osreverocitirco

cte,tekcoP oeG oeN ,naWsrednoW ,yoBlautriV omoc ,avla on sodartsadac oãtse oãn euq selosnoc ed rala

You aren't following osreverocitirco.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • thecriticgames Matheus Pontes
    2020-08-11 21:03:20 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Top 10 dos meus 500 jogos! (ou dos 100 ultimos)

    Cheguei recentemente a marca dos 500 jogos criticados e embora eu va tirar uns 2 meses de férias das criticas e do video game eu tenho ainda minhas duas comemorações a se fazer aqui no Alva pra celebrar a marca e uma delas é este post citando os 10 melhores jogos que experimentei dentre os 100 últimos, algo também pra fazer com as próximas levas de 100 jogos. 

    Ainda não sera um TOP 10 geral (isso vai ter sua chance ainda) mas trato de eliminar de antemão jogos como Devil May Cry 3 e Super Mario Bros 3, eles estariam aqui mas joguei e zerei eles A ANOS, antes mesmo de entrar no Alva e eles estariam roubando posições de peso aqui, então vamos a elas.

    10 - Battletoads/Doubledragon: The Ultimate Team

    (sem img por limite de post do Alva)

    Nota: 9.3

    Crítica: aqui.

    O fim da era de co-ops no NES foi embalado por Battletoads & Double Dragon que foi também um dos melhores co-ops que encarei no console fechando com chave de ouro minha lista de experiencias co-ops da geração 8-bits (joguei o que havia de melhor com respeito a co-ops desses consoles).

    9 -  Blasphemous

    Nota: 9.3

    Crítica: aqui.

    Aqui temos um caso curioso já que ele só foi se tornar um jogo a essa altura depois da DLC recente e da leva de updates e correções que melhoraram a experiencia, e é uma experiencia muito foda como um metroidvania soulslike criativo tanto na sua direção de arte como em suas inspirações para trama e mundo.

    8 - Transistor

    Nota: 9.3

    Crítica: aqui.

    Tenho que encher de méritos esse daqui, não apenas ele me surpreendeu pelo seu criativo sistema de combate com suas combinações incontáveis de poderes e técnicas como também pela sua trama, nós homens não somos animais tão românticos como as mulheres por isso tenho que tirar o chapéu para todo o produto que me compra com seu romance como esse jogo.

    7 - Celeste

    Nota: 9.5

    Crítica: aqui.

    Primeiramente posso usar Celeste como um exemplo pratico do que ja afirmei e que tem gente que discorda, que gosto e visão critica não andam de mãos dadas e definitivamente não são a mesma coisa, pois não gostei de Celeste e cá esta ele.  Foi um jogo justamente encarado no que foi o pior período da minha vida, e como altos e baixos ele foi parte da experiencia e sera lembrado.

    6 - Magic of Scheherazade

    Nota: 9.5

    Crítica: aqui.

    Uma grata surpresa da minha lista de jogos desconhecidos do NES a serem jogados, o Zelda + Final Fantasy + Arabia rende um dos jogos mais inusitados que joguei e que definitivamente não esperava ser tão bom, tenho certeza que foi a temática mais fora do padrão que afastou jogadores e impediu o jogo de ser mais famoso.

    5 - Sonic 2 The Hedgehog

    Nota: 9.5

    Crítica: aqui.

    O bom de se aventurar sem preconceitos no lado Sega dos games é se entreter e descobrir um novo mundo de títulos 8 e 16 bits, é quase como se você pudesse reviver os tempos de NES e SNES mas só com jogos novos, e Sonic esta sendo um personagem legal de se encarar com compromisso de ser zerado, tanto neste jogo como nos demais dele.

    4 - Phantasy Star

    Nota: 9.5

    Crítica: aqui.

    Não vou mentir, meu pensamento principal por boa parte desse jogo é, que porra de jogo bonito e ele é mesmo praticamente um jogo de 16-bits rodando liso num console 8 bits. Mas é um puta de um jRPG sólido e completasso pra quem curte o gênero, os combates são ótimos, os personagens para a época são legais, a história também, no máximo ele vai passar a sensação de repetitivo com suas dungeons que tavam ali pra mostrar poderio de processamento.

    3 - Resident Evil 2 Remake

    Nota: 9.5

    Crítica: aqui.

    Que jogo meus amigos, que jogo lindo, sinistro, gostoso de se jogar, gostoso de se rejogar, de se liberar secrets, de se atirar, de matar inimigos e chefes, de encarar o sinistro Mr. X ou o bizarro G, uma surpresa ótima da Capcom. Como amei esse jogo em todos os seus acertos, gosto dele demais, gosto inclusive BEM MAIS que o RE 2 de PS1 que eu não quero mais ver nessa vida de tanto que zerei ele kkk, e é uma aula de como se fazer um remake..que ironicamente devia ser revisada pela Capcom.

    2 - Final Fantasy IX

    Nota: 9.8

    Critica: aqui

    Um dos marcos de minha infância e adolescência e isso porque eu nem joguei ele nestes períodos eu apenas O ASSISTI ser zerado pelo meu irmão, mas com o lançamento da versão de PS4 eu tive que joga-lo pelo simples fato que eu temia sei lah, morrer amanhã e pensar nos meus últimos segundos de vida que eu me privei por planejamento excessivo de jogar um dos jogos que eu mais queria jogar. O gameplay, o cast de personagens, o mundo e todo o tom da aventura que mais tem cara de Final Fantasy pra mim e que melhor define o que a saga era em seus anos dourados.

    ANTES DE PROSSEGUIRMOS PRO 1° COLOCADO

    MENÇÃO DESONROSA: Resident Evil 3 Remake 

    Nota: 7.3

    Crítica: aqui.

    O titulo é meramente referencial, ele não é um remake de RE 3 e me recuso a chama-lo disso, a postura da Capcom com este jogo unicamente me beira o trauma e pra mim é a empresa que oficialmente mais odeio atualmente (foda-se desleixo da Konami com Silent Hill, foda-se bom tratamento previamente dado a Mega Man, RE2 Remake e DMC 5, foda-se EA, Capcom pra mim é bem pior) e é um jogo que quanto mais jogo e penso a respeito PIOR FICA não é a toa a nota gradativamente baixou do 8.8 pra esse 7.3 por que a cada replay eu via como o jogo era pior. E me perturba a alma ver que a galera esta convivendo com isso, porque eu não consigo e me tira o sono saber que não terei um remake de RE 3.


    1 - Shovel Knight

    Nota: 10

    Crítica: aqui.

    O que eu posso falar desse jogo, O QUE DIZER DESSE JOGO, caramba ele é de longe o 10 mais inesperado que dei a um jogo, a compra mais inesperada minha (comprei porque sabia do co-op e necessitava de um co-op pro fim de semana pra jogar com um amigo) e de quebra trouxe o inesperado mérito de virar meu jogo favorito conquistando meu coração tanto em diversão quanto em emoção com seu gameplay, seus personagens sejam heróis ou vilões super carismáticos alem do obvio gameplay divertidíssimo, sem contar as peripécias gráficas sonoras e o melhor tratamento com DLCs que já vi num jogo, isso de uma produtora independente, feito com amor e recebido com amor aqui.

     MENÇÕES HONROSAS:

    Gunstar Heroes (Mega Drive): Empatou em nota com o Battletoads/Doubledragon mas preferi dar voz aos sapos e dragões.

    Ghost of Tsuchima (PS4): Estudei cultura japonesa só pra jogar esse jogo, podia ser melhor em alguns aspectos mas na minha conta tenho 0 arrependimentos do meu tempo gasto com ele.

    Bioshock 2 (PS3): Meu Bioshock favorito, gameplay divertido e uma trama emocionante.

    Master of Darkness (Master System): Um desses jogos que honra e até supera a fama dele, sendo o Castlevania da Sega nos 8-bits.

    Resident Evil 2 Remake

    Platform: Playstation 4
    467 Players
    191 Check-ins

    33
    • Micro picture
      seufi · 1 day ago · 2 pontos

      Vivi e sua necessidade de pertencer e dar sentido a sua existência é realmente marcante!

      1 reply
    • Micro picture
      katsuragi · about 23 hours ago · 2 pontos

      Só jogão!

      1 reply
    • Micro picture
      santz · about 17 hours ago · 2 pontos

      Caraca, gostei demais do Phantasy Star ter entrado na sua lista e não apenas, de estar em 4º lugar. É um jogo realmente top demais. É só jogar um um mapinha do lado que tá tudo certo.

      1 reply
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2020-08-10 00:00:42 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Crítica N° 500!!!!

    Eu disse que a crítica N° 500 ia ser de um jogo importante.

    Enfim, 500 críticas escritas, cheguei a meu nova meta e logo continuarei dando segmento a ela, mas estarei um pouco longe dos games e das criticas não pelo próximo mês, mas sim pelos próximos 2 meses por um simples motivo, estou escrevendo um segundo livro enquanto o meu primeiro não lança para concorrer ao concurso da Editora Darkside (por isso minhas pesquisas com suas opiniões sobre Silent Hill e Dark Souls, minha história tem inspirações em níveis variados nestes jogos e mundos), em breve nos falamos mais.

    O pináculo da geração 8-bits.

    Review by: @thecriticgames

    O que torna uma sequencia memorável ou marcante alem da obvia superação do original? Penso logo de cara que é a quebra de expec...

    Keep Reading →
    32
    • Micro picture
      volstag · 3 days ago · 2 pontos

      O Mundo dos jogos pode-se dizer que é antes e depois de Super Mario Bros 3, excelente demais a sua crítica!!
      Ahh, e parabéns pelo lance dos livros, mantenha a gente atualizado pelo menos.

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 3 days ago · 2 pontos

      O jogo que elevou o patamar dos jogos de plataforma para um nível quase inatingível por anos. O presente da princesa ao final de cada mundo era sempre uma das maiores expectativas que tinha na época.

      1 reply
    • Micro picture
      vante · 3 days ago · 2 pontos

      Esse faz um tempinho que eu jogo, mas é muito bom! Acho que tá no meu TOP 10 de jogos do Snes, embora o Super Mario World tenda a se sobressair.

      1 reply
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2020-07-29 18:05:18 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Pesquisa SIlent Hill.

    Ola pessoas, novamente faço a vocês outra pesquisa, esta nos moldes da primeira sobre Dark Souls sendo simples e direta, o que Silent Hil e seus monstros e seres causam a vocês? Em outras palavras o que este mundo, seus seres e atmosfera fazem vocês sentirem?

    Podem envolver qualquer jogo da série em suas interpretações e respostas e obrigado de ante-mão há quem deu suas ótimas respostas na primeira pesquisa sobre Dark Souls e o mesmo há quem participar desta.

    Silent Hill

    Platform: Playstation
    6588 Players
    155 Check-ins

    26
    • Micro picture
      mateusfv · 14 days ago · 3 pontos

      Os únicos monstros que passam alguma coisa pra mim são os do 2, por eles terem a ligação com o James e ser bem fácil de entender oque cada um representa na psique dele.

      O primeiro acho meio meh aquele esquema de todos os monstros serem baseados na psique da Alessa, apesar de gerar umas parada bem demoníaca que acho massa, mas como ela é uma personagem que n ligo muito pra mim n faz diferença.

      A mesma coisa do 3 pra frente kk, o único que realmente acho que ficou perfeito essa questão dos monstros foi o 2, até gosto do designs do resto da série, mas o jeito que foi feito no 2 e como eles complementam a história é oque faz eu gostar tanto deles :v

      Sempre fico pensando quais seriam as bizarrices que minha mente criaria se eu fosse parar no lugar do James kk

    • Micro picture
      darleysantos676 · 14 days ago · 3 pontos

      Silent Hill é a franquia de games que mais amo no mundo! É o único game que me faz ficar totalmente imerso, sou sugado para dentro televisão! Essa coisa de terror psicológico me cativa bastante, e no caso de Silent Hill há um equilíbrio perfeito de fatores. Me anima muito pensar que a cidade de SH tem existência própria, após os eventos primordiais que a condenaram à eterna escuridão, sendo possível uma infinita "continuidade descontínua" de jogos com personagens que não precisam ter necessariamente ligação com o núcleo duro original da saga, pois qualquer pessoa com trevas e inferno dentro de si pode ser tragada por Silent Hill, para seu particular e bizarro purgatório. Encontre a si mesmo e sobreviva.

      2 replies
    • Micro picture
      endome · 14 days ago · 2 pontos

      Engraçado. Vou jogar Silent Hill 2 agora. Quando eu tiver algumas horinhas com ele eu volte aqui pra dizer.

      1 reply
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2020-07-26 22:02:41 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Pesquisa Dark Souls.

    Olá galera to com uma pesquisa pra quem gosta de Dark Souls e afins (Demon's e Bloodborne) e ela vem de uma unica pergunta, o que lhe atrai em Dark Souls (ou nos irmãos dele) e em seus mundos? Podem colocar a resposta longa que desejarem.

    Dark Souls

    Platform: Playstation 3
    3186 Players
    639 Check-ins

    53
    • Micro picture
      andre_hirosaki · 17 days ago · 4 pontos

      Superação de desafios, aprendizado com os erros que cometeu

    • Micro picture
      tiagotrigger · 17 days ago · 4 pontos

      O que mais me marcou no começo é a jogabilidade do combate. A cada inimigo novo é um novo desafio pois ele pode te matar facilmente se você vacilar. E não é porque os inimigos são muito difíceis, é só pelo fato de cada inimigo novo ser um mistério pra você. Sempre tem que analisar, como ele ataca, como ele defende, ele fica em grupo e, mais pra frente do jogo, ele tem algum atributo ou ataque especial.
      Geralmente essas coisas a gente só se preocupa ao lutar com chefes, mas no Dark Souls até em inimigos comuns você tem que ir com calma até pegar o jeito dele. O combate é simples e legal, tem uma boa variedade de armas e itens. E quando você morre na grande maior parte das vezes é porque você vacilou e você sabe em que vacilou.
      Além disso, o mapa e a progressão dele é bem legal, tem uma ambientação interessante e misteriosa. As músicas são muito boas e te dão uma boa imersão.

    • Micro picture
      hanzy · 17 days ago · 3 pontos

      Bom, adoro a trilogia do Dark Souls, até o que o pessoal menos gosta eu curto que é o segundo, e acho que duas coisas me fazem amar tanto essa franquia. Primeiro é a lore, eu adoro ela, passei muito tempo discutindo com meus amigos sobre e cada nova descoberta ou teoria parecia que só melhorava. Pra mim isso é muito forte no primeiro e no terceiro o jogo. E segundo o gameplay, ele funciona praticamente como um metroidvania 3D pra mim, eu já terminei uma porrada de vezes esses jogos mas não me canso jogar, toda nova partida eu penso onde eu quero ir primeiro, que itens pegar e onde investir, e sempre acabo descobrindo algo novo. Eu também gosto muito do combate, onde você tem que ler o inimigo pra agir em cima da ação dele, jogar Dark Souls com pressa nunca vai ser uma boa escolha, todo inimigo pelo menos pela primeira vez pede que você estude os movimentos dele, pq ele pode simplesmente ser um mob que explode e te matar em um ataque. Contra os chefões isso é maior ainda, você precisa de tempo pra entender ele, mas o jogo não te da esse tempo, então nas lutas você ta sempre tentando ver em que movimento ele deixa a maior brecha pra você agir, e por mais que eu concorde que o combate é role e ataque, você tem que fazer isso de uma forma minimamente aceitável.

  • 2020-06-21 20:17:55 -0300 Thumb picture

    JOGO 10# Alien vs Predator

    O jogo mais famoso do Atari Jaguar e tido também como seu melhor jogo não é outro se não este, Alien vs Predator mais um produto do crossover entre as duas franquias de filmes de terror dos anos 80 (crossover este iniciado em 1989 nos quadrinhos) que como diz o nome ficava no embate entre duas das raças alienígenas mais mortais da cultura pop, os xenomorfos também conhecidos por Aliens e os yautjas ou Predadores como conhecemos pelo seu apelido terráqueo.

    O jogo lançado em 1994, quase 1 ano depois da estréia do console era um FPS no melhor estilo Doom, mas um Doom com mais "cérebro". A trama se desenrola na Estação Espacial de Treinamento de Marines conhecida como Golgotha construída para o exercito americano pela Weyland-Yutani a mega corporação corrupta da franquia Alien. Uma embarcação misteriosa aparece a deriva enviando um sinal para Golgotha que a acolhe, somente para a embarcação se mostrar tomada por xenomorfos que invadem a estação matando e se multiplicando. Civis e funcionários são evacuados e os marines ficam para tentar enfrentar a situação e eliminar a ameaça dos xenomorfos, em meio a isso alguns poucos yautijas localizados no planeta próximo detectam a presença dos aliens na estação que estava orbitando seu planeta e estes partem para a caçada como manda a cultura tribal dos yautjas. O destaque do jogo ja fica pelo fato de não termos uma campanha só, mas três, uma para cada espécie, temos a campanha dos humanos protagonizada pelo soldado Lance J. Lewis dos marines que se encontrava encarcerado na base por desobediência após bater em um superior, com um xenomorfo e com um yautja cada um com suas próprias missões, objetivos, gameplay e finais dando uma identidade maior para cada campanha.

    Até pós-anos 2000 o jogo era considerado o melhor game tanto de Alien como de Predador, e lógico, o melhor jogo do Jaguar.

    No controle dos personagens vagamos não por fases como são em muitos FPs da época, mas em um único mapa da nave este GIGANTESCO que contam com 5 andares principais cheios de corredores, salas, itens, computadores e portas, uma sessão baseada na nave onde os xenomorfos vieram acoplada a estação Golgotha, outro baseado na nave dos yautijas que também se encontra acoplada a estação alem dos 8 dutos de ventilação com varias saidas, cada personagem ia ter seu próprio estilo de gameplay.

    A campanha dos humanos controlamos Lance que deve vagar pela estação com o objetivo de ativar a auto-destruição do lugar e escapar dali o mais rápido possível, Lance possui 4 armas ao todo Shotgun, Pulse Rifle, Lança-chamas e a Smartgun, gradativamente mais fortes e que são encontradas a medida que se procede na campanha. Lance pode usar portas, elevadores e dutos de ventilação mas necessita de key cards para acessar muitas áreas da nave (e se prepara pra penar pois são 10 key cards ao todo) alem de coletar comida e kits médicos para recuperar a vida utilizados instantaneamente. A campanha dos humanos era a mais difícil e mais longa passando das 2 horas de gameplay pra quem sabia o caminho, e era uma das mais tensas beirando a um filme de terror uma vez que o jogo é em boa parte silencioso sem musica de fundo apenas com efeitos sonoros do maquinário e das criaturas, mas os aliens se aproximavam de você sorrateiramente e volte e meia você ao adentrar uma sala topava com um alien lambendo a sua orelha com a mandíbula dando uma tensão bem grande, o panico podia ser generalizado ao se olhar os corredores de fundo escuro de onde vinham aliens ao s montes correndo em sua direção (obrigando você a se virar e correr já que os bichos necessitam de uns 3 tiros de shotgun pra morrer).

    Um monte de jogos do Atari inacreditavelmente não possuía musicas por uma limitação do console (64 bits mais furrecas esse) mas AvsP usava essa limitação a seu favor.

    A campanha do predador te colocava no controle de um determinado predador jovem trilhando o "Teste da Honra" no qual ele deveria invadir as instalações mescladas da Golgotha, nave alien e nave predador e eliminar a rainha dos Aliens. Aqui entra o sistema de honra dos predadores, o personagem assim como o humano possuia 4 armas, as famigeradas laminas de pulso, o bastão-lança, o Smart Disk que era uma arma de uso a distancia e o famoso canhão de ombro, a arma mais poderosa e a ultima a ser liberada, alem disso o predador possuia sua invisibilidade que impedia você de ser atacado por humanos mas não por aliens que ainda te viam, e usava kits médicos, diferente dos humanos que usavam os kits imediatamente o predador os coletava e carregava. O sistema de honra funcionava como um jogo de pontos, ao matar um inimigo você recebe uma quantidade de pontos, humanos rendem 5 mil pontos,  aliens 10 mil, facehuggers (os bebes aliens que grudam no seu rosto) 900 pontos, ovos de alien 300 e barris 100 pontos, inicialmente você só tem a lamina de pulso mas vai liberar as outras 3 armas com 150, 350 e 750 mil pontos respectivamente, eliminando eles com armas a distancia como o SmartDisk ou o canhão de ombro você recebe metade disso e para minar um pouco seu poder não te deixando uma maquina assassina, matando inimigos enquanto esta invisível gera os pontos de desonra subtraindo seus pontos pelo valor do inimigo, mate um humano enquanto você esta invisível e são menos 5000 pontos MESMO com armas a distancia que lhe dão 2500 por humano morto e MESMO aliens que te enxergam invisível, tornando a invisibilidade um ultimo recurso pra se salvar, é a minha campanha menos favorita, demora pouco mais de 1 hora se você sabe o caminho pra ser finalizada. Predadores podem usar elevadores mas não os dutos de ventilação.

    O predador conta ainda com 5 visões alternativas para ativar com seu visor, a termal, infravermelho, ultravioleta, eletromagnética e visão noturna.

    Já os aliens são donos da campanha mais fácil do jogo (nem por isso menos desafiante) na missão de libertar sua rainha presa na nave dos predadores. O xenomorfo drone controlado pelo jogador conta apenas com 3 armas, todas de curta distancia, sua cauda lenta e de alcance mais longo que paralisa alvos, a garra a arma mais rápida mas extremamente fraca e sua mandíbula retrátil a mais forte das armas, cada arma por ser uma arma branca não usa munição, mas usa uma barra de força que se esvai com os ataques e se enche quando os mesmos não estão sendo usados. Por lutar a curta distancia o xenomorfo é dono da vida útil mais curta dentre os personagens mesmo sendo mais resistente que humanos isso porque ele não coleta item algum de cura, ao invés disso ele trabalha com o sistema de casulos que funcionam como vidas extras, ao atacar um alvo humano com a combinação garra, cauda, garra seguidamente a mensagem "COCOON THE ENEMY", aparece, basta andar até o corpo do inimigo para exibir outra mensagem "COCOON COMPLETE" confirmando que o mesmo foi "encasulado" se tornando um casulo ou nova vida para o jogador, porem o jogador só pode ter até 3 casulos extras estes indicados no HUD do alien no canto esquerdo, e as vidas só são funcionais após o casulo evoluir para o ícone de um alien, leva um tempo, ao morrer você ira reviver assumindo o controle de um novo alien nascido do casulo. Aliens na contra-mão de predadores não usam elevadores mas podem usar dutos, lugar este ótimo para aguardar em segurança a evolução dos casulos, sua campanha é a mais curta podendo ser finalizada em 40 minutos.

    O sistema de transformar inimigos em casulos é baseado em uma cena removida do primeiro filme do Alien.

    O jogo tinha gráficos bem legais para a época, com sprites de inimigos digitalizados, e o visual dos cenários excelentes causando um tanto de desconforto e claustrofobia, alias um dos méritos do jogo é justamente o fato dele ser BEM atmosférico, principalmente a campanha dos humanos. Alem disso o jogo era muito mais voltado a estratégia e as ações de caso pensado do que o mata mata desenfreado, por exemplo, aliens no jogo possuem seu maldito sangue acido, isso faz com que os cadáveres do mesmo virem pelo restante da campanha minas de acido para comer sua vida caso você pise nelas o que te obriga a ser esperto e evitar mata-los em corredores estreitos onde você terá de passar varias vezes, porque o cadáver derretido não sumia, some isso ao fato do jogo ter 3 campanhas bem diferentes entre si no método de jogo e você pode colocar ele como o FPS de velha guarda mais original até seu tempo.

    Claro que nem tudo são flores, a começar pelo fato de que ele envelheceu terrivelmente mal tanto em seus controles rígidos como nos gráficos digitalizados que dependendo do seu grau de tolerância podem parecer uma verdadeira piada. A dificuldade do jogo também é um fator que pode afastar muita gente, para se localizar na nave e localizar seu destino e objetivo é uma extrema dor de cabeça sem um mapa pronto ou um guia pra te auxiliar, o jogo conta com recursos de mapas em radar PÉSSIMO por sinal que não da pra entender nada (sério nunca consegui me orientar por essa merda) e a campanha do predador se torna mais dificil do que o normal por um simples motivo, a caixa de impacto de sua garra a sua unica arma inicial é uma verdadeira tristeza bem mais dificil de atingir inimigos do que com o Alien.

    O jogo usava um sistema de saves que permitia até 3 saves distintos.

    Mesmo com esses pormenores o jogo era uma das melhores coisas de sua época e dependendo de sua tolerância (e da qualidade da sua emulação) um jogo também maneiro de se jogar mesmo hoje, merecia sem duvida ser lançado nas Stores digitais como a Steam a la jogo clássico antigo, uma pena porem que a mudança de licença para a Sega entre outros pormenores dificultem tal ato.

    PONTOS FORTE: Sistema de campanhas diferentes, atmosfera e gameplay estratégico.

    PONTO FRACO: Datado em muitos pontos, dificuldade de se guiar e caixa de impacto ruim do gameplay com o predador..

    NOTA FINAL: 8,5

    Alien vs. Predator

    Platform: SNES
    612 Players
    7 Check-ins

    21
    • Micro picture
      linkhack · about 2 months ago · 2 pontos

      Nossa os sprite são um jpeg bem lazaronho

      2 replies
    • Micro picture
      mateusfv · about 2 months ago · 2 pontos

      Esse seria o único jogo interessante do Atari se ele tbm n tivesse a ilustre presença do Bubsy kkk

      5 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · about 2 months ago · 2 pontos

      Ele era bem elogiado na época...

      1 reply
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2020-06-19 10:36:03 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    VOTAÇÃO DE NOVAS PLATAFORMAS NO ALVA {Favor Compartilhar}

    Com o cadastro recente das plataformas PS5 e X-BOX X estamos vendo @sikora @lairtonmendes e @msvalle sobre o possível cadastro de outras plataformas no Alva a tanto tempo desejadas por alguns  como Virtual Boy por exemplo que já vi ser pedido por ai. Para evitar um excesso de plataformas por vezes fracas ou pouco notáveis (tipo Gizmondo da Tiger) estaremos aqui fazendo uma votação para filtrar as 5 plataformas mais desejadas pela galera do Alva de serem acrescentadas aqui, ou as que você deseja caso sejam menos de 5 plataformas.

    Lembrando de certos pormenores como:

    *PC Engine já esta no Alvanista como TurboGrafx-16, a questão de qual nome a rede usar é um tópico a parte.

    *Plataformas como Apple II, ZX Spectrum, Amiga são todos compreendidos como PCs e seus jogos devem ser cadastrados na plataforma PC, da mesma forma que diferentes sistemas de arcades como CPS-1,2 e 3 mesmo tendo hardware diferente se encontram todos sob a alcunha de arcades.

    Compartilhe para esta votação chegar ao máximo de pessoas.

    (marcando o @noyluiz que evocou essa questão em outro post)

    Super Mario World

    Platform: SNES
    27002 Players
    376 Check-ins

    88
    • Micro picture
      le · about 2 months ago · 5 pontos

      Como usam aqui os nomes usados nos EUA, não faria sentido mudar pra PC Engine.

      Acho que duas que fazem muita falta são MSX e MSX2, mas separados, porque são dois sistemas bem diferentes, apesar de retrocompatíveis.

      De qualquer forma, ainda acho que, se é pra mexer na Alvanista, a prioridade não devia ser essa, mas retornar com funcionalidades muito atraentes pra rede que foram desativadas, como a sincronização/rankings. E implementar também a sincronização com o RetroAchievements. Tenho certeza de que o pessoal de lá ajudaria. E ainda seria ótimo divulgar lá. Talvez até uma parceria.

      Mas falta interesse em fazer isso aqui crescer.

      1 reply
    • Micro picture
      noyluiz · about 2 months ago · 3 pontos

      Seriam os meus
      1 NeoGeo Pocket/Color
      2 Pc-98/88
      3 Wonderswan/ Color
      4 MSX/todas as versão
      5 Sharp X68000

      1 reply
    • Micro picture
      avmnetto · about 2 months ago · 3 pontos

      NeoGeo Pocket (Color)
      Jaguar (CD)
      Virtual Boy
      WonderSwan (Color)
      MSX / MSX 2

  • 2020-06-17 14:08:19 -0300 Thumb picture

    JOGO 09# Tempest 2000

    O Atari Jaguar é um desses símbolos de fracasso no meio comercial, ou como sempre gosto de apontar é o console de 64 bits, com 32 bits que fazia jogos de 16 bits com qualidade inferior aos de 8 bits, mas isso não quer dizer que o console e seus pouco mais de 100 jogos não tenham títulos de qualidade, claro, todos ja ouvimos falar do excelente Alien vs Predator dele (que eu escreverei sobre ainda nesta semana) mas o assunto aqui sera um mais underground, sera um de seus primeiros jogos que viria também a ser vendido junto de unidades do console e talvez seu segundo jogo mais famoso depois do AvsP, Tempest 2000. Não sabe o que é Tempest? Me acompanhe.

    O Tempest original era um jogo de arcade de naves de 1981,  um tube-shooter (um jogo de navezinhas em um cenário que remetia a um túnel) e foi um dos primeiros jogos de fliperamas a varias as fases ao invés de repetir o mesmo estagio com dificuldades gradualmente maiores, Tempest 2000 é essencialmente um remake do jogo original onde novamente controlamos uma nave em um cenário "túbico" ou não.

    Tempest original acima vs Tempest 2000 abaixo.

    Basicamente o jogo te coloca em um cenário com um formato geométrico e com as ameaças, sejam elas naves inimigas os tiros das mesmas vindo em sua direção do horizonte (basicamente simulando um túnel em formatos diferentes), seu objetivo é mover a nave de um canto a outro do cenário, ou circulando pelo chão paredes e tetos atirando contra tais naves impedindo-as de se aproximar de você, caso elas cheguem perto passaram a se mover de lado, na mesma linha que você até lhe pegar (e geralmente elas viram uma em cada lado sem lhe dar a chance de ficar dando voltas no túnel) você morre basicamente se uma das naves lhe capturar ou se você for atingido pelo tiro delas, ou ainda caso você colida com os "spikers", obstáculos na forma de linhas verdes que tomam parte de um túnel, seu objetivo em cada mapa é derrotar o máximo de inimigos até uma determinada quantidade de pontos o que faz sua nave partir para o próximo túnel, infinitamente até repetir os tuneis em cores diferentes com inimigos mais rápidos.

    Alem dos tiros uma vez por mapa ou vida o jogador pode utilizar com o botão C o Superzapper, um ataque especial que detona todos os inimigos na tela, bom quando se esta cercado, mas ele demora alguns preciosos milésimos para atingir todos os inimigos portanto não o deixe para usar no exato momento de contato com o inimigo.

    Tempest 2000 basicamente melhora a velocidade, efeitos e perspectiva do original, sistema de diferentes power-ups alem de lhe dar vários modos alternativos e uma trilha sonora techno do melhor tipo possível, sério, ouça no YouTube um pouco dela. O jogo traz 4 novos inimigos e uma boa variedade de power-ups como o particle laser que da disparos mais rápidos para sua nave,  jump enabled que como diz o nome lhe da a habilidade de pular (sua chance de se evitar os inimigos mais próximos alem de explorar o impressivo efeito do pulo) ou o A.I Droid que invoca um droid cubículo que flutua atirando e eliminando alvos por conta própria embora não o siga para o próximo túnel.

    O jogo lhe permite basicamente escolher qual fase começar, podendo escolher dentre os 10 primeiros tuneis dentre os 16, mas é muito mais viável começar pelo primeiro e ir conquistando mais pontos e vidas antes da chegada dos tuneis mais difíceis, acredite em mim.

    O jogo vem a possui modos alternativos como o Tempest Traditional um port do Tempest original mas com musicas e gráficos do remake, Tempest Plus que mistura o novo e velho permitindo ser jogado solo, co-op com um amigo (compartilhando vidas e o SuperZapper) ou solo com um A.I Droid o tempo inteiro alem do Tempest Duel, um modo VS bem criativo de tela dividida onde as naves dos jogadores se encaram cada um na extremidade do seu tunel, alem dos jogadores um gerador de inimigos se encontra em mapa gerando inimigos para ambas as partes, ele é indestrutível, mas pode ser empurrado contra seu amigo ao atirar nele, sem contar o modo secreto Beastly Mode, liberado após vencer 99 fases no Tempest 2000 sendo um modo mais dificil onde seus tiros são lentos e os inimigos mais rapidos.

    Os modos de 2 jogadores são muito bem pensados e divertem bastante.

    Tempest 2000 recebeu versões para PC, Playstation e Sega Saturn, mas a versão de Atari Jaguar é de longe a mais famosa e melhor, nos outros consoles por muitas vezes o port perde qualidade e até modos de jogo. Tempest 2000 é um jogão, mas o mesmo é um tanto velho demais para a sua época em sua proposta de "desafio infinito por pontos" algo bem anos 80 principalmente quando colocado contra jogos de nave dos anos 90 como Gradius onde se tinha chefes e um final a ser conquistado.

    PONTOS FORTE: Shmup de qualidade, modos de 2 jogadores, trilha sonora techno muito foda e gameplay viciante.

    PONTO FRACO: Sua proposta e gêneros datados o tornam um jogo que não é para qualquer um.

    NOTA FINAL: 8,3

    Tempest 2000

    Platform: Sega Saturn
    4 Players

    22
    • Micro picture
      santz · about 2 months ago · 2 pontos

      Tempest é um clássico bem massa e esse 2000 é de fato conhecido como um dos melhores da biblioteca do Jaguar. A música me deixou interessante, depois vou atrás no YouTube, mas o jogo em si parece que não é grande coisa. Tem as coisas extras e tals, mas ainda mantém a proposta de busca por pontos que já era mega ultrapassada para a época, especialmente em jogos de console domésticos. Curioso para ver o que vai dizer do Alien vs. Predator, pois joguei uns 5 minutos e achei terrível.

      2 replies
    • Micro picture
      kalini · about 2 months ago · 2 pontos

      "o console de 64 bits, com 32 bits que fazia jogos de 16 bits com qualidade inferior aos de 8 bits,"

      Nunca vi descrição mais precisa e sensata, haha!

      1 reply
  • thecriticgames Matheus Pontes
    2020-06-06 13:18:08 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio "Çetúpi" Humilde

    Fui desafiado pelo xara @mateusfv neste @desafio de exibir seu local de jogatina gamer.


    REGRAS

    - Postar uma foto do seu "Çetúpi" humilde ( que basicamente consiste no seu cantinho de jogos).

    - Marcar alguns amigos a fazerem o mesmo (opcional)

    - Contar um pouco sobre o seu cantinho pra gente saber sobre ele.

    Eu me atrasei por TENTAR arrumar o meu quarto, mas adiei pra ficar estudando japonês então vai sem arrumar mesmo, bora.

    Eu ia desafiar alguns como o @hard e o @manoelnsn mas vi que ja foram desafiados, então solto meu desafio @seufi @jcelove e @le caso não tenham feito ainda.

    Esse é meu quarto gamer de seus 2 ângulos, eu nunca tive um quarto muito expressivo até retornar da Austrália e refazerem meu comodo aqui em casa. 

    Na perspectiva gamer vocês podem ver minha TV recém comprada de modo emergencial pra jogar a decepção do RE 3 Remake, meu PS3, PS4 que são meus consoles de mesa, alem do meu PSP cheio de emuladores e de uma pequena caixinha preta que é meu recalbox cheio de roms de diferentes consoles e historias, alias meu PSP esta fazendo neste mês 10 anos ainda funcionando, sendo o mais novo da leva de PSPs comprados num grupo de 6 amigos e o único ainda vivo atualmente. Tenho meu PC do lado onde escrevo criticas e cronicas estupidas da minha vida e onde geralmente se encontrara ligado tocando musicas de Senhor dos Anéis ou alguma musica que tenho curtido atualmente como Kidz in America.

    Perto da cama você geralmente vai encontrar pelúcias, incluindo um Cthulhu de trico da Anna Nester (que produz por encomenda, link no nome dela) e um kit de Rum do Kraken (não basta ler Lovecraft, tem que bebe-lo também), o Goku de espuma foi presente de aniversario do ano passado, e o ornitorrinco é o "Mapu" (amigo do Mahh em coreano) presente de duas amigas coreanas.

    Leio muita coisa, e leio MUITO e um pouco de tudo, de quadrinhos a livros, não da pra exibir minha coleção inteira de livros aqui (boa parte dela esta no meu instagram ) e leio também bastante em PDF aqui impera Lovecraft, Tolkien, Stephen King, Edgar Allan Poe, Bernard Cornwell, Eduardo Spohr entre outros, na minha conta tenho atualmente  178 livros/quadrinhos físicos, tirando revistas fininhas em quadrinhos como a minha coleção do Conan, mas incluindo aqui mangas por serem mais grossos e massantes, dos quais já li 106 e pretendo ler todos os demais até o fim de ano já que estarei fazendo faculdade de letras ano que vem, decisão que tomei após uma conversa com @seufi.

    Estante da bagunça, tomada de cadernos de estudo e anotações, alguns livros e revistas, um Sega Saturno que ainda não deixou a caixa por medo meu, kits de desenho e manga e uma porrada de remédios pois sou uma colmeia viva de doenças e bactérias insanas.

    Se encontram também no meu quarto itens de campanhas no Catarse das quais participei, tanto de livros aos quais fiz doações generosas para tornar o sonho dessas pessoas realidade quanto a de um cachorro em tratamento contra uma doença que eu apadrinhei para trata-lo. Mas passei a ficar longe do Catarse, eu tenho vontade de ajudar todo mundo e minha empatia me fode financeiramente nessas horas.

    Enfim, este é o meu cantinho não apenas de jogos, mas meu cantinho da criatividade (quadro que ganhei de presente da minha eterna crush larimv_art instagram da mesma).

    Qual o seu?

    The Sims 3

    Platform: PC
    6479 Players
    90 Check-ins

    69
    • Micro picture
      le · 2 months ago · 4 pontos

      Pô, eu tô num apartamento alugado aqui, porque mudei pra outra cidade, mas, antes de casar, quando eu morava na casa da minha mãe, eu tinha um senhor quarto:

      https://live.staticflickr.com/7295/13040171544_a78f3f4144_k.jpg
      https://live.staticflickr.com/2590/13040152134_e806a3c7c7_k.jpg

      Mas tô procurando um terreno por aqui por Itaipava agora e, assim que eu vender o meu apartamento em Niterói, vou finalmente construir uma casa aqui e trazer todas as minhas coisas.

      Aí vou reservar um quarto só pra isso (que vai servir de escritório também pra mim, já que eu trabalho em casa). Já até avisei à minha esposa isso. Hehehehehe... Tenho trocentas outras coisas que nem aparecem nessas fotos do meu quarto antigo aí, vários consoles, outros jogos, CDs, DVDs e tal. Quero ter um quarto, um sótão, sei lá, só pra isso. Comprar uma televisão antiga de tubo também pra colocar pelo menos o PS1 e o PS2 (já que nesses a pirataria é bem mais fácil e barata do que nos de cartucho, e os jogos de pistola deles precisam de TV de tubo).

      11 replies
    • Micro picture
      jcelove · 2 months ago · 2 pontos

      Bela coleçao pipoca e nanquim.hehe

      2 replies
    • Micro picture
      mateusfv · 2 months ago · 2 pontos

      Eu queria conseguir ter paciência de ler, mas por anos tentei e por anos nunca consegui kkk, como fala aquele guri no cidade de deus "eu só sei lê as figuras" kk, o meu negócio tem que ser visual senão realmente não dá :v

      Até mangá e HQ que é algo visual tenho um monte que comprei aqui e nem li ainda kkk

      Bacana o "canto gamer", eu só sempre acho estranho ver um quarto "pequeno", mas é pq o meu é literalmente metade da casa kkk

      4 replies
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2020-04-10 01:30:01 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by luchta: <p>Esse cara é um herói, sem mais!</p>

    Esse cara é um herói, sem mais!

    Resident Evil 3 Remake

    Platform: PC
    51 Players
    31 Check-ins

    19
    • Micro picture
      hyuga · 4 months ago · 2 pontos

      Pena que a frequência de vídeos dele é um por ano

    • Micro picture
      seufi · 4 months ago · 1 ponto

      Que vídeo foda... Esse é um dos caras que mais curto no youtube - e realmente uma pena que sua frequência seja tão baixa, @hyuga

      1 reply
    • Micro picture
      tecnologgamer · 4 months ago · 1 ponto

      Deu vontade de pedir os clássicos na Steam, perda de tempo de ficar pedindo remake.

      Pior que a Capcom sabe que tem fã cabaço, por isso entregaram o jogo assim. Pq tinha gente que ia comprar, é meio obvio que esse remake foi feito as pressas, basicamente terminaram o RE2 que foi planejado desde o zero ai apareceu um cara e falou "Beleza, agora peguem isso e façam o 3, vocês tem até o ano que vem".

  • sikora Rodolfo Sikora
    2020-01-13 00:45:41 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Novo canal de contribuições

    Olá pessoal!

    O @lairtonmendes corrigiu alguns bugs e conseguiu mudar o canal de contribuição da rede para o PicPay! A comissão é bem menor e a integração muito mais simples. Tivemos alguns problemas com o Moip. O apoia-se é interessante mas não dispõe de integrações sem falar que cobram 13% de comissão.

    Enfim aproveite para fazer dua doação pontual em: http://alvanista.com/profile/donations
    Se quer doar mensalmente, lembre-se do canal de assinaturas também do PicPay:  https://picpay.me/alvanista

    Outra possibilidade de ajudar a rede, vai comprar um game, compre na Amazon.com.br através do link de compra na página do jogo que uma comissão chegará para nós!

    Se a página do jogo não tiver com o botão de compra disponível, entre no grupo do whatsapp e solicite para adicionarmos!
    https://chat.whatsapp.com/BlSNm5IfznVBrMCQI3SQ0y

    Não vai comprar um jogo, mas vai comprar um livro, uma caneta, um chinelo, você também ajuda a rede comprando com nosso link genérico.

    99
    • Micro picture
      rodrigockp · 7 months ago · 3 pontos

      Ah então a rede ficou fora por arrumar os serviços de donate, entendi.

    • Micro picture
      thecriticgames · 7 months ago · 2 pontos

      Ainda farei minha doação anula pra rede, atrasei ela este ano por ter ficado sem dinheiro com a renovação da minha carta XD bom que quando os pagamentos chegarem to pra comprar umas coisas mesmo pela Amazon.

    • Micro picture
      reasel · 7 months ago · 2 pontos

      estranhei que do nada a preferência do pessoal agora é o PicPay

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...