You aren't following natnitro.

Follow her to keep track of her gaming activities.

Follow

  • natnitro Renata
    2019-07-15 01:33:47 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p><strong>#Bloodstained: Ritual of the Night fecha
    Bloodstained: Ritual of the Night

    Platform: PC
    92 Players
    88 Check-ins

    #Bloodstained: Ritual of the Night fechado nos 100% de conquistas! 

    \o/\o/\o/

    Depois de bater a meta dos 12 jogos fechados no ano do desafio do Nakero, agora é a vez da prorrogação com mais uma lista de jogos que serão concluídos nos 100% até o fim do ano e a primeira missão foi justamente o Bloodstained - Ritual of the Night... \o/

    Demorou um pouquinho mais de 32h pra dar conta de juntar todos os itens, shards, armas, trajes, ammo, etc, etc, incluindo ai a side quest do ratatouille da Susie, que foi de longe a missão que mais deu canseira e trabalho pra encontrar as receitas e farmar os ingredientes, e pior ainda do que isso era só ficar tentando descobrir qual prato ela queria só pelo desenho... Mas, ainda bem que agora já tem por ai um monte de guias com a lista do cardápio da Susie pra agilizar a vida, já que o pessoal que jogou no lançamento e foi descobrindo tudo na raça deve ter penado um bocado pra completar essa quest as cegas... >-<

    Tirando as missões do ratatouille, as outras side quests foram bem legais de fazer, já que algumas eram até simples demais como as do "Avenge the death", que termina quase sem vermos, já que é só matar um número tal de determinados monstros pelo mapa, o que já é parte do gameplay mesmo... 

    Já a missão "In Memory of" tem uns itens raros pra encontrar e fabricar também, mas ainda assim é bem mais divertida de fazer, já que está longe de dar a mesma canseira de ficar brincando de Hell's Kitchen e tentando acertar qual tipo de panqueca de ovo de dragão a Susie quer comer naquela hora... >-<

    E pra quem for atrás dos 100% também, vale a pena pegar um bom guia pra ajudar a encontrar todos os itens no mapa, o que não é pouca coisa não, já que o Iga sacaneou um pouquinho colocando umas paredes quebráveis em lugares que nem dá pra imaginar, como uma que fica na área do boss Valefor que aqui foi a pior de todas pra encontrar, já que a danada não aparece nem com o shard "Detective's eye" equipado, já que a posição dela não ajuda mesmo... >-<

    Tirando esses perrengues ai das quests cansativas e também a parte da história que é bem fraquinha, assim como a lore e o carisma de alguns personagens que ficam a desejar um pouquinho, no conjunto da obra, valeu a pena demais ir atrás dos 100% até para poder curtir tudo de melhor que o jogo tem a oferecer, já que quem jogou e curtiu os outros metroidvanias do Iga como o Symphony of the Night, o Curse of Darkness, Aria of Sorrow, etc, vai se sentir em casa porque o Bloodstained pegou tudo que esses jogos tinham de melhor e ainda temperou com a trilha sonora da Michiru Yamane e mais toneladas e toneladas de eastereggs de Castlevania e se tornou o SotN 2 que os fãs tanto esperavam... Só com um único pecado ai que é não ter o Alucard de volta... ♥♥♥

    40
    • Micro picture
      lucasbarcelos5 · 4 days ago · 2 pontos

      Parabéns cara, eu estou em busca da platina dele, só falta um troféu, o de conseguir todos os itens, quero conseguir platinar ele esse mês ainda.

      2 replies
    • Micro picture
      _gustavo · 4 days ago · 2 pontos

      Boooooooa ! Parabéns Nat ^^
      Agora é esperar as DLC pra brincar mais shauhsaushausa

      2 replies
    • Micro picture
      filipessoa · 4 days ago · 2 pontos

      Mandou bem! Sabia que uma hora você ia conseguir pois estava muito empenhado no joguinho.

      1 reply
  • natnitro Renata
    2019-07-07 23:06:53 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p><strong>#Missão cumprida: Desafio 12 de 12 jogos
    Bloodstained: Ritual of the Night

    Platform: PC
    92 Players
    88 Check-ins

    #Missão cumprida: Desafio 12 de 12 jogos finalizados em 2019!!! 

    \o/\o/\o/

    Acabei comprando e jogando tanta coisa boa nessa sale de férias do tio Gabe que acumularam tantos checkins que até desanimei de registrar todos e ai quando vi, já tinha até concluído o desafio do Nakero com mais de 12 jogos fechados bem antes do previsto, o que foi uma boa surpresa, já que nos anos anteriores ou eu não passei nem perto de concluir a meta, ou foi quase na virada do ano pra fechar pelo menos 12 jogos...    

    E esse final de semana rendeu muitíssimo bem com a trilogia Ace Attorney fechada na sexta-feira, e no sabadão foi a vez de fechar o Bloodstained Ritual of the night com o final "ruim" e só uns 65% do mapa explorados, já que na primeira vez fui de "blind walkthrough", sem guia nem nada mesmo e acabei chegando no boss antes da hora. E sem os itens especiais, logo depois da luta já vieram os créditos e foi aquela tela de game over bem na cara... Mas ainda bem que o jogo voltou no savepoint anterior a luta final e ai teve jeito de continuar a campanha e a exploração pra completar o que ainda falta para ver os outros finais, sem ter que começar tudo do zero... \o/

    E a meta no Bloodstained agora é ir atrás dos 100% e ver os outros dois finais, ainda mais que a exploração e o farming tem rendido muito bem mesmo, tanto que já quase conclui as side quests como a do "In Memorian" que já está nos 100% assim como as de matar monstros, que já esta ai nos 98% e agora falta só um pouquinho pra fechar tudo, incluindo a missão do Ratatouille da velhinha Susie, que faltam só duas comidas pra preparar, sendo que essa quest é de longe a mais chata do jogo inteiro... >-<

    Com a meta dos 12 jogos fechados já concluída, agora vem a prorrogação no modo "new challenge plus", que não será só fechar os jogos, mas sim chegar aos 100% de conquistas em pelo menos 6 jogos até o final do ano, que incluem ai na lista:

    #Bloodstained - Ritual of the Night

    #Metal Gear Solid V - The Phantom Pain

    # MGSV - Ground Zeroes 

    #Nioh

    #Spyro Reignited Trilogy

    Já os outros dois poderão ser umas pendências antigas da lista da vergonha como Dishonored, Bioshock remastered, Duke Nukem ou o que der na telha mesmo... :-)

    28
    • Micro picture
      filipessoa · 11 days ago · 3 pontos

      Your name is Barry Allen?

      1 reply
    • Micro picture
      fernandovst · 11 days ago · 2 pontos

      Boa, parabéns.
      Eu terminei uns 32 ou 33 jogos nesse ano, mas isso é porque sou jovem e desocupado ainda uaheuahea mas dos que conheço, todos esses aí são bons pra caramba XD.
      Bloodstained parece que tá show demais, um dia tenho que jogar esse negócio uaheuahea

      1 reply
    • Micro picture
      zir0 · 11 days ago · 2 pontos

      eita ja

      1 reply
  • natnitro Renata
    2019-07-03 23:16:10 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Agora sim consegui começar o Bloodstained pra va
    Bloodstained: Ritual of the Night

    Platform: PC
    92 Players
    88 Check-ins

    Agora sim consegui começar o Bloodstained pra valer!!! \o/

    Depois do lenga-lenga que foi pro boacompra liberar os pagamentos na steam e na nuuvem nesse fim de semana, ontem a noite finalmente já pude conferir o jogo e, logo de cara, a primeira impressão foi de cair o queixo com o primor do trabalho do Koji no visual, na ambientação, nos personagens e nos gráficos no modo cinemático, que ficaram leves e perfeitos até nos mínimos detalhes... <3

    E ai foi só cair no mundão pela primeira vez que começou a mais pura aventura metroidvania de explorar o castelo e ir descobrindo o caminho sem guia nem nada, já que até o mapa é idêntico ao do SotN, que vai sendo revelado à medida que andamos e ai foi só passear um pouco que a sensação foi a de estar jogando todos os Castlevanias do Koji em um só jogo, já que lá estavam as habilidades do Richter no SotN, as skills do Aria of Sorrow em forma de shards, o mesmíssimo sistema de crafting do Curse of Darkness combinado com Ratatouille, como no Kingdom Hearts 3, já que até a comida agora não aparece mais como aqueles frangos assados escondidos no degrau da escada, já que agora somos nós que preparamos a própria gororoba com direito a panqueca com ovo de dragão, pra Alucard nenhum colocar defeito... xD 

    Já no combate, até testei algumas espadas boas que consegui logo no comecinho, graças àquela manha de farmar bastante dinheiro rápido, mas se teve uma arma que adorei no jogo foi a sapatilha de Kung-Fu e agora só fico brincando de Chun-Li pra todo lado porque até a esquiva dela é sensacional pra desviar e atacar ao mesmo tempo, já que é justamente a mesmíssima rasteira do Ritcher Belmont no Rondo of Blood/SotN... ♥♥♥

    E apesar de o jogo ser sensacional em praticamente tudo, ainda assim algumas coisas lá no Bloodstained incomodaram um pouquinho, como o detalhe de o jogo não ter salvamento automático e ser preciso ficar correndo de um savepoint até o outro pra registrar progresso, o que fazia sentido lá no SotN, por causa das limitações dos consoles na época, mas hoje isso já tá bem ultrapassado e cairia bem apenas em uns Dark souls da vida, que são jogos pra quem gosta de sofrer mesmo, o que não parece ser o objetivo principal do Bloodstained... 

    Já outra coisa que já deu pra perceber que o Koji acabou errando na dose é no excesso de coletáveis como shards, ingredientes e cia, que no final das contas sempre aparecem só pra dar aquela esticada à força na duração do jogo... E o problema ai é justamente o excesso mesmo, porque para uma habilidade realmente útil que vamos precisar pra entrar em uma área nova ou coisa assim, acabamos pegando outras tantas inúteis que não nunca vamos usar e isso acaba cansando bastante, principalmente pra quem pretende fazer 100% das conquistas, já que juntar um monte de tranqueiras em qualquer jogo vira uma tarefa que mais aborrece do que diverte no final das contas... 

    E como era de esperar do mestre Koji Iragashi, o Bloodstained ficou sensacional mesmo e realmente valeu a espera de 4 anos, mas foi por bem pouco que o jogo não chegou à perfeição, especialmente por causa de uns detalhes como a falta de savepoints automáticos, o excesso de coletáveis, o grinding meio forçado, etc, que, só pra comparar com outros metroidvanias, se teve um jogo que acertou em cheio nessa parte ai por ter chegado ao equilíbrio perfeito foi justamente o Castlevania Mirror of Fate, que também é side scrolling 2D, e o que ficou excelente nele foi terem focado justamente no essencial, já que tudo que pegamos no mapa é 100% util e o Mirror não passa aquela sensação de enrolação pra esticar a duração normal do jogo, o que é perfeito para quem não tem muito tempo livre pra jogar e não quer (ou não pode mesmo) ficar perdendo 30 ou 40h só juntando tranqueiras ou farmando alguma coisa, sendo que só a campanha duraria metade disso ou menos...  

    (Mirror of Fate)

    E por falar nisso, lá vou eu de novo passear no castelo, já que não devo ter explorado nem 15% do mapa ainda e já empaquei numa porta bloqueada, pra variar... xD

    31
    • Micro picture
      raiden · 15 days ago · 3 pontos

      O único PORRE de chato desse jogo são as quests da Susie. Master Chef não é comigo. O lance dos fragmentos eu curti demais. Eles proporcionam uma gama de variações incríveis na build. Mas vai fundo que tem chão ainda e garanto que irá se apaixonar pelo jogo!! ^^

      11 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 15 days ago · 3 pontos

      Eu agradeço por não ter save automático, o jogo já é fácil demais, ahuahuaha

      2 replies
    • Micro picture
      solidrenan · 15 days ago · 2 pontos

      O jogo compensa o esquema das Shardes deixando mais forte as magias quanto mais Shards repetidas você coleta (o poder aumenta até 9, o que vier depois disso não conta). E você pode vender as shards pra ganhar um bom dinheiro.

      1 reply
  • natnitro Renata
    2019-06-24 23:58:38 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Tinha tanto tempo que não jogava nada de Ace Att
    Phoenix Wright: Ace Attorney

    Platform: Nintendo DS
    1222 Players
    193 Check-ins

    Tinha tanto tempo que não jogava nada de Ace Attorney que foi só começar de novo que o feeling era o de estar jogando tudo pela primeira vez, já que não lembrava mais nada dos casos e ai era aquela tensão no talo toda vez que soltava uma hold it!  ou objection!, até saber se estava fazendo as escolhas certas ou não... Mas ai cada vez que ia emplacando uma defesa brilhante pra cima da acusação, só aquela cara brava do Egde já era impagável e valia o sufoco todo... huahauahuahua

    E outra coisa que não lembrava tão bem assim é de como alguns casos são bemmmm longos, como o do Turnabout Samurai, que demorou pra caramba pra conseguir absolver o Steel Samurai e no final a conclusão foi tão arrastada que o caso ficou até meio cansativo...

    E depois do Samurai, ontem mesmo comecei o próximo caso que era justamente com o promotor Edgeworth (Turnabout Goodbyes) achando que conseguiria terminar rápido, mas acabei largando pra hoje por causa do sono e já estou no segundo julgamento mas parece que não cheguei nem na metade ainda... E pelo pouco que lembro, esse nem era o maior dos casos, que é justamente o último que deve ter uns trocentos trials até o final... 

    Já uma coisa que me incomodou na primeira vez que joguei e continua até agora é que as vezes falta aquela pitada de criatividade extra nos casos e ai deram umas forçadas de barra em algumas partes onde tudo quase virou jogo de adivinhação, sendo que bastava simplificar as coisas com uns toques de Sherlock Holmes pegando aquelas sutilezas que dependem de muita atenção pra notar, que ai já ficava tudo perfeito...  

    E bem que poderiam fazer mais jogos com essa pegada forense de investigação e julgamentos, o que é sensacional, mas é uma pena que além de ser pouco explorado, os jogos as vezes saem bem fraquinhos também...

    E lá vamos nós de novo porque ainda tem muita chatice do von Karma pra aguentar hoje... xD

    16
    • Micro picture
      jcelove · 24 days ago · 2 pontos

      AA é sempre bom de relembrar. Casi cuto mesmo so o 2, os outros sao todos demorados, o 5 acho ainda maior q esse do Edge.

      E a coisa so foi ficando mais longa. O ultimo caso do T&T leva umas 5h no minimo e no AA5 e 6 tem caso de 7h.hehe mas é baum.

      Tem muita firçaçao mesmo, tem coisa q é digna de adventure da Lucas arts na logica, mas é caracteristico da serie tbm.hehe

      Ja jogou Danganronpa? Ele tem investigaçao mais livre qu AA e sessoes gigantescas de julgamentos tensos e cheios de minigames e reviravoltas. So o clima que é bem mais otaku misturado com jogos mortais. É beeem mais exagerado que AA mas talvez vc curta.

      8 replies
  • natnitro Renata
    2019-06-24 22:19:38 -0300 Thumb picture

    Preparem as carteiras que o tio Gabe vem ai!!!

    Praise Lord Gaben!!! \o/

    Só pra não esquecer, amanhã 25/06 começa mais uma festança de arromba lá no quintal do tio Gabe, a partir das 14h, no horário de Brasília, que vai até dia 09 de julho, e, pra manter a tradição,  a summer sale já deve chegar arrebentando com descontos básicos de até 90% no preço cheio dos jogos, incluindo até lançamentos, que sempre ganham um desconto extra também... \o/\o/\o/

    E pra quem ainda está com o inventário da Steam cheio de tranqueiras, ainda dá tempo de dropar e vender aquelas cartinhas de última hora pra conseguir um troco extra para não perder as promoções e garantir uns joguinhos a mais na biblioteca... 

    E quem estiver com a grana curta ou mesmo para quem acaba de chegar na Steam master race, ficam ai algumas dicas bem básicas de como sobreviver a uma Summer Sale:

    1ª - Pra quem estiver com orçamento apertado...

    Nesse caso, a melhor opção é planejar quanto dinheiro se tem disponível pra comprar os amados joguinhos e colocar esse valor como crédito na carteira da steam, porque assim fica mais fácil de controlar os gastos, além do detalhe de que comprar no cartão de crédito, boleto e cia, sempre rolam umas taxas secundárias como IOF ou mesmo taxa de emissão de boleto, que costuma ser de até R$1,50 por cada compra, o que aumenta um pouco o custo final...

    2ª - Faça uma wishlist pra planejar melhor as compras...

    A principal ferramenta da steam pra monitorar os preços é a boa e velha lista de desejos (wishlist), que fica em uma aba bem ao lado da loja, e além de ser mais fácil de organizar quais jogos tem prioridade na compra, a própria steam ainda enviará notificações por email ou push, sempre que algum deles entrar em promoção...

    3º - Não percam as cartinhas dos desafios...

    Além dos jogos, da fabricação de insígnias e das compras que dropam cartas colecionáveis, na época das principais promoções sempre tem algum desafio temático para a comunidade, o que costuma dar em média 3 cartas por dia, pra quem já tem nível 5 ou mais na conta... 

    E além delas ainda tem mais 3 cartas por dia pra quem conferir pelo menos 3 listas de recomendações de jogos até o final, daquelas que ficam na página principal da Steam... E só essas listas de recomendações ai podem render nada menos do que umas 30 cartinhas de brinde até o final da sale...

    4º - Fiquem de olho nas promoções relâmpago...

    Apesar de não ter mais o formato antigo das flash sales, com o preço variando o tempo todo e, em regra, os jogos já começarem com seu melhor desconto, ainda assim costumam aparecer as flash sales, que são promoções relâmpago onde um jogo pode pegar desconto ainda maior, por um curto período de tempo, onde o preço realmente vai para o mínimo e logo depois volta ao desconto padrão... 

    Então fiquem de olho na wishlist pelo menos umas 3 vezes por dia, em horários diferentes, porque pode aparecer um super desconto ai quando menos se espera, especialmente nos jogos AAA ou mesmo lançamentos ou pré -venda...

    5º - Se perder uma flash sale, não esquente...

    Se o dinheiro acabou antes do planejado, ou aquele jogo triplo AAA ou lançamento teve desconto de 75% bem na hora do corujão, não se desesperem porque nos dois últimos dias da promoção, que serão 08 e 09 de julho, todos os melhores descontos voltam com força total (e ao mesmo tempo) e ai o que fica difícil mesmo é aguentar a vontade de querer comprar tudo... xD

    6ª - Ficar de olho na Nuuvem:

    Sempre que começa uma summer sale, a Nuuvem também entra em promoção e costuma fazer concorrência acirrada com a Steam, com preços ainda melhores em vários jogos e ai é sempre bom ficar de olho nas duas pra não perder o melhor preço... 

    E como tem um tempinho que não compro nada e minha wishlist já tá ficando bem bombada, acho que essa imagem ai vai me representar bem esse ano... huahauhauahuahua

    Spyro Reignited Trilogy

    Platform: Xbox One
    11 Players
    1 Check-in

    45
    • Micro picture
      danilodlaker · 24 days ago · 3 pontos

      Vai ser a primeira vez que vou pegar uma promoção da Steam com um PC daora, já vou preparar minha wishlist aquii kkk

      3 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 24 days ago · 3 pontos

      Tenho bastante coisa na minha wishlist, pena que meu bolso não esteja de acordo com isso, ahuahuaha

      2 replies
    • Micro picture
      _gustavo · 24 days ago · 2 pontos

      My Body is Ready ! And also my Wallet shauhsauhsauhsushusa, eu fiz quase 50 conto vendendo tralha e dropando carta q tava sem dropar kkkk

      2 replies
  • natnitro Renata
    2019-06-17 22:27:36 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Checkin duplo: GRID & Showtime! :-)</p><p>#img#[
    Showtime!

    Platform: PC
    7 Players
    2 Check-ins

    Checkin duplo: GRID & Showtime! :-)

    Sempre fui muito fã mesmo de jogos de corrida no estilo NFS, Formula1, Dirt e cia, (tanto que até ganhei meu nick graças ao NFS Carbon ♥), mas se tem um jogo que sempre tento jogar mas não vai de jeito nenhum é o GRID 1, versão 2008 mesmo... >-<

    O jogo tem pistas ótimas, gráficos show  e um nível de desafio sensacional, mas não há configuração que deixe aqueles carros minimamente decentes e, pra piorar a raiva, fui fazer um daqueles contratos de Driver Offers que tinha drift e o carro era tão ruim que parecia ter sido possuído e ganhado vida própria porque nada fazia a budega deslizar na pista... Ai depois de passar raiva pra fazer uma pontuação mínima só pra fechar a prova mesmo, resolvi pular pro contrato de dirigir na fórmula 3, só que a budega do carro em vez de ir pra frente, deslizava mais do que sabonete e era só fazer uma curva fechada que virava a corrida do siri, com o carro derrapando de lado até rodar de vez... >-<

    Depois de finalmente fechar essa prova de Formula 3, o saco encheu tanto que fui até procurar alguma coisa diferente pra variar o cardápio e ai juntou tédio com saco cheio e o critério de desempate foi a maior bomba que tivesse na biblioteca da steam, que eu nunca tinha jogado, e ai o eleito foi justamente o "Showtime!", que peguei em um daqueles bundles do Fanatical de 1 dólar... 

    Ai, depois de uma instalação de apenas uns 40mb, fui jogar pensando que seria um visual novel ou coisa do tipo, e vi que o esquema era o de criar um estúdio de cinema e gerenciá -lo, comprar upgrades, contratar roteiristas, diretores, produtores e elenco pra produzir filmes próprios e lançá -los com direito a premiere, imprensa e tudo mais... E o que era pra ser só uma bisolhada no jogo, acabou rendendo várias horas de pura diversão com uma lista enorme de filmes lançados que incluem ai uns blockbusters de fazer inveja até ao James Cameron... 

    E pra quem gostar de jogos bem casuais e viciantes estilo Clicker Heroes, Adventure Capitalist e cia, o Showtime é uma ótima opção já que é bem leve e simples, mas, ao mesmo tempo exige tática também pra gerenciar o estúdio do zero, até transformá -lo na maior fábrica de blockbusters de Hollywood... 

    E agora lá vou eu de novo, já que hoje é dia de lançar minha obra suprema que é essa dai:

    Half Life 3...

    Já que o tio Gabe não quer soltar a masterpiece suprema do universo, então pode deixar conosco... xD

    21
    • Micro picture
      _gustavo · about 1 month ago · 2 pontos

      Hahahahahaha as vezes os time sink estão escondidos nos lugares menos esperados kkkkkk. O Grid 1 envelheceu bem até, ele tem esse filtro amarelo catarro aí estilo o Dirt 1 e o Driver San Francisco, mas da pra tirar ele com mods e o jogo fica bem bacana de visual com uns enbs, espero q o remake que sai em setembro traga o modo carrer dele de novo, porque no Grid 2 e no Autosport não teve a mesma pegada de patrocionadores e equipe igual do 1

      1 reply
    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 2 pontos

      Hahaha boa! Manda ibagens desse longa do Gordon.

      1 reply
    • Micro picture
      tassio · about 1 month ago · 2 pontos

      O GRID e os Dirt's 1 e 2, são três jogos contemporâneos que eu coloco-os no mesmo patamar de jogos clássicos da minha nostálgica infância.

      1 reply
  • natnitro Renata
    2019-06-10 01:05:13 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Enquanto o pessoal tá mega empolgadaço com o Kea
    Payday 2

    Platform: PC
    1219 Players
    146 Check-ins

    Enquanto o pessoal tá mega empolgadaço com o Keanu Reeves no Cyberpunk 2077...

    Aqui no PD2 ele já é nosso parsa de arruaça há tempos, hehe. \o/

    I'm Back!!!

    "And a broken dick piece of shit driiiiiilllllllllllllllllll...."

    E com a data de lançamento do Cyberpunk enfim revelada pra 16 de abril de 2020, agora é esperar mais um tiquinho pra conferir o jogo, torcendo para que não seja o novo Watch_dogs, em que o hype matou o jogo e ai todo mundo foi seco, na maior expectativa, e lá vieram aquele monte de pedrinhas de gelo batendo na cabeça com o balde de água gelada... >-<

    E falando de Watch_dogs, pelo menos não vai ser preciso esperar tanto pra ver o que a Ubi está tramando pra esse ano na E3, já que a conferência é amanhã às 17h e o único hype aqui por enquanto é com o AC Legion, que poderá ser o fechamento da trilogia dos grandes impérios da antiguidade, com um retorno à Roma dos Césares bem no auge das batalhas de gladiadores no Coliseu, e, além do Legion, umas IPOs novas são sempre bem vindas também... \o/

    14
    • Micro picture
      zefie · about 1 month ago · 3 pontos

      Eu até pausei a música que tava ouvindo pra ouvir esse clássico do PD2 huahuauhaauhahuauhha

      6 replies
    • Micro picture
      _gustavo · about 1 month ago · 3 pontos

      Meu único hype pro jogo é a temática Cyberpunk mesmo que eu acho foda, muita gente já começou broxando por ser FPS, eu particularmente achei bacana, o Deus EX também é fps em 80% do tempo e são ótimos jogos kkkk. Mas 200,00 não encaro não, já prometi pra mim mesmo que não pego mais nenhum AAA no lançamento por impulso kkk

      1 reply
  • natnitro Renata
    2019-05-29 03:14:11 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>#Desafio 10 de 12 jogos finalizados: Castlevania
    Castlevania: Symphony of the Night

    Platform: Playstation
    9793 Players
    302 Check-ins

    #Desafio 10 de 12 jogos finalizados: Castlevania Symphony of the Night... ♥♥♥

    Foi só ver o pessoal daqui jogando o SotN, que não deu outra... E lá fui eu jogar tudo de novo, pra matar saudades também... ♥♥♥

    E dessa vez fui na paciência mesmo pra conseguir tudo e fazer o final bom e, quase 7h depois, enfim o SotN fechado nos lendários 200.6% \o/

    E como tinha umas coisas importantes no mapa que quase me esqueci delas depois de um tempinho sem jogar, vou deixar registrado aqui um guia bem basicão dos 200.6% e do "final bom", pra uso próprio, quando minha memória não estiver aquela maravilha... xD

    #Final "bom" completo:

    -- 1º missão - Chegar até a Biblioteca/Long Library e comprar a Jewel of Open:

    #Rota inicial: seguir direto pelos corredores, passando pela Entrada/Alchemy Laboratory/Marble Gallery até a Outer Wall, que é a torre do Castelo;

    Obs: 

    1: Não esquecer de pegar a armadura Mirror Cuirass que fica na parte baixa da torre, passando por um Armor Lord que protege a entrada de uma sala que parece vazia, mas é só quebrar a parede e ficar lá no buraco parado por uns 20s que o elevador descerá pra sala onde está o Mirror Cuirass, que protege contra petrificação, e o Jewel Knuckles.

    2: Não esquecer de equipar o Mirror Cuirass e ir farmar o Medusa Shield nas medusa heads que ficam zanzando na área, já que esse é o melhor escudo do início, e também é ótimo pra derrotar o Doppelganger, que é o chefe que bloqueia o acesso à biblioteca. 

    #Biblioteca: chegar até o Master Librarian e comprar a Jewel of Open para abrir as portas mágicas e poder entrar nas área bloqueadas e comprar também o mapa do castelo, pra facilitar a vida.

    Mapa do castelo completo, com todos os itens (clique pra ampliar)

    -- 2ª missão: Ir para a Royal Chapel e pegar o Leap Stone para liberar a habilidade de salto duplo. 

    Depois de sair da biblioteca é só subir até o teleporte, que fica pouco acima dela, e ai também é bom ativar o elevador da Outer Wall, empurrando a alavanca pra frente até ele voltar a funcionar, e então pegar a Soul of wolf dentro do elevador, que transforma o Alucard em lobo, antes de entrar no teleporte, que levará até a entrada do castelo de novo.

    Ao voltar à entrada do castelo, é só refazer a rota até chegar à torre que vai pra área da luta com o Gaibon e Slogra, mas em vez de ir pra essa área da luta, ai é só virar à esquerda logo acima do savepoint, onde tem uma porta selada com mágica que abrirá com a Jewel of Open.

    Essa área nova já é a Royal Chapel e ai basta seguir em frente, subindo as torres e enfrentando os inimigos e chefes da área, até encontrar a Maria outra vez. Depois de conversar com ela é só seguir direto até a área externa que a Leap Stone fica na última coluna do castelo, no final da área aberta.

    -- 3ª missão: Olrox Quarter, Colliseum e Form of Mist pra se transformar em névoa.

     Depois de pegar a skill do salto duplo é hora de voltar até a entrada do castelo outra vez, seguindo até a sala do relógio central, na Marble Gallery. 

    Na sala do relógio grande há dois mecanismos que abrem passagens, sendo que um deles se abre e se fecha sozinho, de 1 em 1 minuto, e o outro só vai abrir se usarmos a subweapon Stop Watch (o relógio que para o tempo) nessa área. 

    Pra ir até o Olrox Quarters é só esperar o mecanismo se abrir sozinho e dar um salto duplo pra cima e seguir em frente até chegar ao corredor e depois limpar a área dos monstros até conseguir chegar no Coliseu, onde está a Mist Form. 

    ==> Não esquecer de quebrar a parede à direita da Spectral Sword, porque ali tem uma área secreta e logo acima dela tem um corredor bem longo que não aparece no mapa e no final dele tem um teleporte, que será muito útil depois.

    Já o coliseu é um amontoado de torres, mas basta ter um pouco de paciência pra explorar a área e derrotar os inimigos da área que logo chegamos no lugar onde está o Mist Form, que é a habilidade do Alucard se transformar em névoa.

    Depois de pegar a skill de névoa, é só usar o library card pra voltar pra biblioteca, que é lá que está a próxima skill.

    ==> Não esquecer o Shield Rod no Coliseu:

    O Coliseu é uma grande bagunça de torres pra subir e descer, com inimigos pra todos os lados, mas vale muitíssimo a pena explora -lo completamente, já que alguns dos melhores equipamentos estão no final dos corredores, como a Blood Cape, que transforma o dano sofrido em MP, e o Shield Rod, que fica logo baixo do savepoint da esquerda no mapa, e se for combinado com escudos certos, vai fazer um baita estrago até nos chefes mais fortes, etc.

    - 4ª missão: Biblioteca, Soul of Bat e a Fada:

    Depois de pegar a habilidade de se transformar em névoa, é só voltar para a Biblioteca outra vez, porque lá está o Soul of Bat, que fica em uma área alta, que é acessível pela escadaria que vai para o master Librarian, e que depende de salto duplo chegar até lá. E no meio desse corredor tem um savepoint, ai é só passar por ele e continuar em frente, até chegar em uma salinha que tem a entrada bloqueada por uma grade, por onde só se pode passar na forma de névoa, e, lá dentro, está a Soul of Bat, para o Alucard se transformar em morcego.

    E com a habilidade de virar morcego, praticamente todo o mapa poderá ser explorado dai pra frente, e, ali na própria biblioteca, ao sair do savepoint que levou até a Soul of Bat, bem no andar de cima onde entramos com salto duplo, tem outra salinha que só é acessível pelo morcego e nela está a Faerie Card, para sumonar a fada mascote do Alucard.

    E com a habilidade de voar livremente pelo castelo, vale a pena pegar os seguintes itens antes de avançar mais na campanha:

    #Clock Tower:

    -- Fire of Bat (ataque de fogo do morcego): fica logo na entrada da Clock Tower, pela porta de acesso da Outer Wall, e antes de avançar na direção da primeira plataforma que cai ao pisar nela, é só parar diante dela e voar pra cima, em linha reta até o limite do mapa, que lá no alto há uma área secreta onde fica a relíquia do Fire of Bat;

    (meu par favorito de heaven swords em ação ♥♥)

    ==> É bom aproveitar pra explorar também a Clock Tower, devidamente equipado com o Mirror Cuirass, já que a área é infestada de medusa heads, e quebrar a parede pra poder chegar à "torre do tetris", que é uma área secreta do mapa onde tem um Cloaked Knight, e esse é o lugar perfeito pra se farmar as Heaven Swords, que são espadas flutuantes que ao combinar duas delas (uma equipada em cada mão), elas tem um ataque com dano massivo de área, que é um dos mais estilosos de todas as armas do arsenal do Alucard, e limpam a área inteira de inimigos que estiverem visíveis na tela.

    #Alchemy Laboratory:

    -- Bat Card (Morcego pet do Alucard): fica na mesma sala da luta com o Gaibon e Slogra, no alto, acima da saída para a sala do relógio;

    -- Skill of Wolf: fica em uma área secreta no teto da área principal do Alchemy Lab, na saída das torres para a área do Gaibon e Slogra. É só voar perto do teto que a passagem é bem fácil de ver.

    #Entrada do castelo:

    -- Power of Wolf: fica no mesmíssimo lugar da entrada por onde começamos o jogo, bem no alto, e só é acessível pelo morcego. 

    #Castle Keep:

    -- Power of Mist: basta voltar na mesma área onde estava a Leap Stone, a relíquia do salto duplo, e ai é só voar para o alto em linha reta até chegar à parte de baixo da sala do trono, que é o lugar onde o Richter lutou com o Drácula no prólogo e ali está a Power of Mist, que aumenta a duração da forma de névoa do Alucard. Nessa área ai é importante NÃO ENTRAR ainda na sala do trono, porque só de atravessar a porta, já vai começar a luta final e sem o equipamento necessário, ai virá o final curto e ruim da história.

    -- Ghost Card: Partindo do local onde está a power of mist, é só voar em linha reta na horizontal até atravessar toda a área, alinhando com a entrada da sala do trono, e do outro lado há uma sala que só é acessível pelo alto e lá dentro tem vários upgrades de HP e MP, e no piso fica o Ghost Card, que libera o pet caveira fantasma do Alucard.

    -- 5ª Missão: Olrox e a skill "Echo of Bat"

    Depois de dar um belo passeio pelo castelo pra juntar umas coisinhas úteis ou nem tanto, é só pegar um teleporte e voltar até o do final do corredor do Olrox Quarters, já que logo na saída desse teleporte tem uma entrada no teto que leva a uma nova área, onde só é possível entrar com o morcego...

    Ai basta subir o corredor vertical e ir em frente até chegar a uma sala bem grande onde estará o chefão Olrox propriamente dito, que nos convidará pra uma bossfight básica. 

    Depois de despachar o Olrox, ai é só transformar em morcego de novo e voar no alto da sala, que por ali tem uma área onde está a skill do Echo of Bat, que dá a habilidade de sonar para o morcego, e é essencial para conseguir o spike breaker e enfim chegar até uma área restrita do mapa.

    ==> Não esquecer o Sword Card que libera o pet Sword Familiar do Alucard, que fica em uma área secreta na sala da bossfight com o Olrox. Pra chegar até lá basta sair da sala do Olrox voando pelo alto e seguir na direção do pátio onde fica a fonte de água e ai é só descer e procurar a outra entrada na parte de baixo, no mesmo alinhamento da entrada para a área do Olrox. Pra descobrir o local certo de entrar pelo teto é só usar o spell "soul steal" bem no meio da área, que ele fará a parede se quebrar pra liberar a passagem.

    -- 6ª missão: Underground Caverns: Gold Ring, Merman Statue e Holy Symbol.

    A próxima parada é justamente a Marble Gallery, e pra chegar lá rápido é só pegar o teleporte pra entrada do castelo ou mesmo ir a pé, atravessando o Olrox Quarters, já que a entrada da área ai é justamente pela sala do relógio central. 

    Depois é só explorar a área de cima na Marble Gallery até encontrar a porta selada por mágica e então pisar na placa do chão, que irá abrir dois alçapões na área debaixo, sendo que um deles é o acesso para a região de Underground Caverns.

    #Gold Ring:

    Logo na entrada da Underground Caverns tem um grande buraco que leva para as profundezas e basta se transformar em morcego pra descer bem devagar e poder ver a entrada de um savepoint. E logo abaixo dele tem a entrada para uma área secreta e ai basta seguir nessa área secreta até o final, onde haverá um savepoint normal e outro especial, que é roxo. 

    Ao interagir com o savepoint roxo, o Alucard terá que enfrentar a Succubus, que é outra amiga de longa data, e basta derrotá -la que o Gold Ring aparecerá no chão, na mesma sala onde estava o savepoint roxo, depois da luta. 

    (- In your dreams... -- Foi dessa cena do SotN que saiu um dos melhores eastereggs ditos pelo Drácula no Lords of Shadow 2 ♥♥♥)

    Ai basta pegar o gold ring e equipá -lo que esse é um dos itens essenciais para o final "bom" e os 200.6% de exploração do mapa.

    ==> Depois da luta com a Succubus ainda não é recomendável descer pra área mais em baixo do fosso onde fica o boss Scylla, porque poderá ser morte certa para o Alucard que é vulnerável à água (será como ele toma banho então?! o_O) e, pra evitar danos por água, é preciso conseguir duas relíquias que são o Merman Statue e o Holy Symbol.

    #Merman Statue:

    Depois de sair da área da Succubus é só voltar ao savepoint externo no fosso, e seguir em frente, alinhado com o savepoint, que ai tem outra rota que leva até uma cachoeira e basta descer por ela e seguir até a última sala no corredor mais baixo da Underground Caverns, que é o local onde está a merman statue.

    ==> Na volta é só não esquecer de abrir o atalho da Underground Caverns para a entrada do castelo, que isso facilita bastante a vida...

    #Holy Symbol:

    Depois de pegar a merman statue que desbloqueia o gondoleiro pra nos levar para um passeio nas áreas com água, é só voltar até o fosso que leva pra área da Succubus, caindo direto no fundo (sem entrar na área do boss Scylla ao lado, que ainda NÃO é segura por causa da água) e então quebrar o chão, que isso irá revelar outra área secreta. 

    Ai basta descer na nova área e seguir em frente que aparecerá o Ferryman, que é um homem em uma canoa, e basta embarcar que ele fará abrir a passagem que bloqueia o caminho, enquanto vamos para a outra extremidade do mapa. Ai, ao chegar em terra firme, é só seguir em frente que na última sala do corredor estará o Holy Symbol e basta pegá -lo que o Alucard então poderá tomar banho à vontade...

    E com o problema do dano com água resolvido, ai é hora de passear a vontade pela Underground Caverns e juntar mais umas tranqueiras antes de continuar a missão rumo ao final "bom" e aos 200.6%

    -- 7ª missão: Spike Breaker, Abandoned Mine e Catacombs

    A área da Abandoned Mine e das Catacumbas fica logo na entrada da Underground Cavern, mas ela é bloqueada por uma madeira que só vai ser quebrada se o Alucard for até a última sala no corredor (em linha reta, sem descer na cachoeira) e empurrar um botão na parede que fará um macaco-esqueleto aparecer e arremessar um barril explosivo na direção dele. Ai é só fazer aquele bait básico pra atrair o macaco até a área bloqueada pela madeira e esperar que ele arremesse um barril no lugar certo, que ai a passagem pra área subterrânea estará liberada.

    # Spike Breaker

    Essas duas áreas juntas são basicamente corredores retos e bem fáceis de explorar e ai basta descer direto, dando umas porradas nos monstrinhos que aparecerem pela frente, até chegar no savepoint que é bem tranquilo de ser encontrado e ai basta seguir até uma sala cheia de Gremlins que dará duas opções de direção: 

    - À direita estará uma área escura e coberta com espinhos que o Alucard só consegue passar por ela na forma de morcego, usando o Sonar pra ver onde estão os espinhos e, bem no meio dela, tem um interruptor no chão que liga a luz da área e ai basta seguir em frente, até chegar à última sala no final do corredor, que lá está o Spike Breaker e ai é só equipá -lo e sair correndo de boas pelos espinhos sem tomar dano...

     À esquerda é o caminho para o boss opcional Granfaloon, que é o mais casca-grossa do SotN, (junto com o Galamoth), e pra ir lá descer porrada nele é bom estar bem preparado mesmo, porque o bichinho é chato pra caraca... o_O

    ==> Só não esquecer de pegar o Demon Card pra liberar o pet diabinho do Alucard, que fica em uma caverna escondida que é bem fácil de achar, bastando sair do teleporte da Abandoned Mine e seguir direto, em linha reta, até o final do corredor. 

    E nessa área ai, logo acima do teleporte, tem uma sala bloqueada por uma parede, com um botão que o Alucard não consegue acionar e, pra conseguir entrar nessa sala, é só convocar o pet capetinha que ele apertará o botão pra liberar a entrada.

    -- 8 missão: Silver Ring ( o último anel)

    Depois de voltar do fundão do castelo, ai é hora de ir para a Royal Chapel outra vez, mais exatamente no corredor à esquerda no alto da primeira torre, que é coberto de espinhos. Ai basta estar equipado com o Spike Breaker pra passar por eles ileso e chegar até o local onde a Maria está nos esperando e ai é só falar com ela que no final da conversa irá pra outro lugar e deixará lá o Silver Ring.

    -- 9ª missão: Sala do Relógio e Holy Glasses

    Depois de falar com a Maria, basta equipar o Gold Ring e o Silver Ring e ir para a sala do relógio central na Marble Gallery, que, ao ter os dois anéis equipados, uma passagem nova se abrirá e ai basta descer por ela e explorar a área nova até encontrar a Maria outra vez, e ela então entregará outro item que são os Holy Glasses, que é um par de óculos que permite enxergar a verdade por trás das ilusões mágicas e ai é hora de equipá -los e, enfim, seguir para a batalha final (dessa parte).

    --10ª missão: Batalha final na sala do trono

    Para chegar até a sala do trono é só descer no teleporte do Olrox Quarter e, usando a forma de morcego, voar para a área externa até o alto e então aparecerá o mesmo local onde o Richter derrotou o Drácula no passado e ai basta seguir em frente que logo começará a batalha final dessa fase.

    E se o Alucard estiver equipado com os Holy Glasses, aparecerá uma bola verde flutuante e é ela que deverá ser destruída, sem atacar o Richter, pra evitar que ele morra na luta. 

    Ao destruir a bola verde flutuante, o verdadeiro inimigo aparecerá e ai a verdade será revelada e o Richter estará livre da maldição. Ai, depois do diálogo, o final bom já está garantido e então virá a melhor surpresa do jogo: o Castelo Invertido...


    Mapa do castelo invertido com todos os itens (clique pra ampliar)

    #Castelo Invertido:

    É exatamente o mesmo castelo original, só que virado de cabeça pra baixo e ai basta saber os locais das áreas secretas do castelo normal que elas estarão no mesmo lugar no castelo invertido, só que elas terão itens diferentes...

    Já a missão do Alucard no Reverse Castle é encontrar as 5 relíquias que abrirão a passagem para o local da bossfight final, e são os seguintes itens:

    -- Heart of Vlad: fica na Anti-Chapel, que é a Royal Chapel invertida, com a Medusa, que está na mesma sala onde o  Alucard derrotou o Hippogryph e falou com a Maria sobre o desaparecimento do Richter, no castelo normal.

    -- Tooth of Vlad: está na Outer Wall invertida, na mesma sala onde o Alucard derrotou o Doppelganger;

    -- Eye of Vlad: está em uma sala perto do savepoint de Cave, que é a área de Underground Caverns invertida;

    -- Ring of Vlad: está na Clock Tower invertida, na mesma sala onde o Alucard derrotou o Karasuman.

    -- Rib of Vlad: está na mesma sala onde o Alucard derrotou o Olrox, que no castelo invertido se chama Death's Wing Lair.

    Depois de juntar tudo, ai é só ir até a sala do relógio central na Black Marble Gallery que a passagem vai se abrir e o Alucard poderá ir lá dizer um olá pro paizão Drácula...

    E quem não tiver mais nada útil pra fazer e quiser dar um passeio pela sala do Castelo Invertido, que é a mesma onde o Alucard enfrentou o Gaibon e o Slogra pela primeira vez no castelo normal, vai poder conhecer o Beelzebub - The Lord of the Flies, que no ranking dos chefes mais nojentos de todos os tempos, é com certeza o top 1 absoluto até hoje... o_O

    Ufa, depois desse textão, acho que da próxima vez não terá o risco de esquecer mais nada... xD

    71
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 2 pontos

      Caraca, detonou e ainda deixou o detonado. Essa é fera mesmo!vou salvar pra prox. Nunca consegui esses 200% hehe^^

      1 reply
    • Micro picture
      realgex · about 2 months ago · 2 pontos

      Vou compartilhar pra deixar na minha timeline porque eu to jogando esse Castle kkk.

      1 reply
    • Micro picture
      santz · about 2 months ago · 2 pontos

      Top demais. Joguei tanto esse jogo que sei tudo de cabeça. Minha espada preferida é aquela invoca exércitos, tá ligada? Enfrentar chefes com ela bom demais. E se você quiser um guia de do que fazer para começar a explorar fora do castelo, basta me perguntar aqui que eu te passo as instruções.

      6 replies
  • natnitro Renata
    2019-05-26 01:52:39 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>#Desafio do Nakero: 09 de 12 jogos finalizados!
    Castlevania: Aria of Sorrow

    Platform: Gameboy Advance
    2894 Players
    160 Check-ins

    #Desafio do Nakero: 09 de 12 jogos finalizados! \o/

    Castlevania: Aria of Sorrow fechado em 100% 

    Depois de anos sem jogar o Aria, comecei tudo de novo, dessa vez com um bom guia e finalmente consegui fechar o jogo nos 100% pela primeiríssima vez, com o mapa todo explorado, com as souls, skills e livros devidamente coletados e enfim, com o final "bom" completo...

    Das outras vezes que joguei, eu sempre saia juntando as coisas conforme a necessidade e não ligava muito pra explorar cada cantinho do mapa e ai juntou isso com a tradição dos Castlevania em nunca dar muitas pistas pra deixar o próprio jogador se virar e descobrir tudo sozinho, se quiser ver o final completo, e assim acabei ficando só naquele final incompleto de derrotar o Graham como boss final e pronto...

    Mas enfim descobri que o esquema era o Soma Cruz ir equipado com os itens certos que, teoricamente, seriam os equivalentes aos poderes do Drácula real, como as souls do Flame Demon, Giant Bat e Succubus e ai sim consegui ir para o Chaotic Realm depois da boss fight e derrotei o Chaos, que seria ai o final "bom" e completo do jogo... 

    E fica meio difícil não fugir das comparações entre o Aria e o Symphony, já que foi o SotN que inspirou (todos, ou quase) os Castlevanias seguintes, e mesmo com as mecânicas muito parecidas, o mapa do castelo quase igual e até os inimigos praticamente os mesmos, com algumas mudanças sutis de nomes, formas e cores, o Aria é praticamente uma versão redux do SotN, que trouxe umas coisas bem legais como o sistema das souls pra podermos absorver e usar as skills dos inimigos, mas ainda fica devendo bastante pro Symphony, começando pela história que é bem fraquinha, o protagonista Soma Cruz não é lá dos mais carismáticos, assim como outros personagens como o Julius Belmont, que foi quem derrotou definitivamente o Drácula em 1999, mas acabou ficando nas sombras, o Alucard também aparece mas é só um coadjuvante da história e, além disso, ainda tem a questão do tempo de duração, já que pra andar 100% do castelo juntando tudo e ainda chegar no Chaotic Realm não deve ter levado mais do que umas 4-5h de jogo, sendo que no SotN, só pra ir nos 100% no primeiro castelo e fazer o final bom já deve ser pelo menos 10-12h, e depois ainda tem o castelo invertido que irá duplicar esse tempo ai... 

    Mas, considerando que o Aria of Sorrow foi pensado justamente pra se jogar em um portátil, nesse ponto ai ele cumpre muitíssimo bem sua função e ainda vai além, sendo facilmente um dos melhores jogos já feitos pro Gameboy Advance e quem ainda não tiver jogado, pode ir sem medo porque vale a pena demais... ♥♥♥

    E com o Aria of Sorrow fechado, lá vai mais um pra lista do desafio do @nakero 2019:

    Jogo 09 de 12: Castlevania - Aria of Sorrow

    Agora faltam só 3 pra completar a missão de 2019... \o/\o/\o/

    28
    • Micro picture
      zefie · about 2 months ago · 2 pontos

      Caramba, tá bem adianta mesmo xD os DMC deram um belo boost no desafio

      5 replies
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 2 pontos

      Putz mas ja fez os 100? Eu adorei o jogo ba época mas nao cheguei nem perto.hehe

      Nao acho q ele supere o sotn hj mas por muito tempo o esquema de souls e a historia fizeram ele ser meu favorito. Acho o enredo muito legal pelo lance de ser num "futuro" com dracula morto e o plot twist do final realmente ne pegou de surpresa na epoca
      O lance de ser mais curto é justamente por ser portatil. A ideia é jogar varias vezes e ficar catamdo ou trocando alminha com os amigos no estilo pokemon mesmo.

      Jogou o dawn of sorrow? Tirando a arte generica dos personagens e o enredo mais fraco é uma excelente continuaçao

      2 replies
    • Micro picture
      fernandovst · about 2 months ago · 2 pontos

      Boa, parabéns pelos 100%. Coletou inclusive todos os itens também? Eu quero jogar esse negócio de novo e fazer 100% no mapa, porque eu fiquei bem irritado de ter parado em 99.8% usheuaheuah mas tirando isso eu acho que fiz praticamente tudo da parte mais legal, porque peguei várias coisas do boss rush, peguei todas as souls, e peguei no mínimo quase todos os equipamentos que ficam pelo mapa. Aliás, pra fazer tudo de tudo nesse jogo precisa jogar o hard, porque tem uns itens a mais nele. E isso que você falou da duração é mais ou menos certo, porque eu tô jogando o Simphony e eu tô com umas 6 horas quase já podendo entrar no castelo invertido, o que não é 10 horas, mas ainda assim 6 horas o Aria já tá quase acabando... se você não ficar parando pra pegar as Souls, porque adiciona muuuuito tempo pro negócio. E como eu disse, tem o o new game plus e o new game plus hard, aliás, o hard faz com que fique mais fácil pegar as Souls se não me engano, o que é outro motivo pra jogar o hard caso não tenha pego todas as souls. Por isso eu não me incomodo com a duração desse jogo, porque cada parte dele é excelente e ainda tem motivos pra jogar tudo de novo uaheuauehau, e ainda tem o modo do Julius que é show

      3 replies
  • natnitro Renata
    2019-05-24 00:16:15 -0300 Thumb picture
    natnitro checked-in to:
    Post by natnitro: <p>Ontem estava cadastrando aqui o novo <strong>Cas
    Castlevania: Aria of Sorrow

    Platform: Gameboy Advance
    2894 Players
    160 Check-ins

    Ontem estava cadastrando aqui o novo Castlevania: Grimoire of Souls para iOSAndroid, com direito a pacote completo de artes de fundo, capas e screens, e dessa vez a dona Lola sumida liberou os cadastros dos jogos em tempo recorde, com exceção das screenshots que provavelmente foram marcadas pra alguém conferir depois pra ver se não tem nenhum nude do Alucard ou coisas impróprias do tipo, e essa vibe toda de Castlevania deu saudades de um jogo que finalizei há um tempão e nem joguei mais depois disso, que é justamente o Aria of Sorrow...

    E ai quando peguei o GBA velho de guerra, deu até um frio na barriga por uns segundos, com medo de que ele tivesse pedido aposentadoria depois de um tempão guardado... Mas quando essa tela apareceu de novo, ai foi só felicidades... \o/

    Ai comecei um save novo com o Soma Cruz e foi só cair no castelo do Drácula pra parecer que eu estava jogando o Aria pela primeira vez, já que não lembrava de quase nada mais além do básico e sai sem rumo mesmo, procurando o caminho e distribuindo porradas no que aparecia pela frente até esbarrar em algum boss pelo caminho, e ai fui juntando umas souls aqui, umas skills lá, umas armas acolá, etc...

    Dai, cheguei a uma sala com um espelho diferentão que eu não lembrava muito bem o que era, e fui interagir com ele só pra descobrir que era um teleporte que me levou lá pro início do castelo de novo, e lá fui eu explorar tudo outra vez, até chegar numa escada que não consegui subir porque não tinha uma skill de planar... E com isso tive que ir lá na frente, do outro lado do castelo, atrás dessa bendita habilidade e depois foi preciso voltar lá na escada de novo pra subir e conseguir avançar mais um pouquinho... 

    Ai nem tinha andando mais do que uns poucos metros quando cheguei numa plataforma que precisava de pulo duplo pra alcançar e lá fui eu atravessar o castelo tudo de novo, pegando umas skills a mais no meio do caminho como a de andar na água, e depois foi mais uma canseira pra voltar até a plataforma e conseguir ir pro andar de cima... E chegando no andar de cima, não andei mais do que uns passos e lá estava uma parede com uma fenda embaixo, onde mal cabia um gato, e dependia do slide pra deslizar no chão, e essa skill fica lá na casa do Cacilds e agora lá vou eu voltar tudo de novo... Eis ai um resumão básico do que é um Castlevania raiz das antigas... xD

    E mesmo com a história do Aria não sendo nenhum primor da dramaturgia, até que ela é bem legal, ainda mais para os padrões do GBA, que inclui ai uns outros Castlevania como o Harmony of Dissonance, onde a história e nada são a mesmíssima coisa, e até que o Aria diverte por umas tiradas de humor como as do Alucard, que está ainda mais rabugento do que o habitual, a ponto de ficar até engraçado, quase lembrando uns dr. House por ai...

    Apesar desse backtracking dos infernos que é marca registrada da franquia, o Aria está me surpreendendo ainda melhor do que na primeira vez que finalizei, não só porque ele é um jogo bem feito para os padrões tão limitados de um GBA, mas, especialmente por causa de umas mecânicas dele como a de conseguir as souls/skills dos inimigos pra usar nas lutas, o que deixa a exploração/backtracking do castelo bem mais light, já que a qualquer momento um inimigo da área onde estamos passando pela enésima vez poderá dropar uma skill rara dele, que vai ser útil pra caramba, quando nem esperávamos por aquele presente... 

    Dessa vez até me empolguei mais pra jogar com um guia, pra conseguir fechar o jogo nos mínimos detalhes, e lá vamos nós atravessar essa budega de castelo tudo de novo, rumo aos 100% ou quem sabe, um pouquinho mais... \o/

    24
    • Micro picture
      zefie · about 2 months ago · 3 pontos

      Eu recentemente dei uma experimentada no SotN porque um cara baixou lá no trabalho. Nunca tinha jogado, to perdidão xD parece legal, mas eu preciso chegar bem cedo pra jogar com calma, aí dá preguiça...

      3 replies
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 2 pontos

      Gba é guerreiro! Hehe
      Tens aria original ai? Invejo-te novamente Nat!! XD
      Ele e Dawn sao meus favoritos depois de sotn. Gosto demais do enredo "futurista" dele com Draculao ja morto. So fico triste q o Iga nunca tenha feito o jogo da lendária batalha de 1999. Julius merecia.

      1 reply
    • Micro picture
      fernandovst · about 2 months ago · 2 pontos

      O sistema de souls pode até ser roubado, mas é legal demais de qualquer jeito haueuahsueu eu adorei pegar todas no new game +, na verdade eu parei pra fazer quase tudo de tanto que eu gostei, só faltou 0,2 no mapa haueuaueuah. A OST é show demais também, a música da primeira área, da luta contra o Julius, da do Top Floor, do Floating Garden... quando eu me lembro desse jogo da até vontade de jogar de novo uaheusueuaha. E jogar assim no GBA deve ser show

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...