2015-09-16 01:25:10 -0300 2015-09-16 01:25:10 -0300
papm22 Galard Malvic

O guia do gamer pobre - parte 1

Single 3157987 featured image

Salve, salve meus amigos. Estou retornando aqui com mais um artigo informativo e útil após o sucesso do último, sobre jogos crossgen, também sobre poupar grana, onde falarei como ser um gamer sobrevivente em épocas de vacas magras.

Para início de conversa, este artigo será bem menos opinativo e mais sugestivo. Explicando melhor, a minha opinião aqui encontra-se em segundo plano, uma vez que nesta primeira parte falarei sobre escolha de plataformas. O que também não quer dizer que também não darei o meu pitaco no final.

Serão discutidos aspectos relevantes como os consoles disponíveis no mercado, que aparelho combina melhor com o jogador, estratégias de economia, custo-benefício dos aparelhos, dos jogos, etc.

Na parte 1, focarei apenas nos aspectos gerais que devem ser observados, independente dos jogos ou console que preferir comprar. 

Como escolher um console?

O mais econômico. Parece simples, não? Mas como saber qual console é o mais econômico para cada pessoa? Será que não vale a pena um PC mediano? Antes de mais nada, devo informar que esta última pergunta não será respondida aqui, uma vez que o artigo será direcionado aos consoles e não ao PC. Isso se deve pelo simples fato do custo de se montar um pc mediano está beirando os R$ 2.000,00. Com essa grana, pode-se comprar logo um console da 8ª geração, não? E o orçamento de um pc gamer depende muito até do tipo de jogo que se joga nele. Por isso o pc está excluído deste artigo. 

Retomando a pergunta anterior, qualquer console que não seja de 8ª geração será relativamente econômico, seja por ter jogos mais em conta ou pelo próprio preço do aparelho. Resta saber qual que vai se adequar mais ao usuário, qual que terá o melhor custo benefício e até mesmo qual possui a biblioteca de jogos que se encaixa com o dono.

Novo ou usado?

Aqui é a hora em que não se pode dar mole. Dê preferência aos aparelhos novos e com garantia da loja. Se puder ser lacrado, melhor ainda.  O mesmo vale para os periféricos (controles e headset, sempre da marca da produtora do console, nunca os parelelos). Insisto nisto pois a sua vida útil como gamer está toda ligada diretamente ao seu console e um usado, significa que a sua vida útil está reduzida. Fora o fato de não saber as condições do aparelho, por mais que pareça 0km. Claro que existem bons consoles usados à venda, com boa conservação e pouco tempo da sua vida útil gasta. Mas se estiver sem grana e coragem, arrisque. Eu mesmo fiz isso e comprei meu 1º ps3 por R$ 580,00 com dois controles, headset e 16 jogos. Confesso que atualmente só tenho os jogos já que revendi o resto (que não estava nas melhores condições quando adquiri) para comprar um super slim novo. Mas dei o meu jeito para jogar o GTA V no dia do lançamento.  Basta procurar com calma nos grupos do facebook, fóruns, sites de promoção como o boadica.com, mercado livre, olx e até fofoca do seu vizinho.  

Bloqueado ou Desbloqueado?

Eu não gosto de incentivar a pirataria, até mesmo porque tenho amigos que são desenvolvedores de games, por isso, prefira um console bloqueado. Ok, mas e os jogos? Não são caros? Até que não, mas vou explicar no próximo tópico isto. Por hora, vou me conter a enumerar alguns problemas que são comuns em aparelhos desbloqueados:

-problemas no leitor por uso de discos mal gravados;

-problemas na atualização do Firmware do console;

-problemas nas atualizações dos jogos;

-vírus no HD por jogos baixados em sites duvidosos;

-banimento do seu perfil na rede online do console;

Claro, eu estou sendo o mais pessimista possível neste sentido já que existem desbloqueios muito bons por ai. Serve no caso de querer jogar todos os jogos disponíveis na biblioteca do console ou testar algum lançamento. Mas é por sua conta e risco.

Jogos novos ou usados?

Agora sim, sem dúvidas, prefira os usados e em mídia física. Garimpando novamente nos grupos do facebook, mercado livre, etc.  da para encontrar um jogo por R$ 25,00 que na loja está R$ 100,00 só por ser lacrado. Os mais valiosos por R$ 50,00, R$ 70,00. Mais que isso já considero um roubo. Sempre peça fotos do produto ao vendedor, da caixa, da mídia, verifique a qualificação do vendedor, se for mercado livre prefira mercado pago, e nunca deposite na conta da pessoa esperando a boa vontade dela em te enviar o jogo.

Existem também os jogos comprados via download. Particularmente, eu não gosto pelo simples fato de estarem atrelados a uma conta fantasma, e uma vez que desinstale o jogo, terá que comprar novamente já que duvido que o vendedor vá te enviar novamente o código para download de graça. Fora o risco da empresa caçar a sua conta fantasma. Sendo lenda ou não, melhor não arriscar.

Evite os lançamentos!

São caros, não valem o preço, ainda mais com o aumento nos preços dos jogos de R$ 199,00 para até R$ 250,00!! Tem muito jogo bom antigo por ai e com ótimo custo-benefício. Ok, mas como medir isso? E como saber se um jogo é bom ou não? Vou explicar isso na parte 3 deste artigo. Por hora, apenas aconselho a buscar análises confiáveis, opiniões em fóruns e assistir a gameplays.

Faça um orçamento!

Isso é IMPORTANTÍSSIMO. Não adianta nada gastar uma grana num console e não ter cacife para bancar os jogos. Ou então comprar um console usado, investir todo o resto em games e o aparelho quebrar e não ter grana para concertar. Ou quem saber ficar sem  controle por que quebrou e não pode jogar. O segredo é saber aonde comprar, seja novo ou usado. Alem disso, planejar quanto poderá ser gasto em videogame por mês, tendo em vista os parcelamentos ou mesmo se irá aguardar economizando uma grana mensal enquanto espera a crise abaixar ...

Promoções!

Sites como submarino, bigboygames, shopb, americanas, costumam fazer promoções sazonais. Fique de olho sempre! A dica é ter um email cadastrado nessas lojas que eles te enviam as ofertas.  

OBS: aproveite e também fique de olho no http://www.reclameaqui.com.br/ também para não ser enganado.

Por enquanto é só isso.  Obrigado e abraços. Em breve postarei as continuações:

parte 2 - consoles

parte 3 -  jogos

(artigo sujeito a alterações futuras)

Grand Theft Auto V

Platform: Playstation 3
6843 Players
723 Check-ins

44
  • Micro picture
    venomsnake · over 4 years ago · 4 pontos

    Bela postagem, geralmente quando falo que jogos originais compensam e que hoje em dia com certa ''sabedoria'' da pra ter uma biblioteca de jogos interessantes, seja garimpando ou comprando em promoções, sou taxado de ''riquinho''. Até entendo que muita gente opta pelo desbloqueio devido a situação financeira ( o que acaba resultando em um debate complicado, e também acho um ato desleal julgar alguém em tais situações) mas também afirmar que todo jogo custa ''199,90'' é falta de conhecimento, realmente dá sim pra ter um console bloqueado com uma biblioteca bacana de jogos, é claro sabendo onde comprar e quando comprar, e sabendo se pode gastar.

    2 replies
  • Micro picture
    marviiu · over 4 years ago · 4 pontos

    Praticamente todos os meus consoles eu comprei usados e até hoje no tive problemas. Deu para economizar bem comprando assim.

    7 replies
  • Micro picture
    matt_snow · over 4 years ago · 3 pontos

    Quando fui migrar do ps2 para o ps3 achei que teria pouquíssimos jogos pelo preço, mas encontro amigos vendendo os jogos usados baratos, promoções em sites, Sales na psn fora os jogos emprestado, resultado que tenho tanto jogo original como tinha pirata no ps2 só com essas pequenas econômias

    1 reply
  • Micro picture
    riki_samejima · over 4 years ago · 3 pontos

    @venonsnake Orra, meu! Deu a impressão que vc hackeou um papo q eu tava tendo com um amigo aqui kkkkkkk
    Olha... seguinte... copiando o que eu disse pra ele... o camarada gasta quase R$400 ou R$500 num tênis, mas chia pra pagar uns R$100 ou menos num game, como se fosse tão caro assim pra produzir aquilo q ele usa que, no fundo no fundo, só tá pagando a marca... uma marca que tem mão de obra brasileira ainda :P Qualquer pessoa com uma inteligência ligeiramente maior que uma alcachofra deveria saber que o custo de desenvolvimento de um game é muito mais caro do que desenvolver um tênis(um tênis, não é nem a linha). Mas mesmo assim, esse valor não é passado pro consumidor final. Eu incluo tudo, desde a parte de criação até o marketing. Se o tênis ainda é especial, tipo aquelas sapatilhas de corrida, ou seja, pra uso profissional, mas tênis de passeio, cara... Bom, enfim...

    É engraçado, tem um conflito nas cabeça das pessoas, é como se fosse assim: isso é importante, então eu posso pagar esse valor; já esse outro, não é, então eu posso pegar um piratão q tá de boa. Geralmente, tudo q mostra ostentação, como carro, roupas, calçados, baladinhas de mais R$100 no final de semana, as pessoas não reclamam de pagar. Pagam de olhos fechados, mas quando é um livro, um DVD/Blu-ray ou um game, chiam, como se o homem vivesse sem distração e cultura. Vamos parar de fazer livros, músicas, filmes, peças de teatro e games. Não é importante? Não vale o seu dinheiro? Vamos acabar com tudo então, vamos viver só pra subsistência, trabalhar, dormir e comer. Legal, né?

    Se essas coisas existem, é pq alguém está pagando por elas, alguém(muitos!) está pagando pelos que não pagam.

    E vou falar... a realidade pra compra de games hoje tá muuuito melhor do que foi no passado. Lembro muito bem da disparidade do salário mínimo estar abaixo dos R$150 e os games de N64 custarem entre R$129 a R$159 e os de Psone custarem R$89,00. Alguém aí se lembra das propagandas da Direct shopping nas revistas? É como se os games hoje em dia estivessem na casa dos R$600 a R$800, atualizando a situação. Já pensou que delícia?

    E essa coisa de situação financeira não cola muito não. Pelo menos pra mim, não.
    Eu trabalhava com o meu padrasto na área de construção civil. Um dia fui fazer um trampo na casa de um ricão, com 3 carros(um pra cada membro da família). Filhotona estudante da Unicamp, mãe professora de faculdade, pai engenheiro, apartamento e casas de aluguel. E não é que tinha só DVD pirata na prateleira da sala? Manjam aqueles bem vagabundos de camelozão, que só vem um plástico e um papel impresso com impressora de jato de tinta graduado pra sair o menos tinta possível? Era um desses.

    Então, o que eu posso dizer, é que a mentalidade fala mais alto que o bolso, simples assim.

    E como diz aí no texto, pq diabos comprar os games no lançamento? Espera cair o preço, caramba. É criancinha por acaso, não sabe esperar? Não viram uma galerinha aí que compraram o Metal Gear Rising por R$14 ou R$16? Se outras pessoas não valorizam o seu dinheiro, valorize o seu... e tenha gratidão pelos desenvolvedores das séries que vc ama! Compre!

    4 replies
  • Micro picture
    riki_samejima · over 4 years ago · 2 pontos

    "...montar um pc mediano está beirando os R$ 2.000,00. Com essa grana, pode-se comprar logo um console da 8ª geração, não?". Quase me aplicaram um "another dimesion" por eu ter dito isso aqui uns tempos atrás kkkkkkkk

    3 replies
  • Micro picture
    bakujirou · over 4 years ago · 2 pontos

    deve ser por estes e outros motivos que deixo de alimentar o sonho de ter um wiiU e penso se ainda tenho como investir num new3ds ou nao neste ano,

Keep reading → Collapse ←
Loading...