You aren't following somerhad.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • somerhad Samuel Santos
    2019-11-13 00:10:15 -0200 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #52 - Dragon Ball Advanc
    Dragon Ball Advanced Adventure

    Platform: Gameboy Advance
    848 Players
    45 Check-ins

    Jogo Finalizado #52 - Dragon Ball Advanced Adventure (GBA)

    Finalizado em 12.11.2019

    Já havia visto esse game ser recomendado aqui e acolá, mas nunca tinha realmente pego para jogá-lo. Enquanto estava configurando o RetroArch no meu notebook, resolvi começar a jogar só para ver do que tanto falavam, e no final das contas, foi uma experiência bem agradável. 

    O jogo narra as aventuras de Goku no Dragonball clássico, onde ainda era criança. Ele cobre todos os arcos desde a primeira vez que Goku conhece Bulma, até sua batalha com Piccolo. 

    Os gráficos são bem coloridos e bem feitos, a jogabilidade é rápida e divertida (apesar de um tanto repetitiva), e a história é bem contadinha, apesar de sentir que fora um pouco "rushada". 

    No Final das contas, foram quase 3 horas bem gastas, me diverti bastante, e foi bacana ver o porque tanta gente recomendava esse game, até como um dos melhores games de aventura do Dragon Ball. 

    18
  • somerhad Samuel Santos
    2019-10-31 13:58:39 -0200 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #51 - Bloodstained Ritua
    Bloodstained: Ritual of the Night

    Platform: PC
    124 Players
    102 Check-ins

    Jogo Finalizado #51 - Bloodstained Ritual of the Night (PC)

    Finalizado em 25.10.2019

    Eu nem consigo colocar em palavras o quão ansioso eu estava para jogar esse game. Desde o anúncio de seu desenvolvimento e arrecadação pelo Kickstarter, eu estava sempre de olho para ver quando seria lançado. E posso falar que valeu cada minuto de espera, assim como cada centavo (esses muitos inclusive que me impediram de jogá-lo antes), esse game é exatamente tudo que um fã de Castlevania Metroidvania (Especialmente SOTN) poderia esperar e desejar!

    Koji Igarashi fez um trabalho excepcional aqui, ao mesmo tempo que o jogo é lindo e moderno, ele faz um fã service enorme, pois não tem como não dizer que é Castlevania, os gráficos, a jogabilidade, o mapa, esquema de progressão, até mesmo os poderes que você adquire, as paredes destrutíveis, os bosses, as músicas, oh my god, AS MÚSICAS desse game! É um prato cheíssimo para os fãs da série. 

    Mas não é só cópias e nada de inovação não, o game traz um sistema de upgrades por "Shards" que além de bem úteis, são bastante divertidos de se experimentar. Algo claramente inspirado pelas souls de Aria e Dawn of Sorrow. 

    Talvez a única crítica que tenha a fazer, mas isso acontecia no SOTN também, é que algumas vezes, você acaba perdido sem saber para onde ir, devido ao fato de que o que você deve fazer para continuar está tão bem escondido, que é quase impossível descobrir. (Estou olhando para você Jellyfish dos infernos ¬¬' ) 

    Hoje em dia, com a correria do dia dia, dificilmente me proponho a fazer 100% ou pelo menos bem próximo disso em um game, mas esse daqui, é preciso. Até porque, não tem como ficar satisfeito com o final ruim, final de verdade, tem que ser o bom, porque o ruim é PÉSSIMO, haha. 

    Vou aproveitar a recém aquisição do Switch, para jogar o Curse of the Moon, e poder acompanhar uma jornada 8-bits nostálgica com o tão foderoso Zangetsu (engraçado que estou lendo Bleach bem no momento hahahaha)

    19
    • Micro picture
      sweet_lorelei · about 1 month ago · 1 ponto

      Esse ta na minha lista tbm,qd eu testei gostei bastante

  • somerhad Samuel Santos
    2019-10-18 00:12:40 -0300 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #50 - Call of Duty WWII
    Call of Duty WWII

    Platform: PC
    61 Players
    21 Check-ins

    Jogo Finalizado #50 - Call of Duty WWII (PC)

    Finalizado em 17/10/2019

    Nem lembro quanto tempo faz que eu queria jogar esse game, e finalmente consegui! E para mim, foi uma das melhores, mais congruentes, mais realistas, e até mesmo emocionantes campanhas de COD que eu já joguei. 

    O gráficos desse game são excelentes! É tudo bastante realista, e o trabalho que fizeram na expressão facial dos personagens é extremamente convincente, e orna perfeito com os momentos de discussão e gritarias tensas que acontecem a rodo no game. 

    Os sons também saltam aos olhos, ou melhor, aos ouvidos. Os efeitos sonoros, os tiros, explosões, gritaria ensandecida, retratando bem o caos e inferno que seria lutar em um pelotão na segunda guerra mundial. 

    A jogabilidade não há muito o que dizer, é mais de COD, o que é bom. Porque se por um lado o game possui uma jogabilidade mais arcade, onde o personagem é mais leve, e etc, por outro lado é extremamente divertido e engajante. 

    Por fim, o enredo que me surpreendeu muito, pois é bem amarrado, e apesar de um pouco clichê, conta com momentos muito bons, e até mesmo umas reviravoltas, e umas revelações surpresa sobre os personagens. A única crítica mesmo fica por conta da duração, que como sempre, é bem pequena. 

    Valeu demais a pena eu tirar um tempinho para curtir esse game, estava com saudade de bons games que retratam essa época. Agora preciso jogar BF5 e ver se vou curtir a campanha também. 

    17
    • Micro picture
      roberto_monteiro · about 2 months ago · 2 pontos

      Também fechei esse ano esse ai!
      Cara, jogão! Concordo contigo, nas tuas observações!!
      É realmente uma pena a história ser "curta", mas vale cada segundo!

      1 reply
    • Micro picture
      mcalor · about 2 months ago · 1 ponto

      Quanto tempo dura a campanha dele?

      1 reply
    • Micro picture
      somerhad · about 2 months ago · 1 ponto

      A sensação que dá é que você assistiu um filme muito longo, mas também muito divertido e engajante. Em momento nenhum você se sente desconectado da história. E ah, ponto muito importante que eu esqueci de mencionar: A volta do uso de medpacks para se curar, que saudade que eu estava disso! Deixa o combate muito mais divertido!

  • somerhad Samuel Santos
    2019-10-11 10:43:00 -0300 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #49 - A Plague Tale Inno
    A Plague Tale

    Platform: Playstation 4
    49 Players
    7 Check-ins

    Jogo Finalizado #49 - A Plague Tale Innocence (PC)

    Finalizado em 11.10.2019

    Apesar de tê-lo zerado no PC, irei postar aqui, pois não consegui achar o correspondente no PC procurando aqui na barra de busca.

    A Plague Tale Innocence, foi um game que eu conheci apenas ouvir falar, sobre sua proposta diferente, enredo denso e jogabilidade stealth divertida, mas posso dizer que fui surpreendido muito positivamente, eu jamais, JAMAIS, imaginava que esse game continha tanta qualidade.

    A começar falando dos gráficos, definitivamente um dos pontos mais altos do game, eles são absolutamente incríveis. Eu perdi a conta de quantas vezes eu ficava para observando o ambiente, os detalhes, tudo nesse game foi feito com bastante dedicação e carinho. Nesse quesito, a única crítica que tenho é que as vezes eu achava a movimentação dos personagens meio robóticas, especialmente nas cutscenes.

    Os sons fazem seu papel de manter um clima pesado, e denso para a trama que também o é. Não achei nenhum ponto digno aqui de se sobressair, a não ser talvez pela pressão auditiva que você sente quando rodeado de ratos, realmente passa uma sensação de desespero incrível.

    Indo para a jogabilidade, eu simplesmente adorei a pegada stealth do game. Admito que achava que teria muito menos combate, mas curti bastante as doses de combate um pouco mais frenético em meio ao stealth. A dificuldade é bastante equilibrada, ficando por conta de principalmente o fato da Amícia ser bem frágil (O que é ótimo, pois é bem coerente com o enredo), e morrer com apenas um hit, seja de uma espada, ou atingida por uma flecha. É muito bacana a sensação de medo da morte constante quando se entra em um combate. 

    Por fim, mas definitivamente não menos importante, o enredo. A plague tale se passa durante o período da invasão dos ratos e a disseminação da peste negra, e o game consegue nos apresentar personagens primários e secundários cativantes, uma história bem amarrada e com momentos bem interessantes, e com um final bem satisfatório. Eu me senti muito cativado, principalmente pelo Hugo, a inocência dele em meio a tudo aquilo, é muito bem comunicada, e você realmente sente "dó" da pobre criança em meio a tudo aquilo. 

    Por fim, A Plague Tale: Innocence acabou por ser uma grata surpresa, e definitivamente virou um dos meus games favoritos do gênero de stealth, com uma história bacana por trás. Ficarei de olho nos próximos trabalho dessa desenvolvedora. 

    18
    • Micro picture
      marlonfonseca · 2 months ago · 1 ponto

      Eu crti muito esse jogo. Foi uma das melhores experiências que eu tive esse ano em games.

      1 reply
  • somerhad Samuel Santos
    2019-10-01 18:14:19 -0300 Thumb picture

    5 Jogos que me fizeram Gamer

    O @noblenexus me marcou no @desafio do @lukenakama, onde eu devo escolher 5 jogos que me marcaram de alguma forma e me fizeram Gamer! Confesso que estou super entusiasmado para escrever isso, pois é a primeira vez que sou marcado em um desafio aqui no Alva hahaha valeu @noblenexus hehe... mas realmente, concordo contigo.. apenas 5 é MUITO difícil hahaha.. mas vamos lá!

    1. Super Mario Bros (NES)

    Mais clássico impossível né? O que falar de um game que foi um dos pioneiros em salvar a indústria de games do Crash de 1983? E não, não estou falando do Marsupial mais amados do mundo dos games haha. O motivo pelo qual decidi colocar esse game na lista é porque ele foi simplesmente o primeiro game que joguei, sim senhoras e senhores, esse foi o game que me mostrou o que video games eram haha, acho que comecei bem até né? 

    2. Final Fantasy IX (PSX)

    Aproveitando a deixa do noble, comentando sobre games que tínhamos preconceito de jogar e acabou que virou uma de nossas experiências mais marcantes, deixo esse aqui, que foi meu primeiro game de RPG, gênero que na época, eu jamais achava que eu me interessaria. Além disso, foi essa delícia aqui que despertou o meu amor por Inglês, e que me fez entrar na jornada de aprender essa língua sozinho, apenas para poder entender seu enredo! Agradeço muito a esse game, pois se hoje sou professor de inglês, é devido ao fato de ter me interessado tão cedo pelo idioma.

    3. Grand Theft Auto San Andreas

    Ainda consigo lembrar vividamente da primeira vez que eu vi esse game rodando. Foi em uma loja de games aqui da minha cidade, onde havia ido apenas comprar um jogo para meu falecido PS1 junto com meu pai, quando decidir dar uma espiadinha na parte da loja em que haviam Alguns consoles PS2, como se fosse uma espécie de locadora. O que eu iria ver naquele momento iria me deixar mais de queixo caído do que um Jab do Maguila na fuça. Os gráficos daquilo, a liberdade de ação, a jogabilidade, o tamanho da cidade, tudo, absolutamente tudo saltou aos meus olhos e eu me apaixonei na hora por essa franquia, e pelo PS2, pois fora a primeira vez também que eu havia tido contato com o console. Mais uma vez eu vi do que os games eram capazes. 

    4. Shadow of The Colossus

    Eu sou muito suspeito para falar desse game, já que ele também é o meu favorito de todos os tempos. Vou resumir e ir direto ao ponto do porque ele está aqui na minha lista: Foi a primeira vez que eu percebi games como forma de arte. Mas não só da boca para fora, eu realmente senti. Me emocionei, sentia uma montanha russa de sentimentos desde o vazio que ele causa por conta da imensidão de seu mundo, aliado ao fato de você sempre estar sozinho, até a adrenalina das batalhas, e uma estranha tristeza ao derrotar os inimigos. Não conseguia sentir raiva deles. Foi... ESTRANHO. Novo. Inusitado. Não sabia que games eram capazes de mexer tanto conosco, ainda mais sem diálogos complexos, ou narrativas bem detalhas e explicadas. Shadow of the Colossus me fez admirar os games ainda mais, e os elevaram a outro patamar na minha vida. 

    5. Red Dead Redemption 2

    Mas é claro que essa belezinha estaria aqui, né? Eu sei bem que games há muito tempo já tinham tomado uma proporção absurda, e que faz bastante tempo que são serious business, bastante tempo mesmo. Mas o que a Rockstar fez com esse game, em nível de vastidão, e ainda sim vivacidade, diversidade e riqueza em detalhes, foi absurdo. Acho que foi a primeira vez que pensei... mano... que que é isso? Eu consigo interagir com a latinha que fora deixada aqui por um bandido que acampou aqui em uma área completamente remota do mapa, que eu descobri por pura sorte, enquanto estava tentando realizar uma outra coisa que já nem sei mais o que é, porque eu fui chamado atenção por uma dama em perigo no meio da estrada que na verdade me trouxe para um acampamento onde tentaram me roubar e eu matei todo mundo em um evento aleatório que foi ativado porque eu estava passando naquela estrada naquele exato momento? WTF? como assim mano? Tudo parece tão real e verossímil, não só no visual, mas na interatividade, que o escopo desse game não pode ter sido feito por seres humanos. Acho que foi um momento... se isso é essa geração ainda... o que esperar de games como Cyberpunk, ou mesmo os próximos GTA e ainda mesmo o próximo RDR para a próxima, ou ainda a outra geração? o.O

    Claro que existem muitos outros games que merecem uma menção honrosa, e me fizeram o gamer que sou hoje, assim como o noble, vou deixar uma listinha de menções aqui:

    - Captain Tsubasa 2 (NES)

    - Super Mario Bros 3 (NES)

    - Super Mario World (SNES)

    - Gran Turismo 2 (PSX)

    - Rage Racer (PSX)

    - Digimon World 1 e 2 (PSX)

    - RE 2 e 3 (PSX)

    - Crash Bandicoot 2 (PSX)

    - Castlevania SOTN (PSX)

    - Final Fantasy X (PS2)

    - Need For Speed Underground 2 e Most Wanted (PS2)

    - GTA IV e V (XBOX 360)

    - Call of Duty Modern Warfare (XBOX 360)

    - Super Meat Boy (XBOX 360)

    - Dark Souls (XBOX 360)

    - Uncharted 4 (PS4)

    - The Witcher 3 (PS4)

    E MUUUITO mais hahaha todos dessa lista eu conseguiria escrever uma legenda do porque me impressionou e me impactou como gamer a primeira vez que joguei. 

    O que aprendi com tudo isso foi:

    1. Games são um estilo de arte e a mídia com a qual mais me identifico, capaz de te fazer sentir coisas e vivenciar coisas que por conta da interação, que são únicas.

    2. Games podem ensinar sim, e me ensinaram lições valiosas como: nunca desista, desafios podem ser muito divertidos se você realmente se envolver com eles, um novo idioma, e etc. 

    3. Independentemente de qualquer que seja o estilo, sempre esteja de mente aberta à novas experiências e o intuito dessa arte maravilhosa é divertir, então, HAVE FUN! :D

    Regras do Desafio: 

    1- Invocar @desafio @lukenakama.

    2- Marcar cinco pessoas. Lá vai: @marlonfonseca @llyana @gus_sander @topogigio999 @rax

    3- Veja bem, não é necessariamente uma tag "Meus cinco jogos favoritos" ou "Cinco jogos que marcaram minha infância/vida" muito menos um "Cinco jogos que você deve jogar" apenas cinco jogos que fizeram você ser gamer, que te fizeram ver que é mais que videogame, é arte.

    That's all folks! Espero que tenha feito tudo certinho haha, como é a primeira vez que participo, então não tenho certeza se marquei todo muito direitinho hehe

    Shadow of the Colossus

    Platform: Playstation 2
    16507 Players
    212 Check-ins

    28
    • Micro picture
      rax · 2 months ago · 3 pontos

      Já fiz ontem a tag mas vlw mesmo a marcação xD.Tbm marquei o Shadow nos 5 jogos :)

      2 replies
    • Micro picture
      rax · 2 months ago · 3 pontos

      Só jogão ai :D

    • Micro picture
      marlonfonseca · 2 months ago · 3 pontos

      Opa obrigado pela marcação. Farei em breve

      1 reply
  • somerhad Samuel Santos
    2019-09-19 12:18:39 -0300 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #48 - Split Second</stro
    Split/Second

    Platform: XBOX 360
    367 Players
    8 Check-ins

    Jogo Finalizado #48 - Split Second

    Finalizado em 18/09/2019

    Eu simplesmente não consigo compreender, como esse game não é mais famoso, desenvolvido pela Black Rock Studios e distribuído pela Disney Interactive, esse game entrou para a minha lista de melhores games estilo "Mario Kart" de ser. Exceto que eu acho esse melhor. 

    Gráficos/Desempenho

    Apesar de não serem muito bem polidos, contendo bastante serrilhados no Xbox 360, e durante as explosões é possível detectar quedas de frames. Ainda sim, para a sua época, e para o que se propõem são bem bonitos. Os modelos dos carros não são muito detalhados, e nem precisam o ser, afinal na maioria das vezes, os seus olhos estarão na pista, o que nos leva ao próximo tópico. 

    Jogabilidade

    É nesse quesito, que em minha opinião, Split Second brilha e se destaca, e o faz único. Ao invés de pegar poderes e lançá-los como normalmente fazemos em games como Mario Kart, Sonic All-Star Racing, ou mesmo Crash Team Racing, nesse aqui nós interagirmos com a pista. Uma barra de "poder" vai subindo conforme você faz coisas como: Derrapar, Sobreviver por pouco à uma situação, ou pegar vácuo dos carros adversários. Assim que essas barrinhas enchem, você interagir com a pista ativando pontos de destruição, na tentativa de acertar os carros adversários. Isso é extremamente divertido de se fazer! Ainda mais considerando a quantidade de possibilidades para se interagir, desde explodir táxis que estão no acostamento, lançando os ao meio da pista em uma bola de fogo digna de filmes hollywoodianos, até derrubar torres de comunicação, ou mesmo derrubar um Avião do tipo Boeing na pista de decolagem passando apenas centímetros do mesmo! Seu coração sobe à boca e volta várias vezes durante a corrida, e o desafio só aumenta na campanha conforme você avança. Por fim, os eventos são bem diversificados, passando por coisas mais comuns, como: Corridas, e eventos contra o relógio e eliminação, até eventos onde você precisa desviar de mísseis lançados por um Apache, um helicóptero de guerra, ou outros onde você precisa ultrapassar caminhões que estão lançando barris explosivos pela pista, nunca vi nada tão diversificado e criativo assim em nenhum game do gênero. 

    Enredo

    O enredo é bem simples, mas é apresentado de um forma que combina bastante com o que está acontecendo. Você é um piloto em um Reality Show com o mesmo nome do jogo, disputando entre os eventos e capítulos em busca da vitória do torneio. Engraçado que a poucas semanas antes eu havia assistido Hyperdrive na Netflix hahaha. 

    Som/trilha sonora

    Apesar da trilha sonora empolgar em momentos, ela infelizmente não é muito diversificada, o que é uma pena, pois em um game com tanta "testosterona" e ação acontecendo, eles poderiam ter colocado algo com mais Heavy Metal, ou diversificado mais a mesma. No entanto, os efeitos sonoros das explosões, e de momentos da pista como por exemplo quando você sai de um túnel, ou uma parte coberta, são divinos haha. 

    Vale a pena?

    Split Second é um game que foi muito injustiçado, e até hoje não entendo porque não foi um estouro de sucesso, e porque não recebeu uma continuação. É um game que diverte do começo ao fim, te desafia bastante, empolga, e te mantém vidrado à tela o tempo todo, do começo ao fim, e acima de tudo é único em sua forma de ser, então com certeza, vale muito a pena sim, é diversão garantida. 

    5
    • Micro picture
      noblenexus · 3 months ago · 2 pontos

      Parei de ler na parte "daí vc usa os poderes pra destruir " estou convencido vai pra lista rsrsrs

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 2 months ago · 2 pontos

      Esse game é sensacional 🤩

  • somerhad Samuel Santos
    2019-09-19 11:52:23 -0300 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #47 - Gears of War 4&nbs
    Gears of War 4

    Platform: Xbox One
    441 Players
    190 Check-ins

    Jogo Finalizado #47 - Gears of War 4 

    Finalizado em 16/09/2019

    Nem acredito que demorei tanto tempo para jogar esse game, mesmo tendo um irmão que mora comigo e tem um Xbox One X. Apesar que, foi algo bom essa espera, pois esse game, é uma das coisas mais lindas que já ví em 4K. Vou aproveitar para testar uma nova forma de passar as minhas impressões sobre o game, através de pontos positivos e negativos. Se poss´vel, me digam ai nos comentários se ficou melhor assim, ou o velho padrão "análise por tópicos" fica melhor. Vamos lá: 

    Pontos Positivos

    + Os gráficos desse game, e a arte de forma geral, são de cair o queixo, ainda mais se jogado em 4K, e se levarmos em consideração quando o mesmo fora lançado. 

    + Jogabilidade Gears né haha, apesar de "tanque" como sempre, a mesma é bem gostosa, e as armas são bem diversificadas, inclusive trazendo uma quantidade bacana de novas armas para o seu arsenal. 

    + Reparei que os sons nesse game são muito bem feitos, e nem digo a trilha sonora propriamente dita, mas os efeitos dos tiros, explosões e etc. 

    + Um fan service absurdo em relação aos personagens dos outros games, é muito bom revê-los mais velhos e mais maduros agora, mas ao mesmo tempo, perceber que os mesmos continuam com suas personalidades distintas. 

    Pontos Negativos

    - O enredo é a única coisa que me incomodou um pouco. Apesar de ter momentos muito épicos, e até bem emocionantes, sinto que o final foi muito abrupto, e apesar de ter provavelmente sido feito assim de propósito para deixar a continuação para o Gears 5, ainda sim acho que ficou a desejar. 

    Em suma, vale demais a pena jogar esse game, afinal, Gears é Gears né. 

    4
  • somerhad Samuel Santos
    2019-09-06 03:17:10 -0300 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #46 - The Darkness 2</st
    The Darkness II

    Platform: XBOX 360
    425 Players
    6 Check-ins

    Jogo Finalizado #46 - The Darkness 2

    Finalizado em 06.09.2019

    Logo depois de terminar o primeiro já vim direto para esse, para continuar a história de Jack Estacado. 

    Logo de cara é possível perceber uma mudança drástica nos gráficos, que agora são bem mais cartunescos, ao invés de sombrios, mas também muito mais "gore". Achei isso bacana, até porque os games dessa franquia são inspirados em uma história em quadrinhos. 

    A jogabilidade mudou muito, e para melhor. O uso dos poderes de Jackie estão muito, mas muito mais fluído e devastadores. É muito satisfatório sair destruindo tudo pelo seu caminho, ainda mais com o sistema de desmembramento e finalizações do game. 

    A história também é bacana, bem melhor contada que no primeiro, com um clímax muito bom, e um final que deixa bastante espaço para o próximo, que infelizmente até hoje não veio. :(

    The Darkness 2 é uma evolução direta e inquestionável em todos os quesitos em relação ao seu antecessor, e para mim, foi uma experiência muito divertida de se jogar. Recomendo, mesmo em casos onde a pessoa não tenha gostado do primeiro, ainda mais se a jogabilidade foi o motivo. 

    1
  • somerhad Samuel Santos
    2019-08-29 19:47:29 -0300 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #45 - The Darkness (XBOX
    The Darkness

    Platform: XBOX 360
    415 Players
    1 Check-in

    Jogo Finalizado #45 - The Darkness (XBOX 360)

    Finalizado em 29.08.2019

    Rapaz... Pense num jogo estranho haha... Bastante obscuro, com uma jogabilidade bem incomum levando-se em consideração outros games de tiro em primeira pessoa. 

    Minha primeira reação com esse game não foi das melhores, devo confessar, essa jogabilidade estranha e um tanto quanto dura quase me fez desistir de jogar o game. No entanto, eu perseverei, e digo que após acostumar com isso, acabei zerando-o e curtindo bastante a experiência. 

    Uma coisa que acho bacana ressaltar, é que esse game em nenhum momento "segura a sua mão", não existem "Waypoints", ou "Setas", ou até mesmo "X" no mapa indicando a direção das coisas, e isso acabou por ser magnífico, pois me fazia realmente prestar atenção nos diálogos, e realmente pensar, cheguei a fazer coisas como olhar placas de ruas, mapa do metrô e coisas que jamais havia feito em games, causando uma imersão incrível no mundo do game. Acho que mais games poderiam usar disso, ao invés de achar que o jogador é estúpido, e incapaz de aprender.

    Apesar de não ser o melhor game do mundo, me divertiu bastante em quanto o joguei. Agora vamos para o 2, que realmente é o que estou bem empolgado para jogar, pois sei que o mesmo sofreu bastante melhorias no gameplay, e na brutalidade, além de adicionar ainda mais personalidade ao já bacana, Jack Estacado. 

    1
  • somerhad Samuel Santos
    2019-08-27 18:12:32 -0300 Thumb picture
    somerhad checked-in to:
    Post by somerhad: <p><strong>Jogo Finalizado #44 - Max Payne 3 (XBOX
    Max Payne 3

    Platform: XBOX 360
    2231 Players
    87 Check-ins

    Jogo Finalizado #44 - Max Payne 3 (XBOX 360)

    Finalizado em 27.08.2019

    Finalmente após tanto tempo enrolando peguei essa pérola da Rockstar para jogar, e foi uma experiência muito boa de forma geral, a história convence, é impossível não se sentir movido pelo Max, principalmente se você já conhece seu passado árduo dos outros jogos, ele acaba que do jeito brutamontes e cabeça dura dele, sendo bem carismático até haha.

    Os gráficos são bons para a época, contando apenas com muitos serrilhados na versão do Xbox 360, mas até ai, quase todo jogo tinha muito mesmo haha. 

    A jogabilidade é muito divertida, usando e abusando do famoso -já nem mais tão famoso assim- "Bullet Time", que inclusive é uma mão na roda se você inventar de jogar com a mira livre no console haha, dificuldade essa que achei extremamente balanceada, onde mesmo no normal é possível ser desafiado em momentos. 

    Agora uma coisa que é hilária até hoje que com certeza vale menção, é a dublagem, claramente feita por americanos que falam português. Engraçado que antes de jogar, eu havia pensado que isso seria algo que me irritaria imensamente, já que eu amo uma dublagem bem feita, mas pelo contrário, serviu de descontração hahaha. 

    2
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...