santz

Fazendo do Alva meu registro histórico de jogos zerados. Personas: @historia_dos_games @goty @top10

You aren't following santz.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • santz Santz
    2020-07-03 14:56:07 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 384 - Jogo de guerra top demais

     Eu peguei esse jogo de graça na Steam a muito tempo atrás, numa época que ignorava total o gênero de FPS. Pensei que seria uma boa curtir um jogo de tiro da "atualidade" (2011). Controlamos um soldado de um grupo revolucionário. Os Estados Unidos foram invadidos por forças coreanas e ele são tratados como lixo. A cena inicial dentro do ônibus é bastante impactante, bem como a parte do campo de beisebol, tenso demais. A temática do jogo é bacana, mas a história do jogo ainda é focado em missões e muita ação. O que quebra a ação são os coletáveis durante as fases e eu acabo indo atrás feito um retardado. Quem for jogar, deixem essas paradas pra lá.

     A jogabilidade é simples, só pegar a arma e sair atirando. Dificilmente vai ficar sem munição. As melhores partes são as sessões que envolvem jogo e cutscene tudo junto, fica um bagulho muito cinematográfico. Os gráficos são de tirar o fôlego, um dos melhores que já vi (mais uma vez, não sou muito de jogos atuais). Efeitos de explosão, reflexo, draw distance, tudo é perfeito. O ambiente sujo e em ruínas é um espetáculo e o jogo foca bastante em ambientes urbanos, que eu gosto demais. Eu morri algumas vezes, mas o jogo não é muito difícil e tem uma campanha bem curta, cerca de 3 horas. Quem está com esse jogo parado na biblioteca, recomendo fortemente.

    Homefront

    Platform: PC
    645 Players
    42 Check-ins

    55
  • santz Santz
    2020-06-30 14:09:48 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 383 - Metal Slug é sempre bom

     Teve um dia que um dos meus irmãos furou nossa jogatina online de Borderlands 2, então com meu outro irmão, baixamos o PPSSPP e configuramos o Hamachi para uma jogatina do clássico Metal Slug. Esse jogo é como se fosse o 7 (ele inclusive é o 7 no Nintendo DS). Podemos escolher entre 6 personagens, parecido com o game anterior, e cada um possui uma habilidade única, como já vir com metralhadora, um arsenal maior de bombas e por aí vai.

     Não tem muito o que falar do jogo, pois é basicamente Metal Slug de novo. Tiros para todos os lados, chefes gigantes e um bom level design. Apesar de cada jogador ver uma tela separada, o jogo não permite que os soldados se distanciem, nada foge da fórmula tradicional. Isso não necessariamente é ruim, pois o jogo continua sempre divertido como sempre foi. Valeu a pena a jogatina.

    Metal Slug XX

    Platform: PSP
    450 Players
    16 Check-ins

    37
  • santz Santz
    2020-06-26 15:50:00 -0300 Thumb picture

    Projeto CEGA - Anos 70 concluído

    No comecinho do ano, eu anunciei aqui no Alva meu projeto de um canal no YouTube que traria jogatinas dos games antigos em ordem cronológica. São vídeos curtos, com 5 minutos e trazendo 3 jogos cada um. Quem curte a minha persona @historia_dos_games, é um prato cheio para conhecer as origens dos videogames em formato de vídeo.

     Eu escolhi não criar uma persona dedicada ao canal e nem ficar criando posts a cada vídeo, pois acho chatíssimo quem faz isso aqui no Alva. Decidi fazer um post desse tipo a cada ciclo que terminar.

    Clique na lista para ser direcionada para a planilha com informações mais detalhadas

     Aí está a lista de jogos do nosso primeiro ciclo, os games dos anos 70. Sou todo metódico ao escolher e classificar os jogos, então tentei variar os estilos, trazendo jogos revolucionários, clássicos e alguns bastante obscuros. Os vídeos são sempre cheio de informações relevantes e a maioria eu gravo com minha esposa.

    Clique na imagem para ser direcionada para o canal.

     Bom é isso. Já adianto que não sou o cara mais dinâmico do mundo ou faço edições foda, mas escolhi um esquema bem tranquilo de vídeo para manter pelo resto da vida (eita!).

    Space Invaders

    Platform: Arcade
    24 Players

    45
    • Micro picture
      edbrazl · 14 days ago · 3 pontos

      Qual o nome do canal? Quero procurar aqui

      2 replies
    • Micro picture
      lgd · 15 days ago · 2 pontos

      Show! Parabéns!

      1 reply
    • Micro picture
      manoelnsn · 15 days ago · 2 pontos

      Ganhou um inscrito! Gostei do formato dos vídeos, tu vai contando a história do jogo enquanto vai jogando um pouco dele. Vi o de Asteroids aqui e é bem legal ouvir tu e sua esposa dando risada com o game

      1 reply
  • santz Santz
    2020-06-25 14:11:47 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 382 - Montanhas tensas de zumbi

     Ainda naquela onde procurar games que a Epic deu de graça que tenha multiplayer coop online para jogar com os irmãos na pandemia, descobri que esse estava na biblioteca de todo mundo, show demais. É um jogo baseado no filme, mas acho que não reconta a história direitinho (quem ainda não viu o filme, vejam, filmaço). Os gráfico são tipo, top do top, tá que não sou de jogar muitos jogos recentes e sempre que vejo um fico abismado com a qualidade, mas ver um processando dezenas, talvez centenas de zumbis em tempo real e vindo aos montes é um colírio para os olhos. Pôs a prova as capacidade da minha placa de vídeo.

    A jogabilidade é basicamente Left for Dead em terceira pessoa, sem tirar nem por. Um grupo de 4 atiradores, cada um com sua classe, deve sobreviver num apocalipse zumbi. O grande diferencial e que é o maior trunfo do jogo é a horda de zumbis. O jogo te dá alguns segundos para se preparar, armar armadilhas, se posicionar e traçar um plano. Daí vem uma tonelada de zumbi de tudo quanto é lado, mas é MUITO MESMO. Eles se amontoam e formam montanhas igual no filme. É um espetáculo visual e tudo muito tenso e divertido. Ah sim, colocamos no nível fácil, pois não estávamos conseguindo avançar no normal. Se você tem amigos para jogar online, dê uma chance para esse jogo, diversão insana e um jogo relativamente curto.

    World War Z

    Platform: PC
    37 Players
    6 Check-ins

    24
  • santz Santz
    2020-06-19 09:16:20 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 381 - O primeiro jogo de aventura para consoles

     Na época que tive um Atari 2600 em casa lá pelo ano 2000, Adventure era um dos poucos cartuchos que tinha. 2000 já tinha visto muita coisa foda no SNES, como A Link to the Past, então a não dava muita bola para este jogo. Após descobrir a história dos videogames e os grandes feitos e limitações que este jogo superou, deu muita vontade de zerar um dos primeiros jogos com finais na história. O jogo é mega simples, controlamos um quadrado que deve procurar o cálice encantado pelo reino e trazer de volta ao castelo dourado. Devemos usar as cores certas de chaves para abrir as portas dos castelos e usar a espada para derrotar os dragões, que claramente são patos gigantes.

     O jogo tem 3 níveis. O primeiro é bem tranquilo, pois o mapa é bem pequeno e fácil de gravar. O nível 2 foi o que tive mais dificuldade, pois além do mapa completo, temos um castelo a mais, itens extras, mais dragões furiosos e o maldito morcego que fica voando e trocando os itens pelo mapa. A sensação de estar com o cálice na mão e correndo todo tenso, torcendo para o morcego não aparecer, é indescritível. Quem jogou sabe como é. O nível 3 é igual o 2 só que com os itens embaralhados. O que pode parecer mais difícil, colocou os itens chave mais próximo a mim e zerei rapidinho nas duas vezes que joguei. Claro que fui atrás da sala secreta do "primeiro" easter egg em videogames da história. Eu um trabalho, mas foi um extra massa de conquistar.

    Minhas conquistas:

    *Sala secreta Easter egg visitada.

    Adventure

    Platform: Atari 2600
    428 Players
    6 Check-ins

    37
    • Micro picture
      fabiorsodre · 22 days ago · 2 pontos

      Mano, perdia aula por causa desse jogo! Kkk

      1 reply
    • Micro picture
      lgd · 22 days ago · 2 pontos

      É literalmente o primeiro adventure para videogames

      1 reply
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 22 days ago · 2 pontos

      Sempre bom ver o pessoal jogando esses jogos clássicos, ainda mais do Atari.

      1 reply
  • santz Santz
    2020-06-18 16:46:24 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 380 - Matando chefes gigantes

     Mais um joguito de graça da Epic e se trata de um indie de ação e aventura onde controlamos uma guerreira viking com um machadão e que morre afogada logo no início. A partir daí, temos que impressionar os deuses nórdicos para ganhar uma segunda chance e para isso temos que enfrentar alguns chefes gigantescos. O maior charme do jogo está nos gráficos, com ambientes massa e tudo parece ter sido desenhado a mão. As músicas do jogo são genéricas e nada marcantes, nem mesmo durante o combate contra chefes. A história é simples também.

     Para variar um pouco a jogabilidade, ganhamos magias que vão auxiliar a guerreira durante o jogo, como cura, duplicata, e por aí vai. Nada demais. O brilho do jogo mesmo está nos combates contra chefes. Eles são gigantescos e alguns crescem ainda mais durante as lutas. A batalha é realmente épica. Agora, a parte de exploração é chatíssima! Ambientes largos e vazios, quase sem inimigos e ainda tenho que ficar procurando segredos. Se o jogo tivesse se concentrado apenas no combate contra chefes, seria um jogo mega foda. Por fim, se saiu mediano.

    Minhas conquistas:

    *Todas as maças douradas coletadas.

    Jotun

    Platform: PC
    192 Players
    55 Check-ins

    34
    • Micro picture
      noblenexus · 23 days ago · 3 pontos

      quando vc marcou ali minhas conquistas eu pensei 'pera ai a epic não tem conquista' srsrrs

      2 replies
    • Micro picture
      lgd · 23 days ago · 2 pontos

      Peguei ele mas não instalei ainda :P

      2 replies
    • Micro picture
      luchta · 23 days ago · 2 pontos

      Tenho esse jogo em umas três plataformas, nunca joguei!

      1 reply
  • santz Santz
    2020-06-17 14:28:01 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 379 - O Castlevania que demorou me pegar

     Esse Castlevania é dito por muitos fãs como o melhor da série clássica. Quando vi pela primeira vez, achei bem massa a jogabilidade do chicote do Simon ir para todos os lados e controle do pulo. Jogando um pouco, logo percebi que só tem essas mecânica como novidade, pois o jogo seguia uma aventura padrão muito semelhante ao primeiro jogo. No Dracula's Curse tinha a parada de trocar de personagens e tals, aqui, nada. Nem uma arma secundária nova. Apesar dos gráficos chamarem atenção no início, estava achando o level design bem pobre.

     Continuei a jornada e finalmente cheguei no castelo do Drácula. Putz, parecia que estava jogando outro game. O level design ficou mais caprichado, o visual das salas ficou melhor e a trilha sonora começou a me deixar interessado de verdade. A dificuldade também subiu, mas era o desafio tradicional que a série sempre teve. Os chefes também ficaram mais legais. Claro, essa foi a minha experiência, do jogo me conquistar só no castelo, mas ainda acho o III o melhor Classicvania. Ainda me falta 2 jogos que são dito masterpiece, do PC Engine e do Megão, estou ansioso.

    Super Castlevania IV

    Platform: SNES
    2180 Players
    87 Check-ins

    51
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 24 days ago · 3 pontos

      Nunca joguei um Castlevania clássico, na verdade até hoje só joguei o Castlevania 64 e por poucos minutos, mas tenho uma curiosidade danada por iniciar a franquia, vale a pena começar por esse?

      5 replies
    • Micro picture
      luchta · 24 days ago · 2 pontos

      Nunca jogou O Rondo of Blood? É sem dúvida o melhor para a maioria, e para mim, seguido de SCIV mesmo, mas sei que tem muita gente que não curtiu as mudanças do SCIV, o C:RoB agrada mais o pessoal, mas vai saber... Meus favoritos são o C:RoB e o Castlevania: Adventure Rebirth quando se fala dos plataformas clássicos. o SCIV sempre fica no meio dos meus ranks.

      1 reply
    • Micro picture
      lordsearj · 24 days ago · 2 pontos

      Também ainda acho o III o melhor da série clássica. Depois o Rondo of Blood

      1 reply
  • santz Santz
    2020-06-05 15:26:38 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 378 - Segundo jogo do Solid Snake

     Estou explorando a série Metal Gear aos poucos, pois ainda não tive contato com os jogos 3D da franquia. Depois de zerar o primeiro Metal Gear de MSX, fui para o esse segundo, também de MSX e meus amigo, que salto absurdo de qualidade. Os gráficos receberam um upgrade violento, bem mais colorido e com ambientes bem variados. As músicas também são legais, mas o destaque vai para a abertura. Uma pegada bem cinematográfica. Na história, Solid Snake é convocado mais uma vez para se infiltrar numa organização terrorista. Mesmo tendo jogado o game em português, eu não entendi quase nada da história. O lugar tem um monte de crianças presas que por fim nem sei do porque.

     A jogabilidade também está mais completa, com vários itens novos, armas novas e ainda conta com aqueles cartões numerados chatos. Snake pode se agachar e passar por superfícies metálicas sem fazer barulho. A melhor coisa do jogo é uso do mini-mapa, mostrando os inimigos e ajudando a decorar o caminho, apesar disso, joguei o game quase todo com detonado do lado. O jogo conta com aquelas sacadas que dizem ser geniais, mas é complexa e muitas vezes específicas demais. Lembra jogos de adventure, que não curto muito. Agora estou pronto para entrar na era 3D da série.

    Metal Gear 2: Solid Snake

    Platform: PC
    255 Players
    23 Check-ins

    36
    • Micro picture
      lordsearj · about 1 month ago · 3 pontos

      Os do MSX e o do NES não zerei. O resto, fiz todos. Junto com Castlevania e Halo, minhas sagas favoritas.
      Mas MGS é o top.

      5 replies
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · about 1 month ago · 3 pontos

      Não tinha conhecimento desse jogo, me lembrava vagamente que existia um MG anterior ao Solid, mas nunca tinha ouvido falar desse 2.Ele é da mesma linha dos Solids ou é focado mais em ação?

      2 replies
    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 2 pontos

      O 2 é uma evolução enorme em relação ao primeiro, assim como o Solid é mecanicamente um remake do jeito que Kojima queria ter feito os 2 primeiros se a tecnologia da época permitisse. Vai notar que tem muita coisa do 1 e do 2 no Solid

      1 reply
  • santz Santz
    2020-06-03 15:04:52 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 377 - Minha primeira experiência coop online

     Em período de quarentena, meus irmãos animaram de jogar online, finalmente. A Epic, linda, deu esse jogo de graça e fomos juntei com meus 2 irmãos embarcar nessa aventura. Basicamente é um RPG tático onde devemos andar pelo tabuleiro completando missões pelo mapa. O combate é por turnos bem simples e os itens do jogo são estilo rogue like, ou seja, aleatórios. O jogo também possuem dungeons onde vamos avançando sala a sala enfrentando inimigos, abrindo baús e desativando armadilhas. Falando assim, não parece empolgante, porém, é bastante divertido de jogar (claro, de galera).

     O gráficos são simples e até meio feios, as músicas são sem sal e fora de tom total. As histórias são basicamente completar as missões. O jogo é dividido por várias aventuras e jogamos a campanha principal e a aventura marítima, depois enjoou. As classes são terríveis, como ferreiro, armadilheiro, aprendiz, bardo, mano BARDO. As classes não evoluem, o que é paia, mas algumas podem ser desbloqueadas. A linha do tempo traz um monte de coisas novas, como inimigos ficarem mais difíceis, coisas que aparecem pelo mapa e devemos alterar nossa rota para acabar com esses perigos o quanto antes. Valeu demais a experiência.

    For the King

    Platform: PC
    30 Players
    2 Check-ins

    28
  • santz Santz
    2020-06-02 15:41:03 -0300 Thumb picture

    Jogo finalizado nº: 376 - Conhecendo as origens da série de corrida

     Need for Speed, a antológica série de corrida que está viva até hoje com jogos praticamente anuais. Pois bem, joguei apenas um pouco do Underground 2 no PS2, mas Midnight Club e Burnout eram mais interessantes. Tracei então o plano de zerar todos da série, começando pelo primeiro, como sempre faço. Joguei a versão original de 3DO, claro e  com isso, tenho o primeiro jogo da plataforma no eu currículo. O jogo não apresenta circuito fechado com voltas, é apenas uma longa estrada onde devemos vencer um único oponente.

     São 3 opções de cenário e cada um divido em 3 segmentos. Os gráficos, para um jogo 3D de console de 1994, é inacreditável. São repletos de detalhes e o que mais gostei foi as áreas do primeiro percurso, na cidade. As coisas variam bastante. O som, infelizmente, é só o motor do carro mesmo, meio chato até. As cenas de FMV com o corredor é engraçado no começo, mas depois fica chato. Tem opções de carros, mas joguei apenas com 3 mesmo. Tem uns que são bem fracos. A dificuldade é bem equilibrada, a jogabilidade é funcional e não temos curvas mega fechadas, gosto muito. Tentei jogar com a marcha manual, mas é difícil demais, não dou sorte com isso.

    The Need for Speed

    Platform: 3DO
    232 Players

    33
    • Micro picture
      subzero_amarelo · about 1 month ago · 2 pontos

      Cara, a gente tá numa coincidência de jogos foda... kkkk Acabei de dropar o NFS Underground, pq hj já não curti tanto quanto na época.

      2 replies
Keep reading → Collapse ←
Loading...