nandoalmeida

Editor do MRG SHOW!, gamer nas horas vagas e tio do macaco!

You aren't following nandoalmeida.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2015-09-17 12:07:32 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Venom Snake nendoroid já está em pre-order

    A GoodSmile liberou hoje as pre-orders do Venom Snake Nendoroid, que será lançado em abril de 2016, custando ¥5,500. Quem fizer a pre-order, que vai até o dia 14 de outubro, garantirá a Hand of Jehuty.

    A Hand of Jehuty é exclusivo para quem fizer a pre-order no site da GoodSmile.

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

    Platform: Playstation 4
    1289 Players
    520 Check-ins

    32
    • Micro picture
      thiiixd · over 3 years ago · 1 ponto

      Maldito Nendoroid, mal posso ver seus movimentos...

    • Micro picture
      guee · over 3 years ago · 1 ponto

      Entrei na pré-order, mas foi pela AmiAmi ^^

      2 replies
    • Micro picture
      zuppao · over 3 years ago · 1 ponto

      foda essa action figure

  • andreycout Andrey Coutinho
    2015-09-07 02:39:37 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    O que saber antes de jogar MGSV- Utilidade pública (sem spoilers)

    Medium 3152399 featured image

    Resolvi dar uma olhada na reação do pessoal quanto ao jogo na internet, e percebi que muita gente não sacou alguns "detalhes" do gameplay e da estrutura do jogo que podem mudar inteiramente a experiência (inclusive vi Reviews e Previews de sites grandes que não sacaram essas coisas). Se você pretende pegar o jogo, ou já está jogando, alguns desse detalhes IMPORTANTÍSSIMOS podem ter passado despercebidos:

    1 - [O MAIS IMPORTANTE]: Você não precisa usar o Helicóptero o tempo todo.

    Uma das principais reclamações que eu vi por aí é a de que o jogo não é "open world" de verdade porque você tem que ficar saindo e voltando pro helicóptero o tempo todo. O mesmo vale para muitos que dizem que o jogo fica repetitivo por conta desse fluxo "Helicóptero->Missão->Helicóptero->Mother Base->Helicóptero->..."

    O que muitos não entenderam é que, para a maioria esmagadora das missões do jogo, o Helicóptero é completamente dispensável, tanto para iniciá-las, quanto para terminá-las.

    Para iniciar uma missão principal, basta que você esteja na região dela. Se você está no Afeganistão, pode acessar qualquer missão do Afeganistão sem precisar do Helicóptero. Se você estiver em Free Roam no Afeganistão e escolher aceitar uma missão pelo IDroid, basta se dirigir para a área específica dela (a cavalo ou a pé), que uma cutscene indicará o início da missão.

    Fazer isso pode economizar o custo de GMP de chamar o Helicóptero. Além disso, toda a sua munição é recuperada após a cutscene inicial da missão (que pode ser pulada).

    Outra grande vantagem de iniciar a missão do solo é que você não precisa esperar o pouso do Helicóptero pra começar. Se fizer algumas besteira e resolver reiniciar ela, já vai estar sob controle do Snake no chão. Isso é muito útil pra quem tá tentando tirar Rank S, já que reiniciar do Checkpoint tira alguns pontos no final, enquanto que reiniciar a missão como um todo, caso você viesse de Helicóptero, iria voltar para dentro dele e obrigar você a esperar alguns segundos a mais toda vez que reiniciar.

    E pra terminar a missão? Não preciso chamar o Helicóptero? NÃO. Na maioria dos casos, simplesmente sair a cavalo ou a pé da área da missão (delineada em vermelho no mapa) após completar os objetivos principais encerra ela com sucesso. Você recebe todas as recompensas e continua no solo, podendo então aceitar outra missões e se dirigir a elas e assim seguir, sem nunca colocar os pés no Helicóptero ou na Mother Base. Não precisa se precupar com falta de equipamentos, porque como eu disse, eles são restaurados ao chegar no local de início de uma missão. Esse fluxo também permite ir realizando Side Ops que aparecerem no caminho (que iniciam automaticamente, sem precisar usar o IDroid, bastando chegar na região correta).

    Também é possível mudar o Loadout do Snake, roupas, equipametos e tudo mais sem precisar voltar pro Helicóptero. Basta pedir um Supply Drop, e tudo será enviado por Cardboard Box para o solo. Há uma opção especificamente para isso no IDroid.

    A minha recomendação PESSOAL é de nunca começar uma missão diretamente do Helicóptero

    Por fim, grande parte de administração da Mother Base pode ser feita pelo IDroid em solo, sem precisar voltar para o Helicóptero. Aliás, se você estiver em Free Roam, sem nenhuma missão ativa, voltar para o helicóptero é tão simples quanto apertar Select e escolhe "Return to ACC", sem precisar chamar o Helicóptero e se dirigir a uma Landing Zone, esperar ele chegar etc.

    2 - Se é assim, quando devo usar o Helicóptero?

    O Helicóptero é útil quando você tiver que extrair prisioneiros feridos, ocasião em que usar o Fulton tem uma chance muito menor de sucesso (ou até nula em alguns casos). Pra voltar pra Mother Base, o Helicóptero também é necessário. E em alguns casos, pode ser mais cômodo usar a opção "Return to ACC" depois de uma missão do que pedir Supply Drop (que gasta GMP). Mas se fizer isso, não recomendo depois descer diretamente pra alguma missão, mas sim para o Free Roam e de lá ir fazendo as missões a pé, a cavalo ou de veículo, privilegiando as que estiverem mais próximas.

    3 - E voltar pra Mother Base? Quando é necessário?

    Voltar pra Mother Base é útil pra prosseguir algumas sub-histórias e subir a moral dos seus soldados, mas você não precisa fazer isso o tempo todo. Só volte quando estiver cansado de fazer missões em solo, ou quando já tiver prosseguido bastante e possivelmente desbloqueado cenas e interações novas na Mother Base. Além disso, aparentemente, tomar um banho na Mother Base melhora o desempenho do Snake nas missões por um tempo (duração do Reflex Time, tremida da mão e velocidade de recuperação do life).

    Uma boa maneira de saber se tem algo de realmente importante pra fazer na Mother Base é escolher Missões -> Free Roam -> Mother Base e checar o mapa de lá. Se alguma região estiver com um brilho amarelo no mapa, alguma coisa nova relevante pode acontecer naquela região. Existem algumas cenas escondidas que não são marcadas dessa forma, mas a maioria (até agora) me parece ser.

    4 - Falando em amarelo...

    Num jogo cheio de opções como esse, é sempre bom ter algum tipo de guia do que é mais importante pra se fazer. Você tem a liberdade pra fazer quase tudo do jeito que quiser, na ordem em que quiser. Mas para os mais indecisos ou os que querem ir direto ao ponto e progredir rápido no jogo, vendo só o que há de mais importante, a própria interface já ajuda bastante. Missões (sejam principais ou Side-Ops), Combat Deployments, Fitas, Objetivos etc... tudo isso pode estar destacado em amarelo. Esse destaque é basicamente uma seleção dos conteúdos "essenciais" do jogo. Se uma fita tem o marcador amarelo, ela provavelmente tem uma informação muito importante pra entender a história. Se uma Side-Op está em amarelo, ela pode ser até mais importante que uma Missão Principal. Quando em dúvida, perdido ou simplesmente sem muita criatividade, siga o amarelo.

    Por ora, é isso. Espero ter ajudado.

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

    Platform: Playstation 4
    1289 Players
    520 Check-ins

    44
    • Micro picture
      andrezrl · almost 4 years ago · 3 pontos

      maxo, o que tá me deixando neuvosor é que tem umas bases com muitos soldados, pqp AHEUIAHIUEAHIUE difícil de não ser pego :(

      4 replies
    • Micro picture
      missingno · over 3 years ago · 1 ponto

      achei q iria abordar os outros MGS tipo essa dica vale pra um quanto vale pra todos

  • 2015-08-31 14:11:21 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    The Legacy of Metal Gear: Outer Heaven x Cipher

    Medium 3147951 featured image

    AVISO: ESSA POSTAGEM CONTERÁ MUITOS SPOILERS IMPORTANTES DA SÉRIE. LEIA POR SUA CONTA E RISCO.

    O POST CONTERÁ SPOILERS IMPORTANTES SOBRE TODA A SÉRIE.

    ------------------------------------------------------------------------------

    Antes de começar, um breve aviso. Esse post tem o intuito de dar um briefing resumido dos acontecimentos da série que antecedem e algumas coisas que sucedem The Phantom Pain. Porém NADA substitui jogar cada um dos jogos e ver em detalhes todas as suas informações e tramas.

    ------------------------------------------------------------------------------

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain será o capítulo final da série Metal Gear. Iniciada em 1987 e terminada em 2015. O game fará enfim a ligação entre 1964 e 2014, e principalmente, fechando o espaço vazio anterior ao ano de 1995.

    Um dos temas principais de The Phantom Pain é a vingança, pois a história mostrará Big Boss buscando vingança contra Cipher, seu antigo comandante - Major Zero.

    Para que vocês entendam um pouco tudo o que levará aos acontecimentos de The Phantom Pain, aqui vai um breve resumo do que aconteceu entre 1964 e 1984.

    No inicio, Naked Snake era um soldado da Fox Unit, que recebeu a missão de resgatar Sokolov, impedir o plano de Volgin, e derrotar The Boss. Naked Snake cumpriu sua missão com a ajuda de Major Zero, Para-Medic, Sigint, EVA e Ocelot, que futuramente se juntariam como os Patriots. Com o término da missão, Naked Snake, que recebeu o título de Big Boss revoltou-se contra os EUA, seu próprio país, por usarem e descartarem The Boss como se ela fosse apenas uma ferramenta descartável e não a heroína que ela foi.

    O grupo The Patriots foi fundado por Zero, com o objetivo de utilizar o Philosopher's Legacy recuperado de Volgin para controlar a América da forma que o grupo assim decidisse que era melhor, com um objetivo inicialmente nobre: Tornar o sonho de The Boss, um mundo unido, e um lugar que não repetiria os mesmos pecados que cometeu tanto com Big Boss quanto com The Boss, e guiar a nação para a prosperidade e paz. A execução porém foi completamente falha.

    Big Boss e Zero possuíam visões diferentes e conflitantes em relação ao sonho de The Boss. Big Boss interpretou o sonho de forma completamente literal: Uma Nação de soldados, para soldados, onde eles viveriam, seriam honrados e não seriam tratados como meras ferramentas, em outras palavras: Um exército que não respondia a nenhuma nação, e que sempre teria necessidade - estaria sempre em guerra.

    Zero interpretou o sonho de The Boss de forma mais simbólica, um mundo unido sobre uma única liderança, moldado a sua vontade de acordo com SUA visão de mundo e de paz. Em outras palavras, controle absoluto, sobre tudo e todos, incluindo governos, opiniões e até mesmo o próprio pensamento individual de cada pessoa - Um mundo onde Zero (e os Patriots) se tornariam Deus, e controlariam absolutamente tudo.

    Big Boss e Zero vivam em conflito por não concordarem com suas ideologias, até o ponto de ruptura, o momento em que Big Boss abandonou o grupo dos Patriots e todo o grupo em si foi fragmentado: Les Enfants Terribles Project.

    Zero utilizava Big Boss como o símbolo dos Patriots, e fabricou uma imagem para que o mundo seguisse, e assim, se colocasse em favor aos Patriots, ele transformou Big Boss em um Messias, fabricando lendas e histórias fantasiosas para fazer sua imagem crescer. Big Boss era estéril, devido a exposição a radioatividade o teste nuclear de Atol de Bikini em 1954, então Zero deu início ao projeto que clonou Big Boss, dando vida a três filhos: um filho dominante, um filho recessivo, e um clone perfeito, criado secretamente longe dos outros dois. Com isso, nasceram Solid Snake, Liquid Snake e Solidus Snake em 1972. Zero os criou para serem suas ferramentas, e estenderem ainda mais a lenda de Big Boss.

    A clonagem foi a gota d'água, e com isso Big Boss deixou os Patriots e fundou os Militaires Sans Frontières. E passou a trabalhar como mercenário, lutando as guerras dos outros, desde que ele julgasse que fosse válido. Em Peace Walker, Zero infiltrou Paz na MSF com o objetivo de tentar uma última vez trazer Big Boss de volta para os Patriots, e caso ele se recusasse, Paz deveria destruí-lo. Esse foi o primeiro passo para a guerra direta entre Big Boss e Zero.

    Em Ground Zeroes, Big Boss descobre que Paz está viva e Chico está sendo mantido preso no Camp Omega, uma Black Site americana em solo cubano. Ao mesmo tempo, uma falsa inspeção nuclear da ONU aconteceria na Mother Base. A inspeção era fachada para um ataque direto a Mother Base, que resultou em sua completa destruição pelas mãos de Skull Face.

    No entanto, as razões para o ataque são desconhecidas até o presente momento. Skull Face foi quem realizou o ataque, e utilizou tanto Paz quanto Chico como armadilhas para atrair e matar Big Boss. Skull Face demonstrou sentir profundo ódio de Zero, mas o motivo ainda não foi revelado, bem como ainda não foi revelado se o ataque a Mother Base foi de autoria completa de Skull Face, ou se ele estava seguindo ordens de Zero.

    Após a destruição da Mother Base, em 1975, Big Boss entrou em coma, e acordou apenas 9 anos depois, em 1984. Big Boss, que já havia abandonado sua fama de herói para se tornar um terrorista, se assim tivesse que ser, então se ergue novamente, reconstrói a Mother Base e inicia a criação definitiva da lendária Outer Heaven, e parte em busca de uma vingança "demoníaca" e sangrenta contra a morte de todos os seus soldados e sua própria "destruição". Abandonando por completo o herói que um dia foi, e se tornando enfim o vilão que o mundo conheceu.

    Com isso, The Phantom Pain mostrará o capítulo restante da guerra entre Big Boss e Zero, que durou décadas e só teve um fim definitivo no ano de 2014, nos eventos de Guns of the Patriots.

    --------------------------------------------------------------------------

    Esse foi apenas um resumo simples sobre toda a trama envolvendo Big Boss e Zero, e como já falado, NADA substitui jogar a série toda e entender por conta própria e com todos os detalhes cada parte da lona e complexa história de Metal Gear.

    Para quem quiser mais detalhes que não foram abordados nesse texto, e que já foram abordados bem mais detalhadamente em outras postagens, podem conferir os outros textos da série "The Legacy of Metal Gear" feitos por mim, através DESTE LINK.

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

    Platform: Playstation 4
    1289 Players
    520 Check-ins

    35
    • Micro picture
      nickzim · almost 4 years ago · 1 ponto

      A Outer Heaven não foi criada depois dos eventos de Phantom Pain ? Porque ao que parece o grupo do jogo é o Diamond Dogs.

    • Micro picture
      leocarvalho · almost 4 years ago · 1 ponto

      Vale mencionar que além da Paz, Zero tinha outro informante na MSF...

    • Micro picture
      darkthieff · almost 4 years ago · 1 ponto

      Skull face então pode ser um dos clone do venon snake ??

  • 2015-08-22 16:36:23 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    LUTO - Reinaldo Cardial

    É com pesar no coração que nós da @unidospelosgames_upg, estamos aqui para homenagear @reinaldo_cardial. Infelizmente, na tarde de hoje, foi constatado que o nosso amigo nos deixou.

    King, como todos que o conheciam o chamavam, sofreu um AVC na data de ontem e estava internado na UTI em estado grave, o AVC havia afetado a parte respiratória no cérebro e ele estava tentando reagir. Hoje foi constatado pelo laudo médico a morte cerebral de nosso amigo.

    Estamos aqui em Luto, torcendo para que nessa hora a esposa Dani tenha forças para seguir em frente com seus filhos. Reinaldo deixou esposa, filho e filha =/

    Nesse momento difícil e bem complicado, tudo que podemos fazer é agradecer pelo tempo que o King esteve conosco. Aos que tiveram o prazer de conhece-lo e conviver, sabia o quanto esse cara via alegria nas coisas, com ele, nunca tinha tempo ruim, tudo era festa, alegria e felicidade.

    Estávamos até marcando um churrasco em minha casa, para podermos reunir o pessoal e poder dar boas risadas. King, aguenta ae, que um dia nós ainda vamos nos encontrar para fazer essa festa.

    Que fique guardado na memória, o King alegre, o King da alegria, os "Bom Dia" que ele sempre mandava no nosso grupo no what's app,  que fique guardado os bons momentos que tivemos com ele. Sempre na memória as boas lembranças.

    Para a família, desejamos força, o momento é difícil e delicado, mas ele está sem dúvidas em um lugar muito melhor. 

    @reinaldo_cardial acompanhava a nós todos os dias, lendo os artigos, notícias e tudo mais, segundo ele mesmo disse, "Preciso de uma cura, pq isso de acessar a UPG ta se tornando um vício". Ele tinha um carinho muito grande por nós, então isso é o mínimo que podemos fazer.

    Independente de credo ou religião, King, onde quer que você esteja, obrigado por você ter feito parte de nossas vidas.

     Descanse em paz, meu amigo!
    @vantore

    205
    • Micro picture
      katyzinhaz · almost 4 years ago · 9 pontos

      Só nos resta desejar muita força para a família nesse momento tão difícil. =/

    • Micro picture
      vantore · almost 4 years ago · 8 pontos

      Descanse em paz, meu amigo! Um dia nós ainda vamos nos encontrar e teremos muita coisa pra colocar em dia, FIQUE EM PAZ!

    • Micro picture
      chiuauadospampas · almost 4 years ago · 7 pontos

      Meus sentimentos a todos. Não conhecia o Reinaldo, mas é triste saber que um amigo gamer nos deixou tão cedo. Desejo toda força aos amigos e familiares nesta hora complicada.

  • deletado999999 Farei uma nova ou não.
    2015-08-23 21:32:29 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    MGSV-TPP - Reviews

    The Daily Dot – 5/5

    Destructoid – 9/10

    EGMNOW – 9.5/10

    Examiner – 5/5

    Game Informer – 9.25/10

    GameSpot – 10/10

    – 9.3/10

    HobbyConsolas – 97/100

    IGN – 10/10

    – “Amazing”

    Kotaku (Pre-Review) – “The best Metal Gear yet”

    Metal Gear Informer – 10/10

    Polygon (Pre-Review) – ‘Hideo Kojima’s name featured dozens of times throughout’

    Press-Start – 9/10

    Respawn.ninja – 100/100

    USgamer (Pre-Review) – “An incredibly memorable game”

    – “A very easy contendor for game of the year”

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

    Platform: Playstation 4
    1289 Players
    520 Check-ins

    47
  • 2015-07-13 13:36:44 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
  • 2015-07-13 19:53:50 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    The Legacy of Metal Gear: O nascimento do vilão Big Boss

    Medium 3113810 featured image

    AVISO: ESSA POSTAGEM CONTERÁ MUITOS SPOILERS IMPORTANTES DA SÉRIE. LEIA POR SUA CONTA E RISCO.

    O POST CONTERÁ SPOILERS IMPORTANTES SOBRE TODA A SÉRIE.

    (Esse é um texto bem grande, estejam preparados)

    Com os últimos trailer sobre Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, algo que já era claro em relação ao game tornou-se indubitável: Big Boss enfim se tornará o vilão que ele era quando a série nasceu em 1987. E esse artigo tem como objetivo abordar a queda de Big Boss, de herói para vilão.

    Com o passar dos anos para a série, a história do protagonista Solid Snake foi concluída. Com isso, Hideo Kojima passou a contar a história de Big Boss, que se iniciou em 1964 nos eventos de Metal Gear Solid 3: Snake Eater, e está prestes a acabar com o capitulo final da série, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain , se passando no ano de 1985, e fechando o ciclo da série Solid com a série Metal Gear.

    A história de Big Boss se inicia com sua missão que, de um simples resgate a Sokolov de uma base secreta soviética, tornou-se uma desesperada tentativa do governo americano em provar sua inocência em relação a explosão do Sokolov Design Bureal OKB-754, que precisa dar fim aos planos do Coronel Volgin e matar The Boss, heroína americana e mentora de Naked Snake.

    Snake conseguiu vencer sua mentora e impedir a Terceira Guerra Mundial, mas nunca conseguiu superar o trauma de ser obrigado a matar de The Boss, e ver a forma como o governo trata os soldados, como simples ferramentas descartáveis.

    Após os eventos de MGS3, Big Boss mudou completamente sua visão de mundo, amplamente influenciado pelos ensinamentos de The Boss. Nos eventos de Portable Ops, com a revolta de San Hieronymo, Big Boss foi influenciado pelas motivações de Gene, líder da Fox Unit no ano de 1970, que desejava seguir o sonho de The Boss em criar uma nação para soldados.

    Com a fundação dos Patriots, Major Zero e Big Boss queriam controlar os EUA e realizar também o sonho de mundo que The Boss tinha antes de morrer. No entanto, nenhum deles entendeu realmente qual era o sonho de The Boss. Ela desejava um mundo unido, onde soldados teriam um lugar e não seriam meras ferramentas. Zero interpretou que The Boss queria um mundo unido sob sua liderança, e trabalhou  para criar um mundo onde ele e os Patriots comandariam tudo a sua vontade.

    Big Boss entendeu o sonho de The Boss de forma totalmente literal, em criar uma nação onde soldados teriam um lugar e seriam necessários, não sendo ferramentas descartáveis. Dessa forma, Big Boss abandonou os Estados Unidos e fundou os Militaires Sans Frontieres, a MSF, um grupo para soldados que não responderiam a nenhuma bandeira e nenhuma pátria, a não ser a seu próprio grupo.

    Desde o ano de 1964, Big Boss era conhecido por todo o mundo como o herói que venceu The Boss e salvou o mundo, seu próprio título foi dado pelo presidente americano, um título para aquele que superou The Boss, Big Boss. No entanto ele por muitos anos rejeitou esse título por não aceitar o que aconteceu.

    Nos eventos de Metal Gear Solid: Peace Walker, as crenças de Big Boss e sua ideologia sofreram um grande choque, que deu inicio a seu processo gradual de queda. Em Peace Walker, o herói que salvou o mundo morreu, e Big Boss havia realmente "nascido".

    O maior problema que Big Boss teve em relação a suas crenças, ao longo de toda a sua vida, foi se recusar a entender a real motivação do sacrifício de The Boss em Snake Eater. Por anos, como ele próprio dizia, eles "viveram e morreram junto", e The Boss ensinava o jovem Snake o que era ser um soldado, lhe ensinando que para um soldado, não existe um inimigo absoluto, que quem define quem são nossos inimigos é o tempo. "O amigo de hoje pode ser o inimigo de amanhã" e vice versa, como podemos ver com a relação entre Big Boss e Ocelot. Ela também o ensinou que a única coisa que um soldado pode ter plena certeza é em sua missão. A missão é tudo o que um soldado tem.

    "Loyalty to the end". O maior ensinamento de The Boss. Porém seu significado é algo que Big Boss não conseguiu entender. "Lealdade até o fim", ou "Lealdade ao fim"? A missão da The Boss em Tselinoyarsk era recuperar o microfilme do Philosopher's Legacy. Para isso ela desertou para a URSS e se aliou a Volgin, assim que recuperasse o Legacy, o entregaria ao governo americano e sua missão estaria concluída. No entanto, Volgin disparou um dos Davy Crockett's, um míssil nuclear portátil, na OKB-745, matando vários soviéticos e poluindo toda a área com a explosão nuclear. Com isso, o plano da The Boss foi revisto: Ela ainda deveria recuperar o Legacy para a América, mas não poderia mais voltar. Ela deveria morrer, pelas mãos de seu próprio pupilo.

    Não havia escolha para The Boss, ela foi traída pelo próprio país, mas se ela não morresse, a Terceira Guerra Mundial se iniciaria e o mundo seria condenado, e ela não poderia tirar a própria vida. Snake sabia disso, sabia o que tinha que fazer, mas não entendeu o sacrifício de The Boss no final. Big Boss acredita que The Boss abaixou a arma. Para Big Boss, isso significa que ela o traiu em tudo o que o ensinou. O traiu ao se deixar ser morta por um país que a tratou como uma mera ferramenta descartável.

    Big Boss desacreditou em seu próprio país após isso, e com a MSF decidiu tornar realidade o sonho de The Boss em criar uma nação para soldados, e mesmo assim não aceitava a verdade, que The Boss não tinha escolha, que ela se sacrificou pelo bem do mundo todo, por um bem muito maior do que ela própria.

    No ano de 1974, apesar de não lutar mais por país nenhum, Big Boss usava a MSF para reunir soldados sem pátria para lutar batalhas que ele acreditasse valer a pena.  Ao final dos eventos de Peace Walker, o Metal Gear de mesmo nome, que possuía o Mammal Pod, que continha a IA criada pela Dra. Strangelov baseada em The Boss, decidiu se autodestruir para impedir uma nova guerra mundial. Exatamente o mesmo ato que The Boss fez em sues últimos momentos de vida. Nesse exato momento, vendo o Peace Walker se afogar em um lago para impedir a transmissão de dados nucleares falsos, Big Boss novamente rejeitou a verdade, que o sacrifício foi feito em prol do mundo, e escolheu acreditar que The Boss realmente o havia traído e abandonado, e assim, abandonou a idolatria que tinha por ela, e sua bandana, que o mesmo "herdou" de The Boss em 1964.

    Em seu discurso para os soldados da MSF ao fim de Peace Walker, Big Boss fala que para seguirem seu objetivos, eles se tornarão terroristas se preciso, e a partir daí, sua queda não possuía mais volta. Big Boss usaria sua nação de soldados, a Outer Heaven, para criar um lar para soldados, e fazer com que soldados fossem necessários, lutando as batalhas onde eles eram necessários. No entanto, para soldados serem necessários, as batalhas não podem nunca acabar.

    Por fim, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain contará o capítulo final da história. E mostrará o verdadeiro Big Boss que nasceu no primeiro Metal Gear de 1987, um verdadeiro vilão.

    A série Metal Gear tem como uma de suas principais características contar histórias que permitem que os jogadores trabalhem suas mentes e criem interpretações sobre os acontecimentos enquanto jogam. Além de não trabalhar com o conceito de "bem" e "mal". Poucos foram os personagens da série com verdadeiras intenções malignas. Muitos tinham objetivos fortes e não necessariamente ruins, mas que cometeram muitos atos controversos para alcançarem esses objetivos.

    Hideo Kojima já declarou que gosta de trabalhar com o personagem Big Boss, e foi graças a isso que surgiram tantos games protagonizados pelo mesmo, mostrando a cada episódio várias e várias razões pros atos de Big Boss, dando as "desculpas" pelas suas ações futuras. Isso gerou um efeito em parte dos fãs da série, o mesmo efeito conseguido por Zero, e explicado em MGS4: Big Boss tornou-se um ícone, um "messias" que ele jamais foi.

    A verdade é, Big Boss foi um herói, mas é inegável que ele afundou e se tornou um vilão, e é isso o que The Phantom Pain promete mostrar. Um dos principais temas do novo episódio é a Vingança. Big Boss, após 9 anos em coma, acorda mutilado em um mundo diferente, e partirá em busca de vingança por seus soldados mortos nos eventos finais de Ground Zeroes, vingança pela destruição de sua primeira Mother Base, e como os trailers do game mostraram várias e várias vezes, Big Boss está se tornando um demônio, e deixando de ser o herói que um dia foi. Big Boss está se tornando um personagem que nenhuma explicação poderá "desculpar" seus atos. "It's just means to an end", como diz a letra da música "Sins of the Father".

    Big Boss está para se tornar o líder da Outer Heaven de 1995, em sua eterna "Guerra Fria" contra Zero, que colocará o mundo inteiro na linha de fogo. O Big Boss desse período não se importava com nada, a não ser seu objetivo. Se isso significasse destruir todo o mundo, então que assim fosse.

    Apesar de ter abandonado a memória da The Boss, Big Boss continuou vivendo em função dela, dando seguimento a sua interpretação de seu sonhos. Criar uma nação de soldados, para soldados, onde eles seriam honrados e sempre seriam necessários. E dessa forma, os atos de Big Boss foram além de qualquer "desculpa" ou explicação. Não havia mais um motivo genuinamente nobre que pudesse justificar os seus atos.

    Big Boss mantinha a guerra sempre viva para que sua nação tivesse uma razão. Quando não haviam guerras para se lutar, Big Boss criava novas guerras. Assim, com incontáveis mortes, ele gerava vários órfãos. Big Boss então resgatava todas as crianças, as dava um novo lar em sua nação, e as treinava para se tornarem novos soldados para levar de volta ao campo de batalha e gerar mais órfãos.

    Apesar disso, Big Boss tinha o dom de ser carismático, o que fazia com que seus aliados fossem completamente leais a ele, mas isso não apaga os atos que ele cometeu. Como obrigar cientistas, como o Dr. Madnar, a construírem novos modelos de Metal Gears, que ele usaria sem exitar se julgasse necessário.

    No fim, diante do túmulo de The Boss em MGS4, ao lado de seu "filho", Solid Snake, Big Boss enfim entendeu o sonho de The Boss e o seu sacrifício. Reconhecendo todos os seus erros, e dizendo a Snake que acreditava que se ele estivesse em seu lugar no passado, não teria cometido os mesmos erros. Solid Snake passou pela mesma situação de Big Boss, teve que enfrentar seu próprio mentor. Snake foi traído por Big Boss e confrontado pelo mesmo, mas ele realmente entendia o ensinamento de The Boss, mesmo sem nunca a ter conhecido: acreditar na missão. Snake sabia que deveria derrotar Big Boss, que era algo que só ele poderia fazer ali, e que era o que devia ser feito. Snake sempre encarou seus próprios pecados sem fugir de sua culpa. Enquanto Big Boss procurava justificativa para os seus atos, ignorando o mal que fazia aos outros e ao mundo. "It's just means to an end".

    Por conta de tudo isso, a queda de Big Boss em The Phantom Pain deverá, pelo bem da própria narrativa, ser traumática, principalmente para os fãs que não aceitam que Big Boss é um vilão, que não importam seus objetivos, seja derrotar Zero ou livrar o mundo dos Patriots, esses objetivos não justificam os seus atos. Big Boss foi indiscutivelmente um herói, e foi indiscutivelmente um vilão, que mergulharia o mundo em fogo e morte sem se importar, se assim desejasse.

    Por mais que você seja fã de Big Boss, não se deixe cegar pela própria idolatria, tal como aconteceu quando Zero transformou Big Boss em um ícone. Big Boss é um vilão da série, apesar de já ter tido objetivos nobres pelo o qual lutou. E em The Phantom Pain, a queda dele deverá ser definitiva.

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

    Platform: Playstation 4
    1289 Players
    520 Check-ins

    90
    • Micro picture
      juninhonash · almost 4 years ago · 3 pontos

      Nem li mas já compartilhei porque sei que é foda.

    • Micro picture
      ascendase · almost 4 years ago · 2 pontos

      Ô saudade dessas paredes de texto!

      1 reply
    • Micro picture
      nickzim · almost 4 years ago · 2 pontos

      O final do MGS4 é de deixar qualquer marmanjo fã da franquia em prantos, aquele momento em que o Big Boss reconhece seus erros e morre no túmulo da Boss e diz para o Snake aproveitar sua vida é muito triste. ""This is good....isn't it...?", fico triste só de lembrar.

  • guilherme_gondin Guilherme
    2015-06-21 20:58:39 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Recomendação de uma projeto

    Pessoal, tô passando aqui pra recomendar um projeto.

    O Diogo Braga do MRG criou um canal de gameplay de jogos indie e resolveu criar um jogo em comunidade. Mesmo que não tenham interesse em participar, recomendo acompanharem pra ver no que vai dar. 

    @kiliano Talvez você queira ver isso.

    20
    • Micro picture
      zuppao · almost 4 years ago · 1 ponto

      interessante.. vou acompanhar....

    • Micro picture
      guicamarotto · almost 4 years ago · 1 ponto

      alguem sabe como entrar em contato com ele pra indicar meu jogo?

      4 replies
  • solidrenan Renan Do Prado
    2015-03-06 13:52:51 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    ARKADECAST 2.0 EPISÓDIO #08: FLIPERAMAS, HISTÓRIAS DE BOTECO E ETC

    Eu, @rodrigoarkade, e a galera da Arkade nos reunimos pra falar de Fliperamas, Arcades, Tubaína de saquinho, pentelhos, pivetes irritantes, bares, pentelhos e o Arcade do Silent Hill!!!

    Escutem ae que o bagulho é loko!!!

    http://www.arkade.com.br/arkadecast-2-0-episodio-08-fliperamas-historias-boteco/

    12
    • Micro picture
      rodrigoarkade · over 4 years ago · 1 ponto

      É nóis! o/

    • Micro picture
      fallen_rocker · over 4 years ago · 1 ponto

      Curti esse cast, a época dos fliperamas e das locadoras realmente foram MITICAS !

    • Micro picture
      nandoalmeida · over 4 years ago · 1 ponto

      foda!

  • 2015-03-04 21:26:11 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    O que The Phantom Pain significa para a série Metal Gear.

    Medium 3013753 featured image

    A data de lançamento de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain finalmente foi divulgada, junto com novas informações importantes sobre o jogo e sua relação com a série.

    Assim como uma declaração de Hideo Kojima: Este será o último episódio da série Solid, e fechará o ciclo da série. Para quem não conhece muito da série, isso pode não ter um significado muito grande, mas a verdade é que tem sim.

    A série Metal Gear já tem 27 anos, nascida no ano de 1987 com o primeiro Metal Gear para MSX, e seguindo geração após geração até o tempo atual, no ano de 2015. Contando apenas dos jogos canônicos da série, possuímos um total de 9 jogos, contando as séries Metal Gear, SOLID e incluindo MGSV (Ground Zeroes + The Phantom Pain).

    Atrás de 8 jogos já lançados, a história percorreu os anos de 1964, 1970, 1974, 1975, 1995, 1999, 2005, 2007, 2009 e 2014. Rising, apesar de canônico, segue o final de Metal Gear Solid 4, mas não é pertencente a série SOLID.

    Por fim, a última peça do quebra cabeça, e a mais importante dos jogos protagonizados por Big Boss até o momento será posta: O ano de 1984.

    Nos últimos meses, criei a série de postagens "The Legacy of Metal Gear" explicando vários pontos have da série (contendo muitos spoilers), como uma forma de responder a dúvidas sobre assuntos complexos da série, bem como duas listas de recomendação de como se iniciar na série Metal Gear, em posts divididos em Parte 1Parte 2.

    Agora, a série chega ao ponto revolucionário em sua história, graças a diversos fatores que juntos tornam esse jogo ainda maior.

    Um mundo Gigantesco

    The Phantom Pain é um enorme crescimento em relação a todos os jogos anteriores da franquia. O primeiro Metal Gear de mundo aberto, em cenários muitas e muitas vezes maiores que todos os cenários dos jogos anteriores combinados. Tudo isso graças a FFox Engine, desenvolvida pela Kojima Productions para o jogo, sendo a razão para a existência de MGSV.

    Liberdade e Polêmica

    Na série, o jogador sempre teve liberdade para criar suas próprias estratégias. Matar ou não seus inimigos, montar armadilhas, passar despercebido por todos, ou encará-los de frente. Metal Gear é uma série de puro Stealth Action, mas nada impede que o jogador atire em todos que aparecerem em sua frente. No entanto, tudo tem consequências. Ser visto e atacar agressivamente gerará a mesma reação dos inimigos, que farão de tudo para matá-lo.

    Agora, nesse novo mundo aberto, o jogador poderá jogar a sua maneira, avançar na história quando quiser, e como quiser. No jogo haverão escolhas que afetarão o andamento do gameplay. Não se sabe ainda até que ponto as ações afetarão o futuro, mas caberá ao próprio jogador decidir o que fazer.

    Esse também será o jogo mais polêmico de toda a série, mexendo em pontos muito polêmicos e pesados. Ground Zeroes já mostrou o quão pesado o jogo poderá ser, sendo o mais violento e psicologicamente agressivo da série.

    Novos recursos e a expansão completa do Multiplayer

    Big Boss agora possui inúmeros recursos em suas novas missões. Novas opções de recrutamento, suporte, equipamento e a completa construção e customização da Mother Base, que renasce após Peace Walker maior e muito mais poderosa. E o novo Metal Gear Online. O modo multiplayer que já era imenso em Metal Gear Solid 4 agora é ainda mais expandido, com tudo o que o modo single player tiver em termos de táticas, equipamentos, e suporte de outros jogadores.

    O Fim - A conclusão de toda a história

    E o ponto mais importante de tudo, e aquilo que faz de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain ser de imensa importância para toda a série: Ele será o fechamento do ciclo, o fim da série Solid.

    Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots é o fim cronológico da série Solid, e em sua época, o fim de toda a série. Porém a série continuou se expandindo, mas para o passado, contando a história de Big Boss após o fim de Metal Gear Solid 3: Snake Eater.

    Metal Gear contou a luta entre Solid Snake contra a Outer Heaven, liderada por Big Boss. Metal Gear 2: Solid Snake contou a nova luta de Snake com a "reincarnação" de Outer Heaven: Zanzibar Land. Metal Gear Solid contou a missão solo de Solid Snake se infiltrando em Shadow Moses e enfrentando seu irmão gêmeo, Liquid Snake. Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty contou a revelação e a manipulação sofrida por Raiden, e a revelação dos Patriots. Metal Gear Solid 3: Snake Eater voltou para a Guerra Fria e contou a missão de Naked Snake contra sua mestra: The Boss, para salvar o mundo da 3ª Guerra Mundial. E Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots encerrou a história de Solid Snake, contando sua luta sem esperança para livrar o mundo das consequências de tudo o que aconteceu nos episódios anteriores.

    Porém, Metal Gear Solid: Portable Ops e Metal Gear Solid: Peace Walker novamente voltaram no tempo, continuando a história de Naked Snake, agora condecorado como Big Boss. O propósito dessa volta ao tempo era estabelecer a ligação entre passado e futuro: Outer Heaven.

    Vimos Solid Snake destruir Outer Heaven, e vimos Big Boss criando a Outer Heaven. Ms o que ainda está faltando, e aquilo que deveria ter sido mostrado em Peace Walker, mas não foi, enfim será mostrado:

    Big Boss tornando-se o vilão. O herói que salvou o mundo da 3ª Guerra Mundial se tornar o líder da nação militar que ameaça o mundo com a guerra, para seguir seus propósitos e objetivos.

    The Phantom Pain será a última peça da história: A ligação de Big Boss, líder da Militaires Sans Frontieres de 1974 com o Big Boss, líder da Outer Heaven de 1995.

    A cronologia de Metal Gear nasceu com Big Boss e terminou com Solid Snake. E por fim, chega o momento da ligação entre o pai e seu filho. A série Metal Gear Solid é protagonizada por Solid Snake, e sua história já foi terminada, tudo o que falta agora é o término da história de Big Boss.

    Hideo Kojima declarou ele próprio: Esse será o último jogo da série Metal Gear Solid. O fim de tudo. E mesmo que outros Metal Gears sejam criados nos próximos anos, a série SOLID se encerra em The Phantom Pain.

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain não é só a maior revolução que a série já passou em todos os seus anos. Não é apenas o maior e mais ambicioso projeto de Hideo Kojima e de toda a sua série.

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain é o fim da série. É o fim da história de Solid Snake. É o fim da história de Big Boss. É o fim da história contada há 27 anos dos Snakes, os maiores soldados de seus tempos, aqueles que tornaram o impossível possível.

    - @solidrenan

    Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

    Platform: Playstation 4
    1289 Players
    520 Check-ins

    81
    • Micro picture
      gusgeek · over 4 years ago · 7 pontos

      O mind-blowing Épico seria ver uma parte próxima do final do game que ele avançasse um pouco no tempo e mostrasse o Solid Snake invadindo Outer Heaven e sendo dublado pelo David Hayter!

      11 replies
    • Micro picture
      natnitro · over 4 years ago · 2 pontos

      Então dessa vez o Kojima vai cumprir o que ele dizia a muito tempo, de que fecharia a saga metal gear solid, ja que ele já estava de saco cheio de so fazer MG, hehe. :-)

      7 replies
    • Micro picture
      juninhonash · over 4 years ago · 2 pontos

      Excelentíssimo artigo. Deu até ainda mais vontade de jogar do que já estou. E olha que nem terminei o 4 ainda.

      Mas na boa, ainda torço pra um remake dos clássicos do MSX, muita gente quer um remake do 1 e só aquele remake meia boca do GC já basta. Prefiro que façam do MSX ou liguem ele, ou o deixem parcialmente jogável, sei lá. Só sei que eu quero muito e eu vou desfazer de seja lá o que for que eu estiver jogando pra jogar a louca aventura final da melhor franquia de todos os tempos ^^

      2 replies
Keep reading → Collapse ←
Loading...