2018-04-10 15:00:09 -0300 2018-04-10 15:00:09 -0300

As Musas das Chamas - Parte 2

Single 3618361 featured image

Eaeee pessoal, beleza? Voltamos com a tão aguardada segunda parte da lore sobre as firekeepers, para quem perdeu a primeira, sugiro que vá até o final e click no link para poder acompanhar. Caso contrário, deleitem-se com mais um trabalho dos Sentinelas. Bem, sem mais delongas, bora iniciar essa lore.

                              Essas já não são tão musas assim sksksksksksksks

Em Drangleic, temos as gêmeas Strowem, Morrel e Griant senhoras que moram em uma cabana esculpida no tronco de uma grande árvore na região do Altar Encantado e cuidando de suas necessidades, temos a caseira Millibeth. Pouco foi mostrado sobre elas, apenas um diálogo de Millibeth que nos informa sobre a missão herdada pela linhagem familiar que obriga a cuidar das três antigas guardiãs do fogo, assim como fizeram sua mãe e avó.

Havia também uma quarta que desapareceu muito antes da caseira nascer, provavelmente a senhora que nos apresenta o terrível destino que aguarda a todos undeads, seja essa tal quarta irmã.

Aparentemente as três firekeeper restantes, se aposentaram do ofício como guardiãs, porém ainda guardam parte de seu poder, distribuindo os pontos do jogador, caso o mesmo leve um Soul Vessel. Uma teoria levantada por nós, foi que por medo da maldição que alastrava pela terra, as irmãs deixaram sua função e se abrigaram na região do Altar Encantado, já que aquela área é considerada uma fenda dimensional que liga Drangleic a outros mundos.

                                     Quem é mais gata, ela ou Shanalotte?

Sua identidade ainda é um profundo mistério, apenas proclamada como firekeeper de Firelink Shrine. Sua missão é orientar o Ashen One na missão reunir todos os cinco Lord das Cinzas aos seus devidos tronos de poder e com suas almas reacender a quase extinta Chama Primordial.

Assim como outras firekeepers relatadas anteriormente, a musa de DSIII possui a mesma deficiência ocular como suas antepassadas, levando a usar uma máscara em sua bela face. Seus poderes se assemelham às de Shanalotte no quesito de transmitir as almas ao seu campeão, sem contar a habilidade de produzir Estus como qualquer outra guardiã. Mas ela possui algumas particularidades bem interessantes:

Ao morrer, a garota renasce diretamente em firelink, sem necessidade de realocar a sua alma.Quando apresentada uma alma de suas companheiras, a Firekeeper toma para si, alojando em seu peito.Ela responde aos gestos do Ashen One.A primeira Guardiã relatada que pode presenciar um mundo sem as chamas, um verdadeiro taboo.

              

                                                      Olhos da Firekeeper

Dizem ser os olhos da Guardiã do Fogo original e a luz que foi perdida por todas Guardiãs do Fogo vindouras.

Revela às Guardiãs do Fogo cegas, coisas que jamais deveriam ver.

Evitaremos dar spoiler, porém essa personagem possui uma ligação muito impactante com decorrer do jogo e seu final.

Emerald Herald nossa última musa dessa lore de duas partes, sua história é bem confusa e muito aberto para teorias e interpretações, e com os Sentinelas não será diferente. Iremos abordar esse tema um tanto delicado, leiam com atenção. Essa bela mulher é encontrada olhando o horizonte sem fim em Majula, centro de acolhimento de NPC em Dark Souls II.

A moça serve como um guia para o recém-chegado Bearer of the Curse, explicando os trágicos acontecimentos que devastaram Drangleic; nos aconselhando a tomar as quatro grandes almas dos antigos Lords e finalmente buscar o caminho que irá garantir a salvação da maldição. Para esse fim, Emerald subirá o nível de poder de seu campeão e lhe entregará Estus Flask, tudo para aliviar sua luta. Apesar de tudo, a musa como o próprio feiticeiro Navlaan faz referência não é uma Firekeeper...não uma natural.

                                                      Dialogo de Navlaan

Você poderia matar uma dezena desses que não não faria diferença.

Quero que você mate alguém importante.

Quero que você mate aquela garota de Majula conhecida como a Musa.

Dizem que ela é a última Guardiã do Fogo.

Mas dizem muita coisa...

Dizem que ela é um gentil pastora, iluminando o caminho para vocês

tolos amaldiçoados. Besteira.

Mas se o Arauto não é uma guardiã, o que seria ela? E porque possui poderes de uma? Base dessa respostas se encontra no último diálogo em Santuário da Carência:

Minha jornada já foi concluída.

Meu nome é Shanalotte

O dragão me deu esse nome, pois nasci sem nenhum.

Eu nasci dos dragões, sou um produto dos homens.

Daqueles que enganariam o próprio destino…foram eles que me criaram.

Mas eles falharam.

O destino não se curvou, e os homens foram amaldiçoados mais uma vez.

Eu não sai como planejado.

A nossa teoria é que Shanalotte fora um experimento dos irmãos Vendrick e Aldia, um ser criado com a união dos DNAs de dragão e firekeeper, com intuito de ser a guardiã perfeita e manter a chama acesa, já que Drangleic não dispõe de mais nenhuma firekeeper. Sua existência poderia até mesmo ser imune a própria maldição, já que os dragões são a única raça em toda a história de Dark Souls com tal imunidade. Mas como ela mesma disse, ela não saiu como planejado, sendo no final uma falha. Não sendo mais útil, a garota foi despachada ao Dragão Ancestral que a criou como um verdadeiro pai, lhe dando um nome e um propósito.

Um experimento entre raças diferentes só foi visto em DSI, pelas habilidades do antigo Duke de Anor London, Crossbreed Priscilla foi criada, uma híbrida de dragão e divindade. Talvez os irmãos reais tenham obtido dados desse experimento, o que acham?

E chegamos ao fim de mais um trabalho, queremos agradecer o apoio de todos, pois chegamos na marca de mais de 100 inscritos no Sentinelas. 

Autor: @hizaki

Revisão: @maninhodmj / @namelesspinto / @armkng

Parte 1: http://alvanista.com/sentinelas_azuis/posts/3610924-as-musas-das-chamas

Dark Souls III: The Fire Fades Edition

Plataforma: Playstation 4
71 Jogadores
20 Check-ins

34
Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...