2014-06-26 14:23:26 -0300 2014-06-26 14:23:26 -0300

Eu não consigo ser mau.

Eu fui fraco, admito. Não pelos motivos que você imaginou, mas sim por puramente alguns sorrisos. Foram os malditos desenvolvedores da Bioware que fizeram isso comigo, com aqueles risos de canto de boca, e comentando o quão foda vai ficar o novo Mass Effect no vídeo da E3, aquilo me atingiu como qualquer coisa relacionado à franquia me atinge. Fui fraco, eu sei. Sempre é assim, e foi aí que comecei uma das minhas antigas promessas de alguns muitos anos atrás. Rejogar toda a série no full renegade, com uma Shepard chuta-bundas, será que consigo?

mass_effect_cartoon_mock_up_2_by_garrenh-d5jhw11.png

Não foi a primeira vez que tentei este feito. Após o final, duvidoso, do terceiro jogo da franquia, eu havia prometido voltar imediatamente aos primeiros episódios com o intuito de relembrar o quão foda o universo de Mass Effect era, diferente do final lançado nas coxas pela EA. Eis que, aos primeiros minutos jogados, eu não consigo. É maior do que eu. Não pelo fato do Shepard, ser um simulacro das suas ações(no primeiro e segundo), mas sim pelo simples conceito de que ser renegade, é na verdade ser babaca.

Me peguei nesse questionamento à medida que continuava minha peleja por Eden Prime. Lembrei-me dos tantos outros jogos com a premissa da escolha de um lado, sendo assim tão preto no branco quanto aquele clipe do Michael Jackson. Percebi que, a culpa era da Bioware, depois de muito matutar.

masseffect2d_by_austindlight-d65meec

Foi em Star Wars: Jedi Academy que primeiro me veio a escolha, pelo que me lembro. Eu me recordo de como era bem construído, com direito a traição, plot-twist, e afins. Já em Infamous, você ia construindo sua “fama” para um dos lados da mesma moeda, sendo ele o lado bom ou o negro(literalmente, já que seu próprio poder fica obscuro). Em Mass Effect não, o Shepard renegade é, simplesmente, um babaca que gosta de dar patadas nos outros sem motivo aparente. O tipo de pessoa que anda de mau-humor para justificar seus atos, o que para mim não é uma escolha muito inteligente.

O que não entendo é como que a Bioware consegue montar uma escolha tão difícil em Bring Down the Sky(dlc), onde não necessariamente Renegade e Paragon são escolhas tão simples quanto ser “gente boa” ou “babaca”, mas parece esquecer isso em muitas vezes durante todo o resto do percurso. O que espero, do fundo do meu coração apaixonado pela série, é que eles acertem neste novo jogo como acertaram no dlc do 1, ou do 2(do Shadow Broker), de modo que a diferença entre os personagens não seja apenas o humor bipolar, ou mesmo um grau diferente de pela-saquismo.

Originalmente postado em nosso site:

http://nerddende.com.br/eu-nao-consigo/

Mass Effect Trilogy

Platform: Playstation 3
432 Players
30 Check-ins

1
Keep reading → Collapse ←
Loading...