2015-09-19 14:41:39 -0300 2015-09-19 14:41:39 -0300

Meu problema com Final Fantasy XV

Single 3160184 featured image

Em 2006 era apresentado para o mundo aquele que seria um dos games mais aguardados e especulados da história dos videogames. Inicialmente intitulado Final Fantasy Versus XIII , o game faria parte de um projeto ambicioso chamado Fabula Nova Crystallis, que consistiria em 3 games: Versus, Agito e XIII, culminando na aguardada sequência Final Fantasy XIII. Anos se passaram, FF XIII saiu com criticas no minimo polarizadas, mas vendendo o suficientemente bem para serem produzidas mais duas sequencias diretas, igualmente criticadas pelos fãs e críticos. Agito, ironicamente o menor projeto entre os três, foi lançado tanto para o PSP quanto para PS4/XBox One recentemente na versão em HD. E enquanto isso, Versus se encontrava em um estado de hibernação.

Há 2 anos atrás, Versus renasceu como Final Fantasy XV, visualmente mudando pouco do projeto inicial, mas expandindo-o conceitualmente. Atraindo não só os olhos daqueles que aguardavam por anos mas também um novo público que veio com o lançamento da nova geração. Com isso a Square decidiu não só lançar uma demo, intitulada "Episode Duscae" mas atualizá-la meses depois com o feedback dos jogadores. E frequentemente, em eventos como a TGS e a E3, lançar algo como um relatório de atualização sobre o game chamado "Active Time Report".

Tirando o péssimo gosto para títulos que a produtora demonstra, reparem na última atualização que os produtores deram sobre a produção do game, na TGS, dando detalhes sobre algumas características (Fonte: PSX Brasil-http://www.ps3brasil.com/noticia/45691/)

Reparem nos itens 1,4,8,9,14,16,20,21:


1-Vozes em inglês e japonês não estarão inclusas no mesmo disco. A companhia espera oferecer uma opção via download;

2-Quando chove, o carro de Noctis fecha o teto solar;

3-Gilgamesh está sendo considerado como DLC;

4-Não há Moogles no jogo;

5-Chocobos podem ser alugados por 10 a 30 dias. Será necessário gil para isso. Mesmo alugados, é possível chamá-los em qualquer lugar e eles aparecerão;

6-No momento, a equipe está focada em desenvolver FFXV, incorporando o retorno obtido com a demo Episode Duscae. É por isso que ainda não há uma nova versão jogável;

7-Há um tipo de quests de mini-games chamadas "activities". Isso inclui corridas de Chocobo;

8-Você não pode fazer combo com pistolas, mas pode atirar rapidamente com elas;

9-A Square Enix está considerando a opção de trocar de roupa para os personagens. Porém, isso pode ser limitado pois há um contrato com o designer de moda que fez as roupas dos personagens;

10-A pesca terá várias varas e iscas;

11-A Square Enix espera que o jogo seja classificado com um "Teen" (adolescentes);

12-Você pode configurar quatro armas e trocá-las durante a luta em tempo real;

13-Haverá uma mecânica similar ao Limit Breaks, mas terá outro nome;

14-Não será possível criar Chocobos;

15-O dash e o pulo dos Chocobos melhoram se você os alimentá-los enquanto acampa;

16-Não é possível entrar em todos os prédios que existem no jogo;

17-Há uma nova magia;

18-Haverá um Photo Mode;

19-É possível melhorar o nível de sua habilidade de cozinhar;

20-Tabata disse que quer fazer airships, mas a Square Enix não colaborar, isso não acontecerá;

21-Entretanto, uma side-quest com airships está sendo feita. Se não estiver com a qualidade desejada, ela será cortada do jogo.


Ok, . Ao longo do desenvolvimento do game, a Square parece querer dar um certo feedback constante sobre o desenvolvimento do jogo, com medo que os fãs fiquem frustrados de esperarem tanto tempo para jogar. Depois de praticamente uma década de espera, seria o mínimo que ela poderia fazer. Mas o problema não é esse, o problema é ela demonstrar mais limitações sobre o game e material inacabado do que algo concreto. Meu problema com os tais itens citados é a palavra "não". Ela está mostrando o público pouco a pouco um projeto em desenvolvimento, e esse excesso de informação pouco polida cria mais desinteresse em mim do que interesse.


Hype pra que te quero


Vamos para dois exemplos, certo? GTA V e Watch_Dogs (ou qualquer título open-world sandbox da Ubisoft) e como eles foram divulgados até o lançamento. Enquanto a Rockstar com GTA V, game que na época era aguardadíssimo pelo público, lançava trailers e informações de forma escassa mas incrivelmente bem feitos e planejados, criando aquele hype e expectativa. Watch_Dogs tinha trailers quase toda semana no período próximo ao seu lançamento, com informações fragmentadas sobre o que cada item fazia, etc . Enquanto a Rockstar criava um hype impressionante, Wach_Dogs, com os primeiros trailers tendo milhares de visualizações, gradualmente foi fazendo esses números caírem pouco antes do lançamento do título, dando mais um sentimento de ceticismo por parte da mídia do que de expectativa. Sim, no final isso não influenciou as vendas do título, mas tirou o interesse meu e de muitos gamers, que afinal das contas são os que mais deveriam estar animados pelo game. 

Como um gamer que além de apenas jogar, acompanha a comunidade e a indústria, vejo isso de forma extremamente maléfica e mostra no final das contas como o game é tratado pelos seus criadores. Uma divulgação tão excessiva acaba não só prejudicando mas alienando o público. E isso não só nos games, mas em todas as mídias, como visto recentemente com filmes como Exterminador do Futuro: Gênesis e seu trailer que praticamente passou toda a trama e reviravoltas da história. 

Não é apenas a divulgação por parte da Square que está me incomodando. Fazer uma "espetacularização" da própria divulgação de informações, como a aguardada data de lançamento, que só será anunciada em março do ano que vem, dá sensação de caça-níquel que a Square está tratando o título e os fãs, com essas pequenas "iscas" para assegurar facilmente um público cativo.

Mostre o jogo, mas não mostre tudo


Os trailers do Active Time Report apresentam detalhes da produção, como as criaturas são feitas, como a física da água reage com os personagens, etc. Sinceramente não me importa como tal inimigo é desenvolvido antes do lançamento de um jogo, eu quero poder jogar pela primeira vez tendo a sensação que ele existe, e não é feito apenas de polígonos e reage com uma IA limitada.

Vejam por exemplo, outro grande RPG japonês recente que na minha opinião tem tido o devido cuidado esperado na divulgação: Persona 5. Tivemos pouquíssimos trailers até agora, e tirando que a Atlus até semana atrás anunciava em todos os lugares que o game sairia ainda esse ano, pra somente agora falar que será lançado ano que vem, o material que tem sido divulgado é de extrema qualidade e polimento, dando qualidade para os fãs especularem e aguardarem o título. Não dando o todo da história, mas pequenas peças do quebra cabeça que é a trama.

Eu ainda aguardo ansiosamente FF XV e acho que no minimo irá agradar os fãs da série. Mas minha expectativa caiu muito nos últimos meses depois de ter a sensação que a produtora não liga para o que é divulgado, jogando qualquer informação de tempos em tempos. Ver a Square Enix alimentando o publico cativo com informações fracas e muitas vezes negativas me desanima não só com FF XV mas com futuros títulos como KH3 e Final Fantasy VII Remake. Jogos com fãs que merecem mais amor e cuidado por parte da desenvolvedora.

O que vocês acham? Sou só eu ou esse excesso de informações também acaba prejudicando a expectativa de um título. Comentem :)

Final Fantasy XV

Platform: Playstation 4
2228 Players
590 Check-ins

79
  • Micro picture
    shadowofheart · over 4 years ago · 4 pontos

    No começo eu até planejava comentar post por post, fortalecendo as discussões das postagens de cada um, mas acabei deixando pela falta de tempo, acabei me envolvendo em problemas da faculdade, etc. Mas com o último comentário do colega @higorhcg eu fiquei compelido de comentar e esclarecer certas coisas.

    Primeiro: Talvez não tenha me expressado direito no caso dos tópicos mencionados no texto ou alguns não leram o texto na integra antes de comentar mas estou pouco me importando (pra não dizer outra palavra) se o jogo terá moogles, airships, a Aerith ressuscitada, ou alguma skin de algum personagem irritante de FF XIII. Não, o que eu quis dizer apontando aqueles tópicos é como a Square está se pronunciando em relação à demandas que os fãs pedem, não aos pedidos em si.

    Segundo: E bem, falando de ALGUNS elementos separadamente, eu concordo com o comentário do @juninhonash. A babaquice da Square falar que não pode mudar a roupa do personagem porque tem contrato com um estilista... me poupe. É esse tipo de comentário que me irrita, é ela, antes mesmo do jogo sair, já dizer o que NÃO terá. Independente do que é sugerido, ela está negando features mais do que estabelecendo uma boa relação com o produto/consumidor. Achei curioso a maioria acabar comentando sobre tópicos específicos e não a discussão em si que eu quis trazer.

    Terceiro: O comentário do @jack234 resumiu tudo o que eu quis passar, não são só os jogos que ela está trazendo, que claramente tem qualidade inferior aos “clássicos”, mas sim o tratamento dela com os fãs e as justificativas de falar que está fazendo isso "para os fãs", mas que na verdade ela está criando o efeito oposto em simplesmente jogar informações aleatórias sobre o game e dando a entender que o que ela quer mesmo é só capitalizar em cima de nomes e franquias consagradas.

    Final Fantasy XV pode ser qualquer coisa, eu não sou saudosista da série (e vou te falar uma heresia; prefiro Kingdom Hearts em sistema de batalha), o jogo pode se passar na idade média, futuro, tempos atuais, a mecânica pode ser em turno, ação, o que for. O que me preocupa é como a Square está tratando a própria franquia, que sei que muitos amam, e como ela está passando isso para o público. E eu concordo em uma coisa, eu também só quero um Final Fantasy com uma história, personagens e cenários interessantes para me cativar e me deixar imerso naquele mundo por horas e horas, mas que ela SEMPRE fez isso, aí já é papo pra outra hora.

  • Micro picture
    vine · over 4 years ago · 4 pontos

    Ou, eu acho isso aí daora, a empresa deixando os fans participarem do processo de criação do jogo. Se eu fosse executivo numa dessas grandes empresas de jogos, dependendo do jogo, eu sempre jogaria as ideias pra fanbase (e pediria sugestões, inclusive) e posteriormente o acabamento delas em forma de demos pra eles verem como que tá ficando; sem spoilar as coisas da história pra galera não perder o interesse no jogo.

    Isso é muito bom porque:

    1) Satisfaz o fan e faz ele se sentir importante
    2) As pessoas trabalham de graça (e com gosto) pra você: tanto dando ideias, quanto testando teu jogo previamente pra já ir polindo ele e evitar que erros, bugs se arrastem e acumlem até o fim do desenvolvimento, ou simplesmente pra melhorar o que precisar ser melhorado, ou o que puder ser melhorado.

    1 reply
  • Micro picture
    juninhonash · over 4 years ago · 6 pontos

    "9-A Square Enix está considerando a opção de trocar de roupa para os personagens. Porém, isso pode ser limitado pois há um contrato com o designer de moda que fez as roupas dos personagens;"

    Queria poder parar de rir disso mas não consigo.

    4 replies
  • Micro picture
    claujr · over 4 years ago · 3 pontos

    Não dá para criar chocobo, não tem moogles e não vai ter Airships.... cara, esse FF vai ter muitas mudanças... eu estou tentado a dizer que não será um FF hehehe

    8 replies
  • Micro picture
    kilomoste · over 4 years ago · 3 pontos

    1 - Bom saber que estão pensando em um jeito de disponibilizar as dublagens em japonês e inglês, tirando versões internacionais, acho que isso nunca aconteceu, aconteceu?

    4 - Nunca achei eles carismáticos rs. Mas se não me falha a memória, nem todo Final Fantasy tem moogles, não? FF X teve? (bonecos da Lulu não contam rs) Também não lembro no momento se teve no XII (mas acredito que sim, jogo de 90h, em algum momento deve ter tido hehe). Se bem me lembro acho que só teve como holograma no XIII (não estou contando as continuações).

    8 - Talvez estejam tentando fazer o combate ser dinâmico, mas não ao ponto de se tornar um Devil May Cry da vida. Darei o benefício da dúvida, se eu não sentir falta de tal possibilidade durante o combate, então não faz mal. Mas quero um combo com gunblade rsrs.

    9 - Diz muito sobre o nível de produção até mesmo nas vestimentas dos personagens. Como esse não é um tipo de feature muito tradicional na série não vejo mal. Se estão pensando na possibilidade, mesmo que seja limitada, já acho bacana, deve manter a qualidade.

    14 - Qual foi o último Final Fantasy que deu para criar Chocobos? Aliás, em quantos dos 15 jogos principais isso é possível? Lembrando que o FF VII Remake vem aí, então tal tipo de conteúdo deve reaparecer.

    16 - Menos mal, ficaria muito megalomaníaco, sendo que já vai ser de mundo aberto. Final Fantasy é muito mais levado pela história do que pela exploração.
    Para mim Final Fantasy sempre se tratou de ser um jogo linear, mesmo que tivesse World Map a história e seus personagens continuava sendo o ponto forte do jogo e você nunca teve a possibilidade de alterar suas interações, seja com seus companheiros de equipe, seja na totalidade do enredo.
    Na minha opinião, até o momento, o ponto mais questionável desse jogo é o fator mundo aberto, que terá de ser muito bem pensado e executado para que eu realmente veja essa feature como algo positivo numa franquia que sempre tratou sua quest principal como a coisa mais importante do jogo (espero que tenha uma boa lore rs).

    20 - Faz tempo que airships perderam sua força na série, desde o X quando a interação com os mesmos foi caindo cada vez mais, servindo mais para momentos pontuais do enredo (pelo menos os summons parecem estar bem :) ).

    21 - Se não tiver airship não tem como ter a quest né, e antes estar bem feito do que mal executado e decepcionante. Realmente uma nota desnecessária, mas como se tratou de respostas à dúvidas de fãs, acho que passa.

    Bem, acho notável a transparência que estão dando ao jogo. Concordo que estão mandando muitas informações de pouco em pouco quase sempre, mas entendo porque trata-se de um jogo há muito tempo em desenvolvimento, não podem mais arriscar que o jogo seja esquecido pelo público (ainda mais depois do último capítulo offline da série principal ter sido tão questionado).

    Em um momento tão cheio de downgrades e publicidade enganosa, acho bacana o controle em cima de expectativas que tem sido feito, muitos dos pontos tidos como negativo no texto se tratam muito mais de características do que qualquer outra coisa. O importante é que o desenvolver do enredo e seus personagens sejam mostrados apenas no jogo.

    Anyway, não estou muito animado com o jogo, mas tentarei pegar no lançamento e dar uma chance. Bom post :)

  • Micro picture
    jack234 · over 4 years ago · 3 pontos

    Parabéns pelo texto e análise das informações, trazendo-as já na íntegra pra nós. Agora sobre a Square Enix, como jogador de RPGs de muito tempo, te digo que no geral, a minha impressão sobre a empresa não tem sido muito boa ultimamente. Primeiramente, vira e mexe vemos notícias sobre desentendimentos internos e decisões que aparentemente não são bem tomadas, parecendo ser unilaterais e baseadas simplesmente no poder de alguns figurões internos. Depois todas as notícias de anúncios de jogos me passam a impressão de haver um grande desespero em lançar coisas demasiadamente comerciais para apenas vender, vender, vender sem ao menos estudar o que estão fazendo e qual é a essência da companhia.
    No passado, o que eu via eram jogos extremamente criativos, sendo que a cada ano algo novo estava já do forno para as prateleiras, recheado com sistemas de batalhas novos e empolgantes, histórias magníficas, gráficos de encher os olhos e aquela trilha sonora que dava até arrepio na espinha quando o chefe entrava em cena.
    Sei que empresas não são instituição de caridade e precisam gerar lucro, mas tentar fazê-lo esquecendo a sua essência, não vai vingar.
    E por último, como você mesmo disse, eles tem tido uma certa truculência no tratamento com o público, talvez causada pelo desespero que disse acima, onde os remakes tão solicitados (FFVI, FFVII, Xenogears, Chrono Trigger, etc) estão deixados de lado, e às vezes apenas usados como forma de marketing, mas nunca lançados. E mesmo, quando os fãs tentam fazer algo, como o fantástico remake HD de Chrono Trigger é anunciado, a empresa bate forte e impede tudo...
    Vamos ver... Espero que algo aconteça para abrirem os olhos e tomarem uma direção mais adequada.

  • Micro picture
    gogobrasil8 · over 4 years ago · 3 pontos

    A divisão do final fantasy na square é uma vergonha. nenhum jogo novo 2d é lançado a anos, para eles só existe o japão

  • Micro picture
    higorhcg · over 4 years ago · 3 pontos

    Concordo com duas coisas: o hype tá alto demais pra um jogo que provávelmente não será tudo isso e, sim, soltar muita coisa vai acabar tirando a graça de jogar o produto final. De resto, discordo de tudo. Você tá fazendo o que todo fã de Final Fantasy mais faz, está sendo saudosista, nostalgico e não quer se desprender de elementos já muito batidos. Qual é? Os moogles nem sempre se encaixam no contexto de um jogo, criar chocobos nem sempre se encaixam no contexto de um jogo. Porque não dar liberdade de criação pros caras? O maior exemplo de um jogo da série cheio de fillers que estão ali por nada além de pura manha dos fãs é o FFXIV - A Realm Reborn, onde praticamente todos os eidolons da série foram enfiados de alguma forma na lore do jogo, moogles, chocobos, elementos classicos que de alguma forma conseguiram um papel na história e no fim fica meio inacabado. Não precisa disso, galera, a gente só quer um Final Fantasy legal, com uma história inteligente, e nesse aspecto a SE nunca deixou a desejar.

  • Micro picture
    higorhcg · over 4 years ago · 3 pontos

    O maior problema de seu texto foi o fato de você ter-nos pedido foco em certos itens, isso deu a impressão de que você realmente levantou a sua bandeira contra estes especificamente.

  • Micro picture
    higorhcg · over 4 years ago · 3 pontos

    Também peço desculpas por não ter acrescentado em meu texto que ao discordar de tudo me refiro também aos comentários.

  • Micro picture
    red_xiii · over 4 years ago · 3 pontos

    O jogo parece estar foda mesmo, eu estou ansioso. Mas antes eles anunciaram Final Fantasy Versus XIII e agora é Backstreet Fantasy XV!

  • Micro picture
    thejosephkorso · about 4 years ago · 3 pontos

    O texto expressa de maneira bem abrangente o que eu ando considerando da série Final Fantasy nas últimas décadas: a decadência garantida, em praticamente todos os níveis. Como um verdadeiro ex-fã, eu diria que não tem mais volta, uma vez que a maioria dos atuais fãs querem exatamente isso: falta de conteúdo real. Foi-se a época em que o que importava num Final Fantasy eram os personagens, suas convivências, propósitos e struggles durante o gameplay. Agora é só roupa, frases de efeito, DLCs e fanservice da pior qualidade que se possa imaginar. Não é de se espantar que 10 anos depois do anúncio do primeiro trailer o que temos até agora é... NADA. Subjetividades tão abaixo do que se esperar para um FF que simplesmente vale mais a pena focar em qualquer outra série de RPGs - muitas vezes ocidentais - que conseguir encontrar algum conteúdo muito bem engendrado num FF. Seria perfeito ter uma bela surpresa quanto a trama do jogo, mas creio que ele sequer tem o script completo. O jogo ficou 10 anos em PURO ÓCIO! FFXV agradará newfans e fanboys certamente. Pena que não faço mais parte dessa casta, pois estaria gozando litros, gozos múltiplos de 3 a cada novo feed vazio, sem contexto, sem enredo e sem propósito de FFXV.

  • Micro picture
    ipuccine · about 4 years ago · 2 pontos

    Não vejo graça nesses personagens do final Fantasy, desde o VIII. Acho que a idade me pegou.

  • Micro picture
    typhonite · almost 4 years ago · 2 pontos

    ~~~Aviso: Wall of text da insônia. TL;DR no final~~~
    Sinceramente, sequer posso dizer que já joguei FF, apesar de ter bastante interesse em jogar.
    Mas como pelo que entendi a questão não é o jogo em si mas sim a "tática" de publicidade, acho que posso dar minha opinião.
    Sou muito mais a favor desse tipo de divulgação detalhista e "honesta", do que como você mesmo exemplificou, aquela divulgação fragmentada do Watch_Dogs, (caso parecido com The Order: 1886) : trailers fragmentados que davam a sensação do estilo do jogo ser X, e daí na véspera de lançar eles anunciam (ou nem isso) que será Y.
    Ambos os exemplos, nem são jogos em si ruins, mas pela péssima divulgação, fragmentada e apelativa, davam a entender que o jogo era algo que... não era.
    E isso deixou muita gente puto.
    Eu, quanto a Watch_Dogs, não fiquei acompanhando o hype, então quando joguei foi sem crise, mas quanto a The Order: 1886, sim, e a divulgação do jogo me fez criar expectativas falsas, tanto que comprei digital pre-order (sim, aprendi a lição da forma mais cruel).
    Por isso, prefiro muito mais jogos que tem essa divulgação como FFXV, que já vai tirando algumas esperanças do povo pra ninguém se decepcionar quando for jogar, mesmo que isso às vezes acabe por afastar possíveis "clientes".
    Veja bem, pra uma empresa grande, que lança vários jogos AAA num ano, é mais importante a confiança na "marca" do que o lucro bruto, em si, pois de certa forma é o primeiro que acaba puxando o segundo.
    Se não existir um elo de confiança, ninguém faz pre-order naquele precinho cheio. E todas as empresas grandes lucram muito com pre-order, justamente por ter um histórico de qualidade que gera uma fanbase que vai comprar sem pensar 2x cada título daquela série preferida, e até mesmo só por ter o selo da empresa.
    Veja o caso da Ubisoft... quem acompanhou a empresa em 2014/2015 NUNCA MAIS vai confiar em fazer um pre-order de qualquer jogo, por melhor que possa ser. Uma empresa com anos de história em jogos de qualidade, por cometer alguns erros em sucessão (Watch_Dogs downgrade/hype falso + AC: Unity cravado de bugs) nunca mais vai inspirar a mesma confiança que já teve.
    Voltando ao FFXV, também gosto de ver vídeos sobre o desenvolvimento, e sei que nesse caso sou um dos poucos, mas foi justamente um desses vídeos que me despertou interesse de verdade em FFXV (era um que eles falavam sobre o desenvolvimento da iluminação, e da tentativa em deixar cada detalhe o mais realista possível, inclusive a comida - que chegou a me dar fome na hora).
    ~~~~~~~~~~~~~TL;DR~~~~~~~~~~~~
    Enfim, pra acabar com esse textão vou resumir minha opinião: sim, divulgação detalhada demais pode ser ruim, mas pelo menos não deixa os fãs com falsas esperanças, de certa forma, é algo mais honesto e respeitoso para com os mesmos, e - acredito eu - muitas empresas estão tomando esse modelo justamente pra não quebrar a confiança dos fãs e repetir os fiascos de jogos como Watch_Dogs, The Order:1886, etc.

  • Micro picture
    marcusmatheus · almost 4 years ago · 2 pontos

    Pra mim a Square esta completamente certa.
    A participaçao da galera no desenvolvimento de um game garante muito mais o sucesso de um titulo (ainda mais um Final Fantasy, que é uma franquia cheia de fan boys que querem que os jogos sejam exatamente iguais aos grandes titulos ja lançados!).
    The Witcher 3 por exemplo: Metade do orçamento do game foi gasto com marketing, e olha o sucesso que o game foi!

  • Micro picture
    kaellito · over 4 years ago · 2 pontos

    Uma pena não criar choccobos! TIRO NO PÉ. Mas de resto estou aguardando o jogo pronto para jogar.

  • Micro picture
    rexshot · over 4 years ago · 1 ponto

    Pessoal sou novo na rede (:

    1 reply
  • Micro picture
    eizukashouji · over 3 years ago · 1 ponto

    Só para causar. é por isso que eu prefiro persona 5

Keep reading → Collapse ←
Loading...