2020-04-24 13:58:35 -0300 2020-04-24 13:58:35 -0300

Telas dividas, gamers divididos

Single 3793180 featured image

Tela Dividida, Gamers Divididos

Escrevi esse artigo a alguns anos enquanto procurava por games coop para converter minha esposa em gamer, e deu certo! (Viva ao Gaben!), mas foi um grande desafio encontrar esses games assim, de uns tempos pra cá eles tem simplesmente sumido. Enfim se não estiver a fim de ler um pergaminho todo, leia só o que está em negrito blz?

Desde Os primórdios dos jogos eletrônicos veem o multiplayer como elemento constante, é uma parte primordial dos jogos e vai continuar a existir sempre. Nos bons tempos de infância chamávamos os amigos, pegava aquela Vedete(coca pra quem tinha mais dinheiros) ou Itubaina tricando(refri) de gelada e uns pacotes de fofura(cheetos pros ricos rsrssr) e de passatempo quer coisa melhor que isso pra curtir o final de semana?, mas e se esse multiplayer fosse limitado? E se você for obrigado e pagar a mais só pra poder jogar com um amigo? seu eu do passado ao ouvir isso ia ficar boladasso.

A geração atual(e possivelmente as próximas) é onde o Coop Local ou Couch Coop está morrendo aos poucos e dando lugar a grandes produções com data de validade? Porque não vemos mais jogos com tela dividida nos AAA da vida?

Alguns devem pensar “morrendo? Nada haver ainda sai jogo com splitscreen” ou “ah já vai tarde essa merda, online é o bagulho”, mas de verdade porque o Coop local está morrendo? Depois de muita pesquisa acredito que finalmente entendi o motivo ou melhor dizendo motivos já que não é tão simples.

Jogos Online são mais jogados

Alguns gamers dizem que “As pessoas jogam muito mais online”, isso é um fato, agora que praticamente todo jogo trás um modo Online, parece estupidez você não jogar online com seus amigo….ou com aquele bando de criança que fala mais palavrão que a Dercy Gonçalves, ou um bando de caras aleatórios, a tecnologia da internet evolui ao ponto dos jogos poderem ser jogados com uma maior frequência e com uma maior qualidade, mas o ping até hoje ainda é alto e o preço da internet está cada vez maior o que não acontece com sua qualidade, logo, podemos ter que comprar franquias de internet, mesmo a cabo e isso vai fazer o famoso multiplayer online virar um problema no Brasil, mas quem dita as regras são os consumidores do primeiro mundo, aqueles que compram um console por 1/5 do preço que a gente paga e ganham 3x mais….enfim política e economia é uma bosta mesmo no terceiro mundo, bora hastear a bandeira negra aaarrrrgggghhhh! srrsrs.

A Vida é muito agitada, não da tempo de reunir os amigos

Outros usam um argumento mais …..adulto que sabe “A Vida é muito agitada e não temos tempo de chamar os amigos pra jogar”, ok, sou adulto também, tenho um emprego formal de 40 horas semanais, sou casado, trabalho por conta com artes gráficas e consertando computadores e estudo programação…... aahhh tempo que saudades cara (a não ser durante a quarentena pra quem não trabalha com TI srssr ), o fato é que a vida adulta é agitada, mas isso não é um problema, se queremos arrumar tempo, simplesmente marcamos um dia, pode não ser sempre e não ser tão fácil quanto na adolescência, mas conseguimos marcar e jogamos, é fácil culpar a agitação da vida adulta pelo distanciamento que criamos entre nós e as nossas amizades, mas a verdade é que esses limites são impostos por nós mesmo e muitas vezes escolhemos desculpas como filhos, faculdade e profissão para justificar nossa distância, Zangado feelings aqui, pera ai foco. Veja se as pessoas dão as mesmas desculpas na hora que os amigos ou colegas chamam para tomar aquela cerveja ou ir pra ‘balada’, que teoricamente também é pra tomar cerveja, enfim é bem menos frequente.

Tipo aquele amigo seu que direto você vê ele abrindo os games pela steam e varando noites jogando uns CSGO ou uns DOTA, mas que nunca pode dar um pulo na sua casa pra jogar aquele DK de super nintendo ou encarar uma noite de terror no Outlast.

Online é melhor que local

“Muito mais conveniente jogar online” sim é mesmo, mas até certo ponto, pense comigo para se jogar online é necessário o console, internet e o jogo original, mas isso pros dois lados interessados, então cada um vai ter que desembolsar ai uns R$ 2000,00 (3k no PC) pra começar a brincadeira e a cada novo jogo algo entre R$150 – R$300 fora a taxa mensal de internet e assinatura.Pra mim ainda que sou casado com uma mulher que é gamer (avê Gaben), é tudo dobrado, dói o coração jogo de R$120 + (cof cof até de 20 conto já emociona). Claro que em relação a espaço é muito prático, podemos jogar com amigos sem eles terem que vir até nós, o que possibilita até jogar com aquele camarada que ta fazendo intercâmbio, mora e outra cidade, pessoas que você conheceu na rede ou então com seu primo que mora no Acre.…se é que lá tem internet, mas dinos eu to ligado que tem.

Capacidade do console/PC de rodar o jogo em mais de uma ‘tela’

“Capacidade da Engine toda voltada a 1 player” então os jogos evoluem ao ponto de ter gráficos que mais parecem filmes e não são capazes de renderizar isso de 2 ponto de vista diferentes na mesma cena? Isso é desculpa das produtoras (pra ganhar mais dinheiro) . Simplesmente porque é possível posicionar o segundo player normalmente colocar o controle de movimento e câmera igual ao primeiro player e não teremos uma lentidão, o real problema é na hora de renderizar o cenário, especialmente em jogos de mundo aberto, mas mesmo assim nada que os desenvolvedores não consigam resolver, o real problema são os gamers “graphics whore”, ou seja, só se importam com a beleza do gráfico, se só gráfico faz um jogo bom não teríamos Watch Dogs, o gráfico era bom(porém com maquiagem na E3, padrão de hoje em dia né), mas criou um Hype que passou longe do que o jogo de fato oferecia. Fora outros incontáveis exemplos de bons gráficos, porém games mais ou menos. É legal jogar no talo, mas se o jogo não tem qualidade no resto, seria melhor você ter ido assistir o filme do Pelé.

Agora chega de delongas, qual o real motivo chefe de tudo isso? Aquele que tem até barra de HP adicional e musica tema? Simples, muuuuito simples ele se chama dinheiro.

Motherfucking Money

Yup a causa primária de tudo no capitalismo srsrsr. Porque eles iriam nos vender um console e liberar para jogar Destiny em Splitscreen com um amigo, se podem simplesmente vender um console para cada um, uma cópia do jogo para cada um e ainda por cima cobrar assinatura mensal(Stonks!). As desenvolvedoras estão lucrando bem mais assim e como o que move a indústria é o dinheiro eles farão assim até encontrarem uma forma mais lucrativa.

Isso também cria uma “validade” para alguns jogos, já que alguns estão vindo exclusivamente multiplayer, um exemplo disso é Titanfall que veio, fez sucesso, mas se for jogar hoje é muito provável não achar ninguém. Se um dia no futuro você quiser reviver aquela experiência, você não terá essa opção, porque o jogo depende de jogadores online, já se você jogou Super Mario World e hoje quer reviver, basta baixar um emulador(AARRRGGGGHH!) ou ligar seu super Nintendo, o mesmo vale para outros incontáveis jogos, God of War, Prince of Persia, Shadow of the Colossus (nostalgia aqui é o que não falta). Com essa falta de campanha as empresas economizam muito, porque não precisam se preocupar em programar uma IA decente, já que todo inimigo é um jogador, nem se preocupar com enredo, porque né, não precisa, em compensação pagam mais designers para fazer skins e material de marketing para te convencer a jogar ou se exibir porque tem uma skin épica/lendária. Pagam o designer uma vez, vendem a skin por uma temporada toda. Vocês pagam mais, constantemente e ganhando menos por isso(tipo kinder ovo, ta menor e mais caro que nunca).

Perfil geral da nova geração de gamers

Outro fator que ajuda isso tudo a acontecer é a natureza introvertida de muitos gamers, os viciados mesmo são quase eremitas (tipo eu, mas ainda mantenho contato com alguns amigos). Vários desse só querem saber de jogo online e canais de gameplay no youtube, twitch e afins, Muitos jovens não têm a ‘coragem e garra’ dos gamers de antigamente, não aguentam um desafio, então preferem ver o seu streamer/youtuber favorito, zerar o jogo. Os gamers mais jovens são na sua maioria desse perfil, ficam horas e horas vendo vídeos no youtube, ou assistindo streams sobre um determinado jogo, criam um hype estúpido e depois jogam por 200 – 300 horas daquele jogo, muitas vezes comprando itens cosméticos por valores absurdos isso quando não se frustram e vão dar hate na internet, assim fazendo propaganda grátis! (More Stonks!).

Esse cenário favorece o lucro da indústria de games, já que as maiores preocupações desses novos gamers é gráfica, seja em qualidade ou efeitos visuais bonitinhos, se exibir em uma comunidade online onde ninguém se conhece/se importa e uma guerra inútil de consoles/ exclusivos.

Se você é um gamer das antigas como eu, deve estar meio triste pela “morte” do Coop local pois isso marca mais um avanço dos executivos engravatados e velhos que só querem saber de lucro por cima do nosso mundo de jogos virtuais cof cof EA cof cof.

O que salva demais, são jogos independentes, que ainda trazem experiências agradáveis e muitas vezes desafiadoras, como por exemplo Overcooked e o recente Cat Quest 2. Também temos a Nintendo, que apesar dos preços elevadíssimos em relação ao resto, até pro primeiro mundo, trás ainda várias experiências em coop, o switch mesmo tem alguns games em que cada Joycon vira um controle pra se jogar em coop.

Bom é isso ai, para formar essa opinião vaguei pelos confins da internet…….ta muito pelo Redit, 9gag até um pouco em twitter e facebook (tomei banho depois desses ultimo dois, aquele de descontaminação) e alguns foruns perdidos por ai, mas eai? concordo totalmente? discorda totalmente? concordar discordando? discorda concorda que discorda concordância? algo assim? srsrsrrsrs deixa ai nos comentários, bora debater que é assim que opiniões melhores se formam.

59
  • Micro picture
    leopoldino · about 1 month ago · 6 pontos

    Tela dividida é a melhor forma de multiplayer, você está à um braço de distância caso queira tirar alguma satisfação com o adversário.

    1 reply
  • Micro picture
    vante · about 1 month ago · 5 pontos

    Tela dividida >>>>>>>>>>>>>>>>> Online
    A graça de jogar no multiplayer é poder se divertir com seus amigos, eu cresci jogando 007 Goldeneye, Star Wars Battlefront 2, Mortal Kombat Shaolin Monks, Halo 2 e eu nunca tive interesse em jogar nenhum deles online porque a graça fora do Single Player é zuar com os parça.

    5 replies
  • Micro picture
    tassio · about 1 month ago · 3 pontos

    ToeJam & Earl Back to the Groove (o jogo clássico do Mega Drive, refeito pra PC) É para até 4 jogadores na mesma tela, com tela dividida.

    1 reply
  • Micro picture
    hyuga · about 1 month ago · 3 pontos

    Primeiro, ótimo texto e coincidência também trabalho como arte finalista/ arte gráfica

    voltando ao texto, desde aquela época eu escutava amigos que odiavam splitscreen pois perder metade da tela era ruim e era fácil trapacear olhando na tela do outro pra saber posição e esse tipo de coisa, mas é fato que no final sempre tirávamos um x1

    futebol é um game que só tem graça jogar x1, quem ai nunca marcou gol no amigo e ficou falando "confira comigo no replay" só pra deixar o cara puto da vida? esse tipo de coisa perde totalmente a graça no online

    3 replies
  • Micro picture
    kalini · about 1 month ago · 3 pontos

    Que bom que tenha levado sua esposa pro lado gamer da força.

    5 replies
  • Micro picture
    rax · about 1 month ago · 3 pontos

    Eu ainda sou afavor de Tela dividida e do multiplayer local até hoje.O multiplayer online uniu muita gente mas ao mesmo tempo distanciou do multiplayer local (infelizmente pois é bem divertido multiplayer local.)

    7 replies
  • Micro picture
    dlima · about 1 month ago · 3 pontos

    concordo com vc que isso é uma caraterista da nossa modernidade líquida e foi bacana vc citar as razões(desculpas famosas), mas eu me nego a acreditar que esse perfil dos jogadores ocorra por vontade própria eu não tenho como contra argumentar, mas não entendo como pessoas possam sacrificar sua liberdade para ter suas próprias experiencias e optarem por seguirem visões de terceiros. enfim meu momento rorschach foi feito, e nem posso apontar erros no momento q vi 9gag como fonte bibliográfica. Seu artigo só tem verdades incontestáveis!
    https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcRFaeBQ8KvN7PmljGoLRDYUL6lxuMGnJubZScJq1a4uRUe62Ycx&usqp=CAU

    9 replies
  • Micro picture
    artigos · about 1 month ago · 3 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    davidchagas123 · about 1 month ago · 3 pontos

    jogar com amigos ou namorada ao lado, n tem preço

    3 replies
  • Micro picture
    kalini · about 1 month ago · 2 pontos

    Não curto tela dividida, uma das razões pelas quais evito jogo de corrida eFPS e privilegio luta e football, justamente por esses terem multiplayer de uma tela só,

    3 replies
  • Micro picture
    pauloaquino · 28 days ago · 2 pontos

    O offline nunca vai morrer!

    1 reply
  • Micro picture
    kaeldreset · 28 days ago · 1 ponto

    Não reclama do capitalismo que só nele vc tem jogos bacanas. Quando sair um videogame da união sovietica financiado pelo estado vc me avisa.

    1 reply
  • Micro picture
    kess · 4 days ago · 1 ponto

    Para quem prefere jogar com outras pessoas, seja cooperativa ou competitivamente, o split screen estar em crescente desuso não chega a ser um problema. Certamente é uma consequência do capitalismo e do desenvolvimento natural dos jogos, com o online estável mais possível com o avanço da tecnologia. Só que pelo outro lado, e aquela pessoa que não cresceu jogando com outros, por que não os tinha por perto? A distância não existente no online é de grande valia para esses solitários, que por várias razões, não tinham com quem dividir sua experiência. Ou quem sabe hoje não tem mais com quem a dividir.

Keep reading → Collapse ←
Loading...