nanaeljustice

Otakinho sem salvação, as vezes jogo alguma coisa.

You aren't following nanaeljustice.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • nanaeljustice Alexandre
    2020-06-13 17:30:32 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p><strong>Achado e terminado!</strong></p><p>#img#
    Strike Witches STG

    Platform: PC
    1 Players
    1 Check-in

    Achado e terminado!

    Strike Witches STG é um daqueles doujin games um pouco velhinhos que atende muito a um nicho específico e o site original de onde as pessoas deveriam baixar morreu com o tempo, então por conta disso o jogo é um absoluto pesadelo de encontrar um link funcional na internet. Mas meio sem querer eu consegui botar minhas mãos nele e imediatamente upei o jogo pra facilitar a vida de quem quiser jogar.

    Quando vi que ele era um daqueles shoot em' up não pude evitar ter flashbacks traumáticos de Touhou, ao ponto da minha cabeça ter aceitado que eu nunca iria zerar isso... mas aí eu comecei a jogar e vi que dava sim!

    A dificuldade inicial é bem simplona e o jogo só vai complicando mesmo nos 3 últimos estágios e mesmo assim não é nada muito ameaçador. Gosto como você controla múltiplos personagens ao mesmo tempo e cada time tem seu gimmick em especial, acabei me dando muito bem com o time B, que consiste em Barkhorn, Erica e Minna. Não só o time tem uma defesa ok (não é o time da Yoshika, mas dá pro gasto) como pra surpresa de ninguém, Erica e a Barkhorn são dois monstros na hora de comer a barra de vida dos chefes com os especiais, acabei levando o jogo depois de poucas tentativas mantendo o foco nas partes que eu era confortável de jogar e aproveitando momentos em que os chefes chegam perto pra mandar as skills em estágios que eu costumava entrar em pânico.

    Isso de você controlar vários personagens (você só perde uma vida se seu líder for atingido, não precisa se preocupar com os outros) também ajudava bastante a causar dano consistente no boss enquanto só prestava atenção em desviar.

     Esse jogo pega a season 1 do anime, usando todos os Neurois que aparecem lá. Muitos dos que eu não ligava no anime por terem aparições bem mornas eu absolutamente amei nesse jogo, não só o sistema de core foi transferido perfeitamente pro jogo, como as diversas fases de todos os chefes são geniais e te fazem ter aquele momento "haaa espertinho, mandou bem nessa". Btw, eu adoro como o Warlock é um char extra jogável e meio que dane-se.

    Estou feliz que achei esse jogo, não devo deletar tão cedo até pq quero dar uma experimentada pra ver se consigo zerar com todo mundo em dias que não tiver nada melhor pra fazer.

    16
    • Micro picture
      xch_choram · 27 days ago · 2 pontos

      Eita, um blog de doujins, vou tentar liberar um tempo pra jogar.

      1 reply
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-06-13 01:46:30 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p><strong>Aos poucos, um time legal está se forman
    Touhou Puppet Dance Performance

    Platform: PC
    17 Players
    7 Check-ins

    Aos poucos, um time legal está se formando!

    O jogo continua me impressionando sendo bem sólido lol Está sendo uma experiência bem gostosinha pra tomar meu tempo, caçar as coisas novas que eu encontro na área, ver se tem alguma side pra fazer por perto (tipo como rolou o rematch com a Mokou), dando aquelas paradas pra mudar o visual do pessoal e dar uma lida nas entradas dos livrinhos.

    A esse ponto eu estava pronto pra tankar bastante bullshit como normalmente rola em hackrom/fangame de Pokémon, mas a única parte do jogo que eu achei chatinha foi a Bamboo Forest, que eu nem prestei muita atenção na dificuldade do puzzle pq eu tava muito ocupado tentando pegar tudo que tinha na área, além de que aparentemente esse puzzle ser bem mais fácil no Shard of Dreams.

    Até em mapas tipo Forest of Magic, eu que tenho 0 senso de direção não tive problemas nenhum de chegar no meu destino. I guess esse instinto de vasculhar cada cantinho do mapa tá dando um belo pay off. 

    11
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-06-10 21:46:35 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p><strong>Começando mais um jogo...</strong></p><p
    Touhou Puppet Dance Performance

    Platform: PC
    17 Players
    7 Check-ins

    Começando mais um jogo...

    Após zerar Yugioh WCS 2008 minha ideia inicial era partir direto pro WCS 2009 e foi até o que eu fiz, mas fiquei tão bravo depois de levar um Light and Darkness Dragon da merda de um NPC que deveria ser nível 1 que eu decidi deixar o jogo de lado e fazer algo que parecia mais divertido, foi aí que consegui botar TPDP com Shard of Dreams instalado e tudo pra funcionar (yk, jogos japoneses se fazendo de difíceis pra variar).

    Eu fiquei um pouco surpreso de poder escolher qualquer puppet de inicial e isso me rendeu um belo tempo de tortura psicológica escolhendo entre Nitori, Marisa, Momiji e Tenshi, mas como já cheguei a usar Nitori e Marisa na minha jogatina da hack de Touhoumon, acabei me resolvendo entre Momiji e Tenshi, deixando a Tenshi de lado no momento final.

    As 3 horas que eu joguei foram divertidonas e imediatamente não me arrependo da troca de jogo. É um pouco estranho lidar com esses tipos mudados dnv depois de tanto tempo com Pokémon, mas ver como o projeto evoluiu tendo um monte de coisa legal e um charme próprio muito grande me anima bastante.

    Gosto que a dificuldade aparenta ser bem no ponto, cheguei a fazer uma batalha contra a Reimu e a IA realmente dá umas sacadas muito boas na hora de counterar seus movimentos, não é algo que você só vai apertar um botão no dane-se com seu mon overleveled como você conseguiria fazer num jogo normal da franquia Pokémon.

    18
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-06-09 17:09:05 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p>#img#[713789]</p><p>Já faz um tempinho que comec
    Dungeon & Maid

    Platform: PC
    8 Players
    1 Check-in

    Já faz um tempinho que comecei a jogar Princess & Conquest (que não só não foi registrado aqui, como ainda não foi de fato terminado) e tenho que dizer que fazia tempo que não ficava tão animado com um jogo hentai.

    Eu peguei ele pelo public release do site, apesar de agora estar uma versão atrás da mais recente que é fechada a um early acess pro pessoal do Patreon (acredito que seja adquirível pela Steam também) e tenho algumas coisas pra dizer.

    Primeiramente, o jogo é bem competente! Não entrei nem em parte de arte ou do hentai em si, mas ele tem uma base sólida e divertida que quanto mais você joga, mais você tem o que fazer, ele te dá muitas opções e mesmo não estando terminado já tem várias rotas que você pode seguir e variar o gameplay.

    Eu experienciei uma quantidade um pouco tensa de bugs, mas é algo que eu esperava  com o bagulho nem tendo sido lançado ainda, ainda mais conhecendo a engine e vendo que boa parte deles são fáceis de corrigir, consigo ter fé de que os caras vão achar um jeito de lidar com essas coisas com o tempo.

    A forma que o jogo é feito é basicamente certeza que você nunca vai conseguir recrutar todo mundo e em algum momento vai deixar certa princesa morrer em meio ao caos, até pq quando você não sabe o que tá fazendo é bem tenso quando os reinos começam a guerrear, mas eu não me incomodo com isso pois ele funciona muito bem como o tipo de jogo que você joga por dias sem enjoar e quando finalmente chega ao fim decide iniciar uma outra run pra ver especificamente o conteúdo que escapou na run anterior. Inclusive, o jogo oferece vários corta caminhos e twists legais pra segundas jogatinas, então dá pra ver que os devs estão se empenhando muito em deixar o jogo ser um jogo ao invés de um bagulho cheap e sem graça com eventuais CGs legais, como costuma ser o caso desse tipo de jogo.

    Eu gosto que ao invés deles irem pra aquela abominação movido a javascript que é o MV, o jogo decide rodar no VX Ace e fazendo ótimo uso da engine, mas uma coisa eu devo dizer, não faço ideia do motivo por trás de não usarem o Falcao Pearl ABS System no lugar do Sapphire Action System.

    Nada de errado com o Sapphire, mas pra customizar ele legal precisa manjar bastante de script e muita coisa que o jogo faz me parece PERFEITO pra rodar no Falcao Pearl, principalmente o lance de recrutar princesas. Eu adoraria que ao invés delas serem vidas a mais com os próprios equipamentos, elas ficassem te seguindo nas fases com monstro e atacando os inimigos por conta própria, o que é bem fácil de fazer com o script mencionado.

    É claro que precisaria rolar umas editadas nas animações e nos efeitos sonoros extremamente irritantes que o cara usou de base, mas me parece a escolha perfeita pro jogo e isso me fez estranhar bastante quando joguei. Por isso o sistema de batalha até pareceu um pouco sem graça pra mim.

    Agora em questão gráfica, o jogo é uma bagunça. O que estão vendo aí é o mapa de mundo extremamente bonitinho quase que totalmente pixel art (tirando a ponte de RTP que possivelmente deve ser rotacionada em futuras versões), eu amaria se todo o jogo fosse assim, mas o visual é ultra inconsistente, algumas áreas não combinam nada com as outras apesar dos mapas em geral serem bons.

    Em questão de traço é onde o jogo começa a brilhar, os desenhos são bem charmosos e consistentes entre si, mas a melhor parte é de longe as animações NSFW em pixel art especialmente bem feitas que estão espalhadas por aí e presentes em abundância.

    Se você for no site do jogo e olhar algumas informações sobre, dá pra ver que nem todos os chars vão cair no seu gosto, eu pessoalmente não fui com a cara dos chars mais puxados pra um lado furry, mas a parte de MonGirl do jogo de fato compensa e eu gosto como eles não te forçam a ver coisas que você não quer.

    Provavelmente a última vez que joguei um jogo hentai que tinha conteúdo NSFW de qualidade e ainda por cima era divertido de jogar foi quando toquei em Alternate DiMansion Diary e isso já faz um belo tempo.

    E pensar que seria num bagulho random de RPG Maker que eu veria uma luz no fim do túnel em coisas do gênero. Me vejo comprando essa merda bem fácil quando o jogo de fato ficar pronto, o bagulho tem muito potencial.

    10
    • Micro picture
      luchta · about 1 month ago · 2 pontos

      Primeira vez que vejo alguém fazendo check-in em um dos jogos hentai que eu cadastrei, apesar de não ser o mesmo jogo, claro, já estava me sentindo sozinho na rede, achando que só eu jogava (ou só eu tinha coragem) de fazer check-in em jogos +18. Ahahaha! Eu sempre vejo esse jogo, mas como é RPG Maker meio que nunca dei uma olhada mais afundo, mas lendo o texto parece interessante.

      1 reply
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-05-27 20:52:10 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p><strong>WCS 2008 finalizado.</strong></p><p>#img
    Yu-Gi-Oh! World Championship 2008

    Platform: Nintendo DS
    143 Players
    4 Check-ins

    WCS 2008 finalizado.

    Eu estava adorando o jogo, mas nossa, esse último mundo é um pé no saco. A dificuldade é superficial pra caramba e o jogo te faz criar um monte de deck filler só pra passar em desafio que nem é tão complicado assim.

    Acaba que tive o mesmo sentimento com o Pokémon TCG 2 de GBC que ficava me forçando a criar deck random ao invés de deixar eu me divertir com um deck fixo e ver o quão longe eu chego com ele, se eu não tivesse gostado muito no começo pra fazer vários duelos e ter muita carta acumulada, eu teria que parar pra farmar só pra comprar cartas de discard e essas merdas, eu teria odiado o jogo totalmente nesse mundo, quero nem tocar no mundo post game por enquanto.

    Bom, aqui vão meus decks principais que eu acabei usando:

    "Blue-Eyes", um deck de dragão bem direto ao ponto, dropa big monster, se saiu com Future Fusion joga 5 cartas pro GY pra fazer FHD e de resto não tem segredo, para qualquer trap com Solemn e GG. Usei principalmente no "último" mundo, desafio 0.

    "Unbeatable Jinzo", meu primeiro deck competente, e ainda assim dá pra pegar uns elementos early game, tipo o searcher de Legendary Ocean estar no deck só pq tem 1900 de ATK kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Era bem divertido e usei ele por muito tempo, mas acabei droppando por conta de uma "evolução" que o deck levou.

    "Gattai!", a já mencionada evolução do deck do Jinzo, mas com VWXYZ, usa Returning from a Different Dimension pra abusar muito do fato que as contact fusions banem as cartas ao invés de enviar pro GY, considero esse meu deck principal, era até engraçado assimilar isso com a personagem pagando metade dos LPs até pra respirar.

    Literalmente qualquer duelo com esse deck be like.

    "No fun, I'm angry", o deck que usei pra aquele desafio bullshit de derrotar o boss 5 vezes seguidas carregando LP de um duelo pro outro, eu não pude enfiar Solemn Judgment nele, mas pude colocar Skill Drain, que é o coração e alma do deck, se o boss fosse uma pessoa física, esse seria o tipo de deck pra ela levantar e fisicamente me dar um soco. Não me arrependo de nada.

    Apesar de amar o jogo de inicio e achar o formato extremamente interessante, pegando aquela transição entre era GX e 5D's onde as cartas quebradas ainda não são velhas o bastante pra serem banidas, mas tem coisa "nova" o bastante pra velocidade do jogo não ser um saco, esse mundo final destruiu minha moral com ele, não consigo considerar o jogo melhor que um Over the Nexus ou Reverse of Arcadia que tem uma qualidade bem mais consistente, mesmo eu estando crente que ele seria um dos meus favoritos no começo.

    Bom, tudo dando errado, a Nanael que eu fiz pra esse jogo é um dos meus chars mais bonitinhos de DS, não me arrependo de nada!

    Todos meus chars de saves que eu ainda tenho, caso alguém esteja curioso.

    8
    • Micro picture
      rax · about 2 months ago · 2 pontos

      Parabéns õ/

      Esse YGO admito que o story mode lá tem seus probleminhas mas me divertia demais com a campanha.Acho que fui um dos poquissimos YGOs que me senti realmente no universo dos monstros que invocavamos nos duelos XD.

      Tenho bastante carinho com ele,mesmo :3 <3

      Era um dos que eu mais gostava de DS :D

      Ah e o Xandy (esse seu ultimo avatar) é de qual YGO de DS? foi o unico que não sei de qual é só olhando o fundo :/

      3 replies
    • Micro picture
      rax · about 2 months ago · 2 pontos

      E seus Decks eu fiz vários parecidos com os seus no YGO de 2009 e 2010 XD.

      5 replies
    • Micro picture
      santz · about 2 months ago · 1 ponto

      Esse jogo usa as 2 telas do DS para mostrar o campo em 2D e o mesmo campo só que em 3D? Meio paia isso. Tinha que ser sua mão e seu campo no seu campo e no adversário o campo dele e o desenho poligonal do mano segurando as cartas.

      1 reply
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-05-12 00:50:44 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p>#img#[706916]</p><p>Por conta da temática estran
    Yu-Gi-Oh! World Championship 2008

    Platform: Nintendo DS
    143 Players
    4 Check-ins

    Por conta da temática estranha do mundo dos monstros de duelo e ele pegar um formato que eu não estou tão familiarizado, WCS 2008 foi um jogo que eu ignorei por bastante tempo.

    De vez em quando eu pego pra jogar e nossa, estou adorando. A customização dele é muito legal, tem até aquele lance de escolher as falas tipo os jogos de 5D's que fizeram depois, mas abandonaram o esquema do campo 3D, o jogo tem uma variedade de cartas bem legal logo do começo que realmente te recompensa bem por perceber o valor delas desde cedo, o desafio do jogo é bem legal, com poucos momentos que eu achei injustos até agora.

    Meu tempo de jogo tá meio inflado por eu querer pelo menos desbloquear todo mundo do GX pro free duel, fazendo as stone seals e tudo mais. Destre os jogos pré-5Ds do NDS, esse tá virando meu favorito com muita facilidade.

    22
    • Micro picture
      ersatzgott · 2 months ago · 2 pontos

      Caramba, já foram 6h desde aquele print que você me mandou, empolgou mesmo HUAUHAU
      E o nome dessa dupla aí?

      1 reply
    • Micro picture
      rax · 2 months ago · 2 pontos

      Saudades desse jogo ;-; <3 S2

  • nanaeljustice Alexandre
    2020-05-01 17:15:17 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p><strong>Da série: Coisas que eu descobri sem que
    Magical Chaser ~Stardust of Dreams~

    Platform: PC
    1 Players
    1 Check-in

    Da série: Coisas que eu descobri sem querer

    Esses dias estava me atualizando sobre o estado de MUGEN e me dei de cara com algo interessante, uma galeria de chars ótima com sprites em muito boa qualidade vinda de um jogo chamado "Magical Chaser", tive que checar na hora.

    Aparentemente esse é um daqueles doujin games, e  dos bem feitos. Pra quem esteja boiando quanto ao cast, o jogo é um crossover entre Ojamajo DoremiFushigiboshi no Futagohime, Princess Comet (acho que o anime disso nem deve existir legendado), Fushigi Mahou Fun Fun Pharmacy e Kasumin.

    Em questão de gameplay, é um fighter de 3 botões simplão com dois modos de jogo, arcade e vs local. Por enquanto, tudo que eu fiz foi brincar um pouco usando tanto a Doremi quanto a Aiko, das duas a Aiko me pareceu fluir bem melhor e a forma que o jogo adapta a natureza mais amigável dos animes em jogo de luta sem realmente deixar nada agressivo é bem divertido de assistir.

    Jogando eu não fui muito longe da primeira vez, mas acredito que seja uma experiência bem curtinha e legal pra pegar e saber que o jogo existe. A maioria das coisas está em japonês, mas esse não é realmente o tipo de jogo que você vai precisar ler muito pra saber o que fazer.

    Estou feliz de ter encontrado isso!

    19
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-04-29 17:37:07 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p><em><strong>Minha segunda jogatina até o fim est
    Digimon World 3

    Platform: Playstation
    2476 Players
    45 Check-ins

    Minha segunda jogatina até o fim está terminada!

    Eu ainda consigo dizer que adoro esse jogo, mas é fato que ele possui um número absurdo de decisões ruins que impedem ele de ser recomendável. 

    Muitas dessas coisas ficam bem aparentes pro fim. Uma das coisas que mais pessoalmente me irritaram foi o vai e vem entre Asuka e Amaterasu server no final, onde literalmente a gente tinha que mudar de servidor de cena em cena, sendo que uma das formas mais fáceis de fazer isso é pelos circuitos que são bem fáceis de se perder.

    Outra coisa foi mesmo me submetendo a um grind absurdo antes de ir pra Amaterasu pela primeira vez e deixando tanto a Speed quanto o Attack de todo mundo em 999 o dano que o Bitter e a Sweet causavam era bem fraco.

    Bom, para quem quiser saber como minha equipe acabou, aqui vai:

    Salty (V-mon)

    A estrela do meu time, e também meu sonho de moleque. A pulga atrás da orelha de sempre querer um, mas nunca ter conseguido fazer um Beelzebumon foi exatamente o que me gerou essa jogatina pra inicio de conversa. Devo dizer que foi muito satisfatório finalmente ter um e pisar em qualquer desafio do jogo com ele.

    Bitter (Agumon)

    Inicialmente seria um BlackWarGreymon, porém o mesmo chegou no lv 99 bem cedo durante os eventos de Amaterasu Server, e como parecida desperdício de exp não treinar outras coisas, eu fui fazendo até chegar aí. Acaba que foi um acidente muito feliz, já que o jogo ameaçou me bater pro fim, especialmente no chefe final.

    Sweet (Renamon)

    O Digimon que mais usei early game que ainda manteve um bom papel perto do fim, dando certeza que tanto Salty quanto Bitter ficariam vivos se algum chefe realmente requisitasse tanto. Foi especialmente útil nas duas lutas finais.

    24
    • Micro picture
      rax · 2 months ago · 2 pontos

      Boa.Também gosto muito desse game,mas recomendar hoje em dia é meio complicaod mesmo :/

      3 replies
    • Micro picture
      speedhunter · 2 months ago · 2 pontos

      Baita jogão, apesar do grinding ridiculo. Random battle tbm são insuportáveis.

      1 reply
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-04-24 13:39:10 -0300 Thumb picture
    nanaeljustice checked-in to:
    Post by nanaeljustice: <p><strong>Mais um desses jogos questionáveis não l
    Emi-chan no Moero Yakyuuken!

    Platform: NES
    1 Players
    1 Check-in

    Mais um desses jogos questionáveis não licenciados de NES.

    Infelizmente, Emi-chan não tem metade do fator diversão de Sailor Fuku Bishoujo Zukan. O jogo também é arcadezão, mas leva inspiração de RPS, seguindo um esquema de ritmo, tendo que acertar a imagem no tempo correto.

    É bem rapidão, em questão de minutos eu finalizei o jogo. Diferente do último que eu joguei, só existem umas duas imagens no jogo, nenhuma delas parece ter um nível legal de qualidade também.

    Tenho é dó de pensar que algum japonês na época gastou seu dinheiro com isso só pra ter essa decepção chegando em casa.

    10
  • nanaeljustice Alexandre
    2020-04-21 21:48:25 -0300 Thumb picture

    Desafio "Vergoín da profissôn!"

    Marcado pelo desgraçadão do @ersatzgott

    Regras:- Marcar a Persona @desafio!

    - Cite 5 jogos BONS que você começou a jogar, parou no meio do caminho e entrou pra lista da vergonha!

    - Marque alguns amigos pra mostrar a lista da vergonha que irritaria o Erick Jacquin caso ele fosse gamer e não cozinheiro!

    Considerando que eu frequentemente paro de jogar coisas sem motivo nenhum, escolher uns 5 mais marcantes será mesmo um desafio.

    Número 5 : Castlevania: Lament of Innocence

    Castlevania é uma franquia que eu amo de coração e frequentemente paro pra rejogar principalmente o Aria e Dawn of Sorrow. Quando eu finalmente tive meu PS2, Lament of Innocence foi um dos primeiros jogos que eu de fato comprei, junto com Resident Evil 4. Lembro de pegar ele pra jogar pela primeira vez e gostar bastante, era uma ideia de 3D bem nos moldes dos jogos de N64, só que não era uma merda. Avancei até um pouco depois do primeiro boss e fui jogar RE4 com o meu irmão... desde então ninguém nunca mais tocou em Lament of Innocence.

    Número 4 : Dark Souls

    Apesar de ser o jogo que eu menos me arrependo de não ter finalizado, acho que merece uma colocação melhor do que o Lament of Innocence por eu de fato ter tentado! 

    Esse foi um daqueles jogos que eu ouvia alguns amigos falando com tanta paixão sobre que eu senti que tinha que tentar. Joguei um pouco no 360 apanhando de cada coisinha cheap do jogo mas ainda conseguindo ver que tinha um jogo interessante atrás da frustração. Minha alegria acabou quando cheguei na parte onde vários gárgulas com machadão atacavam, eu sempre ou era brutalmente assassinado por eles, ou morria de burrice/câmera caindo da maldita plataforma... não demorou muito pra mim desistir.

    Anos depois na casa de um amigo que já tinha um PS4, eu e outros amigos que não entendiam nada de Dark Souls/Entendiam mas eram horríveis jogando decidimos pegar o Remaster pra jogar alternando, passando o controle a cada morte. A experiência foi milhões de vezes mais divertida do que a vez que eu joguei sozinho, mas não chegamos tão longe e acabou que a gente desistiu beeeem cedo.

    Dark Souls pra mim virou aquele tipo de experiência que é legal no distante quando assistimos algo sobre, mas que eu não tenho mais nenhuma vontade de tentar e jogar. (Sentimento ampliado após sentir a opinião não mudando ao jogar um pouquinho do Dark Souls II) Mas até hoje me sinto um pouco de lado quando geral começa a falar do jogo sendo que eu nem consegui avançar muito pra manter uma conversa.

    Número 3 : Grand Theft Auto: San Andreas

    Ok, esse é um exemplo engraçado. Mesmo eu nunca tendo jogado isso no PS2, eu joguei e rejoguei San Andreas VÁRIAS vezes no PC, principalmente quando aprendi que era especialmente fácil de modificar.

    Mas acaba que a diversão do jogo pra mim tinha pouca ligação com as missões principais e o plotzinho dele, eu sempre acabava ignorando o objetivo e indo fazer outras merdas e de alguma forma isso me divertia muito.

    Anos se passaram desde que eu joguei pela primeira vez e até peguei pra revisitar diversas vezes, mas eu nunca cheguei na missão final e muito menos vi a conclusão que tudo isso tem.

    Número 2Shin Megami Tensei: Strange Journey

    Meu segundo e atualmente último contato com SMT. Strange Journey foi um jogo que me cativou desde o minuto 1, tendo os demônios legais que eu vi no Devil Survivor (outro jogo que eu rage quitei, btw), mas dessa vez em um dungeon crawler que me lembrava bastante outro joguinho da Atlus, Etrian Odyssey.

    Eu  tava pilhadão, passava bastante tempo quebrando a cabeça e levando socos do jogo como alguém que é noobão em SMT que tava vendo os gimmicks do jogo pela primeira vez, mas mesmo assim não desistia.

    A minha morte foi chegar no Sector Delphinus, onde eu avancei bastante e decidi deixar o jogo de lado por um tempo. Meses se passaram e eu decidi voltar, descobrindo que a pausa foi uma ideia terrível. Mesmo resetando a dungeon pra não ficar perdido igual um idiota eu não tava mais no ritmo do jogo, ele me batia muito mais forte do que antes, eu não lembrava mais o que era forte contra quem e o desânimo pegou bem forte.

    Se alguém me perguntasse qual jogo dessa lista eu tenho mais chances de realmente voltar e tentar finalizar novamente, essa é a minha resposta, por mais masoquista que isso pareça.

    Número 1: Devil May Cry 3

    Oh boy, esse é um pouco triste. Devil May Cry 3 foi um dos jogos que eu e meu irmão compramos após destravar o PS2. Uma dificuldade que a gente tinha na época era aprender combos, então dava pra imaginar que a gente iria sofrer muito jogando.

    As cenas nos faziam morrer de rir (mesmo nenhum de nós tendo jogado os dois primeiros jogos) e a vontade de aprender a jogar era grande, mas meu irmão mesmo tentando bastante nunca passou do Cerberus. Eu por outro lado fui um pouquinho mais longe que ele, chegando até a luta contra o Vergil, mas mesmo estando disposto a tentar o CD piratão acabou morrendo e a gente não quis comprar e jogar tudo desde o inicio, deixando assim um ótimo jogo que a gente tava adorando incompleto.

    Bom, é isso. Ficarei devendo as marcações de outras pessoas por não conhecer tanta gente ativa que use o site.

    Devil May Cry 3: Dante's Awakening

    Platform: Playstation 2
    8173 Players
    24 Check-ins

    19
    • Micro picture
      ersatzgott · 3 months ago · 2 pontos

      O San Andreas eu só joguei pra zoar, acho que eu podia citar qualquer GTA no meu porque eu nunca peguei pra jogar sério

      E o DMC3 original é vacilo, a dificuldade padrão dele é o hard na versão ocidental por algum motivo

      7 replies
    • Micro picture
      santz · 3 months ago · 2 pontos

      GTA San Andreas eu também nunca zerei, apesar de já ter pego para tentar algumas vezes. A história é muito qualquer coisa.

      1 reply
    • Micro picture
      vinicios_santana · 3 months ago · 1 ponto

      Voltar ao Castlevania hem

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...