2018-01-07 22:54:50 -0200 2018-01-07 22:54:50 -0200
rigels Thaisa Santos Featured

O que achei de Hellblade: Senua's Sacrifice

Single 3586509 featured image

Depois de bastante tempo fora, vim comentar sobre essa obra prima que é Hellblade: Senua’s Sacrifice. Um híbrido entre jogos AAA e Indies, veio mostrar que é possível que um personagem seja super vulnerável e realista. Uma das personagens mais realistas que já tive a chance de jogar.

Senua’s Sacrifice é longe daqueles jogos apenas pra rushar, que te entretém só com um gameplay legal sem ter uma trama bem amarrada e definida. Ele foi feito sim para amantes de histórias bem contadas que no final você se debruça alguns dias pensando no monte de informação que adquiriu.

Afinal, Senua foi mesmo para o Inferno? No meu ponto de vista não. O jogo todo foi desenvolvido tendo em vista o público que sofre de transtornos mentais como psicose, esquizofrenia e afins. Depois de ver todos os dev diaries disponíveis, tive mais certeza ainda da minha suposição.

Senua teve uma série de eventos traumáticos ao longo da vida: a morte da mãe, sua isolação devido às condições mentais não entendidas pelo entorno e tudo culminando na morte de Dilion. Ela iniciou sua penitência como os Geilts descritos  pela ninja theory: Uma série de personalidades diferentes a acompanhou para o que se transformou em Helhein. Dentre todas essas personalidades, acredito que a Senua guerreira, inconformada com os traumas e a morte injusta do amado, emergiu e tomou a frente da jornada que jogamos.

Helhein é o resumo do que ela precisa enfrentar para que esteja mais perto de alcançar quem originalmente foi. Pois cada um dos bosses a quebrou de uma forma diferente. Interessante apontar um dos desafios para se tirar a sword of Gram (Mimirs Well), onde é mostrado um labirinto desfocado e ao final aberrações feitas de corpos mesclados e corpos pendurados no poço inundado (um dos sintomas de distúrbio mental descrito nos dev. Diaries). Uma das entrevistadas comenta como todos os dias são uma jornada de muitos desafios.

Perto do fim do jogo antes de Senua cruzar o portal para a ponte onde Hela está, podemos ouvir todas vozes dentro de sua cabeça. Todas protestando e temendo que a jornada chegue ao fim pois elas se mesclariam (ou se perderiam?) para que Senua voltasse a ser quem era. Por outro lado, elas também poderiam alertar que aquela parte da personagem também acabaria por morrer.

Hela representa não só o mais forte inimigo mas também a parte de Senua que aceitou a morte (tanto de sua mãe quanto de Dilion) e é realmente a criadora de todo aquele universo. Lutamos uma batalha que já era perdida desde o começo, pois se a personagem que acompanhamos em todo o jogo vencesse, seria a prova de que tudo em que acreditou era verdade: a maldição que ela descreve, a salvação das almas de sua mãe e de Dilion.

Podemos ver como Senua acaba por aceitar que é impossível mudar o que já ocorreu, e aí volto ao meu ponto inicial de tudo se passar dentro da cabeça dela: Hela, logo depois vemos que é Senua, deixa Dilion cair num abismo e se levanta. As vozes são apenas sons de risadas e logo se calam. Ela se libertou de seu próprio inferno e de todos seus medos.

Como ponto negativo, comentaria sobre o Hype enorme no lançamento. Sobre o que logo provaram ser mentira o fato do save ser apagado se a personagem morresse muitas vezes, onde a marca em seu braço alcançaria a cabeça. Considero uma chance perdida de sistemas de dificuldades diferentes. Mas, como os desenvolvedores disseram: faz parte do conceito de se ter medo de algo que na verdade não existe.

Jogão pra quem curte uma boa história. A equipe enxuta da ninja theory provou  que qualidade nem sempre é igual a equipes grandes. Também recomendo assistir todos os dev. diaries 

Hellblade: Senua’s Sacrifice

Platform: Playstation 4
405 Players
116 Check-ins

35
  • Micro picture
    artigos · over 2 years ago · 2 pontos

    A terceira imagem não está carregando.

  • Micro picture
    fredson · over 2 years ago · 2 pontos

    Olha só quem voltou... infelizmente não posso ler o artigo por que contém spoiler, e esse jogo está na minha lista. XD

    1 reply
  • Micro picture
    natnitro · over 2 years ago · 2 pontos

    Ae \o/!!! Welcome back sorella!!! :-)
    Excelente análise sobre o jogo e isso que você falou de as psicoses se misturarem com a realidade me lembrou de um filme sensacional do Russell Crowe que é Uma mente brilhante... Até então eu nem tinha dado muita bola para o hype do Senua's mas depois de ler seus comentários ai, até inclui ele na wishlist aqui pra comprar logo que aparecer um bom desconto la na steam... :-)

    1 reply
  • Micro picture
    artigos · over 2 years ago · 1 ponto

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    1 reply
  • Micro picture
    igor_park · over 2 years ago · 1 ponto

    Jogaço uma das melhores experiências que tive em 2017

    1 reply
  • Micro picture
    llyana · over 2 years ago · 1 ponto

    Muito boa a análise, eu interpretei a jornada de Senua dessa mesma forma! Jogão, muito único, a questão do transtorno psicológico da Senua com as vozes que escutamos é genial...
    Tem muitas partes que conseguem passar a tensão emocional pra quem joga, isso é show. Vários aspectos do game são únicos, eu fiquei muito impressionada... A personagem em si, as associações da mitologia com a história dela... pqp!

    E como estudante de psicologia então, gostei demais hahahaha
    Engraçado que o final pra muitas pessoas ficou confuso. É massa quando um jogo causa interpretações diferentes!

    1 reply
  • Micro picture
    kess · about 2 years ago · 1 ponto

    Li spoilers demais para quem não sabia nada do jogo, mas o suficiente para ficar intrigado!
    Vai pro meu backlog!

Keep reading → Collapse ←
Loading...