santz

Fazendo do Alva meu registro histórico de jogos zerados. Personas: @historia_dos_games @goty @top10

You aren't following santz.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • santz Santz
    2019-07-11 09:15:33 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 341 - Plataforma massa com ecchi

     Pesquisando sobre jogos do PC Engine CD, descobri este game e fui com a cara dele. Ele traz um estilo plataforma tradicional bem na pegada Ghouls 'n' Ghosts, inclusive na parte da dificuldade. O jogo bem devagar e te exige bem a precisão dos pulos. Para auxiliar a amazona, sua arma é uma corrente que estica em todas as direções. Além de ataque, ela pode pendurar nas superfícies como na imagem e adquirir 3 power-ups diferentes que lançam projéteis contra os inimigos. Podemos levar 2 danos, um você perde a armadura e no outro você perde o resto da roupa e cai pelada.

     Os gráficos são excelentes, dado as limitações do PC Engine. Graças ao CD, a trilha sonora é de qualidade também, mas nada muito marcante. A história é contada com cenas estilo anime, só que paradas ao invés de animadas. Pelo que entendi, a protagonista vai salvar a irmã dela e tem que derrotar outras 4 guerreiras em cada "mundo", inclusive, tem uma luta de chefe que enfrentamos as 4 de uma vez só numa luta épica e difícil pra porra. A parte ecchi do jogo, além da protagonista cair pelada depois dos golpes, é nessas cenas estilo anime, ângulos estratégicos, armaduras reveladoras e coisas desse tipo. No geral, é jogo bem competente e divertido, mas usei um bocado de save state.

    Fausseté Amour

    Platform: TurboGrafx-16
    12 Players
    1 Check-in

    45
    • Micro picture
      mastershadow · 4 months ago · 3 pontos

      Esse ta na lista,mas nao consegui emular ele no WII ainda, o ROndon Of BLood eu consegui porque achei uma ISO com os audios ja convertidos...

      6 replies
    • Micro picture
      spider · 4 months ago · 2 pontos

      Opa, valeu por compartilhar, parece interessante mesmo!

      1 reply
    • Micro picture
      manoelnsn · 4 months ago · 2 pontos

      Pc Engine tinha bastante esse tipo de jogo, ahuahauha

      3 replies
  • santz Santz
    2019-07-05 16:00:56 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 340 - Descendo a porrada nos romanos

     A clássica dupla Astérix e Obelix, que conheci nos quadrinhos da escola, teve um jogo bem conceituado pela galera no Master System. Resolvi dar uma chance. De cara, um dos jogos mais bonitos do console. O colorido é bem forte e o sprite dos personagens é muito bem desenhado, perfeito. A musiquinha também é bem boa, segue muito a vibe do Psycho Fox. Outra coisa notável do jogo é a mecânica de escolha de personagem. Cada fase pode ser jogada com Asterix ou Obelix e algumas fases mudam completamente para se adequar as habilidade de cada um.

     Asterix é rápido e pequeno enquanto Obelix é lento e forte. Tentei a maioria das fases com os 2 personagens e as com o Obelix sem foram mais difíceis, especialmente quando se exigia precisão em plataformas. Como ele é grande, bater a cabeça no teto pode acabar a projeção do pulo que você planejou. O level design geralmente é inteligente, mas teve algumas fases que me estressaram bastante. Reconheço as qualidades do game, mas acho que fui a espectativa alta demais.

    Asterix

    Platform: Master System
    662 Players
    17 Check-ins

    44
    • Micro picture
      marlonfonseca · 4 months ago · 2 pontos

      Esse game é muito bacana. Terminei ele recentemente. As demais continuações são até mais complexas mas não curti tanto como esse. Vai jogar os demais?

      1 reply
    • Micro picture
      filipessoa · 4 months ago · 2 pontos

      Nunca ouvi falar desse xD Parabéns!

      1 reply
    • Micro picture
      mastermune · 4 months ago · 2 pontos

      Parabéns pelo zeramento, mano!! Nunca joguei esse, o único que joguei foi o de SNES

      1 reply
  • santz Santz
    2019-06-26 16:31:30 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 339 - Prince of Persia com rock 'n' roll -_-

     Tinha anos que não jogava nenhum Prince of Persia e esse segundo da trilogia Sands of Time era o único que não tinha zerado. O jogo segue a história do príncipe do jogo anterior que procura alguma forma de evitar o inevitável: sua morte. Para isso, ele vai para um palácio numa ilha e o jogo todo se passa ali. O jogo segue o mesmo estilo tradicional, com parkour muito louco e gostoso de fazer e combates corpo a corpo com espadas legais. Como fazia um bom tempo que não jogava nada do tipo, consegui me divertir bastante com o jogo, escalando nas paredes e desvendando os puzzles, porém, o jogo tem uma coisas que me incomodam bastante.

     Primeiro que o jogo adota um estilo mais dark, nada contra, mas além de fugir um pouco do clima, eles optaram por um rock 'n' roll totalmente fora do contexto que quase sempre estragava tudo. Era tão mal programado que as vezes começava a tocar só porque eu estava passando na parte que antes havia um combate, mesmo não tendo mais inimigos. A exploração também pode dar dor de cabeça. O jogo permite voltar para qualquer área do jogo e alternamos entre passado e presente do mesmo castelo várias vezes. Se não prestar atenção, você pode ir por um caminho totalmente errado a toa. Na época que joguei no Play 2, larguei o jogo depois de ter ficado totalmente perdido.

    Prince of Persia: Warrior Within

    Platform: Gamecube
    155 Players
    2 Check-ins

    44
  • santz Santz
    2019-06-21 15:17:30 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 338 - Estresse no FPS do DS

     Pesquisando sobre jogos indies, me deparei com este jogo de Nintendo DS e me pareceu perfeito. Um FPS espacial 3D bonitão para o portátil da Nintendo, com direito a mapinha. Imaginei na mesma hora uma gameplay semelhante a Metroid Prime. Mas não é bem assim. A exploração é separada por grandes áreas e depois de completá-las, não tem como voltar atrás. A primeira vista, os gráficos são fantástico e bem realista para a plataforma, especialmente quando jogamos na superfície. Ah sim, o jogo se passa na lua, em uma estação que foi invadida por máquinas. A história é meio qualquer coisa e é contada por diálogos estilo Metal Gear.

     O que me decepcionou forte no jogo é a jogabilidade. Iniciamos com uma metralhadora infinita que tem um tiro bem desengonçado. Achei que era coisa da primeira arma, mas não, todas as armas balançam e tremem de uma forma extremamente irritante. A metralhadora, por exemplo, você começa a atirar e quando vê está mirando no teto. Os comando são simples, você caminha com o direcional e atira com o L, a outra mão você aponta com a stylus. Novamente, jogar NDS com touch do celular no dedo é uma droga. No começo você pega um robozinho que será usado para adentrar lugares apertados. Já fiquei logo imaginando como seriam os outros robôs mais pra frente. Ledo engano. Só tem ele mesmo. O jogo é chato, repetitivo e difícil pra porra. Só consegui me dar bem contra os chefes explorando os bugs que os dementes tinham.

    Minhas conquistas:

    Todas missões extras desbloqueadas.

    Moon

    Platform: Nintendo DS
    88 Players
    2 Check-ins

    41
    • Micro picture
      rodolfo6493 · 5 months ago · 2 pontos

      Tenho o remaster no 3DS, gostei do jogo.
      Como detesto quase todos os jogos que usam a tela de toque, optei pela opção de deixar a câmera sendo controlada no ABXY, e me adaptei rapidamente.

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 5 months ago · 2 pontos

      Até rimou 😅 (o título)

      1 reply
    • Micro picture
      missingnobrand80 · 5 months ago · 2 pontos

      Bom saber q tem um Fps pra Ds preciso explorar essa biblioteca e descobrir a potencia desse console.

      4 replies
  • santz Santz
    2019-06-06 09:12:40 -0300 Thumb picture

    Desafio cara clean

    Fui desafiado por um monte de gente e resolvi tirar a foto com o Scott, coelho mais fofo de todos os tempos.

    Ele gosta de ficar quetinho me vendo jogar XD

    39
    • Micro picture
      onai_onai · 5 months ago · 4 pontos

      Quem vai gostar dessa foto é o @andre_andricopoulos. Hehe...

      2 replies
    • Micro picture
      marlonfonseca · 5 months ago · 3 pontos

      Que criatura adorável. Estou me referindo a esse coelho fofo ai!!

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 5 months ago · 3 pontos

      É verdade, @onai_onai.👌
      ...
      O santz além de ter um belo gosto para games... também é lindo, não?🤗
      ...
      Essa línguada... certamente será objeto de meus mais profundos sonhos eróticos...😎
      ...
      E esse coelinho @santz? Tu o solta as vezes? Imagino que coelhos devam gostar de dar umas saltitadas...
      Quantos anos vive um coelho, by the way?

      5 replies
  • santz Santz
    2019-05-30 09:57:17 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 337 - Festival de peitos e calcinhas

     Todo mundo aqui no Alva se deparou com algum jogo das ninjas peitudas então fui atrás do primeiro jogo da série para ver de qualé. O jogo segue um estilo beat 'em up / hack 'n' slash onde escolhemos uma das 5 ninjas disponíveis para vencer os vários níveis que há no jogo. A vezes há missões específicas dentro das fases, mas no geral, é só dar porrada mesmo até chegar no final. Apesar de cada personagem ter combos, especiais e evolução própria, o jogo é muito repetitivo. São quase sempre os mesmos inimigos e cenários, mas sei que isso é do gênero. Fui naquela nóia de evoluir todas personagens por igual e eixou tudo ainda mais repetitivo, além de estar sempre em nível elevado, garantindo batalhas com dificuldade mínima na maioria das vezes.

     A história do jogo é muito qualquer coisa. Nada mais é que pergaminhos secretos e duas escolas de ninja se debatendo. Inclusive, tem a opção de jogar com a escola rival, que é uma adição bem interessante, mas tive saco para jogar elas, pois são personagens beeeem ruins de jogar. Quando a história é contada no diálogo é interessante, mas quando muda para textos com um fundo genérico fica chato pra porra. Ao meu ver, a beleza do jogo está nos gráficos. A movimentação é fluída (exceto pelo balançar exagerado dos peitos), o design é legal (em sua maioria) e enche de personagens na tela, o que é incrível para um portátil. O jogo é apelativo demais na questão sexual. É bunda, peito e calcinha na sua cara o tempo todo, chega a perder a graça e o impacto que deveria causar. Mas no geral, curti o jogo, não a toa as conquistas.

    Minhas conquistas:

    Rank A em todas as missões com Asuka;
    Rank A em todas as missões com Ikaruga;
    Rank A em todas as missões com Katsuragi;
    Rank A em todas as missões com Yagyuu;
    Rank A em todas as missões com Hibari.

    Senran Kagura Burst: Guren no Shoujotachi

    Platform: Nintendo 3DS
    96 Players
    8 Check-ins

    38
  • santz Santz
    2019-05-16 15:18:59 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 336 - Zeldinha do Mega Drive sobre monstros

     A Sega publica um jogo para pegar carona no sucesso de Zelda. Controlamos um garoto de 14 anos que tem um objetivo primário de recuperar medalhas que provam seu valor como herói. Logo no início da aventura, uma bruxa lança um feitiço e você passa a falar com plantas e monstros, mas não com humanos. Você passa boa parte do jogo sem conseguir falar com pessoas e mais para o final do jogo, a história faz uma reflexão sobre o papel dos monstros no jogo e é sensacional. Os gráficos do jogo são belíssimos e sua trilha sonora também é marcante.

     A jogabilidade lembra muito o A Link to the Past, mas ao invés de itens, recrutamos monstros que te dão alguma habilidade extra, seja de combate ou de exploração. Há uma boa variedade de monstros no jogo e isso oferece grandes possibilidades. A exploração do jogo é dividida em áreas fechadas com um objetivo específico, mas muitas vezes temos que revisitar áreas anteriores. A jogabilidade é meio escorregadia, especialmente depois que se pega a habilidade de correr. O jogo tem uma dificuldade bem equilibrada e possui segredos interessantes. Por fim, é um Zelda excelente com uma história muito mais interessante.

    Minhas conquistas:

    Todas as maças douradas coletadas.

    Crusader of Centy

    Platform: Genesis
    120 Players
    8 Check-ins

    47
    • Micro picture
      fernandovst · 6 months ago · 3 pontos

      Parece bem interessante, nunca ouvi falar. Outra hora com certeza vou jogar XD

      1 reply
    • Micro picture
      le · 6 months ago · 3 pontos

      Bom jogo. Ainda não chega ao nível do Beyond Oasis como RPG de ação, mas é muito bom também.

      Não sei tem outro do tipo (bom) pro Mega. Landstalker eu acho muito fraquinho.

      4 replies
    • Micro picture
      topogigio999 · 6 months ago · 2 pontos

      Interessante esse jogo hem... e se parece com Zelda, certeza que irei gosta... =)

      3 replies
  • santz Santz
    2019-05-14 16:36:36 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 335 - Clone safado de Doom

     Nunca joguei Doom nem nenhum de seus clones, mas quando vi esse jogo para GBA, achei bem charmoso. Os gráficos possuem um 3D bem convincente, mas para isso, tiveram que remover completamente a música ambiente nas fases, como acontecia com portes de Doom para consoles de 16-bits, se não me engano. No jogo você controla um soldado de armadura robótica que tem que enfrentar uma horda de alienígenas, não tem bem uma história contada in-game.

    As fases possuem um formato de labirinto com diversas portas para abrir e mecanismos para ativar e prosseguir. As armas que você pega no decorrer na fase desaparece na próxima, que pode ser uma droga, mas te dá mais liberdade para usa-las sem culpa. Tem um arsenal até legal de armas disponíveis, mas os inimigos são um pouco repetitivos. As fases são curtas, mas tem hora que ela é beeeem confusa, pois tem paredes que se abrem como portas sem indicativos. O jogo, por fim, se mostra ok, nada muito empolgante.

    Dark Arena

    Platform: Gameboy Advance
    14 Players

    33
  • santz Santz
    2019-04-26 13:52:05 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 334 - Super Moeda Bros.

     Finalmente consegui fazer o emulador de 3DS Citra funcionar e parti logo para o jogo mais básico: Mario. O jogo seria uma continuação do jogo New Super Mario Bros. lançado para o Nintendo DS, mas o foco está em coletar moedas. as novas dinâmicas do jogo incluem novas formas de ganhar moedas, deixando o jogo extremamente fácil para ganhar vidas. Terminei o jogo com mais de 500 vidas! Já bastasse isso, as fases continuam curtas e sem muitos desafios, como no jogo de DS.

     Por fim, o jogo se mostrou bastante decepcionante. Não teve nenhum power-up novo, nenhuma fase genial, nenhuma música nova, nenhum tema novo de fase, nada de novo. Ignoraram as pequenas novidade do New Super Mario Bros. de Wii e fizeram um jogo bem mais ou menos. É divertido por ser Mario, mas repetitivo e fácil, tornando a jogatina meio sem graça conforme se completa os mundos. Acho que esse foi o primeiro jogo do Mario que me decepcionou em tantos anos.

    Minhas conquistas:

    3 Medalhas de todas as fases coletadas;
    Todas as fases completadas.

    New Super Mario Bros. 2

    Platform: Nintendo 3DS
    3286 Players
    239 Check-ins

    28
    • Micro picture
      kipocalia · 7 months ago · 2 pontos

      Eu achei mais de boa de jogar que o do DS porque parece que o do DS só da pra salvar em lugares especificos :\ mas tirando isso, pra mim o desafio é só pegar os colecionáveis mesmo.

      1 reply
    • Micro picture
      santosmurilo · 7 months ago · 2 pontos

      Amo!

      2 replies
    • Micro picture
      xch_choram · 7 months ago · 2 pontos

      falta de novidade não significa ser ruim, eu acho ele até que bem divertido apesar de facil

      1 reply
  • santz Santz
    2019-04-05 08:55:36 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 333 - Melhor seleção de músicas da trilogia PSP

     Quando fiquei sabendo que o Extend, último título lançado para PSP da série, era um jogo totalmente diferente, fiquei felizão, mas me segurei para não jogar logo. Aproveitei que minha esposa foi viajar e suguei o game igual um maluco, pois ela não curte as musicas com essas vozes fininhas. Enfim. O jogo te permite aproveitar o save do 2nd, logo, puxei todas as roupas do jogo anterior. O jogabilidade se mantém sem nenhuma novidade, continuaram com aquele maldito esquema dos botões de setinhas e o esquema de segurar um botão e finalizar apertando um botão no final, que era o que mais me dava raiva.

     Resolvi jogar o game de uma forma diferente, alternando entre botão de ação e direcional para me facilitar nos momentos de vários botões em sequência. No começo foi difícil, mesmo no easy e normal, mas no hard, consegui fazer sequências incríveis sem muita dificuldade, perdi poucas vezes. Mas aí, vem o expert e vira putaria. Vários botões de seta e muita alternância de botões, que me fez desistir de tentar músicas com 7 estrelas ou mais. A melhor parte do jogo é a seleção de músicas. São quase todas totalmente novas e com mais participação dos outros personagens, mas as músicas com aquele mano de cabelo azul são um saco. Tirem esse cara daí! A voz dele me irrita! Os clipes estão fantásticos, com muitos temas de ficção científica, que são os melhores. Legal que eles pegaram músicas do primeiro jogo que antes eram apenas seleção de imagens e transformaram em um clipe massa demais. Agora é esperar a emulação de PS Vita ou de PS3 ficar boa para jogar os outros games da franquia :(

    Minhas conquistas:

    *Todas as músicas no Easy;
    *Todas as músicas no Normal;
    *Todas as músicas no Hard;
    *Todas as roupas da Hatsune Miku liberadas.

    Hatsune Miku: Project Diva Extend

    Platform: PSP
    91 Players
    22 Check-ins

    40
Keep reading → Collapse ←
Loading...