2019-03-12 20:32:09 -0300 2019-03-12 20:32:09 -0300
danielgfm Marcio Garcia Seufitele Pinto Featured

Essa vida adulta.

Single 3709263 featured image

A vida adulta é bem complicada. Por mais que nos planejemos para tirar um tempo para jogar videogame, sempre acontece um imprevisto.

Outras, no entanto, é que por mais que você planeje, no dia que vai jogar, está esgotado do trabalho, ou tem que ajudar nalgo na sua casa, seja você casado ou solteiro ou tem alguma aula ou algo para preparar para o dia seguinte.

Não que isto seja ruim, as contas não esperam quem reclama demais, mas é que, por vezes, não existe um equilíbrio entre trabalho e lazer e, assim, o nosso tempo exíguo parece minusculo quando estamos jogando videogame, com a frase: mas já são meia-noite?

Aqui comigo, no qual produzo algum parco conteúdo para a Comunidade Mega Drive, me vejo mais falando sobre videogame do que jogando o dito cujo, parecendo até os comentarista de esporte, que falam do mesmo, mas nunca praticou ou deixou de praticar a anos.

Claro que seria mais fácil deixar tudo de lado e partir para a vida adulta por completo, mas, sei lá, isto não é o meu feitio. Adoro videogame, jogo desde 1988 e, diferentemente de outros hábitos que eu tive ao longo dos anos, é algo que dificilmente irei largar, não porque seja algum tipo de vício, mas, sim, os jogos são uma forma de desestressar a minha mente.

Alguns vão para os bares, outros vão para cinema, alguns outros vão ouvir um sambinha ou ir para um rodeio. Os programas com os amigos se torna um pouco difícil quando boa parte dos seus amigos são virtuais ou moram longe ou, pior ainda, você não mora mais na cidade em que nasceu - sem contar o tempo precioso para cada um.

Mas a vida é assim mesmo, nós que temos que achar um equilíbrio na medida do possível e não deixar o amor pelo videogame esmorecer.

PS: Imagem só para chamar atenção.

44
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 9 dias atrás · 3 pontos

    Acho muito difícil largar o videogame também...apesar dos pesares mencionados por você.
    ...
    Ah a vida...quem foi que disse que seria fácil?

    2 respostas
  • Micro picture
    leopoldino · 7 dias atrás · 3 pontos

    Se você pretende ter tempo pra jogar não tenha filhos.

  • Micro picture
    zefie · 9 dias atrás · 2 pontos

    É complicado mesmo, mas há fases e fases (assim como nos próprios jogos). Pode estar sendo um momento turbulento e de pouco tempo livre pra você agora, mas depois as coisas vão se ajeitando e você vai conseguindo um tempinho a mais. ;)

    2 respostas
  • Micro picture
    cyberwoo · 9 dias atrás · 2 pontos

    Compartilho da mesma experiência, principalmente agora que me tornei pai, onde vi que se não encontrasse um ponto de equilíbrio, provavelmente abandonaria de vez os jogos.

    Por sorte tenho uma esposa que compreende o meu amor e me ajuda a conseguir ter um tempo para eles, mas sei bem que não são todos que conseguem driblar as responsabilidades.

    Texto magnifico, @danielgfm

    1 resposta
  • Micro picture
    vinnymosh · 9 dias atrás · 2 pontos

    Nossa kra eu estava agr mesmo procurando um artigo com esse tema, estava até pensando em postar um mas vc leu a minha mente. Qnd eu era criança meu sonho era ser adulto só pra poder jogar videogame o dia todo sem minha mãe encher o saco mas hoje vejo que não é nada disso kkk. E como vc realmente disse, hoje em dia passamos mais tempo comentando e consumindo artigos de games do que realmente jogando. O tempo livre que eu tenho para jogos é durante a madrugada das minhas folgas, aonde levo minha esposa ao trabalho e qnd chego em casa ao invés de dormir fico algumas horas jogando pra dps iniciar as tarefas, não é fácil ser adulto ks

    1 resposta
  • Micro picture
    mastershadow · 8 dias atrás · 2 pontos

    A vida adulta é um verdadeiro labirinto,com 33 anos, já passei por muita coisa ruim...mas nunca, nem sequer passou por 1 segundo, a possibilidade de deixar de jogar video game. Pelo contrário, foram os jogos que sempre me ajudaram e levantar das dificuldades que passei,sempre um estimulo pra min, pois é minha paixão e algo que gosto de fazer.Jogo desde meus 7 anos espero poder jogar enquanto estiver vivo e com forças pra segurar um joystick!

  • Micro picture
    artigos · 8 dias atrás · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    leopoldino · 7 dias atrás · 2 pontos

    Lembro desse personagem da imagem, acho que ele era o mascote da revista Videogame, que foi a primeira revista mensal do gênero no Brasil.

  • Micro picture
    marcelomalss · 7 dias atrás · 2 pontos

    Reflexão bem bolada. Concordo com cada palavra. Infelizmente, a correria da vida, de fato, faz com que somente poucas pessoas tenham tempo para o lazer, que, diga-se de passagem, é tão importante quanto o trabalho, para uma vida saudável. O sistema faz com que, cada vez mais, precisemos trabalhar para sobreviver.

    1 resposta
  • Micro picture
    kess · 7 dias atrás · 2 pontos

    A falta de tempo é complicada, e o maior problema de longe para quem gosta de jogar e tem que se sustentar. O melhor seria poder fazer tudo uma coisa só, mas daí é querer demais. Pq todo mundo tenta ser youtuber, e difícil achar outra saída nesse meio.

  • Micro picture
    seufi · 9 dias atrás · 1 ponto

    "Claro que seria mais fácil deixar tudo de lado e partir para a vida adulta por completo..." Essa frase dá a impressão que você ainda acredita que games são coisa de criança - e na minha opinião você está errado. Você mesmo relatou algumas dificuldades e complicadores, e mesmo assim achamos tempo pra jogar. E o tempo que tiramos pra jogar, a meu ver, é o tempo que eu estaria gastando numa pelada, ou bebendo nos bares da vida, ou em alguma festa - coisas que não gosto, e que, à exceção da bebida, poderiam ser taxadas como coisas de criança tb.

    1 resposta
  • Micro picture
    old_gamer · 8 dias atrás · 1 ponto

    Tb sofro de um problema crônico de falta de tempo pra jogar, ultimamente estou trabalhando umas 80 hs semanais e quando chego em casa estou destruído do trabalho, além de ter que dar atenção a esposa e filho.
    Mas acredito que tudo na vida são fases, umas mais difíceis outros mais fáceis. Acredito que no futuro as coisas melhorem.

    11 respostas
Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...