Você não está seguindo natnitro.

Siga-a para acompanhar suas atualizações.

Seguir

  • natnitro Renata
    2019-03-21 02:09:15 -0300 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p>E lá vamos nós rumo aos 100% \o/</p><p>(Sem Spoi - Alvanista
    Devil may Cry 5

    Plataforma: PC
    58 Jogadores
    25 Check-ins

    E lá vamos nós rumo aos 100% \o/

    (Sem Spoilers)

    Hell and Hell já devidamente fechado e com isso faltam menos de 9 conquistas, incluindo completar 4 modos de jogo com S geral, que são justamente os iniciais, já que sempre gosto de ir do pior pro mais fácil pra aprender as manhas logo, além de juntar os 100 devil breakers do Nero e então esperar 1º de abril pra liberarem a dlc do Blood Palace e enfim 100% \o/\o/\o/ 

    Dante de roupa nova... :-)

    E se o DmC5 já era sensacional em quase tudo, a galera modder então conseguiu deixar o jogo ainda mais super stylish com o melhor mod já feito até agora, que faz do Dante um verdadeiro irmão gêmeo do Vergil, que ficou perfeito!!! ♥♥♥♥

    Nico com o Faust Hat de presente pro Dante...

    Dante Devil Sword com seu respectivo dono...

    Eita coisa linda esse traje dark... ♥♥♥

    Já o mais legal é que o mesmo pessoal que criou esses mods pra pc também descobriu nos arquivos do jogo que o Vergil é o quarto personagem controlável e agora faltam só uns ajustes mínimos pra ele ser perfeitamente jogável, com direito a Yamato, devil trigger e tudo mais... 

    E como a Capcom parece que resolveu segurar o Vergil, a Lady e a Trish só para vender mais com a versão SE do DmC5, pelo menos os modders de plantão não estão perdendo tempo e fazendo a felicidade geral da galera assim mesmo... \o/\o/\o/

    18
  • natnitro Renata
    2019-03-09 22:57:20 -0300 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p>#Maratona DmC concluída com sucesso! \o/</p><p>( - Alvanista
    Devil may Cry 5

    Plataforma: PC
    58 Jogadores
    25 Check-ins

    #Maratona DmC concluída com sucesso! \o/

    (SEM SPOILERS)

    It's Showtime!!! <3

    Pensem naquele jogo que mal terminamos de ver o final e já queremos jogar tudo de novo, e de novo, e de novo?! Esse é exatamente o caso do DmC5... ♥♥♥

    Assim que liberaram o jogo ontem na Steam, já fui jogar logo na maior empolgação, e não precisou nem de 15 minutos pro DmC5 mostrar a que veio e já superar todas as melhores expectativas, até mesmo de quem estava com o hype nas alturas há meses... *-*

    E depois dessa excelente impressão inicial, o medo maior era de que o jogo só empolgasse tanto assim no começo e depois fosse esfriando os ânimos com missões e inimigos repetitivos e talz... Mas a melhor surpresa ai é que o jogo não perdeu nadica de nada da empolgação inicial, muito ao contrário, já que o caldeirão do inferno ia fervendo cada vez mais e despejando capetinhas aos montes, além de uns chefes que não ficaram devendo nada pro DmC3 tanto em visual, variedade, desafio, bizarrices, etc, e isso sem falar na história, que tem um jeito todo peculiar de ser contada de trás pra frente, e que sempre deixa muita coisa no ar pra atiçar a curiosidade pra avançar mais e mais, só pra saber o que vai acontecer em seguida...

    (Urizen - O capetão-mor do inferno O_O )

    E a jogabilidade, combos e cia estão mega fluídos e tão fáceis de pegar o timing que até tomei um baita susto quando logo pipocou a conquista "Well I'll be Damned" e ai descobri que acabei fazendo o final secreto meio sem querer, que era justamente arrumar um saco de paciência pra derrotar o chefão do jogo, no primeiro encontro com ele, que no caso, era com o Nero ainda sem upgrade nenhum, logo no início, e ai veio um fim alternativo que lembrou até aquele final de 15 minutos do Far Cry 4, o que pareceu até meio bizarro pra um DmC raiz, daqueles que adoram fazer todo mundo sofrer até dizer chega... o_O

    E nessa parte ai, até deu uma impressão de que tinham nutellado o jogo, já que nem foi a pior coisa do mundo pegar essa conquista logo de cara, especialmente pra quem já é calejado em DmC e já virou rotina sobreviver nos Blood Palaces da vida, mas assim que a campanha foi avançando, ainda bem que essa impressão ruim passou e o jogo mostrou que o buraco do inferno era literalmente bem mais embaixo... (Se bem que ainda deixaram lá umas colheres de chá do DmC4, já que tem muitos chefes no jogo que podem ser derrotados só na bala mesmo, sem muito sofrimento até pra quem é noobie... :-)

    (Nero Mega Man)

    Ai a campanha foi avançando sem eu nem ver o tempo passar, começando pela parte do Nero que é muito boa, especialmente por causa da Nico, que rouba a cena do começo ao fim, e só foi uma pena que ela não é jogável, porque a missão dela é só dar suporte mesmo com equipamento, upgrades e invenções como armas, os devil breakers do Nero e até o Faust Hat do Dante, que é a coisa mais sensacional do jogo inteiro... ♥

    Depois do Nero veio o personagem mais misterioso da história que é o V, que achei bem bizarro, como até comentei com o Gustavo, já que o cara é praticamente um mago no meio de um hack n slash, e fica só à distância sumonando seus pets pra atacar os inimigos, ainda mais que ele é apenas um humano que está tão fraco que até precisa de uma bengala pra andar, o que também vira uma arma no jogo, mas o V definitivamente não é o primeiro cara que alguém chamaria pra uma luta corpo a corpo... 

    (V e seus pets de combate)

    E logo depois é que o negócio vira DmC elevado à última potência, na hora que o Dante entra em ação, e é ai que o jogo empolga pra valer com estilo, gore, zoeira, bizarrice e umas tiradas sensacionais como a icônica dança do Faust Hat, que é a melhor coisa já feita na franquia até hoje... <3

    Só é uma pena que ai o jogo já pegou a reta final tão rápido que, quando vemos, lá estamos nós cara a cara com o boss final e ai acabou -se o que era doce... 

    Mas não antes de mostrar a conclusão de uma saga que não ficou só nos jogos, mas que chegou até aos animes e unificou de vez a lore da franquia, solucionando até mesmo aquele enigma que era a ordem cronológica da história nos jogos, que agora são oficialmente DmC 3, 1, 2, 4 e 5... 

    E o DmC5 só não chegou à perfeição por causa de umas coisinhas que realmente atrapalharam ou fizeram falta, como a câmera que não é das melhores, a jogabilidade com o V que também não achei tão sensacional assim, apesar de que muita gente poderá curtir e muito o estilo diferentão dele como um mago no meio de um hack n slash, e a dublagem em inglês também não ficou nenhuma maravilha e, às vezes, tira até um pouquinho de carisma dos personagens em momentos que poderiam ser muito mais legais se tivessem um tempero dramático, zoeiro (ou ambos) ali na cena... 

    Já outra coisa que fez muita falta no jogo foi a presença da Lady e da Trish em ação, já que as duas acabaram servindo só de enfeite mesmo, como um par de vasos de decoração na história, sem nem mesmo serem jogáveis se quer no Blood Palace, como nos anteriores... 

    Mas essa parte da ausência das "crazy ladies" pode até ser de propósito mesmo, como um extra para uma possível Special Edition que pode estar nos planos da Capcom pro futuro...

    E pra encerrar o textão com um spoilerzinho bem de leve, aquela cena do "Jackpot" no inferno bem no finalzinho é um prato cheio pra uma continuação e tomara que dessa vez só não demorem mais uns 10 anos de novo para podermos ver a sequência dessa história... :-)

    E com essa maratona do DmC 1 ao 5 concluída, lá se vão 07 de 12 jogos finalizados no ano pro desafio do Nakero... \o/

    Já o problema agora vai ser arrumar outro jogo ainda melhor pra jogar e não passar o resto do ano só no DmC5, já que a vontade de fazer isso não é pouca não... xD

    #DmC5GOTY !!! \o/\o/\o/

    25
    • Micro picture
      _gustavo · 17 dias atrás · 2 pontos

      Dificil dos que eu enfrentei escolher um boss favorito até agora, achei o Cavaleiro lá com o V muito foda mas sei q vai ter mais pauleira pela frente ainda kkk

      Parabéns pelo zeramento, agora bora pro S.O.S kkkk, eu vi que o tem o DMD, o Heaven e Hell e o Hell and Hell tb, ou seja tem bastante coisa pra sofrer ainda kkkkk

      3 respostas
    • Micro picture
      zefie · 17 dias atrás · 2 pontos

      Aproveita o embalo e vai pro 100% xD

      3 respostas
    • Micro picture
      speedhunter · 17 dias atrás · 2 pontos

      Parabéns pela zerada! Fiquei triste em saber que a Trish não participa tanto do jogo :(

      1 resposta
  • natnitro Renata
    2019-03-08 22:05:24 -0300 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p>Enfim chegou o dia de fazer os capetinhas chorar - Alvanista
    Devil may Cry 5

    Plataforma: PC
    58 Jogadores
    25 Check-ins

    Enfim chegou o dia de fazer os capetinhas chorarem de novo!!! \o/

    Depois de fazer uma maratona de DmC do 1 ao 4 há uns dias atrás, foi só liberarem o 5 que nem perdi tempo e já fui logo emendando uma sessão coruja pra este fim de semana, até ver o final dessa história. \o/

    E as primeiras impressões já foram as melhores possíveis, começando pela leveza do jogo, que está tão fluído e bem otimizado no pc, que mesmo com tudo no talo, mal deu pra escutar os coolers da placa de vídeo fazendo barulho até agora e a temperatura está um frescor só, o que é quase um milagre em tempos de Anthem...

    Já a jogabilidade tá sensacional e frenética com aquele heavy metal louco rolando solto, e o jogo mal nos dá tempo de respirar porque é só sair de uma luta e dar dois passos que já arrumamos mais encrenca e, ao contrário de alguns FF que tem random battles chatas a rodo, as do DmC5 não cansam nem um pouco e ainda ajudam bastante pra ir amaciando os dedos para as boss fights que não estão pra brincadeira...

    E o DmC5 aqui só não virou o preferido da franquia e ainda não tirou o trono do 3 como melhor dmc ever, porque ficou uma sensação de que nutellaram um pouquinho o jogo, já que o Nero mata aqueles inimigos randômicos praticamente no hit-kill, mas quando chega nos chefes, que são quase todos do tamanho de um prédio, ai vira quase só combate de longa distância, mais ou menos como era no 4, que dava pra passar quase todos os chefes só na bala mesmo... 

    E ai quando o Dante chega no pedaço é que os capetinhas choram pra valer, porque ele está até apelão de tão overpowered e mega estiloso, e, pra quem não ligar pra spoilers leves, eis ai a parte mais sensacional do Dante (e do jogo inteiro), que é a mais perfeita definição do hue puro que é o DmC5... xD

    Até agora o dmc5 superou todas as boas expectativas aqui e só teve uma coisinha ou outra que não agradou tanto assim, e uma delas foi o V como personagem jogável, que até me lembrou aqueles magos chatos de dark souls, que ficam atacando de longe e, no caso dele, também com animais/demônios mágicos, já que fisicamente o cara tá um fracote, o que tem até uma explicação ai, que é um dos plots mais importantes da história... 

    Já outra coisinha que incomodou foi como a Lady ficou meio estranha no jogo e nem parece a mesma badass do DmC3, enquanto a Trish não mudou nada e está ainda mais badgirl do que o habitual e só foi uma pena que nenhuma delas é jogável e viraram meio que só um enfeite na trama... 

    Por enquanto a história tá ótima, o jogo sensacional e lá vamos nós noite a dentro até ver como essa história vai terminar... \o/

    23
    • Micro picture
      _gustavo · 18 dias atrás · 2 pontos

      Hahahahahaah comentei a mesma coisa do V parecer um Mago, é bem estranho de jogar com ele porque parece q vc não tem controle do Bicho, hora ele te obedece atacando em quem vc ta travado a mira, e hora não, mas a 4º missão ainda foi meu melhor score até agora kkkk

      2 respostas
    • Micro picture
      raiden · 18 dias atrás · 2 pontos

      Como fiz a pré venda de Sekiro que me custou um rim pelo fato de ser edição especial, DMC 5 só mês que vem e com certeza tô louco pra jogar essa delícia!!! ^^

      3 respostas
    • Micro picture
      zefie · 18 dias atrás · 2 pontos

      Essa dança me pegou muito de surpresa quando vi no Facebook ahahhauhuahua foi uma sacada genial demais xD

      3 respostas
  • natnitro Renata
    2019-03-06 22:35:19 -0300 Thumb picture

    As evoluções e downgrades da jogabilidade dos ACs até hoje...

    Medium 3707978 featured image

    Atendendo ao fratello @leandro, que me pediu pra falar um pouco sobre as mudanças do sistemas de combate/escalada e cia nos AC principais da franquia, desde o primeiro até o mais recente que é o Odyssey, eis ai um resumão das características principais de cada fase dos jogos, já que a jogabilidade foi uma das coisas que mais mudou até hoje, algumas vezes pra melhor, outras pra pior, já outras mais ou menos...

    -- Era Altair: AC1

    O AC1 é provavelmente o que tem a jogabilidade mais simples e intuitiva até hoje, começando pelo arsenal bem limitado de armas principais, que eram basicamente espadas e a lâmina oculta, que ainda tinha uma peculiaridade que era o Altair só usar a lâmina em stealth ou no ataque aéreo, já que ela ainda não era usada no combate... E uma coisa bem diferentona ai era o sistema de sincronização, que ainda não era aquele esquema de repetir o mesmo método que o ancestral fez em ação pra fechar a missão em 100%, mas a sincronização total ai nada mais era do que não sofrer danos na batalha. o_O

    O parkour nesse início ai era praticamente um clone dos Prince of Persia, com algumas adições como o salto de fé e a possibilidade de derrubar e pegar alvos em movimento, além dos elementos de stealth como o blend na multidão, esconder no feno, etc, o que foi melhorado com o tempo e deu uma identidade própria pra franquia, que continua ai até hoje...

    -- Trilogia Ezio: AC2, Brotherhood e Revelations

    Do AC1 para a trilogia do Ezio foi uma grande evolução, já que no AC2 o Ezio ganhou as lâminas duplas do Leonardo da Vinci e já podia lutar com elas e ai começou aquele esquema de bloquear com a tecla de perfil alto/corrida e ir atacando e bloqueando pra fazer os combos, mas sem poder usar ainda uma arma secundária e talz...

    Já o Brotherhood, pra mim, é o que tem a melhor jogabilidade até hoje, porque é o mais responsivo na parte dos ataques/bloqueios/contra-ataques porque é tudo controlado na raça mesmo, já que é preciso saber a hora certa de bloquear pra logo depois contra-atacar e ai tem jeito de emendar aqueles combos enormes, como meu recorde aqui, que é de 52 combo-kills no treino virtual de 1:30min... \o/

    Já outra coisa sensacional é que no ACB já tem como combinar arma principal e secundária como a espada e a pistola, mais a adaga com facas de arremesso, o que é uma maravilha pra derrubar um exército inteiro em segundos literalmente, desde que você pegue o timing certo... 

    Já o grande diferencial do Revelations foi o Ezio ter ganhado a hookblade, que é um gancho na segunda lâmina, o que facilita bastante nas escaladas e ainda pode ser usado nas cordas pra fazer uma tirolesa, mas em combate, o gancho não é lá muito útil, porque acrescentou um movimento onde o Ezio pode driblar um inimigo pelas costas, com a opção de arremessar ele pra longe, mas o problema é que isso exige espaço e um tempinho pra preparar o ataque, o que nem sempre está a nosso favor nas lutas...

    -- Saga Americana: AC3/Liberation/AC4 e Rogue

    Depois do Revelations já mudaram tudo com a American Saga, que inclui AC3/Liberation, AC4 e Rogue, onde o combate passou a ter um tipo de qte (quick time event) para enfrentarmos dois inimigos simultâneos, acertando os comandos no tempo limite, que se for feito corretamente, vai finalizar os alvos, mas se falhar, ai é dano certo sem chance de defesa/bloqueio... 

    E foi ai que a jogabilidade ficou pior, porque passaram a usar a tecla de corrida/perfil alto pra escalar automaticamente nas árvores e virou aquele problema de o Connor, Haytham, Aveline, Ed e Shay saírem subindo em tudo pela frente e mal conseguirem correr em linha reta na rua, enquanto na época do Ezio havia ai nada menos do que uns três comandos que eram de andar, correr em perfil alto e a corrida acrobática, que combinava as teclas de corrida com a dos pés/chutes e ai era muito mais fácil de controlar quando era para escalar ou não...

    -- Unity

    Depois da Saga Americana veio o Unity em 2014, que tem um parkour de Prince of Persia e o jeito do Arno escalar é mega estiloso, mas depois inventaram de colocar botões especiais pra evitar dessincronização por queda, e, com isso, pra subir e descer virou aquela lerdeza só, o que ferrou geral, porque limitou a possibilidade de irmos livremente pra cima ou pra baixo nos direcionais, como sempre foi, e então sair brincando de homem-aranha e dar aqueles saltos longos no ar pra agarrar a parede antes de cair, o que ajudava a escalar muito mais rápido... 

    Já o combate do Arno pra mim é o pior da franquia, porque tentaram deixar a esgrima mais realista, só que na prática, isso serviu mesmo foi pra fazer passar raiva, porque se juntar mais de três inimigos a nossa volta, ai já o coitado do Arno já era, porque ele nem tem uma sequência de combos e finalizações minimamente decentes pra controlar multidão e afins... >-<

    -- Syndicate

    Já o Syndicate é quase a mesma coisa do Unity nas mecânicas, só que com um downgrade no parkour, pra evitar dessincronização por quedas e afins, o que deixou a escalada bem mais lenta, e combate também foi levemente modificado com novas armas e com um detalhe a mais que é terem dado foco maior pra combate corpo a corpo, indo pra luta no soco mesmo, tanto que qualquer arma principal que usarmos, por melhor que seja, vai ser uma lentidão enorme pra finalizar os inimigos, sendo que qualquer luta vai muito mais rápido se equiparmos só um par de socos ingleses mesmo e sairmos distribuindo porradas pra todo lado...

    -- Trilogia Empire: Origins e Odyssey

    Depois veio o Origins, que até poderia ser chamada bem por alto de fase Souls-Like dos AC, porque ai a franquia foi pro lado RPG e passou a dar opção de usar escudo, espadas, lanças, alabardas e cia, além das barras de energia e de ataque especial, etc...

    O grande diferencial ai é que nos combates agora é preciso ter um mínimo de estratégia e paciência pra atacar e esquivar na hora certa, senão o estrago é grande, porque a maioria dos inimigos quase sempre tem level bem maior que o nosso e eles ainda gostam de juntar um bando de gente pra deixar a coisa bem mais animada, com todo mundo atacando ao mesmo tempo, e ai é preciso se virar e aprender a lutar, porque a coisa fica tensa pra valer mesmo... O_O

    E como o Odyssey basicamente copiou e depois esticou o Origins, a jogabilidade e a escalada deles é quase a mesmíssima coisa, com umas diferenças mínimas de estilo e armas, além de terem removido o escudo e modificado um pouquinho a luta com a adição do chute espartano, que é a marca registrada do jogo... (crédito ao @msvalle pela correção do meu equívoco aqui :-)

    -- AC Chronicles: China, India e Russia

    E ainda tem os Chronicles, que apesar de serem spinoffs da franquia, tanto o parkour quanto a jogabilidade focaram quase 100% no stealth, e com isso, quando somos pegos por um grupo grande, a melhor coisa é correr mesmo, porque nem a Shao Jun e nem o Arbaaz Mir aguentam mais do que uns três tapas numa luta e o Nikolai Orelov então nem se fala, já que a especialidade dele é ser sniper mesmo... 

    -- Já o que ficaria perfeito de vez... <3

    Se a Ubi algum dia quisesse fazer o AC com a melhor jogabilidade até hoje, um palpite ai seria o de juntarem o estilo de corrida acrobática super responsivo do Ezio no Brotherhood, com o parkour mega estiloso do Arno no Unity, mas sem as malditas teclas de descida/subida segura, mais o estilo de luta do Brotherhood que é controlada na raça mesmo, com timing certo pra bloquear/contra-atacar e fazer aquelas chains insanas, somando isso com o estilo do Origins, onde todo mundo vem pra cima ao mesmo tempo pra animar mais as coisas, e de brinde, aquele arsenal de bombas do Revelations só pra tocar o terror geral, que é uma das coisas mais divertidas já feitas nos AC até hoje... <3

    E, pra ficar perfeito de vez, é só escolhermos os estilos que quisermos pra virar um gladiador de espada e escudo, ou pegar uma katana e sair fatiando geral, no melhor estilo Jack the Ripper, ou ir pelo jeito favorito aqui, que é pegar aquela adaga mega estilosa do Brutus e juntá -la com uma chuva de facas de arremesso pra derrubar um exército em segundos, ou vale também pegar só um belo par de lâminas ocultas e nada mais, e agir nas sombras pra servir a luz, como um bom çaçino raiz mesmo... :-)

    Ps: Dona Ubi, ninguém aguenta mais batalha naval, chega!!!

    Assassin's Creed: Brotherhood

    Plataforma: PC
    2578 Jogadores
    133 Check-ins

    70
    • Micro picture
      msvalle · 20 dias atrás · 3 pontos

      Ótimo texto (como sempre), @natnitro! Parabéns!
      Eu só chamaria a atenção de que no Odyssey você não pode mais usar escudo como no Origins.

      1 resposta
    • Micro picture
      msvalle · 20 dias atrás · 3 pontos

      Ah e também concordo! #chegadebatalhanaval XD

      1 resposta
    • Micro picture
      artigos · 19 dias atrás · 3 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

      1 resposta
  • natnitro Renata
    2019-02-25 22:42:01 -0300 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p>Missão cumprida!!! \o/</p><p>"In the end, we are - Alvanista
    Devil May Cry 4

    Plataforma: PC
    3062 Jogadores
    82 Check-ins

    Missão cumprida!!! \o/

    "In the end, we are all satisfied..."

    Comecei jogando os dmc 1 e 2 só no casual mesmo e ai a empolgação aumentou tanto que pulei logo pro 3, depois veio o 4, e acabou que saiu uma maratona básica com o Dante, só pra ir esquentando os motores e amaciando os dedos para uns combos insanos no DmC5 daqui uns dias...

    E o dmc4 só não leva o top 1 do melhor dmc ever por causa de umas coisinhas que não ficaram tão legais assim, como a história, que é uma das mais confusas da franquia, que já não é nenhum primor nos roteiros, tanto que já começa com o Nero de protagonista sem explicar absolutamente nada sobre a origem dele, só com algumas infos quase subliminares nos diálogos que sugerem que ele e o Sparda tem um parentesco próximo, o que mal justifica o motivo de ele ser o titular em vez do Dante...

    E se não dizem nem que o Nero é filho do Vergil, ai é que não explicam mesmo o que ele foi fazer no meio de uma seita religiosa que tem uma "santidade" como líder e que o "deus" deles que é justamente o Sparda, e onde todo mundo vai pra missa de cosplay de Assassin's Creed e ai o resto da história vira um só um detalhezinho besta... xD

    E no que a lore falha, a jogabilidade vem pra salvar com louvor, porque pegaram tudo que tinha de melhor no dmc3 e deixaram mais filé ainda, com a possibilidade de trocar de estilos na própria luta, só com os botões do d-pad, mas é uma pena que o Nero tem um sistema de combate diferente e meio limitado, enquanto o Dante que é o terror do pedaço, só entra na história já da segunda metade até quase no final, e mal dá tempo de tocar o caos, já que não tem a opção de jogar a campanha toda só com ele, o que foi o maior pecado do jogo... :-(

    #Desafio 06 de 12 jogos finalizados em 2019

    Com o dmc4 fechado, lá vai mais um pra tabelinha do desafio do Nakero com os 12 jogos fechados no ano, que esse mês tá rendendo muito melhor do que o esperado... \o/

    (Nada como ficar de folga por uns dias pra fazer a lista render, hehe :-)

    Agora que a maratona de dmc terminou, e, enquanto o 5 não chega por aqui, pra não ficar naquele vazio existencial pós Dante, quem sabe é hora de dar uma olhada naqueles jogos começados esse ano e que já foram pra escanteio sem fechar, como o Duke Nukem Forever, que já está na reta final mas não termino nunca, o FFX-2 que não passei nem da primeira hora ainda com a Yuna RBD, e até o Dragon Age II, que comecei também mas não passou nem perto da empolgação do primeiro, que me ocupou o mês de novembro/18 quase inteiro, e acho que dessa vez vou de blind mode mesmo, só pra garantir um save personalizado antes de pular pro Inquisition e enfim tirar mais essa trilogia da lista da vergonha... \o/

    28
    • Micro picture
      mcalor · 29 dias atrás · 2 pontos

      yuna rbd kkkkk

      2 respostas
    • Micro picture
      kevinryman · 29 dias atrás · 2 pontos

      Falta o DMC Pinnacle of Combat. -_-

      1 resposta
    • Micro picture
      zefie · 29 dias atrás · 2 pontos

      Caramba, esse ano tá rendendo mesmo hein xD eu to levemente atrasado, mas to em dia ainda (terminei o segundo do ano agora em Fevereiro, devo fazer o checkin dele em breve)

      2 respostas
  • natnitro Renata
    2019-02-23 21:30:54 -0300 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p><strong>#Desafio 05 de 12 jogos detonados em 201 - Alvanista
    Devil May Cry 3: Special Edition

    Plataforma: PC
    1337 Jogadores
    54 Check-ins

    #Desafio 05 de 12 jogos detonados em 2019... \o/

    DmC3 detonado de novo! <3

    Apesar de ainda ser cedo pra dizer isso, mas, depois de fechar a demo do DmC5 uns dias atrás, o feeling que ficou é que ainda não vai ser dessa vez que vão superar o dmc3 como o melhor da franquia até agora, já que o 3 parece que vai continuar imbatível pela jogabilidade, humor hue, Dante mais canastrão, etc... Só colocaria ai um pontinho negativo no dmc3 na parte do porte pra pc, que veio com umas quedas feias de fps e uns problemas bem chatos de compatibilidade com controles xinput, como os de xbox 360 e xone, tanto que sempre tenho um dualshock velho de guerra do ps2 pra salvar a jogatina nessas horas... <3

    E falando no porte pra pc, depois de fechar a trilogia de novo, agora que a mão tá coçando com vontade de comprar o remaster HD que saiu no ano passado, com melhorias gráficas pra monitores widescreen, o que também é um problema nas versões antigas que ainda tem a tela 4:3, com resolução de no máximo 1280x960, mas, a melhor parte do remaster ai com certeza são os achievements, que é uma das coisas mais divertidas nos DmCs, apesar de que algumas conquistas ai dão um trabalho tão infernal que até fazem qualquer Dark Souls parecer refresco geladinho em um dia quente na praia... xD

    E agora com o DmC3 devidamente fechado, só falta o DmC4 pra completar a saga do Dante, enquanto o DmC5 não chega por aqui em março... \o/

    Obs.: Ainda tem duas menções para a lista dos jogos fechados em 2019 que são o Dark Souls I, que só não entrou na lista porque foi um speedrun básico pra fazer a quest do Solaire, e a tranqueira do Far Cry New Dawn, que foi devidamente fechado, mas, aquilo lá na prática é uma dlc do Far Cry 5 que a Ubi tá vendendo como jogo... >-<

    25
    • Micro picture
      gusgeek · 1 mês atrás · 2 pontos

      Só tenho elogios e amores por esse jogo!! :D

      2 respostas
    • Micro picture
      jclove · 1 mês atrás · 2 pontos

      DMC 3 é espetacular. Se o enredo do 4 não fosse bagunçado eu tenderia a achar melhor pq o gameplay do 4 é o do 3 melhorado, mas acho o Dante mais velho o mais canastrão da saga, todas as cenas com ele no 4 são muito legais.hehe

      O 3 é o que tem a melhor história da série pra mim, gosto muito da evolução do Dante de um muleke OP irresponsável prum heroi de verdade no final e a história da LadyxArkham é muito legal.

      1 resposta
  • natnitro Renata
    2019-02-21 21:30:21 -0300 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p><strong>#Far Cry New Dawn</strong></p><p>Enquant - Alvanista
    Far Cry 5

    Plataforma: PC
    84 Jogadores
    33 Check-ins

    #Far Cry New Dawn

    Enquanto a Lola não aprova os cadastros do Far Cry New Dawn, vamos de checkin do Far Cry 5 mesmo, até porque o jogo é um requentation tão bravo do anterior que deveria ter sido no máximo uma dlc do FC5 mesmo... >-<

    Antes até já tinha visto alguns jogos da Ubi irem mal de crítica, vendas e cia, mas um jogo flopar assim, igual ao New Dawn, é o primeiro que vejo em muito tempo... >-<

    E a flopada ai não é nem na parte de vendas ou da crítica, mas pelo lado que mais conta, que é justamente o dos jogadores, que são o verdadeiro termômetro pra ver se um jogo é sucesso (ou não) e no caso do Far Cry New Dawn, até mesmo o lançamento passou batido pelo grande público, que literalmente nem ligou pro jogo, e uma prova disso é que até hoje, 21/02, quase uma semana depois do lançamento, o New Dawn não tinha sido se quer cadastrado aqui no Alvanista... o_O

    (Far Cry 5 - Mad Max Edition - faltou só a dlc do Chumbucket, que poderia ser o parça pra sair juntando sucata e consertar os carangos... :-)

    E, de certa forma, não faltam motivos pro jogo não ter nem se quer despertado a curiosidade dos jogadores, já que o Far Cry 5 não tem nem um ano de lançamento e por isso, muita gente que curte a franquia nem jogou ainda, talvez esperando alguma boa promoção e talz, e as velas da igreja do Joseph Seed ainda nem apagaram direito e lá veio a Ubi lançando jogo novo... 

    E, pra piorar, pegaram o mesmíssimo mapa do FC5 e deram só umas pinceladas de cores, plantas floridas na primavera, sucatas e cia, só pra dizer que é um mundo pós apocalíptico que tenta se reerguer depois que o "padre" malucão soltou uma bombinha nuclear básica, e, então, juntaram umas doideiras ai, que eles chamaram de roteiro, com uma farofa de Fallout, Mad Max, fps genérico e mais uma leve nuance de rpg, ai deram o nome de New Dawn e lançaram como um jogo completo, sendo que ele mal se seguraria como uma dlc e, pior ainda, como standalone, por ser tão curto pra um jogo full price... 

    A ideia da continuação em si não seria ruim, mas o problema é que a Ubi dessa vez errou feio em tudo, começando pelo lançamento precipitado, passando pelo requentamento total do mapa, história e cia, e só acrescentaram ai mais uns personagens sem graça e vilões ainda piores do que o do anterior, mais uma história furada e cheia de doideiras que ainda tenta se levar a sério, e, até mesmo o estilo de jogabilidade clássico de Far Cry, que salvaria até o pior jogo da franquia, aqui falhou miseravelmente em ser pelo menos anárquico e divertido, e ai nota -se que o jogo ficou tão indigerível quando até mesmo os fanboys da Ubi não aguentaram o jogo e pediram arrego... >-<

    Mas, pra não dizer que o jogo é uma perda total, pelo menos o New Dawn deve ter o mundo pós apocalíptico mais bonito e colorido já feito até hoje... O_O

    19
    • Micro picture
      _gustavo · 1 mês atrás · 2 pontos

      O New Dawn tem gosto de comida requentada igual o 4/Primal, eu fiquei com a impressão que a Ubi quis pegar carona no Rage 2, até a própria Bethesda zoou isso esses tempos atrás kkk

      1 resposta
    • Micro picture
      salvianosilva · 1 mês atrás · 2 pontos

      Realmente, esse jogo é uma DLC do 5. Poxa Ubi :/

      1 resposta
    • Micro picture
      zefie · 1 mês atrás · 1 ponto

      Ainda tem a questão que o timing de lançamento foi o pior possível, já que teve Kingdom Hearts 3 (que era muito aguardado pelos fãs) e o Apex roubando os holofotes de surpresa xD

      1 resposta
  • natnitro Renata
    2019-02-15 01:12:45 -0200 Thumb picture

    DmC e Castlevania no mesmo multiverso?!!! O_O

    Enquanto jogava o DmC3, bateu uma curiosidade aqui sobre o Vergil e ai fui fuçar na net pra descobrir se ele vai aparecer ou não no DmC5, e, eis que logo surgiram nas sugestões de notícias algumas coisas que nem eram tão recentes assim (nov/18), e que falavam justamente de DmC e Castlevania no mesmo multiverso... O_O

    Na hora, a primeira sensação foi aquela de "wtf, como assim? Isso tá bom demais pra ser verdade..."

    Até então nem dava pra imaginar um crossover desses, mesmo com as duas franquias tendo muito em comum, começando pelos protagonistas de cabelos platinados que são dois mestiços, no caso do Alucard que é um dampiro, filho da Lisa Fahrenheit que é humana com o Drácula, enquanto o Dante seria um tipo de nephilim, filho da humana Eva com o demônio Sparda, e, além disso, tanto o Dante quanto o Alucard lutam contra criaturas do inferno, monstros diabólicos e qualquer coisa ruim que atravesse o caminho deles, além de terem lá suas rusgas familiares básicas, como o Alucard e o paizão Drácula e o Dante com seu irmãozinho gêmeo Vergil, e por ai vai a longa lista de semelhanças entre os dois... 

    E, logo de cara, poderia parecer bem estranho conciliar as duas histórias, ainda mais que Castlevania seria em uma época medieval onde Drácula aterrorizava a Europa feudal sob o domínio da igreja, enquanto Dante e seus parças estão em um presente pós apocalíptico dominado por demônios que invadiram o mundo, depois que alguém deixou a porta do inferno aberta, mas, é ai que entra um detalhe que os experts em Castlevania já conhecem bem, que é o fato de que a história de Drácula vai além das eras feudais e chega até o presente, indo além inclusive, até o ano de 2036 com o Dawn of Sorrow... E, pra completar, com o Alucard mais forte e estiloso do que nunca no presente/futuro... <3

    (Adrian Fahrenheit Tepes, ou melhor, Alucard )

    Considerando que tem lore com folga ai até o ano de 2036 só na série canônica de Castlevania, bastaria só um pouquinho de criatividade de um bom roteirista competente pra juntar Dante e Alucard em algum momento em que ambos se encontrassem e formassem a dupla mais épica da história dos crossovers e, quem sabe, descessem ao inferno pra visitar alguns velhos amigos do Dante e tocarem o terror por lá e, na volta, passassem na Transilvânia pra chutarem a canela do Drácula, depois da milésima ressurreição dele, etc, etc, etc, só para a felicidade geral do universo... \o/

    Só até ai, o hype já chegaria na estratosfera com esse crossover épico, se não fosse o balde de gelo que desaba na cabeça de todo mundo pelo detalhe de que não se trata bem de um jogo, mas sim de uma série animada... E uma série da Netflix, pra piorar mais ainda... o_O

    (Dante gótico, de rímel preto ou só sujeira mesmo,sei lá, versão Netflix 2019)

    E além do "multiverso clandestino" das duas franquias ai, já existe uma animação na Netflix sobre o Devil May Cry que é de 2007, além de uma nova série em produção hoje, que poderá ser lançada ainda em 2019, que já teve essa imagem do Dante ai divulgada em novembro passado, pelo próprio produtor Adi Shankar que fez o cosplay, que é justamente o mesmo produtor da série Castlevania, que inclusive já tem sua terceira temporada confirmada... 

    Considerando como a Netflix adora descaracterizar personagens, que o diga o Isaac do Castlevania Curse of Darkness, agora não sei se empolgo ou se fico é com medo do que vai sair desse "multiverso clandestino" ai... O_O

    E, enquanto isso, só nos resta mesmo esperar e torcer para que façam uma série épica e não uma merda homérica... :-)

    -------------------------------------------

    Fontes:

    -------------------------------------------

    IGN - Como o multiverso de Castlevania e DmC pode funcionar.

    Syfy - Devil may cry new animated series joining Castlevania in ADI Shankar Bootleg Multiverse.

    Playreplay- Devil may Cry serie Netflix - 2019.

    Devil May Cry 3: Special Edition

    Plataforma: PC
    1337 Jogadores
    54 Check-ins

    26
    • Micro picture
      roberto_monteiro · 1 mês atrás · 2 pontos

      Então, no caso a imagem ai É o produtor, ele fez esse cosplay para divulgar que haveria uma série animada.

      Quanto a "descaracterizar" personagens, acho difícil a gente julgar no sentido que não são "reproduções", são "adaptações" o que da direito de ser feito o que quiser...
      Eu particularmente gosto muito da séria animada de Castlevania e sei que ela trouce muita gente para o universo do jogo, e quando eu digo muita é por que só eu tenho uns 7 amigos que nunca sequer se interessaram pelo jogo...

      O anime do Devil My Cry que tem lá na Netflix não tem nada haver com o o assunto, já é um anime antigo, lembro de ter achado legal quando assisti, mas não lembro de nada dele a não ser dos rios de sangue.

      DMC tem muita coisa que pode ser explorada e pode combinar bem com o universo da série de Castlevania, ainda mais se ele se passar em 2018 daquele universo, usando só alguns personagens imortais ou que quase não envelhecem de um para o outro...

      Eu tenho minhas esperanças altas para essa adaptação =D

      2 respostas
    • Micro picture
      riki_samejima · 1 mês atrás · 2 pontos

      Eu gostei de Castlevania, mas essa vontade do Adi Shankar de fazer crossover com DMC me soou ruim tbm. Eu sigo ele no facebook, e vi quando ele postou sobre isso lá. Ele é um baita nerdão! rsrs

      4 respostas
  • natnitro Renata
    2019-02-11 04:05:38 -0200 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p>#Checkin 2 em 1... \o/</p><p>No hype do DmC V, r - Alvanista
    Devil May Cry 2

    Plataforma: Playstation 2
    2761 Jogadores
    14 Check-ins

    #Checkin 2 em 1... \o/

    No hype do DmC V, resolvi maratonar a saga inteira do diabinho lindo do Dante e então fechei o dmc1 faltando só um tiquinho só pra 9h, já que esse é um dos mais pedreiras da franquia, depois do DmC3... <3

    Ai bateu aquela preguiça básica de fazer checkout do DmC1 e resolvi começar o DmC2 pra não perder o embalo, mas ai fui empolgando e quando menos esperei, acabei fechando o DmC2 quase sem ver, em menos de 4h com o Dante... E como sempre achei aquele disco 2 da Lucia bem mais chatinho, resolvi ir no rush e ai não foram nem 3h pra fechar o segundo também, já que a parte dela são só 14 missões mesmo e mal deu um caldo extra pro fim de semana...  

    E essa parte da duração seria um dos pontos negativos do DmC2, junto com a câmera meio zoada e mais uns probleminhas técnicos de level design, de som aqui e ali, mas, ainda assim, ele está muito longe de ser um jogo ruim, ao contrário do massacre que levou na época do lançamento, já que é um dmc raiz com ação e porradaria de qualidade, só que dessa vez, com o Dante um pouquinho mais velho, mais sério e muito mais estiloso do que nunca nos trajes, combos, devil triggers, visual e cia... <3

    Já um dos pontos que a crítica pegou pesado, e com razão, é a parte da história do DmC2, que poderia ser bem melhor realmente, mas ainda podemos dar um desconto ai, já que na época que os dmc 1 e 2 sairam, pouquíssimos jogos levavam a sério essa parte do roteiro e a capcom seguiu essa regra de a trama ser uma simples desculpa pra ir levando as missões adiante, o que funcionou muito bem por ser um jogo de ação pura e simples, assim como um Doom qualquer, que quase ninguém dá a mínima atenção ao que está acontecendo ali e quer mais é tocar o terror mesmo, ao contrário do que aconteceria com um AC por exemplo, que é totalmente dependente da história, tanto que foi isso o que muitas vezes já salvou a franquia do fiasco total, já que jogabilidade e ação nem sempre foram pontos fortes dos jogos da Ubi no passado... 

    E com os DmC 1 e 2 fechados no mesmo embalo,  a meta do desafio dos 12 jogos do Nakero tá rendendo melhor do que o esperado e já são mais dois creditados para o mês de fevereiro... \o/

    E lá vamos nós pro dmc3, que ainda dá tempo de fazer muito capetinha chorar até o DmC5 chegar por aqui em março... :-)

    23
    • Micro picture
      edknight · 1 mês atrás · 3 pontos

      Sensacional.
      O primeiro DmC eu acho que demorei quase um ano pra terminar (joguei ele no PS2, mas bastante tempo depois do lançamento), porque eu teva lá incrível cortando todo mundo e de repente tomava um GAME OVER, e acabava desanimando ali. Nesse processo eu cheguei a travar várias vezes, e só depois de muito tempo nessa, que eu decidi terminar o jogo a qualquer custo, gastando continue e com a pontuação baixa mesmo, só pra ver o final, e acabei aprendendo a jogar um pouco melhor.
      Já o DmC 2 eu acho que não curti pela história e também porque ele foi pro lado oposto do 1 na dificuldade, se o primeiro exagera em ser difícil, esse aqui eu achei muito fácil. Esperando agora suas reações ao DMC 3 (não querendo criar expectativas nem nada, mas pra mim ele é o melhor jogo da série, sendo que só me falta jogar o 4)

      3 respostas
    • Micro picture
      salvianosilva · 1 mês atrás · 3 pontos

      Eu iniciei o primeiro DmC, só que to achando bem dificil, morro mais do que mato kkk, e deixei de lado por enquanto. Qualquer dia volto pra ele rs

      2 respostas
    • Micro picture
      zefie · 1 mês atrás · 1 ponto

      Caramba, já no segundo mês e terminou 4, esse ano você tá determinada a não deixar pra última hora mesmo xD
      Aqui eu to na lerdeza ainda, o Persona tá tomando muito tempo mas eu finalmente estou perto de terminar. Depois disso acho que vou dar uma rushadinha no DKC Tropical Freeze. Jogo de plataforma são ótimos pra recuperar o tempo perdido no desafio ahahahahah

      3 respostas
  • natnitro Renata
    2019-02-06 00:52:40 -0200 Thumb picture
    natnitro fez um check-in em:
    <p>Aqui já começou a contagem regressiva pro DmC 5, - Alvanista
    Devil May Cry

    Plataforma: Playstation 2
    4548 Jogadores
    32 Check-ins

    Aqui já começou a contagem regressiva pro DmC 5, mas, enquanto março não chega, agora é hora de voltar lá no comecinho da franquia só pra refrescar a memória e ir calejando os dedos tentando arrancar aqueles combos super stylish, enquanto o diabinho lindo do Dante não volta do inferno pra tocar o terror geral... \o/

    E como tem uma eternidade que não jogo o primeiro e nem o segundo, ai bateu aquela vontade de fazer uma maratona básica só pra lembrar do que aconteceu antes na história, que já é confusa por conta própria, e agora que o 5 vai ser a sequência direta do 2, é que esse novelo vai acabar de enrolar de vez... E lá vamos nós de novo, já que fevereiro aqui vai ser o mês de fazer os capetinhas chorarem e o PS2 velho de guerra fritar mais uma vez... \o/

    31
    • Micro picture
      zefie · 2 meses atrás · 2 pontos

      Eu preciso voltar ao 4, mas tá bem complicado xD

      4 respostas
    • Micro picture
      speedhunter · 2 meses atrás · 2 pontos

      Caramba, jurava que o 5 era sequência do 4 na cronologia.

      2 respostas
    • Micro picture
      _gustavo · 2 meses atrás · 2 pontos

      Eu até tinha q fazer isso tb, mas quem diz q da tempo kkkkkkkkk. Até hoje eu não joguei o 2 na verdade, época q saiu no ps2 o povo falou tão mal q eu ignorei ele kkkkk

      4 respostas
Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...