nunca teria imagino esse. A experiência deve ter sido super bacana pelo jogo, as músicas e a companhia que rendeu até vídeos (mande links aqui kk). No mais, parabéns pela finalização e que venha uma análise (-;

      1 resposta
    • Micro picture
      giovanavoig · 10 dias atrás · 2 pontos

      Nossa, bem diferente esse jogo e parece bem divertido jogar tb! ^^

      1 resposta
  • 2018-10-03 12:51:09 -0300 Thumb picture

    Review | Mega man 11 – O retorno do Blue Bomber

    Mega Man é um dos personagens mais famosos dos games e um dos principais influenciadores para diversos jogos nos dias de hoje. O Joysticker @thecriticgames, apaixonado pela série, jogou e analisou essa sequencia tão aguardada. Confira:

    http://joystickterrivel.com.br/review-megaman-11-o...

    -----------------------------------------------------------------------------------------

    Acompanhe nossas rede sociais:

    Facebook - Youtube - Twitter - Instagram - SITE

    Megaman 11

    Plataforma: Playstation 4
    35 Jogadores
    11 Check-ins

    18
  • farusantos Farley Santos
    2018-10-01 12:05:39 -0300 Thumb picture

    Análise: Mega Man 11

    Mega Man 11 moderniza os conceitos clássicos da série em um título caprichado e divertido. A nova aventura do robô azul apresenta níveis bem pensados e dificuldade acentuada — parte da graça do jogo é justamente aprender aos poucos a fim de conseguir superar os desafios. O sistema Double Gear provê possibilidades bem legais e adiciona complexidade e estratégia à experiência, principalmente nos momentos mais complicados e nas lutas contra os chefes. O jogo peca ao ser um pouco conservador demais, no entanto compensa esse defeito ao ser tecnicamente bem produzido, apresentar muitas opções de acessibilidade e ter muitos extras. No fim, Mega Man 11 é um retorno notável da franquia e também um excelente jogo de ação e plataforma 2D.

    Análise completa

    Megaman 11

    Plataforma: Playstation 4
    35 Jogadores
    11 Check-ins

    7
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2018-10-01 10:49:37 -0300 Thumb picture

    Castlevania Loteria

    Alucard dá uma olhada no primeiro Castlevania do Game Boy Advance. Será que o jogo é interessante?

    Castlevania: Circle of the Moon

    Plataforma: Gameboy Advance
    1550 Jogadores
    152 Check-ins

    6
    • Micro picture
      luchta · 18 dias atrás · 1 ponto

      Mais um vídeo da série que analisa todos os os jogos da franquia, agora entrando na era dos portáteis modernos da franquia.

  • farusantos Farley Santos
    2018-09-29 09:02:52 -0300 Thumb picture

    Análise: Speed Brawl

    Speed Brawl oferece uma interpretação criativa do gênero beat’em up em conjunto com um universo intricado. A mistura de pancadaria e corrida traz uma experiência rápida e energética, principalmente por causa da presença de mecânicas que incentivam a velocidade — parte da graça é conseguir criar combos longos sem parar de correr. Personagens com estilos distintos, várias modalidades de missões e customização de heróis trazem diversidade ao jogo. Alguns pequenos problemas nas mecânicas resultam em momentos de frustração, por sorte eles são pontuais. A combinação de estilos oferecida por Speed Brawl pode parecer bem estranha, porém o resultado é um jogo único e bem divertido.

    Análise completa

    Speed Brawl

    Plataforma: PC
    3 Jogadores
    2 Check-ins

    9
  • farusantos Farley Santos
    2018-09-27 15:32:56 -0300 Thumb picture

    Análise: TowerFall

    Vale muito o esforço de reunir amigos para aproveitar o multiplayer proporcionado por TowerFall. As partidas são rápidas, dinâmicas e imprevisíveis, resultando em situações divertidas e impressionantes — as mecânicas simples tornam o jogo bem acessível ao mesmo tempo que as camadas de complexidade agradam os mais exigentes. A grande quantidade de cenários, os vários tipos de flechas e os inúmeros modificadores trazem variedade às partidas. O conteúdo cooperativo e para um único jogador é sólido, no entanto pode cansar um pouco a longo prazo. No fim, TowerFall é um multiplayer excepcional e uma excelente adição à biblioteca do Nintendo Switch.

    TowerFall

    Plataforma: Nintendo Switch
    1 Jogadores
    1 Check-in

    11
    • Micro picture
      vianna · 21 dias atrás · 2 pontos

      Towerfall é vida!

    • Micro picture
      gus_sander · 21 dias atrás · 2 pontos

      Tinha visto algum post dele esses dias, se não me engano. Depois de ler essa análise, deu até vontade de jogar hehe

      2 respostas
  • farusantos Farley Santos
    2018-09-24 10:08:11 -0300 Thumb picture

    Análise: Timespinner

    Timespinner se concentra em executar bem algumas poucas mecânicas e isso é o que o torna muito divertido. A aventura por duas eras temporais distintas cativa com mapas intrincados, movimentação e combate ágeis, e uma mecânica interessante de congelamento do tempo. O mundo ricamente construído é muito convidativo com a presença de mitologia elaborada, belo visual em pixel art e música excepcional. É uma pena que a temática de viagem do tempo tenha implementação simples e pouco impactante, por mais que a experiência geral não sofra muito por causa desses detalhes. Timespinner resgata títulos das eras 16 e 32 bits em uma aventura bem produzida e imersiva.

    Análise completa

    Timespinner

    Plataforma: PC
    11 Jogadores
    2 Check-ins

    8

Carregar mais postagens

Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...