2019-11-20 10:18:03 -0200 2019-11-20 10:18:03 -0200
historia_dos_games Bruno Tavares de Carvalho Featured

Os processos judiciais da Nintendo

Single 3758373 featured image

A chegada da Nintendo em território americano chamou a atenção da Universal com seu grande sucesso dos Arcades, Donkey Kong. A Universal alegava que o jogo violava os direitos intelectuais de seu filme, King Kong e processou a Nintendo em 1982, além de outras empresas que vendiam produtos com uso do gorila do Arcade. Enquanto algumas empresas sediam a pressão da Universal e pagaram uma taxa para não serem processada pela gigante dos cinemas, a Nintendo resolveu lutar. O advogado da Nintendo, Howard Lincoln, contratou John Kirby e no tribunal eles provaram que a Universal não tinha direito sobre a marca King Kong, pois ela já estava em domínio público e que a mesma já tinha perdido um processo anterior contra a RKO alegando os mesmos falsos direitos sobre a marca.

 O tribunal deu causa ganha para a Nintendo e ainda castigou a Universal por tentar usar mais uma vez King Kong para ganhar vantagem, mesmo sabendo que não tinha os direitos e ainda por extrair contratos de licenças contra empresas menos capazes. Em 1984, a Universal recorreu, alegando que os jogadores podiam confundir o gorila da Nintendo com a produção cinematográfica. Novamente, o tribunal deu a causa para a Nintendo ao declarar que ambas as propriedades não tinham nada em comum e que Donkey Kong podia no máximo ser visto como uma paródia do gorila dos cinemas. Com a vitória da Nintendo nos casos, ela se viu confiante de entrar no mercado americano com o NES e brigar no tribunal para quem violasse seus termos a respeito do novo videogame.

 O chip 10NES da Nintendo permitia que somente os cartuchos produzidos por ela podiam ser lidos pelo videogame, mas em 1987, a Atari conseguiu fabricar um chip que burlava essa comunicação por meio de engenharia reversa. Cartuchos com o chip Rabbit foram produzidos e a Nintendo logo processou a Atari por violação de direitos. A Atari se voltou, alegando que a Nintendo estava abusando dos direitos e criando um monopólio nos videogames. O tribunal iria dar a causa ganha para a Atari, uma vez que o uso da engenharia reversa não figura como violação de direitos autorais, porém, a Nintendo conseguiu provar que a Atari obteve acesso aos códigos do 10NES de forma ilegal, finalizando o processo só em 1992.

 Em 1990, a Lewis Galoob criou o Game Genie, um periférico capaz de alterar o código de um cartucho em tempo de execução para inserir trapaças nos jogos. A Nintendo entrou com a ação no mesmo ano, alegando quebra de direitos autorais. O tribunal foi decidido em 1991 a favor da Galoob, alegando que a inserção de códigos nos jogos era como pular páginas de um livro ou avançar capítulos de um filme. Uma vez que a pessoa comprasse o cartucho, poderia fazer o que bem entender para expandir o produto e criar novas variações do mesmo. A Nintendo recorreu, mas perdeu novamente, tendo que pagar o valor de 15 milhões a Galoob referente ao período que o Game Genie estava proibido de ser vendido durante o andamento do processo.

@andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

52
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 23 days ago · 2 pontos

    Kkkkk...mano, que história.
    Eu não sabia dessa treta com o KING KONG...tampouco que NINTENDO ganhou a causa 2x...(^^)(^^)(^^)
    😂😂😂😂

    1 reply
  • Micro picture
    thecriticgames · 23 days ago · 2 pontos

    Essa do King Kong é epica, e ja ouvi falar que é até hoje citada na própria area jurídica dela como casos historicamente e culturalmente relevante e notáveis.

    1 reply
  • Micro picture
    darth_gama · 23 days ago · 2 pontos

    Os famosos cartuchos da TENGEN deram muita dor de cabeça para a Nintendo, mas foi merecido, devido à política de produção dos jogos para o NES.

    1 reply
  • Micro picture
    artigos · 22 days ago · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    porlock · 21 days ago · 2 pontos

    carai.. q processaiada... kkkkkkkk
    feliz pela persona ter voltado!

    1 reply
  • Micro picture
    kess · 20 days ago · 2 pontos

    Onde a galera consegue fazer dinheiro, vai sempre para os tribunais tentar se manter sendo os únicos a fazer isso...

    1 reply
  • Micro picture
    darlanfagundes · 11 days ago · 2 pontos

    Todo castigo pra Nintendo é pouco!

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...