• rafaschiabel Rafael Augusto Schiabel
    2018-10-15 16:34:34 -0300 Thumb picture
  • _gustavo Luis Gustavo Da Luz
    2018-09-14 16:10:06 -0300 Thumb picture

    God Eater 3 chega em Dezembro no Japão e no começo de 2019 no Ocidente

    A Bandai Namco confirmou God Eater 3 no PS4 em Dezembro no Japão, através de um novo trailer, o game será jogavél na TGS desse ano

    Além disso a empresa também revelou que o jogo chegará ao Ocidente no PS4 e PC "cedo" no ano de 2019, provavelmente no primeiro trimestre do ano.

    22
    • Micro picture
      cristalescuite · 5 meses atrás · 1 ponto

      tenho que finalizar o 2 pena que os análogicos do vita estão ruins...

  • 2017-10-13 15:48:50 -0300 Thumb picture

    Dark Souls 3 - CONTEÚDO EXCLUÍDO - VERSÕES BETA

    Esse é o ultimo episódio dos BETAs de Dark Souls III. Entre as coisas retiradas veremos muitas das promessas que talvez alguns se lembrem que  estariam no jogo, mas no fim nem apareceram, como fazer um bonfire em qualquer lugar. Enfim, tem muita coisa interessante, assistam.

    @luchta

    Dark Souls lll

    Plataforma: PC
    110 Jogadores
    45 Check-ins

    11
    • Micro picture
      tiaweslley · mais de 1 ano atrás · 1 ponto

      CARACA. Eu não tinha ouvido esse áudio do bebê, eu só ouvi mencionarem no Dash de Dark Souls 3 feito pelo Jogabilidade. '-'

      Caceta...

  • laumiramos Laumir Ramos
    2017-07-27 02:55:57 -0300 Thumb picture

    Desafio: meu primeiro post

    Fui marcado pelo @manoelnsn para o @desafio do primeiro post, ou seja o primeiro post que fiz aqui na rede ^^

    A quase três anos trás fiz meu primeiro post aqui no Alva e foi sobre o belíssimo indie game Limbo, que me cativou muito tanto pela sua jogabilidade, mecânica, ambientação e principalmente pelo visual, depois dele sempre procuro por outros jogos semelhantes e não é atoa que a minha biblioteca steam está cheia deles como Monochorma, Feist, Toby, Albert & Otto e tantos outros, até por que quem me conhece sabe que dou sempre preferência para os indies2.

    Marcando algumas pessoas, provavelmente muitos já fizeram já que estou atrasado, mas, quem não fez ou não foi marcado se sinta a vontade para fazer, claro, caso queiram :D

    @jugemu @negosouls @typhonite @hilquias @nono @ghostsnakin @irix @hard_frolics @hilquias @filp @lcirilo, @fragucci @inksketch @rafaschiabel @negosouls @elionazio @filipessoa @waterstill @jokenpo @vinicios_santana_3 @rafaschiabel @ronnysillva @rodrigomesquita @bakujirou @felipezu @vantore @guee @diogo_paixao @juninhonash . . .

    Limbo

    Plataforma: PC
    7486 Jogadores
    287 Check-ins

    33
    • Micro picture
      hilquias · mais de 1 ano atrás · 4 pontos

      Legal, minha primeira foi dizendo q tava saindo do face

      4 respostas
    • Micro picture
      vinicios_santana_3 · mais de 1 ano atrás · 3 pontos

      Meu primeiro post, foi um chek in bem sem graça do Castlevania Lords of Shadow.

      1 resposta
    • Micro picture
      manoelnsn · mais de 1 ano atrás · 3 pontos

      Parece que foi só eu que começou com polêmica mesmo, hauhua

      1 resposta
  • vgaspar Gaspar
    2017-07-04 19:51:47 -0300 Blank user
    <p>Em meio a tantos jogos que nos passa a sensação - Alvanista

    Em meio a tantos jogos que nos passa a sensação de dinheiro e tempo disperdiçados, é animador conhecemos jogos como  the witcher 3. A imersão, o envolvimento, a qualidade gráfica e sonora, a profundidade do roteiro, a qualidade dos diálogos realmente fazem a diferença e justificam o investimento.

     Indispensável para a nova geração! 

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Plataforma: Xbox One
    671 Jogadores
    509 Check-ins

    0
  • anduzerandu Anderson Alves
    2017-03-07 15:21:47 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Fallout 3

    Zerado dia 06/03/17

    Tenho um amigo que fala muito de Fallout no serviço. Vendeu uma faquinha especial do CS:GO pra comprar o 4 e tudo mais e nunca me deixa esquecer da série. A verdade é que a série sempre me deixou curioso, até porque gosto bastante dos jogos da Bethesda, mesmo tendo jogado ou terminado poucos.

    Há cerca de 2 anos atrás eu resolvi começar a jogar Fallout desde o início, mas os três primeiros títulos, 1, 2 e Tactics, só tinham um início interessante e logo ficavam totalmente sem sentido. Cheguei a ver gameplays e tutoriais na internet pra tentar descobrir o que eu estava fazendo de errado e porque os jogos ficavam tão bizarros logo depois de suas introduções. A verdade é que esses jogos são naturalmente bizarros mesmo e bem longe da vibe Diablo/Diablo 2 que achei que teria. Além disso, a Bethesda só pegou a série do 3 pra frente.

    Por outro lado, um amigo fã de Skyrim odiou Fallout (o 3 ou o New Vegas, não sei qual) e passou eras falando mal do jogo, que comprei por curiosidade mas só comecei agora, semana passada.

    Quando iniciei Fallout 3, eu não tinha nenhum expectativa. Jogo antigo e provavelmente feio e cheio de defeitos. Até a capa do jogo ainda tem aquela primeira logo lateral do Playstation 3.

    De início, e por toda a ventura, é notável como a Bethesda fez um grande trabalho com a mapa e ambientação. É perfeito pra quem gostava dos jogos anteriores, mas também é incrível pra quem iniciou-se na série por esse jogo ou mesmo gosta dos The Elder Scrolls.

    A estória começa com o personagem passando por vários períodos diferentes de sua vida em um curto espaço de tempo e já com o objetivo de te fazer gostar de uma das figuras mais importantes de sua jornada: o seu pai!

    Logo é apresentada a questão de conversação, que usamos bastante para interagir entre os personagens em quests ou fora delas. As falas são bem originais tantos pros muitos personagens secundários quanto para NPCs mais genéricos, como inimigos que encontramos pelos desertos e afins.

    A reação de cada personagem varia bastante de acordo com as opções que você escolhe, o que pode afetar a sua quest, deixando-a mais fácil ou mais difícil.

    As vezes até os inimigos conversam antes de te atacar, dando chances de você não batalhar ou mesmo de você os convencer de não fazer nada, por exemplo. Definitivamente são muitas vertentes interessantes.

    F3 segue bebe também da fonte de jogos como Fable e Star Wars: KOTOR, em que suas ações e escolhas te fazem uma pessoa boa, má ou neutra. Bem legal!

    Achei legal como o enredo se assemelha um pouco com a experiência que tive com o primeiro jogo da série: a busca pela água num mundo devastado onde pessoas vivem em abrigos fortificados em baixo da terra. Muitas dessas pessoas não tem nenhuma noção da existência da vida fora daqueles corredores apertados.

    O seu objetivo, como dito já no início do jogo, é ir atrás de seu pai, que saiu da colônia aparentemente sem motivo e desapareceu. Nessa jornada você passa em muitos lugares, conhecendo cidades completamente destruídas e cheias de inimigos, sejam humanos, sejam monstros, vilas com algumas pessoas e sem mantimentos, lugares bem diferentes habitados por pessoas ricas e muitas coisas inesperadas. 

    Até agora estou de cara como esse jogo é muito mais completo e bem feito do que eu imaginava!

    Os objetivos são sempre marcados no mapa, o que é bem legal. É fácil também pegar uma sidequest ou outra aqui e ali sem querer, mas não é algo colossal como em Skyrim. Ou seja, dá até pra fazer tudo numa boa.

    A maior dificuldade de Fallout 3 se encontra nas primeiras horas, quando devemos andar grandes distâncias de uma cidade a outra (até descobrirmos uma nova localização e usar Fast Travel, pelo menos). Isso acontece porque, alem do mapa ser bem grande, você pode se deparar com inimigos bem fortes ou grandes batalhas que acabam te puxando e te matando em tempos que você mal conhece o funcionamento do jogo e não está preparado com armas decentes. Muitas das cidades em ruínas são grandes e tem várias barreiras também pelas ruas que te deixam como uma barata tonta até conseguir sair.

    Eu morri muito assim no espírito de me vingar e pegar as armas fortes da galera que me matava mas acabava só perdendo tempo. Curiosamente, morrer não me deixava com raiva ou com vontade de desistir em momento algum.

    As missões principais em si são bem tranquilas, mesmo tendo um desafio aqui e ali. Sempre marcam tudo e te suprem com o necessário. A maior dificuldade, entretanto, é a pouca quantidade de munição deixada pelos mapas ou inimigos, resultando na sua falta com constância. O "segredo" do jogo é catar tudo que for possível e voltar pras cidades pacíficas e vender pra fazer dinheiro. O dinheiro, aqui como tampas de garrafa, é super importante, pois até pra dormir e recuperar vida pode ser caro quando o jogador não tem experiência com o jogo (joguei várias partes com cerca de 1/3 de vida por não ter onde dormir ou itens que recuperassem uma boa quantidade de HP).

    Já de facilidade, as missões podem ser cumpridas de várias formas e de acordo com um pouco da aleatoriedade do que acontece as vezes, como nos jogos GTA

    Houve uma missão que eu tinha basicamente duas opções, que envolviam usar Inteligência ou Habilidade, algo assim, cada. Como eu não pus pontos nesses "perks", não pude fazer nenhum nem outro para libertar os escravos de suas prisões. Resultado? Tive que matar todos os 20 e alguns bandidos de um vila e resgatar os prisioneiros, o que também não foi fácil.

    A jogabilidade se parece muito com Skyrim, claro, mas depende bastante de armas de longa distância, já que os inimigos te matam com alguma facilidade caso você resolva chegar perto e atacar com marretas e afins.

    Tem uma "habilidade" básica que usa seus pontos de V.A.T.S para você escolher em qual parte do inimigo atirar, e varia a quantidade de ataques de arma pra arma e o quanto a sua barrinha de V.A.T.S estiver cheia. Atirar na cabeça resulta as vezes em explodi-las, atirar no braço pode fazer com que o inimigo derrube a arma e atirar nas pernas o deixa lento e tudo isso e mais acontece em câmera lenta! Esses pontos variam muito de inimigo pra inimigo e acertá-los depende da sua distância mais o tamanho da parte mais as suas habilidades com aquele tipo de arma. Esse esquema de ataque é simplesmente genial! Uma das coisas mais interessantes do jogo e que o configura como RPG e não FPS ou afins. 

    Resumindo: Fallout 3 me surpreendeu muito! Virei super fã do jogo e mal consigo acreditar na possibilidade dos seguintes serem melhores. São muitos equipamentos, armas, personagem e quests que se ligam de uma forma muito interessante. Personagens que você resgatou reaparecem pra retribuir, eventos aleatórios acontecem durante suas andanças, várias formas de se cumprir uma missão ou de definir o desfecho da mais simples conversa até o destino de um personagem deixam a aventura muito completa e incrível! A jornada durou 20 e poucas horas pra mim, mas confesso que esse jogo me deixou com vontade de platina-lo.

    De bom: tudo o que eu disse acima. Inteligência artificial muito boa. Coisas do passado que não são esquecidas. Mapa bem grande. Muitas opções de armas e roupas durante a aventura. Opção de criar equipamentos e ter companheiros (que infelizmente não consegui fazer nenhum dos dois). Combate nota mil em criatividade e diversão com o esquema dos V.A.T.S. Enredo muuuito legal, que deixa o jogo ainda mais viciante e você louco pra que cada um dos curtos loadings durem ainda menos e você volte a jogar logo. Lá pro nível 15, com a famosa Power Armor e etc, você fica confiante a matar de tudo e fazer de tudo. Muitas habilidades e uma ótima construção de personagem com base no que você quiser. Quests bem diferentes e interessantes. MESMO!

    De ruim: começo meio estranho com muitos inimigos e poucas armas e munições, fora as cidades destruídas no meio do seu caminho que são cheias de barreiras e inimigos chatos. Paciência e bastante replay nesse início de aventura é necessário (mas não muita). Senti falta de um veículo pra ajudar nos grandes percursos, sendo que até a água de lagos e afins é radioativa e te faz dar voltas ainda maiores. Achei que os equipamentos são danificados muito rápido e são caros para reparar.

    No geral, amei o jogo e vou tentar começar o New Vegas em breve porque já deu saudade!

    Fallout 3

    Plataforma: Playstation 3
    1061 Jogadores
    44 Check-ins

    10
    • Micro picture
      ggwingert · quase 2 anos atrás · 2 pontos

      Que texto bem escrito! Curti muito essa publicação. E parabéns por vencer os pré-conceitos!
      Estou com o Fallout 4 engatilhado pra jogar no One. meu medo é justamente ele me prender como o Skyrim fez...

    • Micro picture
      kevinryman · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      Jogou os DLCs, mano? Caso tenha jogado, sabe dizer se elas são essenciais pra se entender a história ou dá pra entender só com o jogo base? Agradeço desde já!

      1 resposta
  • ssa
    2016-11-24 17:56:33 -0200 Thumb picture
    31
    • Micro picture
      hazuisdead · 2 anos atrás · 1 ponto

      Joguei pra caramba quando era pequeno!

    • Micro picture
      santz · 2 anos atrás · 1 ponto

      Sim, joguei depois de velho mesmo e ainda sim o jogo é incrível. Não consegui vencer os aliens ainda, mas vou tentar com mais afinco.

    • Micro picture
      zuppao · 2 anos atrás · 1 ponto

      ja vi.. ja joguei.. e por um tempo eu TIVE a caixa original desse game no atari.... =(

  • 2016-11-16 13:09:51 -0200 Thumb picture

    Obrigada pela recepção!

    Então, eu sempre fiquei com um pé atrás pra fazer uma conta aki. Este é o mundo do @ralphdro, eu n posso invadir. Mesmo quando ele disse "faz uma conta na alva, cara" eu fiquei adiando uns quatro dias (desculpem ;()

    Mas vcs me receberam tão bem... :3 Hoje mesmo eu entrei e me deparei com uma conquista chamada "A Profetisa", q diz: Você escreve e as pessoas te reverenciam. Você recebeu muitas vidas em uma publicação.

    Eu queria ter posto uma fotinho, mas eu meio q não sei como se faz isso

    Isso foi tão legal... Obrigada, pessoal! Eu não me sinto mal e nem estranha por estar aki. Sinto como se estivesse em casa, como disseram... @seufi  e @victorlemes desculpa marcar vcs ^^"

    Vou dar o meu melhor pra não ser irritante e não começar tretas (eu... faço isso sem perceber... :v)

    Obrigada, mais uma vez XD

    Nos vemos por aí o/

    35
    • Micro picture
      matheusps92 · mais de 2 anos atrás · 4 pontos

      Pior que as tretas acabam movimentando a rede, as vezes as coisas começam a esfriar e BAAAM, dá alguma treta e a galera começa a aparecer de novo. É meio estranho, mas você se acostuma =P

    • Micro picture
      rafaelgens · mais de 2 anos atrás · 3 pontos

      tretas são boas pra segunda feira,tira o extresse do dia kkkkk :v

      7 respostas
    • Micro picture
      katsuragi · mais de 2 anos atrás · 3 pontos

      Não, não, não! Este mundo não é do @ralphdro .
      Este mundo é de todos nós. E mesmo que estejamos aqui a mais tempo que você, somos todos uma grande família. Relaxa e entra na zoeira.

      8 respostas
  • diegobrasilia Diego Lopes
    2016-09-12 18:21:27 -0300 Thumb picture

    Pokémon GO não roda oficialmente em aparelhos com Root ou Jailbreak!

    Agora, eu restauro meu celular pras configurações de fábrica e volto a usar o sistema original da LG ou desinstalo Pokémon GO?

    Infelizmente, Pokémon GO nunca vai valer mais que o meu querido root que me salvou da stock rom LIXO da LG, sem contar que graças ao root eu pude instalar o Real Racing 3 inteiro no meu cartão SD (que é simplesmente ignorado pelo Android).

    Tchau PokéGO, foi bom enquanto durou, mas agora tá bem chatinho...

    Pokémon GO

    Plataforma: Android
    691 Jogadores
    1462 Check-ins

    4
  • anduzerandu Anderson Alves
    2016-09-06 08:51:29 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Pikmin 3

    Zerado dia 05/09/16

    Tenho esse jogo desde que comprei Mario Kart 8 e o ganhei de presente pelo Club Nintendo ou algo assim. O plano era jogar os dois anteriores primeiro e depois partir pra ele (na verdade já joguei o 1, mas na época não terminei dentro do tempo máximo), mas com a iminente troca do meu Wii U por um PS4 e o foco em exclusivos, Pikmin 3 era um must-play pra mim, principalmente pra eu não ter que ficar arranjando o console emprestado depois em caso de me viciar no 4 e o de 3DS, quando saírem.

    Esse jogo tem uma fama de ser bonito e curto, e faz total sentido, já que a aventura, pra mim que nem manja muito das mecânicas da série e cometeu alguns erros e uns dias perdidos do jogo, o terminei em 09h20min. Tenho certeza que num segundo playthrough eu o terminaria mais rápido ainda.

    Em Pikmin (3) você controla um personagem por alguns mapas divididos em várias partes. Seu objetivo é explorar e abrir novos tipos de Pikmin, criaturinhas estranhas, e que todos já conhecemos, e que ainda te seguem e obedecem as suas ordem conforme você as joga em alguma coisa. Entre as principais ações dos Pikmin estão:

    -Coletar frutas, que produzem suco no final da missão e a cada pote cheio, você garante mais um dia de jogo (não fiquei sem suco em nenhum dia);

    -Coletar pedaços de coisas e montá-las (a maioria das vezes são pontes);

    -Atacar inimigos. É importante saber onde jogar os seus amiguinhos, já que os inimigos tem pontos fracos, assim como é importante saber chamá-los de volta na hora certa para evitar tomar golpes fatais;

    -Carregar coisas para a base, como as frutas, inimigos de todos os tamanhos, itens e pessoas necessárias para o andamento da estória, e várias outras coisas que podem aumentar a sua população de Pikmins (esses podem ser "summonados" na base na quantidade desejada).

    Os Pikmin se comportam como formigas e quanto maior o número deles delegado à uma tarefa, mas rápida ela será terminada. Vale lembrar que quase tudo tem um número mínimo de criaturas também, tudo sempre demonstrado na tela para manter total controle.

    Outra variante são os tipos de Pikmin, que são desbloqueados conforme você avança no jogo.

    -O vermelho é o "lutador" e não toma dano de ambientes e ataques de fogo (os outros queimam e começam a correr que nem doidos e podem morrer se você não os chamar de volta.

    -O amarelo é o melhor pra cavar e destruir coisas do ambiente, como muros. Eles ainda podem ser jogados mais alto que os demais par alcançar outros ambientes. São resistentes contra eletricidade, podendo quebrar portões elétricos ou ainda formarem uma ligação entre um fio elétrico e outro e conduzir eletricidade.

    -O preto, novo do 3, é o pesado. Você os lança como pedras para causar um bom dano nos inimigos ou para quebrar itens duros ou feitos de cristal.

    -Os rosas, voadores e também novos do 3, buscam coisas em cima de rios e buracos sem ter que cair e enfrentam inimigos aéreos mais facilmente. Servem ainda para suspender tampas. O melhor uso é carregar coisas, já que eles fazem o trajeto em linha reta, enquanto os andarilhos fariam voltas e enfrentariam obstáculos.

    -Os azuis andam de boas na água (os outros se afogam). Alguns caminhos são obrigatoriamente por baixo d'água, assim como algumas frutas e itens se encontram nesses lugares.

    Por conta da aquisição de novos tipos de Pikmin, o aumento do seu exército e a própria estória, acabamos voltando a visitar uma área aqui e outra ali quase nunca. Mas bem, num jogo onde você só tem umas 5 áreas e que nem são tão grandes, conforme você as explora e abre atalhos, voltar para achar um pouco mais de conteúdo chega a ser bom. É legal ver também como aqueles obstáculos em alguns caminhos agora fazem sentido graças aos seus novos tipos de companheiros.

    Além disso, para quem gosta de fazer 100%, existem ainda as frutas, que são marcados nos mapas e estatísticas pra você saber onde tem mais. Outra coisa a serem coletadas são os logs, placas amarelas com dicas e informações sobre o jogo, incluídas e até escondidas em vários lugares.

    Por fim, o jogo é bem bonito. Cheio de cores e luzes e com desfoque em objetos muito próximos da câmera. Junte isso com as mudanças climáticas e as lindas músicas e você vai relaxar tirando fotos usando a ferramenta de fotografia do jogo.

    Resumindo: Pikmin 3 é um jogo super legal e super mais tranquilo de jogar que seus antecessores, mas sinto que não é um jogo pra qualquer um, já que ele tem um ritmo diferentes e requer alguma estratégia. É ainda algo mais de nicho mesmo, ou talvez até para um público mais maduro. Me diverti horrores nessas poucas horas e fico de cara que demorei tanto pra jogar, provavelmente por conta da experiência meio frustrada com o 1. O jogo te dá mais liberdade para imersão e aproveitamento de seu tempo e enredo, o que é demais.

    De bom: intuitivo e simples de controlar com a ajuda do gamepad. Aliás, melhor jogar só no gamepad que na TV. Bonito e confortável DEMAIS! Me sinto jogando jogos de 2 gerações atrás, mas com um toque novo que muito agrada. Exploração divertida e fluída. Sem muita penalidade em situações bestas e até fácil de repor os Pikmin que perdemos. Batalhas de chefes focadas nas especialidades do último tipo de Pikmin adquirido e muito divertidas. Selo Nintendo de qualidade, viu? Missões DLC e extras multiplayer. 3 personagens principais e todos melhores que o Olimar. Jogo carismático. Possibilidade de continuar por onde terminou as coisas do dia anterior, incluindo os chefes que já estarão com o HP como você deixou (aliás, existe a possibilidade de deixar a batalha a qualquer momento pra pegar mais companheiros ou fazer o que você quiser).

    De ruim: enredo ficou devendo e um final bem do nada, assim como o último chefe que chega do nada também. Eu suspeitei de ser o final porquê ele demorava mais pra morrer. Resposta ruim de vez em quando de personagens que você chama e eles não vem. Frustração as vezes em jogar um Pikmin e ele ir pra outra coisa por conta da sua visão que as vezes são dá muita noção de profundidade. O timer para o fim do dia, que matará os Pikmin fora da área segura só aparece mesmo no finalzão da contagem, o que te faz perder companheiros por estar longe da base e ter que ficar de olho no relógio o tempo inteiro.

    No geral, apesar dos pequenos defeitos, o jogo é muito bom sim. Uma grata e rápida surpresa pra mim e que já me vendeu o 4, antes de qualquer anúncio. Vale muito a pena pegar, até porque a Nintendo vive fazendo promoção ou dando o jogo. Vou jogar os outros dois com muito mais vontade agora!

    Pikmin 3

    Plataforma: Wii U
    904 Jogadores
    73 Check-ins

    3

Carregar mais postagens

Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...