You aren't following natnitro.

Follow her to keep track of her gaming activities.

Follow

  • natnitro Renata
    2020-01-15 03:07:58 -0200 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Segundo jogo fechado nos&nbsp;<a href="https://s
    Savant Ascent

    Platform: PC
    130 Players
    25 Check-ins

    Segundo jogo fechado nos 100% em 2020 e um a menos na lista da vergonha! \o/

    Há anos que tinha esse jogo na steam juntando poeira virtual e até cheguei a jogar um pouco antes e gostei bastante, mas acabei largando sem terminar por aqueles motivos que só a preguiça conhece... xD

    E pra quem tinha acabado de sair do DmC4 e já estava com os dedos calejados só nos combos, ainda tomei uma bela surra no Savant até pegar o ritmo e conseguir prever por onde chegavam as hordas de inimigos e com isso levei umas boas horas pra fechar uma campanha que gastaria ai poucos minutos para um jogador já veterano e teve ocasião que meu pobre mouse por pouco não saiu voando para a parede mais próxima, porque eita joguinho desgranhento pra passar raiva com vontade... 

    Se não bastasse o desafio insano do próprio jogo, ainda tive uns perrengues aqui com um bug que deixava a pontuação toda zoada com um score enorme e sem o menor sentido, parecendo até código hexadecimal, e ainda fez a tela fechar duas ou três vezes, mas ainda bem que logo descobri que o problema era o controle de xbox ligado no pc, que dava conflito com o teclado e mouse, e ai foi só desligar o controle que enfim consegui chegar até o final e curtir especialmente a trilha sonora que é muito legal, até porque o Savant do título é justamente seu criador, um músico norueguês chamado Aleksander Vinter, que ficou bastante conhecido por suas músicas eletrônicas e que também são um dos pontos fortes do jogo... 

    E mesmo sendo um indie que custa menos de R$5,00 no preço cheio na Steam, daqueles que todo mundo já deve ter na biblioteca e nunca deu muita bola, vale a pena demais dar uma chance pro Savant Ascent, que é uma bela surpresa, já que esse jogo consegue ser um shooter mega frenético onde o maior desafio dele é sobreviver atirando e esquivando em uma velocidade insana, o que sempre dá um rage daqueles que nenhum jogador de BF, CoD e cia nem provou ainda...  :-)

    Agora lá vamos nós para o próximo da fila que é a trilogia do Max Payne, que finalmente deve sair da minha lista da eterna vergonha... \o/

    28
    • Micro picture
      herics · 7 days ago · 2 pontos

      Parabéns

      1 reply
    • Micro picture
      jcelove · 7 days ago · 2 pontos

      Caraca Nat, tu é fera menina. o jogo do Savant me HUMILHA mal consegui chegar ao topo UMA vez, qto mais fazer 100%.. fui jogar outro fmd7a d nao durava 2 minutis vico hehe

      Max Payne merece sair dessa lista, é awesome. Da pra deixar o primeiro com a dublagem br fazendo umas gambiarras, recomendo demais

      1 reply
    • Micro picture
      topogigio999 · 7 days ago · 2 pontos

      Esse também ta na minha biblioteca a alguns anos kkk

      1 reply
  • natnitro Renata
    2020-01-09 23:18:09 -0200 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Finalmente o primeiro jogo fechado nos&nbsp;<a h
    Devil May Cry 4 Special Edition

    Platform: PC
    81 Players
    22 Check-ins

    Finalmente o primeiro jogo fechado nos 100% do ano... \o/

    Comecei o DmC4 SE só pra matar saudades e ver como era jogar com o Vergil na campanha, e ai a empolgação aumentou tanto que já pulei direto pro modo "Legendary Dark Knight", para deixar o caldeirão do inferno fervendo com vontade, só para botar aquela pressão extra, o que foi sensacional pra enfim masterizar combos/estilos na raça e no rush mesmo, e, com isso, o jogo virou aquele passeio básico no parquinho do inferno... \o/

    E se masterizar os estilos do diabinho lindo do Dante já era sensacional, os combos do Vergil então nem se fala, porque o cara pode ser o maior chatonildo da família Sparda, mas vai ter estilo assim lá no inferno... ♥♥♥

    Já as meninas ficaram devendo um pouquinho no estilo, especialmente a Lady, que as vezes vira quase uma Duke Nukem de bazuca e não tem combos lá tão legais assim, enquanto a Trish é um pouquinho mais desafiadora de masterizar, mas depois ela acaba virando mesmo só uma versão básica do Dante que solta raios, equipado de Sparda sword e uma Pandora apelona pra tocar o terror... 

    Só não comprei ainda as dlcs para ver se muda alguma coisa quando a Trish troca a skin para a de Lady Gaga, ops, Gloria, e se no combate ela fica igual às cenas de luta, que são pura divação, de fazer inveja até à Bayonetta... 

    E falando em estilo, além de a Special Edition ter tudo que o DmC4 já tinha de espetacular, os visuais novos da galera ficaram um show à parte, já que incluíram até uns eastereggs sensacionais para a alegria geral dos fãs mais sofredores da franquia, principalmente os do Dante, que pode virar ninguém menos que o Sparda em sua forma humana, que foi o visual preferido dele aqui, do início ao fim do jogo... ♥♥♥

    E melhor do que esse visual do Sparda foi só mesmo o do Dante de cabelos escuros, não só por ele ter ficado a cara do Ian Somerhalder, mas pelo baita easteregg onde fizeram aquela zoação básica em homenagem ao reboot do DmC de 2013, só que ao contrário... 

    (Dante "Somerhalder" Sparda ♥♥♥)

    E depois da cena clássica do DmC reboot, quando ele ganhava uma peruca branca e fazia aquela cara de desgosto, na Special Edition de 2015 eles deram o troco com o Dante platinado original ganhando cabelos pretos, pra deixar feliz até mesmo mais masoquista dos fãs que ficou com saudades do Dante punk de 2013... xD

    E agora que a missão está cumprida, é hora encarar aquela crise básica de abstinência de pancadaria pós Dante e Vergil, e dessa vez a coisa vai ser tensa porque é difícil superar o DmC4 SE nos combates estilosos, nas zoeiras, canastrices, etc, a menos que o escorpião tire umas férias da minha carteira só pra eu finalmente pegar a trilogia Devil May Cry HD lá no tio Gabe e ai sim garantir diversão pro resto do ano, atrás dos 100% de novo, já que DmC é uma coisinha tão boa que vamos até o inferno pra sofrer um pouquinho e sempre voltamos até felizes de lá... ❤️

    27
    • Micro picture
      venomsnake · 13 days ago · 2 pontos

      Coragem, admiro quem faz 100% nos DMC antigo, eu peno até pra jogar a campanha no normal kkkkkk ( o reboot é mais sussegado)

      1 reply
    • Micro picture
      lukenakama · 13 days ago · 2 pontos

      Aeeee boa, rumo a mais 100%

      3 replies
    • Micro picture
      _gustavo · 13 days ago · 1 ponto

      Parabéns Nat ^^, que venham mais 100% esse ano /o/

      1 reply
  • natnitro Renata
    2020-01-01 21:26:02 -0200 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>E pra começar 2020 já chutando a porta com o pé
    Devil May Cry 4 Special Edition

    Platform: PC
    81 Players
    22 Check-ins

    E pra começar 2020 já chutando a porta com o pé direito, ninguém melhor do que o Dante mesmo... :-)

    Depois de fechar o DmC V nos 100% no ano passado, a mão coçou para comprar logo o DmC4 SE não só por causa dos personagens novos como o Vergil, a Lady e a Trish, que não são desbloqueáveis na primeira versão do 4, mas também pelas conquistas, que agora vão dar um ânimo extra pra ir atrás dos 100%, o que não vai ser tarefa fácil, mas vai valer a pena demais, principalmente porque vai garantir diversão pro mês inteiro... ❤️❤️❤️ 

    Já a melhor coisa do jogo com certeza continua sendo o Dante, que aqui chegou em sua versão ultimate com os combos mega fluídos, piadas mais afiadas do que a lâmina da rebellion e especialmente por ser o Dante mais canastrão de todos os tempos, o que faz cada custcene dele ser absolutamente épica...

    E como era tradição de todo início de ano já começar com o desafio do Nakero com metas de fechar pelo menos 12 jogos e talz, esse ano o plano vai ser justamente não ter plano nenhum mesmo e ir curtindo o ano na folga, jogando o que der na telha, sem esquentar com nada, tanto que até a lista de compras está no mínimo do mínimo e só deve incluir ai uns dois ou três títulos must-have que são o FFVII remake, o Cyberpunk 2077 mais o Sekiro, que ainda não joguei e, depois disso, qualquer AC ou outro joguinho novo que cair na rede é lucro mesmo... 

    Um super 2020 pra todo mundo, com jogos de montão e muita paz, saúde e sossego para curti-los, e agora lá vamos nós de novo pra fazer os capetinhas chorarem pra valer... :-)

    29
    • Micro picture
      zefie · 21 days ago · 3 pontos

      Feliz 2020 Nat \o/ eu preciso fazer meu post de encerramento de 2019 ainda hahuauhauh mas preguiça demais. Que você jogue muito este ano também!

      3 replies
    • Micro picture
      gennosuke6 · 21 days ago · 2 pontos

      É isso ae, porradaria na capetada! kkkkkkkkkk. Ainda não joguei o 4, mas parece ser bom pra caramba tbm. Feliz ano novo! o/

      1 reply
    • Micro picture
      raiden · 21 days ago · 2 pontos

      Excelentíssima maneira de começar o ano botando os demônio pra chorar de rir com o Dante!! E ainda mais com o melhor jogo que considero da série!! Feliz ano novo!!

      2 replies
  • natnitro Renata
    2019-12-24 23:59:09 -0200 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Você percebe que andou jogando um pouquinho dema
    Assassin's Creed: Brotherhood

    Platform: PC
    2632 Players
    135 Check-ins

    Você percebe que andou jogando um pouquinho demais seu jogo favorito justo na hora em que alguém te pede ajuda pra achar itens de escambo no mapa e ai você se lembra perfeitamente da localização de todos os trocentos colecionáveis do jogo e exatamente o que cada baú tem dentro, antes mesmo de abrir... o_O

    PS: Dona Ubi, o único presente que te peço em 2020 é só um novo AC Império Romano, pra brincarmos de gladiador no Coliseu até cansar, sem aquelas tosqueiras de escudos mágicos, unicórnios e cia, por gentileza... 😜

    E, entrando no clima festivo, um feliz natal pra todo mundo, com muita paz, diversão, muito panetone, chocolate e montes de jogos de presente!!! \o/\o/\o/

    35
    • Micro picture
      raiden · 29 days ago · 3 pontos

      Kkkkkkkkkk..... É isso mesmo Ubisoft!

      2 replies
    • Micro picture
      sweet_lorelei · 28 days ago · 3 pontos

      feliz natal ^^ mesmo eu sendo meio confusa decorei localizações de itens em mapas de alguns jogos de tanto que joguei rsrs

      2 replies
    • Micro picture
      gennosuke6 · 29 days ago · 2 pontos

      Ahauhauhaua, essa fotinha ae é massa! Podia ter um AC Santa Claus, onde a gente sai escalando as casas pra descer as chaminés e tem uma base de anões. *o* kkkkkk.
      Feliz natal! o/

      1 reply
  • natnitro Renata
    2019-12-21 01:26:12 -0200 Thumb picture

    Até que enfim Netflix!!! \o/

    (sem spoilers)

    Geraldão tocando o terror, ou na maior pegação ou conversando com a égua, ou seja, Witcher mais raiz do que esse, impossível... \o/

    Assim que liberaram a primeira temporada na Netflix hoje, fui assistir ao primeiro capítulo não só com um, mas com os dois pés atrás, achando que fariam uma merda homérica com a saga do bruxão, mas parece que esse medo até agora não se confirmou, já que a série está bem sintonizada com os livros e ainda pegou elementos visuais dos jogos, o que ficou sensacional, já que quem jogou antes logo vai se sentir em casa entre velhos conhecidos, da mesma forma que quem nunca se quer ouviu falar dos contos do Andrzej Sapkowski também vai se familiarizar de imediato, sem ficar boiando na trama... 

    Já a parte visual também ficou muito bem feita nas vilas, florestas e tudo mais, tirando uns detalhezinhos ai como o Henry Cavill ter virado um bruxeiro meio hollywood às vezes, e isso até me fez rir pra valer lembrando de um "causo" do bruxão, quando apareceu um doppelganger, e foi nessa hora que o Geraldão raiz viu um  clone dele pela primeira vez e chegou a se assustar com a própria cara, de tão feia que era, já que o bruxão nunca foi exatamente um galã de cinema... kkkkkkk

    E, apesar de não terem feito uma adaptação 100% fiel aos livros e jogos, principalmente na parte das origens de personagens como a Ciri e a Yennefer, mas, ainda assim os primeiros episódios já valem muito a pena maratonar e agora a torcida é que a estória não perca o ritmo até o final, porque só esse comecinho já foi espetacular... :-)

    The Witcher 3: Wild Hunt

    Platform: PC
    1072 Players
    686 Check-ins

    32
  • natnitro Renata
    2019-12-12 03:14:53 -0200 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>#<a href="https://steamcommunity.com/id/natnitro
    Phoenix Wright: Ace Attorney Trilogy

    Platform: PC
    1 Players
    3 Check-ins

    #Ace Attorney Trilogy fechada nos 100% - Missão cumprida! :-)

    Lá se foram umas 65h para terminar todas as missões e, mesmo tendo jogado no DS há pouco tempo, os casos ainda conseguem dar aquele suspense e um friozinho na espinha com as reviravoltas da trama, principalmente nos julgamentos com o Manfred von Karma e o Godot que adoram sacanear bastante, virando o jogo no último minuto, e lá vamos nós passar uns bons perrengues até vencer no final... 

    E junto com o suspense e o mistério que temos que ir desvendando em cada caso, as tiradas de humor são impagáveis também e rendem muita risada mesmo, ainda mais pra quem for atrás dos 100% na Steam, onde colocaram umas conquistas extras que só aparecem se apresentarmos provas erradas para puxar conversa com alguém e só os papos altamente "filosóficos" entre o trio Phoenix, Larry e Edgeworth já valem o jogo inteiro... xD

    E agora que acabou-se o que era doce, é hora de ir pensando em qual vai ser o próximo da lista para acabar com esse vazio existencial pós-jogo e ainda tentar bater a meta de fechar o ano com pelo menos 30 jogos perfeitos na conta... \o/

    27
    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 2 pontos

      Pega 999. É so completar pra ter 100% nele e no VLR. A pegafa é um pouco diferente mas sao awesome tbm

      Ou Danganronpa q é mais parecido com AA, so acho complicado os 100% pq é muito coletavel e side mission

      3 replies
    • Micro picture
      zandryx · about 1 month ago · 2 pontos

      Como eu amo essa franquia ♥ Ainda quero platinar no PS4

      2 replies
    • Micro picture
      augus · about 1 month ago · 2 pontos

      Que trilogia incrível. O último caso do terceiro jogo ainda é o melhor de todos (Se contarmos com a segunda trillgia, perde para o último do sexto jogo). Aliás, não sei se já jogou, mas se possível jogue a segunda trilogia, apesar de apolo justice ser ruim o resto é muito. Parabéns pela conquista.

      1 reply
  • natnitro Renata
    2019-12-12 01:31:09 -0200 Thumb picture

    2019 já no fim e uma retrospectiva dos jogos preferidos da década...

    Medium 3762885 featured image

    Parece que foi ontem mesmo que 2009 terminava e ainda lembro perfeitamente do hype gigantesco em cima do AC2 na época, além de Batman Arkham Asylum, Crysis, Bayonetta e Dragon Age bombando geral e ai o tempo passou quase sem notarmos e lá se foi mais uma década repleta de jogos marcantes, épicos, emocionantes e outros nem tanto...

    E nesses altos e baixos da década, eis ai uma lista dos jogos que foram os melhores desses dez anos por aqui, em ordem cronológica:

    1º -- Assassin's Creed Brotherhood (2010)

    A trilogia do Ezio selou a era de ouro da franquia que começou com a história marcante do AC2 em 2009 e chegou ao ápice com o Brotherhood, que até hoje é meu AC favorito, pelo conjunto da obra que inclui jogabilidade simples e muito eficiente com a possibilidade de se ter controle total do parkour nas escaladas e corridas, etc, além do combate mega fluído que exige timing certo para bloquear e atacar, emendando counter-kills mega estilosos, o que desapareceu depois do Revelations, virando praticamente só quicktime events do AC3 pra frente...

    E além da jogabilidade sensacional, juntamos ai a ambientação magnífica de Roma, os personagens mais carismáticos da franquia inteira, as melhores guildas de aliados, a possibilidade de recrutar e treinar seus próprios discípulos, dezenas de side-missions excelentes, o melhor vilão da saga e, obviamente, o melhor protagonista que a franquia já teve até hoje, que é ninguém menos do que o mestre assassino Ezio Auditore da Firenze no seu auge, que assim teremos o melhor AC já feito até agora... ♥♥♥

    "Nós agimos nas sombras para servir a luz...

    Nós somos Assassinos...

    Nula è reale, tutto è lecito...."

    "Dizer que nada é real significa compreender que as bases da sociedade são frágeis e que somos guias da nossa própria civilização...

    Dizer que tudo é permitido, é compreender que nós somos os arquitetos de nossas ações e que devemos assumir as consequências de nossos atos, sejam eles gloriosos ou trágicos...

    (Ezio Auditore da Firenze)"

    Só de pensar no que veio depois da saga do Ezio, já bate uma saudade enorme da época em que a Ubi sabia fazer jogos bons... 

    Menções honrosas 2010Red Dead Redemption e Lords of Shadow 1

    2º -- Dark Souls (2011)

    E o grande marco divisor de dificuldade no mundo dos games veio justamente em 2011 com o primeiro Dark Souls, que dispensa qualquer apresentação, tanto que virou até uma categoria própria chamada de "Souls-Like" para classificar aqueles jogos que colocam os jogadores no seu limite (e muito além dele), exigindo técnica, paciência e muito aprendizado que vai além de simplesmente esmagar botões... 

    E o mais sensacional de Dark Souls é que ele muda bastante a forma como jogamos todos os outros jogos depois dele, já que nunca mais encaramos um chefe, por mais fracote que seja, da mesma forma que antes...

    2011 também foi um dos melhores anos da década com várias menções honrosas a jogos sensacionais como Batman Arkham City, The Witcher 2: Assassins of Kings, Deus Ex: Human Revolution, Portal 2, etc.

    3º -- Far Cry 3 (2012)

    Nunca fui lá muito fã de Far Cry até o dia em que resolvi dar uma chance para o FC3, que era um daqueles jogos que eu tinha na estante há tempos mas nunca jogava, e ai bastou começar a campanha para logo me empolgar e querer ir até o final para ver como aquela história terminava... 

    E o que fez o Far Cry 3 ser um sucesso e virar o melhor da franquia até hoje foi justamente o conjunto da obra, com uma ambientação de vilas e áreas selvagens em um mapa repleto de missões para todos os lados, a jogabilidade boa para os padrões da época, personagens mega carismáticos como o Vaas Montenegro, que nem é o vilão principal mas acabou virando "a cara" da franquia, com sua presença intimidadora em cena e suas frases marcantes, além de não terem tido medo de inovar até nas pirações psicodélicas que ficaram muito legais e foi uma pena que, mesmo repetindo a fórmula várias vezes depois, a Ubi nunca mais acertou em cheio assim, nem com o Far Cry 5, que só o trailer já dava um hype enorme a ponto de implorarmos pra fazerem até um filme com o Jared Leto de Joseph Seed, o padre malucão do jogo, mas que infelizmente ficou tão sem graça que nem chegou à sombra do Vaas e do FC3... 

    Menção honrosa de 2012: Sleeping Dogs 

    4º -- Payday 2 (2013)

    Com mais de 1.100h de jogo, provavelmente esse foi um dos multiplayers que mais joguei até hoje e que valeu cada minuto porque o PD2 pegou o que o PD - The Heist tinha de bom e melhorou ainda mais e, com isso, elevaram o caos, a confusão e a zoeira a níveis épicos... 

    E mesmo não sendo competitivo, engana-se quem pensa que o PD2 é um jogo simples e fácil, já que o foco é a cooperação para conseguir realizar as missões em equipe para o assalto perfeito em stealth  ou ainda ter que sobreviver até o final e escapar com o loot no loud, o que nunca é tarefa fácil... 

    Menções honrosas de 2013: Metal Gear Rising Revengeance e Tomb Raider

    #5º -- Lords of Shadow 2

    Minha história de amor e ódio pelo LoS2 está registrada aqui no Alva desde antes do lançamento do jogo, quando fui jogar o Lords of Shadow 1, que me fez redescobrir Castlevania e me apaixonar novamente pela franquia desde os jogos oldschool...

    E mesmo sendo um jogo que tinha Castlevania só no nome e uma jogabilidade que não era das melhores, o LoS1 me causou quase o mesmo efeito dos AC, me envolvendo com a história, personagens, ambientação e tudo mais, e ai depois veio o Mirror of Fate que empolgou ainda mais pelo Gabriel como o Prince of Darkness e, com isso, o hype para o LoS2 foi pra estratosfera, já que o jogo parecia espetacular com uma história forte e tensa, além de jogarmos com o Drácula pela primeira vez e até ai tudo parecia incrivelmente perfeito, mas...

    Assim que o jogo saiu, quase tudo que prometeram estava lá, como o Gabriel como o Drácula definitivo, a história envolvente, a ambientação espetacular com um dos gráficos mais bonitos da geração passada, a jogabilidade super estilosa chegando perto da perfeição, etc. 

    Só que o amor também virou ódio por causa de alguns erros imperdoáveis como colocarem stealth em um hack'n'slash com a desculpa mais furada do mundo, e ainda deixarem a campanha linear igual a um corredor, sem nenhuma mísera sidequest, nem boss rush e nem nada além da Arena do Kleidos, que não passa de uma área de treino com inimigos e aliados da campanha e nadica de nada mais...  

    Ai realmente bateu uma tristeza enorme de ver como estragaram o LoS2 dessa forma, mas, ainda assim, só a jogabilidade mega estilosa, os gráficos perfeitos e a ambientação sensacional já valeram por todos os erros...

    Menções honrosas de 2014: Dragon Age Inquisition e Goat(y) Simulator

    6º -- The Witcher 3 - Wild Hunt (2015)

    Se fosse escolher um só para ser o jogo da década, com certeza seria o Witcher 3...

    E só para explicar o motivo de o jogo merecer tanto esse título de melhor da década já renderia um textão à parte, mas, para fazer isso em poucas palavras, basta mencionar o conjunto da obra que raspou quase na perfeição com personagens muito marcantes, história sensacional que chegou a um nível de construção e profundidade da trama nunca vistos até então, com side-missions e dlcs idem, que sozinhas já valem por um jogo inteiro, mais a exploração e jogabilidade boa, liberdade total de escolhas e uma das ambientações mais bonitas já feitas até hoje... 

    É por tudo isso que o Witcher 3 foi bem além de um rpg de mundo aberto e virou praticamente uma experiência para quem for jogar, pelo nível de liberdade e imersão que o jogo conseguiu alcançar... 

    Menção honrosa de 2015: Metal Gear Solid V - The Phantom Pain

    7º -- Dark Souls III (2016)

    Se Dark Souls 1 já veio pra arrebentar geral e virou até um estilo próprio chamado Souls-Like, o DS3 então pegou tudo o que a franquia já tinha de melhor e também de pior, corrigindo essas falhas, e elevou a dificuldade e a beleza do mundão aberto ao nível ultimate, se tornando o melhor da trilogia até hoje... 

    Apesar de ainda gostar mais do Prepare to die antigão, o DS3 é incomparavelmente muito superior na jogabilidade, na liberdade de exploração, ambientação e tudo mais e, de brinde, ainda trouxe toneladas de eastereggs dos anteriores para deixar o mais masoquista dos fãs feliz da vida enquanto encara sua jornada de mais puro sofrimento até o final, embalado pela melhor trilha sonora de toda a saga Souls... 

    Menções honrosas de 2016: Doom e PokemonGo

    8º -- AC Origins (2017)

    Depois de fechar a trilogia do Ezio, foi como se a era de ouro dos AC se encerrasse ai também, já que do AC3 em diante a franquia não conseguiu mais repetir o mesmo hype do início da década e, somado ao detalhe de que os jogos depois do Revelations ficaram cada vez piores com bugs, problemas de desenvolvimento, história ruim e personagens cada vez mais rasos, as coisas chegaram a um ponto em que parecia o fim da linha para a franquia com o Syndicate, que era um jogo bem feito, mas não passava de uma fórmula requentada que ninguém aguentava mais... 

    E foi nesse momento ai o AC Origins chegou quase sem hype nenhum e quando todos pensavam que era o fim, ele conseguiu ressuscitar a franquia outra vez, voltando às origens do credo dos assassinos no Egito antigo e mudou completamente a jogabilidade, incluindo elementos de rpg e bebeu bastante na fórmula do Witcher 3, com umas pitadas de Souls-like, o que era tudo que os ACs precisavam para renascer outra vez... 

    Menção honrosa de 2017: Nioh

    9º -- Spyro: Reiginited Trilogy (2018)

    Quando a trilogia do Spyro chegou aos consoles em 2018 foi uma enorme surpresa para os fãs do dragãozinho roxo mais fofura ever, ao verem os jogos lá do ps1 totalmente recriados em uma engine da nova geração e isso fez a nostalgia bater forte mesmo... 

    E aqui foi tanta nostalgia que não só rejoguei a trilogia clássica do ps1, como também a versão reignited do ps4 e ainda fiz questão de comprar a  reiginited trilogy de pc no lançamento em setembro passado e fechar tudo nos 100% de conquistas de novo... 

    Menções honrosas de 2018 (que ainda não terminei de jogar): God of War e Red Dead Redemption 2

    10º -- Devil May Cry V (2019)

    E o melhor jogo de 2019 não poderia ser outro senão o DmC V, que pegou tudo que a franquia tinha de melhor e elevou isso a níveis épicos... 

    Depois daquela tentativa de reboot da franquia em 2013 que não deu muito certo, ai resolveram trazer o bom e velho Dante platinado de volta, com ainda mais estilo nos combos, zoeiras muito mais afiadas e o resultado foi um dos melhores jogos da franquia DmC, que pra mim só não superou ainda o DmC3, que continua imbatível em todos os quesitos... 

    Esse foi com certeza a melhor compra do ano, que valeu cada centavo pago no lançamento, bem como cada minuto jogado até chegar aos 100% de conquistas, além de ir direto para o top 5 dos jogos preferidos aqui... 

    E como peguei pouquíssimos lançamentos de 2019, as menções honrosas ficarão para o Bloodstained: Ritual of the Night, a Spyro Reignited Trilogy (Steam) e a Phoenix Wright: Ace Attorney trilogy (Steam), que fiz questão de jogar todos eles até fechar os 100% de conquistas...

    E agora que venha 2020 e mais uma década repleta de jogos memoráveis pela frente... :-)

    Assassin's Creed: Brotherhood

    Platform: PC
    2632 Players
    135 Check-ins

    44
  • natnitro Renata
    2019-12-08 07:10:53 -0200 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>"Mais negro do que uma noite sem lua, mais quent
    Phoenix Wright: Ace Attorney Trilogy

    Platform: PC
    1 Players
    3 Check-ins

    "Mais negro do que uma noite sem lua, mais quente e amargo do que o próprio inferno... Isso é café..." -- Godot

    E esse cafezinho quente e amargo igual ao inferno também foi o resumo mais perfeito ever do que foi o plantão da black friday aqui... 😜😜

    Lá vamos nós para exatas 48h de jogo, já bem na metade do terceiro título - Trials and Tribulations - e agora só faltam mais três casos e oito conquistas para fechar a trilogia nos 100% ainda nesse domingão... 

    \o/\o/\o/

    21
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 2 pontos

      Caraca ce ja ta no ultimo jogo Nat? Eu qse pegava ele no 3ds, tava 20pila na sale mas nao tem achievements nem nada extra em relaçao ao pc, talvez consiga no natal. Preciso desse 100% tbm!!! Hehe

      2 replies
    • Micro picture
      mathsmf · about 1 month ago · 2 pontos

      Tem no Steam essa versão?

      2 replies
  • natnitro Renata
    2019-12-03 23:04:21 -0200 Thumb picture

    Tudo indica que teremos AC novo vindo ai, em fevereiro de 2020...

    E no lugar das farras do Calígula em Roma para animar esse tédio todo, parece que dessa vez teremos é um protagonista viking mesmo...

    o_O

    Desde que saíram as dlcs do Odyssey, mas especificamente The Fate of Atlantis , o que não faltou foi rumores pipocando para todos os lados sobre um novo AC com temática Viking, que até já ganhou um codinome de Ragnarok.

    E mesmo sem nenhuma confirmação oficial até agora pelo time de produção da Ubi, já circulam por ai rumores de que a história se passará em algum momento entre o século VIII e o IX e estaria ligada ao reinado de Ragnar Lodbrok na Dinamarca, e traria um personagem "genérico" customizável que seria um viking dinamarquês que lutaria nas guerras anglo-saxãs e, nesse contexto ai, o jogo traria um vasto mapa que incluiria Noruega, Dinamarca, Suécia, Inglaterra e Irlanda e repetiria basicamente a mesma fórmula de rpg de mundo aberto do Odyssey, inclusive com batalhas navais (chega dessa merda porque ninguém aguenta mais batalhas navais, dona Ubi!!!), sendo que as novidades seriam o retorno do mesmo sistema de recrutamento de discípulos do Brotherhood e a possibilidade de co-op entre até 4 jogadores como no Unity...

    E uma curiosidade ai que muita gente não sacou até agora é que esse mundo dos vikings já apareceu antes nos AC e, em mais de uma ocasião, e minha aposta ai para o Ragnarok vai para um personagem quase desconhecido do presente que pode ser o elo de ligação com o passado na Era Viking, e que já foi citado desde o Brotherhood até o Odyssey, que é justamente o Juhani Otso Berg, que é um templário finlandês do alto escalão da Abstergo.

    E o que mais chama atenção ai na biografia do Juhani Otso Berg é o fato de que ele já entrou no Animus para reviver as memórias de um antepassado seu, que é descrito apenas como Viking_raider, que lutou na invasão de Lindisfarne no ano de 793 e esse viking poderia ser, inclusive, ancestral de ninguém menos do que outro assassino que é o Shay Cormac do AC Rogue, que depois virou a casaca para o lado dos templários...

    E mesmo com os rumores do Ragnarok parecendo fortes, tem uma pulguinha atrás da orelha aqui me dizendo que ainda poderemos ver por ai em breve um AC Roma Antiga, já que esse sempre foi o plano original do reboot da franquia que começou lá no Origin e trará os três grandes impérios da antiguidade que são Egito, Grécia e Roma, sendo que agora só falta mesmo o Império Romano para fechar a tríade...

    Já sobre o Ragnarok, e também por já conhecer a dona Ubi não de hoje, o palpite ai é que teremos não só um, mas sim DOIS Assassin's Creed em 2020, repetindo exatamente o que aconteceu na virada da geração passada, quando saíram Unity e Rogue ao mesmo tempo e, com um pequeno detalhe ai de que as histórias dos dois tinham uma ligação entre si, já que onde terminava o Rogue, começava o Unity...

    E como 2020 vai ser mais uma virada de gerações, tudo indica que poderemos ter o mesmo dejavú de 2014 ai de novo...

    (E como não sou lá muito fã dessa temática Viking, bem que eu preferiria mesmo era a dupla mitológica ai e o Júlio César de vilão, hehe)

    Mas seja lá o que a Ubi esteja tramando para 2020, as expectativas aqui sempre serão boas para que venha algo sensacional ai, mas se ainda assim não for lá uma revolução na franquia, que pelo menos esses jogos novos sirvam para espantar o tédio, nem que seja só pra fazer textão aqui reclamando deles depois, pra não perder o costume... huahuahauahua

    Assassin's Creed Odyssey

    Platform: PC
    66 Players
    32 Check-ins

    22
    • Micro picture
      raiden · about 2 months ago · 4 pontos

      Se a Ubisoft aprender com os acertos do Origins e os erros do Odyssey, tem tudo pra ser um bom jogo.

      10 replies
    • Micro picture
      msvalle · about 2 months ago · 4 pontos

      Minha expectativa: mais uma pseudo história genérica de vikings com espadas flamejantes e escudos mágicos montado em unicórnios encantados...
      O que mais me instigava nos jogos era a amarração histórica dos personagens, que foi sendo descaracterizada a cada jogo, a ponto de chegarmos no Odyssey.
      A Ubi deveria contratar a Cd Projekt Red para escrever as histórias, pois técnica para mundo aberto ela tem de sobra, agora roteiro... XP

      8 replies
    • Micro picture
      vinicios_santana · about 2 months ago · 2 pontos

      Assassins cleber vikings? Interessante, mas provavelmente passara batido pra mim como tantos outros.

      4 replies
  • natnitro Renata
    2019-11-30 22:21:30 -0200 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Depois de uns 84 anos, finalmente a black friday
    Phoenix Wright: Ace Attorney Trilogy

    Platform: PC
    1 Players
    3 Check-ins

    Depois de uns 84 anos, finalmente a black friday acabou... hallelluiahhh \o/\o/\o/

    E esse ano a sexta-feira negra foi de fazer o inferno até parecer um bom lugar pra quem é da área de segurança de TI, já que foi uma calamidade tão grande nas lojas, com direito a ataques involuntários de negação de serviço, de tanta gente tentando acessar os sites ao mesmo tempo, e ai as batatas que colocaram de servidor acabaram assando, sem falar nas lojas que levavam umas 3h pra carregar, dai mais 1h só pra logar com nome de usuário e senha e depois, na hora de fechar a compra, você ia conferir os dados de entrega e descobria que estava logado sem querer na conta de outra pessoa, porque o sistema gerencial da loja já tinha surtado de vez e isso quando não era aquele momento lindo em que todo mundo do hardware entrou no clima da black friday, já que na meia-noite de sexta era só tela preta de site fora do ar pra todo lado mesmo... o_O

    E o pior é que os esquemas para o fim de ano aqui começaram a ser preparados lá em agosto e ai emendamos uma das épocas mais quentes do e-commerce, começando com o dia dos pais, dia das crianças, halloween e ai na véspera de finados todo mundo já tava quase com um pé na cova de tanto cansaço, mas, literalmente, o pior ainda vinha pela frente com a black friday e ai na quinta e na sexta foi preciso apelar até para o café amargoso de mineiro, daqueles com uma xícara de pó para 2 colheres de água, pra dar aquela gotinha extra de boost de energia pra chegar até o final do expediente...  

    Mas em compensação pelos meses ai sem tempo nem pra jogar direito, ontem mesmo já enfiei o pé na jaca e fiz aquela feira básica na Steam e agora é emendar umas belas férias prolongadas com natal e réveillon pra tirar todo o atraso na jogatina, começando pelo Ace Attorney, que já estava namorando a versão de pc desde que ela chegou na Steam e agora finalmente vou ter o gostinho fechar nos 100% pra enterrar 2019 de vez...

    E o melhor ai é que os casos ainda estão bem frescos na memória depois de jogar a trilogia no DS no desafio do Nakero/2019 e isso vai ajudar bastante agora para ir nos 100%, já que tem uns casos que são bem longos e meio complicados de acertar a sequência de objeções e provas, especialmente no 3, que tem lá umas partes bem tensas com o Godot nos fazendo passar tantos perrengues que dá até saudades do Manfred Von Karma... o_o

    Lá vamos nós que a meta é fechar mais dois jogos nos 100% para conseguir 30 jogos perfeitos na Steam e nesse fim de ano agora só quero cama, comida, jogos e água fresca... huahauhauaha

    35
    • Micro picture
      _gustavo · about 2 months ago · 3 pontos

      Huhsauhsauhsasa, caótico, mas que bom que sobreviveu a mais um ano kkkkkk Agora é aproveitar o descanso com os joguinhos

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · about 2 months ago · 2 pontos

      Final de ano é caótico mesmo Nat xD eu meio que to nessa vibe desde o meio do ano também, com evento atrás de evento atrás de testes atrás de lançamentos no meu trabalho. Quando a gente tem UMA semana sem uma crise, a gente até estranha ahahahahahaha. Mas agora você terá o merecido descanso, então é só curtir mesmo e aproveitar /o/

      1 reply
    • Micro picture
      fredson · about 2 months ago · 2 pontos

      Deve ter sido uma Black Friday tensa...

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...