You aren't following natnitro.

Follow her to keep track of her gaming activities.

Follow

  • natnitro Renata
    2020-09-15 22:07:04 -0300 Thumb picture

    OFF-Topic de Utilidade Pública... :-)

    The Social Dilemma

    Nunca fui fã de redes sociais tipo o Facebook, Twitter, Instagram e cia, nem tenho saco pra esses zaps da vida também, justamente por falta de paciência com aqueles tios véios que ficam mandando fotos de gatinhos e do pinscher "Zoiudo" fofo o dia inteiro e que parece que não desligam nunca do modo online... Só que depois de assistir ao documentário "The Social Dilemma" da Netflix, realmente pude confirmar que esse modo "always on" do mundo inteiro não era só impressão não... o_O

    E ontem eu estava aqui de boas curtindo um minecraft com a nossa gangue de amigos-marmotas, quando chegou mensagem do meu tutor do CEH, que é uma certificação específica para segurança da informação, e que nos recomendava assistir a esse novo documentário da Netflix que fala justamente do "social dilemma", que envolve as redes sociais e o estrago que elas tem causado, tanto a nível individual, trazendo problemas psíquicos sérios que vão de depressão, baixa estima e até suicídio e isso está chegando até a esfera política, com situações que já estão se aproximando de uma guerra civil em lugares como Myanmar... 

    E tudo isso começa por um conjunto de algoritmos que são criados em cima de técnicas avançadas de psicologia, usadas para "programar" mentalmente o comportamento e induzir ações das pessoas, sem que elas se quer percebam, só para mantê-las conectadas e engajadas o tempo todo, gerando uma espécie de batalha por atenção, que é a nova moeda mais valiosa da internet atual e gera cifrões exorbitantes, mas não exatamente para o usuário...

    Quem é da área da segurança da informação conhece bem o termo "engenharia social", que foi criada por Kevin Mitnick, o hacker mais famoso de todos os tempos, que ele chama de a "arte de enganar" e tem até um best seller com esse nome, que fala sobre o lado mais frágil de um sistema de informação, que é justamente o humano que está por trás do computador, smartfone, etc, e agora estamos vendo a real dimensão dessa fragilidade a nível global e com consequências desastrosas, que vão muito mais além das teorias da conspiração, extremismos e cia, que circulam tanto por ai ultimamente... 

    E o melhor ai é que as fontes que produziram esse documentário "The Social Dilemma" são as mais confiáveis possível, já que são justamente os próprios criadores das ferramentas e algoritmos que estão por trás de tudo isso e que contam com honestidade sobre o tamanho de estrago que elas podem fazer... Então, da próxima vez que chegar aquele tiozão  que aparece em todo e qualquer zap da família, que é metido a cientista político extremista, ou aquele primo mané que é fã de uma teoria da conspiração illuminatti, nem precisa mais perder tempo contra-argumentando as teses deles e agora é só manda-los pra Netflix pra assistirem esse documentário, que vai ser um mindblow de estourar miolos pra todos os lados com certeza... :-)

    Ps: aqui pelo menos funcionou, já que as fotos de hoje do Zoiúdo fofo por enquanto não chegaram... huahahuhahuahuaha

    Watch Dogs

    Platform: PC
    1399 Players
    162 Check-ins

    33
    • Micro picture
      riki_samejima · 15 days ago · 3 pontos

      Esses algoritmos são muuuuuito avançados. Todos os sites estão interligados. Todos mesmo. Nada é segredo. As pessoas vão começar a entender o porquê de muitos acessarem a deepweb.
      Uns dias atrás eu tive interesse em discos de vinil. E mesmo não pesquisando nada sobre isso no facebook, ontem apareceram uns 2 ou 3 anúncios pagos de comunidades sobre o assunto na minha linha do tempo. É assim que se espalhou o lance da terra plana e outras merdas. O perfil do indivíduo vai se formando aos poucos. Quanto mais ele acessa esses tipos de site ou comunidade, mais sugestões são enviadas na linha do tempo dele.

      4 replies
    • Micro picture
      xch_choram · 16 days ago · 2 pontos

      Um professor meu falou dessa série essa semana, agora acho que vou dar uma olhada mesmo.

      1 reply
    • Micro picture
      pauloaa · 16 days ago · 2 pontos

      As pessoas estão presas em seu mundinho de auto aprovação, todo o conteúdo que chegam a elas colabora seus pensamentos o que gera radicalismo de tudo que é lado, as pessoas não buscam mais o outro lado ou um contra ponto.

      Umas das partes que mais gostei é quando eles falam que nosso cérebro não evoluiu na mesma velocidade que a tecnologia, ele é programado para se importar com o que nossa tribo acha de nós (família, amigos) ele não está preparado para lidar com que 10000 pessoas acham de nós e isso, principalmente em crianças e adolescentes, podem causar um belo estrago.

      Eu assisti quando lançou e desde então recomendo sempre que posso, as pessoas tem que ficar cientes de como as coisas funcionam e aprender a lidar com elas.

      1 reply
  • natnitro Renata
    2020-08-13 03:31:12 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>#Masyaf, como é bom estar de volta!!! \o/</p><p>
    Assassin's Creed: Director's Cut Edition

    Platform: PC
    4137 Players
    135 Check-ins

    #Masyaf, como é bom estar de volta!!! \o/

    Depois de um tempão sem ver o Altair, foi muito boa a sensação de estar de volta em um velho lugar conhecido e ai foi como um mirror effect, onde o AC1 me lembrou do Revelations, na primeiríssima vez que pisei lá em Masyaf de novo com o Ezio e, no ACR eu ficava lembrando dos mesmíssimos lugares que tinha visitado justamente com o Altair no AC1... Só os AC mesmo pra conseguirem dar uns dejavús doidos desses... xD

    E depois de dar uma volta enorme na franquia até chegar no Odyssey, é engraçado ir lá no início de novo e ver como algumas coisas são muito familiares enquanto outras já estão meio estranhas ao mesmo tempo, como todas aquelas marcas registradas da franquia que são o parkour, a visão de águia, os pontos de sincronização, aqueles saltos de fé das alturas que dão até vertigem e o estilo de ataque em low profile, etc, que sempre deixam aquela sensação de algo muito familiar, mas, por outro lado, aquele combate travadão com espada, a falta da lâmina dupla e de outras mecânicas que só apareceram depois e ficaram bem melhores, deixam claro que 13 anos já se passaram e o jogo já ficou bem datado... 

    E mesmo depois de todo esse tempo, os gráficos ainda continuam um espetáculo, até melhores do que os do AC2 e Brotherhood que vieram logo depois e acabaram ganhando um visual mais diferente, tipo desenho animado...

    Já o problema maior é que, mesmo pra época, o jogo já saiu com umas coisinhas bem chatas como a repetitividade das missões, que chegam a desanimar, já que tudo se resume a sentar num banco e escutar uma conversa, fazer um pickpocket básico, stalkear o alvo, assassinar o boss e matar metade dos guardas da cidade até conseguir escapar e isso se repete pra absolutamente todos os alvos principais da história... 

    E pra quem conseguiu platinar o AC1, honra eterna ao mérito, porque até hoje esse deve ser o maior recorde da Ubi em colocar tanto colecionável em um jogo só, já que além de 60 templários perdidos no mapa pra assassinar, ainda é uma quantidade absurda de bandeiras em cada cidade, como por exemplo, no Brotherhood, dentro do mapa de Roma que é bem maior do que o do AC1 inteiro, tem nada menos do que 101 bandeiras dos Borgia pra recolher... Já no AC1, só em Kingdom já são 100 fucking bandeiras pra juntar, isso sem falar em Masyaf, Acre, Damasco, Jerusalém e cia... o_O

    Ainda bem que nem tudo está perdido no AC1, já que o Altair continua no topo do ranking dos melhores protagonistas até hoje, só perdendo pro Ezio que é o topzera das galáxias, e o codex dele é uma das partes mais interessantes do credo dos assassinos, que explica muito da filosofia por trás da irmandade e que aparece muito no AC2, mas foi uma pena que com o tempo essa lore foi deixada de lado na franquia e praticamente se perdeu, até pelo detalhe de que do Origin pra cá, as memórias genéticas voltaram mais de um milênio antes do AC1 e foi uma desculpa perfeita pra dar um reboot na saga, deixando essa parte do creed original e do Codex de lado, em uma outra realidade/fase temporal...

    Já a história do jogo ficou apenas no meh, o que era até o padrão da época, quando ainda não era comum ter lores mega elaboradas como um Witcher 3 da vida, e o plot final até que é bom, mas é uma pena que já é meio previsível desde o início... Mas, ainda assim, já começou bem por apresentar as bases que a franquia seguiria por mais de uma década depois, até o Syndicate, já que depois dele veio a fase do reboot onde a Ubi tentou abraçar de vez o RPG mas, até agora ainda não conseguiu acertar a mão... E parece que ainda não vai ser no Valhalla que vão começar a fazer as coisas direito...  

    E o pior ai é que a grande ideia do AC1 só apareceu depois e acabou desperdiçada, já que no primeiro jogo o vilão é o Robert de Sable, o fundador da ordem dos templários, que dentro da lore da franquia até que ficou bem, mas como personalidade histórica, nem é tão relevante assim, sendo que desde o primeiro capítulo já poderiam ter colocado um que teria sido um dos antagonistas mais épicos de todos os tempos, que é ninguém menos do que o Genghis Khan, que morreu pelas mãos do trio Altair, Maria e o filho deles, Darim, em 1227...

    (Genghis Khan com uma das armas do Eden)

    Ai é que está minha grande aposta para um remake/reboot do AC1, que é justamente trazerem o Altair de volta, não só contra os templários, mas também contra ameaças piores como o Império Mongol e o grande vilão perfeito ai seria justamente o Genghis Khan, o que poderia acontecer logo depois do ACV, se a galera lá da Ubi soubesse fazer a transição perfeita ai entre o Valhalla e o AC1, já que, cronologicamente, são só uns +-200 anos de distância no tempo... Mas, por enquanto isso parece só um sonho improvável mesmo... @_@

    E lá vamos nós de novo, que a próxima parada é justamente o Acre... xD

    42
    • Micro picture
      _gustavo · about 2 months ago · 4 pontos

      Eu precisava continuar minha empreitada de jogar os AC em ordem, até que tava longe no 2 mas acabei colocando em Hold pra variar, quem sabe fica um projeto aí pra 2021 kkkkkkkkk. O 1 eu joguei pouquíssimo ainda pirata na época eu tinha uma 7300GT q nem rodava o jogo direito kkkkkkkkkkkkkk

      2 replies
    • Micro picture
      lordsearj · about 2 months ago · 2 pontos

      Eu joguei AC 1 perto do lançamento. Engraçado que não teve muita vibe. Comprei um DVD de PC barato, daqueles que vendiam no Carrefour (ô diferença de hoje). Lembro que em algum lugar baixei uns mapas com todos os colecionáveis, até achei os arquivos aqui outro dia. Mas não tive saco se pegar. Já não sou muito fã de conquistas e como era PC-DVD não tinha mesmo.
      Só um detalhe: O antagonista não poderia ser o Gengis Kahn pois o jogo é na época das cruzadas (1091) e o império mongol é dos séculos seguintes. Mas de fato a Ubisoft "pulou" essa era. Uma pena, pois seria muito rico. Resolveram apostar na renascença certamente por ter mais apelo comercial e carisma do Ezio catapultou a saga.
      Quanto a jogabilidade, cara.... Jogo de mudança de geração. Daqueles que vc diz "caraca, mudou mesmo". Tipo quando joguei DMC 1 pela primeira vez. Foi um choque. Claro que voltando anos depois vc vê defeitos que não via antes. Normal. Até na vida pessoal é assim.
      É tb acho que a 7° geração foi a toma grande "guinada" que tivemos. Daí pra frente foram melhorias, perfumarias e mais do mesmo.
      Boa jogatina aí.

      1 reply
    • Micro picture
      leandro · about 2 months ago · 2 pontos

      Esse e o meu AC preferido. Mesmo eu gostando bastante da saga Ezio, esse foi o me pareceu com mais cara de Assassino ( sem falar da ambientação que tem tudo a ver com com o período do surgimento dos assassinos, que se passa na época das cruzadas ). E sendo honesto essas missões repetitivas nunca chegaram a me incomodar. Se tivesse que reclamar se algo desse jogo seriam as falhas de desempenho, no caso da versão do Play 3, com quedas terríveis de fps ). No mais parabéns pelo tópico mana @natnitro, sempre mandando muito bem nas análises da série

      2 replies
  • natnitro Renata
    2020-08-12 00:56:32 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>#Checkin duplo hoje! \o/</p><p>#1° -- Stardew Va
    Assassin's Creed: Director's Cut Edition

    Platform: PC
    4137 Players
    135 Check-ins

    #Checkin duplo hoje! \o/

    #1° -- Stardew Valley

    Depois de 200h de campanha, 100% de conquistas e mesmo caindo no endless mode, acho que nem precisa dizer como gostei desse jogo! xD

    Antes até comentei sobre algumas falhas que o jogo tinha e que estavam incomodando um pouco, mas foi só deixar a preguiça de lado e ir brincar nos códigos de programação que acabei criando um mod custom totalmente lore-friendly aqui, que resolveu quase tudo de que reclamei antes, começando pela interação com os outros personagens, especialmente com os spouses, que, no caso aqui, a cobaia de testes foi o Elliott mesmo...  

    A primeira mudança ai foi mudar a rotina diária dele, que era basicamente a de uma alma penada que ficava andando dentro de casa o dia todo e, no máximo, ia pra praia na segunda-feira e, no sábado, ia ler um livro no cantinho dele no quintal... 

    Ai foi só brincar um pouquinho nos códigos que ele logo virou um ratão de praia, começando o dia na pescaria com o Willy, que é um dos melhores amigos dele junto com a Leah, depois passando o dia na praia e indo tomar uns grogues na taverna do Gus à noite, antes de voltar pra casa... E nos dias de folga da praia, ai é hora de virar rato de biblioteca, já que ele é escritor, e ai ele vai passar o dia lá no museu da cidade e voltar pra casa à tarde pra ler um pouquinho mais debaixo das árvores do quintal até anoitecer... 

    Cheguei a testar um mod chamado Imersive Spouses, que serviu de base para meus scripts aqui, mas o problema maior ai é que os diálogos foram todos modificados e isso deixava o jogo bem próximo de uma fanfic e ai preferi manter a lore e os diálogos originais, só com uns pequenos ajustes para eles aparecerem na hora e no contexto certo e ai sim acabou aquele problema de só poder interagir pouquíssimas vezes por dia e ainda ouvir algo aleatório e/ou totalmente idiota... Ai um exemplo:

    #Antes: 

    #Agora: 

    E o que ficou mais legal ai é que todas as vezes que interagir com ele, vai ter uma resposta que varia conforme o local, a hora do dia, etc, e até mesmo nas conversas aleatórias vão aparecer coisas ligadas à história, como quando ele estiver na biblioteca ou lendo um livro do quintal, o Elliott sempre vai ler trechos dos livros dele ou recitar um poema de algum diálogo mais raro dele, etc.

    Já a minha parte favorita e que deu mais trabalho, foi fazer o Elliott tocar piano de novo e ai é só chegar na cabana dele no final da tarde de sexta-feira (17h no jogo) que ele vai pro piano e além da música linda que ele toca no evento "6 hearts" dele, ainda coloquei mais essa ai pra estraçalhar com o coração de vez...

    Nada menos que o tema do To the Moon:

    Resolvido o problema dos diálogos ruins e da rotina de alma penada, ai veio outro perrengue, que era o modo "whatever" que reclamei bastante antes, de o jogo não acompanhar o progresso do jogador e a evolução da fazenda e ai também foi só brincar mais um pouquinho com os scripts que já estavam lá e criar umas linhas extras pra ligar diálogos aos achievements do jogo e ai as conversas passaram a refletir o progresso da fazenda, como, por exemplo, depois de bater a meta de 1 milhão na conta, que é a conquista "Millionaire", em uma das conversas com a Pam no ponto de onibus ela vai dizer que se a fazenda vai bem, isso dá um boost na economia local e assim todo mundo vai ter um emprego e ficar feliz, o que já é um diálogo bem raro dela que só foi melhor contextualizado, além de outros diálogos raros dos demais como da Penny, Caroline e cia, nos elogiando ou criticando, conforme a qualidade dos produtos vendidos pro mercadinho do Pierre ou dos peixes vendidos pro Willy, etc, assim como as cartas da mãe do/a fazendeiro/a, que estão lá nos scripts, mas nunca cheguei a ver na campanha, onde a mãe brinca dizendo pra não se esquecer dela depois de ficar milionário, etc, que são coisas que já estão no jogo e agora só foram colocadas no contexto certo pra deixar muito mais imersivo...

    Pra completar meu mod custom agora só falta desbugar o piano que coloquei na fazenda pro Elliott tocar nele também e virar a maior fofura do mundo chegar em casa à noite com ele tocando umas coisinhas lindas assim, pra ficar perfeito de vez... ♥♥♥

    (Let's go - Defy Gravity)

    E ainda falta fuçar também nos scripts da Abigail, já que parece que ela é a única que nos acompanha na mina e ai depois dar um jeitinho de copiar isso para o doguinho/gato e para os outros spouses também, pra ficar mais divertido ainda de ter uns companions nas aventuras do jogo... :-)

    Mods Forever... ♥♥♥

    #Checkin n° 2: 

    "Quando os outros homens seguirem cegamente a verdade lembra-te... Nada é verdade. Quando os outros homens estiverem limitados pela moral ou pela lei, lembra-te... Tudo é permitido."

    Hora de retomar um projeto anterior que era uma das metas desse ano antes de tudo virar um caos total, que é mergulhar fundo no credo dos assassinos desde o AC1 até o Valhalla no lançamento... \o/\o/\o/

    E a ideia não é só fazer checkins e posts, mas também deixar uma crítica aqui, indo bem a fundo na análise de cada jogo, comparando com os outros títulos e com o lore geral da franquia, que era uma ideia antiga que fiquei empurrando pra depois e depois, mas que agora finalmente vai pra frente... xD

    Masyaf, fui!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! \o/

    25
    • Micro picture
      cacotives · about 2 months ago · 2 pontos

      Boa ideia aí sobre os AC. Eu resolvi fazer toda a franquia tb mas não vou fazer esses paranaué tudo aí não o objetivo é só conseguir platinar todos e no momento estou em reta final com o Syndicate e fecho com o Rogue para finalizar.

      2 replies
    • Micro picture
      salvianosilva · about 2 months ago · 2 pontos

      Boa, Nat. Aguardando suas opiniões de cada jogo da franquia AC xD.
      Eu vou rejogar os antigos tudo de novo tambem, pra entender melhor a história e os personagens

      1 reply
  • natnitro Renata
    2020-08-06 02:24:03 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>172h de jogo e finalmente tudo fechado nos&nbsp;
    Stardew Valley

    Platform: PC
    545 Players
    268 Check-ins

    172h de jogo e finalmente tudo fechado nos 100% \o/

    Só em um dos saves foram ai umas 128h pra completar todas as quests principais e secundárias, além de uns extras como os jogos de fliperama, mais os "heart events", que aparecem toda vez que aumentamos o nível de amizade com alguém, que, junto com a reforma do centro comunitário, foi a parte que mais gostei, porque cada morador da vila tem uma sequência de quests própria, onde vamos descobrindo mais sobre cada um deles, já que à medida em que a amizade vai aumentando, mais segredos vão sendo revelados...  

    E nesses segredinhos ai tem traições, romances, dramas, zoeira, etc, e o melhor é que podemos ir conduzindo o caminho delas com nossas escolhas, como na quest do prefeito, que nos pede ajuda pra encontrar o "amuleto" da sorte que ele perdeu, que é a ceroula púrpura dele, e ai podemos ajudar sendo bonzinhos e ficando de bico calado, ou trolar geral mesmo, colocando o amuleto dele até na sopa comunitária do luau só pra dar muita risada e por ai vai...  

    E além de muita risada, tem hora que aparecem algumas surpresas também, como aconteceu na quest do Shane, que logo no comecinho achei que era o maior asshole da vila e depois fui me surpreendendo com todo o drama que ele vivia e isso poderia ter até passado batido se eu não tivesse aumentado a amizade com ele, já que pouca coisa é revelada ai e temos que ir brincando de Sherlock Holmes pra descobrir os segredinhos de todo mundo... 

    E depois de todas essas quests, meio que o jogo entrou em endless mode, já que a fazenda agora tá com todos os upgrades no talo e não sobrou espaço pra nada mais, nem pra um bichinho extra se quer... xD

    (Belmont Farm - Save 1)

    Só que pra completar todas as conquistas nos 100%, tive que começar um save novo pra fazer as quests da Joja Corp, já que temos que escolher entre nos tornarmos sócio da empresa ou reformar o centro comunitário, e ai na segunda run acabei deixando os bichos de lado e transformei a fazenda numa vinícola, o que me surpreendeu bastante pela facilidade de cuidar de tudo e pelo rendimento, que é muito melhor do que qualquer plantação ou criação de animais... 

    E a dica ai para os novos fazendeiros é investirem pesado na fabricação de vinhos, especialmente da ancient fruit, que rende o vinho mais caro de todos e mesmo no inverno, só com as plantas da estufa, eu conseguia colher ai umas 116 frutas por vez, que eu mandava direto para os barris e só uma safra de vinho dessas pode render ai uns 400 mil em gold por venda, ou até mais que isso, dependendo das "profissões" já liberadas como a de artesão, que pode aumentar o rendimento dos itens artesanais em até +40%... 

    (Transylvania Farm - Save 2)

    E apesar de demorar um pouquinho no primeiro mês, ai é só planejar bem as safras de vinho pra manter os estoques sempre cheios pra vender e, entre uma fermentação e outra, ainda ganhamos de brinde muito mais tempo livre pra fazer as quests dos moradores da vila ou só pescar mesmo... :-)

    E com mais tempo livre para as quests do pessoal da vila, xaveco foi o que não faltou também e até cheguei a dar uns pegas no Sebastian, mas depois de descobrir que ele era uma alma penada trevosa demais pro meu gosto, acabei pulando fora e ai não deu outra, e acabei casando com o Ed Kenway de novo... huahuhahuahua

    E como a última conquista que faltava pra 100% era justamente a "Full House", ai no segundo save foi muito mais fácil de conseguir, porque a opção de ter filhos sempre aparece mais no início e, se recusarmos, ai demora pra caramba pra aparecer de novo, já que a chance da pergunta se repetir outra vez é só de uns 5% e esse foi meu vacilo no primeiro save... 

    E depois de completar tudo o que faltava, agora vem aquela fase brava de escolher entre o tédio de ficar só bagunçando o jogo no endless mode, ou o vazio existencial de parar ai e não saber o que jogar depois... >_<

    Já que tô nessa vibe de rpg mesmo, só falta descobrir outro ai pra pular logo pra ele e curar essa crise de abstinência básica... xD

    43
    • Micro picture
      igor_park · about 2 months ago · 2 pontos

      Rapaz, parabéns que jornada.

      1 reply
    • Micro picture
      kleber7777 · about 2 months ago · 2 pontos

      "... colocando o amuleto dele até na sopa comunitária do luau".
      Não sabia que dava pra fazer isso. Hahaha
      Parabéns pela conquista. E que bom que vc gostou da jornada. Isso é o mais importante.

      1 reply
    • Micro picture
      sweet_lorelei · about 2 months ago · 2 pontos

      "vazio existencial de parar ai e não saber o que jogar depois" sei como eh essa sensação rssrrsrsrrsrs parabens pelos 100% ^^ eu parei perto de restaurar o centro comunitario,esse jogo eh muito bom ainda vou voltar nele pra fazer 100% tbm rsrsrrs,harvest moon tbm eh um jogo de fazenda bem divertido ,ja jogou algum da serie?

      1 reply
  • natnitro Renata
    2020-08-01 01:56:50 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Já raspando nas 150h de jogo e agora só falta um
    Stardew Valley

    Platform: PC
    545 Players
    268 Check-ins

    Já raspando nas 150h de jogo e agora só falta uma conquista pra 100% \o/

    Depois de restaurar o centro comunitário, liberar o acesso às outras áreas bloqueadas e também ganhar uma estufa de presente na farm, meio que o jogo entrou em endless mode e ai passei a completar os desafios das conquistas, já que não tinha mais nenhum objetivo importante pra cumprir, a não ser manter a rotina diária e passar na cidade de vez em quando pra ver se não tinha nenhum cartaz no mural, de alguém pedindo alguma coisa... 

    E nessa parte ai o tédio começou a pegar e algumas falhas do jogo passaram a incomodar também, como o detalhe de que o SV é focado em evolução, não só de skills mas da farm também, o que é realmente bem feito, com um excelente nível de desafio e talz, mas o jogo peca em uma parte vital ai que é o sistema de "tracking"  de progresso e de "recompensa" do jogador, já que a inteligência artificial não acompanha a evolução na campanha e os diálogos/reações funcionam basicamente no modo "whatever", o que é meio desanimador, já que é aquela sensação de que falta uma responsividade maior do jogo com o jogador... 

    Um exemplo do modo Squall, ops, whatever, ai que me incomodou um pouco foi justamente no evento de "14 hearts" do Elliott, já que, naquela altura da campanha, o centro comunitário já estava restaurado, a fazenda estava com tudo no talo, com as quatros luzes de aprovação do Grandpa Shrine acesas, nosso dinheiro em caixa era de mais de trinta fucking milhões de gold, mas os diálogos não tinham nada a ver com nada, e ele falava como se estivéssemos morando na barraca do Linus lá no meio do matagal... >_<

    E falando justamente nisso, outra coisa que parece muitíssimo legal no início, mas que depois, na prática, não ficou tão legal assim, é a parte dos companions no jogo... 

    Lá nos primeiros dias, a Marnie nos leva um pet abandonado, que pode ser um doguinho ou um gato, e ai parece ser a coisa mais fofa do mundo ter um mascote ali na fazenda, mas o problema é que depois descobrimos que ele não tem qualquer função mais útil como nos seguir pelo mapa, atacar algum inimigo, alertar de perigo, etc, e na prática não serve pra nada mesmo, a não ser ficar latindo e correndo sem rumo igual a uma barata tonta, ou ir dormir bem no meio da porta pra atrapalhar a passagem, etc... E, pra piorar, nem tem como interagir com eles a não ser fazer um cafuné por dia... (eita saudades do X-Burguer do Far Cry 5 - melhor pet ever ♥♥♥)... 

    Outra coisa que também parece sensacional no início é a parte de ir conhecendo as pessoas da vila pouco a pouco, e, na medida em que a amizade vai aumentando, alguns podem virar até seus crushes, como foi aqui com o Elliott, que tem uma história bem dramática de alguém que sempre quis ser escritor e nunca recebeu apoio pra isso e chegou a deixar família, amigos e tudo mais para trás por causa desse sonho e foi enfrentando tantas dificuldades pelo caminho que já estava no limite pela solidão e pela desesperança, e ai você tem a chance de mudar tudo isso... 

    E é bom ver como ele evolui também à medida que a amizade cresce e como esse apoio é decisivo pra ajudá-lo a alcançar o sonho dele e ai, pra quem se habilitar a casar, ele também é um dos melhores candidatos da cidade, além de ser o mais engraçado com certeza... xD

    E o mesmo esquema ai acontece com o Shane, que enfrenta problemas sérios de depressão e alcoolismo, com o Sebastian, que se sente inferior à irmã gênio e se isola, fugindo de todos, com o Alex e o Sam, que querem correr atrás dos seus sonhos, mas sofrem pela falta dos pais, abandono, etc.

    Só que o problema com eles vem é depois que eles se mudam pra fazenda, porque 99% do tempo vão passar só andando pela casa igual a uma alma penada, com pouquíssimas opções de interação/diálogos, e ai a rotina vai variar bem pouco também, como no caso do Harvey e da Maru que continuam no trabalho deles na clínica, o Alex vai visitar os avós, o Elliott vai para a cabana dele na praia uma vez por semana, etc, e fica por isso mesmo... 

    E além dos/as companheiros/as ai, ainda podemos ter filhos também, o que seria uma coisa sensacional, do tipo ver todas as fases de crescimento do filho até ele se tornar adulto, seguir uma profissão e continuar ali na cidade como um professor, médico, mecânico, etc, mas o problema é que os bebês acabaram virando uma das coisas mais inúteis do jogo, porque basicamente copiaram a inteligência artificial do pet e colocaram nas crianças, que nunca crescem e só ficam dentro de casa, engatinhando de um lado pro outro e bloqueando as portas, além de não ter quase nenhuma interação com eles, que não seja um cafuné e um coração de resposta... 

    Mas, nem tudo está perdido, já que a galera modder no pc praticamente refez o jogo, não só no visual com uma repaginada nos gráficos, skins e cia, como também corrigiram algumas coisinhas chatas como essa parte dos spouses, que antes ficavam só vagando pela casa igual almas penadas e, graças a alguns scripts bem úteis como o Helpful Spouses ou o Imersive Spouses, agora eles até ajudam nas tarefas do dia e também tem a própria rotina, o que ficou bem melhor do que o original... 

    E pra quem manja dos scripts, ainda dá pra brincar bastante com os códigos ai, o que pode render coisas hilárias, como fiz aqui com o Elliott, que antes era uma alma penada que no máximo ia ler algum livro debaixo da árvore do quintal e agora virou um ratão de praia/vida loka, que passa quase a semana inteira na praia, sai pra pescar e tomar uns grogues com o Willy, e agora só falta o Jackdawn pra virar o Ed Kenway de vez... huahahuahauhua

    30
    • Micro picture
      juray · 2 months ago · 2 pontos

      Wow! Boa!

      4 replies
    • Micro picture
      noblenexus · 2 months ago · 2 pontos

      Li o texto todo pensando 'uhnnn uns mods resolvem boa parte disso' pra no final "...a galera modder no pc praticamente refez o jogo" ahhhh mods salvação de muito jogo, to pra pegar novamente esse jogo só que dessa vez com uns mods. Concordo com vc em muito disso, eu joguei menos na minha primeira passada (60 horas), mas deu pra sentir essas coisas de filhos e pets serem a mesma coisa e Esposa/marido perderem o charme depois de casar.

      4 replies
    • Micro picture
      zefie · about 2 months ago · 2 pontos

      Caramba a fazenda tá lindona! E pro 100% só falta casar e ter os filhos xD
      Não me surpreende você modificar o jogo pra enfiar uma pitadinha de Ed Kenway ahuahuahuahua
      E quem diria que o vicio ia bater tanto assim hein? Do Minecraft rolou uns dois check-ins só, mas parece que virar uma pessoa do campo realmente te conquistou. Sempre bom quando a gente consegue viciar num jogo assim, parece que vai ficando cada vez mais difícil de entrar nessa vibe com o tempo xD

      1 reply
  • natnitro Renata
    2020-07-26 09:08:10 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Lá se vão 113h de jogo e a sensação é que não co
    Stardew Valley

    Platform: PC
    545 Players
    268 Check-ins

    Lá se vão 113h de jogo e a sensação é que não completei nem 10% do que é pra fazer ainda... xD

    Agora sim as coisas estão no maior embalo, principalmente depois de completar a reforma do centro comunitário, graças a ajudinha de um bom guia, hehe, e, como recompensa, não só ganhei uma estufa novinha em folha, como a cidade também ganhou um cinema de presente... \o/

    E graças a estufa nova, agora terei morangos e árvores frutíferas produzindo o ano inteiro, o que vai ajudar a manter os estoques de geleia e vinhos sempre abastecidos pra pagar o feno dos bichinhos da fazenda no inverno... \o/

    E com os bichinhos felizes, ai sim as coisas rendem bastante, já que não vai faltar matéria prima de ótima qualidade para a fabricação de mais itens artesanais como maionese, queijos e óleo de trufas, que são muito mais rentáveis do que vender os produtos animais puros...

    E o pior é que demorei um pouquinho pra descobrir isso e, por puro azar, meu primeiro save de 12h ainda fez o favor de corromper e ai tive que recomeçar tudo do zero, mas pelo menos já tinha aprendido a pescar e ai vieram as excelentes dicas do VenomSnake e do Rodrigockp sobre o crafting render bem mais dinheiro do que só vender os itens puros e, graças a isso, consegui avançar muito mais rápido no segundo save (meu atual, que agora já está ai com +- 100h)... 

    Com as skills upadas e mais dinheiro em caixa, a fazenda agora já está bem mais organizada do que aquele matagal lá do início... xD

    Já a parte mais difícil foi justamente aprender a administrar o tempo, mas agora virou tranquilidade total, já que foi mudar as prioridades, deixando de plantar tanta coisa sazonal que tomava muito tempo com colheita e irrigação, e passar a focar mais nos bichos e nas árvores frutíferas, que assim a agenda tem rendido bem, já que a rotina começa com uma ronda matinal pelos estábulos e currais pra coletar leite, ovos, trufas, penas, lã e cia, além de fazer aquele cafuné básico nos bichinhos pra deixar todo mundo feliz, depois é só colher as frutas do dia e levar tudo isso para o crafting e lá vou eu pra pescaria, enquanto espero tudo ficar pronto... 

    E quando voltar pra casa à noite, ai é só sair coletando os itens prontos e mandar pra caixa de venda, que ai sim o lucro do dia já estará garantido, sem muita trabalheira ou correria como antes... \o/

    E assim sempre sobra tempo livre pra ir comemorar o aniversário do Elliott, assistindo ao filme favorito dele no cinema, e até pra uns pegas depois também... kkk


    (Finalmente sobrou tempo pra arrumar a casa xD )

    E depois de vários baús de brinde nas pescarias e de alguns passeios na mina pra quebrar muita pedra, garimpar e descer a porrada nos monstros, enfim consegui completar a coleção do museu, que foi a tarefa mais chata até agora... \o/

    Só é uma pena que a quest do museu é bem demorada e não chega nem perto da restauração do centro comunitário, que foi a melhor até agora e, pra piorar, as recompensas pelos artefatos do museu nem são lá grande coisa e também não tem nem a parte mais divertida, que é ver a pressa dos junimos, que mal esperam os bundles serem entregues e já saem correndo com os pacotes, o que me fez rir bastante, enquanto lá no museu era aquele tédio só e o marrento do Gunther nem dizia um "obrigado"...

    E com a quest do museu completa, a próxima agora é a da Adventurer's Guild, que já deixou uma boa lista de monstrinhos pra descer a porrada e lá vamos nós de novo, que a próxima parada é lá nos cafundós da skull cavern... :-)

    28
    • Micro picture
      kleber7777 · 2 months ago · 2 pontos

      Está avançando bem. Muito bom.
      E o troféu do arcade? Chegou a tentar? Foi aquele jogo 2D que me desanimou de ir atrás da platina. 😅

      1 reply
    • Micro picture
      jcelove · 2 months ago · 2 pontos

      Show seu emprenndedorismo AGRO Nat. Ate acho legal. Mas jogos nessa pegada de HM me daocrise de ansiedade.hehe

      4 replies
  • natnitro Renata
    2020-07-23 08:41:46 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Lá se foi o inverno finalmente e o Ano 1 fechado
    Stardew Valley

    Platform: PC
    545 Players
    268 Check-ins

    Lá se foi o inverno finalmente e o Ano 1 fechado com sucesso... \o/

    (Transilvânia ou Belmont, eita dúvida cruel... :-)

    Enquanto a primavera e o verão foram basicamente aquela fase de adaptação na fazenda, onde fui pegando as manhas da plantação, aprendendo a pescar e também me enturmando com a vizinhança, o outono foi a estação do rush, já que tinha que estocar tudo o que conseguisse a tempo e ai foi aquela correria pra dar conta de tudo, incluindo os upgrades de última hora, e com isso a Robin acabou passando a estação inteira trabalhando mais na fazenda do que na casa dela... >-<

    E enquanto ela construia os silos, estábulos e cia, eu aproveitava qualquer tempinho livre pra ir lá perto da entrada da mina, onde é perfeito pra começar, já que as carpas são bem mais zen de pescar, ao contrário daqueles catfishes encapetados lá perto do Rancho da Marnie, e a estratégia do perfect e o local excelente também pra capturar peixes de qualidade irídio funcionaram tão bem que logo cheguei no nível 10, liberando itens excelentes como crab pots pra coletar lagosta, caranguejo e cia, o que ajudaram e muito a melhorar o faturamento, e ai era aquele esquema de enquanto a Robin trabalhava em um upgrade, lá estava eu juntando mais dinheiro para pagar o próximo... 

    E esse trabalho todo valeu a pena porque sobrou um trocado até pra upar a casa também, começando pela cozinha, que finalmente ficou completa com geladeira e fogão pra fritar muito bolinho de caranguejo agora...  \o/

    Ai foi a vez do quarto, que tá até parecendo uma livraria, já que depois que o Elliott se mudou pra fazenda, a casa agora deve ter mais livros do que a biblioteca da cidade... 

    E essa foi uma das coisas mais legais que apareceu na fazenda até agora, porque quando casamos, o/a companheiro(a) sempre cria o próprio cantinho na casa, como no caso do Elliott que é escritor e leva uma biblioteca, ou da Abigail, que leva a bateria que ela toca e os videogames dela, do Alex que monta uma academia, ou do Shane, que leva o boteco dele e um lixão, etc... >_<

    E parece que até o doguinho gostou da casa nova também... ♥♥♥

    E depois de todo o rush do outono, eis que chegou o inverno... ♥♥♥

    Apesar de ter sido a estação que mais gostei, o inverno tem lá seus perrengues, já que a neve cobre toda a terra, as árvores murcham e até mesmo a grama morre, o que é um problema sério porque é preciso estocar muito silo e investir até em aquecimento, pra não deixar os bichinhos estressados no frio...

    E como não tem jeito de plantar nada no inverno, é hora de investir também na adega, já que vinhos de alta qualidade sempre dão um ótimo lucro... 

    Mesmo sem as plantações, o inverno também foi no rush aqui, já que os bichinhos se multiplicaram igual gremlins e ai só uma ronda básica para recolher o drop diário e fazer cafuné neles pra deixar todo mundo feliz já levava embora metade do dia... E depois ainda tinha que correr para a pescaria na praia ou nas montanhas e só voltava pra casa bem tarde, quando já estava literalmente quase caindo de sono e ai não só os dias, como a estação inteira passou voando... 

    Dai veio a ceia de natal, amigo oculto com a vizinhança e, na virada de ano, eis o que apareceu...

    E isso me fez lembrar da diva absoluta da Bayonetta filosofando justamente sobre bebês e baratas, no melhor momento dela ever...

    E no rush da primavera, que acabou de chegar de novo no pedaço, lá vem mais um mundo de coisas pra plantar, montes de bichos pra cuidar e fazer cafuné, pescaria, descer porrada em monstros na mina, quests de vizinhos, etc,etc, a coisa vai ficar tensa aqui realmente e lá vamos nós de novo, que o ano 2 tá só começando... huahuahahuhauhahua

    22
    • Micro picture
      _gustavo · 2 months ago · 4 pontos

      Viciadona shashausahusahusahsa. Eu gostei muito do Stardew, ele consegue capturar muito bem a essência dos HM antigos trazendo muitas novidades legais tb, ótimo matador de tempo kkkk. Depois que gastar horas no Friends of Mineral Town vou instalar ele tb, provavel que só pra ano que vem kkkkkk

      3 replies
    • Micro picture
      seufi · 2 months ago · 2 pontos

      Esse jogo é fantástico... Sempre vou recomendar!

      1 reply
  • natnitro Renata
    2020-07-17 00:28:44 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Com o verão já chegando no finalzinho, agora sim
    Stardew Valley

    Platform: PC
    545 Players
    268 Check-ins

    Com o verão já chegando no finalzinho, agora sim as coisas melhoraram (e muito) na fazenda... \o/ 

    No começo foi aquele marasmo básico de ter pouco dinheiro pra investir, muito trabalho pra fazer, já que a fazenda tinha virado uma floresta, mas finalmente consegui dar uma bela limpeza no quintal e, enquanto esperava minha primeira lavoura crescer, acabei aprendendo a pescar, e, com muuuuuuiiiita paciência pra pegar o timing certo do "perfect", ai passaram a vir os peixes com a mais alta qualidade (irídio), que tem rendido bastante dinheiro e elogios do pessoal da cidade... \o/

    E foi só aprender a manha da pescaria perfeita que rapidinho meu level já chegou no 10 e assim fui liberando as outras habilidades como luremaster que ajuda demais a economizar, já que não é preciso ficar comprando bait o tempo todo, além do crafting de outras ferramentas como o crab pot pra pegar camarão, lagosta e até lixo de brinde, que coloquei em tudo que é poço de água, rio e mar da cidade e, no outro dia cedo, é só fazer aquela coleta básica e depois ir vender pro Willy, que é dinheiro na hora... :-)

    E graças a pescaria ai no level 10, já deixei a plantação um pouco de lado, ainda mais depois que toda a minha lavoura de morango morreu quando acabou a primavera e ai fiquei só com o pomar do quintal e investi mais na venda de peixes de alta qualidade e, graças a isso, já consegui bastante dinheiro pra fazer uma bela reforma na casa que ganhou uma cozinha, aumentou de tamanho e já tem até uma adega subterrânea pra mais na frente eu começar a fazer vinho das frutas do pomar no quintal, além de algumas construções mais básicas para criar animais como um estábulo para o cavalo, um silo e currais bem básicos pra ir melhorando aos poucos e comprando mais animais como coelhos e cia... Só não descobri ainda se tem jeito de comprar ou fazer uma casinha pro doguinho fofo que ganhei da Marnie... ♥♥♥

    E a pescaria não rendeu só peixe não e sempre que estavamos na praia, eu não perdia a chance de xavecar o Elliott e assim a amizade foi aumentando pra dois corações, quando já pude ir visitá-lo na cabana e ele falou um pouco mais da vida dele, que deixou tudo pra trás só pra seguir carreira de escritor, ai com mais conversas e presentes já pulou pra 3 corações, depois pra 4, o que rendeu uma cena hilária na taverna do Gus e até um porre depois, que foi engraçado pra caramba... xD

    Ai com mais presentes e apoio moral pra ele terminar o livro que ele escrevia, a coisa evoluiu rápido pra seis corações, e depois veio o lançamento do livro na biblioteca da cidade, com direito a dedicatória personalíssima e tudo mais, e ai foi só mais um pouquinho de xaveco e presentes que veio um convite pra um passeio de barco e, do nada já rolou pegação, e ai foi só mais um pulinho pra chegar nas dez estrelas e comprar o mermaid pendant de presente pra ele, que ontem já saiu até casório na praça da cidade... ♥♥♥

    E com o Elliott morando na fazenda agora, pelo menos já posso ir direto pra pescaria sem preocupar com a água no pote do doguinho, que é tarefa dele agora, além de me fazer rir horrores com algumas das pérolas filosóficas dele resmungando antes de ir ler algum livro debaixo das árvores do quintal... xD

    E vamo que vamo que a missão hoje é brincar de minecraft e descer lá nas profundezas pra minerar irídio pra mais um upgrade nas ferramentas de trabalho, porque serviço pra fazer lá na roça é o que não falta... :-)

    24
    • Micro picture
      kleber7777 · 3 months ago · 2 pontos

      A graça de Stardew Valley é gerenciar tempo pra fazer o máximo. Você evoluiu bem a parte de pescaria. E na mineração vc vai encontrar muita coisa boa por lá.

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · 3 months ago · 2 pontos

      Natnitro em 2015 = bora assassinar o papa e jogar uma ogiva nuclear naquele honeybadger
      Natnitro em 2020 = bora minerar metais preciosos pra comemorar que minha plantação deu uma boa safra

      Ahuaahuauhuhaauha brincaderas à parte, Stardew Valley é um que eu tenho bastante curiosidade de conhecer (ainda mais depois que o finado @yon quase deixou as plantas de verdade dele morrerem porque tinha esquecido de regar enquanto jogava)

      20 replies
  • natnitro Renata
    2020-07-14 21:11:07 -0300 Thumb picture

    E o hype pra Ubi esse ano continua no zero... :-(

    Depois de passar todo esse frenesi do Ubisoft Forward, que basicamente foi a E3 exclusiva da Ubi, onde mostraram todos aqueles trailers épicos do AC Valhalla, Far Cry 6, Watch_dogs Legion e cia, justamente com a intenção de criar aquele hype básico, só que dessa vez o efeito que eles deixaram aqui foi exatamente o contrário e o que acabou ficando foi um desânimo enorme com os lançamentos desse ano...

    E começando pelo Valhalla, que desde o início já me deixou com um pé atrás, porque era clara a intenção de era só mais um jogo que ia pegar o nome de peso da franquia e embarcar no hype das modinhas da vez, que incluem ai "Vikings" da Netflix, além do novo God of War que levou o Goty 2018, onde o Kratos abraçou a mitologia nórdica de vez, e ai juntaram uma pitada, ou melhor, um tanque cheio de chupinhamento mal feito do Witcher 3, muita piração mitológica e altas viagens na maionese e mais um copia-e-cola básico do Odyssey com skins nórdicas, em um mapa ainda maior do que um que já era absurdo de grande, e eis que a fórmula do Valhalla estava pronta...

    E se isso já não fosse ruim o suficiente,  a coisa só piorou desde que começou o "inferno astral" que varreu a Ubi esses dias atrás e que teve como ponto crítico a saída do Ashraf Ismail, que é justamente o diretor criativo mais importante da empresa atualmente e que está por trás desse reboot da franquia AC, que começou no Origins, e que era responsável pelo projeto do ACV desde o início... E como o jogo ainda não está finalizado, o medo maior é que o Valhalla agora vire o próximo AC3, já que são nada menos do que 15 estúdios trabalhando no projeto e se no AC3 eram "só" 10 estúdios e essas equipes mal se falavam e ai cada um cuidava de uma parte do jogo sem que outro soubesse e ai foram inventando tanta coisa que no final perderam o foco e o jogo ficou tão grande que precisou ser podado às pressas e o resultado final foi aquela bomba atômica que vimos no lançamento em 2012... 

    (Até campeonato de cachaça vai ter no jogo.. huahuahauhua)

    E o medo é que o Valhalla agora vá pelo mesmo caminho, já que estão inventando tanta coisa sem sentido pro jogo, principalmente copiadas do Dark Souls na cara dura mesmo, tanto que ninguém depois estranhe se colocarem até aquele caixão na praia do Dark Souls II , já que até essa possibilidade de trocar o gênero do protagonista Eivor o jogo vai ter agora... >_<

    E o problema ai é que dentro do Dark Souls isso fica coerente, já que o protagonista é só mais um aleatório que segue a jornada do herói do jogo, enquanto no Valhalla vai ser difícil arrumarem uma explicação boa pra isso, a menos que o Eivor seja o Loki disfarçado, pra ficar trocando de cara assim... xD

    E depois de tudo isso que vimos por ai sobre o Valhalla, o que está mais incomodando agora não é o jogo em si, que poderia ter tudo pra ser um rpg souls-like sensacional, mas o problema é que ele parece estar no lugar errado, já que mais uma vez estão usando mal o nome uma franquia de peso só pra vender um jogo que teria tudo pra render até uma nova IPO, que poderia ter começado lá no Origins e abraçado a mitologia e o rpg raiz de vez, no lugar de só colocarem AC no nome e fazerem um quase-rpg só de tapeação para os jogadores com essa falsa sensação de escolha, exatamente como no Odyssey, onde só quatro linhas de diálogo realmente são importantes e o resto não faz diferença merda nenhuma... 

    Já sobre o Far Cry 6 ter o glorioso Giancarlo Esposito como vilão, isso com certeza vai ser a melhor coisa do jogo, já que o cara manda muito bem mesmo como badass e também já é nosso velho conhecido como "O Dentista", um dos melhores personagens do PD2 até hoje... ♥♥♥

    Já o pior problema do Far Cry 6 é que dessa vez parece que a franquia está querendo se levar a sério demais e tentando se afastar justamente do que a série sempre foi, já que FC sempre é sinônimo de fps despretensioso, cheio de anarquia, piração e vilões malucões ai do porte do Vaas, Pagan Min e do "padre" biruta do Joseph Seed, só que dessa vez parece que querem recriar o Far Cry 4 com uma nova Kirat urbana e um novo ditador Pagan Min casca-grossa e isso poderia até combinar com um Hitman ou um Splinter Cell, mas parece que ficou dark e sério demais pra um Far Cry... 

    Já sobre o Watch_dogs Legion, a ideia original de ter uma legião de protagonistas anônimos e aleatórios é muito boa e isso dá uma margem enorme de inovação e de fator replay em teoria, mas, agora só conferindo o jogo mesmo pra saber se acertaram ou erraram a fórmula na prática... 

    No mais, o hype por enquanto tá no zero mesmo e se sair alguma coisa boa ai dessa nova safra da Ubi, já vai ser lucro...  :-)

    Assassin's Creed Odyssey

    Platform: PC
    96 Players
    45 Check-ins

    35
    • Micro picture
      raiden · 3 months ago · 2 pontos

      Nossa.... Pelo que parece esse for honor Creed realmente é uma dlc do odyssey com preço de AAA ou estou enganado @natnitro? Nunca ousarei bater o martelo em um AC sem antes ouvir a opinião da própria mestra assassina que manja de assassins como ninguém.

      1 reply
    • Micro picture
      andre_hirosaki · 3 months ago · 2 pontos

      Eu achei q era só eu q n gostava tanto assim do ac 3

      4 replies
    • Micro picture
      leoaldrighi · 3 months ago · 2 pontos

      unico que achei melhorzinho foi o watch dogs e não assim um exagero parece ser de razoavel pra bom

      4 replies
  • natnitro Renata
    2020-07-12 00:50:40 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Gente nova na roça, ueba!!! \o/</p><p>Depois de
    Stardew Valley

    Platform: PC
    545 Players
    268 Check-ins

    Gente nova na roça, ueba!!! \o/

    Depois de um tempão com o Stardew Valley na wishlist, nessa sale de férias do tio Gabe eu entrei na vibe dos rpgs e ele acabou vindo no pacote de jogos e finalmente chegou a hora de tocar o terror na roça... \o/ 

    E logo que cheguei na minha fazendinha que, depois de 20 anos abandonada, estava parecendo até uma selva amazônica, foi aquele desânimo básico só de ver a trabalheira que seria limpar aquele mato todo no quintal, mas lá fui eu pro batente às 6h da matina, e, quando fui procurar as ferramentas pra começar e vi que meu inventário tinha aquele kit básico de machado, enxada e picareta, ai foi aquela cara de wtf? até ter certeza de que não estava no jogo errado, porque não só as mecânicas de survival são muito parecidas, como o feeling do jogo é Minecraft total... xD

    E ai lá fui eu quebrar pedra de novo, cortar madeira e juntar todo tipo de tranqueira que vi na frente, como manda a tradição de todo rpg raiz, já que nunca sabemos quando vamos precisar de alguma coisa ali do meio do lixão acumulado, e o resultado é que as 04h da tarde eu já estava quase desmaiando de exaustão, com a energia no zero... E como não tinha comida, poção ou nada parecido para recuperar a energia de novo, a única coisa que eu podia fazer sem apagar de canseira era sair pra passear na cidade, e então lá fui eu andando sem rumo e conversando com todo mundo nas redondezas, pra conhecer a vizinhança, e me enturmei tão bem com a galera que até já crushei no Elliott, o escritor cosplay do Fabio Lanzoni, que encontrei por acaso na praia enquanto juntava tranqueiras no finalzinho da tarde... ♥

     E como estava anoitecendo, ai achei melhor deixar o xaveco pro outro dia, já que não tinha lá muita certeza se ia encher de creeper, esqueleto e zumbis pra todo lado, e, na dúvida, corri  de volta pra casa pra dormir logo, só pra descobrir que não acontecia porcaria nenhuma à noite... huahauhahuahua

    E depois de encerrar o expediente do primeiro dia mais cedo do que o previsto e depois plantar as sementes que o prefeito deixou de presente de boas-vindas pra começar minha farm, a missão agora é juntar todo dinheiro que conseguir pra fazer uns upgrades básicos, porque minha casinha está tão capenga que não tem nem fogão ainda pra fritar os bolinhos de caranguejo do crush, que ama ganhar isso de presente... 

    E, enquanto não tem bolinho de caranguejo, lá vamos nós pra enxada de novo, porque o 5° dia da primavera está só começando... :-)  

    26
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...